Conhecendo o amor de deus lições 10 a 12

579 visualizações

Publicada em

Aulas do curso de Capacitação de Discipuladores do Departamento de Discipulado e Reuniões Devocionais nos Lares da Assembleia de Deus de São José dos Pinhais

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
579
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
19
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Conhecendo o amor de deus lições 10 a 12

  1. 1. CURSO DE CAPACITAÇÃO DE DISCIPULADORES LIÇÕES 10, 11 e 12 DEPARTAMENTO DE DISCIPULADO E REUNIÃO DEVOCIONAL NOS LARES
  2. 2. CURSO “CONHECENDO O AMOR DE DEUS”
  3. 3. LIÇÕES 1. Quem é Jesus? 2. O Pecado e o Plano de Deus 3. O Substituto dos nossos Pecados 4. A Necessidade de Escolher a Cristo 5. A Nova Vida 6. Jesus Cristo, o Senhor 7. A Vida Abundante 8. As Promessas de Deus 9. O Batismo no Espírito Santo 10. O Discípulo de Cristo 11. O Batismo Cristão 12. A Ceia do Senhor
  4. 4. Lição nº 10 O Discípulo de Cristo "Se vocês permanecerem firmes na minha palavra, verdadeiramente serão meus discípulos”. João 8:31.
  5. 5. Discípulo: É um seguidor e um aprendiz do seu mestre.
  6. 6. 04 Principais pontos: 1 - VIDA DE RENÚNCIA. (não querer / recusar / rejeitar). 2 - PRÁTICA DO AMOR, PARA COM DEUS E PARA COM OS OUTROS. (vertical e horizontal). 3 - DAR OUVIDOS A PALAVRA DE DEUS. (diapasão). 4 - A VIDA DO DISCÍPULO DE CRISTO É UMA MISSÃO. (estilo de vida).
  7. 7. 1 - VIDA DE RENÚNCIA. (não querer / recusar / rejeitar). -Muitas de nossas ocupações, e coisas que gostamos devem ser renunciadas. Status, fama, reconhecimento, dinheiro, prestigio. (João 1.43 / Marcos 10.29-30 / Lucas 14.25-27. -Muito pesado para alguns. “muitos são chamados e poucos os escolhidos” Mateus 22.14.
  8. 8. 2 - PRÁTICA DO AMOR, PARA COM DEUS E PARA COM OS OUTROS. (vertical e horizontal). “Amados, visto que Deus assim nos amou, nós também devemos amar uns aos outros”. 1 João 4.11. O amor é o elemento constrangedor para que a igreja caminhe harmoniosamente diante dos desafios e crises deste tempo para formação de discípulos que realmente estejam dispostos a seguir as pisadas do mestre.
  9. 9. 3 - DAR OUVIDOS A PALAVRA DE DEUS. (diapasão). - Ouvir significa obedecer. A obediência segundo define o dicionário, é o ato de submeter-se a vontade de alguém. (CRISTO). Efeitos para o discípulo obediente: São inabaláveis. Mateus 7.24-25. / São conhecidos. Romanos 16.19. / São irrepreensíveis. Filipenses 2.12-15. Glorificam a Deus. 2 Coríntios 9.13. / Tem o Espírito Santo. Atos 5.32.
  10. 10. 4 - A VIDA DO DISCÍPULO DE CRISTO É UMA MISSÃO. (estilo de vida). Não se trata de missão opcional, antes é algo que faz parte da própria natureza do seguidor de Jesus. Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido , para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz; 1 Pedro 2:9. É diante deste quadro caótico e de perdição que somos chamados por Cristo a sermos testemunhas do seu AMOR E SALVAÇÃO. Você tem sido testemunha de Cristo?
  11. 11. Lição nº 11 O Batismo Cristão “Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e Filho e do Espírito Santo”. Mateus 28.19.
  12. 12. Ordenança da Igreja Cerimônia essencial por ser divinamente ordenada por Cristo. Ato de iniciação ou ingresso na igreja cristã, que simboliza a purificação do pecado, simboliza o começo da vida espiritual. Sugere a fé em Cristo. Administrado somente uma vez.(um só batismo).
  13. 13. Batismo: Grego “BAPTIZÔ” Imergir e Emergir (levantamento). Imergir – Cristo morreu pelo pecado para que este homem morra para o pecado. Emergir – Cristo ressuscitou dentre os mortos a fim de que este homem pudesse viver uma nova vida de justiça.
  14. 14. Forma de batismo: Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Este é o formato praticado pelas Assembleias de Deus em todo o mundo.
  15. 15. Pontos importantes a serem considerados: Não batizamos por aspersão. Não batizamos crianças. Mateus 19. 13-14. Apresentamos a criança a Deus como Jesus foi apresentado. Lucas 2.25-38 .
  16. 16. Significa: Vestir-se de Cristo, de modo que as pessoas possam ver Cristo em nós, como se vê um soldado uniformizado.
  17. 17. Lição nº 12 A Ceia do Senhor “Tomando o pão, deu graças, partiu-o e o deu aos discípulos, dizendo: "Isto é o meu corpo dado em favor de vocês; façam isto em memória de mim". Da mesma forma, depois da ceia, tomou o cálice, dizendo: "Este cálice é a nova aliança no meu sangue, derramado em favor de vocês”. Lucas 22:19,20
  18. 18. Memória: Jesus instituiu a sua Ceia para lembrarmos do seu sacrifício na cruz não significa pensar numa coisa passada mas, transportar uma ação do passado, de tal modo que não se perca a sua autenticidade originais, mas sejam trazidas para o momento presente.
  19. 19. Elementos: Pão e Vinho. Simbólicos que representam a morte de Cristo. Não transforma literalmente, em carne (pão) e no sangue (vinho), como algumas religiões supõe. A substância dos elementos não se altera, por isto devem ser entendidos como símbolos.
  20. 20. Pão: Para servi-lo é necessário. Se prepare a massa Seja amassado Jesus o Pão da vida, João 6.48. Se tornou homem de “carne e osso”, João 1.14. E foi amassado “sofreu”, Fp 2.8.
  21. 21. Vinho: Para servir é necessário. Inicialmente, separar o engace (cacho) dos grãos da uva e depois esmagar, para facilitar a extração do mosto. Is 53.5. O vinho pode representar o próprio Cristo. Em João 15.1, Jesus se identifica como a “videira verdadeira”. Jesus usa a figura do vinho para simbolizar seu sangue, estabelecendo uma nova aliança em “seu sangue”.
  22. 22. Quem pode participar desta comemoração? Somente os salvos em Cristo, e que estão em comunhão com a igreja. O contrário disto é vedada a participação de qualquer pessoa que não se comprometeu com Cristo e a Igreja. Duas classes de pessoas não podem participar. Os não convertidos, que não nasceram de novo. Solução João 3.16 Os cristãos que estão em pecado. Solução 1 João 1.9.
  23. 23. Pontos a serem considerados: Comemoração – cada vez que reunimos para celebrar a Ceia do Senhor, comemoramos dum modo especial, a morte expiatória de Cristo que nos libertou do pecado. Colossenses 1.13. Segurança – O sangue de Cristo é a divina garantia de que ele será benévolo e misericordioso para aquele que se arrepende. A nossa parte neste contrato é crer na morte expiatória de Cristo. Romanos 3.25-26. Responsabilidade – Quem deve ser admitido ou excluído da mesa do Senhor? O Apóstolo Paulo trata da questão dos que são dignos do Sacramento em I Coríntios 11. 27-30. Dignos? Então todos nós estaríamos excluídos. Ele não trata acerca da indignidade das pessoas e sim das indignidades de suas ações.
  24. 24. Finalmente é o culto da comunhão Cristã, memorial da fé, onde os crentes locais comparecem irmanados da alegria de estarem servindo a Jesus Cristo. Aquele que testifica estas coisas diz: Certamente cedo venho. Amém. Ora vem, Senhor Jesus. Apocalipse 22:20. DEUS ABENÇOE A TODOS.
  25. 25. REFERÊNCIAS MELFIOR, Sérgio; CARLESSO, Joary Josué. Curso Bíblico: conhecendo o amor de Deus. 3ª Edição. Joinville: IEADJO, 2011.

×