02 EBD e Exposição das Escrituras

3.280 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual, Tecnologia
0 comentários
12 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.280
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.198
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
12
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

02 EBD e Exposição das Escrituras

  1. 1. DAS ESCRITURAS NA EBD Dilsilei Monteiro © DMM, 2009
  2. 2. Texto Básico: 2 Timóteo 3:14-17 © DMM, 2009 www.dmmonteiro.com
  3. 3. Objetivo: 0 Mostrar que a verdadeira igreja de Cristo tem a Bíblia por fundamento, e a ela se submete em todas as coisas. © DMM, 2009 www.dmmonteiro.com
  4. 4. O QUE ENSINAR NA IGREJA? 1  A Palavra revelada de Deus é o único fundamento para o ensino da verdade (João 17:17; II Pe. 1:20-21).  A Palavra é a única revelação completa, eficaz e duradoura de Deus que é aplicável à realidade finita do homem © DMM, 2009 www.dmmonteiro.com
  5. 5. Isso não é óbvio? 1 Não, vivemos perigos reais!  O mundo tem crescido esquizofrênico neste século, quando em todos os campos da atividade humana existe uma deliberada subversão de princípios afrouxando os fundamentos da sociedade, da vida e da religião. O século XX nasceu sob as pressões do Racionalismo contra a Igreja e o mundo. © DMM, 2009 www.dmmonteiro.com
  6. 6. Isso não é óbvio? 1 Não, vivemos perigos reais!  O mundo tem crescido esquizofrênico neste século, quando em todos os campos da atividade humana existe uma deliberada subversão de princípios afrouxando os fundamentos da sociedade, da vida e da religião. O século XX nasceu sob as pressões do Racionalismo contra a Igreja e o mundo. © DMM, 2009 www.dmmonteiro.com
  7. 7. Vivemos perigos reais! 1  Em dias como os que estamos vivendo, em que cresce a impressão de que o evangelicalismo moderno (particularmente o brasileiro) manifesta profunda crise teológica, eclesiástica e litúrgica, convém considerar novamente a importância “da doutrina da autoridade suprema das Escrituras”. Convém uma palavra de alerta contra antigas e novas tendências de usurpar ou limitar a autoridade da Palavra de Deus. O propósito desta lição se firma em reagir! © DMM, 2009 www.dmmonteiro.com
  8. 8. Vivemos perigos reais! 1  Em dias como os que estamos vivendo, em que cresce a impressão de que o evangelicalismo moderno (particularmente o brasileiro) manifesta profunda crise teológica, eclesiástica e litúrgica, convém considerar novamente a importância “da doutrina da autoridade suprema das Escrituras”. Convém uma palavra de alerta contra antigas e novas tendências de usurpar ou limitar a autoridade da Palavra de Deus. O propósito desta lição se firma em reagir! © DMM, 2009 www.dmmonteiro.com
  9. 9. Vivemos perigos reais! 1  Em dias como os que estamos vivendo, em que cresce a impressão de que o evangelicalismo moderno (particularmente o brasileiro) manifesta profunda crise teológica, eclesiástica e litúrgica, convém considerar novamente a importância “da doutrina da autoridade suprema das Escrituras”. Convém uma palavra de alerta contra antigas e novas tendências de usurpar ou limitar a autoridade da Palavra de Deus. O propósito desta lição se firma em reagir! © DMM, 2009 www.dmmonteiro.com
  10. 10. O Risco do Desprezo à Palavra 1 Calvino: “De fato, se refletirmos quão acentuado é a tendência da mente humana para esquecer a Deus, quão grande A Bíblia é o é a inclinação dos homens para com toda espécie de Único Escudo erro e quão pronunciado é o gosto deles para forjar, a que Nos cada instante, novas fantasiosas religiões, poderemos Protege do Erro perceber como foi necessário a autenticação escrita da doutrina celeste, para que ela não desaparecesse pelo esquecimento, nem se desfizesse pelo erro, nem Fonte: As fosse corrompida pela petulância dos homens. Institutas da Deste modo, como está sobejamente demonstrado, Religião Cristã Deus providenciou o auxilio de Sua Palavra para todos aqueles aquém quis instruir de maneira eficaz, pois - Livro I, sabia ser insuficiente a impressão de Sua Imagem na Capítulo 6. estrutura do universo. Portanto, se desejamos, com seriedade, contemplar a Deus de forma genuína, precisamos trilhar a reta vereda indicada na Sua Palavra.” © DMM, 2009 www.dmmonteiro.com
  11. 11. A Autoridade das Escrituras 2  É inteiramente adequado chamar a Bíblia como Palavra de Deus, sabendo que foi escrita pela inspiração de Deus de acordo com o seu próprio testemunho: quot;Sabendo primeiramente isto: que nenhuma profecia da Escritura é de particular interpretação. Porque a profecia nunca foi produzida por vontade de homem algum, mas os homens santos de Deus falaram inspirados pelo Espírito Santoquot; (2 Pd 1.20, 21). © DMM, 2009 www.dmmonteiro.com
  12. 12. Usurpações da Autoridade 2  Quanto a fontes adicionais suplementares e usurpadoras da autoridade das Escrituras podem ser identificadas:  a tradição (degenerada em tradicionalismo)  a emoção (degenerada em emocionalismo) e  a razão (degenerada no racionalismo). © DMM, 2009 www.dmmonteiro.com
  13. 13. Outros Perigos: 3  Nossa época tem frutos de muitos esforços do neopaganismo – união dos inimigos da fé Cristã (panteístas, politeístas e, principalmente, humanistas): Pluralismo  (Culto das diferenças); Efemeridade  (Culto das emoções); Fragmentação  (Culto das divisões); Alteridade  (Culto das mudanças); Desconstrucionismo  (Culto à relatividade); Divergência  (Culto à suspeita); Instantaneidade  (Culto do momento). © DMM, 2009 www.dmmonteiro.com
  14. 14. Outros Perigos: 3  Evangelho Pós-Moderno: – Irreverência no serviço sagrado; – Púlpito transformado em plataforma; – Bíblia da lugar à psicologia e auto-ajuda; – Substituição da música sacra por música de mercado (produzidos pelo mercado Gospel); – Poder X Autoridade; – Despreocupação com membresia; – Místicismo. © DMM, 2009 www.dmmonteiro.com
  15. 15. Reagindo a esses riscos: 4 • Busca por transcendência Elevar a Qualidade da adoração a Deus • Busca de significância Elevar a Qualidade do ensino na Igreja • Busca de comunhão Elevar a Qualidade da comunhão na Igreja © DMM, 2009 www.dmmonteiro.com
  16. 16. Reagindo a esses riscos: 4 “Dá instrução ao sábio, e ele se fará mais sábio; ensina ao justo, e ele crescerá em entendimento.” Provérbios 9:9 © DMM, 2009 www.dmmonteiro.com
  17. 17. Reagindo a esses riscos: 4 “Tu, porém, permanece naquilo que aprendeste e de que foste inteirado, sabendo de quem o aprendeste e que, desde a infância, sabes as sagradas letras, que podem tornar-te sábio para a salvação pela fé em Cristo Jesus.” 2 Tm 3:14-15 © DMM, 2009 www.dmmonteiro.com

×