Projeto

1.242 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.242
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Projeto

  1. 1. 1.0 Introdução. A música no âmbito geral é importante tanto para a disseminação da cultura de um povo, tanto para a construção de um senso crítico mais amplo. Logo este trabalho vem demonstrar que desde os primórdios do homem, já existia a música. Nesse trabalho, que está distribuído em trinta e oito aulas, será demonstrada a música em si, a sua história, os seus instrumentos e a própria musicalização. Logo todos esses temas, serão abordados em diferentes áreas do conhecimento. Sendo assim como principal função desse trabalho, a aplicação da música na escola de uma forma que não seja “maçante” e que seja divertida, em uma linguagem onde o aluno consiga entender e aprender sobre o tema proposto. 6
  2. 2. Série:5º ano. Duração:40 aulas 2.0 Justificativa: Este projeto trata-se da musicalização no ensino fundamental, logo que este visa trabalhar a música dentro da escola. Sendo esse projeto trabalhando a construção de um conhecimento artístico e social da música, fazendo que o aluno além de aprender sobre a história, venha aprender também o seu valor cultural e social, logo que é uma forma de expressão artística, de certa forma, mais conhecida hoje em dia. 3.0 Objetivo geral: Construir o conhecimento do que é música e como ela interfere no cotidiano do homem. 3.1 Objetivos específicos: Conhecer a História da Música; Compreender os fundamentos da Música; Descrever os variados instrumentos musicais; Identificar as partes integrantes da partitura; Reconhecer a música na escrita; Reproduzir o conhecimento escrito na forma de som. 4.0 Conteúdos: Acidentes Musicais; Composição da Pauta; Conceito de Música; Figuras de som; Fundamentos da Música; História da Música; Instrumentos musicais; Leitura musical; 7
  3. 3. Notas musicais. 5.0 Encaminhamento metodológico: 1ª aula: Será iniciado o projeto de música, com uma dinâmica com os alunos, sendo essa, a representação em forma de mímica sobre o que eles acham que é música. Logo os alunos serão distribuídos em grupos. Após a apresentação de cada grupo, será feita a conceituação do que é música, encerrando assim essa aula. 2ª aula: Será iniciada a primeira aula de História, sendo que será feita a inicialização da construção histórica da música, sendo que começará pela a pré-história com a aplicação de um pequeno texto, onde após será lido com os alunos. Após a leitura será feita uma atividade prática com alunos, onde eles terão que representar como eram os sons na pré-história. Logo haverá um questionário sobre o texto. 3ª aula: Será dada continuidade no tema, partindo assim para a música na antiguidade com a atribuição dos povos antigos e sua relação com a música. Sendo esses povos os egípcios, os gregos e os romanos. Passando em forma de texto para a colagem com os alunos no caderno. Logo haverá um questionário sobre os textos. 4ª aula: Será feita a contextualização da música na Idade Média, sendo assim passando um texto informativo sobre a música nesse contexto, logo será aplicado um questionário sobre o texto e como finalização da aula será passada uma música da época, sendo pedido aos alunos á realização de um breve texto com o que eles sentiram da música. 5ª aula:Será contextualizada a música renascentista, com um texto e um questionário sobre esse texto, após será colocado uma música vocal polifônica para que os alunos escutem e identifiquem as vozes. Logo será explicado que esse tipo de música e como ela funciona. 6ª aula: Será falado sobre a música Barroca, contextualizando assim em um texto sendo que após será feito um questionário sobre o texto. Após será colocado um vídeo mostrando uma ópera, logo os alunos terão que descrever como que é a ópera, porque é diferente da música de hoje, entre outros fatores. 8
  4. 4. 7ª aula: Será explicado e contextualizado a música no Classicismo com um pequeno texto com um questionário sobre o tema. Após será mostrado um clipe de uma música clássica, onde os alunos deverão descrever o que eles sentem ao ouvir esta música. 8ªaula: Será contextualizada a música no Romantismo em forma de texto e com um questionário, sendo demonstrada assim uma música do movimento, pedindo para que os alunos realizem uma ilustração sobre o que eles sentem ao ouvir aquela música. 9ª aula: Será feita a contextualização da música no século XX, logo em forma de texto e com um questionário. Logo para a finalização do conteúdo será feita em forma de cartaz uma linha do tempo sobre a música. 10ª aula: Será feita uma breve revisão sobre todos os períodos e posteriormente será feita uma avaliação sobre o conteúdo. 11ª aula: Será iniciado o conteúdo sobre os componentes da música iniciando com o Som. Logo será feita a contextualização do tema e serãodemonstrados alguns sons como exemplos. Logo como conclusão da aula os alunos terão que formar grupos representar com a boca sons de diferentes aspectos (natureza, homem, animais, etc.). 12ª aula: Dando continuidade ao conteúdo, será demonstrado outro componente da música, sendo ele o ritmo. Logo será conceituado e explicadosobre o elemento, e como assimilação do conteúdo será feita uma dinâmica, onde será feito um círculo onde cada aluno deverá bater as mãos conforme o ritmo que o professor orientar. 13ª aula: Finalizando o conteúdo de componentes da música. Será feita a conceituação de harmonia e melodia, explicando o que é cada uma. Sendo que após a conceituação será exemplificado cada uma. 14ª aula:Após o encerramento do conteúdo anterior, será abordado o tema deinstrumentos musicais, sendo assim começando á conceituar o que é um instrumento musical e quais são as divisões existentes dentro da composição dos vários instrumentos existentes. 9
  5. 5. 15ª aula:Após a introdução dos naipes dos instrumentos musicais, será feita a conceituação de cada naipe, iniciando dessa forma com o naipe das cordas, conceituando esse naipe e quais os instrumentos que fazem parte desse naipe. Concluindo a aula assim com um trabalho em grupo, sendo esse uma pesquisa de cada instrumento, com a orientação que deve ser um trabalho curto, com imagens do instrumento e sua descrição. 16ª aula:Será feito o recolhimento dos trabalhos e será feita a confecção de cartazes para posterior exposição. Enquanto a confecção dos cartazes é feita, o professor irá demonstrar o som de cada instrumento. Esse cartaz irá demonstrar de maneira ampla o conceito de cada instrumento junto com sua imagem. 17ª aula:Após a conclusão do naipe das cordas, será iniciado o naipe dos metais, conceituando-o e demonstrando os instrumentos que fazem parte desse naipe. Realizando assim, da mesma forma do naipe anterior, os alunos realizarão um trabalho em grupo com uma pesquisa de cada instrumento com imagens do instrumento e sua descrição. 18ª aula:Será feito o recolhimento dos trabalhos e será feita a confecção de cartazes para posterior exposição. Enquanto a confecção dos cartazes é feita, o professor irá demonstrar o som de cada instrumento.Esse cartaz irá demonstrar de maneira ampla o conceito de cada instrumento junto com sua imagem. 19ª aula:Após a conclusão do naipe dos metais, será iniciado o naipe das madeiras, conceituando-o e demonstrando os instrumentos que fazem parte desse naipe. Será realizada, da mesma forma dos outros naipes uma pesquisa sobre cada um dos instrumentos, sendo essa pesquisa em grupo, com a orientação de que se deve conter no trabalho a descrição do instrumento e imagens sobre o mesmo. 20ª aula:Será feito o recolhimento dos trabalhos e será feita a confecção de cartazes para posterior exposição. Enquanto a confecção dos cartazes é feita, o professor irá demonstrar o som de cada instrumento. Esse cartaz irá demonstrar de maneira ampla o conceito de cada instrumento junto com sua imagem. 21ª aula: Após a conclusão do naipe das madeiras, será iniciado o último naipe á ser estudado, o naipe da percussão, conceituando o mesmo e demonstrando 10
  6. 6. algunsinstrumentos (Xilofone e Pratos) que pertencem a esse naipe, logo os alunos deverão realizar uma pesquisa sobre cada um dos instrumentos estudados, sendo que o trabalho será em grupo, onde deverá conter a descrição do instrumento e imagens sobre o mesmo. 22ª aula:Será feito o recolhimento dos trabalhos e será feita a confecção de cartazes. Enquanto a confecção dos cartazes é feita, o professor irá demonstrar o som de cada instrumento.Esse cartaz irá demonstrar de maneira ampla o conceito de cada instrumento junto com sua imagem. Com o término da construção dos cartazes, todos serão expostos incialmente á sala para a retomada de conteúdo para depois ser exposto à escola. 23ª aula:Após toda a exposição da história da música, dos instrumentos musicais, será iniciado a musicalização em si, sendo iniciado com a demonstração de uma pauta musical, explicando o que ela é e para que serve. Logo também serão demonstradas as claves musicais, sendo que será explicado que conforme cada clave, os nomes das notas mudam, sendo assim, feito o desenho das claves no quadro. Para conclusão da aula será entregue uma folha com pautas desenhadas, onde os alunos terão que desenhar e nomear cada clave. 24ª aula:Logo após ser feito o conceito do que é pauta e o que é clave, será perguntado aos alunos se alguém sabe quais são as notas musicais? Com a resposta o professor irá colocar no quadro o nome das sete notas (Dó, Ré, Mi, Fá, Sol, La e Si) e pedirá para a classe que repita o nome das notas, e depois colocando um vídeo da noviça rebelde cantando as notas musicais. Sendo assim a conclusão da aula, um exercício de fixação do conteúdo. 25ª aula:Para prosseguir as aulas, será iniciada a nomenclatura das notas conforme a clave. Pegando assim a clave de Sol, retomando que o nome da clave nomeia as notas musicais da pauta. Logo será iniciado a nomear as linhas da pauta (Mi, Sol, Si, Ré, Fá), sendo assim feita uma atividade para colocar os nomes das notas na pauta. 26ª aula:Dando continuidade ao conteúdo, será feito a nomeação das notas contidas nos espaços (Fá, La, Dó, Mi), sendo assim feita uma atividade para colocar os nomes das notas na pauta. 11
  7. 7. 27ª aula:Para a conclusão desse tema será feita uma avaliação, onde haverá os três temas tratados anteriormente (Pauta, Clave e Notas Musicais). 28ª aula:Depois de feita toda a nomenclatura das notas será apresentada as figuras musicais, sendo assim apresentadas primeiramente as sete figuras de som positiva (Semibreve, Mínima, Semínima, Colcheia, Semicolcheia, Fusa e Semifusa). Após será feita uma atividade onde contém a figura e deverá ser nomeada conforme a explicação. 29ª aula:Após de apresentar as figuras de som positiva, serão demonstradas as figuras de som negativas, igualmente a figura de som positiva será feita uma atividade onde contém a figura e deverá ser nomeada conforme a explicação. 30ª aula:Para melhor fixação do tema será feito um jogo da memória com as figuras de som, tanto positivas como negativas, onde o objetivo e achar o par que emite som com a sua respectiva pausa. 31ª aula: Concluindo o tema das figuras de som, será demonstrado o valor de cada figura, sendo assim feito um esquema de divisão. Logo será feita uma atividade onde o aluno deverá colocar o número de notas que aparecem para cada figura de som, exemplo: para uma Semibreve cabem duas Mínimas e assim por diante. 32ª aula: Abrindo uma brecha, será falado sobre os acidentes musicais, o bemol e sustenido, logo será desenhado as figuras dos dois acidentes no quadro, logo será explicado que um é para aumentar (sustenido) e outro é para abaixar (bemol) meio tom, sendo assim feita uma avaliação oral do que foi explicado. 33ª aula: Para prosseguir o conteúdo, será pego um instrumento musical (flauta doce), para início de tudo, será demonstrado o instrumento (a boquilha, os orifícios). Logo será explicado que para tocar o instrumento, deve-se soprar a boquilha dizendo “tu” para cada nota. Para finalização da aula será disponibilizado a cada um aluno uma flauta para ter a primeira experiência com o instrumento. 34ª aula: Dando continuidade ao conteúdo, será feita a explicação de como se tirar as notas musicais na flauta, logo antes de tirar o som, deverá ser explicado de como pegar no instrumento, logo será entregue aos alunos folhas onde terão ao todo onzeilustrações dos orifícios da flauta e uma pauta com a escala de dó.Junto com o 12
  8. 8. professor, serão preenchidos esses orifícios de acordo aos dedos que estão nos orifícios quando se retirado o som. 35ª aula: Será feita a aula como a anterior, ou seja, será dado aos alunos folha com onze orifícios, onde deverão preencher com o professor, as notas com acidentes musicais (sustenido e bemol), mas, explicando que há notas diferentes, mas com o mesmo som (enarmônicas). Logo, os orifícios serão preenchidos juntamente com o professor. 36ª aula:Para a conclusão do tema será feita uma atividade, onde o aluno terá que tocar individualmente a sequência das sete notas. Sendo assim, ao término de cada nota o aluno terá que dizer o nome dessa nota. 37ª aula:Para ser feita a conclusão do projeto, será iniciado a leitura musical, ou seja, será entregue uma partitura a todos os alunos e com a flauta eles tentaram tocá-la, lembrando-se de todos os outros “eixos” que já passaram. Sendo assim, para melhor aproveitamento, a divisão em grupos de cinco alunos para um ajudar o outro, dessa forma o professor auxiliando na leitura da partitura e na elaboração do ritmo. 38ª aula:Após da primeira experiência com uma partitura, os alunos se dividirão em grupos para um trabalho de apresentação, o professor trará duas partituras onde os alunos escolherão para a futura apresentação, logo eles iniciarão os ensaios. 39ª aula: Será dada a continuidade nos ensaios, sendo assim feito os ajustes finais para as apresentações, lembrando aos alunos que todos devem tocar juntos, um não pode tocar mais rápido ou tocar mais devagar. 40ª aula: Como conclusão do projeto, será feita e exposição de todas as atividades realizadas nas aulas, bem como os trabalhos, fotos e vídeos dos ensaios dos alunos, e por fim será feita a apresentação das equipes para a escola. 6.0 Recursos: Humanos: Professor – Aluno; Aluno – Aluno; Aluno – Comunidade Escolar. Físicos: Sala de aula, pátio escolar. 13
  9. 9. Materiais: quadro negro, giz de quadro, folha de sulfite, cartolina, rádio, C.D., cola, tesoura, papel almaço, papel cartão, papel celofane, lápis, borracha, lápis de cor, canetão, Datashow, notebook, flauta doce. 7.0 Avaliação: Acontecerá a partir dos questionários dos textos, pelas avaliações escritas e orais, pela elaboração das pesquisas, pela confecção dos cartazes, pela realização das atividades propostas e pela apresentação final. 8.0 Registro: Dar-se-á a partir dos trabalhos confeccionados pelos alunos, por fotos e vídeos dos ensaios, por vídeos da confecção dos cartazes enquanto escutam os instrumentos trabalhados e por fotos e vídeos da apresentação das equipes com o instrumento musical. 14
  10. 10. 9.0 Conclusão. Acredita-se que o trabalho trata-se de uma construção de forma gradativa e evolutiva de um tema que dificilmente é abordado em escolas. Entende-se que o trabalho vem demonstrar a construção da musicalização, ou seja, partindo de um ponto, onde o aluno sai da teoria a parte para a prática. Propõe-se que o trabalho refere-se ao trabalho de interdisciplinaridade, ou seja, um trabalho que reúne em um mesmo tema várias disciplinas, não necessariamente as Artes, como o tema sugere. Conclui-se que a música na educação vem para implementar o conhecimento do aluno, sendo que ele trabalha vários conteúdos visando o contexto social, e que melhor forma de falar em sociedade, cultura do que falando de música. 15
  11. 11. 10.0 Cronograma. DATA: 09/10/2013 10/10/2013 ATIVIDADE: Escolha do LOCAL: tema do projeto. Colégio Professor Estadual Júlio Szymanski. Pesquisa sobre o tema. Residência do elaborador. Elaboração de materiais 12/10/2013 para a construção do Residência do elaborador. projeto. 15/10/2013 16/10/2013 17/10/2013 Inicio da construção do projeto. Continuação da construção do projeto. Conclusão da construção do projeto. Residência do elaborador. Residência do elaborador. Residência do elaborador. Colégio 03 á 06/12/2013 Apresentação do projeto. Professor Estadual Júlio Szymanski. 16
  12. 12. 11.0 Referências. CIBER FORMA, CLAUDIA LOPES, em:<http://www.citi.pt/ciberforma/claudia_lopes/pagina.html> disponível Acesso em 10 de outubro de 2013. INFO ESCOLA, PROFESSOR LINDOMAR, disponível em: <http://www.infoescola.com/musica/historia-da-musica/>Acesso em 10 de outubro de 2013. INSTRUMENTOS MUSICAIS, ANTONIO ALMEIDA, disponível em <http://www.prof2000.pt/users/antcond/af7/orquestra/NaipesOrquestra/os_naipes_da _orquestra.htm>Acesso em 10 de outubro de 2013. MEU PROFESSOR DE MÚSICA, disponível em: <http://meuprofessordemusica.blogspot.com.br/2012/07/musica-e-seuselementos.html>Acesso em 10 de outubro de 2013. SIGNIFICADOS, disponível em: <http://www.significados.com.br/musica/> Acesso em 10 de outubro de 2013. WIKIPÉDIA, disponível em <http://pt.wikipedia.org/wiki/Harmonia_(m%C3%BAsica)>Acesso em 10 de outubro de 2013. WIKIPÉDIA, disponível em <http://pt.wikipedia.org/wiki/Instrumento_musical>Acesso em 10 de outubro de 2013. WIKIPÉDIA, disponível em <http://pt.wikipedia.org/wiki/Melodia>Acesso em 10 de outubro de 2013. WIKIPÉDIA, disponível em <http://pt.wikipedia.org/wiki/Ritmo>Acesso em 10 de outubro de 2013. 17
  13. 13. 12.0 Anexos. 1ª aula: Música é a combinação de ritmo, harmonia e melodia, de maneira agradável ao ouvido. é a arte de coordenar e transmitir efeitos sonoros, harmoniosos e esteticamente válidos, podendo ser transmitida através da voz ou de instrumentos musicais. A música é um veículo usado para expressar os sentimentos. 2ª aula: Pré-história Sabe-se que o homem primitivo teve desde muito cedo necessidade de comunicar. Para isso usava, por exemplo, sinais sonoros como: gritos, sons corporais, batimentos com pedras ou com ramos de árvores, etc. No fundo, o homem préhistórico tinha como principal objetivo o de imitar a natureza e não o de fazer música. Mas desde o momento que o homem começou a produzir sons com a intenção de fazer música, pode-se afirmar que se deu início ao longo percurso da história da música. Assim o homem começou a fazer uso da música nas suas cerimônias e rituais, como por exemplo, na evocação das forças da natureza, no culto dos mortos, no decorrer da caça,... Começou por usar apenas a voz e os diversos sons corporais, mais tarde, também introduziu gradualmente instrumentos que construía para usar nas suas músicas e danças numa tentativa de agradar mais aos deuses. Depois de descobrir a beleza e a funcionalidade da música o homem nunca mais se separou dela. Questionário. 1) Como os homens primitivos se comunicavam entre si? 2) Onde os homens primitivos utilizavam a música? 3) O homem se separou da música? Por quê? 18
  14. 14. 3ª aula: Antiguidade (400 anos d. C) A música assumiu um papel central nas diversas atividades diárias das grandes civilizações da antiguidade, nomeadamente no Egito, Grécia e Roma. Egito: No Egito fazia-se música tanto no palácio do faraó como no trabalho do campo ou ainda no culto dos mortos. Eram normalmente as mulheres que tocavam. A música tinha uma origem divina e estava muito ligada ao culto dos deuses. Grécia: A Grécia aparece muito ligada à poesia e à escrita que, a par com a música, participavam como forma de expressão nos teatros. A civilização grega teve um papel fundamental para a evolução da história da música ocidental, sendo de destacar o seu contributo essencialmente em relação ao ritmo e à notação musical. Sabe-se que em Atenas se realizavam anualmente concursos de canto e que as peças de teatro eram acompanhadas por música. Os gregos já tinham noção do culto da música como arte e como ciência, pois a música era tão valorizada que fazia parte das quatro disciplinas essenciais para a educação dos jovens. Roma: Toda a música do império romano foi influenciada pela dos gregos. Em Roma, as lutas dos gladiadores eram acompanhadas por trombetas. A música estava sempre presente nas casas dos homens e mulheres com muito dinheiro. Nas ruas davam-se pequenos espetáculos de malabarismo e de acrobacia que eram sempre acompanhados por flautas e pandeiretas. Questionário. 19
  15. 15. 1) No Egito, aonde se fazia música? 2) Quem que fazia a música no Antigo Egito? 3) Qual foi a contribuição dos gregos na música? 4) Em Atenas na Grécia, o que acontecia todos os anos? 5) Na casa de quem que a música estava presente na Roma? 4ª aula: Idade Média (de 1400 a 1450) Com a queda do Império Romano e a implantação do cristianismo, a igreja passa a ter um papel fundamental para o desenvolvimento e evolução da música, pois são os monges que, nos mosteiros e depois dos gregos, continuam a desenvolver a escrita e a teoria musical. São os cânticos litúrgicos vocais e de transmissão oral que fazem parte do repertório mais usado na musica da Idade Média. Nesta época começa a haver uma grande separação entre a música religiosa e a música popular. Questionário. 1) Na Idade Média quem teve o papel fundamental na evolução da música? 2) O que faz parte do repertório da Idade Média? 3) Qual a separação que acontece na música na Idade Média? 5ª aula: Renascimento (de 1450 a 1600) O período renascentista é caracterizado pela mudança de pensamento do homem perante o mundo. Sabe-se desde logo que esta mudança vai também influenciar a arte. O homem do renascimento já não vive apenas dominado pelos valores da igreja, agora encontra valores nele próprio e na natureza. A igreja também se tornou menos rígida e permitiu uma troca maior entre a música sacra e a música profana. 20
  16. 16. É nesta altura também que os donos das cortes e homens ricos concedem oportunidades de trabalho aos compositores e aos músicos, promovendo festas, audições e acontecimentos culturais. Neste período, as obras musicais que se desenvolvem são essencialmente vocais, ou melhor, a música vocal polifónica é a composição mais comum. Questionário. 1) O que os donos das cortes concedem? Á quem? 2) Qual é a composição mais comum nessa época? 6ª aula: Barroco (de 1600 a 1750) Barroco é o período em que a música instrumental atinge, pela primeira vez, a mesma importância que a música vocal. A música do barroco é exuberante, de ritmo energético e frases melódicas longas muito bem organizadas. A orquestra também, por sua vez, toma maiores proporções e uma forma mais estruturada. Dá-se também um aperfeiçoamento técnico dos músicos, assim como um maior acesso à música por parte do público em geral. A ópera e o ballet são formas musicais, orquestrais e vocais que surgem e se desenvolvem com grande autonomia. Questionário. 1) Como é a música barroca? 2) O que acontece com a orquestra no período Barroco? 3) Quais são as outras formas musicais que surgem no Barroco? 7ª aula: Classicismo (1750/ 1810) 21
  17. 17. No período clássico a música torna-se mais leve e menos complicada que no barroco. Agora a música revela uma extrema suavidade e beleza com grande equilíbrio e perfeição estética. No classicismo é a melodia com acompanhamento de acordes que predomina. As frases melódicas são curtas, claras e bem definidas, sentindo-se o princípio, meio e fim de cada uma. Há também uma maior variação em relação à dinâmica das obras musicais, surge o sforzatto, o crescendo e diminuendo. Questionário. 1) O que a música revela? 2) Como são as frases melódicas? 3) O que surge na música no Classicismo? 8ª aula: Romantismo (de 1810 a 1910) Este período caracteriza-se pela liberdade de expressão e de sentimentos. Também as alterações políticas e sociais provocadas pela revolução francesa de 1789 fazem surgir sentimentos nacionalistas (daqui o surgimento da música folclórica). Assim, Paris se junta a Viena e tornam-se os principais centros de música da Europa. Neste contexto os compositores do Romantismo procuravam expressar através da música, os seus sentimentos e afetos em relação à sociedade da época. Com a ascensão da burguesia os concertos públicos tornam-se mais frequentes e, como consequência disto, surgem grandes salas de espetáculos e concertos. As melodias românticas são mais líricas e as harmonias mais contrastantes, dando assim um resultado sonoro com uma maior variedade de sonoridades, dinâmicas e timbres. Também as obras musicais tomam maiores proporções tanto a nível sonoro quanto em nível de duração. É importante referir também que, devido a uma melhor qualidade dos instrumentos e dos executantes, a orquestra atingiu grande qualidade sonora e quantidade de músicos. 22
  18. 18. Questionário. 1) Que estilo musical surge no Romantismo? 2) O que os compositores romancistas procuravam expressar através da música? 9ª aula: Música Moderna – século XX O século XX surgiu como a era das experiências, da procura de novas técnicas e de novos caminhos para a arte em geral. Como o Romantismo explorou ao máximo as possibilidades tonais, o século XX trouxe para a música mudanças em relação à sonoridade, que resultaram da aplicação de novas técnicas de composição e de instrumentos com sons inovadores e tecnológicos. Neste contexto surgem assim os primeiros instrumentos electrónicos (guitarra eléctrica e sintetizador) ligados, numa primeira fase, à música Pop e Rock e, numa segunda, a outros gêneros musicais. Há uma maior tendência para valorizar as culturas extra europeias. Outro fato importante foi o aparecimento da gravação que abriu um novo mundo para a produção musical. Questionário. 1) O que o século XX trouxe para a música? 2) O que surge no século XX, em relação a instrumentos? 10ª aula: 23
  19. 19. Avaliação sobre A História da Música. 1) Responda: a) Em que época surge às orquestras e as óperas? b) Que estilo musical, surge no romantismo? c) Na música moderna quais os instrumentos que surgem? 2) Relacione a 1ª coluna com a 2ª coluna. (01) Pré-História ( ) Havia pequenos espetáculos com música. (02) Antiguidade ( ) Existe a Música Vocal Polifônica. (03) Idade Média ( ) As frases melódicas são mais curtas. (04) Renascimento ( ) A igreja influencia na música. (05) Classicismo ( ) A música é utilizada nos rituais e cerimônias. 3) Escreva um pequeno texto, com título sobre a importância da música. ________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ 24
  20. 20. 11ª aula: Som é uma propriedade onde se definem pelos barulhos, ruídos que ocasionam na música o som é o barulho produzido por um instrumento musical, a voz humana, etc. 12ª aula: Ritmo é a sucessão de tempos fortes e fracos que se alternam com intervalos regulares. O termo é usual também para referir-se à variação da frequência de repetição de um fenômeno no tempo, notadamente os sons. 13ª aula: A melodia é uma sucessão coerente de sons e silêncios, que se desenvolvem em uma sequência linear com identidade própria. É a voz principal que dá sentido a uma composição e encontra apoio musical na harmonia e no ritmo. Em música, a Harmonia é o campo que estuda as relações de encadeamento dos sons simultâneos (acordes). 14ª aula: Um instrumento musical é um objeto, construído com o propósito de produzir música. Os vários tipos de instrumentos podem serclassificados de diversas formas, sendo uma das mais comuns, a divisão de acordo com a forma pela qual o som é produzido. A divisão que iremos trabalhar são os naipes. Os naipes se dividem em quatro: os das cordas, os metais, as madeiras e a percussão. 15ª aula: O naipe das cordas é a família dos instrumentos que para se obter o som deve haver cordas, daí o nome. Os instrumentos que fazem parte desse naipe são: o violino, o violoncelo, o contrabaixo clássico ou acústico, a viola e a harpa. Em uma orquestra esses são os instrumentos de corda, mas, existem vários outros instrumentos como: o violão, o cavaquinho, entre outros. 17ª aula: 25
  21. 21. O naipe dos metais é a família dos instrumentos que para se obter o som é a partir do sopro que passa pelo corpo metálico, daí o nome. Os instrumentos que fazem parte desse naipe são: o trompete, a trompa, o trombone e a tuba. 19ª aula: O naipe das madeiras é a família dos instrumentos que para se obter o som é a partir do sopro que passa pelo corpo da madeira, daí o nome. Os instrumentos que fazem parte desse naipe são: o flautim, a flauta, o oboé, o clarinete, o fagote e o saxofone. 21ª aula: O naipe de percussão é a família dos instrumentos que o som serve de base dos outros sons, normalmente são instrumentos de agitação, que contém vários tipos de materiais. Os instrumentos que fazem parte desse naipe são: o xilofone e os pratos. Dentro desse naipe ainda existe vários outros instrumentos como: sinos, bombo, entre outros. 23ª aula: 26
  22. 22. 27
  23. 23. 24ª aula: 28
  24. 24. 1) Complete as lacunas com as notas musicais. Dica: siga a flecha. Dó Ré Mi Fá Sol La Si Dó Ré Mi Fá Sol La Si Dó 25ª aula: 29
  25. 25. 30
  26. 26. 26ª aula: 31
  27. 27. 32
  28. 28. 27ªaula: 33
  29. 29. Avaliação sobre Notação Musical. 1) O que é pauta musical? R) 2) Quais são as claves musicais? R) 3) Quais são as notas musicais? R) 4) Coloque o nome das claves: __________________________ __________________________ __________________________ 5) Coloque o nome nas notas: 34
  30. 30. 28ª aula: Semibreve Mínima Semínima Colcheia Semicolcheia Fusa Semifusa 35
  31. 31. 1) Coloque o nome das figuras de som positiva: ________________ _________________ ___________________ _______________ _________________ ___________________ __________________________ 2) Desenhe na pauta, pelo menos três vezes cada figura de som positiva. 36
  32. 32. 29ª aula: Pausa Semibrevre Pausa Mínima Pausa Semínima Pausa Colcheia Pausa Semicolcheia Pausa Fusa Pausa Semifusa 37
  33. 33. 1) Coloque o nome das figuras de som negativas: ________________ _________________ ___________________ _______________ _________________ ___________________ __________________________ 2) Desenhe na pauta, pelo menos três vezes cada figura de som negativa. 38
  34. 34. 30ª aula: Semibreve Mínima Semínima Colcheia 39
  35. 35. Semicolcheia Semifusa Fusa Pausa da Semibreve 40
  36. 36. Pausa da Mínima Pausa da Colcheia Pausa da Semínima Pausa da Semicolcheia 41
  37. 37. Pausa da Fusa Pausa da Semifusa 31ª aula: 42
  38. 38. 1) Para cada figura de som, diga quantas notas necessitam para completar totalmente um compasso. _________ __________ ________ _________ ________ _________ __________ 2) Reproduza a divisão das figuras de som. Faça em forma de diagrama. 34ª aula: 43
  39. 39. 44
  40. 40. 45
  41. 41. 35ª aula: 46
  42. 42. 47
  43. 43. 48
  44. 44. 37ª aula: 49
  45. 45. 38ª aula: 50
  46. 46. 51
  47. 47. 52

×