SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 52
Baixar para ler offline
Computer	
  Aided	
  Design	
  
Desenho	
  Auxiliado	
  por	
  Computador	
  
Computação	
  gráfica	
  aplicada	
  ao	
  projeto	
  de	
  paisagismo	
  
Prof.	
  Carla	
  Freitas	
  Pacheco	
  
estudio@caliandradesenhos.com.br	
  
www.caliandradesenhos.blogspot.com.br	
  
•  Abrir	
  o	
  programa	
  
•  Configurar	
  ambiente	
  de	
  trabalho	
  
–  Cor	
  de	
  fundo	
  
–  Salvamento	
  automáDco	
  
–  Comandos	
  de	
  precisão	
  
–  Unidades	
  
–  Novo	
  desenho	
  e	
  seleção	
  de	
  modelos	
  (dwt)	
  
•  Organização	
  do	
  desenho	
  
–  Criar	
  layers	
  (camadas)	
  
•  Coordenadas	
  Absolutas,	
  RelaDvas	
  e	
  Polares	
  
•  Criar	
  e	
  uDlizar	
  blocos	
  e	
  bibliotecas	
  de	
  blocos	
  
–  Block	
  e	
  Wblock	
  
–  Inserir	
  Blocos	
  
•  Criar	
  e	
  configurar	
  Textos	
  
•  Criar	
  e	
  configurar	
  	
  Cotas	
  
•  Configuração	
  de	
  impressão	
  
–  Model	
  space	
  ≠	
  Paper	
  Space	
  Prof.	
  Carla	
  Freitas	
  |	
  estudio@caliandradesenhos.com.br|	
  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br	
  
Desenhando	
  no	
  CAD	
  
Prof.	
  Carla	
  Freitas	
  |	
  estudio@caliandradesenhos.com.br|	
  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br	
  
1.	
  Abrir	
  o	
  programa	
  
•  Iniciar	
  >	
  Todos	
  os	
  programas	
  >	
  Autodesk	
  >	
  AutoCAD	
  2012	
  
ou	
  
•  Clicar	
  no	
  ícone	
  [AutoCAD	
  2012]	
  na	
  área	
  de	
  trabalho	
  
•  Barra	
  de	
  ferramentas	
  –	
  apresentação	
  geral	
  
Principais	
  comandos	
  para	
  
desenhar	
  estão	
  em	
  Draw	
  e	
  Modify	
  
Principais	
  comandos	
  de	
  configuração	
  
estão	
  em	
  Tools	
  e	
  Format	
  
Prof.	
  Carla	
  Freitas	
  |	
  estudio@caliandradesenhos.com.br|	
  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br	
  
•  Configurar	
  cor	
  de	
  fundo	
  
•  Barra	
  de	
  ferramentas	
  >	
  Tools	
  >	
  Display	
  >	
  OpDons	
  >	
  Display	
  
clicar	
  para	
  
configurar	
  
2.	
  Configurar	
  ambiente	
  de	
  trabalho	
  
Prof.	
  Carla	
  Freitas	
  |	
  estudio@caliandradesenhos.com.br|	
  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br	
  
•  Configurar	
  salvamento	
  automáDco	
  
•  Barra	
  de	
  ferramentas	
  >	
  Tools	
  >	
  Display	
  >	
  OpDons	
  
clicar	
  para	
  
configurar	
  
Prof.	
  Carla	
  Freitas	
  |	
  estudio@caliandradesenhos.com.br|	
  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br	
  
•  Comandos	
  de	
  precisão	
  –	
  ponto	
  final,	
  ponto	
  médio,	
  paralelos...	
  
•  Barra	
  de	
  ferramentas	
  >	
  Tools	
  >	
  Dra_ing	
  Se`ngs	
  
•  Snap	
  and	
  grid	
  [F9]	
  e	
  [F8]	
  
•  Object	
  Snap	
  [F3]	
  
selecionar	
  para	
  
configurar	
  
Prof.	
  Carla	
  Freitas	
  |	
  estudio@caliandradesenhos.com.br|	
  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br	
  
Snap	
  and	
  Grid	
  
Snap	
  ou	
  cadeado	
  [F9]	
  
•  restringe	
  o	
  cursor	
  a	
  pontos	
  fixos	
  de	
  acordo	
  com	
  o	
  valor	
  
configurado.	
  
Grid	
  ou	
  grade	
  [F7]	
  
•  mostra	
  a	
  tela	
  com	
  grades,	
  ajuda	
  na	
  inserção	
  de	
  objetos;	
  
•  pode-­‐se	
  definir	
  a	
  distância	
  entre	
  as	
  linhas;	
  
•  as	
  linhas	
  não	
  aparecem	
  na	
  impressão.	
  
	
  
OBS:	
  estes	
  comandos	
  
também	
  estão	
  na	
  barra	
  
de	
  atalhos	
  inferior	
  
Prof.	
  Carla	
  Freitas	
  |	
  estudio@caliandradesenhos.com.br|	
  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br	
  
selecione	
  
selecione	
  
Object	
  Snap	
  
Osnap	
  ou	
  object	
  snap	
  [F3]	
  
•  permite	
  restringir	
  o	
  desenho	
  em	
  determinados	
  pontos,	
  sem	
  
precisar	
  usar	
  [botão	
  direito]	
  +	
  [shi_].	
  
OBS:	
  estes	
  comandos	
  
também	
  estão	
  na	
  barra	
  
de	
  atalhos	
  inferior	
  
Prof.	
  Carla	
  Freitas	
  |	
  estudio@caliandradesenhos.com.br|	
  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br	
  
Desenho	
  com	
  precisão	
  –	
  Atalhos	
  
Grid	
  |	
  Ortho	
  |	
  Snap	
  |	
  Osnap	
  |	
  Polar	
  tracking	
  
Ortho	
  ou	
  ortogonal	
  [F8]	
  
-­‐  restringe	
  as	
  ferramentas	
  de	
  desenho	
  para	
  
apenas	
  desenhar	
  linhas	
  horizontais	
  e	
  verDcais;	
  
-­‐  pode-­‐se	
  definir	
  a	
  distância	
  entre	
  as	
  linhas;	
  
-­‐  as	
  linhas	
  não	
  aparecem	
  na	
  impressão.	
  
Polar	
  tracking	
  ou	
  rastreamento	
  polar	
  [F10]	
  
-­‐  semelhante	
  ao	
  comando	
  ortho,	
  mas	
  não	
  
restringe	
  apenas	
  força	
  o	
  cursor	
  no	
  
ângulo	
  padrão	
  (90˚);	
  
-­‐  pode-­‐se	
  definir	
  outros	
  ângulos	
  também.	
  
[F3]	
  
[F10]	
  [F8]	
  
este	
  ângulo	
  pode	
  
ser	
  alterado	
  
Prof.	
  Carla	
  Freitas	
  |	
  estudio@caliandradesenhos.com.br|	
  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br	
  
•  Comandos	
  de	
  precisão	
  –	
  Unidades	
  do	
  desenho	
  
•  Barra	
  de	
  ferramentas	
  >	
  Format	
  >	
  Units	
  
OBS:	
  Devemos	
  configurar	
  nossa	
  unidade	
  
de	
  medidas	
  sempre	
  no	
  início	
  do	
  
desenho,	
  ou	
  usar	
  um	
  modelo	
  template	
  
(dwt)	
  já	
  configurado.	
  
Prof.	
  Carla	
  Freitas	
  |	
  estudio@caliandradesenhos.com.br|	
  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br	
  
•  Novo	
  desenho	
  
•  Barra	
  de	
  ferramentas	
  >	
  File	
  >New>	
  OpDons	
  
OBS:	
  Podemos	
  criar	
  templates	
  ou	
  padrões	
  para	
  
nossos	
  trabalhos.	
  Estes	
  arquivos	
  são	
  salvos	
  em	
  
formato	
  dwt	
  e	
  carregamos	
  assim	
  que	
  abrimos	
  
um	
  novo	
  arquivo	
  no	
  CAD.	
  
Prof.	
  Carla	
  Freitas	
  |	
  estudio@caliandradesenhos.com.br|	
  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br	
  
•  Seleção	
  de	
  modelos	
  (dwt)	
  
•  Barra	
  de	
  ferramentas	
  >	
  File	
  >New>	
  OpDons	
  
Depois	
  que	
  abrimos	
  o	
  CAD,	
  
configuramos	
  nosso	
  arquivo	
  inicial,	
  
devemos	
  salva-­‐lo	
  como	
  um	
  
modelo.dwt	
  para	
  criarmos	
  um	
  
arquivo	
  padrão	
  para	
  nossos	
  
trabalhos.	
  A	
  idéia	
  é	
  poder	
  começar	
  
sempre	
  por	
  este	
  modelo	
  sem	
  
precisar	
  configurar	
  novamente	
  o	
  
arquivo	
  inicial	
  de	
  trabalho	
  e	
  assim	
  
ganhar	
  tempo.	
  
OBS:	
  Ao	
  criar	
  o	
  seu	
  arquivo	
  “modelo.dwt”	
  tenha	
  o	
  cuidado	
  de	
  anotar	
  a	
  pasta	
  
onde	
  foi	
  salvo	
  para	
  que	
  você	
  possa	
  acha-­‐lo	
  depois.	
  O	
  CAD	
  salva	
  os	
  arquivos	
  
templates	
  dentro	
  de	
  uma	
  pasta	
  própria,	
  chamada	
  Template	
  e	
  que	
  fica	
  escondida	
  
dentro	
  do	
  próprio	
  programa.	
  Se	
  precisar	
  levar	
  seu	
  arquivo	
  para	
  outros	
  
computadores	
  é	
  bom	
  ter	
  uma	
  cópia	
  em	
  uma	
  pasta	
  sua	
  fácil	
  de	
  achar.	
  
Prof.	
  Carla	
  Freitas	
  |	
  estudio@caliandradesenhos.com.br|	
  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br	
  
3.	
  Organização	
  do	
  desenho	
  
Usado	
  para	
  controlar	
  a	
  visibilidade	
  e	
  as	
  
propriedades	
   de	
   cada	
   elemento	
   do	
  
desenho,	
   tais	
   como	
   cor	
   e	
   Dpo	
   de	
  
linhas.	
  
Quando	
  um	
  objeto	
  é	
  colocado	
  em	
  um	
  
determinado	
   layer	
   (ou	
   camada)	
  
assume	
  as	
  caracterísDcas	
  configuradas	
  
para	
  este	
  layer,	
  embora	
  isso	
  possa	
  ser	
  
alterado	
  em	
  alguns	
  casos.	
  
Texto	
  
Cotas	
  
Objeto	
  (ou	
  desenho)	
  
Prof.	
  Carla	
  Freitas	
  |	
  estudio@caliandradesenhos.com.br|	
  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br	
  
cor	
   nome	
   espessura	
   desenho	
  
vermelho	
  (red)	
   pena	
  0,1	
   pisos	
  
amarelo	
  (yellow)	
   pena	
  0,2	
   esquadrias	
  
verde	
  (green)	
   pena	
  0,3	
   terreno	
  
ciano	
  (cyan)	
   pena	
  0,4	
   alvenarias	
  
azul	
  (blue)	
   pena	
  0,5	
   pilares	
  ou	
  alvenarias	
  
magenta	
  (magenta)	
   pena	
  0,6	
   pilares	
  ou	
  alvenaria	
  
OBS:	
  A	
  tabela	
  acima	
  é	
  uma	
  sugestão	
  de	
  configuração	
  de	
  penas	
  para	
  o	
  desenho	
  
técnico.	
  Para	
  pesquisar	
  mais	
  sobre	
  a	
  representação	
  em	
  desenho	
  técnico	
  consulte	
  
também	
  os	
  livros:	
  
Desenho	
  Arquitetônico,	
  Gildo	
  A.	
  Montenegro,	
  Ed.	
  Blucher.	
  
Representação	
  Gráfica	
  em	
  Arquitetura,	
  Francis	
  D.	
  K.	
  Ching,	
  Ed.	
  Bookman.	
  
Configuração	
  de	
  Layer	
  para	
  Projetos	
  de	
  Arquitetura	
  
Prof.	
  Carla	
  Freitas	
  |	
  estudio@caliandradesenhos.com.br|	
  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br	
  
cor	
   nome	
   espessura	
   desenho	
  
vermelho	
  (red)	
   pena	
  0,1	
   pisos	
  e/ou	
  forrações	
  
amarelo	
  (yellow)	
   pena	
  0,2	
   esquadrias	
  
verde	
  (green)	
   pena	
  0,3	
   terreno	
  e/ou	
  arbustos	
  
ciano	
  (cyan)	
   pena	
  0,4	
   vegetação	
  grande	
  
azul	
  (blue)	
   pena	
  0,5	
   -­‐	
  
magenta	
  (magenta)	
   pena	
  0,6	
   -­‐	
  
OBS:	
  Nos	
  projetos	
  de	
  paisagismo	
  é	
  comum	
  o	
  uso	
  de	
  cores,	
  para	
  isso	
  basta	
  usar	
  a	
  
criaDvidade	
  e	
  lembrar	
  de	
  não	
  selecionar	
  as	
  cores	
  (penas)	
  padrões	
  acima	
  para	
  não	
  
correr	
  o	
  risco	
  de	
  imprimir	
  em	
  cores	
  elementos	
  da	
  arquitetura	
  que	
  precisam	
  ser	
  
mostrados.	
  
Configuração	
  de	
  Layer	
  para	
  Projetos	
  de	
  Paisagismo	
  
Prof.	
  Carla	
  Freitas	
  |	
  estudio@caliandradesenhos.com.br|	
  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br	
  
Quando	
  terminarmos	
  de	
  criar	
  todos	
  os	
  layers	
  
que	
  precisamos,	
  com	
  suas	
  cores	
  de	
  penas	
  
correspondentes,	
  eles	
  apareceram	
  na	
  barra	
  de	
  
ferramentas.	
  
Prof.	
  Carla	
  Freitas	
  |	
  estudio@caliandradesenhos.com.br|	
  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br	
  
4.	
  Coordenadas	
  Absolutas,	
  RelaDvas	
  e	
  Polares	
  
Para	
   especificar	
   distâncias	
   exatas	
   no	
   AutoCAD,	
   pode-­‐se	
   usar	
   as	
  
coordenadas	
   absolutas,	
   coordenadas	
   relaDvas	
   ou	
   coordenadas	
  
polares	
  
Coordenadas	
  absolutas	
  
São	
  as	
  coordenadas	
  de	
  um	
  ponto	
  em	
  relação	
  à	
  
origem	
  0,0.	
  Formato:	
  X,Y	
  
Ex:	
  DRAW/LINE	
  
From	
  point:	
  0,0	
  
to	
  point:	
  #	
  8,0	
  
to	
  point:	
  #	
  0,3	
  
to	
  point:	
  #	
  -­‐8,0	
  
to	
  point:	
  #	
  0,-­‐3	
  
to	
  point:	
  <Enter>	
  
Onde	
  X	
  e	
  Y	
  podem	
  ser	
  valores	
  inteiros	
  ou	
  reais.	
  
0,0	
   8,0	
  
0,3	
  -­‐8,0	
  
0,-­‐3	
  
Prof.	
  Carla	
  Freitas	
  |	
  estudio@caliandradesenhos.com.br|	
  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br	
  
Coordenadas	
  relaGvas	
  
São	
  coordenadas	
  relaDvas	
  ao	
  úlDmo	
  ponto	
  fornecido.	
  
Formato:	
  @dx,dy	
  dx	
  e	
  dy	
  correspondem	
  ao	
  deslocamento.	
  Os	
  
valores	
  podem	
  ser	
  inteiros	
  ou	
  reais,	
  posiDvos	
  ou	
  negaDvos,	
  
caso	
  o	
  deslocamento	
  seja	
  contrário	
  ao	
  senDdo	
  dos	
  eixos.	
  É	
  
uDlizado	
  para	
  desenho	
  com	
  inclinação	
  ou	
  declividade	
  
indicadas	
  por	
  porcentagem	
  (%).	
  O	
  exemplo	
  abaixo	
  reproduz	
  a	
  
inclinação	
  de	
  20%.	
  
	
  
	
  
	
  
	
  
Ex:	
  DRAW/LINE	
  
indique:	
  ponto	
  inicial	
  
digite:	
  @10,2	
  @10,2	
  
a	
  movimentação	
  em	
  y	
  é	
  2	
  que	
  corresponde	
  a	
  20%	
  de	
  10.	
  
@10,2	
  
10	
  
2	
  
Prof.	
  Carla	
  Freitas	
  |	
  estudio@caliandradesenhos.com.br|	
  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br	
  
Coordenadas	
  polares	
  
São	
  coordenadas	
  também	
  relaDvas	
  ao	
  úlDmo	
  ponto	
  fornecido.	
  
Formato:	
  @dist<ang	
  
Onde	
  dist	
  é	
  a	
  distância	
  em	
  relação	
  ao	
  úlDmo	
  ponto	
  dado,	
  e	
  ang	
  é	
  
o	
  ângulo	
  da	
  linha	
  que	
  liga	
  os	
  dois	
  pontos,	
  medido	
  no	
  senDdo	
  anD-­‐
horário	
  e	
  no	
  padrão	
  trigonométrico	
  mostrado	
  ao	
  lado.	
  
	
  	
  
EXPERIMENTE:	
   Se	
   somente	
   um	
   valor	
   sem	
   o	
   @	
   for	
   digitado,	
   será	
  
assumido	
  como	
  distância	
  no	
  ângulo	
  em	
  que	
  o	
  cursor	
  se	
  encontrar.	
  
10	
  
ângulo	
  20˚	
  
@10<20	
  
ponto	
  inicial	
  
Prof.	
  Carla	
  Freitas	
  |	
  estudio@caliandradesenhos.com.br|	
  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br	
  
Exercício	
  
Tente	
  realizar	
  o	
  exercício	
  abaixo	
  usando	
  o	
  sistema	
  de	
  desenho	
  
por	
  coordenadas	
  relaDvas.	
  
Prof.	
  Carla	
  Freitas	
  |	
  estudio@caliandradesenhos.com.br|	
  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br	
  
Para	
  saber	
  um	
  pouco	
  mais	
  sobre	
  o	
  AutoCAD...	
  
Trabalhar	
  com	
  o	
  sistema	
  de	
  coordenadas	
  do	
  usuário	
  (UCS)	
  
O	
  UCS	
  é	
  o	
  sistema	
  de	
  coordenadas	
  aDvo	
  que	
  estabelece	
  o	
  plano	
  XY	
  
(plano	
  de	
  trabalho)	
  e	
  a	
  direção	
  do	
  eixo	
  Z	
  para	
  desenho	
  e	
  modelagem.	
  
	
  	
  
Procedimentos	
  
UCS	
  é	
  o	
  sistema	
  de	
  coordenadas	
  aDvo	
  que	
  estabelece	
  o	
  plano	
  XY	
  (plano	
  de	
  trabalho)	
  e	
  a	
  
direção	
  do	
  eixo	
  Z	
  para	
  desenho	
  e	
  modelagem.	
  É	
  possível	
  definir	
  a	
  origem	
  do	
  UCS	
  e	
  seus	
  eixos	
  
X,	
  Y	
  e	
  Z	
  de	
  modo	
  que	
  se	
  adaptem	
  às	
  suas	
  necessidades.	
  O	
  UCS	
  é	
  úDl	
  para	
  projetos	
  em	
  2D	
  e	
  
essencial	
  para	
  projetos	
  em	
  3D	
  porque	
  ele	
  controla	
  recursos	
  que	
  incluem:	
  
•  O	
  plano	
  XY	
  (ou	
  plano	
  de	
  trabalho)	
  no	
  qual	
  os	
  objetos	
  são	
  criados	
  e	
  modificados;	
  
•  A	
  orientação	
  horizontal	
  e	
  verDcal	
  uDlizada	
  para	
  recursos	
  como	
  modo	
  Orto,	
  rastreamento	
  
polar	
  e	
  rastreamento	
  de	
  snap	
  ao	
  objeto;	
  
•  O	
  alinhamento	
  e	
  o	
  ângulo	
  da	
  grade,	
  os	
  padrões	
  de	
  hachura,	
  objetos	
  de	
  cota	
  e	
  texto;	
  
•  A	
  origem	
  e	
  a	
  orientação	
  da	
  entrada	
  de	
  coordenadas	
  e	
  dos	
  ângulos	
  de	
  referência	
  absolutos;	
  
•  Para	
  operações	
  em	
  3D	
  e	
  para	
  a	
  orientação	
  de	
  planos	
  de	
  trabalho,	
  planos	
  de	
  projeção	
  e	
  eixo	
  
Z	
  (para	
  determinar	
  a	
  direção	
  verDcal	
  e	
  o	
  eixo	
  de	
  rotação)	
  
Prof.	
  Carla	
  Freitas	
  |	
  estudio@caliandradesenhos.com.br|	
  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br	
  
5.	
  Criar	
  e	
  uDlizar	
  blocos	
  e	
  bibliotecas	
  de	
  blocos	
  
Comando	
  Block	
  –	
  B[enter]	
  
	
  
Com	
  a	
  ferramenta	
  Block	
  (bloco)	
  
criamos	
  objetos	
  ou	
  conjunto	
  de	
  
objetos	
  que	
  se	
  consDtuem	
  em	
  
um	
  único	
  elemento,	
  ou	
  grupo	
  
de	
  elementos.	
  
Os	
  grupos	
  são	
  criados	
  no	
  painel	
  
Block,	
  disponível	
  na	
  opção	
  
Insert	
  da	
  barra	
  de	
  ferramentas.	
  
Ou	
  digitando	
  B[enter]	
  
OBS:	
   Trabalhar	
   com	
   blocos	
   irá	
   facilitar	
   e	
   dar	
   mais	
   agilidade	
   ao	
   seu	
   desenho.	
   Como	
   o	
  
programa	
  entende	
  o	
  bloco	
  como	
  uma	
  única	
  enDdade,	
  ao	
  trabalhar	
  com	
  esses	
  elementos	
  o	
  
arquivo	
  fica	
  bem	
  mais	
  leve	
  do	
  que	
  se	
  esDvéssemos	
  trabalhando	
  com	
  linhas	
  soltas.	
  Outra	
  
vantagem	
  é	
  que	
  cada	
  cópia	
  de	
  um	
  mesmo	
  bloco	
  é	
  vinculada,	
  de	
  forma	
  que	
  se	
  alterarmos	
  
um	
  bloco,	
  alteramos	
  todas	
  as	
  suas	
  cópias.	
  
Prof.	
  Carla	
  Freitas	
  |	
  estudio@caliandradesenhos.com.br|	
  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br	
  
Name	
  
Nomeia	
  o	
  bloco.	
  O	
  nome	
  e	
  a	
  definição	
  
do	
  bloco	
  são	
  salvos	
  no	
  desenho	
  atual.	
  	
  
View	
  	
  
(só	
  é	
  visível	
  se	
  existe	
  algo	
  selecionado)	
  
Se	
  um	
  bloco	
  existente	
  é	
  selecionado	
  em	
  
Nome,	
  exibe	
  uma	
  visualização	
  do	
  bloco.	
  
Base	
  Point	
  
Especifica	
  um	
  ponto	
  base	
  de	
  inserção	
  
para	
  o	
  bloco.	
  Clicar	
  na	
  tela	
  e	
  será	
  
solicitado	
  que	
  você	
  especifique	
  o	
  
ponto	
  de	
  referência	
  e	
  a	
  caixa	
  de	
  
diálogo	
  é	
  fechada	
  temporariamente.	
  	
  
Prof.	
  Carla	
  Freitas	
  |	
  estudio@caliandradesenhos.com.br|	
  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br	
  
View	
  	
  
(só	
  é	
  visível	
  se	
  existe	
  algo	
  selecionado)	
  
Se	
  um	
  bloco	
  existente	
  é	
  selecionado	
  em	
  Nome,	
  
exibe	
  uma	
  visualização	
  do	
  bloco.	
  
Objects	
  
Especifica	
  os	
  objetos	
  a	
  serem	
  
incluídos	
  no	
  novo	
  bloco.	
  Clicar	
  na	
  tela	
  
a	
  caixa	
  será	
  fechada	
  
temporariamente	
  para	
  a	
  seleção	
  dos	
  
objetos.	
  Ao	
  terminar	
  a	
  seleção	
  de	
  
objetos,	
  pressione	
  [Enter]	
  para	
  
retornar	
  à	
  caixa	
  de	
  diálogo.	
  	
  
Prof.	
  Carla	
  Freitas	
  |	
  estudio@caliandradesenhos.com.br|	
  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br	
  
Comando	
  Write	
  Block	
  -­‐	
  Wblock[enter]	
  
Salva	
  objetos	
  selecionados	
  ou	
  converte	
  
um	
  bloco	
  em	
  arquivo	
  de	
  desenho	
  
especificado.	
  
A	
  caixa	
  de	
  diálogo	
  write	
  block,	
  ou	
  criar	
  
bloco	
  proporciona	
  um	
  método	
  
conveniente	
  de	
  salvar	
  a	
  peça	
  do	
  desenho	
  
atual	
  em	
  um	
  arquivo	
  de	
  desenho	
  
diferente	
  ou	
  salvar	
  uma	
  definição	
  de	
  
bloco	
  especificada	
  como	
  um	
  arquivo	
  de	
  
desenho	
  separado.	
  
Source	
  
Especifica	
  blocos	
  e	
  objetos,	
  salva-­‐os	
  
como	
  arquivos,	
  e	
  especifica	
  pontos	
  de	
  
inserção.	
  
Prof.	
  Carla	
  Freitas	
  |	
  estudio@caliandradesenhos.com.br|	
  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br	
  
Block	
  
Especifica	
  um	
  bloco	
  existente	
  
para	
  salvar	
  como	
  um	
  arquivo.	
  
Selecione	
  um	
  nome	
  na	
  lista.	
  	
  
Todo	
  o	
  desenho	
  
Seleciona	
  o	
  desenho	
  atual	
  para	
  
ser	
  salvo	
  como	
  outro	
  arquivo.	
  	
  
Objects	
  
Seleciona	
  os	
  objetos	
  a	
  serem	
  
salvos	
  como	
  um	
  arquivo.	
  
Especifique	
  um	
  ponto	
  base	
  e	
  
selecione	
  os	
  objetos	
  abaixo.	
  	
  
Prof.	
  Carla	
  Freitas	
  |	
  estudio@caliandradesenhos.com.br|	
  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br	
  
Base	
  Point	
  
Especifica	
  um	
  ponto	
  de	
  
referência	
  para	
  o	
  bloco.	
  	
  
Pick	
  Point	
  
Fecha	
  temporariamente	
  a	
  
caixa	
  de	
  diálogo	
  para	
  que	
  
possa	
  especificar	
  um	
  ponto	
  
de	
  referência	
  de	
  inserção	
  
no	
  desenho	
  atual.	
  	
  
Select	
  Objects	
  
Seleciona	
  os	
  objetos	
  a	
  sarem	
  
transformados	
  em	
  blocos	
  ou	
  
arquivos	
  externos	
  
Prof.	
  Carla	
  Freitas	
  |	
  estudio@caliandradesenhos.com.br|	
  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br	
  
DesGnaGon	
  
Especifica	
  o	
  novo	
  nome	
  e	
  
localização	
  do	
  arquivo	
  e	
  as	
  
unidades	
  de	
  medida	
  a	
  serem	
  
uDlizadas	
  quando	
  o	
  bloco	
  é	
  
inserido.	
  
	
  	
  
File	
  name	
  and	
  Path	
  
Especifica	
  um	
  nome	
  e	
  caminho	
  
do	
  arquivo	
  nos	
  quais	
  o	
  bloco	
  ou	
  
os	
  objetos	
  serão	
  salvos.	
  
	
  	
  
[...]	
  
Exibe	
  uma	
  caixa	
  de	
  diálogo	
  
padrão	
  de	
  seleção	
  de	
  arquivo.	
  	
  
Prof.	
  Carla	
  Freitas	
  |	
  estudio@caliandradesenhos.com.br|	
  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br	
  
Comando	
  Insert	
  –	
  I[enter]	
  
	
  
A	
  caixa	
  de	
  diálogo	
  Inserir	
  é	
  exibida.	
  	
  
Inserir	
  um	
  bloco	
  a	
  parDr	
  da	
  biblioteca	
  de	
  
blocos	
  é	
  uma	
  praDca	
  aconselhável.	
  Uma	
  
biblioteca	
  de	
  blocos	
  pode	
  ser	
  um	
  arquivo	
  
de	
  desenho	
  que	
  armazena	
  definições	
  
relaDvas	
  ao	
  bloco,	
  ou	
  pode	
  ser	
  uma	
  pasta	
  
que	
  contenha	
  arquivos	
  de	
  desenhos,	
  cada	
  
um	
  podendo	
  ser	
  inserido	
  como	
  um	
  bloco.	
  
Seja	
  qual	
  for	
  o	
  método,	
  os	
  blocos	
  são	
  
padronizados	
  e	
  acessíveis	
  para	
  múlDplos	
  
usuários.	
  É	
  possível	
  inserir	
  seus	
  próprios	
  
blocos	
  ou	
  usar	
  os	
  blocos	
  fornecidos	
  no	
  
DesignCenter	
  ou	
  nas	
  paletas	
  de	
  
ferramentas.	
  	
  
Para	
  pesquisar	
  e	
  baixar	
  blocos:	
  
h„p://www.cadblocos.arq.br	
  
Prof.	
  Carla	
  Freitas	
  |	
  estudio@caliandradesenhos.com.br|	
  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br	
  
6.	
  Criar	
  e	
  Configurar	
  Textos	
  
Criar	
  textos	
  
Existem	
  duas	
  maneiras	
  de	
  criar	
  
textos	
  no	
  CAD.	
  
A	
  primeira	
  forma	
  é	
  criar	
  textos	
  de	
  
linha	
  única	
  e	
  a	
  segunda	
  é	
  criar	
  
textos	
  mulDlinhas,	
  opção	
  úDl	
  
quando	
  precisamos	
  escrever	
  notas	
  
nas	
  pranchas	
  de	
  desenho.	
  
MulGline	
  Text	
  
Single	
  Line	
  Text	
  
Prof.	
  Carla	
  Freitas	
  |	
  estudio@caliandradesenhos.com.br|	
  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br	
  
Draw>Text>Single	
  Line	
  Text	
  
Você	
  pode	
  uDlizar	
  um	
  texto	
  de	
  linha	
  única	
  para	
  criar	
  uma	
  ou	
  mais	
  linhas	
  
de	
  texto,	
  onde	
  cada	
  linha	
  é	
  um	
  objeto	
  independente	
  que	
  pode	
  ser	
  
movido,	
  formatado	
  ou	
  modificado	
  de	
  outra	
  maneira.	
  Clique	
  com	
  o	
  
botão	
  direito	
  do	
  mouse	
  na	
  caixa	
  de	
  texto	
  para	
  selecionar	
  opções	
  no	
  
menu	
  de	
  atalho.	
  	
  
Prof.	
  Carla	
  Freitas	
  |	
  estudio@caliandradesenhos.com.br|	
  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br	
  
Draw>Text>MulGline	
  Text	
  
Você	
  pode	
  uDlizar	
  um	
  texto	
  mulDlinhas	
  para	
  criar	
  uma	
  anotação	
  ou	
  um	
  
parágrafo	
  inteiro.	
  Clique	
  com	
  o	
  botão	
  direito	
  do	
  mouse	
  na	
  caixa	
  de	
  texto	
  
para	
  selecionar	
  opções	
  no	
  menu	
  de	
  atalho.	
  Você	
  deverá	
  especificar	
  
clicando	
  na	
  tela	
  uma	
  área	
  (um	
  retângulo)	
  para	
  o	
  seu	
  texto.	
  Depois	
  disso	
  
uma	
  janela	
  com	
  opções	
  de	
  texto	
  similar	
  ao	
  programa	
  word	
  será	
  aberta	
  e	
  
você	
  pode	
  escrever	
  seu	
  texto.	
  Terminando	
  basta	
  clicar	
  em	
  OK.	
  
Prof.	
  Carla	
  Freitas	
  |	
  estudio@caliandradesenhos.com.br|	
  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br	
  
EsGlos	
  de	
  texto	
  –	
  Format	
  >Text	
  Style	
  
Cria,	
  modifica	
  ou	
  define	
  esDlos	
  de	
  
texto	
  nomeados.	
  
Configurar	
  textos	
  
	
  
Você	
  pode	
  configurar	
  seus	
  textos	
  para	
  que	
  tenham	
  
um	
  esDlo	
  de	
  fonte	
  e	
  tamanhos	
  adequados	
  ao	
  seu	
  
projeto.	
  O	
  comando	
  de	
  configuração	
  de	
  esDlo	
  de	
  texto	
  
encontra-­‐se	
  na	
  aba	
  Format	
  da	
  barra	
  de	
  ferramentas.	
  
Prof.	
  Carla	
  Freitas	
  |	
  estudio@caliandradesenhos.com.br|	
  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br	
  
Font	
  
Altera	
  a	
  fonte	
  do	
  esDlo.	
  	
  
Set	
  Current	
  
Define	
  o	
  esDlo	
  selecionado	
  em	
  
EsDlos	
  como	
  atual.	
  
New	
  
Exibe	
  a	
  caixa	
  de	
  diálogo	
  New	
  
Text	
  Style	
  e	
  fornece	
  
automaDcamente	
  o	
  nome	
  “	
  
stylen”	
  (onde	
  n	
  é	
  o	
  número	
  
do	
  esDlo	
  fornecido)	
  para	
  as	
  
configurações	
  atuais.	
  Você	
  
pode	
  aceitar	
  o	
  padrão	
  ou	
  
inserir	
  um	
  nome	
  e	
  escolher	
  
OK	
  para	
  aplicar	
  as	
  
configurações	
  do	
  esDlo	
  atual	
  
ao	
  novo	
  nome	
  de	
  esDlo.	
  
Height	
  
Define	
  a	
  altura	
  do	
  texto	
  com	
  base	
  no	
  valor	
  digitado.	
  Inserir	
  uma	
  altura	
  
maior	
  do	
  que	
  0.0	
  define	
  automaDcamente	
  a	
  altura	
  do	
  texto	
  para	
  este	
  
esDlo.	
  Se	
  inserir	
  0.0,	
  a	
  altura	
  do	
  texto	
  padronizará	
  para	
  a	
  úlDma	
  altura	
  
usada,	
  ou	
  para	
  o	
  valor	
  armazenado	
  no	
  arquivo	
  do	
  modelo	
  do	
  desenho.	
  
Prof.	
  Carla	
  Freitas	
  |	
  estudio@caliandradesenhos.com.br|	
  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br	
  
Um	
  esDlo	
  de	
  cota	
  é	
  uma	
  coleção	
  
nomeada	
   de	
   configurações	
   de	
  
cotas	
   que	
   controla	
   a	
   aparência	
  
de	
  cotas,	
  como	
  o	
  esDlo	
  da	
  ponta	
  
da	
   seta,	
   localização	
   do	
   texto	
   e	
  
tolerâncias	
  laterais.	
  	
  
Você	
   cria	
   esDlos	
   de	
   cota	
   para	
  
especificar	
   rapidamente	
   o	
  
formato	
   de	
   cotas,	
   e	
   para	
  
assegurar	
   que	
   as	
   cotas	
   estejam	
  
em	
   conformidade	
   com	
   as	
  
normas	
   da	
   indústria	
   ou	
   do	
  
projeto.	
  	
  
-­‐  Quando	
  você	
  cria	
  uma	
  cota,	
  ela	
  usa	
  as	
  configurações	
  do	
  esDlo	
  de	
  cota	
  atual.	
  	
  
-­‐  Se	
   você	
   alterar	
   uma	
   configuração	
   de	
   esDlo	
   de	
   cota,	
   todas	
   as	
   cotas	
   em	
   um	
  
desenho	
  que	
  usam	
  o	
  esDlo	
  são	
  automaDcamente	
  atualizadas.	
  	
  
-­‐  Você	
  pode	
  criar	
  subes2los	
  de	
  cotas	
  que	
  uDlizam	
  configurações	
  especificadas	
  
para	
  diferentes	
  2pos	
  de	
  cotas.	
  	
  
-­‐  É	
  possível	
  subs2tuir	
  um	
  esDlo	
  de	
  cota	
  com	
  configurações	
  de	
  cota	
  que	
  desviam	
  
do	
  esDlo	
  de	
  cota	
  atual.	
  	
  
7.	
  Criar	
  e	
  Configurar	
  Cotas	
  
Prof.	
  Carla	
  Freitas	
  |	
  estudio@caliandradesenhos.com.br|	
  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br	
  
Dimension	
  Style	
  
Format	
  >	
  Dimension	
  Style	
  
	
  ou	
  
Dimension	
  >	
  Dimension	
  Style	
  
Dimension	
  Style	
  
Cria,	
  modifica	
  ou	
  define	
  
esDlos	
  de	
  cotas.	
  
Podemos	
  acessar	
  de	
  duas	
  
formas.	
  
Prof.	
  Carla	
  Freitas	
  |	
  estudio@caliandradesenhos.com.br|	
  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br	
  
Styles	
  
Lista	
  esDlos	
  de	
  cota	
  no	
  desenho.	
  O	
  esDlo	
  atual	
  é	
  destacado.	
  
Clique	
  com	
  o	
  botão	
  direito	
  na	
  lista	
  para	
  exibir	
  um	
  menu	
  de	
  
atalho	
  que	
  você	
  pode	
  uDlizar	
  para	
  definir	
  o	
  esDlo	
  atual,	
  
renomear	
  esDlos	
  e	
  excluir	
  esDlos.	
  Você	
  não	
  pode	
  excluir	
  um	
  
esDlo	
  que	
  é	
  atual	
  ou	
  está	
  em	
  uso	
  no	
  desenho	
  atual.	
  
Set	
  Current	
  
Define	
  o	
  esDlo	
  selecionado	
  
em	
  EsDlos	
  como	
  atual.	
  O	
  
esDlo	
  atual	
  é	
  aplicado	
  para	
  as	
  
cotas	
  que	
  você	
  criou.	
  	
  
Modify	
  
Exibe	
  a	
  caixa	
  de	
  diálogo	
  
Modificar	
  esDlos	
  de	
  cota,	
  na	
  
qual	
  é	
  possível	
  modificar	
  
esDlos	
  de	
  cota.	
  As	
  opções	
  da	
  
caixa	
  de	
  diálogo	
  são	
  idênDcas	
  
às	
  existentes	
  na	
  caixa	
  de	
  
diálogo	
  Novo	
  esDlo	
  de	
  cota.	
  	
  
Prof.	
  Carla	
  Freitas	
  |	
  estudio@caliandradesenhos.com.br|	
  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br	
  
Lines	
  
Esta	
  caixa	
  configura	
  a	
  aparência	
  das	
  linhas	
  das	
  
cotas	
  e	
  sua	
  distância	
  em	
  relação	
  ao	
  objeto	
  cotado	
  
Prof.	
  Carla	
  Freitas	
  |	
  estudio@caliandradesenhos.com.br|	
  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br	
  
Symbols	
  ans	
  Arrows	
  
Esta	
  caixa	
  configura	
  os	
  esDlos	
  de	
  setas	
  e	
  
pontos	
  de	
  marcação	
  da	
  cota.	
  
Prof.	
  Carla	
  Freitas	
  |	
  estudio@caliandradesenhos.com.br|	
  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br	
  
Text	
  
Configura	
  o	
  esDlo	
  de	
  texto	
  e	
  permite	
  que	
  se	
  use	
  esDlos	
  
já	
  configurados	
  no	
  esDlo	
  de	
  texto.	
  
Prof.	
  Carla	
  Freitas	
  |	
  estudio@caliandradesenhos.com.br|	
  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br	
  
Fit	
  
Esta	
  opção	
  permite	
  configurar	
  alternaDvas	
  para	
  texto	
  e	
  
linhas	
  quando	
  não	
  há	
  espaço	
  suficiente	
  entre	
  os	
  objetos	
  
para	
  a	
  cota.	
  
Prof.	
  Carla	
  Freitas	
  |	
  estudio@caliandradesenhos.com.br|	
  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br	
  
Primary	
  Units	
  
Este	
  painel	
  permite	
  configurar	
  as	
  unidades	
  para	
  a	
  cota	
  e	
  sua	
  forma	
  de	
  anotação.	
  
Prof.	
  Carla	
  Freitas	
  |	
  estudio@caliandradesenhos.com.br|	
  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br	
  
8.	
  Configuração	
  de	
  Impressão	
  
Ao	
  preparar	
  o	
  desenho	
  para	
  saída	
  em	
  espaço	
  do	
  papel	
  ou	
  no	
  modo	
  
layout	
  (paper	
  space),	
  normalmente	
  você	
  seguirá	
  o	
  seguinte	
  
processo:	
  
	
  
-­‐  Crie	
  seu	
  desenho	
  ou	
  modelo	
  no	
  espaço	
  do	
  modelo	
  ou	
  “model	
  
space”;	
  
-­‐  Clique	
  na	
  aba	
  layout	
  para	
  acessar	
  o	
  espaço	
  de	
  papel;	
  
-­‐  Especifique	
  as	
  configurações	
  de	
  página	
  de	
  layout,	
  como	
  
disposiDvo	
  de	
  saída,	
  tamanho	
  do	
  papel,	
  área	
  de	
  desenho,	
  escala	
  
de	
  saída	
  e	
  orientação	
  do	
  desenho;	
  
-­‐  Crie	
  uma	
  nova	
  camada	
  (layer)	
  para	
  ser	
  uDlizada	
  como	
  viewports	
  
de	
  layout;	
  
-­‐  Crie	
  as	
  viewports	
  e	
  posicione	
  no	
  seu	
  papel	
  a	
  janela;	
  
-­‐  Defina	
  a	
  orientação	
  e	
  a	
  escala	
  dos	
  desenhos	
  em	
  cada	
  viewport;	
  
-­‐  Desligue	
  a	
  camada	
  (o	
  layer)	
  que	
  contém	
  as	
  viewports	
  de	
  layout;	
  
-­‐  Termine	
  de	
  organizar	
  sua	
  prancha	
  e	
  pode	
  imprimir	
  seu	
  desenho	
  
Prof.	
  Carla	
  Freitas	
  |	
  estudio@caliandradesenhos.com.br|	
  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br	
  
Layout	
  
Clique	
  na	
  aba	
  Layout	
  1	
  na	
  parte	
  inferior	
  do	
  CAD,	
  e	
  o	
  modo	
  
papel	
  fica	
  disponível.	
  
Prof.	
  Carla	
  Freitas	
  |	
  estudio@caliandradesenhos.com.br|	
  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br	
  
Configurar	
  o	
  Layout	
  1	
  
Clique	
  em	
  File	
  >	
  Page	
  Setup	
  Manager	
  
Para	
  configurar	
  sua	
  página,	
  o	
  tamanho,	
  esDlo	
  e	
  Dpo	
  de	
  impressora	
  
Modify	
  
Com	
  o	
  layout	
  1	
  selecionado,	
  
clique	
  em	
  modify	
  para	
  começar	
  
a	
  configurar	
  sua	
  impressão.	
  
Prof.	
  Carla	
  Freitas	
  |	
  estudio@caliandradesenhos.com.br|	
  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br	
  
Page	
  Setup	
  –	
  Layout	
  1	
  
O	
  Painel	
  que	
  se	
  abre	
  é	
  o	
  mesmo	
  painel	
  de	
  impressão	
  quando	
  selecionamos	
  a	
  opção	
  
print,	
  a	
  diferença	
  é	
  que	
  aqui	
  ele	
  não	
  gera	
  impressão	
  ao	
  final	
  das	
  configurações	
  com	
  
o	
  clique	
  em	
  OK.	
  Apenas	
  é	
  configurada	
  a	
  forma	
  de	
  impressão	
  da	
  página	
  “Layout	
  1”	
  
Prof.	
  Carla	
  Freitas	
  |	
  estudio@caliandradesenhos.com.br|	
  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br	
  
Printer	
  /	
  plocer	
  
Selecione	
  a	
  impressora.	
  Caso	
  não	
  tenha	
  uma	
  instalada	
  
use	
  “dwg	
  to	
  pdf.pc3”,	
  pois	
  ela	
  abre	
  muitas	
  opções	
  de	
  
tamanho	
  de	
  papel.	
  
Prof.	
  Carla	
  Freitas	
  |	
  estudio@caliandradesenhos.com.br|	
  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br	
  
Plot	
  style	
  table	
  
Aqui	
  você	
  deve	
  configurar	
  as	
  suas	
  penas	
  de	
  
impressão,	
  ou	
  seja,	
  a	
  espessura	
  de	
  cada	
  linha	
  e	
  se	
  
serão	
  coloridas	
  ou	
  preto	
  e	
  branco.	
  
Prof.	
  Carla	
  Freitas	
  |	
  estudio@caliandradesenhos.com.br|	
  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br	
  
Plot	
  Style	
  Table	
  Editor	
  
Aba	
  Form	
  View	
  -­‐	
  Esta	
  janela	
  se	
  abre	
  
assim	
  que	
  você	
  seleciona	
  a	
  opção	
  de	
  
configuração	
  do	
  Plot	
  Style	
  Table	
  
ProperGes	
  
Configure	
  a	
  cor	
  das	
  penas	
  em	
  Color.	
  
Configure	
  a	
  espessura	
  das	
  linhas	
  em	
  
Lineweight.	
  
Salve	
  este	
  arquivo	
  e	
  use	
  para	
  
imprimir.	
  
Prof.	
  Carla	
  Freitas	
  |	
  estudio@caliandradesenhos.com.br|	
  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br	
  
Paper	
  size	
  
Escolha	
  o	
  tamanho	
  do	
  
seu	
  papel	
  
Scale	
  
Defina	
  a	
  escala.	
  
A	
  escala	
  no	
  paper	
  space,	
  ou	
  layout	
  
deverá	
  ser	
  1000mm	
  para	
  100	
  units	
  
Prof.	
  Carla	
  Freitas	
  |	
  estudio@caliandradesenhos.com.br|	
  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br	
  
View	
  >	
  Viewports	
  	
  
Escolha	
  a	
  opção	
  que	
  desejar;	
  uma	
  viewport,	
  duas	
  
ou	
  mesmo	
  polygonal	
  ou	
  object.	
  Depois	
  entre	
  na	
  
viewport	
  criada	
  e	
  dê	
  escala	
  no	
  desenho	
  com	
  o	
  
comando	
  zoom>scale	
  
Prof.	
  Carla	
  Freitas	
  |	
  estudio@caliandradesenhos.com.br|	
  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br	
  
Para	
  finalizar	
  desligue	
  a	
  camada	
  ou	
  o	
  	
  layer	
  que	
  contém	
  as	
  viewports	
  de	
  layout.	
  	
  
Termine	
  de	
  organizar	
  sua	
  prancha	
  e	
  pode	
  imprimir	
  seu	
  desenho!	
  
	
  
Outras	
  dúvidas	
  lembre-­‐se	
  de	
  consultar	
  o	
  site	
  da	
  autodesk,	
  em	
  tutoriais	
  e	
  manuais.	
  

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Solid works básico (com exercicios extras) rev01
Solid works básico (com exercicios extras) rev01Solid works básico (com exercicios extras) rev01
Solid works básico (com exercicios extras) rev01Diego Siqueira de Lima
 
Curso desenho técnico
Curso   desenho técnicoCurso   desenho técnico
Curso desenho técnicoHeromo
 
Apresentação de coreldraw
Apresentação de coreldrawApresentação de coreldraw
Apresentação de coreldrawJúh Hemerson
 
Estudando Espaço e Forma através do Scratch - Trabalho Final de Informática E...
Estudando Espaço e Forma através do Scratch - Trabalho Final de Informática E...Estudando Espaço e Forma através do Scratch - Trabalho Final de Informática E...
Estudando Espaço e Forma através do Scratch - Trabalho Final de Informática E...Mary Maestripieri
 
Apostila de cortes desenho tecnico
Apostila de cortes desenho tecnicoApostila de cortes desenho tecnico
Apostila de cortes desenho tecnicoRobisonpardim
 
123436039 apostila-auto cad-3d-2012-essencial
123436039 apostila-auto cad-3d-2012-essencial123436039 apostila-auto cad-3d-2012-essencial
123436039 apostila-auto cad-3d-2012-essencialMarcos Vinícius
 
Desenvolvimento de Projetos com Auxilio de Ferramentas 3D
Desenvolvimento de Projetos com Auxilio de Ferramentas 3DDesenvolvimento de Projetos com Auxilio de Ferramentas 3D
Desenvolvimento de Projetos com Auxilio de Ferramentas 3DEduardo Alcântara F. da Silva
 
Apostila auto cad 2009 2d básico
Apostila auto cad 2009 2d básicoApostila auto cad 2009 2d básico
Apostila auto cad 2009 2d básicoMarcio Nunes
 
Curso de drenagem no auto cad civil 3d v1
Curso de drenagem no auto cad civil 3d v1Curso de drenagem no auto cad civil 3d v1
Curso de drenagem no auto cad civil 3d v1margolini
 

Mais procurados (19)

Apostila torno-producao
Apostila torno-producaoApostila torno-producao
Apostila torno-producao
 
Aula 1
Aula 1Aula 1
Aula 1
 
Solid works básico (com exercicios extras) rev01
Solid works básico (com exercicios extras) rev01Solid works básico (com exercicios extras) rev01
Solid works básico (com exercicios extras) rev01
 
Apostila dtb
Apostila dtbApostila dtb
Apostila dtb
 
Criando templates e legendas
Criando templates e legendasCriando templates e legendas
Criando templates e legendas
 
Criar molde plástico
Criar molde plásticoCriar molde plástico
Criar molde plástico
 
Portfolio JM
Portfolio JMPortfolio JM
Portfolio JM
 
Curso desenho técnico
Curso   desenho técnicoCurso   desenho técnico
Curso desenho técnico
 
Apresentação de coreldraw
Apresentação de coreldrawApresentação de coreldraw
Apresentação de coreldraw
 
Estudando Espaço e Forma através do Scratch - Trabalho Final de Informática E...
Estudando Espaço e Forma através do Scratch - Trabalho Final de Informática E...Estudando Espaço e Forma através do Scratch - Trabalho Final de Informática E...
Estudando Espaço e Forma através do Scratch - Trabalho Final de Informática E...
 
Apostila de cortes desenho tecnico
Apostila de cortes desenho tecnicoApostila de cortes desenho tecnico
Apostila de cortes desenho tecnico
 
Tutorial Revit - MCMV
Tutorial Revit - MCMVTutorial Revit - MCMV
Tutorial Revit - MCMV
 
Apostila sketch-up
Apostila sketch-upApostila sketch-up
Apostila sketch-up
 
123436039 apostila-auto cad-3d-2012-essencial
123436039 apostila-auto cad-3d-2012-essencial123436039 apostila-auto cad-3d-2012-essencial
123436039 apostila-auto cad-3d-2012-essencial
 
Desenvolvimento de Projetos com Auxilio de Ferramentas 3D
Desenvolvimento de Projetos com Auxilio de Ferramentas 3DDesenvolvimento de Projetos com Auxilio de Ferramentas 3D
Desenvolvimento de Projetos com Auxilio de Ferramentas 3D
 
Apostila auto cad 2009 2d básico
Apostila auto cad 2009 2d básicoApostila auto cad 2009 2d básico
Apostila auto cad 2009 2d básico
 
Curso de drenagem no auto cad civil 3d v1
Curso de drenagem no auto cad civil 3d v1Curso de drenagem no auto cad civil 3d v1
Curso de drenagem no auto cad civil 3d v1
 
Linha de divisão em moldes
Linha de divisão em moldesLinha de divisão em moldes
Linha de divisão em moldes
 
Desenho técnico
Desenho técnicoDesenho técnico
Desenho técnico
 

Destaque (20)

Planta baixa
Planta baixaPlanta baixa
Planta baixa
 
Resumo
ResumoResumo
Resumo
 
Planta baixa2
Planta baixa2Planta baixa2
Planta baixa2
 
Ecoprodutos
EcoprodutosEcoprodutos
Ecoprodutos
 
Di planejamento aula09-2
Di planejamento aula09-2Di planejamento aula09-2
Di planejamento aula09-2
 
Paii programa necessidades
Paii programa necessidadesPaii programa necessidades
Paii programa necessidades
 
Aula01 conceitosmemoria
Aula01 conceitosmemoriaAula01 conceitosmemoria
Aula01 conceitosmemoria
 
Dte aula 04perspectiva
Dte aula 04perspectivaDte aula 04perspectiva
Dte aula 04perspectiva
 
Dte aula 02formacomp
Dte aula 02formacompDte aula 02formacomp
Dte aula 02formacomp
 
Dte mandala
Dte mandalaDte mandala
Dte mandala
 
Dte aula 14desenhotecnico
Dte aula 14desenhotecnicoDte aula 14desenhotecnico
Dte aula 14desenhotecnico
 
Pa hu programa_necessidades
Pa hu programa_necessidadesPa hu programa_necessidades
Pa hu programa_necessidades
 
Da dimensionamento-em-arquitetura
Da dimensionamento-em-arquiteturaDa dimensionamento-em-arquitetura
Da dimensionamento-em-arquitetura
 
Pa ef franz-amilcarlygia
Pa ef franz-amilcarlygiaPa ef franz-amilcarlygia
Pa ef franz-amilcarlygia
 
Desenho arquitetônico gildo
Desenho arquitetônico gildoDesenho arquitetônico gildo
Desenho arquitetônico gildo
 
Vistaortografica exercicio
Vistaortografica exercicioVistaortografica exercicio
Vistaortografica exercicio
 
Folha01 exercicio
Folha01 exercicioFolha01 exercicio
Folha01 exercicio
 
Cortes
CortesCortes
Cortes
 
Croqui terreno
Croqui terrenoCroqui terreno
Croqui terreno
 
Nbr9050 31052004
Nbr9050 31052004Nbr9050 31052004
Nbr9050 31052004
 

Semelhante a CAD Paisagismo

Sketch up comandos-basicos
Sketch up comandos-basicosSketch up comandos-basicos
Sketch up comandos-basicosOsmar Consoli
 
Mini Curso - Programação de Interfaces Gráficas - aula 1
Mini Curso - Programação de Interfaces Gráficas - aula 1Mini Curso - Programação de Interfaces Gráficas - aula 1
Mini Curso - Programação de Interfaces Gráficas - aula 1Carlos Eduardo
 
Apostila e exercicios auto cad mecanica
Apostila e exercicios auto cad mecanicaApostila e exercicios auto cad mecanica
Apostila e exercicios auto cad mecanicaJuan Reyna
 
Intro auto cad ist
Intro auto cad   istIntro auto cad   ist
Intro auto cad istjcjaneiro
 
Tutorialpowerpoint 100510125324-phpapp01
Tutorialpowerpoint 100510125324-phpapp01Tutorialpowerpoint 100510125324-phpapp01
Tutorialpowerpoint 100510125324-phpapp01Herica Ramos
 
Apostila introdução ao AutoCAD Civil 3D
Apostila introdução ao AutoCAD Civil 3DApostila introdução ao AutoCAD Civil 3D
Apostila introdução ao AutoCAD Civil 3DOsvaldo Júnior
 
Curso autocad3d
Curso autocad3dCurso autocad3d
Curso autocad3dSEME
 
Ementa curso básico de autocad 2 d
Ementa curso básico de autocad 2 dEmenta curso básico de autocad 2 d
Ementa curso básico de autocad 2 dVismael Santos
 
Roteiro de Aulas Práticas da Disciplina de Desenho Técnico Projetivo
Roteiro de Aulas Práticas da Disciplina de Desenho Técnico ProjetivoRoteiro de Aulas Práticas da Disciplina de Desenho Técnico Projetivo
Roteiro de Aulas Práticas da Disciplina de Desenho Técnico Projetivossuser95aa63
 
DESENHO TECNICO.pdf
DESENHO TECNICO.pdfDESENHO TECNICO.pdf
DESENHO TECNICO.pdftrabs23
 
Roteiro de Aulas Práticas da Disciplina de Desenho Técnico Projetivo.pdf
Roteiro de Aulas Práticas da Disciplina de Desenho Técnico Projetivo.pdfRoteiro de Aulas Práticas da Disciplina de Desenho Técnico Projetivo.pdf
Roteiro de Aulas Práticas da Disciplina de Desenho Técnico Projetivo.pdftrabalhosacademicos10
 
DESENHO TECNICO.pdf
DESENHO TECNICO.pdfDESENHO TECNICO.pdf
DESENHO TECNICO.pdftrabs27
 
DESENHO TECNICO.pdf
DESENHO TECNICO.pdfDESENHO TECNICO.pdf
DESENHO TECNICO.pdftrabs26
 
DESENHO TECNICO.pdf
DESENHO TECNICO.pdfDESENHO TECNICO.pdf
DESENHO TECNICO.pdfTRABS12
 

Semelhante a CAD Paisagismo (20)

Sketch up comandos-basicos
Sketch up comandos-basicosSketch up comandos-basicos
Sketch up comandos-basicos
 
78141365 manual-cad-stones-4
78141365 manual-cad-stones-478141365 manual-cad-stones-4
78141365 manual-cad-stones-4
 
Corel 04
Corel 04Corel 04
Corel 04
 
Corel 04
Corel 04Corel 04
Corel 04
 
Mini Curso - Programação de Interfaces Gráficas - aula 1
Mini Curso - Programação de Interfaces Gráficas - aula 1Mini Curso - Programação de Interfaces Gráficas - aula 1
Mini Curso - Programação de Interfaces Gráficas - aula 1
 
Apostila e exercicios auto cad mecanica
Apostila e exercicios auto cad mecanicaApostila e exercicios auto cad mecanica
Apostila e exercicios auto cad mecanica
 
Intro auto cad ist
Intro auto cad   istIntro auto cad   ist
Intro auto cad ist
 
Autocad pitágoras 2 d
Autocad   pitágoras 2 dAutocad   pitágoras 2 d
Autocad pitágoras 2 d
 
Tutorialpowerpoint 100510125324-phpapp01
Tutorialpowerpoint 100510125324-phpapp01Tutorialpowerpoint 100510125324-phpapp01
Tutorialpowerpoint 100510125324-phpapp01
 
Apostila inkscape
Apostila inkscapeApostila inkscape
Apostila inkscape
 
Apostila introdução ao AutoCAD Civil 3D
Apostila introdução ao AutoCAD Civil 3DApostila introdução ao AutoCAD Civil 3D
Apostila introdução ao AutoCAD Civil 3D
 
Curso autocad3d
Curso autocad3dCurso autocad3d
Curso autocad3d
 
Ementa curso básico de autocad 2 d
Ementa curso básico de autocad 2 dEmenta curso básico de autocad 2 d
Ementa curso básico de autocad 2 d
 
Comp civil aula 01
Comp civil   aula 01Comp civil   aula 01
Comp civil aula 01
 
Roteiro de Aulas Práticas da Disciplina de Desenho Técnico Projetivo
Roteiro de Aulas Práticas da Disciplina de Desenho Técnico ProjetivoRoteiro de Aulas Práticas da Disciplina de Desenho Técnico Projetivo
Roteiro de Aulas Práticas da Disciplina de Desenho Técnico Projetivo
 
DESENHO TECNICO.pdf
DESENHO TECNICO.pdfDESENHO TECNICO.pdf
DESENHO TECNICO.pdf
 
Roteiro de Aulas Práticas da Disciplina de Desenho Técnico Projetivo.pdf
Roteiro de Aulas Práticas da Disciplina de Desenho Técnico Projetivo.pdfRoteiro de Aulas Práticas da Disciplina de Desenho Técnico Projetivo.pdf
Roteiro de Aulas Práticas da Disciplina de Desenho Técnico Projetivo.pdf
 
DESENHO TECNICO.pdf
DESENHO TECNICO.pdfDESENHO TECNICO.pdf
DESENHO TECNICO.pdf
 
DESENHO TECNICO.pdf
DESENHO TECNICO.pdfDESENHO TECNICO.pdf
DESENHO TECNICO.pdf
 
DESENHO TECNICO.pdf
DESENHO TECNICO.pdfDESENHO TECNICO.pdf
DESENHO TECNICO.pdf
 

Mais de Caliandra Desenhos (20)

Equipamentos urbanos
Equipamentos urbanosEquipamentos urbanos
Equipamentos urbanos
 
Estudos caso
Estudos casoEstudos caso
Estudos caso
 
De4 ilustraçãobotanica
De4 ilustraçãobotanicaDe4 ilustraçãobotanica
De4 ilustraçãobotanica
 
Pa1 composição introdução
Pa1 composição introduçãoPa1 composição introdução
Pa1 composição introdução
 
Ergonomia aula01
Ergonomia aula01Ergonomia aula01
Ergonomia aula01
 
Ergonomia aula01
Ergonomia aula01Ergonomia aula01
Ergonomia aula01
 
Codigode obrasdf
Codigode obrasdfCodigode obrasdf
Codigode obrasdf
 
Manual arborizacaourbanaprefeiturasp
Manual arborizacaourbanaprefeituraspManual arborizacaourbanaprefeiturasp
Manual arborizacaourbanaprefeiturasp
 
Pmu aulasinalizaçãovisual
Pmu aulasinalizaçãovisualPmu aulasinalizaçãovisual
Pmu aulasinalizaçãovisual
 
Pmu plano ensino_2sem2014
Pmu plano ensino_2sem2014Pmu plano ensino_2sem2014
Pmu plano ensino_2sem2014
 
Dte azulejos
Dte azulejosDte azulejos
Dte azulejos
 
Dte aula-desenhogeometrico
Dte aula-desenhogeometricoDte aula-desenhogeometrico
Dte aula-desenhogeometrico
 
Aula04 analisetopoceptiva
Aula04 analisetopoceptivaAula04 analisetopoceptiva
Aula04 analisetopoceptiva
 
Aula03 apreensaopaisagemurbana
Aula03 apreensaopaisagemurbanaAula03 apreensaopaisagemurbana
Aula03 apreensaopaisagemurbana
 
Aula02 formacidade
Aula02 formacidadeAula02 formacidade
Aula02 formacidade
 
Aula01 imagemcidade
Aula01 imagemcidadeAula01 imagemcidade
Aula01 imagemcidade
 
Aula07 noçõesperspectiva
Aula07 noçõesperspectivaAula07 noçõesperspectiva
Aula07 noçõesperspectiva
 
Aula05 escala cor
Aula05 escala corAula05 escala cor
Aula05 escala cor
 
Aula04 contornos-sombras
Aula04 contornos-sombrasAula04 contornos-sombras
Aula04 contornos-sombras
 
Aula03 luz-sombra1
Aula03 luz-sombra1Aula03 luz-sombra1
Aula03 luz-sombra1
 

CAD Paisagismo

  • 1. Computer  Aided  Design   Desenho  Auxiliado  por  Computador   Computação  gráfica  aplicada  ao  projeto  de  paisagismo   Prof.  Carla  Freitas  Pacheco   estudio@caliandradesenhos.com.br   www.caliandradesenhos.blogspot.com.br  
  • 2. •  Abrir  o  programa   •  Configurar  ambiente  de  trabalho   –  Cor  de  fundo   –  Salvamento  automáDco   –  Comandos  de  precisão   –  Unidades   –  Novo  desenho  e  seleção  de  modelos  (dwt)   •  Organização  do  desenho   –  Criar  layers  (camadas)   •  Coordenadas  Absolutas,  RelaDvas  e  Polares   •  Criar  e  uDlizar  blocos  e  bibliotecas  de  blocos   –  Block  e  Wblock   –  Inserir  Blocos   •  Criar  e  configurar  Textos   •  Criar  e  configurar    Cotas   •  Configuração  de  impressão   –  Model  space  ≠  Paper  Space  Prof.  Carla  Freitas  |  estudio@caliandradesenhos.com.br|  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br   Desenhando  no  CAD  
  • 3. Prof.  Carla  Freitas  |  estudio@caliandradesenhos.com.br|  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br   1.  Abrir  o  programa   •  Iniciar  >  Todos  os  programas  >  Autodesk  >  AutoCAD  2012   ou   •  Clicar  no  ícone  [AutoCAD  2012]  na  área  de  trabalho   •  Barra  de  ferramentas  –  apresentação  geral   Principais  comandos  para   desenhar  estão  em  Draw  e  Modify   Principais  comandos  de  configuração   estão  em  Tools  e  Format  
  • 4. Prof.  Carla  Freitas  |  estudio@caliandradesenhos.com.br|  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br   •  Configurar  cor  de  fundo   •  Barra  de  ferramentas  >  Tools  >  Display  >  OpDons  >  Display   clicar  para   configurar   2.  Configurar  ambiente  de  trabalho  
  • 5. Prof.  Carla  Freitas  |  estudio@caliandradesenhos.com.br|  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br   •  Configurar  salvamento  automáDco   •  Barra  de  ferramentas  >  Tools  >  Display  >  OpDons   clicar  para   configurar  
  • 6. Prof.  Carla  Freitas  |  estudio@caliandradesenhos.com.br|  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br   •  Comandos  de  precisão  –  ponto  final,  ponto  médio,  paralelos...   •  Barra  de  ferramentas  >  Tools  >  Dra_ing  Se`ngs   •  Snap  and  grid  [F9]  e  [F8]   •  Object  Snap  [F3]   selecionar  para   configurar  
  • 7. Prof.  Carla  Freitas  |  estudio@caliandradesenhos.com.br|  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br   Snap  and  Grid   Snap  ou  cadeado  [F9]   •  restringe  o  cursor  a  pontos  fixos  de  acordo  com  o  valor   configurado.   Grid  ou  grade  [F7]   •  mostra  a  tela  com  grades,  ajuda  na  inserção  de  objetos;   •  pode-­‐se  definir  a  distância  entre  as  linhas;   •  as  linhas  não  aparecem  na  impressão.     OBS:  estes  comandos   também  estão  na  barra   de  atalhos  inferior  
  • 8. Prof.  Carla  Freitas  |  estudio@caliandradesenhos.com.br|  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br   selecione   selecione   Object  Snap   Osnap  ou  object  snap  [F3]   •  permite  restringir  o  desenho  em  determinados  pontos,  sem   precisar  usar  [botão  direito]  +  [shi_].   OBS:  estes  comandos   também  estão  na  barra   de  atalhos  inferior  
  • 9. Prof.  Carla  Freitas  |  estudio@caliandradesenhos.com.br|  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br   Desenho  com  precisão  –  Atalhos   Grid  |  Ortho  |  Snap  |  Osnap  |  Polar  tracking   Ortho  ou  ortogonal  [F8]   -­‐  restringe  as  ferramentas  de  desenho  para   apenas  desenhar  linhas  horizontais  e  verDcais;   -­‐  pode-­‐se  definir  a  distância  entre  as  linhas;   -­‐  as  linhas  não  aparecem  na  impressão.   Polar  tracking  ou  rastreamento  polar  [F10]   -­‐  semelhante  ao  comando  ortho,  mas  não   restringe  apenas  força  o  cursor  no   ângulo  padrão  (90˚);   -­‐  pode-­‐se  definir  outros  ângulos  também.   [F3]   [F10]  [F8]   este  ângulo  pode   ser  alterado  
  • 10. Prof.  Carla  Freitas  |  estudio@caliandradesenhos.com.br|  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br   •  Comandos  de  precisão  –  Unidades  do  desenho   •  Barra  de  ferramentas  >  Format  >  Units   OBS:  Devemos  configurar  nossa  unidade   de  medidas  sempre  no  início  do   desenho,  ou  usar  um  modelo  template   (dwt)  já  configurado.  
  • 11. Prof.  Carla  Freitas  |  estudio@caliandradesenhos.com.br|  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br   •  Novo  desenho   •  Barra  de  ferramentas  >  File  >New>  OpDons   OBS:  Podemos  criar  templates  ou  padrões  para   nossos  trabalhos.  Estes  arquivos  são  salvos  em   formato  dwt  e  carregamos  assim  que  abrimos   um  novo  arquivo  no  CAD.  
  • 12. Prof.  Carla  Freitas  |  estudio@caliandradesenhos.com.br|  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br   •  Seleção  de  modelos  (dwt)   •  Barra  de  ferramentas  >  File  >New>  OpDons   Depois  que  abrimos  o  CAD,   configuramos  nosso  arquivo  inicial,   devemos  salva-­‐lo  como  um   modelo.dwt  para  criarmos  um   arquivo  padrão  para  nossos   trabalhos.  A  idéia  é  poder  começar   sempre  por  este  modelo  sem   precisar  configurar  novamente  o   arquivo  inicial  de  trabalho  e  assim   ganhar  tempo.   OBS:  Ao  criar  o  seu  arquivo  “modelo.dwt”  tenha  o  cuidado  de  anotar  a  pasta   onde  foi  salvo  para  que  você  possa  acha-­‐lo  depois.  O  CAD  salva  os  arquivos   templates  dentro  de  uma  pasta  própria,  chamada  Template  e  que  fica  escondida   dentro  do  próprio  programa.  Se  precisar  levar  seu  arquivo  para  outros   computadores  é  bom  ter  uma  cópia  em  uma  pasta  sua  fácil  de  achar.  
  • 13. Prof.  Carla  Freitas  |  estudio@caliandradesenhos.com.br|  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br   3.  Organização  do  desenho   Usado  para  controlar  a  visibilidade  e  as   propriedades   de   cada   elemento   do   desenho,   tais   como   cor   e   Dpo   de   linhas.   Quando  um  objeto  é  colocado  em  um   determinado   layer   (ou   camada)   assume  as  caracterísDcas  configuradas   para  este  layer,  embora  isso  possa  ser   alterado  em  alguns  casos.   Texto   Cotas   Objeto  (ou  desenho)  
  • 14. Prof.  Carla  Freitas  |  estudio@caliandradesenhos.com.br|  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br   cor   nome   espessura   desenho   vermelho  (red)   pena  0,1   pisos   amarelo  (yellow)   pena  0,2   esquadrias   verde  (green)   pena  0,3   terreno   ciano  (cyan)   pena  0,4   alvenarias   azul  (blue)   pena  0,5   pilares  ou  alvenarias   magenta  (magenta)   pena  0,6   pilares  ou  alvenaria   OBS:  A  tabela  acima  é  uma  sugestão  de  configuração  de  penas  para  o  desenho   técnico.  Para  pesquisar  mais  sobre  a  representação  em  desenho  técnico  consulte   também  os  livros:   Desenho  Arquitetônico,  Gildo  A.  Montenegro,  Ed.  Blucher.   Representação  Gráfica  em  Arquitetura,  Francis  D.  K.  Ching,  Ed.  Bookman.   Configuração  de  Layer  para  Projetos  de  Arquitetura  
  • 15. Prof.  Carla  Freitas  |  estudio@caliandradesenhos.com.br|  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br   cor   nome   espessura   desenho   vermelho  (red)   pena  0,1   pisos  e/ou  forrações   amarelo  (yellow)   pena  0,2   esquadrias   verde  (green)   pena  0,3   terreno  e/ou  arbustos   ciano  (cyan)   pena  0,4   vegetação  grande   azul  (blue)   pena  0,5   -­‐   magenta  (magenta)   pena  0,6   -­‐   OBS:  Nos  projetos  de  paisagismo  é  comum  o  uso  de  cores,  para  isso  basta  usar  a   criaDvidade  e  lembrar  de  não  selecionar  as  cores  (penas)  padrões  acima  para  não   correr  o  risco  de  imprimir  em  cores  elementos  da  arquitetura  que  precisam  ser   mostrados.   Configuração  de  Layer  para  Projetos  de  Paisagismo  
  • 16. Prof.  Carla  Freitas  |  estudio@caliandradesenhos.com.br|  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br   Quando  terminarmos  de  criar  todos  os  layers   que  precisamos,  com  suas  cores  de  penas   correspondentes,  eles  apareceram  na  barra  de   ferramentas.  
  • 17. Prof.  Carla  Freitas  |  estudio@caliandradesenhos.com.br|  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br   4.  Coordenadas  Absolutas,  RelaDvas  e  Polares   Para   especificar   distâncias   exatas   no   AutoCAD,   pode-­‐se   usar   as   coordenadas   absolutas,   coordenadas   relaDvas   ou   coordenadas   polares   Coordenadas  absolutas   São  as  coordenadas  de  um  ponto  em  relação  à   origem  0,0.  Formato:  X,Y   Ex:  DRAW/LINE   From  point:  0,0   to  point:  #  8,0   to  point:  #  0,3   to  point:  #  -­‐8,0   to  point:  #  0,-­‐3   to  point:  <Enter>   Onde  X  e  Y  podem  ser  valores  inteiros  ou  reais.   0,0   8,0   0,3  -­‐8,0   0,-­‐3  
  • 18. Prof.  Carla  Freitas  |  estudio@caliandradesenhos.com.br|  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br   Coordenadas  relaGvas   São  coordenadas  relaDvas  ao  úlDmo  ponto  fornecido.   Formato:  @dx,dy  dx  e  dy  correspondem  ao  deslocamento.  Os   valores  podem  ser  inteiros  ou  reais,  posiDvos  ou  negaDvos,   caso  o  deslocamento  seja  contrário  ao  senDdo  dos  eixos.  É   uDlizado  para  desenho  com  inclinação  ou  declividade   indicadas  por  porcentagem  (%).  O  exemplo  abaixo  reproduz  a   inclinação  de  20%.           Ex:  DRAW/LINE   indique:  ponto  inicial   digite:  @10,2  @10,2   a  movimentação  em  y  é  2  que  corresponde  a  20%  de  10.   @10,2   10   2  
  • 19. Prof.  Carla  Freitas  |  estudio@caliandradesenhos.com.br|  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br   Coordenadas  polares   São  coordenadas  também  relaDvas  ao  úlDmo  ponto  fornecido.   Formato:  @dist<ang   Onde  dist  é  a  distância  em  relação  ao  úlDmo  ponto  dado,  e  ang  é   o  ângulo  da  linha  que  liga  os  dois  pontos,  medido  no  senDdo  anD-­‐ horário  e  no  padrão  trigonométrico  mostrado  ao  lado.       EXPERIMENTE:   Se   somente   um   valor   sem   o   @   for   digitado,   será   assumido  como  distância  no  ângulo  em  que  o  cursor  se  encontrar.   10   ângulo  20˚   @10<20   ponto  inicial  
  • 20. Prof.  Carla  Freitas  |  estudio@caliandradesenhos.com.br|  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br   Exercício   Tente  realizar  o  exercício  abaixo  usando  o  sistema  de  desenho   por  coordenadas  relaDvas.  
  • 21. Prof.  Carla  Freitas  |  estudio@caliandradesenhos.com.br|  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br   Para  saber  um  pouco  mais  sobre  o  AutoCAD...   Trabalhar  com  o  sistema  de  coordenadas  do  usuário  (UCS)   O  UCS  é  o  sistema  de  coordenadas  aDvo  que  estabelece  o  plano  XY   (plano  de  trabalho)  e  a  direção  do  eixo  Z  para  desenho  e  modelagem.       Procedimentos   UCS  é  o  sistema  de  coordenadas  aDvo  que  estabelece  o  plano  XY  (plano  de  trabalho)  e  a   direção  do  eixo  Z  para  desenho  e  modelagem.  É  possível  definir  a  origem  do  UCS  e  seus  eixos   X,  Y  e  Z  de  modo  que  se  adaptem  às  suas  necessidades.  O  UCS  é  úDl  para  projetos  em  2D  e   essencial  para  projetos  em  3D  porque  ele  controla  recursos  que  incluem:   •  O  plano  XY  (ou  plano  de  trabalho)  no  qual  os  objetos  são  criados  e  modificados;   •  A  orientação  horizontal  e  verDcal  uDlizada  para  recursos  como  modo  Orto,  rastreamento   polar  e  rastreamento  de  snap  ao  objeto;   •  O  alinhamento  e  o  ângulo  da  grade,  os  padrões  de  hachura,  objetos  de  cota  e  texto;   •  A  origem  e  a  orientação  da  entrada  de  coordenadas  e  dos  ângulos  de  referência  absolutos;   •  Para  operações  em  3D  e  para  a  orientação  de  planos  de  trabalho,  planos  de  projeção  e  eixo   Z  (para  determinar  a  direção  verDcal  e  o  eixo  de  rotação)  
  • 22. Prof.  Carla  Freitas  |  estudio@caliandradesenhos.com.br|  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br   5.  Criar  e  uDlizar  blocos  e  bibliotecas  de  blocos   Comando  Block  –  B[enter]     Com  a  ferramenta  Block  (bloco)   criamos  objetos  ou  conjunto  de   objetos  que  se  consDtuem  em   um  único  elemento,  ou  grupo   de  elementos.   Os  grupos  são  criados  no  painel   Block,  disponível  na  opção   Insert  da  barra  de  ferramentas.   Ou  digitando  B[enter]   OBS:   Trabalhar   com   blocos   irá   facilitar   e   dar   mais   agilidade   ao   seu   desenho.   Como   o   programa  entende  o  bloco  como  uma  única  enDdade,  ao  trabalhar  com  esses  elementos  o   arquivo  fica  bem  mais  leve  do  que  se  esDvéssemos  trabalhando  com  linhas  soltas.  Outra   vantagem  é  que  cada  cópia  de  um  mesmo  bloco  é  vinculada,  de  forma  que  se  alterarmos   um  bloco,  alteramos  todas  as  suas  cópias.  
  • 23. Prof.  Carla  Freitas  |  estudio@caliandradesenhos.com.br|  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br   Name   Nomeia  o  bloco.  O  nome  e  a  definição   do  bloco  são  salvos  no  desenho  atual.     View     (só  é  visível  se  existe  algo  selecionado)   Se  um  bloco  existente  é  selecionado  em   Nome,  exibe  uma  visualização  do  bloco.   Base  Point   Especifica  um  ponto  base  de  inserção   para  o  bloco.  Clicar  na  tela  e  será   solicitado  que  você  especifique  o   ponto  de  referência  e  a  caixa  de   diálogo  é  fechada  temporariamente.    
  • 24. Prof.  Carla  Freitas  |  estudio@caliandradesenhos.com.br|  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br   View     (só  é  visível  se  existe  algo  selecionado)   Se  um  bloco  existente  é  selecionado  em  Nome,   exibe  uma  visualização  do  bloco.   Objects   Especifica  os  objetos  a  serem   incluídos  no  novo  bloco.  Clicar  na  tela   a  caixa  será  fechada   temporariamente  para  a  seleção  dos   objetos.  Ao  terminar  a  seleção  de   objetos,  pressione  [Enter]  para   retornar  à  caixa  de  diálogo.    
  • 25. Prof.  Carla  Freitas  |  estudio@caliandradesenhos.com.br|  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br   Comando  Write  Block  -­‐  Wblock[enter]   Salva  objetos  selecionados  ou  converte   um  bloco  em  arquivo  de  desenho   especificado.   A  caixa  de  diálogo  write  block,  ou  criar   bloco  proporciona  um  método   conveniente  de  salvar  a  peça  do  desenho   atual  em  um  arquivo  de  desenho   diferente  ou  salvar  uma  definição  de   bloco  especificada  como  um  arquivo  de   desenho  separado.   Source   Especifica  blocos  e  objetos,  salva-­‐os   como  arquivos,  e  especifica  pontos  de   inserção.  
  • 26. Prof.  Carla  Freitas  |  estudio@caliandradesenhos.com.br|  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br   Block   Especifica  um  bloco  existente   para  salvar  como  um  arquivo.   Selecione  um  nome  na  lista.     Todo  o  desenho   Seleciona  o  desenho  atual  para   ser  salvo  como  outro  arquivo.     Objects   Seleciona  os  objetos  a  serem   salvos  como  um  arquivo.   Especifique  um  ponto  base  e   selecione  os  objetos  abaixo.    
  • 27. Prof.  Carla  Freitas  |  estudio@caliandradesenhos.com.br|  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br   Base  Point   Especifica  um  ponto  de   referência  para  o  bloco.     Pick  Point   Fecha  temporariamente  a   caixa  de  diálogo  para  que   possa  especificar  um  ponto   de  referência  de  inserção   no  desenho  atual.     Select  Objects   Seleciona  os  objetos  a  sarem   transformados  em  blocos  ou   arquivos  externos  
  • 28. Prof.  Carla  Freitas  |  estudio@caliandradesenhos.com.br|  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br   DesGnaGon   Especifica  o  novo  nome  e   localização  do  arquivo  e  as   unidades  de  medida  a  serem   uDlizadas  quando  o  bloco  é   inserido.       File  name  and  Path   Especifica  um  nome  e  caminho   do  arquivo  nos  quais  o  bloco  ou   os  objetos  serão  salvos.       [...]   Exibe  uma  caixa  de  diálogo   padrão  de  seleção  de  arquivo.    
  • 29. Prof.  Carla  Freitas  |  estudio@caliandradesenhos.com.br|  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br   Comando  Insert  –  I[enter]     A  caixa  de  diálogo  Inserir  é  exibida.     Inserir  um  bloco  a  parDr  da  biblioteca  de   blocos  é  uma  praDca  aconselhável.  Uma   biblioteca  de  blocos  pode  ser  um  arquivo   de  desenho  que  armazena  definições   relaDvas  ao  bloco,  ou  pode  ser  uma  pasta   que  contenha  arquivos  de  desenhos,  cada   um  podendo  ser  inserido  como  um  bloco.   Seja  qual  for  o  método,  os  blocos  são   padronizados  e  acessíveis  para  múlDplos   usuários.  É  possível  inserir  seus  próprios   blocos  ou  usar  os  blocos  fornecidos  no   DesignCenter  ou  nas  paletas  de   ferramentas.     Para  pesquisar  e  baixar  blocos:   h„p://www.cadblocos.arq.br  
  • 30. Prof.  Carla  Freitas  |  estudio@caliandradesenhos.com.br|  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br   6.  Criar  e  Configurar  Textos   Criar  textos   Existem  duas  maneiras  de  criar   textos  no  CAD.   A  primeira  forma  é  criar  textos  de   linha  única  e  a  segunda  é  criar   textos  mulDlinhas,  opção  úDl   quando  precisamos  escrever  notas   nas  pranchas  de  desenho.   MulGline  Text   Single  Line  Text  
  • 31. Prof.  Carla  Freitas  |  estudio@caliandradesenhos.com.br|  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br   Draw>Text>Single  Line  Text   Você  pode  uDlizar  um  texto  de  linha  única  para  criar  uma  ou  mais  linhas   de  texto,  onde  cada  linha  é  um  objeto  independente  que  pode  ser   movido,  formatado  ou  modificado  de  outra  maneira.  Clique  com  o   botão  direito  do  mouse  na  caixa  de  texto  para  selecionar  opções  no   menu  de  atalho.    
  • 32. Prof.  Carla  Freitas  |  estudio@caliandradesenhos.com.br|  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br   Draw>Text>MulGline  Text   Você  pode  uDlizar  um  texto  mulDlinhas  para  criar  uma  anotação  ou  um   parágrafo  inteiro.  Clique  com  o  botão  direito  do  mouse  na  caixa  de  texto   para  selecionar  opções  no  menu  de  atalho.  Você  deverá  especificar   clicando  na  tela  uma  área  (um  retângulo)  para  o  seu  texto.  Depois  disso   uma  janela  com  opções  de  texto  similar  ao  programa  word  será  aberta  e   você  pode  escrever  seu  texto.  Terminando  basta  clicar  em  OK.  
  • 33. Prof.  Carla  Freitas  |  estudio@caliandradesenhos.com.br|  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br   EsGlos  de  texto  –  Format  >Text  Style   Cria,  modifica  ou  define  esDlos  de   texto  nomeados.   Configurar  textos     Você  pode  configurar  seus  textos  para  que  tenham   um  esDlo  de  fonte  e  tamanhos  adequados  ao  seu   projeto.  O  comando  de  configuração  de  esDlo  de  texto   encontra-­‐se  na  aba  Format  da  barra  de  ferramentas.  
  • 34. Prof.  Carla  Freitas  |  estudio@caliandradesenhos.com.br|  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br   Font   Altera  a  fonte  do  esDlo.     Set  Current   Define  o  esDlo  selecionado  em   EsDlos  como  atual.   New   Exibe  a  caixa  de  diálogo  New   Text  Style  e  fornece   automaDcamente  o  nome  “   stylen”  (onde  n  é  o  número   do  esDlo  fornecido)  para  as   configurações  atuais.  Você   pode  aceitar  o  padrão  ou   inserir  um  nome  e  escolher   OK  para  aplicar  as   configurações  do  esDlo  atual   ao  novo  nome  de  esDlo.   Height   Define  a  altura  do  texto  com  base  no  valor  digitado.  Inserir  uma  altura   maior  do  que  0.0  define  automaDcamente  a  altura  do  texto  para  este   esDlo.  Se  inserir  0.0,  a  altura  do  texto  padronizará  para  a  úlDma  altura   usada,  ou  para  o  valor  armazenado  no  arquivo  do  modelo  do  desenho.  
  • 35. Prof.  Carla  Freitas  |  estudio@caliandradesenhos.com.br|  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br   Um  esDlo  de  cota  é  uma  coleção   nomeada   de   configurações   de   cotas   que   controla   a   aparência   de  cotas,  como  o  esDlo  da  ponta   da   seta,   localização   do   texto   e   tolerâncias  laterais.     Você   cria   esDlos   de   cota   para   especificar   rapidamente   o   formato   de   cotas,   e   para   assegurar   que   as   cotas   estejam   em   conformidade   com   as   normas   da   indústria   ou   do   projeto.     -­‐  Quando  você  cria  uma  cota,  ela  usa  as  configurações  do  esDlo  de  cota  atual.     -­‐  Se   você   alterar   uma   configuração   de   esDlo   de   cota,   todas   as   cotas   em   um   desenho  que  usam  o  esDlo  são  automaDcamente  atualizadas.     -­‐  Você  pode  criar  subes2los  de  cotas  que  uDlizam  configurações  especificadas   para  diferentes  2pos  de  cotas.     -­‐  É  possível  subs2tuir  um  esDlo  de  cota  com  configurações  de  cota  que  desviam   do  esDlo  de  cota  atual.     7.  Criar  e  Configurar  Cotas  
  • 36. Prof.  Carla  Freitas  |  estudio@caliandradesenhos.com.br|  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br   Dimension  Style   Format  >  Dimension  Style    ou   Dimension  >  Dimension  Style   Dimension  Style   Cria,  modifica  ou  define   esDlos  de  cotas.   Podemos  acessar  de  duas   formas.  
  • 37. Prof.  Carla  Freitas  |  estudio@caliandradesenhos.com.br|  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br   Styles   Lista  esDlos  de  cota  no  desenho.  O  esDlo  atual  é  destacado.   Clique  com  o  botão  direito  na  lista  para  exibir  um  menu  de   atalho  que  você  pode  uDlizar  para  definir  o  esDlo  atual,   renomear  esDlos  e  excluir  esDlos.  Você  não  pode  excluir  um   esDlo  que  é  atual  ou  está  em  uso  no  desenho  atual.   Set  Current   Define  o  esDlo  selecionado   em  EsDlos  como  atual.  O   esDlo  atual  é  aplicado  para  as   cotas  que  você  criou.     Modify   Exibe  a  caixa  de  diálogo   Modificar  esDlos  de  cota,  na   qual  é  possível  modificar   esDlos  de  cota.  As  opções  da   caixa  de  diálogo  são  idênDcas   às  existentes  na  caixa  de   diálogo  Novo  esDlo  de  cota.    
  • 38. Prof.  Carla  Freitas  |  estudio@caliandradesenhos.com.br|  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br   Lines   Esta  caixa  configura  a  aparência  das  linhas  das   cotas  e  sua  distância  em  relação  ao  objeto  cotado  
  • 39. Prof.  Carla  Freitas  |  estudio@caliandradesenhos.com.br|  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br   Symbols  ans  Arrows   Esta  caixa  configura  os  esDlos  de  setas  e   pontos  de  marcação  da  cota.  
  • 40. Prof.  Carla  Freitas  |  estudio@caliandradesenhos.com.br|  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br   Text   Configura  o  esDlo  de  texto  e  permite  que  se  use  esDlos   já  configurados  no  esDlo  de  texto.  
  • 41. Prof.  Carla  Freitas  |  estudio@caliandradesenhos.com.br|  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br   Fit   Esta  opção  permite  configurar  alternaDvas  para  texto  e   linhas  quando  não  há  espaço  suficiente  entre  os  objetos   para  a  cota.  
  • 42. Prof.  Carla  Freitas  |  estudio@caliandradesenhos.com.br|  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br   Primary  Units   Este  painel  permite  configurar  as  unidades  para  a  cota  e  sua  forma  de  anotação.  
  • 43. Prof.  Carla  Freitas  |  estudio@caliandradesenhos.com.br|  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br   8.  Configuração  de  Impressão   Ao  preparar  o  desenho  para  saída  em  espaço  do  papel  ou  no  modo   layout  (paper  space),  normalmente  você  seguirá  o  seguinte   processo:     -­‐  Crie  seu  desenho  ou  modelo  no  espaço  do  modelo  ou  “model   space”;   -­‐  Clique  na  aba  layout  para  acessar  o  espaço  de  papel;   -­‐  Especifique  as  configurações  de  página  de  layout,  como   disposiDvo  de  saída,  tamanho  do  papel,  área  de  desenho,  escala   de  saída  e  orientação  do  desenho;   -­‐  Crie  uma  nova  camada  (layer)  para  ser  uDlizada  como  viewports   de  layout;   -­‐  Crie  as  viewports  e  posicione  no  seu  papel  a  janela;   -­‐  Defina  a  orientação  e  a  escala  dos  desenhos  em  cada  viewport;   -­‐  Desligue  a  camada  (o  layer)  que  contém  as  viewports  de  layout;   -­‐  Termine  de  organizar  sua  prancha  e  pode  imprimir  seu  desenho  
  • 44. Prof.  Carla  Freitas  |  estudio@caliandradesenhos.com.br|  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br   Layout   Clique  na  aba  Layout  1  na  parte  inferior  do  CAD,  e  o  modo   papel  fica  disponível.  
  • 45. Prof.  Carla  Freitas  |  estudio@caliandradesenhos.com.br|  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br   Configurar  o  Layout  1   Clique  em  File  >  Page  Setup  Manager   Para  configurar  sua  página,  o  tamanho,  esDlo  e  Dpo  de  impressora   Modify   Com  o  layout  1  selecionado,   clique  em  modify  para  começar   a  configurar  sua  impressão.  
  • 46. Prof.  Carla  Freitas  |  estudio@caliandradesenhos.com.br|  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br   Page  Setup  –  Layout  1   O  Painel  que  se  abre  é  o  mesmo  painel  de  impressão  quando  selecionamos  a  opção   print,  a  diferença  é  que  aqui  ele  não  gera  impressão  ao  final  das  configurações  com   o  clique  em  OK.  Apenas  é  configurada  a  forma  de  impressão  da  página  “Layout  1”  
  • 47. Prof.  Carla  Freitas  |  estudio@caliandradesenhos.com.br|  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br   Printer  /  plocer   Selecione  a  impressora.  Caso  não  tenha  uma  instalada   use  “dwg  to  pdf.pc3”,  pois  ela  abre  muitas  opções  de   tamanho  de  papel.  
  • 48. Prof.  Carla  Freitas  |  estudio@caliandradesenhos.com.br|  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br   Plot  style  table   Aqui  você  deve  configurar  as  suas  penas  de   impressão,  ou  seja,  a  espessura  de  cada  linha  e  se   serão  coloridas  ou  preto  e  branco.  
  • 49. Prof.  Carla  Freitas  |  estudio@caliandradesenhos.com.br|  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br   Plot  Style  Table  Editor   Aba  Form  View  -­‐  Esta  janela  se  abre   assim  que  você  seleciona  a  opção  de   configuração  do  Plot  Style  Table   ProperGes   Configure  a  cor  das  penas  em  Color.   Configure  a  espessura  das  linhas  em   Lineweight.   Salve  este  arquivo  e  use  para   imprimir.  
  • 50. Prof.  Carla  Freitas  |  estudio@caliandradesenhos.com.br|  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br   Paper  size   Escolha  o  tamanho  do   seu  papel   Scale   Defina  a  escala.   A  escala  no  paper  space,  ou  layout   deverá  ser  1000mm  para  100  units  
  • 51. Prof.  Carla  Freitas  |  estudio@caliandradesenhos.com.br|  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br   View  >  Viewports     Escolha  a  opção  que  desejar;  uma  viewport,  duas   ou  mesmo  polygonal  ou  object.  Depois  entre  na   viewport  criada  e  dê  escala  no  desenho  com  o   comando  zoom>scale  
  • 52. Prof.  Carla  Freitas  |  estudio@caliandradesenhos.com.br|  www.caliandradesenhos.blogspot.com.br   Para  finalizar  desligue  a  camada  ou  o    layer  que  contém  as  viewports  de  layout.     Termine  de  organizar  sua  prancha  e  pode  imprimir  seu  desenho!     Outras  dúvidas  lembre-­‐se  de  consultar  o  site  da  autodesk,  em  tutoriais  e  manuais.