Jornal dos Comerciários - Nº 128

815 visualizações

Publicada em

Publicada em: Notícias e política
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Jornal dos Comerciários - Nº 128

  1. 1. Ano 16 Nº 128 Outubro - Novembro / 2011 Filiado à CSP Conlutas Todos à campanhasalarial de fim de ano!V em chegando o fim do ano e com ele as lojas vão ficandomais cheias, realizandomais vendas. Os comerci-ários trabalham num ritmocada vez mais alucinantee os patrões lucram maisdo que ao longo do ano.Por isso todo o fim de anoo sindicato organiza acampanha salarial de fimde ano, lutando por umapauta de reivindicaçõesespecífica nesse momen-to. Se trabalhamos mais,nada mais justo do que organizando um ato pararecebermos mais. entregar essa pauta de Veja algumas das reivindicações: Assim, o sindicato reali- reivindicações e cobrarzou uma assembleia em que os patrões a acatem. Horas Extras – acréscimo de 100%que os comerciários pu- Mas para isso, é funda-deram construir e aprovar mental o envolvimento de Abono de Natal – Abono de R$200, por conta douma pauta de reivindica- você comerciária e co- esforço excessivo, pago em dezembro.ções para esse período merciário, no dia a dia do(veja o box). Para botar a local de trabalho, nos atos Cesta de Natal – Garantia de cesta de Natal paracampanha na rua e con- e nas assembleias. So- todos os trabalhadores até 24 de dezembro.seguirmos pressionar os mente juntos conseguire-patrões e garantir nossa mos mais forças para lutar Ticket Alimentação – 30 tickets mensais no valorvitória, o sindicato já está pelos nossos direitos. de R$7,00.
  2. 2. CATEGORIA DENÚNCIAS Di Santinni - PKK Nova IguaçuDireção da Di Santinni volta A gerência desta empresa tem o péssimo hábito de tratar mau os trabalhadores. Gritos e ofensas na frente de todos se tornou uma práticaatrás e decide pagar a PPR cotidiana. Sem contar que aos sá- bados, o trabalho começa às 8h e só termina as 2h. E isso sem receber um centavo de horas extras. A galera que presa tem vendedo- mentos da PPR que já estavam trabalha no balcão reclama que não res e operadores contabilizados e depois com o tem cadeira e a direção da empresa exercendo a mesma parecer do Ministério do Trabalho não está nem ai. Mas essa farra vai acabar, o Sindica- função sendo que nós contabilizaríamos o pagamen- to já está tomando todas as medidas para os operadores to como adiantamento. A empresa para acabar com essa verdadeira são atribuídas ou- disse que era possível fazer o farra que a direção da empresa está tras funções, mesmo pagamento e que seria pago no fazendo com os trabalhadores. assim recebem me- próximo pagamento, inicio de tade do salário dos outubro. Del Fiori - Nova Iguaçu vendedores, e que No entanto a empresa nos pro- Na Del Fiore a sauna é de graça. não era justo que os curou dizendo que iria encontrar O problema é que a empresa está sem ar condicionado e não existe trabalhadores ficas- uma forma de pagar a PPR aos entrada nem saída de ar, o que faz sem sem sua PPR. trabalhadores. Esperamos que com que a loja vire uma verdadeira A representante do esse mês a PPR seja realmente sauna. Pior ainda para quem trabalha Ministério do Traba- paga. no estoque.Charge: Alteração sobre charge de Cícero Já passou da hora da direção da lho solicitou que a Estamos aguardando o parecer empresa pôr a mão no bolso e empresa encami- do Ministério do Trabalho que mandar consertar o ar condicionado,C om essa os trabalhadores nhasse a proposta original de PPR deve sair ainda essa semana e ampliando inclusive para o depósito. da Di Santinni não conta- ao Ministério do Trabalho para que não vamos deixar barato. Os vam. a mesma pudesse dar o seu trabalhadores se esforçaram e Impecável - Nova Iguaçu Na última audiência no Ministé- parecer. merecem receber sua merecida Na Impecável o trabalho dasrio do Trabalho a empresa infor- Depois da audiência ainda nas PPR. operadores está impraticável, tudomou que não faria acordo de PPR dependências do Ministério do porque a empresa para economizaresse ano. O Sindicato insistiu e alguns reais não compra cadeira para Trabalho, o Sindicato solicitou ao todas as operadoras como manda aexplicou para mediadora do representante da Di Santinni, se legislação. Mas já estamos correndoMinistério do Trabalho que a em- ele não poderia fazer os paga- atrás. Cadeiras para todas já!Dilma quer nomear patroa quedesrrespeita trabalhadores! Jornal de responsabilidade da diretoria O colegiada do Sindicato dos Trabalhadores no governo federal vai criar empresa, sonegando os direitos Comércio de Nova Iguaçu, Nilópolis, Paracambi, Itaguaí, Belford Roxo, mais uma secretaria, a trabalhistas, aumenta o seu lucro Queimados, Japeri, Seropédica, e Mesquita Secretaria da Micro e e pratica o que a gente chama de FILIADO À CSP CONLUTAS Pequena Empresa. Para ocupar o concorrência desleal, acrescen- Sede: Rua Dr. Barros Júnior, 408/412 Centro - Nova Iguaçu - RJ cargo, Dilma chamou nada mais tando que a empresa não TELs./FAX nada menos que Luiza Trajano, concede aquele intervalo de uma 2768-9297 / 2767-5130 / 2767-8232 dona do Magazine Luiza, uma das hora previsto no artigo 71 e nem www.sindconir.org.br jornaldoscomerciarios@yahoo.com.br maiores redes do comércio. paga o descanso do funcionário Esta rede, não atua no Rio de no domingo”; O MPT acusa ainda SUBSEDES ITAGUAÍ Janeiro, mas é conhecida pelo seu a empresa de prorrogação da Avenida Paulo de Frontin, 72/202 desrespeito aos trabalhadores. No jornada normal de trabalho além Tel. (21) 2687-7729 para quem governa Dilma. Para dia 11 de outubro, o Ministério do limite de duas horas diárias; NILÓPOLIS seu Ministério chama uma empre- Rua Prof. G. Alfredo Filgueiras, 18, Sala 407-A Público do Trabalho em Ribeirão deixar de conceder período Tel. 2791-9271 sária que tem um longo histórico Preto ingressou com uma ação mínimo de 11 onze horas de inter- BELFORD ROXO de desrespeito aos trabalhadores Praça Getulio Vargas, 112 Ap 201 - Centro civil pública contra o Magazine valo entre as jornadas, entre Tel. 2663-1904 e, naturalmente, vai proteger os Luiza acusando a empresa de outras, e de além de tudo isso, a QUEIMADOS patrões neste novo ministério. Avenida Irmãos Guinle, 901/214 desrespeitar uma série de leis. A Juíza diz ainda que a empresa Tel. 2665-3093 procuradora Regina Duarte da “firma acordo, mas não está nem Textos: Geovani Pereira Silva disse ao jornal Valor aí, faz pouco caso do MPT”. Textos e Diagramação: Raphael Botelho Econômico (11/10/2011) que A Esse caso mostra mais uma vez Jornal dos Comerciários / outubro - novembro 2011
  3. 3. CATEGORIA Jornal dos Comerciários / outubro - novembro 2011
  4. 4. SINDICATOSaiba como é gasto sua contribuiçãoS ua mensalidade é utilizada boletins, viagens de mobiliza- ção a CSP-Conlutas, curso de todo organizando a luta contra para pagar as despesas ção, melhorias nas sub-sedes, e formação, campanha de OLT/ o trabalho aos domingos e com aluguel de sub- sede, congresso, despesas Organização por Local de feriados, contra o banco desedes, condomínio, estaciona- com assembléias, informática, Trabalho, construção de cipas horas, pela independênciamento, manutenção de telefone, site, despesas bancarias, cam- combativas, atividade de lazer, financeira do Sindicato, sempreágua, luz, transporte, alimenta- panhas salariais, processos esporte e cultura, campanha por na defesa dos nossos direitosção, seguro, INSS, FGTS, PIS, trabalhista, cálculos de proces- auxilio creche, campanha pela político e econômico.IPTU, taxas, edital, cartório, so trabalhista, de ação de ampliação da licença materni-contador, férias, salários, dos cumprimento, de ação civil dade,campanha contra ofuncionários e diretores,, materi- publica, advogados, apoio finan- machismo e discriminação nos Telmo de Oliveiraal de consumo, material de ceiro aos movimentos sociais e locais de trabalho. Diretor- financeiroescritório, jornais da categoria, oposições sindicais, contribui- Além disso, estamos o tempo RECEITAS: 2009 2010 Diferenças (2010 - 2009) mensalidade R$ 295.897,52 R$ 337.319,36 R$ 41.421,84 OPRESSÕES contribuição sindical R$ 511.953,67 R$ 644.292,32 R$ 132.338,65 contribuição assistencial contribuição confederativa R$ 291.806,94 R$ 578.005,66 R$ 397.672,32 R$ 674.739,50 R$ 105.865,38 R$ 96.733,84 Novembro é o outras receitas R$ 6.606,84 R$ 30.754,00 R$ 10.300,13 R$ 24.147,16 R$ 7.173,02 mês da juros poupança rendimento aplicação R$ 3.127,11 R$ 0,00 R$ 5.946,26 R$ 5.946,26 consciência DESPESAS TOTAL: R$ 1.687.397,74 R$ 2.101.023,89 R$ 413.626,15 negra O material de escritório R$ 21.989,52 R$ 25.829,34 R$ 3.839,82 dia nacional da consciência negra celebrado em 20 de telefone R$ 55.628,93 R$ 47.726,20 R$ 7.902,73 novembro, não é só festa. luz R$ 10.038,43 R$ 12.170,18 R$ 2.131,75 Pelo contrário, não há o que correios R$ 12.289,49 R$ 29.725,41 R$ 17.435,92 comemorar. Nós, trabalhadores do agua R$ 722,74 R$ 863,06 R$ 140,32 comércio, temos que fazer uma reflexão sobre nossas condições prestação de serviços PF R$ 99.392,61 R$ 114.394,37 R$ 15.001,76 sóciorraciais. Nosso país tem uma prestação de serviços PJ R$ 120.570,04 R$ 178.048,71 R$ 57.478,67 divida imensa e histórica com os aluguel R$ 37.672,64 R$ 54.001,09 R$ 16.328,45 negros, mas o que temos a fazer é material de consumo R$ 66.570,91 R$ 85.061,99 R$ 18.491,08 lutar contra essas opressões, jun- tando forças e nos mobilizando de despesas com locomoção] R$ 23.076,94 R$ 57.475,62 R$ 34.398,68 forma organizada. despesas legais e judiciais R$ 3.155,10 R$ 19.817,31 R$ 16.662,21 Por isso o Sindicato dos Comerci- despesas com viagem R$ 384,00 R$ 37.407,55 R$ 37.023,55 ários está chamando todos para despesas com salários R$ 257.834,66 R$ 233.210,14 R$ 24.624,52 participar de nossas atividades re- R$ 1.398,51 lacionadas ao dia nacional da indenizações trabalhistas R$ 8.691,58 R$ 7.293,07 consciência negra. Sua presença é vale refeição R$ 47.258,04 R$ 56.222,03 R$ 8.963,99 fundamental para o sucesso desse vale transporte R$ 33.906,61 R$ 55.266,45 R$ 21.359,84 evento. Participe, chame os seus contribuição assitecial R$ 3.500,00 R$ 4.024,25 R$ 524,25 colegas de trabalho para essa R$ 2.602,37 ação. contribuição sindical R$ 2.602,37 R$ 0,00 tributos federais R$ 1.224,18 R$ 3.786,41 R$ 2.562,23 Calendário de atividades: INSS R$ 17.177,87 R$ 131.786,36 R$ 114.608,49 FGTS R$ 39.599,53 R$ 18.507,97 R$ 21.091,56 ŸDia 10 de novembro – 19:30h às R$ 364.474,50 R$ 451.612,29 R$ 87.137,79 21:00h. serviços médicos cursos e treinamentos R$ 1.000,00 R$ 1.000,00 R$ 0,00 Vídeo e debate (racismo e campanha salarial R$ 0,00 R$ 17.610,00 R$ 17.610,00 relações de trabalho) contribuiçoes e doações R$ 3.690,00 R$ 31.927,00 R$ 28.237,00 R$ 12.228,03 R$ 4.579,50 R$ 7.648,53 Ÿ Dia 17 de novembro 19:30h às bens de pequeno valor 21:00h. despesas institucionais R$ 33.294,38 R$ 35.964,50 R$ 2.670,12 despesas bancárias R$ 117.546,88 R$ 61.219,04 R$ 56.327,84 Mesa de debate (música e despesa com reembolso R$ 0,00 R$ 736,92 R$ 736,92 racismo – hip hop, samba e funk) despesas eventuais R$ 73.384,55 R$ 96.089,32 R$ 22.704,77 ŸDia 19 de novembro – a partir das IPTU R$ 104,00 R$ 4.837,62 R$ 4.733,62 14:00h. tributos municipais R$ 0,00 R$ 155,25 R$ 155,25 SINTESI R$ 119,37 R$ 1.835,09 R$ 1.715,72 Feijoada com roda de samba SINDCRED R$ 937,98 R$ 625,85 R$ 312,13 (feijoadas a preço de custo) despesas com cartório R$ 0,00 R$ 2.438,06 R$ 2.438,06 Todas as atividades ocorrerão CONLUTAS R$ 0,00 R$ 79.011,00 R$ 79.011,00 no Estacionamento ao lado do seguro R$ 815,89 R$ 310,98 R$ 504,91 Sindicato – Rua Dr. Barros empréstimos R$ 0,00 R$ 1.500,00 R$ 1.500,00 Junior, 396 – centro Nova Iguaçu. outras despesas R$ 2.152,55 R$ 3,90 R$ 2.148,65 despesas a regularizar R$ 54.010,91 R$ 54.010,91 R$ 0,00 R$ 2.014.792,55 Jornal dos Comerciários / outubro- novembro 2011 TOTAL: R$ 1.527.045,23 R$ 487.747,32
  5. 5. INTERNACIONALCai mais um Ministro do governo Dilma:o sexto do ano, o quinto por corrupção. T Orlando Silva dá explicações no Senado. odos os governos falam que educação tem que ser prioridade. Mas na prática, são eleitos e deixam a educação da mesma maneira sempre.E ste ano o Brasil bateu mais um recorde: O de ministros acusados decorrupção. Depois de quatrocaírem só esse ano por conta como foi a votação do salário mínimo, tratam com desleixo as reivindicações dos traba-lhadores e aprovam Professores são mal remunerados, falta infraestrutura e as escolas, principalmente nas periferias, estão caíndo aos pedaços. em suas pastas projetos para Isso acontece por que não interessa aos poderososde denúncias, agora é a vez enrique-cer ainda mais osde Orlando Silva (PCdoB), patrões às custas de seus melhorar as condições de vida dos trabalhadores. Oque era Ministro dos Esportes empregados. que lhes interessa é governar para os patrões, eser acusado de corrupção. Dessa vez as denúncias ganhar em cima do povo. Prova disso é o orçamento Depois de as acusações apontam um partido que dos governos. Milhões de reais vão ser destinadosserem publicadas na revista supostamente é de esquerda,Veja, feitas por um ex-filiado e diz que defende os para a Copa do Mundo e Olimpíadas, mas para ado PCdoB que também é trabalhadores. A opção por educação o governo diz que não há dinheiro. Menos deacusado de desviar dinheiro governar para os patrões 5% de todo o orçamento do governo Dilma é gasto compara o partido, a Controlado- gerou todo o tipo de educação enquanto que 49% é destinado aoria Geral da União apontou transformação para esteque em pelo menos 67 partido, que teve que “entrar pagamento da dívida pública com os banqueiros.convênios do ministério com no jogo”. As alianças de Dilma É por isso que os sindicatos, movimentos sociais,ONGs existem irregularida- vêm sendo alvo de estudantes e professores que querem melhorar essedes, e o Supremo Tribunal sucessivas denúncias de quadro da situação da educação no país estãoFederal abriu inquérito para corrupção. Em todos os exigindo que o governo aplique pelo menos 10% deinvestigar o caso. Orlando, momentos Dilma surge comopara não desmoralizar ainda a que não sabia de nada e todo o dinheiro que tem com educação. O Ministro damais o governo, saiu, mas está disposta a botar ordem educação já falou que não há como, propõe aumentarDilma manteve o PCdoB à na casa. Depois de cinco para 7%, mas só daqui a 10 anos!frente do ministério. Ou seja, ministros, já dá pra ver que Por isso o Sindicato entrou nesta campanha que vaitrocou seis por meia-dúzia. esse é o resultado de um São com esses ministros governo que quer conciliar realizar um plebiscito popular em novembro, paraque Dilma diz que governa trabalhadores e patrões em perguntar aos trabalhadores se eles são a favor que opara os trabalhadores. Minis- benefício dos patrões. governo aplique 10% do orçamento do dinheiro quetros que além da corrupção, aliás, é do povo brasileiro, em educação.apresentam projetos que não Terá uma urna no calçadão de Nova Iguaçu. Vote nofavorecem os mais pobres plebiscito e fortaleça a luta por 10% do Produto Interno Jornal dos Comerciários / outubro - novembro 2011 Bruto para a educação pública já!

×