Jornal do quintal

847 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Jornal do quintal

  1. 1. Brincando como Dica de presente para antigamente usar toda a vida Antes dos computadores Qual o presente que se pode pessoais, iPods, iPads, dar para uma criança que seja videogames, para brincar relativamente barato e do qual não se precisava muito, ela nunca se esquecerá? Pág. 7 bastava ser criança. Pág. 16 Do Quintal R$ 1,50 Curitiba, setembro/outubro de 2012 - Ano II - Número 8Um jornal a serviço dos moradores da região do Pilarzinho, Mercês, Vista Alegre, Abranches, São Lourenço e Bom Retiro.DSF-Dq Pilarzinho pode ganhar sua Regional Pág. 3 Conheça as histórias do Abranches Págs. 8 e 9 Após quatro anos e meio fechada, a Pedreira Paulo Leminski tem prazo para reabrir. A empresa DC Set Eventos, que venceu a licitação para administrá-la, tem agora que realizar as obras que garantam a segurança para o público e tranqüilidade para a vizinhança. Pág. 218 meses para a Amigões, os animais exigemPedreira voltar cuidados Pág. 5 Fredolin devea receber shows ser entregue ainda este ano Pág. 11 Rua dos Calçados quer virar shopping DSF-Dq Hemofílicos têm casa João de Noronha A Rua Teffé, tradicional ponto do comércio calçadista, já tem projeto para ser o primeiro “shopping a céu aberto” da cidade. Pág. 10 de apoio no Pilarzinho Pág. 6
  2. 2. Curitiba, setembro/outubro de 2012»»2 Do QuintalNovela da Pedreira acaba, falta reabri-la SMCSApós 4 anos e meio fechadae uma polêmica concessão,público aguarda reaberturaQ uatro anos e meio nável série de reuniões entre repre- fechada para sho- sentantes do Ministério Público, ws, a Pedreira Paulo da Amada, da Prefeitura e dos que Leminski finalmen- pediam a volta dos shows à pedrei-te tem prazo para ser ra, representados pelo movimentoreaberta. A empresa que assumiu a A Pedreira é Nossa, coordenadoconcessão do local pelos próximos pelo vereador Jonny Stica (PT). Só25 anos, a gaucha DCSet Eventos, em fevereiro deste ano, quase qua-tem 18 meses para realizar as obras tro anos depois, após perícias peloe melhorias na segurança, acesso e Corpo de Bombeiros e a apresen-acomodação do público. Só então tação de um estudo da Prefeitura sobre o que deve ser feito no local A Ópera de Arame, que com apoderá reabrir o espaço para shows. Pedreira Paulo Leminski compõe A Pedreira foi fechada em março para garantir a segurança do públi- o Parque das Pedreiras, tambémde 2008 por determinação do juiz co e a tranquilidade na vizinhança, entrou na concessão.Douglas Marcel Perez, da 4.º Vara é que chegou-se a um acordo.de Fazenda Pública de Curitiba, As obras ficariam a cargo do Mu-que acatou o pedido feito em Ação nicípio, mas em abril a Prefeitura lançou edital para terceirizar não só lêmica. De um lado, os que vêem milhões para realizar em no máxi-Civil Pública do Ministério Público »» Parceira da Globo a administração da Pedreira, como nisso uma “privatização de bens mo 18 meses todas as obras exigi-do Meio Ambiente. A ação foi base- A DC Set eventos, criada em a da Ópera de Arame e do Parque públicos”, do outro, quem defen-ada num pedido de 134 moradores das pelo Ministério Público, para 1979 em Porto Alegre por Dody Se- Náutico. O Edital foi contestado nado Abranches e encaminhada pela de que ação desonera a Prefeitura, só então poder explorar comer- rena e Cicão Chies, é uma das mais Justiça em ação movida por Jonnyassociação de moradores do bairro, que poderia aplicar em outros se- cialmente os espaços. Resta ao MP, conhecidas produtoras de shows Stica, que pedia suspensão do pro-a Amada. Eles reclamavam do baru- tores os recursos que deixaria de Corpo de Bombeiros, aos morado- no País. Em 1996, lançou o Festi- cesso por falta de divulgação ade-lho nas noites de shows e das desor- aplicar ali. E, no meio, quem apro- res da região e quem pretende fre- val Planeta Atlântida, que acontece quada. O pedido, porém, foi inde-dens e depredações que ocorriam ferido, duas empresas se candida- va a concessão, mas discorda dos quentar esses espaços fiscalizarem anualmente no Rio Grande do Sul epróximo à pedreira após os eventos, taram, a curitibana Parnaxx ltda. valores e das condições em que ela se as obras que garantem segurança Santa Catarina, em parceria com aalém da falta de fiscalização das pro- (antiga Calvin Eventos) e a gaucha foi firmada. ao público e paz à vizinhança serão RBS, a representante da Globo nosduções. DCSet Eventos, esta anunciada realmente feitas dentro do que foi dois estados. O modelo foi expor- como vencedora. »» Obras exigido. O Do Quintal estará aten- tado para o Paraná em 2008, pas-»» 4 anos O anúncio da concessão à ini- Pelo contrato de concessão, a to. Confira nas próximas edições do sando a se chamar Lupaluna, numa Seguiu-se então uma intermi- ciativa privada causou grande po- vencedora terá que investir R$ 18 jornal. parceria com a Globo daqui, a RPC.Pilarzinho oficializa o seu Conseg Finalmente, após vários meses estatíscas, pois ainda é grande ono trabalho de organização por número de vítimas que não fazemparte de moradores-voluntários, o o Boletim de Ocorrências. E esse éPilarzinho tem o seu Conselho de um dos pontos em que o Conseg jáSegurança (Conseg) oficializado. vem trabalhando, ou seja, alertan-A vitória foi anunciada na reunião do para a importância do registromensal de julho do grupo de mora- para que se possa cobrar ações dasdores e de representantes das polí- autoridades para enfrentar essa si-cias Civil e Militar. tuação. mensalmente, sempre na segunda A oficialização do organismo Então, você que se preocupa terça-feira do mês, nas dependên-deu-se com a aprovação da Car- com o bairro e quer participar des- cias da Associação Parananaenseta Constitutiva pelo secretário de se movimento para deixar o local dos Hemofílicos, à Rua AugustoSegurança Pública do Estado, Rei- onde moramos mais tranquilo enaldo de Almeida César, e da co- Basso, 28, em frente à RIC-TV. mais seguro, não deixe de compare-ordenadora estadual dos Consegs, cer às reuniões do Conseg. Quan-Michelle Lourenço Cabral. »» Criminalidade to mais pessoas participarem, mais Ou seja, a partir de agora, a po- O índice de criminalidade, já teremos força. As reuniões mensaispulação local tem um canal direto e bastante alto nos últimos anos, tem são abertas à comunidade justa-oficial com as autoridades policiais, se agravado nos últimos meses na mente para que todos possam con-no sentido de denunciar situações, região do Pilarzinho. Quase dia- tribuir, levando suas sugestões, crí-sugerir ações e cobrar medidas riamente há notícias de assaltos ao ticas e opiniões, para que tornemosque possam melhorar a segurança comércio e a residências no bairro. nosso bairro, nosso quintal, um lo-no bairro. As reuniões acontecem Muitos deles acabam não virando cal cada vez melhor de se viver. Creche com inscrições abertas Recém concluído, o Centro Municipal de Edu- cação Infantil (CMEI), na esquina das ruas São Salvador e Odilon Santana, no Pilarzinho, já está realizando o cadastro para preenchimento das 150 Do Quintal EXPEDIENTE Propriedade da Editora - Douglas de Souza Fernandes vagas disponíveis. Segundo a Prefeitura, a unidade CNPJ: 12.339.920/0001-18 deverá iniciar o atendimento ainda neste ano, mas Diretor de Redação: Douglas de Souza Fernandes ainda não há data definida. Pais de crianças com 3 Projeto gráfico e diagramação: Eduardo Picanço Aguida meses a cinco anos de idade devem se dirigir à Rua Endereço: Rua Professor Ignácio Alves e Souza Filho, 343, Pilarzinho, CEP 82110-450. da Cidadania do Boa Vista (Avenida Paraná, 3600, Telefones: 3527-0501 e 9892-4606.O novo CMEI, no Pilarzinho. Sala 47). Informações pelo fone 3313-5714 E-mails: doquintal@yahoo.com.br. Impressão: Editora O Estado do Paraná - Tiragem: 10.000 exemplares
  3. 3. Curitiba, setembro/outubro de 2012 Do Quintal »»3Ducci anuncia a Regional Pilarzinho DSF-DqEla incluiria o São Lourenço, Abranches, Vista Alegre,Bom Retiro, Cachoeira, Barreirinha e TaboãoO prefeito Luciano Duc- »» Oito bairros às necessidades específicas do Pilar- ci, e candidato à ree- Segundo Ducci, a nova regional zinho e bairros vizinhos. leição pela coligação abrangerá os bairros Abranches, Segundo o prefeito, já há algum “Curitiba sempre na Barreirinha, Cachoeira, São Lou- tempo vem sendo estudado o me-Frente”, anunciou que, reeleito, irá renço e Taboão, que, com o Pilar- lhor local do bairro para abrigar acriar a Regional do Pilarzinho, que zinho, fazem parte atualmente da nova regional. Um dos prováveisincluirá uma Rua da Cidadania e locais, pelo espaço e pela facilida- Regional Boa Vista; Vista Alegre,um Centro de Emergências 24 Ho- de de acesso, é o amplo terreno na que pertence a da Santa Felicidade;ras no bairro. Amauri Lange, ao lado do posto do e Bom Retiro, hoje parte da Regio- Ducci incluiu a criação da nova Corpo de Bombeiros e em frente à nal Matriz.regional em seu Plano de Governo, RIC TV, que pertence atualmente à“registrado em cartório, com a defi- Com isso, além de desafogar PUC-PR.nição dos bairros da nova regional, o trabalho da Regional Boa Vista, Segundo Luciano Ducci, a inten-que vai trazer serviços públicos mu- com a diminuição de cinco bairros ção é nomear o novo administradornicipais para mais perto e facilitar a sob sua jurisdição, facilitaria o aces- regional já no dia primeiro de janei-vida das famílias desta comunidade”. so da população da região aos vários ro. No primeiro semestre seria ins- O prefeito fez o anúncio duran- serviços públicos oferecidos nas talada a regional em um local pro-te encontro com 150 moradores do Ruas da Cidadania. Com isso, tam- visório, até que a sede definitiva sejabairro no final de agosto. bém, seria possível dar mais atenção construída. Este terreno na Amauri Lange Silvério é o mais cotado paraPara uma boa dieta é importante receber a Rua da Cidadania do Pilarzinho.entender os rótulos dos alimentos Entenda os rótulos A beleza das embalagens dos faz parte dos cuidados iniciais a se- sionar pelos preços promocionais.alimentos e os resultados estéticos rem tomados. Nessas embalagens O que vale é adquirir produtos comque elas sugerem não devem ser os devem constar o prazo de validade baixos teores de sal (sódio), car- PORÇÃO – é a quantidade média que deve ser consumida. Ela tambémúnicos critérios levados em conta legível e em dia e, além disso, o ró- boidratos (nutrientes energéticos traz a medida caseira do alimento. Por exemplo, quando você comena hora de escolher o que comprar. tulo discriminando os nutrientes entre os quais estão os açúcares) e biscoitos doces, a porção média estabelecida para ser consumida é de 30O bom estado dessas embalagens, de que cada alimento é composto gorduras saturadas (de origem ani- gramas, o que equivale a X biscoitos (depende do tipo do biscoito).o prazo de validade e as informa- e suas proporções. “As equipes de mal) e trans (de alimentos indus- %VD – significa o quanto aquele alimento fornece, em porcentagem, doções nutricionais que elas trazem fiscalização da Vigilância Sanitária trializados). total de cada nutriente que deve ser consumido durante um dia alimentar.não podem ser ignorados por estão atentas a esses detalhes, pro- As proporções de cada nutrien- Ex.: o alimento possui 4g de fibra alimentar e o %VD (Valor Diário)quem compra. Isto porque, expli- tegendo a saúde do consumidor, te – usando como referência por- deste nutriente é de 17%. Isso significa que consumindo a porção desteca a nutricionista da Vigilância de mas é somente a ele que cabe a es- ções caseiras e valores percentuais alimento você estará ingerindo 17% do total de fibras necessárias para oAlimentos da Secretaria Municipal colha dos produtos mais de acordo diários – estão registradas nos ró- dia.da Saúde Sabrina Mendes, comida com as suas necessidades dietéticas tulos. “Ao ler essas informações é VALOR ENERGÉTICO – é a quantidade de energia produzida peloe bebida precisam ser consumidas e de suas famílias”, observa Sabrina. importante situá-las no contexto organismo ao consumir determinado alimento. Em média, um indivíduode forma equilibrada para o bem da do quanto daquele alimento se vai adulto saudável necessita de 2000 kcal.saúde. »» Dieta planejada ingerir e o que essa quantidade re- Checar se pacotes, garrafas, po- Para uma boa aquisição, suge- presenta sobre tudo o que será con- CARBOIDRATOS – são os nutrientes que fornecem a maior parte dates, caixas ou latas expostos na área re a nutricionista, é importante sumido no dia da sua ingestão”, ob- energia para o organismo. Os açúcares fazem parte deles.de venda de supermercados e lojas planejar o que levar para casa com serva Sabrina Mendes. “No come- PROTEÍNAS – são as substâncias necessárias para a construção eestão intactos – sem trincas, amas- antecedência e nunca ir às compras ço pode dar um pouquinho de tra- manutenção do corpo.sados, furos ou rasgaduras – e con- com pressa e sem óculos. Também balho, exigir mais tempo durante asservados na temperatura correta é importante não se deixar impres- compras, mas vale a pena”, garante. GORDURAS TOTAIS – representam a soma de gorduras de origem animal e vegetal presente no alimento: SMCS GORDURAS SATURADAS – é um tipo de gordura presente em produtos de origem animal (carne, queijo, leite, manteiga, requeijão). Quando consumida em grandes quantidades, pode aumentar o risco de doenças do coração. Um %VD alto em gorduras saturadas representa a ingestão de grande quantidade em relação ao total que deveria ser consumido no dia. A dica é sempre consumir alimentos com valores de gordura saturada baixos. GORDURAS TRANS – é um tipo de gordura encontrado em alimentos industrializados (margarinas, cremes vegetais, biscoitos, sorvetes, gordura vegetal hidrogenada). O consumo deste tipo de gordura deve ser muito reduzido, uma vez que o corpo não precisa desse tipo de gordura e porque o consumo excessivo aumenta o risco de doenças cardíacas. O consumo desse tipo de gordura não deve ser maior que 2 gramas ao dia. FIBRA ALIMENTAR – presente em diversos alimentos de origem vegetal (frutas, verduras, feijões e alimentos integrais). A ingestão das fibras alimentares auxilia o funcionamento do intestino. Procurar sempre alimentos com %VD de fibras mais elevado. SÓDIO – é a substância química presente no sal de cozinha e outros alimentos industrializados (salgadinhos, molhos prontos, embutidos, refrigerantes) que provoca o aumento da pressão sanguínea. A solução é consumir alimentos com %VD de sódio baixos. Ex: um prato pronto para o consumo (lasanha congelada) que tenha um %VD para sódio de 58% (1357 mg) equivale a mais da metade da quantidade de sódio que vocêFuncionários municipais explicam o que deve se observado nos rótulos dos alimentos. deveria consumir durante todo o seu dia alimentar.
  4. 4. Curitiba, setembro/outubro de 2012»»4 Do Quintal Porque Antes... plantar árvores? Priscilla Macanhão Eng. Agrônoma ARTE VEGETAL JARDINS1 - Reduzem a contaminação redutores do barulho gerado pelo trânsito, pelasAs folhas das árvores retêm partículas de pó que indústrias e pelo funcionamento das cidades;flutuam no ar, melhorando o ar que respiramos. 5 – São pequenos ecossistemas2 – Oxigenam o ar Cada árvore funciona como um verdadeiroAs árvores funcionam como enormes pulmões nas ecossistema, pois sobre ela vivem pássaros, insetos ecidades, pois captam o dióxido de carbono (CO2) outros vegetais que interagem entre si. Quando uma A foto, tirada no final dos anos 70, mostrada atmosfera, um produto residual do metabolismo árvore é cortada, outros seres vivos que a habitavam um trecho da Amauri Lange, na época emhumano e animal e da queima de combustíveis ou dependiam dela desaparecem; que era construída a sede da Associaçãoe liberam o oxigênio necessário para a vida. Este 6 – Participam do ciclo da água Paranaense dos Hemofílicos. À esquerda, osprocesso é chamado de fotossíntese. O CO2 é um As raízes retêm a água da chuva, permitindo que esta tapumes da obra. Em frente, numa antigados gases que agravam o efeito estufa, provocando o casa, funcionava o Bar e Mercearia Mira. se filtre lentamente pelo solo até os lençóis freáticos eaquecimento global. que chegue lentamente até os rios, mantendo o nível3 – Refrescam o ambiente estável e evitando secas e inundações;As folhas liberam um vapor de água que refresca o 7 – Protegem o soloar e o umedece. Se você plantar árvores ao redor dasua casa, você pode refrescá-la de 10% a 50%. Assim, As árvores, com as suas raízes, evitam a erosão e o desgaste dos solos. Plantar espécies nativas contribui ...E hojediminuirá o uso dos sistemas de refrigeração – que para manter vivas as espécies típicas de cada região.também contamina o meio ambiente; Muitas delas já estão ameaçadas de extinção.4 – Reduzem a poluição sonora É importante verificar as regras para plantio emAs grandes massas de folhas funcionam como espaços públicos antes de fazê-lo. Dica do mês: irrigação A grande maioria dos problemas com doenças, insetos, falta de beleza e morte de plantas é causada pelo ex- cesso ou falta de água. Principalmente nos momentos de seca, é fundamental a irrigação das plantas e gramados para garantir sua beleza. A chuva coloca grandes quantidades de água no solo e esta umedece a terra deixando as áreas profundas mais úmidas, uma vez que a água se acumula mais no fundo e com o efeito do sol e das altas tem- peraturas a terra vai secando de cima Atualmente, no local do antigo comércio do para baixo. Pilarzinho, está o estacionamento da RIC TV. Sendo assim, quando uma planta À esquerda, o muro da instituição filantrópica. já tem alguns anos, ela desenvolveu raízes mais profundas e ficará menos suscetível à seca. Com uma seca pro- longada como a que tivemos em se- tembro, mesmo as plantas já bem es- tabelecidas sentem a falta de água. É por esta razão que gramados recém- Apoie o jornal que veste -implantados são um grande desafio em tempos de seca. As raízes são ex- a camisa do seu bairro tremamente superficiais e por mais que seja feita a irrigação, é importan- te se certificar que a quantidade e ho- ANUNCIE NO mogeneidade da rega foram adequa- Do Quintal das, levantando uma leiva de grama e verificando se a água passou até a ter- ra abaixo dela. Os vasos secam ainda mais rapidamente, portanto devem ser regados com maior frequência. O excesso de água é tão prejudi- Contatos : Tel: 3527-0501 - 9892-4606 cial quanto à falta dela. Não se deve E-mail: doquintal@yahoo.com.br deixar a terra do seu vaso ou jardim Site: www.jornaldoquintal.blogspot.com.br sempre muito molhado.
  5. 5. Curitiba, setembro/outubro de 2012 »»5 Do Quintal Pequenos animais, grandes amigos...Amor de felino desconhece distância Amigo é quem cuida Ainda tem gente que acredita Amigo de verdade é aquele que não partilha somente momentos deque “gato tem amor à casa, e não diversão. Para quem tem animais de estimação esta é uma regra deao dono”. Para quem pensa as- ouro a ser seguida. Amigos fiéis, ele estão sempre ali, prontos para darsim, transcrevemos do Livro das carinho. E, você, retribui toda a atenção que recebe? Listamos aquiListas (2006), de David Walle- alguns cuidados básicos. As dicas são da Rede de Defesa e Proteçãochinsky e Amy Wallace, algumas Animal de Curitiba:histórias que mostram o que umfelino de estimação é capaz de Família: um amigo deve levar só alegrias. Antes de levar um ani-fazer para voltar a ficar com seu malzinho para casa, tenha certeza de que ele não será motivo de dis-amigo humano. Façanhas dignas córdia e brigas. Caso contrário, todo mundo vai sofrer, principalmentedo Gato de Botas... ele. SUGAR, herói paralímpico- Sugar, um gato meio-persa de Alimentação: um animal bem alimentado é um amigo feliz. For-dois anos, tinha uma deformi- neça alimentos apropriados, de acordo com a espécie e a idade do ani-dade nos quadris que fazia com mal. Os adultos devem ser alimentados duas vezes ao dia, e os filhotesque se sentisse desconfortável de quatro a seis vezes ao dia. Mantenha sempre a água limpa e fresca àdurante as viagens de carro. Por disposição. Recolha os restos de alimentos do comedouro do animal,isso, foi deixado para trás com evitando, assim a proliferação de ratos, baratas e formigas.um vizinho quando sua famíliase mudou da cidade de Ander- Higiene: o cão deve ter abrigoson (Califórnia-EUA) para Gage confortável, protegido do sol, da chu-(Oklahoma). Duas semanas de- va e do vento. Para evitar algumas do-pois, ele desapareceu, e apareceu enças, recomenda-se um banho por bora o seu pelo branco estivesse GRINGO, amor ao dono,14 meses depois em Gage, no de- mês. Já os felinos são animais muito emaranhado e sujo, e suas patas mas não ao frio...- Em dezem-grau da porta da casa de seu anti- limpos e não precisam tomar banho feridas e sangrando, Howie estava bro de 1982, a família Servozgo dono, numa distância de 2.414 frequentemente. E lembre-se: todo até ronronando...” perdeu seu gato de estimação,km. Ou seja, viajou 160 km por proprietário deve recolher as fezes RUSTY, o velocista...- Rusty, Gringo, que simplesmente de-mês para chegar a um local onde de seu animal nas ruas, nas calçadas e um gato amarelo-avermelhado, sapareceu de sua casa em La-nunca estivera. nos parques. É uma atitude de cidadania e obrigatória por lei. viajou, em 1949, de Boston (Mas- marche-sur-Seine, na França. HOWIE, sem perder a ternu- sachusetts) a Chicago (Illinois) Meses depois, eles souberamra... - Em 1978, Howie, um gato durante 83 dias para reencontrar que o gato se mudara para a Ri- Castração: o animal castrado vive melhor e fica mais dócil. Todoaustraliano de três anos, caiu do os donos. Ter vencido a distância viera Francesa, a 770 quilôme- proprietário pode levar seu animal para castração, seja ele macho oucaminhão de mudança quan- de 1.528 km nesse tempo, coloca- tros dali. E só aí descobriram o fêmea, de raça ou não. Assim, você contribui para diminuir a superpo-do sua família deixava a casa em -o, até hoje, como detentor do re- motivo do sumiço: para fugir do pulação de animais na cidade.Queensland para morar em Ade- corde americano para retorno de inverno gelado, ele fizera a jor-laide, a 1.930 km de distância. O um gato. Especulou-se na época nada para o Sul onde a família Cuidados Médicos: seucomentário de seu dono, Kirsten que ele teria no trajeto pegado ca- tinha sua casa de verão, e onde amigo também precisa ir ao mé-Hicks, 15 anos, à imprensa sobre rona com caminhões de carga ou os vizinhos cuidaram dele até dico. Ao desmamar, ele deve vi-o momento do reencontro: “Em- trens. que os donos chegassem. sitar o médico veterinário para desverminar e receber as vaci- nas. Os filhotes devem ser va- Locais para adoção em Curitiba cinados com 2, 3 e 4 meses de idade, e os adultos anualmente, com vacina contra a raiva e doenças próprias da espécie. E não se esqueça de levá-lo para fazer exercícios.www.queroumbicho.com.br Atividades físicas: durante o passeio, utilize sempre coleira e guia.www.saudeanimal.com.br É segurança para o animal e para as pessoas. Se o animal for bravo, uti-www.adotaretudodebom.com.br lize também a focinheira e evite agressões. Afinal, nessa relação, vocêwww.caopanheirocuritiba.com.br é o responsável.www.spacuritiba.org.brwww.probem.org Identificação Definitiva: a aplicação do microchip é um métodowww.doacaodeanimais.com.br seguro de identificação definitiva no seu animal. Do tamanho de umwww.becodaesperanca.org grão de arroz, sua aplicação é simples e não precisa de anestesia. Porwww.animaissemteto.blogspot.com ser inviolável, ele garante a identificação do seu amigo caso ele se percawww.adoteumcaoeamigo.blog.terra.com.br ou seja roubado.www.animaiscarentes.blogspot.comwww.amigoanimal.org.brwww.adotebicho.com.br Lembre-se: Maltratar um animal, por qualquer motivo, além de cruel,www.animaisresgatados.blogspot.com é um crime que prevê penas de prisão e multa. Trate bem quem só quer dar carinho e atenção. Faça dessa amizade uma Guarda Responsável.www.garagemdadocao.blogspot.comwww.adotecuritiba.orgwww.tombalatascuritiba.com.br
  6. 6. Curitiba, setembro/outubro de 2012»»6 Do QuintalHemofílicos têm uma casa no PilarzinhoA hemofilia, uma defi- te dos recursos vem de doações de ciência genética que pessoas solidárias e de empresas, impede a coagulação como as Faculdades Spei que atual- do sangue e que pode mente está doando os materiais pararesultar em incontroláveis hemor- que a associação reforme a cozinharagias, afeta cerca de 11 mil brasi- que atende aos pacientes.leiros, segundo a Federação Brasi- Outra fonte de recursos são osleira de Hemofilia. Ela é incurável, bingos feitos esporadicamente e omas pode ser controlada a partir da bazar de roupas, que fica aberto todaadministração do fator deficiente segunda-feira.do sangue e do acompanhamento O número 28 da Augusto Basso é um ponto de referênciado paciente por uma equipe mé- para os hemofílicos. »» Desinformaçãodica multidisciplinar. Os hemofí- e preconceitolicos, porém, além dos problemas na gestão de Max Ferreira, hemo- »» Pacientes Willian lamenta que ainda hajaespecíficos da doença, sofrem com fílico, sob as bênçãos do cônego de todo o País tanto preconceito e desinformaçãoo preconceito por parte da socie- João Augusto Sobrinho. Mas, ela Hoje, nos 800 m2 de área cons- sobre a hemofilia. Segundo ele, atédade e com a falta de informações só seria concluída, oito anos de- truída, a APH atende gratuitamente Willian: “O preconceito aindamesmo entre setores da medicina. médicos de várias especialidades pois, a partir do esforço pessoal na área de fisioterapia, psicologia, persiste” . Foi devido a essa situação que desconhecem a doença e por isso dos membros da associação e da serviço social e musculação. Alémum grupo de curitibanos portado- ajuda pública e privada. muitos hemofílicos passam anos do atendimento aos hemofílicos dares da doença começou a se mo- A Prefeitura, administrada por cidade e da região, a entidade tam- sem saber que são portadores e fi- Uma demora cam sem o tratamento.bilizar no início dos anos 1970. Aintenção era criar uma estrutura Jaime Lerner, doou o terreno; par- te dos materiais foram doados pelo bém abriga e dá apoio a pessoas de várias partes do País. São pacientes E ainda há muita gente que acha de cinco anosque desse suporte e o atendimen- extinto Banco Bamerindus e cons- do Hospital de Clínicas, que é uma que pode ser contaminada se tiver contato com um hemofílico. Ele A enfermeira sergipana Solan-to necessário aos pacientes e que trução básica foi feita de forma referência nacional no tratamento ge Conceição Santos passou cin-ajudasse a esclarecer a população gratuita pela Construtora Lavitta. ortopédico de hemofílicos. conta que recentemente uma mu- co anos levando o filho Wagner asobre a doença . Foi assim que Para completá-la, porém, a APH Na APH, os pacientes e seus lher vinda do interior veio lhe pedir vários médicos sem que nenhumsurgiu, em 24 de abriu de 1974, a teve que fazer uma grande mobili- acompanhantes que não têm con- socorro pois a creche em queria ma- deles diagnosticasse a doença. So-Associação Paranaense dos Hemo- zação em busca de pequenos doa- dições de arcar com as despesas de tricular sua filha não quis aceitá-la mente no ano passado, após o me-fílicos (APH). Sua sede própria se- res na cidade. Na inauguração não hospedagem, pernoitam e fazem por ser hemofílica. nino cair quando brincava na esco-ria inaugurada 17 anos depois, no havia ainda nem as paredes inter- suas refeições gratuitamente. Atual- Por isso, Willian explicou que la e machucar o joelho é que des-número 28 da Rua Augusto Basso, nas. mente, devido à greve dos funcioná- em breve será iniciado um projeto cobriu que seu filho é hemofílico.no Pilarzinho. Com ajuda de uma organização rios do HC, a APH tem apenas dois de esclarecimento voltado para es- Foi o ortopedista que diagnosticou beneficente alemã, a Lateiname- hóspedes, vindos de Sergipe. colas, creches e outras instituições. e o encaminhou para a cirurgia no »» Esforço conjunto rika Zentruim, foram instaladas Além de palestras, será comercia- Hospital de Clínicas, em Curitiba. Nos primeiros oito anos de ati- as paredes divisórias, e instalados »» Depende de doações lizada uma revista em quadrinhos Moradora de Aracaju e atual-vidade, a APH centrou sua ação equipamentos odontológicos, de O psicólogo Willian Edson Pas- que tratará do assunto, cuja renda mente desempregada, ela trouxeem campanhas de esclarecimen- fisioterapia, iluminação e equipa- coal, na presidência da APH desde será revertida para ajudar a custear Wagner no ano passado para a ci-to sobre o que é a hemofilia e na mentos administrativos. Além de 2009, diz que é uma batalha diária ao atendimento da APH. rurgia no HC. No último dia 14 desolicitação de doações e coletas vários pequenos doadores, o res- dos membros da associação para SERVIÇO : Para conhecer o setembro, ela veio novamente comde sangue. Ela funcionava em ca- tante da estrutura de atendimento, que se consiga manter a estrutura trabalho realizado pela APH e o filho para a capital paranaense,sas e salas emprestadas. A pedra como as camas hospitalares, tive- funcionando. A ajuda governamen- contribuir com sua manutenção, para a consulta de retorno. Comofundamental da sede própria seria ram ajuda da Associação Vicking tal, por meio do SUS, é insuficiente entre em contato pelo telefone da outra vez, ficou hospedada nalançada em 23 de agosto de 1983, da Volvo e Imobiliária 2000. para bancar as despesas. Boa par- (041) 3338-3993. APH, no Pilarzinho. Enquanto ela conversava com a reportagem, Wagner, agora comO que é seis anos, brincava lépido pelo cor- redor, dava cambalhotas, corria, embora mancando com a perni- Hemofilia é uma doença genético-hereditária que se caracteriza nha direita. Solange lamentou quepor desordem no mecanismo de coagulação do sangue e manifesta- embora a cirurgia tenha obtido um-se quase exclusivamente no sexo masculino. Existem dois tipos de sucesso, o filho nunca mais voltaráhemofilia: A e B. A hemofilia A ocorre por deficiência do fator VIII a andar como antigamente. Se a he-de coagulação do sangue e a hemofilia B, por deficiência do fator IX. mofilia tivesse sido diagnosticada antes, o problema ortopédico e aCausa própria cirurgia poderiam ter sido evitadas. O gene que causa a hemofilia é transmitido pelo par de cromos- Tímido, Wagner não quis sair nasomos sexuais XX. Em geral, as mulheres não desenvolvem a doença, foto. Fechou a porta do dormitório, A partir de doações, a construção da sede da APH demorou oito anos. mas percebi que, pelo barulho ale-mas são portadoras do defeito. gre que vinha do outro lado, conti- nuou brincando sozinho.Diagnóstico Tratamento Além dos sinais clínicos, o diagnóstico é feito por meio de um exa- O tratamento consiste na reposição do fator anti-hemofílico. Os he-me de sangue que mede a dosagem do nível dos fatores VIII e IX de mocentros distribuem gratuitamente essa medicação. Quanto antes secoagulação sanguínea. começar o tratamento, menores serão as seqüelas que deixarão os sangra- mentos. Deve-se também fazer aplicações de gelo, até que a hemorragiaSintomas estanque. Vencida a fase aguda, o portador de hemofilia deve ser encami- nhado para fisioterapia a fim de reforçar a musculatura. Nos quadros graves e moderados, os sangramentos repetem-se es-pontaneamente. Em geral, são hemorragias intramusculares e intra- Recomendações-articulares que desgastam primeiro as cartilagens e depois provocamlesões ósseas. Os principais sintomas são dor forte, aumento da tem- * Os pais devem procurar assistência médica se o filho apresentar san-peratura e restrição de movimento. gramentos frequentes e desproporcionais ao tamanho do trauma; Os episódios de sangramento podem ocorrer logo no primeiro * Os pais precisam ser orientados para saber como lidar com o filhoano de vida do paciente sob a forma de equimoses (manchas roxas). hemofílico e devem estimular a criança a crescer normalmente; Nos quadros leves, o sangramento ocorre em situações como ci- * A prática regular de exercícios que fortaleçam a musculatura é funda-rurgias, extração de dentes e traumas. mental para os hemofílicos. Solange: Cinco anos de angústia.
  7. 7. Curitiba, setembro/outubro de 2012 Do Quintal »»7Analfabetismo letras & Garranchosfuncional no Brasil “Livros não mudam o mundo, quem muda o mundo são as pessoas. Os livros só mudam as pessoas”é alarmante Um presente Que presente se pode dar para uma criança, que perdure por toda a vida? Que a acompanhe como um amigo, sempre pronto para toda a vida para mostrar novas ideias, que a faça viajar sem sair do lugar e que a ajude em seus estudos e na futura profissão? Quem pensou em um livro, quase acertou. Quem concluiu que é o amor pela leitura, acertou na mosca. No Brasil, infelizmente, grande parte dos alfabetizados não consegue interpretar o que lê (leia matéria ao lado). Se Monteiro Lobato fosse, hoje, por exemplo, o ministro da Educação e não so- mente nome de bibliotecas, certamente o País não estaria neste es- tado. Desiludido com os adultos, Lobato (1882-1948) descobriu um público bem mais interessante: “De escrever para marmanjos já estou enjoado. Bichos sem graça. Mas para crianças um livro é todo um mundo.”. E assim, de 1920 a 1947, gestou 39 novos mun- dos, ou livros. Criou Emília, Narizinho, Pedrinho, Tia Nastácia, Dona Benta... toda a turma do Sítio do Pica Pau Amarelo. »» O prazer da leitura Com eles, Lobato formou legiões de leitores, que descobriram que aprender pode ser um grande prazer. E a ótima notícia é que Pesquisa recente A nova edição traz ilustrações todos esses tesouros lobatianos estão sendo reeditados com roupa- mostrou que 75% de Osnei e Hector Gomes. gem nova, moderna e ricamente ilustrada, mas mantendo o texto dos brasileiros original. No Emília no País da Gramática, da Editora Globo, por nunca freqüentaram exemplo, as regras da língua portuguesa deixam de ser um bicho de sete cabeças e passam a ser uma aventura maravilhosa. Como uma biblioteca. muitas delas mudaram desde que foi lançado, em 1934, há sempre uma nota ao lado, explicando como são atualmente.Sobram livros, faltam leitores. Uma ótima sugestão de presente para este Dia das Crianças e O Indicador do Alfabetismo números mostram o resultado da relativamente barata. Emília no País da Gramática (146 págs.), porFuncional (Inaf) 2011-2012, di- falta de familiaridade dos brasilei- exemplo, sai por R$ 28 na Livraria do Chain; e A Pílula Falantevulgado em julho, mostra que a (Brasiliense, 24 págs.), por R$ 16,20. E quanto vale um bilhete ros com os livros. Demonstrandoescolaridade média do brasileiro para uma viagem maravilhosa? que o Brasil não é um país de leito-melhorou nos últimos anos. Mas o res, a pesquisa Retratos da Leitu-número de analfabetos funcionais - ra, divulgada em março deste ano, Para quem acha que já leu tudo...ou seja, quem até sabe ler e escre- apontou que 75% dos brasileirosver, mas é incapaz de interpretar o nunca frequentaram uma biblio- Escritor, jornalista, editor,que lê – é alarmante. Segundo o le- teca. grande polemista, Monteirovantamento, 65% dos que conclu- Nas antigas, os desenhos eram Lobato foi um dos maioresíram o Ensino Médio não podem de J.U. Campos e Le Blanc. pensadores do Brasil do seu »» Década para a tempo. E boa parte de suasser considerados plenamente alfa-betizados. E 38% dos formados Alfabetização ideias está nos cerca de 70 li-em universidades não têm nível su- O ano de 2012 encerra a Déca- vros que deixou, entre adultosficiente em leitura e escrita. da das Nações Unidas para a Alfa- e infantis. O preocupante é que os índices betização, lançada em 2003 e co- Muitos deles ainda sãodo analfabetismo funcional vêm ordenada pela Unesco, que criou pouco conhecidos, como Oaumentando. Entre 2001 e 2011, o slogan "Alfabetização como Li- Garimpeiro do Rio das Garças,o domínio pleno da leitura caiu de berdade". O objetivo da Educação lançado em 1924 e agora re-22% para 15% entre os que conclu- para Todos - parte dos Objetivos editado pela Brasiliense. É aíram o Ensino Fundamental, e de de Desenvolvimento do Milênio história de João Nariz, um cai-49% para 35% entre os que fizeram lançado pela ONU em 2000 -, é A roupagem mudou, mas o conteúdo pira que deixa sua casinha e vaio Ensino Médio. aumentar para 50% os níveis de al- continua o mesmo. para o sertão do Mato Grosso tentar a sorte no garimpo. E aí terá E a situação não é por acaso. Os fabetismo até 2015. que enfrentar os perigos da mata e, principalmente, os aventurei- ros e ladrões que encontra pelo caminho. Serviço: O Garimpeiro do Rio das Garças, Ed. Brasiliense, 50 págs. Ilustrações : Wise. Preço: R$ 16,20.Os bons tempos do Golfinho Lançamento Filho de alemães, o publi- citário Norberto Toedter nas- ceu em Curitiba, em 1929. Em 1942, quando o Brasil rompeu relações diplomáticas com a Alemanha, foi obrigado a mudar para lá. Só voltaria em 1947. E, desde então não con- corda com que a mídia mun- dial divulga sobre o que acon- teceu durante a Segunda Guer- ra Mundial, sobre os próprios nazistas e a questão judaica. E foi a partir da versão pessoal que Toedter iniciou uma série de obras, nas quais contesta as versões LIVRARIA DO CHAIN da “mídia globalizada”. Já publicou ...E A guerra continua, O que é Endereço: Rua General Carneiro, verdade e A Paz que não houve. No próximo dia 27 de outubro, aA foto mostra competição no Clube do Golfinho em dezembro de 1989.Hoje o Clube está fechado e aguarda processo de desapropriação pela 441 - Centro, em frente partir das 10h, na Livraria do Chain, estará lançando Outra FacePrefeitura – que já o definiu como de interesse público - para se tornar à Reitoria da UFPR. da Notícia. Serviço: Outra Face da Notícia, Ed. Chain, 253 págs.um ponto de atendimento da comunidade do Pilarzinho e região. Telefone: (41) 3264-3484 Preço: R$ 26.
  8. 8. Curitiba, setembro/outubro de 2012»»8 Do QuintalAbranches, a “Mãe das colôO bairro Abranches tem muita história para contar. Fundado oficialmente em 10 de novembro de 1873 ppresidente da Província do Paraná, Frederico José Cardoso de Araujo Abranches. Não foi a primeira colque chegavam da Europa. Conheça algumas histórias e curiosidades dessa “nova Polônia” erguida emH á 102 anos, exatamente no dia Inicialmente se chamou “Towarzystwo Pol- dador era formado por 67 membros; entre eles, lonos para dançar suas valsas e mazurkas. Em 15 de agosto de 1910, numa se- skie Dobroczynne Robotnecze Krola Wladysla- os padres Ludovico Bronny e João Wrobel e 1921, o então diretor Martin Kalinowski criou gunda-feira de feriado, era criada va Jaglielo”, que em português significa “Socie- representantes de praticamente todas as famí- o grêmio para as mulheres. De lá para cá, a So- a Sociedade Cultural Abranches. dade Polonesa Operária Beneficente Rei Ladis- lias do bairro, como os Krainski, Kalinowski, ciedade passou por muitas mudanças, inclusiveA ideia havia sido moldada um dia antes, quan- lau Jaglielo”. A Sociedade foi criada justamente Piekarski, Kowalski, Mikosz, Bajerski, Kuk, no nome e nos objetivos.do ao sair da missa na Igreja de Santa Ana, um para que os membros da comunidade se ajudas- Skrocki, Polak, Rulanski, Szwonka, Henkes, Hoje, possui piscinas, quadras de tênis e degrupo de moradores começou a estudar a pos- sem mutuamente. Com contribuições mensais, Grabowski, Zgoda, Dubiela, Henkes e vários futebol, sauna, dois salões de festa, etc. A atualsibilidade de se criar uma associação que ser- criava-se um pecúlio, a ser usado para ajudar outros cujos descendentes ainda moram no Sociedade Cultural do Abranches, no entanto,visse como um fundo de previdência para toda moradores em momentos de dificuldades. bairro e adjacências. Décadas depois, a Socie- continua realizando os bailes, que atraem nãoa comunidade do bairro. Foi no dia seguinte, A primeira sede foi construída em madeira. dade contava com mais de 1.500 associados. só moradores da região como de outras par-Dia da Assunção de Maria – até então feriado A sede atual foi inaugurada em 1935. Segundo Já na primeira etapa da sociedade, cujo di- tes da cidade para o número 5.932 da Mateusna cidade – que, também após a missa, o grupo levantamento realizado no final dos anos 60 retor era Hipólito Kowalski, começaram a ser Lemes, nas proximidades do Parque São Lou-voltou a se reunir para formalizar a entidade. pelo estudioso Luis Chervinski, o grupo fun- realizados os bailes, que reuniam todos os co- renço. SMCS A segunda que virou mãe O primeiro núcleo de colonos polacos em Curitiba foi instalado naregião do Pilarzinho, em 1871. Dois anos depois é que seria criado o daregião que seria batizada de “Abranches”. Mas, como ali se concentraraminicialmente quase que só poloneses, diferentemente da região da Cruz,onde imigrantes alemães já haviam se estabelecido, foi no Abranchesque melhor se organizaram. Tanto que os núcleos que surgiram a partirde 1885, como os de Lamenha, Órleans, Butiatuva, Cachoeira, DonaAugusta e outros, se reuniram em torno dele. Daí o Abranches passar aser chamado de “Matka Kolonii Polskich W Brazyll”, ou, em português, Membros da primeira diretoria da Sociedade“Mãe das Colônias Polonesas no Brasil”. do Abranches: em comum, o bigode... SMCS Busto em frente à Igreja Santa Ana lembra o “Pai da colonização”. Saporski, o pai Foi pelo esforço pessoal de um jovem pola- co já radicado no Brasil que seus compatriotas puderam se estabelecer no Paraná. As primei- ras levas de poloneses que chegaram ao Bra- sil haviam se estabelecido em Brusque e em outras cidades catarinenses colonizadas por alemães, seus vizinhos e rivais europeus. Eles passavam por muitas dificuldades. Quando chegou à região, o jovem agrimensor Sebastião Edmundo Wós Saporski, vendo a difícil situa- Inauguração da primeira sede da Sociedade Abranches, em 1910. ção em que se encontravam, convidou-os para viverem em uma região onde o clima era maisA Igreja de Santa Ana é, junto com a Ópera de Arame, ameno, as terras mais férteis e onde já havia umum dos cartões-postais do bairro. Casa de cascas de madeira mercado comprador para seus produtos. Mas a transmigração não foi nada fácil. O Homenagem à mãe de Maria As primeiras famílias que chegaram ao Abranches recebiam áreas entre dois primeiro pedido de apoio que fez ao então e três alqueires. No início, com a carência de materiais à disposição, muitas de- presidente da Província do Paraná, Venâncio Profundamente religiosos e em sua grande maioria las usaram cascas de pinheiros para construir suas casas. As construções eram de Oliveira Lisboa, foi negado. Além disso, Sa-católicos, os imigrantes poloneses logo que fincaram pé precárias, mas garantia abrigo até que pudessem construir moradias com os porski também tinha a oposição de colonosno Abranches já começaram a construir uma capela em troncos das araucárias. Foi assim, até que surgisem as primeiras olarias na re- alemães já instalados na cidade, que não viamhomenagem à Santa Ana, mãe de Maria, a mãe de Jesus. gião. E havia muito trabalho a ser feito. Além de cultivarem a terra, tinham que com bons olhos a vinda de concorrentes paraLembravam da igreja de Varsóvia, até hoje considerada abrir estradas que os conectassem ao centro da cidade. Pouco tempo depois já sua produção hortigranjeira.uma das mais belas da capital polonesa. E logo os colonos era comum ver as carrocinhas carregadas de legumes e hortaliças indo para o Na época, morador de Blumenau, Bastiãopoloneses já tinham um local para se reunir aos domingos centro de “Curityba”, de onde voltavam vazias ou com querosene, fumo, ferra- ficara amigo do padre Zelinski, que tinha bome recitar o terço. trânsito à corte de D. Pedro II. Em 1869 fize- mentas e outros “produtos da cidade”. Cinco anos depois, em 1878, chegaria à colônia o pri- SMCS ram o pedido de uma concessão de terras nomeiro sacerdote polonês, o padre Ladislau Grabowski. Paraná para colonos poloneses. E foram aten-Em 1881, seria substituído por Francisco Xavier Guro- didos. Depois também receberia o apoio nowski, que iniciou o Livro Tombo e terminou a construção novo presidente da província paranaense, Fre-da casa paroquial. Mas foi com o padre Miguel Slupek, derico Abranches.de 1882 a 1885, que os colonos construíram a atual igreja. Saporski dedicou toda a sua vida adulta a Em 15 de julho de 1936, o arcebispo dom Ático Eu- assentar os seus compatriotas em terras pa-zébio da Rocha oficializaria a Paróquia de Santa Ana do ranaenses, ficando conhecido como o “paiAbranches, à qual ficaram anexadas a Igreja São Marcos, da colonização polonesa no Paraná”. Hoje édo Pilarzinho e a capela de Santa Gabriela. Pilarzinho se- lembrado no Abranches por meio do nomeria desmembrado em 25 de abril de 1973, com a criação da escola estadual que fica no limite com opelo arcebispo dom Pedro Fedalto da Paróquia de São Uma das construções mais antigas do bairro, no número 5981 da Taboão, e no busto erigido em frente à Igreja Mateus Leme, abriga desde 1927 o bar e petiscaria Casa Velha. Santa Anna.Marcos.

×