3.   P A R T E<br />s l i d e s   1  -  2 3 3<br /> ~~~~~~~~<br />
Mt 12<br />O  HOMEM  E<br />SUAS  OBRAS<br />
P<br />odemos nos neste caso,<br />com as árvores comparar.<br />                                    *     Uma árvore má,<...
*      Dizer coisas boas sendo mau,<br />                                    *      como é que vocês poderiam?<br />      ...
*         Pois conforme as suas palavras,<br />                      *       é que você será justo declarado;<br />       ...
*    Como é que vocês poderiam,<br />        *    dizer coisas bons, sendo maus?<br />        *    Ora, eu lhes afirmo que...
O  SINAL  DE<br />JONAS    Mt 12<br /> A<br />*         lguns escribas e fariseus desafiaram Jesus,<br />                 ...
                         No dia do juízo,<br />                 *       os habitantes de Ninive vão se levantar,<br />    ...
Obs.:   *    Nisso, alguns escribas e fariseus começaram a desafiá-lo,<br />                  dizendo:<br />              ...
Obs.:   *   Vai andando pelos desertos<br />                                         *   procurando<br />                 ...
 A   O F E N S Í V A   D O   M A L    Mt 12<br />  Q<br />uando um espírito mau saí de uma pessoa,<br />                  ...
 O S   P A R E  N T E S   D E   J E S U S    Mt 12<br /> E<br />ste assunto gerou para diversas crenças,<br />uma grande c...
Obs.:   *   Alguém lhe disse: “Tua mãe e teus irmãos <br />                 estão aí fora<br />                 *   e quer...
 P E R I G O   D A   A V A R E Z A   Lc 12<br /> M<br />*     “       estre, meu irmão a herança comigo dividir não quer”....
Nesta vida desta terra,<br />ninguém vai sobreviver.<br />Somente a nossa alma é eterno,<br />que vai permanecer.<br />   ...
*     Contou-lhes, então esta parábola:<br />                        *      Resumo livre de um trecho deste<br />         ...
O  EMPREGADO<br />FIEL    Lc 12<br />  C<br />omo devemos se constantemente,<br />para a chegada do nosso Senhor preparar?...
*     Quando começou a espancar criados e criadas,<br />                 *     a comer, beber e se embriagar,<br />       ...
Deus também não podemos aguardar,<br />de qualquer jeito.<br />Senão vai ficar conosco,<br />muito insatisfeito.<br />Quem...
ao chegar,<br />                                      o senhor encontrar<br />                                      agindo...
S A B E R   E N T E N D E R   O  <br /> T E M P O    Lc 12<br /> E<br />dizia às multidões:<br />                         ...
Obs.: *   “ Quando vocês vêem uma nuvem se<br />            levantando do poente,<br />            *      E quando vocês s...
 D I S C U R S O   D A S   P A R Á B O L A S<br />O  SEMEADOR<br /> Mt 13<br /> N<br />o mesmo dia, Jesus saiu de casa<br ...
                    *   Nesta ocasião uma das parábolas contou (37),<br />                    *   do semeador que saiu a s...
Outras sementes saíram entre os espinhos;<br />           *    os espinhos que cresceram foram as plantas sufocar.<br />  ...
*    porque olham sem ver<br />                          *    e escutam,<br />                          *    sem ouvir, ne...
Vocês, põem, são felizes,<br />                               *   porque seus olhos vêem<br />                            ...
*     Ensinou-lhes então muitas coisas, falando uma séria de <br />           parábolas (37). <br />                 Numa ...
*    Aproximaram-se então os discípulos e perguntaram-lhe:<br />           *    mas a eles não.       <br />           *  ...
*    Porque o coração deste povo<br />   *    se tornou insensível;<br />   *    taparam os ouvidos, fecharam os olhos,par...
 E X P L I C A Ç Ã O   D A <br /> P A R Á B O L A    Mt 13<br />
 J<br />                *           esus fez em seguida,<br />                *    com esta parábola do semeador uma compa...
*    o grão semeado em terra boa representa,<br />                *    quem ouve a Palavra e vai compreender;<br />       ...
*      O grão que caiu em terreno pedregoso<br />               *     apresenta aquele que, ouvindo a Palavra, <br />     ...
 O   J O I O   E   O   T R I G O    Mt 13<br /> J<br />*       esus contou outra parábola: “O Reino dos Céus é como <br />...
Se vocês foram arrancar o joio,<br />                   *   poderão também o trigo arrancar.<br />                   *   D...
*   e disseram-lhe: ´Senhor a semente que <br />                   semeaste em teu terreno<br />                   *   não...
 A   S E M E N T E   D A   M O S T A R D A    Mt 13<br />*      esus contou outra parábola: “O Reino dos Céus é como <br /...
Obs.: *   Jesus contou mais uma parábola: “O Reino dos<br />                  Céus é como um semente de mostarda          ...
 O   F E R M E N T O   N A   M A S S A    Mt 13<br /> E<br />*           esta parábola Jesus contou-lhes: “O Reino dos Céu...
Obs.:     *     Jesus contou-lhes ainda esta parábola: “O Reino dos <br />                        Céus é como <br />      ...
 E X P L I C A Ç Ã O   D A   P A R Á B O L A   D O   J O I O<br /> Mt 13<br /> O<br />*       s discípulos pediram Jesus,<...
*    O joio é o povo,<br />                          *    que ao Maligno pertence.<br />                          *    O i...
*     O Filho do homem,<br />                            *     seus anjos vai enviar,<br />                               ...
Obs.:  *    Os discípulos se aproximaram, pedindo-lhe:<br />                                   *  “Explica-nos a parábola ...
*    O Filho do homem<br />                                    *    vai enviar seus anjos<br />                           ...
 O   T E S O U R O   E S C O N D I D O    Mt 13<br />*            Reino dos Céus é também,<br />                 *      co...
Obs.:        *      O Reino dos Céus é <br />                 também<br />                 *      como o negociante<br /> ...
 A   P È R O L A   E N C O N T R A D A    Mt 13<br /> O<br />*           Reino dos Céus é como um tesouro <br />          ...
Obs.:      *     O Reino dos Céus é como um <br />                      tesouro<br />                       escondido num ...
 A   R E D E    Mt 13<br /> O<br />*  “     Reino dos Céus é também,<br />                             *    como uma rede ...
*     Igual daquele proprietário,<br />                                  *     que retira de seu tesouro coisas novas<br /...
*        virão os anjos,<br />                 *        para lançá-los na fornalha ardente,	<br />                 *      ...
 Mt 13 - 14<br />V.  INÍCIO  DA<br />IGREJA<br />
 N A Z A R É   I N C R É D U L A    Mt 13 - 14<br /> J<br />*          esus saiu de lá,<br />                            *...
Não são seus irmãos:<br />                            *       Tiago, José, Judas e Simão?<br />                           ...
Eles se prejudicaram,<br />                                 *     porque Jesus muitos milagres lá não fez.<br />          ...
*    Tiago, José, Simão e Judas?<br />                                 *    E suas irmãs, não moram todas<br />           ...
 A   C O N V E R S Â O   É   N E C E S S Á R I A    Lc 13<br />*     omunicaram a Jesus algumas pessoas naquela hora,<br /...
Obs.:    *     Naquela hora, chegaram algumas pessoas e<br />                        comunicaram a Jesus<br />            ...
 C U R A   D E   U M A   M U L H E R   N O   S Á B A D O    Lc 13<br /> C<br />*     om a mentalidade do chefe da sinagoga...
        *   Aí o chefe da sinagoga ficou indignado,<br />            Hipócritas! - respondeu Nosso Senhor: vocês todos, no...
Obs.:  *   Havia lá uma mulher possesso há dezoito anos<br />                              *    de um espírito que a torna...
*  “Hipócritas! – respondeu Nosso Senhor.<br />                 *    Vocês todos, no sábado, não<br />                 *  ...
 A   P O R T A   É   E S T R E I T A    Lc 13<br />             a Jesus por cidades e aldeias,<br />   *      ensinando e ...
Mas ele responderá: ´Não sei de onde vocês são;<br />         *   saiam daqui vocês todos que praticam a iniqüidade!´<br /...
Obs.:  *      ensinando e caminhando em direção a Jerusalém.<br />                   *    “Senhor, são poucos o que se sal...
*      saiam daqui vocês todos que praticam  a<br />                               iniqüidade!´<br />                     ...
 Lc 13<br /> J E S U S<br /> H E R O D E S   A M E A Ç A<br /> N<br />*          aquela hora chegaram,<br />              ...
Obs.:     *       Naquela hora, chegaram<br />                                       *       alguns fariseus dizendo-lhe:<...
 C A S T I G O   D E   J E R U S A L É M    Lc 13<br /> J<br />erusalém, Jerusalém,<br />o que tu fizeste?<br />          ...
*     A casa de vocês ficará completamente <br />        abandonada<br />        *    e eu lhe digo; vocês não mais vão me...
Obs.:*   apedrejas aqueles que Deus envia!<br />                               *   Quantas vezes eu quis reunir meus filho...
 M O R T E   D E   J O Ã O   B A T I S T E    Mt 14<br />*        ssa época Herodes quando era o governador da Galiléia,<b...
                *    Herodiades a mulher de seu irmão Filipe,<br />                *    queria ter um caso com João,<br />...
Isto foi para João fatal,<br />                               *    porque ela a cabeça dele o Herodes ofereceu<br />      ...
*   O motivo foi<br />       *   Herodiades, mulher de seu irmão Filipe.<br />       *   É que João ficava lhe falando:<br...
*   que este lhe prometeu, com juramento, dar-lhe o que <br />       pedisse.<br />            Ela, instigada pela mãe, re...
 P R I M E I R A   M U L T I P L I C A Ç Ã O   D O S   P Ã E S<br /> Mt 14<br />o receber a noticia,<br />                ...
Tomou conta deles,<br />uma grande aflição.<br />                   *    Tinham somente cinco<br />                   pães...
*      Para o céu<br />                   *      os olhos ergueu<br />                   *      e graças a Deus,<br />    ...
Obs.:   *  Jesus saiu de lá num barco,<br />                            *   para um lugar deserto e afastado.<br />       ...
*    Replicaram eles: “Mas só temos aqui cinco pães e<br />              dois peixes...”<br />              *   Jesus orde...
*  ergueu os olhos<br />   *   para o céu<br />   *   e <br />   *   deu graças a Deus.<br />   *   e estes distribuíram p...
 J E S U S   C A M I N H A   S O B R E   O   M A R    Mt 14 <br /> J<br />*       esus mandou os discípulos logo depois en...
*    Os discípulos na barca já eram distanciados da <br /> terra<br /> *    e a barca por fortes ondas ficou muito agitada...
*    E gritavam de pavor:<br />                        ”O que isto? Está vendo ou estamos alucinando?<br />               ...
Então Pedro lhe pediu:<br />                     *  “Senhor, se és tu, manda que eu vá <br />                     sobre as...
Jesus imediatamente estendeu a mão,<br />            *       segurou-o e falou:<br />                   “Homem fraco de fé...
Obs.:        *     Logo depois, Jesus mandou os discípulos entrarem na<br />                      barca<br />             ...
*    Os discípulos, quando o viram caminhando sobre as águas,<br />                 *    ficaram com medo e diziam: “É um ...
iiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii<br />*      segurou-o e disse-lhe:<br />                *      po...
 C U R A S   E M   G E N E S A R É    Mt 14 - 15<br />erminando a travessia,<br />               *    a região de Genesaré...
 C U R A   D O   H I D R Ó P I C O    Lc 14 <br /> N<br /> N<br />*         um sábado, Jesus entrou na casa de um dos chef...
*      Então Jesus curou o homem<br />        *      e depois lhes disse:<br />        *    “Qual de vocês não logo retira...
Obs.:   *   Num sábado, Jesus entrou na casa de um dos <br />                    chefes dos fariseus <br />               ...
 H U M I L D A D E    Lc 14<br /> P<br />ercebendo como os convidados escolheram os primeiros <br />      lugares na mesa,...
E você, cheio de vergonha,<br />      *      terá o último lugar ocupar.<br />             Quando, porém, você for convida...
                             E isso  será honroso para você diante dos convidados,<br />                     *       porqu...
*   porque todo aquele que se eleva<br />     será rebaixado,<br />     *   e o que se rebaixa<br />     *   será elevado”...
 N Ã O   B U S C A R   R E C O M P E N S A    Lc 14  <br />D<br />*      epois, Jesus disse ao homem que não convide: “Os ...
Obs.:   *      Depois, Jesus disse ao homem que o convidara: <br />                    *   “Quando você quiser dar um almo...
  A S   T R A D I Ç Õ E S   D O S                             <br />  F A R I S E U S    Mt 15<br /> J<br />esus os farise...
                                  Este povo me honra só da boca para fora,<br />                         *        mas está...
*     Acusaram Jesus:<br />                *   “Sabes que os fariseus com suas palavras ficaram <br />escandalizados?”<br ...
*    Não sabem,<br />            *    que todo pela boca vai entrar,<br />                  vai para o estômago<br />     ...
Obs.:     Então apresentaram-se a Jesus alguns escribas <br />                   e fariseus vindo de Jerusalém,<br />     ...
*     Isaias quando profetizou a respeito de vocês,<br />                   *     mas seu coração está longe de mim.<br />...
*   Aproximaram-se, então, os discípulos e disseram-lhe:<br />  *  “Sabes que os fariseus ficarem escandalizados com tuas<...
*       Não sabem<br />  *       que tudo o que entra pela boca,<br />  *       e daí para a fossa?<br />  *       Mas o q...
 A   C A N A N É I A    Mt 15<br /> S<br />aíndo dali,    <br />                          *      Jesus para a região de Ti...
*      Os discípulos pediram:<br />                       *    “Manda-a embora, pois atrás de nós<br />                   ...
Respondeu-lhe Ele:<br /> *”Tirar o pão dos filhos para dar aos cachorrinhos não fica bem”.<br />     Tens razão, Senhor – ...
*     Os discípulos chegaram perto dele e pediram:<br />                 *    “Manda-a embora, pois ela vem gritando atrás...
 C U R A S   N O   M O N T E    Mt 15<br />*      erto do mar da Galiléia,<br />                        *    Jesus quando ...
Obs.:    *    De lá, Jesus voltou<br />                                   *    para perto do mar da Galiléia.<br />       ...
 E<br />*          stavam com Ele já três dias sem comer,<br />                                    *       este povo.<br /...
Obs.:    *    Jesus chamou os discípulos<br />                                  *     e lhes disse: “Tenho pena deste povo...
 P A R Á B O L A   D A   O V E L H A   P E R D I D A    Lc 15<br /> A<br />*        proximavam-se de Jesus todos publicano...
*     Convidará os vizinhos e amigos,<br />             *     dizendo eles: “Alegrem-se comigo,<br />                    p...
Obs.:    *     Aproximaram-se de Jesus os publicanos e pecadores <br />                      para ouvi-lo.<br />          ...
 P A R Á B O L A   D A   M O E D A   P E R D I D A    Lc 15<br /> E<br />u então, qual é a mulher que, tendo dez moedas <b...
Obs.:  *  se perder uma,<br />                           *   não acende<br />                           *   a lâmpada<br /...
 P A R Á B O L A   D O   P A I   M I S E R I C O R D I O S O   ( 44 )    Lc 15<br /> U<br />*         m homem tinha dois f...
*       O pai estava superfeliz<br />e contente,<br />         porque seu filho estava morto e reviveu;<br />         tinh...
Certo é,<br />que Deus age do mesmo jeito só por um único pecador.<br />Até ele é muito valoroso,<br />para Nosso Senhor.<...
*     Quantas empregados do meu pai têm pão em abundância,<br />                        e eu aqui estou morrendo de fome!<...
 O S   S I N A I S   D O S   T E M P O S    Mt 16<br />*           lguns fariseus e saduceus aproximaram-se de Jesus,<br /...
Obs.:     *    Alguns fariseus saduceus aproximaram-se de Jesus<br />                 *    e, para prová-lo,<br />        ...
 O   F E R M E N T O   D O S   F A R I S E U S   E   D O S   S A D U C E U S    Mt 16<br /> A<br />o atravessarem para a o...
                   *       Quantos cestos cheios de sobras,<br />                   *       com  elas vocês encheram?<br /...
*    Como é que não percebem,<br />   *    que  eu mão estava de pães falando,<br />quando lhes,<br />do perigo  foi alert...
*     Conhecendo seus pensamentos, disse-lhes Jesus:<br />                          *     Para que ficar falando entre si ...
 P E D R O,   C H E F E   D A   I G R E J A   ( 41 )<br /> Mt 16<br /> C<br />hegando Jesus ao território de Cesaréia de F...
                                E por isso lhe digo: Você é Pedro,<br />                          *     sobre esta pedra v...
Obs:             *       perguntou aos discípulos:<br />                                           *       outros afirmam ...
*    e sobre esta pedra edificarei minha Igreja<br />        *    e os poderes do inferno<br />        *    jamais consegu...
 P R I M E I R O   A N Ú N C I O <br /> D A   P A I X Ã O   ( 42 )    Mt 16<br /> D<br />esde então,<br />                ...
Pedro, chamando-o à parte,<br />                 *   começou com estas palavras <br />                 repreender.<br />  ...
*   Você está sendo uma pedra,<br />                                    no meu caminho pode acreditar,<br />              ...
Obs.:   *   Começou Jesus a declarar abertamente aos<br />                               discípulos<br />                 ...
 C O M O   S E G U I R   J E S U S    Mt 16<br /> D<br />epois Jesus disse a seus discípulos: <br />Mt 16 - 17       *  Aq...
*    O que adianta a gente ganhar o mundo inteiro,<br />       *    se sua vida vai arruinar?<br />       *    O que a gen...
Eu lhes afirmo com toda certeza:<br />                                   *   alguns dos que aqui se encontram não vão <br ...
*       Pois, que adianta a gente ganhar o mundo inteiro<br />                *      e arruinar sua vida?<br />           ...
 P A R Á B O L A   D O   A D M I N I S T R A D O R   D E S O N E S T O    Lc 16<br /> E<br />*        sta parábola de Jesu...
*     Procurou uma solução<br />         *     e um por um dos devedores do patrão ele chamou.<br />         *     Quando ...
*   Façam amigos com o
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Parte 03
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Parte 03

967 visualizações

Publicada em

Religioso

Publicada em: Espiritual, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
967
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
140
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Parte 03

  1. 1. 3. P A R T E<br />s l i d e s 1 - 2 3 3<br /> ~~~~~~~~<br />
  2. 2. Mt 12<br />O HOMEM E<br />SUAS OBRAS<br />
  3. 3. P<br />odemos nos neste caso,<br />com as árvores comparar.<br /> * Uma árvore má,<br /> * não consegue bom fruto dar.<br />Jesus estava a dizer:<br /> * “Filhotes de cobras!<br />Os resultados mostram,<br />a qualidade das suas obras.<br />
  4. 4. * Dizer coisas boas sendo mau,<br /> * como é que vocês poderiam?<br /> * Pois a boca fala daquilo de que o coração está<br /> cheio,<br />porque de outra forma não conseguiram.<br />Como se diz:<br />O que se planta será coletado.<br /> * Ora, Eu lhes afirmo que no dia do juízo, <br /> * terão presta conta sobre cada palavra inútil<br />falado.<br />
  5. 5. * Pois conforme as suas palavras,<br /> * é que você será justo declarado;<br /> * e conforme as suas palavras,<br /> * é que você serão condenado.<br /> =================<br />Obs.: * suponhamos uma árvore má; <br /> * seu fruto será mau. Pois é pelo fruto que se <br /> * reconhece a árvore.<br /> * Filhotes de cobras!<br />
  6. 6. * Como é que vocês poderiam,<br /> * dizer coisas bons, sendo maus?<br /> * Ora, eu lhes afirmo que no dia do juízo<br /> * todos terão prestar contas de cada palavra<br /> inútil que tiveram falado.<br /> * Pois conforme as suas palavras<br /> * que você será declarado justo;<br /> * e conforme as suas palavras<br /> * é que você será condenado.<br />
  7. 7. O SINAL DE<br />JONAS Mt 12<br /> A<br />* lguns escribas e fariseus desafiaram Jesus,<br /> * porque um milagre feito por Ele queriam ver.<br /> Jesus, porém, respondeu-lhes: “Geração má e adúltera!<br /> * Um outro sinal senão do profeta Jonas não vai ter.<br /> * Pois como Jonas no ventre da baleia,<br /> * três dias e noites foi passar.<br /> * Assim o Filho do homem,<br /> * três dias e noites no seio da terra vai ficar.<br />
  8. 8. No dia do juízo,<br /> * os habitantes de Ninive vão se levantar,<br /> acusando esta geração de hoje<br /> * e vão condenar,<br /> porque eles fizeram penitencia ao ouvirem a <br /> pregação de Jonas<br /> * e alguém do que Jonas está maior!<br /> * No dia do juízo, a rainha do sul vai se levantar<br /> para acusar ela<br /> * e alguém do que Salomão aqui está inferior!<br />
  9. 9. Obs.: * Nisso, alguns escribas e fariseus começaram a desafiá-lo,<br /> dizendo:<br /> * “Mestre, queremos ver um milagre feio por ti”.<br /> * Está pedindo um sinal, mas não lhe será dado outro sinal<br /> senão o do profeta Jonas.<br /> * Pois como Jonas esteve três dias e noites no ventre da<br /> baleia,<br /> * Assim o Filho do homem<br /> * passará três dias e noites no seio da terra.<br /> * Os habitantes de Nínive vão se levantar<br /> * e vão condená-la,<br /> * E aqui está alguém maior que Jonas!<br /> * No dia do juízo, a rainha do sul vai se levantar acusando<br /> esta geração de hoje e vai condená-la,<br /> porque veio dum pais distante para ouvir a sabedoria de<br /> Salomão.<br /> E aqui está alguém maior que Jonas!<br /> * E aqui está alguém maior que Salomão! <br />
  10. 10. Obs.: * Vai andando pelos desertos<br /> * procurando<br /> * onde descansar.<br /> * ´Voltarei para a casa de onde saí´.<br /> * Ao chegar, encontra-a vazia, limpa e enfeitada.<br /> * Vai então buscar Mt 12 - 13<br /> * outros sete espíritos piores do que ele,<br /> * que vêem<br /> * morar em sua companhia.<br /> * Afinal, a situação<br /> * daquela pessoa fica pior que antes.<br /> * É isso, que vai acontecer<br /> * com esta geração má. <br />
  11. 11. A O F E N S Í V A D O M A L Mt 12<br /> Q<br />uando um espírito mau saí de uma pessoa,<br /> * pelos desertos vai andar,<br /> * procurando,<br /> * onde vai descansar.<br /> Não encontrando, diz dentro de si:<br /> * “Para a casa de onde saí voltarei”.<br /> * Ao chegar, encontra-a vazia, limpa e enfeitada,<br />pensando: “Aqui eu ficarei”.<br />Mt 12 - 13<br /> * Outros sete espíritos piores do que ele,<br /> * vai então buscar,<br /> * que vão,<br /> * em sua companhia morar.<br /> * Afinal, para aquela pessoa fica pior do que antes,<br /> * a situação.<br /> * É isso que vai acontecer,<br /> * com esta má geração. <br />
  12. 12. O S P A R E N T E S D E J E S U S Mt 12<br /> E<br />ste assunto gerou para diversas crenças,<br />uma grande confusão,<br />porque até hoje nem perceberam,<br />quem realmente é a mãe de Jesus, sua irmã ou irmão?<br /> * “Tua mãe e teus irmãos que ficarem aí fora alguém dizia para<br /> Ele,<br /> * querem contigo falar”.<br /> “Quem é minha mãe,<br /> * e quem são meus irmãos Jesus foi perguntar.<br /> E, apontando para os discípulos, acrescentou:<br /> * “Aqui estão meus irmãos e minha mãe.<br /> * Deixou bem claro: “Pois esse será meu irmão, irmã e mãe,<br /> * que fizer a vontade do meu Pai.<br />Sabes, que Jesus pensa,<br />muito diferente.<br />Não sempre como tu<br />e muita gente.<br />
  13. 13. Obs.: * Alguém lhe disse: “Tua mãe e teus irmãos <br /> estão aí fora<br /> * e querem falar contigo”.<br /> Respondeu Jesus a quem lhe trouxe a<br /> noticia:<br /> * “Quem é minha mãe e quem são meus irmãos?”<br /> * “Aqui estão minha mãe e meus irmãos.<br /> * Pois todo aquele que fizer a vontade do meu Pai<br /> que está nos céus,<br /> * esse será meu irmão, irmã e mãe”.<br />
  14. 14. P E R I G O D A A V A R E Z A Lc 12<br /> M<br />* “ estre, meu irmão a herança comigo dividir não quer”.,<br /> * alguém no meio da multidão abafou.<br /> Amigo – respondeu-lhe Jesus – <br /> * no caso de vocês para ser juiz ou árbitro quem me <br />marcou?”<br /> Em seguida, disse-lhes: “Cuidado! <br /> * Fujam de toda avareza que não é boa.<br /> porque, mesmo que se tenha grande fortuna,<br /> * suas riquezas não são dependente da vida da pessoa”.<br /> * Nesta parábola,<br /> * Jesus para eles esta parábola contou,<br /> * como um homem rico,<br /> * com sua riqueza se preocupou.<br /> Descanso, coma, beba,<br /> * festas e farras quero promover.<br /> Mas Deus lhe disse: ´Estúpido!<br /> * Nesta mesma noite sua vida vais perder!<br />
  15. 15. Nesta vida desta terra,<br />ninguém vai sobreviver.<br />Somente a nossa alma é eterno,<br />que vai permanecer.<br /> * Inteligente é,<br /> * que vai riquezas que levam a salvação juntar.<br />Justamente estas,<br />Deus vai valorizar.<br /> ===================<br />Obs.: * Alguém, do meio da multidão, disse a Jesus:<br /> * “Mestre, diga a meu irmão que reparte comigo a<br /> herança”.<br /> * quem me marcou para ser juiz ou árbitro no caso de<br /> vocês?”<br /> Em seguida, disse-lhes: “Cuidado!<br /> * A vida da pessoa não depende das suas riquezas”.<br />
  16. 16. * Contou-lhes, então esta parábola:<br /> * Resumo livre de um trecho deste<br /> capitulo. <br /> * Nesta mesma noite sua vida vai ser<br /> requisitada!<br /> Para quem vai ficar o que você<br /> juntou?´<br /> * Esta é a sorte <br /> * de quem ajunta tesouros só para si e<br /> não é rico segundo Deus”.<br />
  17. 17. O EMPREGADO<br />FIEL Lc 12<br /> C<br />omo devemos se constantemente,<br />para a chegada do nosso Senhor preparar?<br />Esta parábola Jesus,<br />foi citar.<br /> * Disse então Pedro:“Esta parábola para nós ou para todos estás<br />contando?<br /> * Quem fiel e prudente está administrando? <br /> * Para lhes dar a refeição no tempo devido,<br /> * o senhor porá seus empregados chefiando?<br /> Feliz daquele servo, <br /> * que ao chegar,<br /> * agindo assim,<br /> * quando o senhor vai retornar”.<br /> Eu lhes digo com toda certeza:<br /> * vai dar-lhe sobre todos os seus bens poder.<br /> Mas se aquele empregado pensa, porque faz besteira: “Meu<br /> Patrão vai demorar ”<br />vai se surpreender!<br />
  18. 18. * Quando começou a espancar criados e criadas,<br /> * a comer, beber e se embriagar,<br /> virá o patrão no dia em que menos espera,<br /> * e na hora que não souber vai terrível castigar.<br /> * Recebe o mesmo destino como os infiéis,<br /> * porque o empregado para o patrão nada lhe obedeceu e <br />preparou.<br /> * Mesmo que está a vontade dele conhecendo,<br />nem com isso ele se preocupou.<br /> * Este receberá grandes números de acoites<br /> * e aquele que sem conhecer a vontade do patrão,<br /> fizer o que mereça castigo,<br /> receberá pequeno números de golpes sem perdão.<br /> Aquele a quem muito se deu,<br /> * muito pedido será,<br /> e daquele a quem muito se entregou,<br /> * mais se exigirá.<br />
  19. 19. Deus também não podemos aguardar,<br />de qualquer jeito.<br />Senão vai ficar conosco,<br />muito insatisfeito.<br />Quem ama Ele se prepara,<br />para poder na tal hora atender.<br />Todos que não fazem isto,<br />podem tudo perder.<br /> ===================== <br />Obs.: * Disse então Pedro: “É para nós que contas esta <br /> parábola,<br /> * ou para todos?<br /> * Quem é o administrador fiel e prudente,<br /> que o senhor porá chefiando seus empregados,<br /> * para lhes dar a refeição no tempo devido?<br />
  20. 20. ao chegar,<br /> o senhor encontrar<br /> agindo assim!<br /> Vai dar-lhe poder sobre todos os seus bens.<br /> * e começar a espancar criados e criadas,<br /> * a comer, beber embriagar-se,<br /> * e na hora que não souber; vai dar-lhe um tremendo <br /> castigo<br /> * e lhe dará o destino que se dá aos infiéis.<br /> * O empregado que conhecendo a vontade do patrão,<br /> * nada preparou e não lhe obedeceu,<br /> * receberá grande número de açoites.<br /> * Aquele que, sem conhecer a vontade do patrão,<br /> * muito será pedido, <br /> * mais se exigirá.<br />
  21. 21. S A B E R E N T E N D E R O <br /> T E M P O Lc 12<br /> E<br />dizia às multidões:<br /> * “Quando vocês vêem uma nuvem se levantando no <br />poente,<br /> logo dizem: ´Vem chuva´ e assim acontece,<br /> * e como então não sabem avaliar o tempo<br />presente? (42)<br /> * E quando vocês sentem soprar o vento sul dizem:<br /> * ´Vai fazer calor e tal vai se realizar.<br /> Hipócritas!<br /> * Vocês sabem decifrar o aspecto da terra e do céu<br /> * e como então não sabem o tempo presente <br />avaliar?(42)<br /> ================================<br />
  22. 22. Obs.: * “ Quando vocês vêem uma nuvem se<br /> levantando do poente,<br /> * E quando vocês sentem soprar o<br /> vento sul dizem:<br /> * ´Vai fazer calor e tal acontece<br /> * Vocês sabem decifrar o aspecto da<br /> terra e do céu,<br /> * e como então não sabem avaliar o<br /> tempo presente? (42)<br />
  23. 23. D I S C U R S O D A S P A R Á B O L A S<br />O SEMEADOR<br /> Mt 13<br /> N<br />o mesmo dia, Jesus saiu de casa<br /> * e à beira do lago se sentou.<br /> * Ao redor dele,<br /> * o povo se juntou.<br /> * Eram tanta gente,<br /> * que numa barca entrou.<br /> Aí se sentou,<br /> * enquanto toda aquela multidão na<br /> praia ficou.<br />
  24. 24. * Nesta ocasião uma das parábolas contou (37),<br /> * do semeador que saiu a semear.<br /> E, ao lançar as sementes,<br /> * uma parte foi beira do caminho se espalhar;<br /> Os pássaros vieram<br /> * e comeram este prato feito.<br /> * Outra parte que caiu em terreno pedregoso com<br /> pouca terra murchou<br /> e secaram por não terem raiz para segurar deste<br />jeito.<br />
  25. 25. Outras sementes saíram entre os espinhos;<br /> * os espinhos que cresceram foram as plantas sufocar.<br /> Finalmente outras caíram em terreno boa<br /> * e produziram fruto de qualidade para coletar.<br /> * Colhendo-se ora cem, ora sessenta,<br /> * ora trinta vezes mais.<br />Esta parábola é ótimo,<br /> * ouça quem for capaz!”<br /> * Os discípulos perguntaram Jesus:<br /> “Por que lhes falas em parábolas então?<br /> Jesus respondeu: “Deus manifestou a vocês mistérios <br /> do Reino dos Céus,<br /> * mas a eles não.<br /> A quem já possuí alguma coisa,<br /> * será multiplicado,<br /> mas de quem não tem,<br /> * será até o pouco que tem tirado.<br />
  26. 26. * porque olham sem ver<br /> * e escutam,<br /> * sem ouvir, nem compreender.<br /> Neles se cumpre a profecia de Isaias:<br /> * Será inútil vocês ouvirem – não entenderão;<br /> * Vai ser inútil vocês olharem –<br /> * não verão.<br /> * Porque o coração deste povo,<br /> * se tornou insensível;<br /> * taparam os ouvidos, fecharam os olhos para<br /> não ouvir e ver,<br />é incrível!<br /> * Os corações não entendam<br /> * e vão se converter.<br /> * Assim Eu os cure (38),<br />chegaram saber.<br />
  27. 27. Vocês, põem, são felizes,<br /> * porque seus olhos vêem<br /> * e seus ouvidos,<br /> * ouvem!<br /> Eu lhes afirmo com toda certeza:<br /> * muitas profetas e santos queriam<br /> ver o que vocês podem ver,<br /> * mas não viram<br /> * e queriam ouvir o que vocês estão ouvindo sem<br />poder.<br /> =======================<br />Obs.: * e sentou-se à beira do lago.<br />*O povo começou a se reunir <br /> * ao redor dele,<br /> * formando-se uma multidão tão grande,<br /> * que ele precisou entrar numa barca.<br /> * enquanto todo aquela multidão ficou na praia<br />
  28. 28. * Ensinou-lhes então muitas coisas, falando uma séria de <br /> parábolas (37). <br /> Numa delas, ele disse:<br /> * “Um semeador saiu a semear.<br /> * E , ao lançar as sementes, uma parte caiu à beira do caminho;<br /> * e comeram-na.<br /> * Outra parte caiu em terreno pedregoso, onde não havia muita<br /> terra;<br /> as plantas brotaram logo, porque a terra era pouco profunda<br /> Mas, logo que o sol nasceu, elas murcharam<br /> * Os espinhos cresceram e sufocaram as plantas. <br /> * e produziram fruto,<br /> * colhendo-se ora sem, sessenta,<br /> * ora trinta vezes mais.<br /> * Ouça quem for capaz!”<br />
  29. 29. * Aproximaram-se então os discípulos e perguntaram-lhe:<br /> * mas a eles não. <br /> * será dado mais, e suas posses serão imensas, <br /> * será tirado até o pouco que tem. <br /> * porque olham sem ver<br /> * e escutam<br /> * sem ouvir nem compreender.<br /> * Será inútil vocês ouvirem – não entenderão;<br /> * será inútil vocês olharem –<br /> * não verão.<br />
  30. 30. * Porque o coração deste povo<br /> * se tornou insensível;<br /> * taparam os ouvidos, fecharam os olhos,para que<br /> os olhos não vejam, os ouvidos não ouçam.<br /> * os corações não entendam<br /> * e se convertam<br /> * e assim eu os cure (38).<br /> * porque seus olhos vêem<br /> * e seus ouvidos<br /> * ouvem!<br /> * muitos profetas e muitos santos queriam ver o que<br /> vocês estão vendo,<br /> * mas não viram<br /> * queriam ouvir o que vocês estão ouvindo, mas não <br /> o puderam.<br />
  31. 31. E X P L I C A Ç Ã O D A <br /> P A R Á B O L A Mt 13<br />
  32. 32. J<br /> * esus fez em seguida,<br /> * com esta parábola do semeador uma comparação:<br /> “Quem ouve a Palavra do Reino e não entende,<br /> * é como à beira do caminho semeado grão;<br /> o Maligno vem<br /> * e arranca o que fora semeado no seu coração.<br />Deste modo aquela pessoa,<br />tem futuro não<br /> * O grão que caiu em terreno pedregoso,<br /> * representa aquele que, ouvindo a Palavra, logo com alegria <br /> vai acolher.<br /> Ela, porém, não tem raiz profunda numa pessoa inconstante<br /> e vai se perder.<br /> * O grão que entre os espinhos,<br /> * foi cair,<br /> * as preocupações mudanas<br /> e a ilusão das riquezas sufocam a Palavra que não pode<br />resistir.<br />
  33. 33. * o grão semeado em terra boa representa,<br /> * quem ouve a Palavra e vai compreender;<br /> este produz fruto:<br /> ora cem, ora sessenta, ora trinta por um vai<br />ser”.<br /> ===========================<br />Obs.: * Escutem, então,<br /> * a parábola do semeador.<br /> * é como o grão semeado à beira do caminho;<br /> * e arranca o que fora semeado no seu coração.<br />
  34. 34. * O grão que caiu em terreno pedregoso<br /> * apresenta aquele que, ouvindo a Palavra, <br /> logo a acolhe com alegria.<br /> * O grão que caiu<br /> * entre os espinhos significa aquele que<br /> ouve a Palavra,<br /> * Mas as preocupações mudanas<br /> * O grão semeado em terra boa representa<br /> * quem ouve a Palavra e a compreende;<br />
  35. 35. O J O I O E O T R I G O Mt 13<br /> J<br />* esus contou outra parábola: “O Reino dos Céus é como <br /> um homem,<br /> * que boa semente em seu terreno semeou.<br /> Na hora em que todos dormiram, veio o seu inimigo,<br /> * semeou o joio no meio do trigo e se mandou.<br /> Quando o joio no meio do trigo cresceu e deu espigas,<br /> apareceu também o joio que os empregados estranharam.<br /> * Para falar com o patrão os empregados,<br /> * ele procuraram.<br /> * Disseram-lhe: ´Senhor, a semente que semeaste em teu <br /> terreno,<br /> * não foi de boa qualidade?<br /> Donde vem então o joio?´<br />Estranharam esta anormalidade;<br /> Respondeu-lhes o patrão:<br /> * ´Foi algum inimigo que fez isto!´<br /> aí os empregados perguntaram: ´Queres que arranquemos o<br /> joio?´<br /> * O patrão respondeu: ´Não quero isso!´<br />
  36. 36. Se vocês foram arrancar o joio,<br /> * poderão também o trigo arrancar.<br /> * Deixem que os dois crescem juntos,<br /> * até que vão coletar.<br /> Então direi aos ceifadores: “Arranquem primeiro o joio,<br /> e a juntem-no em feixes para serem jogados ao fogo para <br />eliminar,<br /> * e recolhem depois o trigo,<br /> * para que no meu celeiro vão colocar”.<br /> =======================<br />Obs.: * Jesus contou outra parábola: “O Reino dos Céus é como<br /> um homem<br /> * que semeou boa semente em seu terreno.<br /> * semeou o joio no meio do trigo e foi-se embora.<br /> * Os empregados<br /> * procuraram o patrão<br />
  37. 37. * e disseram-lhe: ´Senhor a semente que <br /> semeaste em teu terreno<br /> * não foi de boa qualidade?<br /> * ´Foi algum inimigo que fez isto!´<br /> * O patrão respondeu: ´Não! <br /> * poderão arrancar também o trigo.<br /> * Deixem que os dois crescem juntos<br /> * até a colheita.<br /> * e recolhem depois o trigo<br /> * no meu celeiro”.<br />
  38. 38. A S E M E N T E D A M O S T A R D A Mt 13<br />* esus contou outra parábola: “O Reino dos Céus é como <br /> um semente de mostarda,<br /> * que alguém pega para poder em seu terreno semear.<br /> É a maior de todas as sementes, mas quando cresce,<br /> * a maior de todas as verduras vai se tornar<br /> * e uma verdadeira árvore,<br /> * chega a ser,<br /> * em cujos ramos as aves do céu,<br /> * ninhos vêm fazer”.<br /> * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *<br /> J<br />
  39. 39. Obs.: * Jesus contou mais uma parábola: “O Reino dos<br /> Céus é como um semente de mostarda <br /> * que alguém pega e semeia em seu terreno.<br /> * torna-se a maior de todos as verduras,<br /> * e chega a ser<br /> * uma verdadeira árvore,<br /> * em cujos ramos as aves do céu<br /> * vêm fazer ninhos”. <br />
  40. 40. O F E R M E N T O N A M A S S A Mt 13<br /> E<br />* esta parábola Jesus contou-lhes: “O Reino dos Céus é como <br /> o fermento,<br /> * que a mulher pega para que vai em três medidas a farinha<br />misturar,<br /> * até que tudo fermentado,<br /> * vai ficar.<br /> * Tudo isso Jesus falou às multidões por meio de parábolas,<br /> * para que o que fora predito pelo profeta vai se cumprir:<br /> * Usarei parábolas,<br /> * para me a eles me dirigir.<br /> * E o que estava oculto,<br /> * vou anunciar,<br /> * desde que,<br /> * o mundo foi criar (39).<br />
  41. 41. Obs.: * Jesus contou-lhes ainda esta parábola: “O Reino dos <br /> Céus é como <br /> o fermento<br /> * que a mulher pega e mistura em três partes de farinha,<br /> * até que tudo<br /> * fique fermentado<br />.<br /> * Tudo isso Jesus falou às multidões por meio de<br /> parábolas, <br /> e nada dizia sem usar parábolas,<br /> * para que se cumprisse o que fora predito pelo profeta:<br />* Ao dirigir-me a eles<br /> * usarei parábolas.<br /> * e anunciarei<br /> * o que estava oculto<br /> * desde a<br /> * criação do mundo (39).<br />
  42. 42. E X P L I C A Ç Ã O D A P A R Á B O L A D O J O I O<br /> Mt 13<br /> O<br />* s discípulos pediram Jesus,<br /> * da parábola de joio uma explicação.<br /> * “Aquele que semeia a boa semente é o Filho do homem,<br /> * respondeu-lhes para que eles compreenderão.<br /> * O terreno,<br /> * é o mundo;<br /> * a boa semente é o povo,<br /> que aceita o Reino mesmo até no último secundo.<br /> * O joio é o povo,<br /> * que ao Maligno pertence.<br /> * O inimigo, que semeou o joio é o próprio diabo,<br />que pensa ainda que ele vence.<br /> A colheita é o fim do mundo;<br /> * os anjos são os ceifadores.<br /> * Como se ajunta o joio para ser queimado no fogo,<br /> assim será no fim do mundo com os malfeitores.<br />
  43. 43. * O joio é o povo,<br /> * que ao Maligno pertence.<br /> * O inimigo, que semeou o joio é o <br /> próprio diabo,<br />que pensa ainda que ele vence.<br /> A colheita é o fim do mundo;<br /> * os anjos são os ceifadores.<br /> * Como se ajunta o joio para ser <br /> queimado no fogo,<br /> assim será no fim do mundo com<br />os malfeitores.<br />
  44. 44. * O Filho do homem,<br /> * seus anjos vai enviar,<br /> para retirarem do seu Reino todos os <br /> escândalos<br /> * e os que gostam o mal praticar.<br /> * Onde haverão de chorar rangendo os dentes,<br /> * na fornalha ardente vão lançar.<br /> * Então os justos,<br /> * como o sol no Reino de seu Pai vão brilhar.<br />Esta contagem desta parábola,<br /> * ouça quem for capaz!<br />Quem diria,<br />o que com o tesouro uma pessoa faz?<br />
  45. 45. Obs.: * Os discípulos se aproximaram, pedindo-lhe:<br /> * “Explica-nos a parábola do joio”.<br /> * Respondeu-lhes então:<br /> * Aquele que semeia a boa semente é o Filho do <br /> homem.<br /> * O terreno<br /> * é o mundo.<br /> * A boa semente é o povo<br /> que aceita o Reio. <br /> * O joio é o povo<br /> * que pertence ao maligno.<br /> * O inimigo, que semeou o joio, é o próprio diabo.<br /> * Os ceifadores são os anjos.<br /> * Como se ajunta o joio, para ser queimado no <br /> fogo,<br />
  46. 46. * O Filho do homem<br /> * vai enviar seus anjos<br /> * e os que praticam o mal;<br /> * vão lançá-los na fornalha<br /> ardente,<br /> * onde haverão de chorar<br /> rangendo os dentes.<br /> * Então os justos<br /> * brilharão como o sol no Reino<br /> de seu Pai.<br />* Ouça quem for capaz!<br />
  47. 47. O T E S O U R O E S C O N D I D O Mt 13<br />* Reino dos Céus é também,<br /> * como o negociante,<br /> * que anda a procura de pérolas <br /> preciosas,<br />porque é importante.<br /> * Quando consegue,<br /> * um de grande valor encontrar,<br /> vai e vende tudo o que possui<br /> * e vai a pérola comprar.<br /> ===============<br /> O<br />
  48. 48. Obs.: * O Reino dos Céus é <br /> também<br /> * como o negociante<br /> * que anda à procura de<br /> pérolas preciosas.<br /> * Ao encontrar<br /> * uma de grande valor,<br /> * e compra a pérola.<br />
  49. 49. A P È R O L A E N C O N T R A D A Mt 13<br /> O<br />* Reino dos Céus é como um tesouro <br /> escondido num terreno<br /> * e a pessoa que vai encontrar,<br />o que não faria, <br /> * para poder este terreno comprar?<br /> * Esconde- o de novo,<br /> * fica tão alegre que vai para vender,<br /> tudo o que possuí,<br />só para não perder.<br /> * * * * * * * * * * * * * *<br />
  50. 50. Obs.: * O Reino dos Céus é como um <br /> tesouro<br /> escondido num terreno.<br /> * a pessoa que o encontra,<br /> * esconde-o de novo.<br /> * Fica tão alegre que vai, vende<br /> * para poder comprar o terreno.<br />
  51. 51. A R E D E Mt 13<br /> O<br />* “ Reino dos Céus é também,<br /> * como uma rede lançada ao mar,<br /> que recolhe peixe de toda espécie,<br /> * quando ficar cheia os pescadores vão arrastar.<br /> * Os peixes bons,<br /> * nas cestas vão juntar.<br /> * Os maus fora,<br /> * vão jogar.<br /> Assim será no fim do mundo;<br /> * os anjos virão,<br /> para separem os maus do meio dos justos,<br /> * na fornalha ardente lançarão,<br /> * onde eles vão chorar rangendo os dentes”<br /> * e vocês tudo isso vão compreender?“<br /> * Sim, responderam e Jesus prosseguiu: “Por isso <br /> todo escriba,<br /> que se torna discípulo do Reino dos Céus vai ser?<br />
  52. 52. * Igual daquele proprietário,<br /> * que retira de seu tesouro coisas novas<br /> * e também,<br /> * as velhas”.<br /> =================<br />Obs.: * O Reino dos Céus é também<br /> * como uma rede lançada no mar,<br /> * quando fica cheia, os pescadores <br /> arrastam-na para a praia,<br /> * sentam-se e juntam os peixes bons<br /> * nas cestas,<br /> * e jogam fora<br /> * os maus.<br />
  53. 53. * virão os anjos,<br /> * para lançá-los na fornalha ardente, <br /> * onde eles cão chorar rangendo os dentes”.<br /> * “Vocês compreenderam tudo isso?”<br /> * “Sim!, responderam: E Jesus prosseguiu: “Por <br /> isso, todo escriba<br /> * é como o proprietário<br /> * que retira de seu tesouro coisas novas<br /> * e<br /> * velhas”.<br />
  54. 54. Mt 13 - 14<br />V. INÍCIO DA<br />IGREJA<br />
  55. 55. N A Z A R É I N C R É D U L A Mt 13 - 14<br /> J<br />* esus saiu de lá,<br /> * quando acabou essas parábolas de contar.<br /> Chegado à sua terra, ele ensinou ao povo na <br /> sinagoga<br /> * e muitos admiradores foram perguntar:<br /> “Como conseguiu ele tanta sabedoria<br /> * e esta força para milagres à fazer?<br /> * Não é Ele o filho do carpinteiro e de Maria?<br />Vai nos dizer.<br />
  56. 56. Não são seus irmãos:<br /> * Tiago, José, Judas e Simão?<br /> * E suas irmãs moram todas,<br /> * aqui no nosso meio não?<br /> Como conseguiu tudo isso?<br /> * Incrédulos diante dele tinham <br /> ficado<br /> * e os profetas só em sua terra<br /> * e em sua família é desprezado”.<br />
  57. 57. Eles se prejudicaram,<br /> * porque Jesus muitos milagres lá não fez.<br /> * Eles não tinham fé,<br />por isso deixou para eles faltar esta vez.<br /> =====================<br />Obs.: * Quando Jesus acabou de contar essas parábolas,<br /> * saiu de lá.<br /> * de modo que muitos ficavam admirados, <br /> perguntando:<br /> * e esta força para fazer milagres?<br /> * Não é ele o filho do carpinteiro? Sua mãe não é <br /> aquela <br /> chamada Maria? <br />
  58. 58. * Tiago, José, Simão e Judas?<br /> * E suas irmãs, não moram todas<br /> * aqui no nosso meio?<br /> * Ficaram incrédulos diante dele.<br /> Jesus, porém, lhes disse:<br /> * “Um profeta só é desprezado<br /> * em sua terra e em sua família”.<br /> * E não fez muitos milagres lá,<br /> * porque eles não tinham fé.<br />
  59. 59. A C O N V E R S Â O É N E C E S S Á R I A Lc 13<br />* omunicaram a Jesus algumas pessoas naquela hora,<br /> * o que havia diversos galiléus acontecido.<br /> * Cujo sangue Pilatos mistura,<br /> * com o dos sacrifícios que tinham oferecido.<br /> * Em resposta disse-lhes Jesus: “Vocês julgam,<br /> * que estes galiléus eram mais do que os outros pecadores.<br /> * Eu lhes digo que não,<br />são os piores.<br /> Vocês pensam que aquele dezoito homens,<br /> * sobre quais caiu a torre de Siloé e matou,<br /> que eles tinham maiores pecados do que todos os outros <br /> habitantes em Jerusalém? <br />Mas Jesus falou:<br /> * “Eu lhes digo,<br /> * que não;<br /> mas se vocês não se converterem,<br /> * do mesmo modo todos perecerão”.<br /> C<br />
  60. 60. Obs.: * Naquela hora, chegaram algumas pessoas e<br /> comunicaram a Jesus<br /> * o que havia acontecido a diversos galileus.<br /> * cujo sangue Pilatos misturava<br /> * com o dos sacrifícios que ofereciam.<br /> * “Vocês julgam que estes galileus, por terem <br /> padecido tal suplício,<br /> eram mais pecadores do que todos os outros galileus?<br /> * Eu lhes digo<br /> * que não; <br /> mas se vocês não se convertem, todos perecerão do<br /> mesmo modo. <br /> * Ou aquele dezoito homens,<br /> * sobre os quais caiu a torre de Siloé e os matou.<br /> * Eu lhes digo<br /> * que não;<br /> * todos perecerão do mesmo modo”.<br />
  61. 61. C U R A D E U M A M U L H E R N O S Á B A D O Lc 13<br /> C<br />* om a mentalidade do chefe da sinagoga que ficou indignado,<br /> * nunca poderia Jesus num sábado curar.<br />Só Ele fiz exatamente isto,<br />sem se com ele preocupar.<br /> * Para uma mulher enferma que andava curvada,<br /> * porque era de um espírito possesso,<br /> * que não podia de modo algum levantar a cabeça,<br /> impôs-lhe as mãos e logo ela endireitou-se<br />Esta cura também era um sucesso!<br />
  62. 62. * Aí o chefe da sinagoga ficou indignado,<br /> Hipócritas! - respondeu Nosso Senhor: vocês todos, no sábado <br /> para beber na cachoeira levam e soltam o boi?<br /> * Também o jumento,<br />ou não foi?<br />Para eles neste dia este bem podía nem fazer!<br /> * Por isso seus adversários daí com vergonha na cara deixava,<br /> * enquanto a multidão inteira com as maravilhas,<br /> * por Ele realizadas se alegrava.<br />
  63. 63. Obs.: * Havia lá uma mulher possesso há dezoito anos<br /> * de um espírito que a tornava enferma: andava <br /> curvada<br /> * e não podia de modo algum <br /> * Vendo-a, Jesus chamou-a e disse-lhe: “Mulher, você<br /> está livre da doença”. Impôs lhe as mãos e no <br /> mesmo<br /> instante ela se endireitou e começou a dar glória a<br /> Deus. <br /> * Mas o chefe da sinagoga, indignado<br /> * porque Jesus tinha curado no Sábado, tomou a<br /> palavra <br /> e disse à multidão:<br /> “Há seis dias para se trabalhar; venham, pois, nesses<br /> dias,<br /> para serem curados, e não no sábado”.<br />
  64. 64. * “Hipócritas! – respondeu Nosso Senhor.<br /> * Vocês todos, no sábado, não<br /> * soltam da cachoeira o boi<br /> * ou o jumento para levá-los a beber?<br /> * Enquanto dizia isto, todos os seus<br /> adversários ficaram envergonhados,<br /> * enquanto a multidão inteira se alegrava<br /> com as maravilhas por ele realizadas.<br />
  65. 65. A P O R T A É E S T R E I T A Lc 13<br /> a Jesus por cidades e aldeias,<br /> * ensinando e caminhando a Jerusalém nesta direção.<br /> Perguntou-lhe alguém:<br /> * “Senhor, os que se salvam poucos são?”<br /> * E Ele respondeu:<br /> * “Esforçam-se, por pela porta estreita entrar,<br /> * porque – eu lhes digo – muitos procurarão isto,<br /> * mas não conseguem passar.<br /> Depois que o dono da casa se tiver levantado para fechar a porta,<br /> * e vocês, lá fora, começaram a bater,<br /> suplicando: ´Senhor, abre-nos a porta´,<br /> * ´Não sei de onde vocês são´, vai responder.<br /> Então vocês vão dizer: ´Nós comemos e bebemos junto contigo,<br /> * em nossas praças foste ensinar...´<br />Eí, cara, é brincadeira,<br />deixa-nos entrar!<br /> I<br />
  66. 66. Mas ele responderá: ´Não sei de onde vocês são;<br /> * saiam daqui vocês todos que praticam a iniqüidade!´<br />Isto são atos,<br />de gente couvade!<br /> Então vocês vão chorar, rangendo os dentes,<br /> * ao verem Abraão, Isaac, Jacó, todos profetas no Reino <br /> de Deus nesta hora<br /> e vocês,<br /> * tocados para fora.<br /> * Do Oriente e do Ocidente,<br /> * pessoas do Norte e do Sul virão,<br /> * para tomarem parte no banquete do Reino de Deus,<br />onde participarão.<br /> * E há últimos,<br /> * que os primeiros serão<br /> * e primeiros,<br /> * os últimos se tornarão”.<br />
  67. 67. Obs.: * ensinando e caminhando em direção a Jerusalém.<br /> * “Senhor, são poucos o que se salvam?”<br /> * E ele respondeu:<br /> * “Esforçam-se por entrar pela porta estreita,<br /> * porque – eu lhes digo – muitos procurarão entrar<br /> * e não vão conseguir.<br /> * E vocês, lá fora, começarem a bater,<br /> * ele responderá: ´Não sei de onde vocês são´.<br />
  68. 68. * saiam daqui vocês todos que praticam a<br /> iniqüidade!´<br /> * tocados para fora.<br /> * E virão pessoas do Oriente e do Ocidente, <br /> * do Norte e do Sul,<br /> * para tomarem parte do banquete do Reino<br /> de Deus.<br /> * E há últimos<br /> * que serão os primeiros,<br /> * e primeiros<br /> * que serão os últimos”.<br />
  69. 69. Lc 13<br /> J E S U S<br /> H E R O D E S A M E A Ç A<br /> N<br />* aquela hora chegaram,<br /> * alguns fariseus a falar:<br /> “Sai e vai embora daqui,<br /> * porque Herodes quer te matar”.<br /> Respondeu-lhes: “Vão dizer aquela raposa:<br /> * Hoje e amanhã estou curas realizando.<br /> Eu expulso demônios<br /> * e no terceiro dia chego terminando.<br /> * Devo continuar meu caminho hoje, amanhã <br /> * e no dia seguinte porém,<br /> * porque um profeta morra fora de Jerusalém,<br /> * não convêm.<br />
  70. 70. Obs.: * Naquela hora, chegaram<br /> * alguns fariseus dizendo-lhe:<br /> * porque Herodes quer te matar”.<br /> * Eu expulso demônios<br /> * e realiza curas hoje e amanhã<br /> * e no terceiro dia vou terminar.<br /> * Devo, porém, continuar meu <br /> caminho<br /> * Hoje, amanhã e no dia seguinte,<br /> * porque não convêm<br /> * que um profeta morra fora de <br /> Jerusalém.<br />
  71. 71. C A S T I G O D E J E R U S A L É M Lc 13<br /> J<br />erusalém, Jerusalém,<br />o que tu fizeste?<br /> * Apedrejas e matas aqueles que Deus envia!<br /> * Quantas vezes eu quis reunir teus filhos e não o <br /> quiseste!<br /> * Juntar eles como a galinha a ninhada,<br /> * debaixo das asas vai recolher.<br />Não perceberam,<br />que castigo contra esta cidade vai haver.<br />
  72. 72. * A casa de vocês ficará completamente <br /> abandonada<br /> * e eu lhe digo; vocês não mais vão me<br />ver, <br /> * até que digam:”Bendito o que vem em<br /> nome do Senhor!” (43)<br />Tudo isto Ele foi para eles predizer.<br /> Lc 13 - 14<br />
  73. 73. Obs.:* apedrejas aqueles que Deus envia!<br /> * Quantas vezes eu quis reunir meus filhos,<br /> * como a galinha recolhe a ninhada<br /> * debaixo das asas... e não o quiseste!<br /> * A casa de vocês fiará completamente abandonada.<br /> * Eu lhes digo: vocês não vão me ver<br /> * mais, até que digam: Bendito o que vem em nome<br /> do Senhor!” (43) <br />Lc 13 - 14<br />
  74. 74. M O R T E D E J O Ã O B A T I S T E Mt 14<br />* ssa época Herodes quando era o governador da Galiléia,<br /> * acabou noticias sobre Jesus ter.<br /> * Disse aos seus oficiais;<br /> * “Ele e João Batista que voltou a viver;<br /> * é por isso que essas forças milagrosas ,<br /> * nele operam.”<br />Isto incomodou Herodes,<br />por causa das problemas que lhe deram.<br /> E<br />
  75. 75. * Herodiades a mulher de seu irmão Filipe,<br /> * queria ter um caso com João,<br /> * que se negou e justificou-se:<br /> * “Para viver com essa mulher não tenho permissão”.<br /> * De fato, fora o próprio Herodes mandara ele prender, <br /> acorrentar<br /> * e lançá-lo na cadeia para poder João eliminar. <br /> * Mas ele tinha medo do povo que como considerava <br /> como um profeta<br /> * e a filha de Herodiades no aniversário dele diante de<br /> todos foi dançar.<br />
  76. 76. Isto foi para João fatal,<br /> * porque ela a cabeça dele o Herodes ofereceu<br /> * e ao juramento para a filha,<br /> * infelizmente cedeu.<br /> Depois, vieram os discípulos de João,<br /> * para poderem seu corpo sepultar<br /> * e foram,<br /> * tudo para Jesus contar. <br /> ============== <br />Obs.: * Por essa época, Herodes, governador da Galiléia,<br /> * ouviu noticias sobre Jesus<br /> * e disse aos seus oficiais:<br /> * “Ele é João Batista, que voltou a viver;<br /> * é por isso que essas forças milagrosas<br /> * operam nele”.<br />
  77. 77. * O motivo foi<br /> * Herodiades, mulher de seu irmão Filipe.<br /> * É que João ficava lhe falando:<br /> * “Não lhe é permitido viver com essa mulher”.<br /> * De fato, fora o próprio Herodes quem mandara<br /> prender João, acorrentá-lo<br /> * e lançá-lo na cadeia. Herodes queria eliminar<br /> João,<br /> * mas tinha medo do povo que o considerava<br /> como um profeta.<br /> * Mas no aniversário de Herodes, a filha de <br /> Herodiades dançou diante de todos<br />
  78. 78. * que este lhe prometeu, com juramento, dar-lhe o que <br /> pedisse.<br /> Ela, instigada pela mãe, respondeu: “Dê-me, agora mesmo,<br /> numa bandeja, a cabeça de João Batista”.<br /> * O rei ficou triste; mas por causa do juramento feito diante <br /> dos convidados,<br /> ordenou que lha dessem. “Mandou cortar a cabeça de João,<br /> na cadeia. A cabeça foi trazido numa bandeja e dado a moça.<br /> * pegaram seu corpo e lhe deram sepultura. <br /> * E foram<br /> * contar tudo a Jesus.<br />
  79. 79. P R I M E I R A M U L T I P L I C A Ç Ã O D O S P Ã E S<br /> Mt 14<br />o receber a noticia,<br /> * Jesus quando saiu de lá num barco para um lugar deserto <br /> se afastou.<br /> * O povo que ficou sabendo saindo das cidades para seguir<br /> por terra.<br /> * Ao descer da barca da grande multidão que viu os doentes<br />curou.<br /> * Os discípulos pediram Ele que mandasse o povo embora,<br /> * para que possam ir às aldeias comida comprar.<br /> Jesus-lhes respondeu: “Não precisam ir, <br /> * vocês é que devem comida lhes dar”.<br /> A<br />
  80. 80. Tomou conta deles,<br />uma grande aflição.<br /> * Tinham somente cinco<br /> pães e dois peixes,<br />mas Jesus já tinha uma solução.<br /> * “Ordenou: “Tragam-nos aqui<br /> * e o povo na grama se sentar mandou.<br /> * Os cinco pães <br /> * e dois peixes depois tomou.<br />
  81. 81. * Para o céu<br /> * os olhos ergueu<br /> * e graças a Deus,<br /> * aindadeu.<br /> Partiu os pães, <br /> * deu-os aos discípulos que <br /> distribuíram estes para a multidão.<br /> * Comeu até ficou satisfeito,<br /> * cada cidadão.<br /> * O que sobrou,<br /> * depoisrecolheram.<br /> * Com os pedaços doze cestos,<br /> * ainda encheram.<br /> * O número das pessoas que puderam <br /> comer,<br /> * de uns cinco mil homens alcançou,<br /> * sem contar mulheres e crianças,<br />que Jesus também beneficiou.<br />
  82. 82. Obs.: * Jesus saiu de lá num barco,<br /> * para um lugar deserto e afastado.<br /> * O povo ficou sabendo e saindo das cidades, o seguiu<br /> por terra.<br /> Ao descer da barca, viu a grande multidão e teve pena<br /> e curou<br /> os doentes.<br /> * Ao cair da tarde, os discípulos se aproximando,<br /> dizendo: “Este <br /> lugar é deserto e já é tarde. Manda o povo embora,<br /> * para possam ir às aldeias comprar comida”.<br /> * Vocês é que devem dar lhes de comer”. <br />
  83. 83. * Replicaram eles: “Mas só temos aqui cinco pães e<br /> dois peixes...”<br /> * Jesus ordenou: “Tragam-nos aqui”.<br /> * Mandou que o povo se sentasse na grama.<br /> * Depois, tomou os cinco pães <br /> * e os dois peixes,<br />
  84. 84. * ergueu os olhos<br /> * para o céu<br /> * e <br /> * deu graças a Deus.<br /> * e estes distribuíram para a multidão.<br /> * Todos comeram, até ficarem satisfeitos.<br /> * Recolheram <br /> * o que sobrou<br /> * e ainda encheram<br /> * com os pedaços doze cestos. <br /> * O número das pessoas que comeram<br /> * era de uns cinco mil homens,<br /> * sem contar mulheres e crianças.<br />
  85. 85. J E S U S C A M I N H A S O B R E O M A R Mt 14 <br /> J<br />* esus mandou os discípulos logo depois entrar na barca<br /> * e irem na frente para a outra margem.<br />Ele sabia perfeitamente,<br />que faltou eles a coragem.<br /> Tendo a despedido a multidão subiu ao monte para <br /> rezar na solidão, <br />como costumava a fazer.<br /> * Estava ali sozinho,<br /> * ao anoitecer.<br /> J<br />
  86. 86. * Os discípulos na barca já eram distanciados da <br /> terra<br /> * e a barca por fortes ondas ficou muito agitada.<br /> * Pois o vento era contrário<br /> * e o pânico começou lá pelas três horas da <br /> madrugada.<br />Levaram de repente um justo da nada,<br />porque?<br />O que tinham visto deixaria muita gente,<br />os cabelos em pé.<br />
  87. 87. * E gritavam de pavor:<br /> ”O que isto? Está vendo ou estamos alucinando?<br /> * “É um fantasma,<br /> * está sobre as águas caminhando!”<br /> * Mas Jesus lhes disse logo: “Sou eu, não tenham <br /> medo,<br /> * tenham confiança!”<br />Esqueceram até,<br />que nunca deveria morrer a esperança!<br />
  88. 88. Então Pedro lhe pediu:<br /> * “Senhor, se és tu, manda que eu vá <br /> sobre as águas até junto de ti!”<br /> * “Venha!” respondeu Jesus<br /> * e Pedro caminhou sobre as águas <br /> ao um encontro de<br />Jesusaí.<br /> * O vento que sentiu era tão forte,<br /> * e por ter medo começou afundar.<br /> * “Senhor, salve-me!”<br /> * Ouvia-se ele gritar.<br />
  89. 89. Jesus imediatamente estendeu a mão,<br /> * segurou-o e falou:<br /> “Homem fraco de fé,<br /> * porque você duvidou?<br /> Assim que subiram na barca, o vento se<br /> acalmou.<br /> * Então os que estavam na barca falaram:<br /> “Efetivamente, tu és o Filho de Deus!”<br /> * Diante de Jesus então se prostraram.<br />
  90. 90. Obs.: * Logo depois, Jesus mandou os discípulos entrarem na<br /> barca<br /> * e irem na frente para a outra margem.<br /> * Enquanto isso, ele ia despedindo a multidão. Tendo-a <br /> despedindo,<br /> * Ao anoitecer,<br /> * estava ali, sozinho.<br /> * Entretanto, a barca dos discípulos, que já estava<br /> a uma distância bem grande da terra,<br /> * era agitada por fortes ondas, <br /> * pois o vento era contrário. <br /> * Lá pelas três horas da madrugada, Jesus foi ao<br /> encontro dos discípulos, caminhando sobre as águas.<br />
  91. 91. * Os discípulos, quando o viram caminhando sobre as águas,<br /> * ficaram com medo e diziam: “É um fantasma!”<br /> * E gritavam de pavor.<br /> * Mas Jesus lhes disse logo: “Tenham confiança, sou eu.<br /> Não tenham medo!”<br /> * “Senhor, se és tu, manda que eu vá sobre as águas até junto <br /> de ti!” <br /> * Venha! respondeu Jesus.<br /> * Pedro saltou da barca e, caminhando sobre as águas, foi ao<br /> encontro de Jesus.<br /> * Mas sentiu a força do vento,<br /> * ficou com medo, começou afundar<br /> * e gritou:<br /> * “Senhor, salve-me!”<br />
  92. 92. iiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii<br />* segurou-o e disse-lhe:<br /> * por que você duvidou?”<br /> * Assim que subiram na barca,<br /> o vento se acalmou. <br /> * Então os que estavam na<br /> barca<br /> * se prostraram diante de Jesus,<br /> dizendo:<br /> * “Efetivamente, tu és o Filho de<br /> Deus!”<br />
  93. 93. C U R A S E M G E N E S A R É Mt 14 - 15<br />erminando a travessia,<br /> * a região de Genesaré chegaram.<br /> As pessoas do lugar o reconheceram<br /> * e a noticia por todo lado espalharam.<br /> Trouxeram-lhe todos os doentes<br /> * e lhe pediam que pelo menos os deixassem <br /> na ponta da sua roupa tocar.<br /> E todos que a tocavam,<br /> * Ele chegou a curar.<br /> ========================<br />Obs.: * chegaram a região de Genesaré.<br /> * e espalharam a noticia por todo lado.<br /> * e lhe pediam que pelo menos os deixassem<br /> tocar na ponta da sua roupa.<br /> * ficaram curados.<br />T<br />
  94. 94. C U R A D O H I D R Ó P I C O Lc 14 <br /> N<br /> N<br />* um sábado, Jesus entrou na casa de um dos chefes dos<br /> fariseus,<br /> * para tomar a refeição.<br /> * Puseram-se,<br /> * a uma observação.<br /> Dirigindo-se aos juristas e fariseus,perguntou Jesus:<br /> * “É permitido ou não no sábado a curar?”<br /> * Mas em vez de responder,<br /> * preferiam se calar.<br />
  95. 95. * Então Jesus curou o homem<br /> * e depois lhes disse:<br /> * “Qual de vocês não logo retiraria mesmo <br /> num sábado um jumento ou boi seu, <br /> * que por acaso num poço caísse?”<br />Eles então começaram,<br />seus erros perceber.<br /> Diante disso,<br /> * nada puderam lhe responder.<br />
  96. 96. Obs.: * Num sábado, Jesus entrou na casa de um dos <br /> chefes dos fariseus <br /> * para tomar a refeição,<br /> * e puseram-se<br /> * a observá-lo.<br /> * “É permitido ou não curar no sábado?”<br /> * Mas eles <br /> * ficaram calados.<br /> * Então Jesus tomou o homem pela mão, curou-o e <br /> despediu-o.<br /> * Depois lhes disse: “Qual de vocês não retiraria logo,<br /> * mesmo sendo sábado, um jumento ou um boi seu<br /> * que por acaso caísse num poço?”<br />
  97. 97. H U M I L D A D E Lc 14<br /> P<br />ercebendo como os convidados escolheram os primeiros <br /> lugares na mesa,<br /> * foi para eles esta parábola contar:<br /> “Quando você é convidado por alguém para uma festa de casamento,<br /> * não procure no primeiro lugar da mesa se sentar.<br /> * Pode ser que também tenha sido convidado por ele alguém mais importante<br /> * e aquele que convido e o outro vai lhe dizer quando acaba chegar:<br /> * “Queira ceder a este senhor,<br /> * o lugar”.<br />
  98. 98. E você, cheio de vergonha,<br /> * terá o último lugar ocupar.<br /> Quando, porém, você for convidado,<br /> * sente-se no último lugar.<br /> * Ao chegar,<br /> * aquele que o convidou, lhe diria:<br /> * “Meu amigo, de sentar-se mais para cima,<br />eu gostaria!”<br />
  99. 99. E isso será honroso para você diante dos convidados,<br /> * porque todo aquele que se eleva será rebaixado,<br /> * e o que se rebaixa,<br /> * será elevado”.<br />* * * * * * * * * * * * * * * * * * * *<br />Obs.: * contou-lhes esta parábola:<br /> * não procure sentar-se no primeiro lugar da mesa,<br /> * porque pode ser que também tenha sido convidado por <br /> ele alguém mais importante que você.<br /> * e chegando aquele que convidou você e o outro, vai lhe<br /> dizer:<br /> * Queira ceder o lugar<br /> * a este senhor´.<br /> * terá de sentar-se no último lugar.<br /> * sente-se no último lugar,<br /> * e assim aquele que o convidou, lhe diria:<br /> * ao chegar:<br /> * ´Meu amigo, sente-se mais para cima!´<br />~~ ~~ ~~<br />
  100. 100. * porque todo aquele que se eleva<br /> será rebaixado,<br /> * e o que se rebaixa<br /> * será elevado”.<br />
  101. 101. N Ã O B U S C A R R E C O M P E N S A Lc 14 <br />D<br />* epois, Jesus disse ao homem que não convide: “Os amigos, irmãos, <br /> * parentes e vizinhos ricos para um almoço ou um jantar, <br /> * senão eles te convidem<br /> * e vão teu gesto recompensar.<br /> * Mas quando você vai,<br /> * um banquete oferecer,<br /> os pobres,<br /> * aleijados, coxos, cegos, seus convidados devem ser.<br /> * E você será feliz,<br /> * porque eles não têm com que lhe retribuir.<br /> Você então a recompensa,<br /> * na ressurreição dos justos vais conseguir”. <br />
  102. 102. Obs.: * Depois, Jesus disse ao homem que o convidara: <br /> * “Quando você quiser dar um almoço ou um jantar, não <br /> convide os amigos, nem os irmãos, nem os parentes, nem <br /> os vizinhos ricos,<br /> * para não acontecer que por sua vez eles o convidem e,<br /> * com isso, você já terá recebido sua recompensa.<br /> * Mas quando você<br /> * der um banquete, convide<br /> * os aleijados, os coxos, os cegos;<br /> * e você será feliz,<br /> * porque eles não têm com que lhe retribuir,<br /> * e você então receberá a recompensa<br /> * na ressurreição dos justos”.<br />
  103. 103. A S T R A D I Ç Õ E S D O S <br /> F A R I S E U S Mt 15<br /> J<br />esus os fariseus e escribas,<br /> * fingidos foi chamar,<br /> * que criticaram seus discípulos,<br /> * porque antes das refeições suas mãos não foram <br />lavar.<br /> * Assim vocês anulam a palavra de Deus,<br /> para seguirem sua tradição.<br /> * Quando Isaias profetizou a respeito de vocês,<br /> * tinha razão.<br />
  104. 104. Este povo me honra só da boca para fora,<br /> * mas está longe de mim seu coração,<br /> * pois o que ensinam,<br /> * passa de preconceitos humanos não!”(40).<br /> * Depois que chamou o povo para perto de si<br /> disse:<br /> * “Escutem e procurem entender:<br /> * O que torna o homem impuro é aquilo que saí<br /> da sua boca<br /> * e não é o que entra pela boca vai ser”.<br />
  105. 105. * Acusaram Jesus:<br /> * “Sabes que os fariseus com suas palavras ficaram <br />escandalizados?”<br />Eles se sentiram com isto humilhados<br />e provocados.<br /> Jesus lhes respondeu:<br /> * “Toda planta que não foi plantada,<br /> por meu Pai Celeste, <br /> * será arrancada.<br /> Não se incomodam com eles:<br /> * são cegos que cegos estão guiando.<br /> Ora, se um cego guia outro cego caiam ambos num buraco,<br />onde vão se machucando”. <br /> * Pedro queria daquela parábola uma explicação,<br />para que poder melhor entender.<br /> Jesus lhes respondeu:<br /> * “Vocês também não conseguem compreender?<br />
  106. 106. * Não sabem,<br /> * que todo pela boca vai entrar,<br /> vai para o estômago<br /> * e na fossa parar?<br /> * Mas o que sai da boca,<br /> * vem do coração<br /> e é isso que torna o homem impuro,<br />esqueça isto não!<br /> Pois é do coração que vêm os maus pensamentos,<br /> * os homicídios, os adultérios e outras coisas imorais,<br /> * furtos, falsos testemunhos e blasfêmias,<br />pecados graves, que deveriam ser cometidos jamais!<br /> Isso, sim,<br /> * é que vai o homem impuro tornar;<br /> * mas não torna o homem impuro,<br /> * quando ele não vai as mãos lavar”.<br />
  107. 107. Obs.: Então apresentaram-se a Jesus alguns escribas <br /> e fariseus vindo de Jerusalém,<br /> * e disseram: “Por que os teus discípulos<br /> desobedecem à tradição dos antigos<br /> * e não lavam as mãos antes das refeições?”<br /> * Assim vocês anulam a palavra de Deus<br /> * para seguirem sua tradição.<br /> * Fingidos!<br /> * Tinha razão<br />
  108. 108. * Isaias quando profetizou a respeito de vocês,<br /> * mas seu coração está longe de mim.<br /> Vão é o oculto que me prestam,<br /> * pois o que ensinam<br /> * não passa de preconceitos humanos!” (40).<br /> * Depois, chamou o povo para perto de si e disse:<br /> * “Escutem e procurem entender:<br /> * Não é o que entra pela boca<br /> * que torna o homem impuro mas, ao contrário,<br /> * é aquilo que sai da boca”.<br />
  109. 109. * Aproximaram-se, então, os discípulos e disseram-lhe:<br /> * “Sabes que os fariseus ficarem escandalizados com tuas<br /> palavras?”<br /> * Toda planta que não foi plantada <br />* será arrancada<br /> * são cegos guiando cegos.<br /> * Tomando a palavra, disse Pedro: “Explica-nos aquela parábola”.<br /> * “Vocês também não conseguem compreender?<br />~~ ~~ ~~<br />
  110. 110. * Não sabem<br /> * que tudo o que entra pela boca,<br /> * e daí para a fossa?<br /> * Mas o que sai da boca<br /> * vem do coração,<br /> * os homicídios, os adultérios, e outras coisas <br /> imorais,<br /> * furtos, falsos testemunhos e blasfêmias.<br /> * é que torna o homem impuro;<br /> * mas comer sem lavar as mãos<br /> * não torna impuro o homem”.<br />
  111. 111. A C A N A N É I A Mt 15<br /> S<br />aíndo dali, <br /> * Jesus para a região de Tiro e Sidônia se retirou.<br /> Uma mulher cananéia,<br /> * daquela região gritou:<br /> “Senhor, Filo de Davi, tem piedade de mim!<br /> * Minha filha, está terrivelmente pelo demônio<br />atormentada.<br /> * Jesus, porém, não deu resposta alguma, <br />e ela esperava dele que este mal seja espantada.<br />
  112. 112. * Os discípulos pediram:<br /> * “Manda-a embora, pois atrás de nós<br /> está gritando”.<br />Eles não gostavam,<br />para poderem isto agüentando.<br /> Respondendo, disse Jesus:<br /> * “De Israel foi somente enviado, para <br /> as ovelhas perdidas do povo.<br /> * “Senhor, ajude-me!”<br /> * Pedindo a Ele de joelhos suplicandode novo!”<br />
  113. 113. Respondeu-lhe Ele:<br /> *”Tirar o pão dos filhos para dar aos cachorrinhos não fica bem”.<br /> Tens razão, Senhor – replicou a mulher – <br /> * Mas os cachorrinhos comem as sobras que caem da mesa de <br /> seus donos também!<br />Para ela,<br /> * Jesus respondeu: <br /> “Mulher, como é grande a sua fé!<br /> E a filha dela ficou curada na mesma hora que tanto sofreu.<br /> ==================<br />Obs.: * Jesus retirou-se para a região de Tiro e Sidônia.<br /> * daquela região, veio gritando:<br /> * Minha filha está terrivelmente atormentada pelo demônio”.<br /> * Jesus, porém, não deu resposta alguma.<br />
  114. 114. * Os discípulos chegaram perto dele e pediram:<br /> * “Manda-a embora, pois ela vem gritando atrás de<br /> nós”. <br /> * “Fui enviado somente para as ovelhas perdidas do<br /> povo de Israel”.<br /> * Mas ela, chegando perto, ajoelhou-se diante de<br /> Jesus e suplicou: <br /> * “Senhor, ajude-me!”<br /> * “Não fica bem tirar o pão dos filhos para dá-lo aos<br /> cachorrinhos”.<br /> * Mas também os cachorrinhos comem as sobras que<br /> caem da mesa de seus donos!” <br /> * Jesus respondeu:<br /> ~~~~ ~~~~ ~~~~<br />
  115. 115. C U R A S N O M O N T E Mt 15<br />* erto do mar da Galiléia,<br /> * Jesus quando voltou de lá se sentava.<br /> * Imensas multidões trouxeram muitos <br /> doentes<br /> * e Ele os curava,<br /> * A multidão ao ver isto,<br /> * admirada ficou.<br />Eram extraordinárias estas curas<br /> * e Deus de Israel a <br /> multidão glorificou.<br /> P<br />
  116. 116. Obs.: * De lá, Jesus voltou<br /> * para perto do mar da Galiléia.<br /> * Aproximaram-se dele imensas multidões,<br /> trazendo aleijados, mansos, cegos, mudos<br /> e muitos outros doentes. Colocando todos <br /> aos pés de Jesus <br /> * e ele os curava.<br /> * E a multidão ficava admirada ao ver que <br /> os mudos falavam, os mancos ficavam sãos, <br /> os coxos caminhavam e os cegos viam;<br />Mt 15 – 16 * e davam glória ao Deus de Israel.<br />
  117. 117. E<br />* stavam com Ele já três dias sem comer,<br /> * este povo.<br /> * Jesus teve pena dele,<br />fez a multiplicação de novo.<br />Mais uma vez,<br />então comprovou,<br />que ninguém deles,<br />se decepcionou.<br /> Depois, tomou os sete pães e os sete peixes,<br /> * a Deus agradeceu.<br />Acredite!<br /> com cestas de quatro mil cada um sua barriga <br />encheu!<br />Em seguida,<br /> * tendo a multidão despedido,<br /> entrou numa barca<br /> * e para a região de Magadan tem partido.<br />
  118. 118. Obs.: * Jesus chamou os discípulos<br /> * e lhes disse: “Tenho pena deste povo:<br /> faz três dias que está comigo e não tem <br /> o que comer.<br /> * deu graças a Deus,<br /> partiu-os e ia dando-os aos discípulos, <br /> que os distribuíam ao povo. <br /> * Os que haviam comido eram cerca de<br /> quatro mil, sem contar as mulheres e crianças. <br /> Tendo despedido a multidão,<br /> * e foi para a região de Magadan.<br />
  119. 119. P A R Á B O L A D A O V E L H A P E R D I D A Lc 15<br /> A<br />* proximavam-se de Jesus todos publicanos e pecadores para<br /> ouvi-lo<br /> * e os fariseus e os escribas começaram Ele a criticar.<br /> * Acharam que não pode comer na casa dos pecadores,<br />nem atenção para eles deveria dar.<br /> * Nesta parábola,<br /> * Jesus foi eles perguntar:<br /> “Quem de vocês, se tiver cem ovelhas e perder uma delas,<br /> * não deixa as noventa e nove sozinhas para ir a ovelha perdida<br />procurar.<br />
  120. 120. * Convidará os vizinhos e amigos,<br /> * dizendo eles: “Alegrem-se comigo,<br /> porque encontrei minha ovelha que estava perdida?”<br /> * Assim também haverá a maior alegria no céu eu lhes <br />digo.<br /> * Isto por um pecador que se converte,<br />tem para Deus a maior valorização.<br /> * Não é por noventa e nove justos,<br /> * que não precisam de conversão.<br />
  121. 121. Obs.: * Aproximaram-se de Jesus os publicanos e pecadores <br /> para ouvi-lo.<br /> * Os fariseus e escribas começaram a criticá-lo e diziam:<br /> * “Este homem dá atenção aos pecadores e come na casa<br /> deles”.<br /> * Jesus contou-lhes, <br /> * então, esta parábola:<br /> * não deixa as noventa e nove sozinhas, para ir procurar a<br /> ovelha perdida até encontrá-la?<br /> E achando-a, coloca-a sobre as ombros, cheio de alegria,<br /> e,<br /> voltando para casa,<br /> * convida os amigos e vizinhos, <br /> * dizendo-lhes: ´Alegrem-se comigo, porque encontrei<br /> minha ovelha que estava perdida ´? <br /> * assim também haverá maior alegria no céu<br /> * do que por noventa e nove justos que não precisam de <br /> conversão.<br />
  122. 122. P A R Á B O L A D A M O E D A P E R D I D A Lc 15<br /> E<br />u então, qual é a mulher que, tendo dez moedas <br /> de prata,<br /> * se uma vai perder;<br /> * a lâmpada,<br /> * não vai acender<br /> * e passa a vassoura procurando com cuidado,<br /> * até pode encontrar?<br /> * E encontrando-a, chama as amigas<br /> * e as vizinhas para se com eles alegrar.<br /> Desde modo – eu lhes digo –<br /> * alegria entre os anjos de Deus haverá,<br /> * por um único pecador,<br /> * que se converterá”.<br />
  123. 123. Obs.: * se perder uma,<br /> * não acende<br /> * a lâmpada<br /> * e passa a vassoura procurando com cuidado<br /> * até encontrá-la?<br /> * E, encontrando-a, chama os amigos e vizinhas <br /> e lhe diz:<br /> * ´Alegrem-se comigo, porque achei a moeda que<br /> eu tinha perdido´.<br /> * haverá alegria entre os anjos de Deus<br /> * por um único pecador<br /> * que se converte”.<br />
  124. 124. P A R Á B O L A D O P A I M I S E R I C O R D I O S O ( 44 ) Lc 15<br /> U<br />* m homem tinha dois filhos<br /> * e o mais novo a parte da herança dele do seu pai <br />cobrou.<br />Levou uma vida leviana,<br /> * tudo gastou.<br /> * Ao passar necessidade,<br /> * procurou ser lavador dos porcos sem conseguir.<br /> * A partir daí caiu em si,<br /> * e começou à refletir:<br />Pensou em seu pai,<br />onde fome não vai ter.<br /> * Decidiu: Vou ir ao encontro do meu pai onde ele mora,<br /> * para que posso pelo menos comer.<br /> * Enquanto refletiu chegou na casa dele<br /> e o pai feliz da vida fiz tudo por seu filho querido,<br />porque recebeu de volta seu filho casula,<br />que já julgou ter perdido.<br />
  125. 125. * O pai estava superfeliz<br />e contente,<br /> porque seu filho estava morto e reviveu;<br /> tinha-se perdido e foi encontrado de repente.<br /> * Seu filho achou injusto,<br /> este tipo de recepção que seu irmão ganhou.<br /> Ele não queria que seja recebido em casa,<br /> por isso indignado ficou.<br /> * Mas o pai disse aos empregados:<br /> * Tragam depressa a túnica mais rica e vistam nele.<br /> * Ponham-lhe um anel no dedo e sandálias nos pés<br /> * e tragam também o vitelo gordo e matam-no para ele.<br /> Comamos e alegremos-nos,<br /> * porque este filho estava morto e reviveu.<br /> * Felizmente encontrei,<br /> * que perdeu.<br />
  126. 126. Certo é,<br />que Deus age do mesmo jeito só por um único pecador.<br />Até ele é muito valoroso,<br />para Nosso Senhor.<br /> =========================<br />Obs.: * Disse ainda: “Um homem tinha dois filhos.<br /> * O mais novo disse ao pai: ´Pai, dê-me a parte da herança <br /> que me pertence´.<br /> * Depois de haver esbanjado tudo,<br /> houve grande fome naquele pais<br /> * e ele começou a passar necessidade.<br /> * Então foi pedir emprego a um dos moradores no lugar,<br /> o qual o mandou para seu sitio, para toma conta dos porcos. <br /> * Caindo em si,<br /> * refletiu:<br />
  127. 127. * Quantas empregados do meu pai têm pão em abundância,<br /> e eu aqui estou morrendo de fome!<br /> * Vou partir ao encontro do meu pai<br /> e vou partir o encontro do meu pai e vou dizer-lhe: Meu pai.<br /> pequei contra o céu e contra o senhor.<br /> * As quatro linhas do segundo verso são um resumo<br /> de um trecho deste capitulo.<br /> * Mas o pai disse aos empregados:<br /> * ´ Tragam depressa a túnica mais rica e vistam nele. <br /> * Ponham-lhe um anel no dedo e sandálias nos pés.<br /> * Tragam também o vitelo gordo e matam-no.<br /> * porque este meu filho estava morto e reviveu;<br /> * tinha-se perdido <br /> * e foi encontrado´.<br />
  128. 128. O S S I N A I S D O S T E M P O S Mt 16<br />* lguns fariseus e saduceus aproximaram-se de Jesus,<br /> * e para provar,<br /> * pediram que para eles,<br /> * vai um sinal vindo do céu mostrar.<br /> Mas Jesus respondeu-lhes:<br /> * “Ora, vocês sabem o aspecto do céu interpretar,<br /> mas não sabem distinguir os sinais dos tempos!<br /> * Para esta geração má e adúltera que está pedindo um sinal <br /> não vou dar.<br /> * Somente será dado o de Jonas<br /> * e ele os deixou.<br /> * Foi-se embora,<br />depois embarcou.<br /> A<br />
  129. 129. Obs.: * Alguns fariseus saduceus aproximaram-se de Jesus<br /> * e, para prová-lo,<br /> * pediram que lhes<br /> * mostrasse um sinal cindo do céu.<br /> * Ora, vocês sabem interpretar o aspecto do céu,<br /> * Esta geração má e adúltera está pedindo um sinal,<br /> * Mas não lhe será dado outro,<br /> * Senão o de Jonas”.<br /> * E deixando-os,<br /> * foi se embora.<br />
  130. 130. O F E R M E N T O D O S F A R I S E U S E D O S S A D U C E U S Mt 16<br /> A<br />o atravessarem para a outra margem do lago,<br />* os discípulos se esqueceram de ter levado o pão.<br /> * Com o fermento dos fariseus e saduceus tomem cuidado <br /> * e disse –lhes: “Atenção!”<br /> * Os discípulos começaram,<br /> * entre si então a dizer:<br /> * “Ele disse isso,<br /> * porque não fomos o pão trazer.<br /> * Jesus que conhecia seus pensamentos dizia para eles:<br /> * “Para que ficar entre si falando que o pão está faltando?<br />* Homens fracos de fé!<br />* Não estão dos cinco mil pães para os cinco mil homens<br /> se lembrando?<br />
  131. 131. * Quantos cestos cheios de sobras,<br /> * com elas vocês encheram?<br /> * Nem dos cinco pães para aqueles<br /> quatro mil homens?<br /> * Ainda não entenderam?<br />
  132. 132. * Como é que não percebem,<br /> * que eu mão estava de pães falando,<br />quando lhes,<br />do perigo foi alertando.<br /> * Dizia:”Tomem cuidado com o fermento dos fariseus <br /> * e saduceus?”<br /> * Então perceberam que Ele não falava de cuidado com o fermento do pão, <br /> mas com a doutrina dos fariseus e saduceus que não estava em acordo com<br />Deus.<br />=================================<br />Obs.: * Os discípulos se esqueceram de levar pão.<br /> * “Tomem cuidado com o fermento dos fariseus e saduceus!”<br /> * Os discípulos começaram<br /> * então dizer entre si:<br /> * “Ele disse isso<br /> * porque não trouxemos o pão”.<br />
  133. 133. * Conhecendo seus pensamentos, disse-lhes Jesus:<br /> * Para que ficar falando entre si que não têm pão?<br /> * Ainda não entenderam?<br /> * Não se lembram dos cinco pães para os cinco mil <br /> homens?<br /> * Quantos cestos<br /> * cheios de sobras vocês encheram com as sobras?<br /> * Como é que não perceberem<br /> * que eu não estava falando de pães<br /> * quando lhes disse: ´Tomem cuidado com o fermento<br /> dos fariseus<br /> * saduceus´?”<br />
  134. 134. P E D R O, C H E F E D A I G R E J A ( 41 )<br /> Mt 16<br /> C<br />hegando Jesus ao território de Cesaréia de Filipe,<br /> * aos discípulos perguntou:<br /> “No dizer do povo, quem é o Filho do homem?”<br />Quem deles aceitou?<br /> Uns dizem que é João Batista;<br /> * outros afirmam que é Elias;<br /> * outros ainda, falam que é um dos profetas,<br /> * ou Jeremias”.<br /> Então Jesus lhes perguntou: “E vocês?<br /> * Para vocês, quem “sou eu?”<br /> * “Tu és o Messias, o Filho de Deus vivo “,<br /> * Simão Pedro respondeu.<br /> Em resposta, Jesus disse a Pedro: “Feliz é você, Simão,<br /> filho de Jonas,<br /> * porque não foi nenhum ser humano que isso revelou,<br /> * e sim, o meu Pai que está nos céus,<br />foi Ele que inspirou.<br />
  135. 135. E por isso lhe digo: Você é Pedro,<br /> * sobre esta pedra vou minha igreja edificar<br /> * e os poderes do inferno, <br /> * jamais conseguirão dominar.<br /> Vou lhe dar as chaves do Reino dos Céus,<br /> * e tudo o que você na terra ligar será nos céus <br />ligado;<br /> e o que você desligar na terra,<br /> * será nos céus desligado”.<br /> * Depois Jesus,<br /> * aos discípulos ordenou,<br /> * que não dissessem a ninguém que Ele é o<br /> Messias,<br />porque este segredo sob sete chaves aguardou.<br />
  136. 136. Obs: * perguntou aos discípulos:<br /> * outros afirmam que é Elias.<br /> * outros ainda, falam que é Jeremias<br /> * ou um dos profetas”.<br /> * Para vocês, quem sou eu?<br /> * Simão Pedro respondeu:<br /> * “Tu és o Messias, o filho de Deus <br /> vivo”.<br /> * porque não foi nenhum ser humano<br /> que lhe <br /> * revelou isso<br /> * e, sim, o meu Pai que está nos céus.<br />
  137. 137. * e sobre esta pedra edificarei minha Igreja<br /> * e os poderes do inferno<br /> * jamais conseguirão dominá-la.<br /> * e tudo o que você ligar na terra, será ligado<br /> nos céus<br /> * e o que desligar na terra, será desligado nos<br /> céus”.<br /> * Depois Jesus<br /> * ordenou aos discípulos que<br /> * dissessem a ninguém que ele é o Messias.<br />
  138. 138. P R I M E I R O A N Ú N C I O <br /> D A P A I X Ã O ( 42 ) Mt 16<br /> D<br />esde então,<br /> * começou Jesus aos discípulos avisar abertamente;<br /> * que teria de ir a Jerusalém para aí sofrer muito,<br /> * da parte dos anciãos, dos sumos sacerdotes e dos <br /> escribas certamente.<br /> * E que teria de morrer, <br />como poderiam isto suportar?<br />Mas Jesus eles consolava:<br /> * “Ao terceiro dia vou ressuscitar”.<br />
  139. 139. Pedro, chamando-o à parte,<br /> * começou com estas palavras <br /> repreender.<br /> “Deus te livre disso, Senhor!<br /> * Isso jamais vai acontecer!<br /> Jesus, porém,<br /> * para Pedro se voltou<br /> e lhe disse: “Afaste-se de mim,Satanás!<br />de ouvir isso para ele só ainda faltou.<br />
  140. 140. * Você está sendo uma pedra,<br /> no meu caminho pode acreditar,<br /> * porque não é o de Deus,<br /> * mas o dos homens é seu modo <br /> de pensar.<br />==================<br />
  141. 141. Obs.: * Começou Jesus a declarar abertamente aos<br /> discípulos<br /> * que teria ir a Jerusalém para aí sofrer muito<br /> * da parte dos anciãos, dos sumos sacerdotes e dos<br /> escribas.<br /> * E que teria de morrer e,<br /> ao terceiro dia, ressuscitar.<br /> * Começou a repreendê-lo com estas palavras:<br /> * Isso jamais te acontecerá!”<br /> * voltou-se para Pedro<br /> * Você está sendo uma pedra no meu caminho,<br /> * porque seu modo de pensar não é o de Deus,<br /> mas o dos homens!”<br />
  142. 142. C O M O S E G U I R J E S U S Mt 16<br /> D<br />epois Jesus disse a seus discípulos: <br />Mt 16 - 17 * Aquele que quiser me seguir vai a si mesmo <br />renunciar; <br /> * precisa carregar a sua cruz,<br /> * para me acompanhar.<br /> Pois aquele que quiser salva sua vida,<br /> * vai perder;<br /> mas quem perder a vida por causa de mim,<br /> * vai receber.<br />
  143. 143. * O que adianta a gente ganhar o mundo inteiro,<br /> * se sua vida vai arruinar?<br /> * O que a gente não daria em troca da vida,<br />para preservar?<br /> * Porque o Filho do homem na glória de seu Pai,<br /> * com seus anjos virá,<br /> * e então a cada um,<br /> * de acordo com suas obras retribuirá.<br />
  144. 144. Eu lhes afirmo com toda certeza:<br /> * alguns dos que aqui se encontram não vão <br /> antes morrer,<br /> * que terem visto,<br /> o Filho do homem em seu Reino e com<br />todo poder”.<br /> =====================<br />Mt 16—17<br />Obs.: * “Aquele que quiser seguir-me, renuncie a si <br /> mesmo,<br /> * carregue a sua cruz<br /> * e me acompanhe.<br /> * vai perdê-la.<br /> * há de encontrá-la.<br />
  145. 145. * Pois, que adianta a gente ganhar o mundo inteiro<br /> * e arruinar sua vida?<br /> * O que a gente não daria em troca da vida?<br /> * Porque o Filho do homem virá na glória de seu Pai,<br /> * com seus anjos,<br /> * e então retribuirá a cada um<br /> * de acordo com suas obras.<br /> * alguns dos que aqui se encontram, não morrerão<br /> antes<br /> * que terem visto<br />
  146. 146. P A R Á B O L A D O A D M I N I S T R A D O R D E S O N E S T O Lc 16<br /> E<br />* sta parábola de Jesus conta do administrador desonesto,<br /> * que foi acusado perante ele que foi seus bens dissipar.<br /> * e teve que prestar conta para seu patrão, <br /> porque você não pode mais administrar.<br /> * ´O que vou fazer quando meu patrão retira de mim a <br /> administração,<br /> * pensou o administrador?<br /> * Não tenho saúde,<br /> * para posso ser um lavrador´.<br />
  147. 147. * Procurou uma solução<br /> * e um por um dos devedores do patrão ele chamou.<br /> * Quando perguntou quanto deve o patrão dele <br /> responderam direitinho<br /> * e esta inteligente ação do administrador desonesto o<br /> proprietário louvou.<br /> Porque os filhos deste mundo são mais inteligentes <br /> que os filhos da Luz,<br /> * no trato com seus semelhantes. (45).<br />Estas comparações de Jesus,<br />sempre são muito impressionantes!<br />
  148. 148. * Façam amigos com o

×