3.   P A R T E<br />s l i d e s   1  -  2 3 3<br /> ~~~~~~~~<br />
Mt 12<br />O  HOMEM  E<br />SUAS  OBRAS<br />
P<br />odemos nos neste caso,<br />com as árvores comparar.<br />                                    *     Uma árvore má,<...
*      Dizer coisas boas sendo mau,<br />                                    *      como é que vocês poderiam?<br />      ...
*         Pois conforme as suas palavras,<br />                      *       é que você será justo declarado;<br />       ...
*    Como é que vocês poderiam,<br />        *    dizer coisas bons, sendo maus?<br />        *    Ora, eu lhes afirmo que...
O  SINAL  DE<br />JONAS    Mt 12<br /> A<br />*         lguns escribas e fariseus desafiaram Jesus,<br />                 ...
                         No dia do juízo,<br />                 *       os habitantes de Ninive vão se levantar,<br />    ...
Obs.:   *    Nisso, alguns escribas e fariseus começaram a desafiá-lo,<br />                  dizendo:<br />              ...
Obs.:   *   Vai andando pelos desertos<br />                                         *   procurando<br />                 ...
 A   O F E N S Í V A   D O   M A L    Mt 12<br />  Q<br />uando um espírito mau saí de uma pessoa,<br />                  ...
 O S   P A R E  N T E S   D E   J E S U S    Mt 12<br /> E<br />ste assunto gerou para diversas crenças,<br />uma grande c...
Obs.:   *   Alguém lhe disse: “Tua mãe e teus irmãos <br />                 estão aí fora<br />                 *   e quer...
 P E R I G O   D A   A V A R E Z A   Lc 12<br /> M<br />*     “       estre, meu irmão a herança comigo dividir não quer”....
Nesta vida desta terra,<br />ninguém vai sobreviver.<br />Somente a nossa alma é eterno,<br />que vai permanecer.<br />   ...
*     Contou-lhes, então esta parábola:<br />                        *      Resumo livre de um trecho deste<br />         ...
O  EMPREGADO<br />FIEL    Lc 12<br />  C<br />omo devemos se constantemente,<br />para a chegada do nosso Senhor preparar?...
*     Quando começou a espancar criados e criadas,<br />                 *     a comer, beber e se embriagar,<br />       ...
Deus também não podemos aguardar,<br />de qualquer jeito.<br />Senão vai ficar conosco,<br />muito insatisfeito.<br />Quem...
ao chegar,<br />                                      o senhor encontrar<br />                                      agindo...
S A B E R   E N T E N D E R   O  <br /> T E M P O    Lc 12<br /> E<br />dizia às multidões:<br />                         ...
Obs.: *   “ Quando vocês vêem uma nuvem se<br />            levantando do poente,<br />            *      E quando vocês s...
 D I S C U R S O   D A S   P A R Á B O L A S<br />O  SEMEADOR<br /> Mt 13<br /> N<br />o mesmo dia, Jesus saiu de casa<br ...
                    *   Nesta ocasião uma das parábolas contou (37),<br />                    *   do semeador que saiu a s...
Outras sementes saíram entre os espinhos;<br />           *    os espinhos que cresceram foram as plantas sufocar.<br />  ...
*    porque olham sem ver<br />                          *    e escutam,<br />                          *    sem ouvir, ne...
Vocês, põem, são felizes,<br />                               *   porque seus olhos vêem<br />                            ...
*     Ensinou-lhes então muitas coisas, falando uma séria de <br />           parábolas (37). <br />                 Numa ...
*    Aproximaram-se então os discípulos e perguntaram-lhe:<br />           *    mas a eles não.       <br />           *  ...
*    Porque o coração deste povo<br />   *    se tornou insensível;<br />   *    taparam os ouvidos, fecharam os olhos,par...
 E X P L I C A Ç Ã O   D A <br /> P A R Á B O L A    Mt 13<br />
 J<br />                *           esus fez em seguida,<br />                *    com esta parábola do semeador uma compa...
*    o grão semeado em terra boa representa,<br />                *    quem ouve a Palavra e vai compreender;<br />       ...
*      O grão que caiu em terreno pedregoso<br />               *     apresenta aquele que, ouvindo a Palavra, <br />     ...
 O   J O I O   E   O   T R I G O    Mt 13<br /> J<br />*       esus contou outra parábola: “O Reino dos Céus é como <br />...
Se vocês foram arrancar o joio,<br />                   *   poderão também o trigo arrancar.<br />                   *   D...
*   e disseram-lhe: ´Senhor a semente que <br />                   semeaste em teu terreno<br />                   *   não...
 A   S E M E N T E   D A   M O S T A R D A    Mt 13<br />*      esus contou outra parábola: “O Reino dos Céus é como <br /...
Obs.: *   Jesus contou mais uma parábola: “O Reino dos<br />                  Céus é como um semente de mostarda          ...
 O   F E R M E N T O   N A   M A S S A    Mt 13<br /> E<br />*           esta parábola Jesus contou-lhes: “O Reino dos Céu...
Obs.:     *     Jesus contou-lhes ainda esta parábola: “O Reino dos <br />                        Céus é como <br />      ...
 E X P L I C A Ç Ã O   D A   P A R Á B O L A   D O   J O I O<br /> Mt 13<br /> O<br />*       s discípulos pediram Jesus,<...
*    O joio é o povo,<br />                          *    que ao Maligno pertence.<br />                          *    O i...
*     O Filho do homem,<br />                            *     seus anjos vai enviar,<br />                               ...
Obs.:  *    Os discípulos se aproximaram, pedindo-lhe:<br />                                   *  “Explica-nos a parábola ...
*    O Filho do homem<br />                                    *    vai enviar seus anjos<br />                           ...
 O   T E S O U R O   E S C O N D I D O    Mt 13<br />*            Reino dos Céus é também,<br />                 *      co...
Obs.:        *      O Reino dos Céus é <br />                 também<br />                 *      como o negociante<br /> ...
 A   P È R O L A   E N C O N T R A D A    Mt 13<br /> O<br />*           Reino dos Céus é como um tesouro <br />          ...
Obs.:      *     O Reino dos Céus é como um <br />                      tesouro<br />                       escondido num ...
 A   R E D E    Mt 13<br /> O<br />*  “     Reino dos Céus é também,<br />                             *    como uma rede ...
*     Igual daquele proprietário,<br />                                  *     que retira de seu tesouro coisas novas<br /...
*        virão os anjos,<br />                 *        para lançá-los na fornalha ardente,	<br />                 *      ...
 Mt 13 - 14<br />V.  INÍCIO  DA<br />IGREJA<br />
 N A Z A R É   I N C R É D U L A    Mt 13 - 14<br /> J<br />*          esus saiu de lá,<br />                            *...
Não são seus irmãos:<br />                            *       Tiago, José, Judas e Simão?<br />                           ...
Eles se prejudicaram,<br />                                 *     porque Jesus muitos milagres lá não fez.<br />          ...
*    Tiago, José, Simão e Judas?<br />                                 *    E suas irmãs, não moram todas<br />           ...
 A   C O N V E R S Â O   É   N E C E S S Á R I A    Lc 13<br />*     omunicaram a Jesus algumas pessoas naquela hora,<br /...
Obs.:    *     Naquela hora, chegaram algumas pessoas e<br />                        comunicaram a Jesus<br />            ...
 C U R A   D E   U M A   M U L H E R   N O   S Á B A D O    Lc 13<br /> C<br />*     om a mentalidade do chefe da sinagoga...
        *   Aí o chefe da sinagoga ficou indignado,<br />            Hipócritas! - respondeu Nosso Senhor: vocês todos, no...
Obs.:  *   Havia lá uma mulher possesso há dezoito anos<br />                              *    de um espírito que a torna...
*  “Hipócritas! – respondeu Nosso Senhor.<br />                 *    Vocês todos, no sábado, não<br />                 *  ...
 A   P O R T A   É   E S T R E I T A    Lc 13<br />             a Jesus por cidades e aldeias,<br />   *      ensinando e ...
Mas ele responderá: ´Não sei de onde vocês são;<br />         *   saiam daqui vocês todos que praticam a iniqüidade!´<br /...
Obs.:  *      ensinando e caminhando em direção a Jerusalém.<br />                   *    “Senhor, são poucos o que se sal...
*      saiam daqui vocês todos que praticam  a<br />                               iniqüidade!´<br />                     ...
 Lc 13<br /> J E S U S<br /> H E R O D E S   A M E A Ç A<br /> N<br />*          aquela hora chegaram,<br />              ...
Obs.:     *       Naquela hora, chegaram<br />                                       *       alguns fariseus dizendo-lhe:<...
 C A S T I G O   D E   J E R U S A L É M    Lc 13<br /> J<br />erusalém, Jerusalém,<br />o que tu fizeste?<br />          ...
*     A casa de vocês ficará completamente <br />        abandonada<br />        *    e eu lhe digo; vocês não mais vão me...
Obs.:*   apedrejas aqueles que Deus envia!<br />                               *   Quantas vezes eu quis reunir meus filho...
 M O R T E   D E   J O Ã O   B A T I S T E    Mt 14<br />*        ssa época Herodes quando era o governador da Galiléia,<b...
                *    Herodiades a mulher de seu irmão Filipe,<br />                *    queria ter um caso com João,<br />...
Isto foi para João fatal,<br />                               *    porque ela a cabeça dele o Herodes ofereceu<br />      ...
*   O motivo foi<br />       *   Herodiades, mulher de seu irmão Filipe.<br />       *   É que João ficava lhe falando:<br...
*   que este lhe prometeu, com juramento, dar-lhe o que <br />       pedisse.<br />            Ela, instigada pela mãe, re...
 P R I M E I R A   M U L T I P L I C A Ç Ã O   D O S   P Ã E S<br /> Mt 14<br />o receber a noticia,<br />                ...
Tomou conta deles,<br />uma grande aflição.<br />                   *    Tinham somente cinco<br />                   pães...
*      Para o céu<br />                   *      os olhos ergueu<br />                   *      e graças a Deus,<br />    ...
Obs.:   *  Jesus saiu de lá num barco,<br />                            *   para um lugar deserto e afastado.<br />       ...
*    Replicaram eles: “Mas só temos aqui cinco pães e<br />              dois peixes...”<br />              *   Jesus orde...
*  ergueu os olhos<br />   *   para o céu<br />   *   e <br />   *   deu graças a Deus.<br />   *   e estes distribuíram p...
 J E S U S   C A M I N H A   S O B R E   O   M A R    Mt 14 <br /> J<br />*       esus mandou os discípulos logo depois en...
*    Os discípulos na barca já eram distanciados da <br /> terra<br /> *    e a barca por fortes ondas ficou muito agitada...
*    E gritavam de pavor:<br />                        ”O que isto? Está vendo ou estamos alucinando?<br />               ...
Então Pedro lhe pediu:<br />                     *  “Senhor, se és tu, manda que eu vá <br />                     sobre as...
Jesus imediatamente estendeu a mão,<br />            *       segurou-o e falou:<br />                   “Homem fraco de fé...
Obs.:        *     Logo depois, Jesus mandou os discípulos entrarem na<br />                      barca<br />             ...
*    Os discípulos, quando o viram caminhando sobre as águas,<br />                 *    ficaram com medo e diziam: “É um ...
iiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii<br />*      segurou-o e disse-lhe:<br />                *      po...
 C U R A S   E M   G E N E S A R É    Mt 14 - 15<br />erminando a travessia,<br />               *    a região de Genesaré...
 C U R A   D O   H I D R Ó P I C O    Lc 14 <br /> N<br /> N<br />*         um sábado, Jesus entrou na casa de um dos chef...
*      Então Jesus curou o homem<br />        *      e depois lhes disse:<br />        *    “Qual de vocês não logo retira...
Obs.:   *   Num sábado, Jesus entrou na casa de um dos <br />                    chefes dos fariseus <br />               ...
 H U M I L D A D E    Lc 14<br /> P<br />ercebendo como os convidados escolheram os primeiros <br />      lugares na mesa,...
E você, cheio de vergonha,<br />      *      terá o último lugar ocupar.<br />             Quando, porém, você for convida...
                             E isso  será honroso para você diante dos convidados,<br />                     *       porqu...
*   porque todo aquele que se eleva<br />     será rebaixado,<br />     *   e o que se rebaixa<br />     *   será elevado”...
 N Ã O   B U S C A R   R E C O M P E N S A    Lc 14  <br />D<br />*      epois, Jesus disse ao homem que não convide: “Os ...
Obs.:   *      Depois, Jesus disse ao homem que o convidara: <br />                    *   “Quando você quiser dar um almo...
  A S   T R A D I Ç Õ E S   D O S                             <br />  F A R I S E U S    Mt 15<br /> J<br />esus os farise...
                                  Este povo me honra só da boca para fora,<br />                         *        mas está...
*     Acusaram Jesus:<br />                *   “Sabes que os fariseus com suas palavras ficaram <br />escandalizados?”<br ...
*    Não sabem,<br />            *    que todo pela boca vai entrar,<br />                  vai para o estômago<br />     ...
Obs.:     Então apresentaram-se a Jesus alguns escribas <br />                   e fariseus vindo de Jerusalém,<br />     ...
*     Isaias quando profetizou a respeito de vocês,<br />                   *     mas seu coração está longe de mim.<br />...
*   Aproximaram-se, então, os discípulos e disseram-lhe:<br />  *  “Sabes que os fariseus ficarem escandalizados com tuas<...
*       Não sabem<br />  *       que tudo o que entra pela boca,<br />  *       e daí para a fossa?<br />  *       Mas o q...
 A   C A N A N É I A    Mt 15<br /> S<br />aíndo dali,    <br />                          *      Jesus para a região de Ti...
*      Os discípulos pediram:<br />                       *    “Manda-a embora, pois atrás de nós<br />                   ...
Respondeu-lhe Ele:<br /> *”Tirar o pão dos filhos para dar aos cachorrinhos não fica bem”.<br />     Tens razão, Senhor – ...
*     Os discípulos chegaram perto dele e pediram:<br />                 *    “Manda-a embora, pois ela vem gritando atrás...
 C U R A S   N O   M O N T E    Mt 15<br />*      erto do mar da Galiléia,<br />                        *    Jesus quando ...
Obs.:    *    De lá, Jesus voltou<br />                                   *    para perto do mar da Galiléia.<br />       ...
 E<br />*          stavam com Ele já três dias sem comer,<br />                                    *       este povo.<br /...
Obs.:    *    Jesus chamou os discípulos<br />                                  *     e lhes disse: “Tenho pena deste povo...
 P A R Á B O L A   D A   O V E L H A   P E R D I D A    Lc 15<br /> A<br />*        proximavam-se de Jesus todos publicano...
*     Convidará os vizinhos e amigos,<br />             *     dizendo eles: “Alegrem-se comigo,<br />                    p...
Obs.:    *     Aproximaram-se de Jesus os publicanos e pecadores <br />                      para ouvi-lo.<br />          ...
 P A R Á B O L A   D A   M O E D A   P E R D I D A    Lc 15<br /> E<br />u então, qual é a mulher que, tendo dez moedas <b...
Obs.:  *  se perder uma,<br />                           *   não acende<br />                           *   a lâmpada<br /...
 P A R Á B O L A   D O   P A I   M I S E R I C O R D I O S O   ( 44 )    Lc 15<br /> U<br />*         m homem tinha dois f...
*       O pai estava superfeliz<br />e contente,<br />         porque seu filho estava morto e reviveu;<br />         tinh...
Certo é,<br />que Deus age do mesmo jeito só por um único pecador.<br />Até ele é muito valoroso,<br />para Nosso Senhor.<...
*     Quantas empregados do meu pai têm pão em abundância,<br />                        e eu aqui estou morrendo de fome!<...
 O S   S I N A I S   D O S   T E M P O S    Mt 16<br />*           lguns fariseus e saduceus aproximaram-se de Jesus,<br /...
Obs.:     *    Alguns fariseus saduceus aproximaram-se de Jesus<br />                 *    e, para prová-lo,<br />        ...
 O   F E R M E N T O   D O S   F A R I S E U S   E   D O S   S A D U C E U S    Mt 16<br /> A<br />o atravessarem para a o...
                   *       Quantos cestos cheios de sobras,<br />                   *       com  elas vocês encheram?<br /...
*    Como é que não percebem,<br />   *    que  eu mão estava de pães falando,<br />quando lhes,<br />do perigo  foi alert...
*     Conhecendo seus pensamentos, disse-lhes Jesus:<br />                          *     Para que ficar falando entre si ...
 P E D R O,   C H E F E   D A   I G R E J A   ( 41 )<br /> Mt 16<br /> C<br />hegando Jesus ao território de Cesaréia de F...
                                E por isso lhe digo: Você é Pedro,<br />                          *     sobre esta pedra v...
Obs:             *       perguntou aos discípulos:<br />                                           *       outros afirmam ...
*    e sobre esta pedra edificarei minha Igreja<br />        *    e os poderes do inferno<br />        *    jamais consegu...
 P R I M E I R O   A N Ú N C I O <br /> D A   P A I X Ã O   ( 42 )    Mt 16<br /> D<br />esde então,<br />                ...
Pedro, chamando-o à parte,<br />                 *   começou com estas palavras <br />                 repreender.<br />  ...
*   Você está sendo uma pedra,<br />                                    no meu caminho pode acreditar,<br />              ...
Obs.:   *   Começou Jesus a declarar abertamente aos<br />                               discípulos<br />                 ...
 C O M O   S E G U I R   J E S U S    Mt 16<br /> D<br />epois Jesus disse a seus discípulos: <br />Mt 16 - 17       *  Aq...
*    O que adianta a gente ganhar o mundo inteiro,<br />       *    se sua vida vai arruinar?<br />       *    O que a gen...
Eu lhes afirmo com toda certeza:<br />                                   *   alguns dos que aqui se encontram não vão <br ...
*       Pois, que adianta a gente ganhar o mundo inteiro<br />                *      e arruinar sua vida?<br />           ...
 P A R Á B O L A   D O   A D M I N I S T R A D O R   D E S O N E S T O    Lc 16<br /> E<br />*        sta parábola de Jesu...
*     Procurou uma solução<br />         *     e um por um dos devedores do patrão ele chamou.<br />         *     Quando ...
*   Façam amigos com o
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
3.) arquivo 1   233
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

3.) arquivo 1 233

896 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
896
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

3.) arquivo 1 233

  1. 1. 3. P A R T E<br />s l i d e s 1 - 2 3 3<br /> ~~~~~~~~<br />
  2. 2. Mt 12<br />O HOMEM E<br />SUAS OBRAS<br />
  3. 3. P<br />odemos nos neste caso,<br />com as árvores comparar.<br /> * Uma árvore má,<br /> * não consegue bom fruto dar.<br />Jesus estava a dizer:<br /> * “Filhotes de cobras!<br />Os resultados mostram,<br />a qualidade das suas obras.<br />
  4. 4. * Dizer coisas boas sendo mau,<br /> * como é que vocês poderiam?<br /> * Pois a boca fala daquilo de que o coração está<br /> cheio,<br />porque de outra forma não conseguiram.<br />Como se diz:<br />O que se planta será coletado.<br /> * Ora, Eu lhes afirmo que no dia do juízo, <br /> * terão presta conta sobre cada palavra inútil<br />falado.<br />
  5. 5. * Pois conforme as suas palavras,<br /> * é que você será justo declarado;<br /> * e conforme as suas palavras,<br /> * é que você serão condenado.<br /> =================<br />Obs.: * suponhamos uma árvore má; <br /> * seu fruto será mau. Pois é pelo fruto que se <br /> * reconhece a árvore.<br /> * Filhotes de cobras!<br />
  6. 6. * Como é que vocês poderiam,<br /> * dizer coisas bons, sendo maus?<br /> * Ora, eu lhes afirmo que no dia do juízo<br /> * todos terão prestar contas de cada palavra<br /> inútil que tiveram falado.<br /> * Pois conforme as suas palavras<br /> * que você será declarado justo;<br /> * e conforme as suas palavras<br /> * é que você será condenado.<br />
  7. 7. O SINAL DE<br />JONAS Mt 12<br /> A<br />* lguns escribas e fariseus desafiaram Jesus,<br /> * porque um milagre feito por Ele queriam ver.<br /> Jesus, porém, respondeu-lhes: “Geração má e adúltera!<br /> * Um outro sinal senão do profeta Jonas não vai ter.<br /> * Pois como Jonas no ventre da baleia,<br /> * três dias e noites foi passar.<br /> * Assim o Filho do homem,<br /> * três dias e noites no seio da terra vai ficar.<br />
  8. 8. No dia do juízo,<br /> * os habitantes de Ninive vão se levantar,<br /> acusando esta geração de hoje<br /> * e vão condenar,<br /> porque eles fizeram penitencia ao ouvirem a <br /> pregação de Jonas<br /> * e alguém do que Jonas está maior!<br /> * No dia do juízo, a rainha do sul vai se levantar<br /> para acusar ela<br /> * e alguém do que Salomão aqui está inferior!<br />
  9. 9. Obs.: * Nisso, alguns escribas e fariseus começaram a desafiá-lo,<br /> dizendo:<br /> * “Mestre, queremos ver um milagre feio por ti”.<br /> * Está pedindo um sinal, mas não lhe será dado outro sinal<br /> senão o do profeta Jonas.<br /> * Pois como Jonas esteve três dias e noites no ventre da<br /> baleia,<br /> * Assim o Filho do homem<br /> * passará três dias e noites no seio da terra.<br /> * Os habitantes de Nínive vão se levantar<br /> * e vão condená-la,<br /> * E aqui está alguém maior que Jonas!<br /> * No dia do juízo, a rainha do sul vai se levantar acusando<br /> esta geração de hoje e vai condená-la,<br /> porque veio dum pais distante para ouvir a sabedoria de<br /> Salomão.<br /> E aqui está alguém maior que Jonas!<br /> * E aqui está alguém maior que Salomão! <br />
  10. 10. Obs.: * Vai andando pelos desertos<br /> * procurando<br /> * onde descansar.<br /> * ´Voltarei para a casa de onde saí´.<br /> * Ao chegar, encontra-a vazia, limpa e enfeitada.<br /> * Vai então buscar Mt 12 - 13<br /> * outros sete espíritos piores do que ele,<br /> * que vêem<br /> * morar em sua companhia.<br /> * Afinal, a situação<br /> * daquela pessoa fica pior que antes.<br /> * É isso, que vai acontecer<br /> * com esta geração má. <br />
  11. 11. A O F E N S Í V A D O M A L Mt 12<br /> Q<br />uando um espírito mau saí de uma pessoa,<br /> * pelos desertos vai andar,<br /> * procurando,<br /> * onde vai descansar.<br /> Não encontrando, diz dentro de si:<br /> * “Para a casa de onde saí voltarei”.<br /> * Ao chegar, encontra-a vazia, limpa e enfeitada,<br />pensando: “Aqui eu ficarei”.<br />Mt 12 - 13<br /> * Outros sete espíritos piores do que ele,<br /> * vai então buscar,<br /> * que vão,<br /> * em sua companhia morar.<br /> * Afinal, para aquela pessoa fica pior do que antes,<br /> * a situação.<br /> * É isso que vai acontecer,<br /> * com esta má geração. <br />
  12. 12. O S P A R E N T E S D E J E S U S Mt 12<br /> E<br />ste assunto gerou para diversas crenças,<br />uma grande confusão,<br />porque até hoje nem perceberam,<br />quem realmente é a mãe de Jesus, sua irmã ou irmão?<br /> * “Tua mãe e teus irmãos que ficarem aí fora alguém dizia para<br /> Ele,<br /> * querem contigo falar”.<br /> “Quem é minha mãe,<br /> * e quem são meus irmãos Jesus foi perguntar.<br /> E, apontando para os discípulos, acrescentou:<br /> * “Aqui estão meus irmãos e minha mãe.<br /> * Deixou bem claro: “Pois esse será meu irmão, irmã e mãe,<br /> * que fizer a vontade do meu Pai.<br />Sabes, que Jesus pensa,<br />muito diferente.<br />Não sempre como tu<br />e muita gente.<br />
  13. 13. Obs.: * Alguém lhe disse: “Tua mãe e teus irmãos <br /> estão aí fora<br /> * e querem falar contigo”.<br /> Respondeu Jesus a quem lhe trouxe a<br /> noticia:<br /> * “Quem é minha mãe e quem são meus irmãos?”<br /> * “Aqui estão minha mãe e meus irmãos.<br /> * Pois todo aquele que fizer a vontade do meu Pai<br /> que está nos céus,<br /> * esse será meu irmão, irmã e mãe”.<br />
  14. 14. P E R I G O D A A V A R E Z A Lc 12<br /> M<br />* “ estre, meu irmão a herança comigo dividir não quer”.,<br /> * alguém no meio da multidão abafou.<br /> Amigo – respondeu-lhe Jesus – <br /> * no caso de vocês para ser juiz ou árbitro quem me <br />marcou?”<br /> Em seguida, disse-lhes: “Cuidado! <br /> * Fujam de toda avareza que não é boa.<br /> porque, mesmo que se tenha grande fortuna,<br /> * suas riquezas não são dependente da vida da pessoa”.<br /> * Nesta parábola,<br /> * Jesus para eles esta parábola contou,<br /> * como um homem rico,<br /> * com sua riqueza se preocupou.<br /> Descanso, coma, beba,<br /> * festas e farras quero promover.<br /> Mas Deus lhe disse: ´Estúpido!<br /> * Nesta mesma noite sua vida vais perder!<br />
  15. 15. Nesta vida desta terra,<br />ninguém vai sobreviver.<br />Somente a nossa alma é eterno,<br />que vai permanecer.<br /> * Inteligente é,<br /> * que vai riquezas que levam a salvação juntar.<br />Justamente estas,<br />Deus vai valorizar.<br /> ===================<br />Obs.: * Alguém, do meio da multidão, disse a Jesus:<br /> * “Mestre, diga a meu irmão que reparte comigo a<br /> herança”.<br /> * quem me marcou para ser juiz ou árbitro no caso de<br /> vocês?”<br /> Em seguida, disse-lhes: “Cuidado!<br /> * A vida da pessoa não depende das suas riquezas”.<br />
  16. 16. * Contou-lhes, então esta parábola:<br /> * Resumo livre de um trecho deste<br /> capitulo. <br /> * Nesta mesma noite sua vida vai ser<br /> requisitada!<br /> Para quem vai ficar o que você<br /> juntou?´<br /> * Esta é a sorte <br /> * de quem ajunta tesouros só para si e<br /> não é rico segundo Deus”.<br />
  17. 17. O EMPREGADO<br />FIEL Lc 12<br /> C<br />omo devemos se constantemente,<br />para a chegada do nosso Senhor preparar?<br />Esta parábola Jesus,<br />foi citar.<br /> * Disse então Pedro:“Esta parábola para nós ou para todos estás<br />contando?<br /> * Quem fiel e prudente está administrando? <br /> * Para lhes dar a refeição no tempo devido,<br /> * o senhor porá seus empregados chefiando?<br /> Feliz daquele servo, <br /> * que ao chegar,<br /> * agindo assim,<br /> * quando o senhor vai retornar”.<br /> Eu lhes digo com toda certeza:<br /> * vai dar-lhe sobre todos os seus bens poder.<br /> Mas se aquele empregado pensa, porque faz besteira: “Meu<br /> Patrão vai demorar ”<br />vai se surpreender!<br />
  18. 18. * Quando começou a espancar criados e criadas,<br /> * a comer, beber e se embriagar,<br /> virá o patrão no dia em que menos espera,<br /> * e na hora que não souber vai terrível castigar.<br /> * Recebe o mesmo destino como os infiéis,<br /> * porque o empregado para o patrão nada lhe obedeceu e <br />preparou.<br /> * Mesmo que está a vontade dele conhecendo,<br />nem com isso ele se preocupou.<br /> * Este receberá grandes números de acoites<br /> * e aquele que sem conhecer a vontade do patrão,<br /> fizer o que mereça castigo,<br /> receberá pequeno números de golpes sem perdão.<br /> Aquele a quem muito se deu,<br /> * muito pedido será,<br /> e daquele a quem muito se entregou,<br /> * mais se exigirá.<br />
  19. 19. Deus também não podemos aguardar,<br />de qualquer jeito.<br />Senão vai ficar conosco,<br />muito insatisfeito.<br />Quem ama Ele se prepara,<br />para poder na tal hora atender.<br />Todos que não fazem isto,<br />podem tudo perder.<br /> ===================== <br />Obs.: * Disse então Pedro: “É para nós que contas esta <br /> parábola,<br /> * ou para todos?<br /> * Quem é o administrador fiel e prudente,<br /> que o senhor porá chefiando seus empregados,<br /> * para lhes dar a refeição no tempo devido?<br />
  20. 20. ao chegar,<br /> o senhor encontrar<br /> agindo assim!<br /> Vai dar-lhe poder sobre todos os seus bens.<br /> * e começar a espancar criados e criadas,<br /> * a comer, beber embriagar-se,<br /> * e na hora que não souber; vai dar-lhe um tremendo <br /> castigo<br /> * e lhe dará o destino que se dá aos infiéis.<br /> * O empregado que conhecendo a vontade do patrão,<br /> * nada preparou e não lhe obedeceu,<br /> * receberá grande número de açoites.<br /> * Aquele que, sem conhecer a vontade do patrão,<br /> * muito será pedido, <br /> * mais se exigirá.<br />
  21. 21. S A B E R E N T E N D E R O <br /> T E M P O Lc 12<br /> E<br />dizia às multidões:<br /> * “Quando vocês vêem uma nuvem se levantando no <br />poente,<br /> logo dizem: ´Vem chuva´ e assim acontece,<br /> * e como então não sabem avaliar o tempo<br />presente? (42)<br /> * E quando vocês sentem soprar o vento sul dizem:<br /> * ´Vai fazer calor e tal vai se realizar.<br /> Hipócritas!<br /> * Vocês sabem decifrar o aspecto da terra e do céu<br /> * e como então não sabem o tempo presente <br />avaliar?(42)<br /> ================================<br />
  22. 22. Obs.: * “ Quando vocês vêem uma nuvem se<br /> levantando do poente,<br /> * E quando vocês sentem soprar o<br /> vento sul dizem:<br /> * ´Vai fazer calor e tal acontece<br /> * Vocês sabem decifrar o aspecto da<br /> terra e do céu,<br /> * e como então não sabem avaliar o<br /> tempo presente? (42)<br />
  23. 23. D I S C U R S O D A S P A R Á B O L A S<br />O SEMEADOR<br /> Mt 13<br /> N<br />o mesmo dia, Jesus saiu de casa<br /> * e à beira do lago se sentou.<br /> * Ao redor dele,<br /> * o povo se juntou.<br /> * Eram tanta gente,<br /> * que numa barca entrou.<br /> Aí se sentou,<br /> * enquanto toda aquela multidão na<br /> praia ficou.<br />
  24. 24. * Nesta ocasião uma das parábolas contou (37),<br /> * do semeador que saiu a semear.<br /> E, ao lançar as sementes,<br /> * uma parte foi beira do caminho se espalhar;<br /> Os pássaros vieram<br /> * e comeram este prato feito.<br /> * Outra parte que caiu em terreno pedregoso com<br /> pouca terra murchou<br /> e secaram por não terem raiz para segurar deste<br />jeito.<br />
  25. 25. Outras sementes saíram entre os espinhos;<br /> * os espinhos que cresceram foram as plantas sufocar.<br /> Finalmente outras caíram em terreno boa<br /> * e produziram fruto de qualidade para coletar.<br /> * Colhendo-se ora cem, ora sessenta,<br /> * ora trinta vezes mais.<br />Esta parábola é ótimo,<br /> * ouça quem for capaz!”<br /> * Os discípulos perguntaram Jesus:<br /> “Por que lhes falas em parábolas então?<br /> Jesus respondeu: “Deus manifestou a vocês mistérios <br /> do Reino dos Céus,<br /> * mas a eles não.<br /> A quem já possuí alguma coisa,<br /> * será multiplicado,<br /> mas de quem não tem,<br /> * será até o pouco que tem tirado.<br />
  26. 26. * porque olham sem ver<br /> * e escutam,<br /> * sem ouvir, nem compreender.<br /> Neles se cumpre a profecia de Isaias:<br /> * Será inútil vocês ouvirem – não entenderão;<br /> * Vai ser inútil vocês olharem –<br /> * não verão.<br /> * Porque o coração deste povo,<br /> * se tornou insensível;<br /> * taparam os ouvidos, fecharam os olhos para<br /> não ouvir e ver,<br />é incrível!<br /> * Os corações não entendam<br /> * e vão se converter.<br /> * Assim Eu os cure (38),<br />chegaram saber.<br />
  27. 27. Vocês, põem, são felizes,<br /> * porque seus olhos vêem<br /> * e seus ouvidos,<br /> * ouvem!<br /> Eu lhes afirmo com toda certeza:<br /> * muitas profetas e santos queriam<br /> ver o que vocês podem ver,<br /> * mas não viram<br /> * e queriam ouvir o que vocês estão ouvindo sem<br />poder.<br /> =======================<br />Obs.: * e sentou-se à beira do lago.<br />*O povo começou a se reunir <br /> * ao redor dele,<br /> * formando-se uma multidão tão grande,<br /> * que ele precisou entrar numa barca.<br /> * enquanto todo aquela multidão ficou na praia<br />
  28. 28. * Ensinou-lhes então muitas coisas, falando uma séria de <br /> parábolas (37). <br /> Numa delas, ele disse:<br /> * “Um semeador saiu a semear.<br /> * E , ao lançar as sementes, uma parte caiu à beira do caminho;<br /> * e comeram-na.<br /> * Outra parte caiu em terreno pedregoso, onde não havia muita<br /> terra;<br /> as plantas brotaram logo, porque a terra era pouco profunda<br /> Mas, logo que o sol nasceu, elas murcharam<br /> * Os espinhos cresceram e sufocaram as plantas. <br /> * e produziram fruto,<br /> * colhendo-se ora sem, sessenta,<br /> * ora trinta vezes mais.<br /> * Ouça quem for capaz!”<br />
  29. 29. * Aproximaram-se então os discípulos e perguntaram-lhe:<br /> * mas a eles não. <br /> * será dado mais, e suas posses serão imensas, <br /> * será tirado até o pouco que tem. <br /> * porque olham sem ver<br /> * e escutam<br /> * sem ouvir nem compreender.<br /> * Será inútil vocês ouvirem – não entenderão;<br /> * será inútil vocês olharem –<br /> * não verão.<br />
  30. 30. * Porque o coração deste povo<br /> * se tornou insensível;<br /> * taparam os ouvidos, fecharam os olhos,para que<br /> os olhos não vejam, os ouvidos não ouçam.<br /> * os corações não entendam<br /> * e se convertam<br /> * e assim eu os cure (38).<br /> * porque seus olhos vêem<br /> * e seus ouvidos<br /> * ouvem!<br /> * muitos profetas e muitos santos queriam ver o que<br /> vocês estão vendo,<br /> * mas não viram<br /> * queriam ouvir o que vocês estão ouvindo, mas não <br /> o puderam.<br />
  31. 31. E X P L I C A Ç Ã O D A <br /> P A R Á B O L A Mt 13<br />
  32. 32. J<br /> * esus fez em seguida,<br /> * com esta parábola do semeador uma comparação:<br /> “Quem ouve a Palavra do Reino e não entende,<br /> * é como à beira do caminho semeado grão;<br /> o Maligno vem<br /> * e arranca o que fora semeado no seu coração.<br />Deste modo aquela pessoa,<br />tem futuro não<br /> * O grão que caiu em terreno pedregoso,<br /> * representa aquele que, ouvindo a Palavra, logo com alegria <br /> vai acolher.<br /> Ela, porém, não tem raiz profunda numa pessoa inconstante<br /> e vai se perder.<br /> * O grão que entre os espinhos,<br /> * foi cair,<br /> * as preocupações mudanas<br /> e a ilusão das riquezas sufocam a Palavra que não pode<br />resistir.<br />
  33. 33. * o grão semeado em terra boa representa,<br /> * quem ouve a Palavra e vai compreender;<br /> este produz fruto:<br /> ora cem, ora sessenta, ora trinta por um vai<br />ser”.<br /> ===========================<br />Obs.: * Escutem, então,<br /> * a parábola do semeador.<br /> * é como o grão semeado à beira do caminho;<br /> * e arranca o que fora semeado no seu coração.<br />
  34. 34. * O grão que caiu em terreno pedregoso<br /> * apresenta aquele que, ouvindo a Palavra, <br /> logo a acolhe com alegria.<br /> * O grão que caiu<br /> * entre os espinhos significa aquele que<br /> ouve a Palavra,<br /> * Mas as preocupações mudanas<br /> * O grão semeado em terra boa representa<br /> * quem ouve a Palavra e a compreende;<br />
  35. 35. O J O I O E O T R I G O Mt 13<br /> J<br />* esus contou outra parábola: “O Reino dos Céus é como <br /> um homem,<br /> * que boa semente em seu terreno semeou.<br /> Na hora em que todos dormiram, veio o seu inimigo,<br /> * semeou o joio no meio do trigo e se mandou.<br /> Quando o joio no meio do trigo cresceu e deu espigas,<br /> apareceu também o joio que os empregados estranharam.<br /> * Para falar com o patrão os empregados,<br /> * ele procuraram.<br /> * Disseram-lhe: ´Senhor, a semente que semeaste em teu <br /> terreno,<br /> * não foi de boa qualidade?<br /> Donde vem então o joio?´<br />Estranharam esta anormalidade;<br /> Respondeu-lhes o patrão:<br /> * ´Foi algum inimigo que fez isto!´<br /> aí os empregados perguntaram: ´Queres que arranquemos o<br /> joio?´<br /> * O patrão respondeu: ´Não quero isso!´<br />
  36. 36. Se vocês foram arrancar o joio,<br /> * poderão também o trigo arrancar.<br /> * Deixem que os dois crescem juntos,<br /> * até que vão coletar.<br /> Então direi aos ceifadores: “Arranquem primeiro o joio,<br /> e a juntem-no em feixes para serem jogados ao fogo para <br />eliminar,<br /> * e recolhem depois o trigo,<br /> * para que no meu celeiro vão colocar”.<br /> =======================<br />Obs.: * Jesus contou outra parábola: “O Reino dos Céus é como<br /> um homem<br /> * que semeou boa semente em seu terreno.<br /> * semeou o joio no meio do trigo e foi-se embora.<br /> * Os empregados<br /> * procuraram o patrão<br />
  37. 37. * e disseram-lhe: ´Senhor a semente que <br /> semeaste em teu terreno<br /> * não foi de boa qualidade?<br /> * ´Foi algum inimigo que fez isto!´<br /> * O patrão respondeu: ´Não! <br /> * poderão arrancar também o trigo.<br /> * Deixem que os dois crescem juntos<br /> * até a colheita.<br /> * e recolhem depois o trigo<br /> * no meu celeiro”.<br />
  38. 38. A S E M E N T E D A M O S T A R D A Mt 13<br />* esus contou outra parábola: “O Reino dos Céus é como <br /> um semente de mostarda,<br /> * que alguém pega para poder em seu terreno semear.<br /> É a maior de todas as sementes, mas quando cresce,<br /> * a maior de todas as verduras vai se tornar<br /> * e uma verdadeira árvore,<br /> * chega a ser,<br /> * em cujos ramos as aves do céu,<br /> * ninhos vêm fazer”.<br /> * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *<br /> J<br />
  39. 39. Obs.: * Jesus contou mais uma parábola: “O Reino dos<br /> Céus é como um semente de mostarda <br /> * que alguém pega e semeia em seu terreno.<br /> * torna-se a maior de todos as verduras,<br /> * e chega a ser<br /> * uma verdadeira árvore,<br /> * em cujos ramos as aves do céu<br /> * vêm fazer ninhos”. <br />
  40. 40. O F E R M E N T O N A M A S S A Mt 13<br /> E<br />* esta parábola Jesus contou-lhes: “O Reino dos Céus é como <br /> o fermento,<br /> * que a mulher pega para que vai em três medidas a farinha<br />misturar,<br /> * até que tudo fermentado,<br /> * vai ficar.<br /> * Tudo isso Jesus falou às multidões por meio de parábolas,<br /> * para que o que fora predito pelo profeta vai se cumprir:<br /> * Usarei parábolas,<br /> * para me a eles me dirigir.<br /> * E o que estava oculto,<br /> * vou anunciar,<br /> * desde que,<br /> * o mundo foi criar (39).<br />
  41. 41. Obs.: * Jesus contou-lhes ainda esta parábola: “O Reino dos <br /> Céus é como <br /> o fermento<br /> * que a mulher pega e mistura em três partes de farinha,<br /> * até que tudo<br /> * fique fermentado<br />.<br /> * Tudo isso Jesus falou às multidões por meio de<br /> parábolas, <br /> e nada dizia sem usar parábolas,<br /> * para que se cumprisse o que fora predito pelo profeta:<br />* Ao dirigir-me a eles<br /> * usarei parábolas.<br /> * e anunciarei<br /> * o que estava oculto<br /> * desde a<br /> * criação do mundo (39).<br />
  42. 42. E X P L I C A Ç Ã O D A P A R Á B O L A D O J O I O<br /> Mt 13<br /> O<br />* s discípulos pediram Jesus,<br /> * da parábola de joio uma explicação.<br /> * “Aquele que semeia a boa semente é o Filho do homem,<br /> * respondeu-lhes para que eles compreenderão.<br /> * O terreno,<br /> * é o mundo;<br /> * a boa semente é o povo,<br /> que aceita o Reino mesmo até no último secundo.<br /> * O joio é o povo,<br /> * que ao Maligno pertence.<br /> * O inimigo, que semeou o joio é o próprio diabo,<br />que pensa ainda que ele vence.<br /> A colheita é o fim do mundo;<br /> * os anjos são os ceifadores.<br /> * Como se ajunta o joio para ser queimado no fogo,<br /> assim será no fim do mundo com os malfeitores.<br />
  43. 43. * O joio é o povo,<br /> * que ao Maligno pertence.<br /> * O inimigo, que semeou o joio é o <br /> próprio diabo,<br />que pensa ainda que ele vence.<br /> A colheita é o fim do mundo;<br /> * os anjos são os ceifadores.<br /> * Como se ajunta o joio para ser <br /> queimado no fogo,<br /> assim será no fim do mundo com<br />os malfeitores.<br />
  44. 44. * O Filho do homem,<br /> * seus anjos vai enviar,<br /> para retirarem do seu Reino todos os <br /> escândalos<br /> * e os que gostam o mal praticar.<br /> * Onde haverão de chorar rangendo os dentes,<br /> * na fornalha ardente vão lançar.<br /> * Então os justos,<br /> * como o sol no Reino de seu Pai vão brilhar.<br />Esta contagem desta parábola,<br /> * ouça quem for capaz!<br />Quem diria,<br />o que com o tesouro uma pessoa faz?<br />
  45. 45. Obs.: * Os discípulos se aproximaram, pedindo-lhe:<br /> * “Explica-nos a parábola do joio”.<br /> * Respondeu-lhes então:<br /> * Aquele que semeia a boa semente é o Filho do <br /> homem.<br /> * O terreno<br /> * é o mundo.<br /> * A boa semente é o povo<br /> que aceita o Reio. <br /> * O joio é o povo<br /> * que pertence ao maligno.<br /> * O inimigo, que semeou o joio, é o próprio diabo.<br /> * Os ceifadores são os anjos.<br /> * Como se ajunta o joio, para ser queimado no <br /> fogo,<br />
  46. 46. * O Filho do homem<br /> * vai enviar seus anjos<br /> * e os que praticam o mal;<br /> * vão lançá-los na fornalha<br /> ardente,<br /> * onde haverão de chorar<br /> rangendo os dentes.<br /> * Então os justos<br /> * brilharão como o sol no Reino<br /> de seu Pai.<br />* Ouça quem for capaz!<br />
  47. 47. O T E S O U R O E S C O N D I D O Mt 13<br />* Reino dos Céus é também,<br /> * como o negociante,<br /> * que anda a procura de pérolas <br /> preciosas,<br />porque é importante.<br /> * Quando consegue,<br /> * um de grande valor encontrar,<br /> vai e vende tudo o que possui<br /> * e vai a pérola comprar.<br /> ===============<br /> O<br />
  48. 48. Obs.: * O Reino dos Céus é <br /> também<br /> * como o negociante<br /> * que anda à procura de<br /> pérolas preciosas.<br /> * Ao encontrar<br /> * uma de grande valor,<br /> * e compra a pérola.<br />
  49. 49. A P È R O L A E N C O N T R A D A Mt 13<br /> O<br />* Reino dos Céus é como um tesouro <br /> escondido num terreno<br /> * e a pessoa que vai encontrar,<br />o que não faria, <br /> * para poder este terreno comprar?<br /> * Esconde- o de novo,<br /> * fica tão alegre que vai para vender,<br /> tudo o que possuí,<br />só para não perder.<br /> * * * * * * * * * * * * * *<br />
  50. 50. Obs.: * O Reino dos Céus é como um <br /> tesouro<br /> escondido num terreno.<br /> * a pessoa que o encontra,<br /> * esconde-o de novo.<br /> * Fica tão alegre que vai, vende<br /> * para poder comprar o terreno.<br />
  51. 51. A R E D E Mt 13<br /> O<br />* “ Reino dos Céus é também,<br /> * como uma rede lançada ao mar,<br /> que recolhe peixe de toda espécie,<br /> * quando ficar cheia os pescadores vão arrastar.<br /> * Os peixes bons,<br /> * nas cestas vão juntar.<br /> * Os maus fora,<br /> * vão jogar.<br /> Assim será no fim do mundo;<br /> * os anjos virão,<br /> para separem os maus do meio dos justos,<br /> * na fornalha ardente lançarão,<br /> * onde eles vão chorar rangendo os dentes”<br /> * e vocês tudo isso vão compreender?“<br /> * Sim, responderam e Jesus prosseguiu: “Por isso <br /> todo escriba,<br /> que se torna discípulo do Reino dos Céus vai ser?<br />
  52. 52. * Igual daquele proprietário,<br /> * que retira de seu tesouro coisas novas<br /> * e também,<br /> * as velhas”.<br /> =================<br />Obs.: * O Reino dos Céus é também<br /> * como uma rede lançada no mar,<br /> * quando fica cheia, os pescadores <br /> arrastam-na para a praia,<br /> * sentam-se e juntam os peixes bons<br /> * nas cestas,<br /> * e jogam fora<br /> * os maus.<br />
  53. 53. * virão os anjos,<br /> * para lançá-los na fornalha ardente, <br /> * onde eles cão chorar rangendo os dentes”.<br /> * “Vocês compreenderam tudo isso?”<br /> * “Sim!, responderam: E Jesus prosseguiu: “Por <br /> isso, todo escriba<br /> * é como o proprietário<br /> * que retira de seu tesouro coisas novas<br /> * e<br /> * velhas”.<br />
  54. 54. Mt 13 - 14<br />V. INÍCIO DA<br />IGREJA<br />
  55. 55. N A Z A R É I N C R É D U L A Mt 13 - 14<br /> J<br />* esus saiu de lá,<br /> * quando acabou essas parábolas de contar.<br /> Chegado à sua terra, ele ensinou ao povo na <br /> sinagoga<br /> * e muitos admiradores foram perguntar:<br /> “Como conseguiu ele tanta sabedoria<br /> * e esta força para milagres à fazer?<br /> * Não é Ele o filho do carpinteiro e de Maria?<br />Vai nos dizer.<br />
  56. 56. Não são seus irmãos:<br /> * Tiago, José, Judas e Simão?<br /> * E suas irmãs moram todas,<br /> * aqui no nosso meio não?<br /> Como conseguiu tudo isso?<br /> * Incrédulos diante dele tinham <br /> ficado<br /> * e os profetas só em sua terra<br /> * e em sua família é desprezado”.<br />
  57. 57. Eles se prejudicaram,<br /> * porque Jesus muitos milagres lá não fez.<br /> * Eles não tinham fé,<br />por isso deixou para eles faltar esta vez.<br /> =====================<br />Obs.: * Quando Jesus acabou de contar essas parábolas,<br /> * saiu de lá.<br /> * de modo que muitos ficavam admirados, <br /> perguntando:<br /> * e esta força para fazer milagres?<br /> * Não é ele o filho do carpinteiro? Sua mãe não é <br /> aquela <br /> chamada Maria? <br />
  58. 58. * Tiago, José, Simão e Judas?<br /> * E suas irmãs, não moram todas<br /> * aqui no nosso meio?<br /> * Ficaram incrédulos diante dele.<br /> Jesus, porém, lhes disse:<br /> * “Um profeta só é desprezado<br /> * em sua terra e em sua família”.<br /> * E não fez muitos milagres lá,<br /> * porque eles não tinham fé.<br />
  59. 59. A C O N V E R S Â O É N E C E S S Á R I A Lc 13<br />* omunicaram a Jesus algumas pessoas naquela hora,<br /> * o que havia diversos galiléus acontecido.<br /> * Cujo sangue Pilatos mistura,<br /> * com o dos sacrifícios que tinham oferecido.<br /> * Em resposta disse-lhes Jesus: “Vocês julgam,<br /> * que estes galiléus eram mais do que os outros pecadores.<br /> * Eu lhes digo que não,<br />são os piores.<br /> Vocês pensam que aquele dezoito homens,<br /> * sobre quais caiu a torre de Siloé e matou,<br /> que eles tinham maiores pecados do que todos os outros <br /> habitantes em Jerusalém? <br />Mas Jesus falou:<br /> * “Eu lhes digo,<br /> * que não;<br /> mas se vocês não se converterem,<br /> * do mesmo modo todos perecerão”.<br /> C<br />
  60. 60. Obs.: * Naquela hora, chegaram algumas pessoas e<br /> comunicaram a Jesus<br /> * o que havia acontecido a diversos galileus.<br /> * cujo sangue Pilatos misturava<br /> * com o dos sacrifícios que ofereciam.<br /> * “Vocês julgam que estes galileus, por terem <br /> padecido tal suplício,<br /> eram mais pecadores do que todos os outros galileus?<br /> * Eu lhes digo<br /> * que não; <br /> mas se vocês não se convertem, todos perecerão do<br /> mesmo modo. <br /> * Ou aquele dezoito homens,<br /> * sobre os quais caiu a torre de Siloé e os matou.<br /> * Eu lhes digo<br /> * que não;<br /> * todos perecerão do mesmo modo”.<br />
  61. 61. C U R A D E U M A M U L H E R N O S Á B A D O Lc 13<br /> C<br />* om a mentalidade do chefe da sinagoga que ficou indignado,<br /> * nunca poderia Jesus num sábado curar.<br />Só Ele fiz exatamente isto,<br />sem se com ele preocupar.<br /> * Para uma mulher enferma que andava curvada,<br /> * porque era de um espírito possesso,<br /> * que não podia de modo algum levantar a cabeça,<br /> impôs-lhe as mãos e logo ela endireitou-se<br />Esta cura também era um sucesso!<br />
  62. 62. * Aí o chefe da sinagoga ficou indignado,<br /> Hipócritas! - respondeu Nosso Senhor: vocês todos, no sábado <br /> para beber na cachoeira levam e soltam o boi?<br /> * Também o jumento,<br />ou não foi?<br />Para eles neste dia este bem podía nem fazer!<br /> * Por isso seus adversários daí com vergonha na cara deixava,<br /> * enquanto a multidão inteira com as maravilhas,<br /> * por Ele realizadas se alegrava.<br />
  63. 63. Obs.: * Havia lá uma mulher possesso há dezoito anos<br /> * de um espírito que a tornava enferma: andava <br /> curvada<br /> * e não podia de modo algum <br /> * Vendo-a, Jesus chamou-a e disse-lhe: “Mulher, você<br /> está livre da doença”. Impôs lhe as mãos e no <br /> mesmo<br /> instante ela se endireitou e começou a dar glória a<br /> Deus. <br /> * Mas o chefe da sinagoga, indignado<br /> * porque Jesus tinha curado no Sábado, tomou a<br /> palavra <br /> e disse à multidão:<br /> “Há seis dias para se trabalhar; venham, pois, nesses<br /> dias,<br /> para serem curados, e não no sábado”.<br />
  64. 64. * “Hipócritas! – respondeu Nosso Senhor.<br /> * Vocês todos, no sábado, não<br /> * soltam da cachoeira o boi<br /> * ou o jumento para levá-los a beber?<br /> * Enquanto dizia isto, todos os seus<br /> adversários ficaram envergonhados,<br /> * enquanto a multidão inteira se alegrava<br /> com as maravilhas por ele realizadas.<br />
  65. 65. A P O R T A É E S T R E I T A Lc 13<br /> a Jesus por cidades e aldeias,<br /> * ensinando e caminhando a Jerusalém nesta direção.<br /> Perguntou-lhe alguém:<br /> * “Senhor, os que se salvam poucos são?”<br /> * E Ele respondeu:<br /> * “Esforçam-se, por pela porta estreita entrar,<br /> * porque – eu lhes digo – muitos procurarão isto,<br /> * mas não conseguem passar.<br /> Depois que o dono da casa se tiver levantado para fechar a porta,<br /> * e vocês, lá fora, começaram a bater,<br /> suplicando: ´Senhor, abre-nos a porta´,<br /> * ´Não sei de onde vocês são´, vai responder.<br /> Então vocês vão dizer: ´Nós comemos e bebemos junto contigo,<br /> * em nossas praças foste ensinar...´<br />Eí, cara, é brincadeira,<br />deixa-nos entrar!<br /> I<br />
  66. 66. Mas ele responderá: ´Não sei de onde vocês são;<br /> * saiam daqui vocês todos que praticam a iniqüidade!´<br />Isto são atos,<br />de gente couvade!<br /> Então vocês vão chorar, rangendo os dentes,<br /> * ao verem Abraão, Isaac, Jacó, todos profetas no Reino <br /> de Deus nesta hora<br /> e vocês,<br /> * tocados para fora.<br /> * Do Oriente e do Ocidente,<br /> * pessoas do Norte e do Sul virão,<br /> * para tomarem parte no banquete do Reino de Deus,<br />onde participarão.<br /> * E há últimos,<br /> * que os primeiros serão<br /> * e primeiros,<br /> * os últimos se tornarão”.<br />
  67. 67. Obs.: * ensinando e caminhando em direção a Jerusalém.<br /> * “Senhor, são poucos o que se salvam?”<br /> * E ele respondeu:<br /> * “Esforçam-se por entrar pela porta estreita,<br /> * porque – eu lhes digo – muitos procurarão entrar<br /> * e não vão conseguir.<br /> * E vocês, lá fora, começarem a bater,<br /> * ele responderá: ´Não sei de onde vocês são´.<br />
  68. 68. * saiam daqui vocês todos que praticam a<br /> iniqüidade!´<br /> * tocados para fora.<br /> * E virão pessoas do Oriente e do Ocidente, <br /> * do Norte e do Sul,<br /> * para tomarem parte do banquete do Reino<br /> de Deus.<br /> * E há últimos<br /> * que serão os primeiros,<br /> * e primeiros<br /> * que serão os últimos”.<br />
  69. 69. Lc 13<br /> J E S U S<br /> H E R O D E S A M E A Ç A<br /> N<br />* aquela hora chegaram,<br /> * alguns fariseus a falar:<br /> “Sai e vai embora daqui,<br /> * porque Herodes quer te matar”.<br /> Respondeu-lhes: “Vão dizer aquela raposa:<br /> * Hoje e amanhã estou curas realizando.<br /> Eu expulso demônios<br /> * e no terceiro dia chego terminando.<br /> * Devo continuar meu caminho hoje, amanhã <br /> * e no dia seguinte porém,<br /> * porque um profeta morra fora de Jerusalém,<br /> * não convêm.<br />
  70. 70. Obs.: * Naquela hora, chegaram<br /> * alguns fariseus dizendo-lhe:<br /> * porque Herodes quer te matar”.<br /> * Eu expulso demônios<br /> * e realiza curas hoje e amanhã<br /> * e no terceiro dia vou terminar.<br /> * Devo, porém, continuar meu <br /> caminho<br /> * Hoje, amanhã e no dia seguinte,<br /> * porque não convêm<br /> * que um profeta morra fora de <br /> Jerusalém.<br />
  71. 71. C A S T I G O D E J E R U S A L É M Lc 13<br /> J<br />erusalém, Jerusalém,<br />o que tu fizeste?<br /> * Apedrejas e matas aqueles que Deus envia!<br /> * Quantas vezes eu quis reunir teus filhos e não o <br /> quiseste!<br /> * Juntar eles como a galinha a ninhada,<br /> * debaixo das asas vai recolher.<br />Não perceberam,<br />que castigo contra esta cidade vai haver.<br />
  72. 72. * A casa de vocês ficará completamente <br /> abandonada<br /> * e eu lhe digo; vocês não mais vão me<br />ver, <br /> * até que digam:”Bendito o que vem em<br /> nome do Senhor!” (43)<br />Tudo isto Ele foi para eles predizer.<br /> Lc 13 - 14<br />
  73. 73. Obs.:* apedrejas aqueles que Deus envia!<br /> * Quantas vezes eu quis reunir meus filhos,<br /> * como a galinha recolhe a ninhada<br /> * debaixo das asas... e não o quiseste!<br /> * A casa de vocês fiará completamente abandonada.<br /> * Eu lhes digo: vocês não vão me ver<br /> * mais, até que digam: Bendito o que vem em nome<br /> do Senhor!” (43) <br />Lc 13 - 14<br />
  74. 74. M O R T E D E J O Ã O B A T I S T E Mt 14<br />* ssa época Herodes quando era o governador da Galiléia,<br /> * acabou noticias sobre Jesus ter.<br /> * Disse aos seus oficiais;<br /> * “Ele e João Batista que voltou a viver;<br /> * é por isso que essas forças milagrosas ,<br /> * nele operam.”<br />Isto incomodou Herodes,<br />por causa das problemas que lhe deram.<br /> E<br />
  75. 75. * Herodiades a mulher de seu irmão Filipe,<br /> * queria ter um caso com João,<br /> * que se negou e justificou-se:<br /> * “Para viver com essa mulher não tenho permissão”.<br /> * De fato, fora o próprio Herodes mandara ele prender, <br /> acorrentar<br /> * e lançá-lo na cadeia para poder João eliminar. <br /> * Mas ele tinha medo do povo que como considerava <br /> como um profeta<br /> * e a filha de Herodiades no aniversário dele diante de<br /> todos foi dançar.<br />
  76. 76. Isto foi para João fatal,<br /> * porque ela a cabeça dele o Herodes ofereceu<br /> * e ao juramento para a filha,<br /> * infelizmente cedeu.<br /> Depois, vieram os discípulos de João,<br /> * para poderem seu corpo sepultar<br /> * e foram,<br /> * tudo para Jesus contar. <br /> ============== <br />Obs.: * Por essa época, Herodes, governador da Galiléia,<br /> * ouviu noticias sobre Jesus<br /> * e disse aos seus oficiais:<br /> * “Ele é João Batista, que voltou a viver;<br /> * é por isso que essas forças milagrosas<br /> * operam nele”.<br />
  77. 77. * O motivo foi<br /> * Herodiades, mulher de seu irmão Filipe.<br /> * É que João ficava lhe falando:<br /> * “Não lhe é permitido viver com essa mulher”.<br /> * De fato, fora o próprio Herodes quem mandara<br /> prender João, acorrentá-lo<br /> * e lançá-lo na cadeia. Herodes queria eliminar<br /> João,<br /> * mas tinha medo do povo que o considerava<br /> como um profeta.<br /> * Mas no aniversário de Herodes, a filha de <br /> Herodiades dançou diante de todos<br />
  78. 78. * que este lhe prometeu, com juramento, dar-lhe o que <br /> pedisse.<br /> Ela, instigada pela mãe, respondeu: “Dê-me, agora mesmo,<br /> numa bandeja, a cabeça de João Batista”.<br /> * O rei ficou triste; mas por causa do juramento feito diante <br /> dos convidados,<br /> ordenou que lha dessem. “Mandou cortar a cabeça de João,<br /> na cadeia. A cabeça foi trazido numa bandeja e dado a moça.<br /> * pegaram seu corpo e lhe deram sepultura. <br /> * E foram<br /> * contar tudo a Jesus.<br />
  79. 79. P R I M E I R A M U L T I P L I C A Ç Ã O D O S P Ã E S<br /> Mt 14<br />o receber a noticia,<br /> * Jesus quando saiu de lá num barco para um lugar deserto <br /> se afastou.<br /> * O povo que ficou sabendo saindo das cidades para seguir<br /> por terra.<br /> * Ao descer da barca da grande multidão que viu os doentes<br />curou.<br /> * Os discípulos pediram Ele que mandasse o povo embora,<br /> * para que possam ir às aldeias comida comprar.<br /> Jesus-lhes respondeu: “Não precisam ir, <br /> * vocês é que devem comida lhes dar”.<br /> A<br />
  80. 80. Tomou conta deles,<br />uma grande aflição.<br /> * Tinham somente cinco<br /> pães e dois peixes,<br />mas Jesus já tinha uma solução.<br /> * “Ordenou: “Tragam-nos aqui<br /> * e o povo na grama se sentar mandou.<br /> * Os cinco pães <br /> * e dois peixes depois tomou.<br />
  81. 81. * Para o céu<br /> * os olhos ergueu<br /> * e graças a Deus,<br /> * aindadeu.<br /> Partiu os pães, <br /> * deu-os aos discípulos que <br /> distribuíram estes para a multidão.<br /> * Comeu até ficou satisfeito,<br /> * cada cidadão.<br /> * O que sobrou,<br /> * depoisrecolheram.<br /> * Com os pedaços doze cestos,<br /> * ainda encheram.<br /> * O número das pessoas que puderam <br /> comer,<br /> * de uns cinco mil homens alcançou,<br /> * sem contar mulheres e crianças,<br />que Jesus também beneficiou.<br />
  82. 82. Obs.: * Jesus saiu de lá num barco,<br /> * para um lugar deserto e afastado.<br /> * O povo ficou sabendo e saindo das cidades, o seguiu<br /> por terra.<br /> Ao descer da barca, viu a grande multidão e teve pena<br /> e curou<br /> os doentes.<br /> * Ao cair da tarde, os discípulos se aproximando,<br /> dizendo: “Este <br /> lugar é deserto e já é tarde. Manda o povo embora,<br /> * para possam ir às aldeias comprar comida”.<br /> * Vocês é que devem dar lhes de comer”. <br />
  83. 83. * Replicaram eles: “Mas só temos aqui cinco pães e<br /> dois peixes...”<br /> * Jesus ordenou: “Tragam-nos aqui”.<br /> * Mandou que o povo se sentasse na grama.<br /> * Depois, tomou os cinco pães <br /> * e os dois peixes,<br />
  84. 84. * ergueu os olhos<br /> * para o céu<br /> * e <br /> * deu graças a Deus.<br /> * e estes distribuíram para a multidão.<br /> * Todos comeram, até ficarem satisfeitos.<br /> * Recolheram <br /> * o que sobrou<br /> * e ainda encheram<br /> * com os pedaços doze cestos. <br /> * O número das pessoas que comeram<br /> * era de uns cinco mil homens,<br /> * sem contar mulheres e crianças.<br />
  85. 85. J E S U S C A M I N H A S O B R E O M A R Mt 14 <br /> J<br />* esus mandou os discípulos logo depois entrar na barca<br /> * e irem na frente para a outra margem.<br />Ele sabia perfeitamente,<br />que faltou eles a coragem.<br /> Tendo a despedido a multidão subiu ao monte para <br /> rezar na solidão, <br />como costumava a fazer.<br /> * Estava ali sozinho,<br /> * ao anoitecer.<br /> J<br />
  86. 86. * Os discípulos na barca já eram distanciados da <br /> terra<br /> * e a barca por fortes ondas ficou muito agitada.<br /> * Pois o vento era contrário<br /> * e o pânico começou lá pelas três horas da <br /> madrugada.<br />Levaram de repente um justo da nada,<br />porque?<br />O que tinham visto deixaria muita gente,<br />os cabelos em pé.<br />
  87. 87. * E gritavam de pavor:<br /> ”O que isto? Está vendo ou estamos alucinando?<br /> * “É um fantasma,<br /> * está sobre as águas caminhando!”<br /> * Mas Jesus lhes disse logo: “Sou eu, não tenham <br /> medo,<br /> * tenham confiança!”<br />Esqueceram até,<br />que nunca deveria morrer a esperança!<br />
  88. 88. Então Pedro lhe pediu:<br /> * “Senhor, se és tu, manda que eu vá <br /> sobre as águas até junto de ti!”<br /> * “Venha!” respondeu Jesus<br /> * e Pedro caminhou sobre as águas <br /> ao um encontro de<br />Jesusaí.<br /> * O vento que sentiu era tão forte,<br /> * e por ter medo começou afundar.<br /> * “Senhor, salve-me!”<br /> * Ouvia-se ele gritar.<br />
  89. 89. Jesus imediatamente estendeu a mão,<br /> * segurou-o e falou:<br /> “Homem fraco de fé,<br /> * porque você duvidou?<br /> Assim que subiram na barca, o vento se<br /> acalmou.<br /> * Então os que estavam na barca falaram:<br /> “Efetivamente, tu és o Filho de Deus!”<br /> * Diante de Jesus então se prostraram.<br />
  90. 90. Obs.: * Logo depois, Jesus mandou os discípulos entrarem na<br /> barca<br /> * e irem na frente para a outra margem.<br /> * Enquanto isso, ele ia despedindo a multidão. Tendo-a <br /> despedindo,<br /> * Ao anoitecer,<br /> * estava ali, sozinho.<br /> * Entretanto, a barca dos discípulos, que já estava<br /> a uma distância bem grande da terra,<br /> * era agitada por fortes ondas, <br /> * pois o vento era contrário. <br /> * Lá pelas três horas da madrugada, Jesus foi ao<br /> encontro dos discípulos, caminhando sobre as águas.<br />
  91. 91. * Os discípulos, quando o viram caminhando sobre as águas,<br /> * ficaram com medo e diziam: “É um fantasma!”<br /> * E gritavam de pavor.<br /> * Mas Jesus lhes disse logo: “Tenham confiança, sou eu.<br /> Não tenham medo!”<br /> * “Senhor, se és tu, manda que eu vá sobre as águas até junto <br /> de ti!” <br /> * Venha! respondeu Jesus.<br /> * Pedro saltou da barca e, caminhando sobre as águas, foi ao<br /> encontro de Jesus.<br /> * Mas sentiu a força do vento,<br /> * ficou com medo, começou afundar<br /> * e gritou:<br /> * “Senhor, salve-me!”<br />
  92. 92. iiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii<br />* segurou-o e disse-lhe:<br /> * por que você duvidou?”<br /> * Assim que subiram na barca,<br /> o vento se acalmou. <br /> * Então os que estavam na<br /> barca<br /> * se prostraram diante de Jesus,<br /> dizendo:<br /> * “Efetivamente, tu és o Filho de<br /> Deus!”<br />
  93. 93. C U R A S E M G E N E S A R É Mt 14 - 15<br />erminando a travessia,<br /> * a região de Genesaré chegaram.<br /> As pessoas do lugar o reconheceram<br /> * e a noticia por todo lado espalharam.<br /> Trouxeram-lhe todos os doentes<br /> * e lhe pediam que pelo menos os deixassem <br /> na ponta da sua roupa tocar.<br /> E todos que a tocavam,<br /> * Ele chegou a curar.<br /> ========================<br />Obs.: * chegaram a região de Genesaré.<br /> * e espalharam a noticia por todo lado.<br /> * e lhe pediam que pelo menos os deixassem<br /> tocar na ponta da sua roupa.<br /> * ficaram curados.<br />T<br />
  94. 94. C U R A D O H I D R Ó P I C O Lc 14 <br /> N<br /> N<br />* um sábado, Jesus entrou na casa de um dos chefes dos<br /> fariseus,<br /> * para tomar a refeição.<br /> * Puseram-se,<br /> * a uma observação.<br /> Dirigindo-se aos juristas e fariseus,perguntou Jesus:<br /> * “É permitido ou não no sábado a curar?”<br /> * Mas em vez de responder,<br /> * preferiam se calar.<br />
  95. 95. * Então Jesus curou o homem<br /> * e depois lhes disse:<br /> * “Qual de vocês não logo retiraria mesmo <br /> num sábado um jumento ou boi seu, <br /> * que por acaso num poço caísse?”<br />Eles então começaram,<br />seus erros perceber.<br /> Diante disso,<br /> * nada puderam lhe responder.<br />
  96. 96. Obs.: * Num sábado, Jesus entrou na casa de um dos <br /> chefes dos fariseus <br /> * para tomar a refeição,<br /> * e puseram-se<br /> * a observá-lo.<br /> * “É permitido ou não curar no sábado?”<br /> * Mas eles <br /> * ficaram calados.<br /> * Então Jesus tomou o homem pela mão, curou-o e <br /> despediu-o.<br /> * Depois lhes disse: “Qual de vocês não retiraria logo,<br /> * mesmo sendo sábado, um jumento ou um boi seu<br /> * que por acaso caísse num poço?”<br />
  97. 97. H U M I L D A D E Lc 14<br /> P<br />ercebendo como os convidados escolheram os primeiros <br /> lugares na mesa,<br /> * foi para eles esta parábola contar:<br /> “Quando você é convidado por alguém para uma festa de casamento,<br /> * não procure no primeiro lugar da mesa se sentar.<br /> * Pode ser que também tenha sido convidado por ele alguém mais importante<br /> * e aquele que convido e o outro vai lhe dizer quando acaba chegar:<br /> * “Queira ceder a este senhor,<br /> * o lugar”.<br />
  98. 98. E você, cheio de vergonha,<br /> * terá o último lugar ocupar.<br /> Quando, porém, você for convidado,<br /> * sente-se no último lugar.<br /> * Ao chegar,<br /> * aquele que o convidou, lhe diria:<br /> * “Meu amigo, de sentar-se mais para cima,<br />eu gostaria!”<br />
  99. 99. E isso será honroso para você diante dos convidados,<br /> * porque todo aquele que se eleva será rebaixado,<br /> * e o que se rebaixa,<br /> * será elevado”.<br />* * * * * * * * * * * * * * * * * * * *<br />Obs.: * contou-lhes esta parábola:<br /> * não procure sentar-se no primeiro lugar da mesa,<br /> * porque pode ser que também tenha sido convidado por <br /> ele alguém mais importante que você.<br /> * e chegando aquele que convidou você e o outro, vai lhe<br /> dizer:<br /> * Queira ceder o lugar<br /> * a este senhor´.<br /> * terá de sentar-se no último lugar.<br /> * sente-se no último lugar,<br /> * e assim aquele que o convidou, lhe diria:<br /> * ao chegar:<br /> * ´Meu amigo, sente-se mais para cima!´<br />~~ ~~ ~~<br />
  100. 100. * porque todo aquele que se eleva<br /> será rebaixado,<br /> * e o que se rebaixa<br /> * será elevado”.<br />
  101. 101. N Ã O B U S C A R R E C O M P E N S A Lc 14 <br />D<br />* epois, Jesus disse ao homem que não convide: “Os amigos, irmãos, <br /> * parentes e vizinhos ricos para um almoço ou um jantar, <br /> * senão eles te convidem<br /> * e vão teu gesto recompensar.<br /> * Mas quando você vai,<br /> * um banquete oferecer,<br /> os pobres,<br /> * aleijados, coxos, cegos, seus convidados devem ser.<br /> * E você será feliz,<br /> * porque eles não têm com que lhe retribuir.<br /> Você então a recompensa,<br /> * na ressurreição dos justos vais conseguir”. <br />
  102. 102. Obs.: * Depois, Jesus disse ao homem que o convidara: <br /> * “Quando você quiser dar um almoço ou um jantar, não <br /> convide os amigos, nem os irmãos, nem os parentes, nem <br /> os vizinhos ricos,<br /> * para não acontecer que por sua vez eles o convidem e,<br /> * com isso, você já terá recebido sua recompensa.<br /> * Mas quando você<br /> * der um banquete, convide<br /> * os aleijados, os coxos, os cegos;<br /> * e você será feliz,<br /> * porque eles não têm com que lhe retribuir,<br /> * e você então receberá a recompensa<br /> * na ressurreição dos justos”.<br />
  103. 103. A S T R A D I Ç Õ E S D O S <br /> F A R I S E U S Mt 15<br /> J<br />esus os fariseus e escribas,<br /> * fingidos foi chamar,<br /> * que criticaram seus discípulos,<br /> * porque antes das refeições suas mãos não foram <br />lavar.<br /> * Assim vocês anulam a palavra de Deus,<br /> para seguirem sua tradição.<br /> * Quando Isaias profetizou a respeito de vocês,<br /> * tinha razão.<br />
  104. 104. Este povo me honra só da boca para fora,<br /> * mas está longe de mim seu coração,<br /> * pois o que ensinam,<br /> * passa de preconceitos humanos não!”(40).<br /> * Depois que chamou o povo para perto de si<br /> disse:<br /> * “Escutem e procurem entender:<br /> * O que torna o homem impuro é aquilo que saí<br /> da sua boca<br /> * e não é o que entra pela boca vai ser”.<br />
  105. 105. * Acusaram Jesus:<br /> * “Sabes que os fariseus com suas palavras ficaram <br />escandalizados?”<br />Eles se sentiram com isto humilhados<br />e provocados.<br /> Jesus lhes respondeu:<br /> * “Toda planta que não foi plantada,<br /> por meu Pai Celeste, <br /> * será arrancada.<br /> Não se incomodam com eles:<br /> * são cegos que cegos estão guiando.<br /> Ora, se um cego guia outro cego caiam ambos num buraco,<br />onde vão se machucando”. <br /> * Pedro queria daquela parábola uma explicação,<br />para que poder melhor entender.<br /> Jesus lhes respondeu:<br /> * “Vocês também não conseguem compreender?<br />
  106. 106. * Não sabem,<br /> * que todo pela boca vai entrar,<br /> vai para o estômago<br /> * e na fossa parar?<br /> * Mas o que sai da boca,<br /> * vem do coração<br /> e é isso que torna o homem impuro,<br />esqueça isto não!<br /> Pois é do coração que vêm os maus pensamentos,<br /> * os homicídios, os adultérios e outras coisas imorais,<br /> * furtos, falsos testemunhos e blasfêmias,<br />pecados graves, que deveriam ser cometidos jamais!<br /> Isso, sim,<br /> * é que vai o homem impuro tornar;<br /> * mas não torna o homem impuro,<br /> * quando ele não vai as mãos lavar”.<br />
  107. 107. Obs.: Então apresentaram-se a Jesus alguns escribas <br /> e fariseus vindo de Jerusalém,<br /> * e disseram: “Por que os teus discípulos<br /> desobedecem à tradição dos antigos<br /> * e não lavam as mãos antes das refeições?”<br /> * Assim vocês anulam a palavra de Deus<br /> * para seguirem sua tradição.<br /> * Fingidos!<br /> * Tinha razão<br />
  108. 108. * Isaias quando profetizou a respeito de vocês,<br /> * mas seu coração está longe de mim.<br /> Vão é o oculto que me prestam,<br /> * pois o que ensinam<br /> * não passa de preconceitos humanos!” (40).<br /> * Depois, chamou o povo para perto de si e disse:<br /> * “Escutem e procurem entender:<br /> * Não é o que entra pela boca<br /> * que torna o homem impuro mas, ao contrário,<br /> * é aquilo que sai da boca”.<br />
  109. 109. * Aproximaram-se, então, os discípulos e disseram-lhe:<br /> * “Sabes que os fariseus ficarem escandalizados com tuas<br /> palavras?”<br /> * Toda planta que não foi plantada <br />* será arrancada<br /> * são cegos guiando cegos.<br /> * Tomando a palavra, disse Pedro: “Explica-nos aquela parábola”.<br /> * “Vocês também não conseguem compreender?<br />~~ ~~ ~~<br />
  110. 110. * Não sabem<br /> * que tudo o que entra pela boca,<br /> * e daí para a fossa?<br /> * Mas o que sai da boca<br /> * vem do coração,<br /> * os homicídios, os adultérios, e outras coisas <br /> imorais,<br /> * furtos, falsos testemunhos e blasfêmias.<br /> * é que torna o homem impuro;<br /> * mas comer sem lavar as mãos<br /> * não torna impuro o homem”.<br />
  111. 111. A C A N A N É I A Mt 15<br /> S<br />aíndo dali, <br /> * Jesus para a região de Tiro e Sidônia se retirou.<br /> Uma mulher cananéia,<br /> * daquela região gritou:<br /> “Senhor, Filo de Davi, tem piedade de mim!<br /> * Minha filha, está terrivelmente pelo demônio<br />atormentada.<br /> * Jesus, porém, não deu resposta alguma, <br />e ela esperava dele que este mal seja espantada.<br />
  112. 112. * Os discípulos pediram:<br /> * “Manda-a embora, pois atrás de nós<br /> está gritando”.<br />Eles não gostavam,<br />para poderem isto agüentando.<br /> Respondendo, disse Jesus:<br /> * “De Israel foi somente enviado, para <br /> as ovelhas perdidas do povo.<br /> * “Senhor, ajude-me!”<br /> * Pedindo a Ele de joelhos suplicandode novo!”<br />
  113. 113. Respondeu-lhe Ele:<br /> *”Tirar o pão dos filhos para dar aos cachorrinhos não fica bem”.<br /> Tens razão, Senhor – replicou a mulher – <br /> * Mas os cachorrinhos comem as sobras que caem da mesa de <br /> seus donos também!<br />Para ela,<br /> * Jesus respondeu: <br /> “Mulher, como é grande a sua fé!<br /> E a filha dela ficou curada na mesma hora que tanto sofreu.<br /> ==================<br />Obs.: * Jesus retirou-se para a região de Tiro e Sidônia.<br /> * daquela região, veio gritando:<br /> * Minha filha está terrivelmente atormentada pelo demônio”.<br /> * Jesus, porém, não deu resposta alguma.<br />
  114. 114. * Os discípulos chegaram perto dele e pediram:<br /> * “Manda-a embora, pois ela vem gritando atrás de<br /> nós”. <br /> * “Fui enviado somente para as ovelhas perdidas do<br /> povo de Israel”.<br /> * Mas ela, chegando perto, ajoelhou-se diante de<br /> Jesus e suplicou: <br /> * “Senhor, ajude-me!”<br /> * “Não fica bem tirar o pão dos filhos para dá-lo aos<br /> cachorrinhos”.<br /> * Mas também os cachorrinhos comem as sobras que<br /> caem da mesa de seus donos!” <br /> * Jesus respondeu:<br /> ~~~~ ~~~~ ~~~~<br />
  115. 115. C U R A S N O M O N T E Mt 15<br />* erto do mar da Galiléia,<br /> * Jesus quando voltou de lá se sentava.<br /> * Imensas multidões trouxeram muitos <br /> doentes<br /> * e Ele os curava,<br /> * A multidão ao ver isto,<br /> * admirada ficou.<br />Eram extraordinárias estas curas<br /> * e Deus de Israel a <br /> multidão glorificou.<br /> P<br />
  116. 116. Obs.: * De lá, Jesus voltou<br /> * para perto do mar da Galiléia.<br /> * Aproximaram-se dele imensas multidões,<br /> trazendo aleijados, mansos, cegos, mudos<br /> e muitos outros doentes. Colocando todos <br /> aos pés de Jesus <br /> * e ele os curava.<br /> * E a multidão ficava admirada ao ver que <br /> os mudos falavam, os mancos ficavam sãos, <br /> os coxos caminhavam e os cegos viam;<br />Mt 15 – 16 * e davam glória ao Deus de Israel.<br />
  117. 117. E<br />* stavam com Ele já três dias sem comer,<br /> * este povo.<br /> * Jesus teve pena dele,<br />fez a multiplicação de novo.<br />Mais uma vez,<br />então comprovou,<br />que ninguém deles,<br />se decepcionou.<br /> Depois, tomou os sete pães e os sete peixes,<br /> * a Deus agradeceu.<br />Acredite!<br /> com cestas de quatro mil cada um sua barriga <br />encheu!<br />Em seguida,<br /> * tendo a multidão despedido,<br /> entrou numa barca<br /> * e para a região de Magadan tem partido.<br />
  118. 118. Obs.: * Jesus chamou os discípulos<br /> * e lhes disse: “Tenho pena deste povo:<br /> faz três dias que está comigo e não tem <br /> o que comer.<br /> * deu graças a Deus,<br /> partiu-os e ia dando-os aos discípulos, <br /> que os distribuíam ao povo. <br /> * Os que haviam comido eram cerca de<br /> quatro mil, sem contar as mulheres e crianças. <br /> Tendo despedido a multidão,<br /> * e foi para a região de Magadan.<br />
  119. 119. P A R Á B O L A D A O V E L H A P E R D I D A Lc 15<br /> A<br />* proximavam-se de Jesus todos publicanos e pecadores para<br /> ouvi-lo<br /> * e os fariseus e os escribas começaram Ele a criticar.<br /> * Acharam que não pode comer na casa dos pecadores,<br />nem atenção para eles deveria dar.<br /> * Nesta parábola,<br /> * Jesus foi eles perguntar:<br /> “Quem de vocês, se tiver cem ovelhas e perder uma delas,<br /> * não deixa as noventa e nove sozinhas para ir a ovelha perdida<br />procurar.<br />
  120. 120. * Convidará os vizinhos e amigos,<br /> * dizendo eles: “Alegrem-se comigo,<br /> porque encontrei minha ovelha que estava perdida?”<br /> * Assim também haverá a maior alegria no céu eu lhes <br />digo.<br /> * Isto por um pecador que se converte,<br />tem para Deus a maior valorização.<br /> * Não é por noventa e nove justos,<br /> * que não precisam de conversão.<br />
  121. 121. Obs.: * Aproximaram-se de Jesus os publicanos e pecadores <br /> para ouvi-lo.<br /> * Os fariseus e escribas começaram a criticá-lo e diziam:<br /> * “Este homem dá atenção aos pecadores e come na casa<br /> deles”.<br /> * Jesus contou-lhes, <br /> * então, esta parábola:<br /> * não deixa as noventa e nove sozinhas, para ir procurar a<br /> ovelha perdida até encontrá-la?<br /> E achando-a, coloca-a sobre as ombros, cheio de alegria,<br /> e,<br /> voltando para casa,<br /> * convida os amigos e vizinhos, <br /> * dizendo-lhes: ´Alegrem-se comigo, porque encontrei<br /> minha ovelha que estava perdida ´? <br /> * assim também haverá maior alegria no céu<br /> * do que por noventa e nove justos que não precisam de <br /> conversão.<br />
  122. 122. P A R Á B O L A D A M O E D A P E R D I D A Lc 15<br /> E<br />u então, qual é a mulher que, tendo dez moedas <br /> de prata,<br /> * se uma vai perder;<br /> * a lâmpada,<br /> * não vai acender<br /> * e passa a vassoura procurando com cuidado,<br /> * até pode encontrar?<br /> * E encontrando-a, chama as amigas<br /> * e as vizinhas para se com eles alegrar.<br /> Desde modo – eu lhes digo –<br /> * alegria entre os anjos de Deus haverá,<br /> * por um único pecador,<br /> * que se converterá”.<br />
  123. 123. Obs.: * se perder uma,<br /> * não acende<br /> * a lâmpada<br /> * e passa a vassoura procurando com cuidado<br /> * até encontrá-la?<br /> * E, encontrando-a, chama os amigos e vizinhas <br /> e lhe diz:<br /> * ´Alegrem-se comigo, porque achei a moeda que<br /> eu tinha perdido´.<br /> * haverá alegria entre os anjos de Deus<br /> * por um único pecador<br /> * que se converte”.<br />
  124. 124. P A R Á B O L A D O P A I M I S E R I C O R D I O S O ( 44 ) Lc 15<br /> U<br />* m homem tinha dois filhos<br /> * e o mais novo a parte da herança dele do seu pai <br />cobrou.<br />Levou uma vida leviana,<br /> * tudo gastou.<br /> * Ao passar necessidade,<br /> * procurou ser lavador dos porcos sem conseguir.<br /> * A partir daí caiu em si,<br /> * e começou à refletir:<br />Pensou em seu pai,<br />onde fome não vai ter.<br /> * Decidiu: Vou ir ao encontro do meu pai onde ele mora,<br /> * para que posso pelo menos comer.<br /> * Enquanto refletiu chegou na casa dele<br /> e o pai feliz da vida fiz tudo por seu filho querido,<br />porque recebeu de volta seu filho casula,<br />que já julgou ter perdido.<br />
  125. 125. * O pai estava superfeliz<br />e contente,<br /> porque seu filho estava morto e reviveu;<br /> tinha-se perdido e foi encontrado de repente.<br /> * Seu filho achou injusto,<br /> este tipo de recepção que seu irmão ganhou.<br /> Ele não queria que seja recebido em casa,<br /> por isso indignado ficou.<br /> * Mas o pai disse aos empregados:<br /> * Tragam depressa a túnica mais rica e vistam nele.<br /> * Ponham-lhe um anel no dedo e sandálias nos pés<br /> * e tragam também o vitelo gordo e matam-no para ele.<br /> Comamos e alegremos-nos,<br /> * porque este filho estava morto e reviveu.<br /> * Felizmente encontrei,<br /> * que perdeu.<br />
  126. 126. Certo é,<br />que Deus age do mesmo jeito só por um único pecador.<br />Até ele é muito valoroso,<br />para Nosso Senhor.<br /> =========================<br />Obs.: * Disse ainda: “Um homem tinha dois filhos.<br /> * O mais novo disse ao pai: ´Pai, dê-me a parte da herança <br /> que me pertence´.<br /> * Depois de haver esbanjado tudo,<br /> houve grande fome naquele pais<br /> * e ele começou a passar necessidade.<br /> * Então foi pedir emprego a um dos moradores no lugar,<br /> o qual o mandou para seu sitio, para toma conta dos porcos. <br /> * Caindo em si,<br /> * refletiu:<br />
  127. 127. * Quantas empregados do meu pai têm pão em abundância,<br /> e eu aqui estou morrendo de fome!<br /> * Vou partir ao encontro do meu pai<br /> e vou partir o encontro do meu pai e vou dizer-lhe: Meu pai.<br /> pequei contra o céu e contra o senhor.<br /> * As quatro linhas do segundo verso são um resumo<br /> de um trecho deste capitulo.<br /> * Mas o pai disse aos empregados:<br /> * ´ Tragam depressa a túnica mais rica e vistam nele. <br /> * Ponham-lhe um anel no dedo e sandálias nos pés.<br /> * Tragam também o vitelo gordo e matam-no.<br /> * porque este meu filho estava morto e reviveu;<br /> * tinha-se perdido <br /> * e foi encontrado´.<br />
  128. 128. O S S I N A I S D O S T E M P O S Mt 16<br />* lguns fariseus e saduceus aproximaram-se de Jesus,<br /> * e para provar,<br /> * pediram que para eles,<br /> * vai um sinal vindo do céu mostrar.<br /> Mas Jesus respondeu-lhes:<br /> * “Ora, vocês sabem o aspecto do céu interpretar,<br /> mas não sabem distinguir os sinais dos tempos!<br /> * Para esta geração má e adúltera que está pedindo um sinal <br /> não vou dar.<br /> * Somente será dado o de Jonas<br /> * e ele os deixou.<br /> * Foi-se embora,<br />depois embarcou.<br /> A<br />
  129. 129. Obs.: * Alguns fariseus saduceus aproximaram-se de Jesus<br /> * e, para prová-lo,<br /> * pediram que lhes<br /> * mostrasse um sinal cindo do céu.<br /> * Ora, vocês sabem interpretar o aspecto do céu,<br /> * Esta geração má e adúltera está pedindo um sinal,<br /> * Mas não lhe será dado outro,<br /> * Senão o de Jonas”.<br /> * E deixando-os,<br /> * foi se embora.<br />
  130. 130. O F E R M E N T O D O S F A R I S E U S E D O S S A D U C E U S Mt 16<br /> A<br />o atravessarem para a outra margem do lago,<br />* os discípulos se esqueceram de ter levado o pão.<br /> * Com o fermento dos fariseus e saduceus tomem cuidado <br /> * e disse –lhes: “Atenção!”<br /> * Os discípulos começaram,<br /> * entre si então a dizer:<br /> * “Ele disse isso,<br /> * porque não fomos o pão trazer.<br /> * Jesus que conhecia seus pensamentos dizia para eles:<br /> * “Para que ficar entre si falando que o pão está faltando?<br />* Homens fracos de fé!<br />* Não estão dos cinco mil pães para os cinco mil homens<br /> se lembrando?<br />
  131. 131. * Quantos cestos cheios de sobras,<br /> * com elas vocês encheram?<br /> * Nem dos cinco pães para aqueles<br /> quatro mil homens?<br /> * Ainda não entenderam?<br />
  132. 132. * Como é que não percebem,<br /> * que eu mão estava de pães falando,<br />quando lhes,<br />do perigo foi alertando.<br /> * Dizia:”Tomem cuidado com o fermento dos fariseus <br /> * e saduceus?”<br /> * Então perceberam que Ele não falava de cuidado com o fermento do pão, <br /> mas com a doutrina dos fariseus e saduceus que não estava em acordo com<br />Deus.<br />=================================<br />Obs.: * Os discípulos se esqueceram de levar pão.<br /> * “Tomem cuidado com o fermento dos fariseus e saduceus!”<br /> * Os discípulos começaram<br /> * então dizer entre si:<br /> * “Ele disse isso<br /> * porque não trouxemos o pão”.<br />
  133. 133. * Conhecendo seus pensamentos, disse-lhes Jesus:<br /> * Para que ficar falando entre si que não têm pão?<br /> * Ainda não entenderam?<br /> * Não se lembram dos cinco pães para os cinco mil <br /> homens?<br /> * Quantos cestos<br /> * cheios de sobras vocês encheram com as sobras?<br /> * Como é que não perceberem<br /> * que eu não estava falando de pães<br /> * quando lhes disse: ´Tomem cuidado com o fermento<br /> dos fariseus<br /> * saduceus´?”<br />
  134. 134. P E D R O, C H E F E D A I G R E J A ( 41 )<br /> Mt 16<br /> C<br />hegando Jesus ao território de Cesaréia de Filipe,<br /> * aos discípulos perguntou:<br /> “No dizer do povo, quem é o Filho do homem?”<br />Quem deles aceitou?<br /> Uns dizem que é João Batista;<br /> * outros afirmam que é Elias;<br /> * outros ainda, falam que é um dos profetas,<br /> * ou Jeremias”.<br /> Então Jesus lhes perguntou: “E vocês?<br /> * Para vocês, quem “sou eu?”<br /> * “Tu és o Messias, o Filho de Deus vivo “,<br /> * Simão Pedro respondeu.<br /> Em resposta, Jesus disse a Pedro: “Feliz é você, Simão,<br /> filho de Jonas,<br /> * porque não foi nenhum ser humano que isso revelou,<br /> * e sim, o meu Pai que está nos céus,<br />foi Ele que inspirou.<br />
  135. 135. E por isso lhe digo: Você é Pedro,<br /> * sobre esta pedra vou minha igreja edificar<br /> * e os poderes do inferno, <br /> * jamais conseguirão dominar.<br /> Vou lhe dar as chaves do Reino dos Céus,<br /> * e tudo o que você na terra ligar será nos céus <br />ligado;<br /> e o que você desligar na terra,<br /> * será nos céus desligado”.<br /> * Depois Jesus,<br /> * aos discípulos ordenou,<br /> * que não dissessem a ninguém que Ele é o<br /> Messias,<br />porque este segredo sob sete chaves aguardou.<br />
  136. 136. Obs: * perguntou aos discípulos:<br /> * outros afirmam que é Elias.<br /> * outros ainda, falam que é Jeremias<br /> * ou um dos profetas”.<br /> * Para vocês, quem sou eu?<br /> * Simão Pedro respondeu:<br /> * “Tu és o Messias, o filho de Deus <br /> vivo”.<br /> * porque não foi nenhum ser humano<br /> que lhe <br /> * revelou isso<br /> * e, sim, o meu Pai que está nos céus.<br />
  137. 137. * e sobre esta pedra edificarei minha Igreja<br /> * e os poderes do inferno<br /> * jamais conseguirão dominá-la.<br /> * e tudo o que você ligar na terra, será ligado<br /> nos céus<br /> * e o que desligar na terra, será desligado nos<br /> céus”.<br /> * Depois Jesus<br /> * ordenou aos discípulos que<br /> * dissessem a ninguém que ele é o Messias.<br />
  138. 138. P R I M E I R O A N Ú N C I O <br /> D A P A I X Ã O ( 42 ) Mt 16<br /> D<br />esde então,<br /> * começou Jesus aos discípulos avisar abertamente;<br /> * que teria de ir a Jerusalém para aí sofrer muito,<br /> * da parte dos anciãos, dos sumos sacerdotes e dos <br /> escribas certamente.<br /> * E que teria de morrer, <br />como poderiam isto suportar?<br />Mas Jesus eles consolava:<br /> * “Ao terceiro dia vou ressuscitar”.<br />
  139. 139. Pedro, chamando-o à parte,<br /> * começou com estas palavras <br /> repreender.<br /> “Deus te livre disso, Senhor!<br /> * Isso jamais vai acontecer!<br /> Jesus, porém,<br /> * para Pedro se voltou<br /> e lhe disse: “Afaste-se de mim,Satanás!<br />de ouvir isso para ele só ainda faltou.<br />
  140. 140. * Você está sendo uma pedra,<br /> no meu caminho pode acreditar,<br /> * porque não é o de Deus,<br /> * mas o dos homens é seu modo <br /> de pensar.<br />==================<br />
  141. 141. Obs.: * Começou Jesus a declarar abertamente aos<br /> discípulos<br /> * que teria ir a Jerusalém para aí sofrer muito<br /> * da parte dos anciãos, dos sumos sacerdotes e dos<br /> escribas.<br /> * E que teria de morrer e,<br /> ao terceiro dia, ressuscitar.<br /> * Começou a repreendê-lo com estas palavras:<br /> * Isso jamais te acontecerá!”<br /> * voltou-se para Pedro<br /> * Você está sendo uma pedra no meu caminho,<br /> * porque seu modo de pensar não é o de Deus,<br /> mas o dos homens!”<br />
  142. 142. C O M O S E G U I R J E S U S Mt 16<br /> D<br />epois Jesus disse a seus discípulos: <br />Mt 16 - 17 * Aquele que quiser me seguir vai a si mesmo <br />renunciar; <br /> * precisa carregar a sua cruz,<br /> * para me acompanhar.<br /> Pois aquele que quiser salva sua vida,<br /> * vai perder;<br /> mas quem perder a vida por causa de mim,<br /> * vai receber.<br />
  143. 143. * O que adianta a gente ganhar o mundo inteiro,<br /> * se sua vida vai arruinar?<br /> * O que a gente não daria em troca da vida,<br />para preservar?<br /> * Porque o Filho do homem na glória de seu Pai,<br /> * com seus anjos virá,<br /> * e então a cada um,<br /> * de acordo com suas obras retribuirá.<br />
  144. 144. Eu lhes afirmo com toda certeza:<br /> * alguns dos que aqui se encontram não vão <br /> antes morrer,<br /> * que terem visto,<br /> o Filho do homem em seu Reino e com<br />todo poder”.<br /> =====================<br />Mt 16—17<br />Obs.: * “Aquele que quiser seguir-me, renuncie a si <br /> mesmo,<br /> * carregue a sua cruz<br /> * e me acompanhe.<br /> * vai perdê-la.<br /> * há de encontrá-la.<br />
  145. 145. * Pois, que adianta a gente ganhar o mundo inteiro<br /> * e arruinar sua vida?<br /> * O que a gente não daria em troca da vida?<br /> * Porque o Filho do homem virá na glória de seu Pai,<br /> * com seus anjos,<br /> * e então retribuirá a cada um<br /> * de acordo com suas obras.<br /> * alguns dos que aqui se encontram, não morrerão<br /> antes<br /> * que terem visto<br />
  146. 146. P A R Á B O L A D O A D M I N I S T R A D O R D E S O N E S T O Lc 16<br /> E<br />* sta parábola de Jesus conta do administrador desonesto,<br /> * que foi acusado perante ele que foi seus bens dissipar.<br /> * e teve que prestar conta para seu patrão, <br /> porque você não pode mais administrar.<br /> * ´O que vou fazer quando meu patrão retira de mim a <br /> administração,<br /> * pensou o administrador?<br /> * Não tenho saúde,<br /> * para posso ser um lavrador´.<br />
  147. 147. * Procurou uma solução<br /> * e um por um dos devedores do patrão ele chamou.<br /> * Quando perguntou quanto deve o patrão dele <br /> responderam direitinho<br /> * e esta inteligente ação do administrador desonesto o<br /> proprietário louvou.<br /> Porque os filhos deste mundo são mais inteligentes <br /> que os filhos da Luz,<br /> * no trato com seus semelhantes. (45).<br />Estas comparações de Jesus,<br />sempre são muito impressionantes!<br />
  148. 148. * Façam amigos com o

×