Exposição da Perla - "A Seca"

4.379 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Tecnologia
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.379
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
28
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
121
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Exposição da Perla - "A Seca"

  1. 1. A SECA NO NORDESTE
  2. 2. O Sertão Nordestino - A mais baixa incidencia de chuvas - As chuvas acontecem entre dezembro e abril - Cuando nao tem chuvas acontece a seca - As secas prolongadas s ão provocadas pelo fenomeno O Niño Polígono das secas igon das secas
  3. 3. A seca na história A seca tem sido um grave problema há séculos: - 1889 D. Pedro II ordenou a construção de açudes - 1909 crio-se o primeiro órgão de combate à seca: “ Inspetoria de Obras contra a Seca” - 1945 o órgão mudou de nome a “Departamento Nacional de Obras contra as Secas” - 1951 determinou-se o límite da estiagem: “O Polígono das secas” Porta dágua do DNOCS Polígono das secas
  4. 4. A seca: um problema social <ul><li>-No sertão nordestino habitam 18 milhões de pessoas </li></ul><ul><li>- A maior parte dos afetados limitam-se a esperar a ajuda do Governo </li></ul><ul><li>-Só uma minoria faz preparativos para a seca como: </li></ul><ul><ul><ul><li>Estocagem de alimentos </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Armazenamiento de agua </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Procura de emprego em otras zonas </li></ul></ul></ul>
  5. 5. Conseqüências da seca - Perda da produção agrícola - Debilitação da pecuária - Esgotamento das reservas de agua - A população rural mais pobre é a mais vulnerável - Dependencia das políticas públicas ou migração a áreas urbanas
  6. 6. Migração nordestina <ul><li>Nas décadas dos 60, 70 e 80 começou a migra ção devido a: </li></ul><ul><ul><li>-A desigualdade na renda </li></ul></ul><ul><ul><li>-Conçentração desigual das terras </li></ul></ul><ul><ul><li>-A seca </li></ul></ul><ul><li>As migrações chegam ao Sudeste com as promessas de: </li></ul><ul><ul><li>-Melhor qualidade de vida </li></ul></ul><ul><ul><li>-Oportunidades de emprego </li></ul></ul><ul><ul><li>-Salarios mais altos </li></ul></ul>Porém nos últimos años a migra ção tem se reduzido em Maranhão, Pernanbuco e Bahía E se tem invertido no resto do Nordeste
  7. 7. As soluções do governo - A seca no Nordeste está ligada à falta de políticas públicas para o beneficio da população -O governo federal envía dinheiro aos estados afetados criando-se uma “ Industria da seca ” “ A Industria da seca ” A estrategia dos grupos políticos e econômicos que aproveitam a seca para receber dinheiro Os recursos são desviados e não se usam para combatir a seca A seca usa-se como pretexto para não pagar as dívidas O dihneiro da seca compra os votos das pessoas mais pobres
  8. 8. A seca na Arte
  9. 9. “ Cafe” Candido Portinari(1903-1962) “ Labrador de cafe” Pintura
  10. 10. Candido Portinari “ Retirantes ” 1944 óleo sobre tela Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand São Paulo
  11. 11. Mestre Vitalino Vitalino Pereira dos Santos (1909-1963) Retrata o folclore nordestino e a vida cotidiana do homem sertanejo Material: massape Casa Museu Mestre Vitalino Museu do Homem no Nordeste Escultura
  12. 12. “ O Quinze ” (1930) de Rachel de Queiroz Relata a difícil marcha de um retirante e sua família rumo ao Amazonas. Paralelamente existe a história de uma moça sonhadora que adora ler romances franceses. O romance denuncia o grave problema da seca: o inimigo comum. Literatura Poema dramático que retrata a dura trajetória de um migrante nordestino em busca duma vida mais favorável no litoral. Em 1965 a obra foi musicalizada por Chico Buarque e montada como peça de teatro. “ Vidas secas ” (1938) de Graciliano Ramos É a história de uma familia de cinco: Fabiano, sinha Vitoria, os seus dois filhos e a cachorra Baleia, que moram na pobreza do Nordeste. A histórica tem forma cíclica reflectindo o ciclo de pobreza do sert ão. “ Morte e vida severina ” (1966) de João Cabral de Melo Neto
  13. 13. Deus e o diabo na terra do sol (1964) Direção: Glauber Rocha Cinema Sinopse: O sertanejo Manoel e sua mulher Rosa levam uma vida sofrida no interior do país numa terra desolada pela seca. Manuel precisa terra própria e vai consegui-la em troca do gado com um coronel, mas quando o leva para a cidade alguns animais morrem no percurso e cancela-se o trato. Então Manoel zanga-se, mata o coronel e foge com a sua mulher, e na fuga junta-se a uma seita que luta contra os latifundiários. Em vingança, os latifundiários contratam a Antônio das Mortes para matar o grupo.

×