A Felicidade Paradoxal

8.181 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Tecnologia, Negócios
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
8.181
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
84
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
181
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A Felicidade Paradoxal

  1. 1. Sociedade de consumo A felicidade paradoxal: ensaio sobre a sociedade de hiperconsumo Gilles Lipovetsky Aluna: Keila Nicchelle
  2. 2. Introdução Eventos de evolução da sociedade Cenário de transição: Moderna – pós-moderna – hipermoderna Sistema de capitalismo: sociedade de consumo x felicidade “paradoxal”
  3. 3. Estrutura do texto <ul><li>A sociedade de hiperconsumo </li></ul><ul><li>As três eras do capitalismo </li></ul><ul><li>O nascimento dos mercados de massa </li></ul><ul><li>Produção e marketing de massa </li></ul><ul><li>Uma tripla invenção </li></ul><ul><li>Os grandes magazines </li></ul><ul><li>A sociedade de consumo de massa </li></ul><ul><li>A economia fordista </li></ul><ul><li>Uma nova salvação </li></ul>
  4. 4. Sociedade de hiperconsumo - Crise: mudança na economia: início dos anos 90; - Transição: sistema cultural materialista – mundo pós materialista; - Nova era da mercantilização: nova relação com os bens de consumo: desaparecimento da sagração das coisas; - Indústria: novas estratégias de personalização dos produtos; - Ampliação da mercantilização: frenesí das necessidades sempre mais, sempre novo; - Nova sociedade: funciona por hiperconsumo;
  5. 5. As três eras do capitalismo O nascimento dos mercados de massa <ul><li>Produção e marketing de massa </li></ul><ul><li>- Reorganização do comércio: pequenos mercados locais - mercados nacionais (infra-estrutura de transporte e comunicação); </li></ul><ul><li>Reestruturação das fábricas: máquinas de fabricação contínua; </li></ul><ul><li>produção em série: + velocidade de produção </li></ul><ul><li>maior produtividade: queda dos custos </li></ul><ul><li>- Consumo: produtos ao alcance das massas; </li></ul>
  6. 6. As três eras do capitalismo O nascimento dos mercados de massa Uma tripla invenção: marca, acondicionamento e publicidade - Marketing de massa: marca: publicidade em escala nacional; - Transformação da relação consumidor x varejista: a marca como garantia de qualidade; - Valorização da marca: o consumidor passa a comprar uma assinatura no lugar de um produto;
  7. 7. As três eras do capitalismo O nascimento dos mercados de massa Os grandes magazines - Comércio de massa: magazines: rompimento das tradições comerciais do passado; - Novas políticas de venda agressivas e sedutoras: 1a. Revolução comercial moderna; rotação rápida de estoques: + variedade dos produtos volume de negócios elevado: prática de preços baixos - Democratização do desejo: tudo ao alcance de todos; - Revolução da relação com o consumo: locais de venda = palácios de sonho;
  8. 8. As três eras do capitalismo A sociedade de consumo de massa <ul><li>A economia fordista </li></ul><ul><li>Sociedade da abundância: crescimento econômico: elevação do nível de produtividade; </li></ul><ul><li>lógica da quantidade: alta da produtividade; </li></ul><ul><li>fábrica de vender: distribuição em grande escala; </li></ul><ul><li>- Milagre do consumo: poder de compra em camadas sociais vastas; </li></ul><ul><li>- Melhoria do meio de existência: libertação do consumo de uma necessidade estreita; </li></ul><ul><li>- Complô da moda: diversificação dos produtos e redução do tempo de vida das mercadorias; </li></ul>
  9. 9. As três eras do capitalismo A sociedade de consumo de massa Uma nova salvação - Fim das antigas resistências culturais: libertação do ser; - Frivolidades da vida mercantil: poder de compra das maravilhas da terra, realização dos sonhos sem demora; - Necessidades artificiais: ostentação, estimulação dos desejos;
  10. 10. As três eras do capitalismo 1a. Fase Felicidade moderna: consumo sedução (somos herdeiros até hoje) 2a. Fase Cultura hedonista: gozos privados: “vida presente” e suas satisfações imediatas 3a. Fase Sociedades desenvolvidas: individualismo e consumismo frenético
  11. 11. Considerações - Nova era do capitalismo: sociedade mercantil; - Sociedade de hiperconsumo: civilização do desejo; maior bem estar x sistema incontrolado: caos extremo da desigualdade do consumo
  12. 12. Considerações Felicidade paradoxal… - O PIB dobrou x no. de desempregados quadruplicou; - Sociedades cada vez mais ricas x no. crescente de pessoas vive na precariedade; - Cultura hedonista x inquietações, decepções, inseguranças sociais e pessoais aumentam;
  13. 13. Considerações Felicidade paradoxal… É hora da moderação das motivações dos bens mercantis? É preciso rediscutir o imaginário da satisfação completa e imediata das necessidades comercializadas…
  14. 14. Considerações Presente: nada está em condições de deter ou frear o avanço da mercantilização dos modos de vida de uma sociedade de hiperconsumo que ainda engatinha. Futuro: novas prioridades: bem viver para um maior equilíbrio e felicidade da humanidade. mais nova modernidade: despertar para o conceito de um novo luxo.

×