Aplicação de check lists para inspeção de segurança do trabalho

484 visualizações

Publicada em

1 comentário
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
484
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
52
Comentários
1
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aplicação de check lists para inspeção de segurança do trabalho

  1. 1. Aplicação de Check Lists para Inspeção de Segurança do Trabalho Para o aumento dos níveis de segurança nos locais de trabalho são necessárias várias ações a serem empreendidas não só pelas empresas, nas figuras de seus gerentes de mais alto posto aos coordenadores, supervisores ou encarregados, como também por todos os empregados. Os check lists ou listas de verificação são um instrumento bem simples de emprego nesse tipo de análise. Contudo, somente verificar-se que algo não está certo e providenciar-se o reparo imediato não é o suficiente. Torna-se necessário que se busque as causas dos desvios (não atendimento aos itens normativos), com a finalidade de evitar novas ocorrências. Chama-se a isso de atitudes próativas. Com os resultados das análises dos check lists pode-se traçar as medidas corretivas e ou preventivas e estabelecer-se planos de ação presentes e futuros. Como sugestão podem ser definidos critérios de pontuação de atendimento aos itens do questionário com controle de atendimento periódico, mensal ou bimensal. Os resultados, por áreas avaliadas, podem ser afixados em quadros de aviso, para conhecimento dos trabalhadores. Eng. Antonio Fernando Navarro - 2010-11-26 navarro@vm.uff.br ; afnavarro@terra.com.br
  2. 2. Inspeção de Segurança do Trabalho O Formulário de Inspeção de Segurança do Trabalho é outro modelo de relatório de inspeção, aplicado exclusivamente à Segurança do Trabalho. Presta-se a uma avaliação preliminar das condições ambientais e de trabalho existentes na empresa segurada, que possam vir a influenciar nos aspectos relativos à Segurança, Higiene e Medicina do Trabalho. Trata-se de um modelo formulado por nós, a ser adotado em instalações de médio e grande porte, para grupos empresariais que contam com Comissões Internas de Prevenção de Acidentes e Equipes de Segurança, Higiene e de Medicina do Trabalho. Acreditamos que muitos itens poderão vir a ser acrescentados, aprimorando esta Ferramenta de Gerenciamento de Riscos. O Formulário é composto dos seguintes tópicos: 1 - Informações Gerais 2 - Condições sanitárias e de conforto nos locais de trabalho 3 - Segurança do Trabalho 4 - Prevenção contra incêndio 5 - Condições dos equipamentos e máquinas 6 - Áreas de armazenamento e depósitos 7 - Comentários Gerais acerca do risco inspecionado
  3. 3. Inspeção de Segurança do Trabalho Elaborado por: ____________________________________________________________ Em : Acompanhantes: Solicitante:
  4. 4. Inspeção de Segurança do Trabalho Departamento: Relatório nº: 1) Informações Gerais Empresa: Endereço: Dependência inspecionada: Bairro: Município: Estado: Telefone: Fac-símile: Outro meio: Horário de funcionamento para funcionários: das ...................às .............. ......... hs Horário de funcionamento para clientes/público: das ....................às......................... hs 2) Condições sanitárias e de conforto nos locais de trabalho 2.1) Instalações sanitárias Instalação sanitária dentro dos padrões de higiene? sim não Sanitários separados por sexo? sim não Identificação dos locais dos sanitários masculinos e femininos? sim não Os sanitários são utilizados como almoxarifados? sim não Há limpeza das caixas de água? sim não Há pertences de funcionários fora dos armários? sim não As cestas dos sanitários femininos são providas de tampas? sim não Há lavatórios fora dos sanitários? sim não Os lavatórios são empregados para lavar louças e marmitas? sim não São acondicionados outros materiais no interior dos sanitários? sim não Há mictórios nos banheiros dos homens? sim não Outros sim não Comentários:
  5. 5. 2.2) Instalações de copa e cozinha As cestas de lixo são providas de tampas? O lixo é recolhido periodicamente? O piso é liso e de material cerâmico? Os locais foram encontrados limpos? Há estufa para aquecimento das refeições dos empregados? As refeições dos empregados são preparadas na empresa? Há sinalização do local? Há proibição de fumo na área? Os bebedouros são providos de filtros? Há lavatórios, com toalhas de papel e sabão? A iluminação do local é compatível com a ocupação? O local é adequadamente ventilado? Os alimentos são acondicionados em prateleiras fechadas? O local é semestralmente tratado contra insetos e roedores? As condições de limpeza e higiene são adequadas? Outros Comentários: sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim não não não não não não não não não não não não não não não não
  6. 6. 2.3) Conforto nos locais de trabalho Iluminação adequada? Ventilação adequada? Há risco químico? Há risco físico? Há risco biológico? Foi detectado desconforto visual? Há caixas de primeiros socorros? A empresa realiza exames médicos periodicamente? Os assentos são ajustáveis? O layout foi considerado satisfatório? Os locais foram encontrados limpos? Há tomadas de pisos para as máquinas e equipamentos? As saídas são adequadamente sinalizadas? Há iluminação de emergência? As portas dos ambientes são abertas no sentido da saída? Outros Comentários: sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim não não não não não não não não não não não não não não não não
  7. 7. 3) Segurança do Trabalho 3.1) Segurança no ambiente de trabalho Há risco de queda nos pisos? Há risco de queda nas escadas? As escadas de emergência são sinalizadas adequadamente? Há iluminação de emergência no interior das escadas? As escadas de emergência possuem portas corta-fogo? As janelas possuem risco de cair quando abertas? Os móveis possuem cantos vivos ou agudos? Há espaços suficientes para o trânsito das pessoas? Há identificação dos pontos de luz e de força? Outros Comentários: sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim não não não não não não não não não não
  8. 8. 3.2) Segurança contra o risco de eletricidade Foram encontrados disjuntores aquecidos? Há benjamins nas tomadas elétricas? Foram encontrados fios desencapados? Há tomadas de parede sem proteção por tampa? Foi encontrada estufa ligada sem uso? Há aquecimento dos fios elétricos da estufa? Há aquecimento dos fios da máquina de café? Há aquecimento dos fios da geladeira? Há tomadas de piso sem tampa de proteção O chão ao redor das tomadas de piso está limpo? Os equipamentos de iluminação possuem proteção externa? Há identificação dos painéis de disjuntores? As tomadas possuem identificação da voltagem? A instalação elétrica é dividida no quadro por seções? Outros Comentários: sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim não não não não não não não não não não não não não não não
  9. 9. 3.3) Risco de queda Há corrimãos nas escadas? Há fitas anti-derrapantes nas bordas dos degraus da escada? Os degraus da escada estão em bom estado? Os pisos são encerados? A instalação elétrica é dividida no quadro por seções? Outros Comentários: sim sim sim sim sim sim não não não não não não
  10. 10. 4) Prevenção contra incêndio 4.1) Dispositivos contra incêndio Extintores de incêndio com etiquetas de identificação? Extintores de incêndio com carga vencida? Há fichas de controle dos extintores? Há delimitação de área sob os extintores? Os extintores estão posicionados na altura correta? Há extintores sobre o piso, sem proteção? Há contrato de manutenção da rede de sprinklers? Há vazamentos na rede hidráulica de combate a incêndios? Há botões de alarme? As mangueiras dos hidrantes estão conservadas? As caixas dos hidrantes estão com todos os seus pertences? As mangueiras estão corretamente enroladas? Há esguichos? Os abrigos das mangueiras estão sinalizados? Os abrigos das mangueiras estão demarcados no piso? Há saídas de emergência? As saídas de emergência possuem portas corta-fogo? A bomba elétrica da rede de hidrantes está funcionando? Os sprinklers possuem válvulas de governo e alarme? As bombas de sprinklers estão funcionando? Há painéis de acionamento das bombas de incêndio? Há sprinklers de reserva? A rede de sprinklers está pressurizada? Há detectores de incêndio? Os tipos de detectores estão compatíveis com os locais? Há detectores junto às saídas de ar condicionado? Há detectores no retorno do ar condicionado? Os equipamentos de incêndio estão visíveis e sinalizados? As portas corta-fogo encontram-se conservadas? As portas corta-fogo estão desobstruídas? As portas corta-fogo são mantidas fechadas? Há fechaduras nas portas corta-fogo? As portas corta-fogo encontram-se sinalizadas? A quantidade de hidrantes internos está de acordo com o risco? A quantidade de hidrantes externos está de acordo com o risco? Há sinalização proibindo o fumo? Há ignifugação de tapetes e cortinas? Há material de arrombamento? As saídas são mantidas fechadas fora do expediente? Há vigilância fora do horário de expediente? As saídas de emergência foram encontradas desobstruídas? Há pára-raios? Há dispositivos fixos de proteção por gases? Há outros dispositivos? sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim não não não não não não não não não não não não não não não não não não não não não não não não não não não não não não não não não não não não não não não não não não não não
  11. 11. Comentários:
  12. 12. 4.2) Equipamentos de Proteção Individual Os EPIs são utilizados por todos? Os EPIs necessitam ser especificados? Os EPIs são mantidos conservados? Há controle dos equipamentos de proteção individual? Há indicações à respeito do uso dos EPIs? Há fiscalização para o uso dos EPIs? Comentários: sim sim sim sim sim sim não não não não não não
  13. 13. 4.3) Treinamento de Segurança contra Incêndio Os funcionários são treinados em prevenção de acidentes? Os funcionários são treinados no combate a incêndios? Há CIPA? Há Brigada de Incêndio? Há planos de desocupação de emergência? Comentários gerais: sim sim sim sim sim não não não não não
  14. 14. 5) Áreas de armazenamento Há mercadorias ou materiais dificultando as passagens? Há mercadorias dificultando as saídas de emergência? Há identificação dos materiais armazenados? Há objetos armazenados junto às paredes divisórias? O armazenamento de mercadorias está correto? Há mercadorias guardadas no chão? O piso da área de armazenamento possui drenagem para água? As prateleiras de armazenamento são metálicas? Há adequada ventilação na área? Há mercadorias por sobre as prateleiras? Há mercadorias ultrapassando a largura das prateleiras? Há passagens entre as prateleiras e as paredes externas? Há passagem entre as prateleiras? Há controle de acesso de pessoas? Há controle de entrada e de saída de mercadorias? O almoxarifado possui proteção interna contra incêndio? Os funcionários possuem algum tipo de proteção? Comentários gerais: sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim não não não não não não não não não não não não não não não não não
  15. 15. 6) Equipamentos e máquinas Conservação dos elevadores e escadas rolantes? Efetuados testes hidrostáticos nas caldeiras? Realizada manutenção nos compressores? Efetuada manutenção dos geradores? Verificado o nível do óleo do transformador? Os motores de combustão interna estão em locais ventilados? Há máquinas e equipamentos sem proteção? A transmissão de força é enclausurada? Reparos, limpezas e ajustes são feitos por pessoas habilitadas? As máquinas e equipamentos são eletricamente aterradas? Os painéis dos equipamentos são sinalizados? Os equipamentos foram montados separados uns dos outros? Há ventilação adequada para os equipamentos? Os operadores trabalham com equipamentos de proteção? Há controle de perdas? Há ficha de controle por equipamento? A manutenção é própria? Há proteção contra incêndio? Comentários gerais: sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim sim não não não não não não não não não não não não não não não não não não
  16. 16. 7) Comentários gerais acerca do risco inspecionado Local: Data: Inspetor: Registro no MTE/CREA:
  17. 17. Considerações Gerais acerca do preenchimento do formulário Para o preenchimento do formulário deverão ser observados os seguintes aspectos, indicados a seguir, que precisarão ser enfatizados, a fim de que o Engenheiro de Segurança possa colher subsídios que venham a complementar o estudo do Gerente de Riscos da Empresa. 1) Informações gerais As informações gerais destinam-se ao cadastramento da empresa e dos locais inspecionados. Os dados deverão servir para a rápida identificação dos locais. Neste campo solicita-se a informação dos horários de funcionamento para os funcionários e para os clientes. Caso existam horários distintos, o Inspetor deverá verificar se há compatibilidade entre esses. 2) Condições sanitárias e de conforto nos locais de trabalho As condições sanitárias e de conforto, dizem respeito aos locais onde os funcionários poderão estar, para o seu asseio e higiene, para alimentação e lazer, e mesmo durante o trabalho. Por essa razão, procura-se identificar pontos onde não estejam sendo cumpridas as regras mínimas de higiene e asseio, que possam vir a comprometer a saúde e o bem estar das pessoas. Daí, o enfoque um pouco mais profundo para os sanitários e a copa-cozinha. Nesses locais a higiene e limpeza deve ser constante, espelhando o padrão de toda a empresa. Locais sem asseio são normalmente insalubres, sujeitando a empresa a sanções pelos inspetores do Ministério do Trabalho. Os sanitários deverão ser separados por sexo, e estarem em número no mínimo igual ao previsto nas Consolidações das Leis do Trabalho. Separamos o tópico em 3 grupamentos, a saber: • Instalações sanitárias; • Instalações de copa e de cozinha; • Conforto nos locais de trabalho. Destacamos, para comentários o último dele, qual seja, Conforto nos locais de trabalho. Uma preocupação sempre constante nesse tipo de inspeção é o que diz respeito ao conforto dos operários. O conforto pode ser traduzido como o conjunto de fatores ambientais que tornam o trabalho mais cômodo para o operário, fazendo com que ele o exerça sem sacrifícios orgânicos ou do próprio corpo. Assim, se a iluminação ambiente não é compatível com a atividade exercida, com toda a certeza o operário estará sacrificando a sua visão, não terá condições de executar corretamente o seu
  18. 18. trabalho, e estará se cansando mais rapidamente. Afora isso, há o risco da perda de qualidade do seu serviço. O mesmo ocorre quando a ventilação não é compatível. Há também que ser considerado os fatores de agravação do risco de trabalho, gerados por um risco químico, físico ou biológico. 3) Segurança do trabalho Os quesitos que envolvem a segurança do trabalho são os usuais, já comentados no modelo anterior. Logicamente algumas perguntas são adicionais. Outro aspecto é que separamos a segurança do trabalho por grupamentos, a fim de facilitar as inspeções. Os grupamentos que destacamos foram os seguintes: • segurança no ambiente do trabalho; • segurança contra o risco de eletricidade; • risco de queda. A segurança no ambiente de trabalho é baseada em alguns princípios, como se segue: • • • • • • perfeita adaptação do empregado ao ambiente de trabalho; perfeita adaptação do empregado ao local de trabalho; perfeita adaptação do empregado ao equipamento com que opera; adequado treinamento; condições físicas compatíveis com o trabalho desenvolvido; adequada supervisão e controle. A partir do momento em que essas condições mínimas estão sendo cumpridas, há uma tendência de uma redução brutal do número de acidentes de trabalho. Afora isso, o empregado tem que estar em uma ambiente onde a segurança não é só produto do seu trabalho. Todo o ambiente terá que ter proteção também, bem como deverá estar adequadamente protegido contra os riscos mais comuns. Assim, se ocorrer um acidente no ambiente de trabalho, e se esse acidente não pudesse ter sido evitado, deverão existir meios para atenuá-los. 4 - Prevenção contra incêndio O tópico aborda, de maneira simplificada, várias informações, relativas a equipamentos e sistemas de prevenção contra incêndio. O que se busca, dentro de um contexto geral, é saber-se se existem, como estão instalados, se funcionam, e se são visíveis por todos. O risco de incêndio é o que mais preocupa as empresas, visto ser um dos que apresenta uma maior severidade de perdas, e tende a envolver toda a empresa. Durante nossos trabalhos de inspeção nas empresas pudemos verificar que, cerca de 60% dos acidentes poderiam ser evitados. Cerca de 30%
  19. 19. dos mesmos poderiam ser controlados e extintos no seu início. Para isso, é necessário muito mais do que a existência de extintores pendurados nas paredes, ou hidrantes. É necessário que haja uma mentalidade prevencionista, atingindo toda a empresa, desde o seu mais alto escalão. Os empregados devem estar motivados para isso. Devem estar preparados para esses momentos. Devem buscar trabalhar em um ambiente seguro. 5 - Áreas de armazenamento e depósitos As áreas de armazenamento e de estocagem, seja de produtos acabados, seja de insumos para a produção, são muito importantes para a empresa. Afora isso, constituem-se em pontos de acúmulo de risco, pela facilidade do incêndio, ali ocorrido, rapidamente se alastrar, atingindo outros locais. As perdas provocadas por incêndios nessas áreas são sempre muito superiores aos prejuízos com a própria perda dos bens envolvidos. Deve-se considerar o retrabalho, para a produção de novos bens, como também o tempo em que a empresa pode ficar parada, aguardando o fornecimento de novos insumos, para substituir o que foi perdido. A verificação feita nas áreas de armazenamento e depósitos é com fins de se saber se as mercadorias encontram-se adequadamente armazenadas, e se há um mínimo de condição de segurança no local. Um dos aspectos mais importantes é aquele que se refere à existência de corredores e passagens, que possibilite não só o livre trânsito de pessoas, como de mercadorias e de equipamentos. Nos almoxarifados mais modernos é comum o trânsito de empilhadeiras no seu interior. Assim sendo, as passagens deverão ser adequadamente dimensionadas de sorte a possibilitar a passagem, simultânea, de uma pessoa e de uma máquina, sem que haja risco de atropelamento para o funcionário. 6 - Condições dos equipamentos e máquinas O tópico tem como visão principal a verificação se há manutenção adequada das máquinas e equipamentos, bem como se essas estão instaladas de acordo com as boas normas de engenharia e de engenharia de segurança do trabalho. Especial atenção deve ser dada a máquinas e equipamentos que dissipem muito calor ou frio, bem como para aquelas que gerem um nível de ruído prejudicial aos operários. Deve-se garantir uma coexistência harmônica entre os operários e o ambiente com as máquinas e equipamentos, de sorte a que não haja um acréscimo dos níveis de insalubridade ou de periculosidade. 7 - Comentários Gerais acerca do risco inspecionado
  20. 20. Ao final do trabalho, o Engenheiro de Segurança do Trabalho, ou o Técnico de Segurança do Trabalho deverá dar o seu parecer acerca do risco inspecionado, e das condições de segurança e de salubridade encontradas. Também poderá se expressar à respeito das medidas que deverão ser tomadas para se evitar um risco desnecessário aos operários.

×