Desenvolvimento e Perspectiva da Aqüicultura em Mato Grosso do Sul 2ª Conferência Estadual de Aqüicultura e Pesca do Mato ...
<ul><li>Perspectivas de desenvolvimento da Aqüicultura </li></ul><ul><li>Piscicultura  - Apesar da existência dessa ativid...
Criação de peixe em água doce no Brasil, em 2000 Número de Piscicultores no Brasil, em 2000 4,38 4.318 Bahia 5,91 5.827 Sã...
<ul><ul><li>Número de Instituições de Pesquisa  no Brasil, em 1998 </li></ul></ul>Criação de peixe em água doce no Centro-...
Criação de Peixes em cativeiro em MS, ano 1998/1999
Criação de Peixes em cativeiro em MS, ano 2001/2002 As 3 MR correspondem a 84,78% do total
Comparativo da Criação de Peixes em cativeiro em MS, anos 1998/1999 e 2001/2002 FONTE: *MATO GROSSO DO SUL. Secretaria de ...
Piscicultura em Mato Grosso do Sul INSUMOS PRODUÇÃO DE ALEVINOS ENGORDA EXPORTAÇÃO PEIXES EXÓTICOS CARNE/CARCAÇA INDUSTRIA...
<ul><li>Piscicultura em Mato Grosso do Sul </li></ul><ul><li>4º lugar - produção de peixe através da piscicultura, no Cent...
<ul><li>Piscicultura em Mato Grosso do Sul </li></ul><ul><li>O sistema de criação predominante é o  semi-intensivo , em ta...
<ul><li>A Competitividade da Piscicultura em Mato Grosso do Sul </li></ul><ul><ul><li>O desenvolvimento aponta para a espe...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação Piscicultura em Mato Grosso do Sul 2006

1.939 visualizações

Publicada em

Apresentação sobre Piscicultura em Mato Grosso do Sul, realizada em 2006.

Publicada em: Negócios, Turismo, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.939
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
46
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação Piscicultura em Mato Grosso do Sul 2006

  1. 1. Desenvolvimento e Perspectiva da Aqüicultura em Mato Grosso do Sul 2ª Conferência Estadual de Aqüicultura e Pesca do Mato Grosso do Sul _______________________________ Angelo Mateus Prochmann Economista [email_address]
  2. 2. <ul><li>Perspectivas de desenvolvimento da Aqüicultura </li></ul><ul><li>Piscicultura - Apesar da existência dessa atividade já há mais de 10 anos em MS, ela nunca teve tanta evidência quanto está tendo nos dias atuais; </li></ul><ul><ul><li>Ainda incipiente se comparada com a Avicultura e a Suinocultura ; </li></ul></ul><ul><ul><li>MS e no Brasil - tem se desenvolvido principalmente como atividade rural integrada aos sistemas de exploração agrícolas existentes e a partir do aumento dos pesqueiros particulares (pesque-pague); </li></ul></ul><ul><ul><li>Aspectos Ambientais - Estabilização da Pesca (esgotamento dos estoques naturais de peixe e da forma convencional de pesca tem favorecido o crescimento da atividade; Conservação dos Recursos Hídricos (elemento muito importante para a produtividade dos tanques). </li></ul></ul><ul><ul><li>Aspectos Sociais - alternativa para comunidades ribeirinhas, pescadores e assentamentos rurais e para a geração de emprego (1 para 3 ha); </li></ul></ul><ul><ul><li>Aumento da demanda por carnes brancas - tem apresentado crescimento. Consumo de pescado no Brasil estimado entre 6,5 a 6,9kg per capita (FAO, 2002); Acesso (ex. litoral X interior), preço e forma de preparo são os fatores apontados que limitam a expansão do consumo. </li></ul></ul>
  3. 3. Criação de peixe em água doce no Brasil, em 2000 Número de Piscicultores no Brasil, em 2000 4,38 4.318 Bahia 5,91 5.827 São Paulo 10,55 10.400 Minas Gerais 22,37 22.047 Paraná 23,58 23.244 Santa Catarina 24,74 24.381 Rio Grande do Sul % Nº de piscicultores Estados 2,39 2362 Outros 0,49 490 Mato Grosso do Sul 0,53 525 Mato Grosso 0,66 646 Rondônia 0,68 675 Goiás 1,26 1.242 Espírito Santo 2,54 2.500 Acre
  4. 4. <ul><ul><li>Número de Instituições de Pesquisa no Brasil, em 1998 </li></ul></ul>Criação de peixe em água doce no Centro-Oeste, em 1998 FONTE: VALENTI. W. et al. Aqüicultura no Brasil: bases para um desenvolvimento sustentável. Brasília: CNPq, 2000, 178 p. Centro-Oeste - pouco mais de 1.800 piscicultores ocupando 2.100 hectares de área cultivada (2000).
  5. 5. Criação de Peixes em cativeiro em MS, ano 1998/1999
  6. 6. Criação de Peixes em cativeiro em MS, ano 2001/2002 As 3 MR correspondem a 84,78% do total
  7. 7. Comparativo da Criação de Peixes em cativeiro em MS, anos 1998/1999 e 2001/2002 FONTE: *MATO GROSSO DO SUL. Secretaria de Estado da Produção. Caracterização, diagnóstico e projeto de fortalecimento da piscicultura no Estado de Mato Grosso do Sul. Campo Grande, 1999, p. 21 a 44. ** DELEGACIA FEDERAL DE AGRICULTURA. Diagnóstico da Piscicultura Comercial de Mato Grosso do Sul. Campo Grande, 2003. p.3. 6837,01 1613,6 Total 0,27% 18,6 - - Baixo Pantanal 0,97% 66,3 0,79% 12,7 Nova Andradina 1,20% 81,8 12,46% 201,1 Paranaíba 1,20% 82,2 0,67% 10,8 Cassilândia 1,42% 97,1 0,30% 4,8 Aquidauana 2,34% 159,7 19,89% 321,0 Três Lagoas 3,21% 219,5 2,34% 37,8 Bodoquena 4,97% 339,6 1,60% 25,8 Alto Taquari 11,02% 753,6 12,47% 201,2 Iguatemi 11,38% 777,8 10,09% 162,8 Campo Grande 62,02% 4240,4 39,39% 635,6 Dourados Percentual Entre 2001/2002 (T)** Percentual Entre 1998 e 1999 (T)* Produção Estimada Microrregião geográfica
  8. 8. Piscicultura em Mato Grosso do Sul INSUMOS PRODUÇÃO DE ALEVINOS ENGORDA EXPORTAÇÃO PEIXES EXÓTICOS CARNE/CARCAÇA INDUSTRIALIZAÇÃO PRODUÇÃO TRANSFORMAÇÃO DISTRIBUIÇÃO FILÉ POSTAS IN NATURA SIMPLES ABATE OUTROS CONSUMIDOR FINAL SUPERMERCADOS RESTAURANTES E PEIXARIAS FEIRAS PESQUE-PAGUE HAMBÚRGER EMPANADOS EMBUTIDOS PATÊS OUTROS
  9. 9. <ul><li>Piscicultura em Mato Grosso do Sul </li></ul><ul><li>4º lugar - produção de peixe através da piscicultura, no Centro-Oeste; </li></ul><ul><li>11º lugar – produção de peixe no Brasil (1998); </li></ul><ul><li>Foram identificados 535 piscicultores entre 2001 e 2002; </li></ul><ul><ul><li>96 são donos de estabelecimentos que possuem áreas para a pesca esportiva (pesque-pague). </li></ul></ul><ul><ul><li>Dos 96 pesque-pague identificados, apenas 9 estavam devidamente registrados com licença ambiental na SEMA. </li></ul></ul><ul><li>Entre 2001 e 2002, as áreas destinadas à piscicultura passaram para 1.752,25 hectares de lâmina d’água (436 ha e 813m 3 de tanque-rede em 1998/99); </li></ul><ul><li>Auto-suficiente em alevinos (produção estimada em 55 milhões); </li></ul><ul><ul><li>39 estabelecimentos produzindo alevinos (somente 10 devidamente registrados); </li></ul></ul><ul><ul><li>Alevino - peixes ornamentais para EUA, Alemanha e Japão; </li></ul></ul><ul><ul><li>Exportados 800 kg em 2000; </li></ul></ul>
  10. 10. <ul><li>Piscicultura em Mato Grosso do Sul </li></ul><ul><li>O sistema de criação predominante é o semi-intensivo , em tanques escavados, que corresponde a mais de 80% dos sistemas utilizados na produção. </li></ul><ul><li>Forte tendência de Concentração em pólos de produção </li></ul><ul><ul><li>Motivo: próximo a grandes centros consumidores, água, acesso a rodovias, produção de grãos, etc. </li></ul></ul><ul><ul><li>Exemplo: Microrregião de Dourados e Campo Grande. </li></ul></ul><ul><li>Grande número de pequenos produtores (95% em 1998); </li></ul><ul><li>P rodutividade estimada em tanques-solo atingiu 3,9 toneladas (2001/02) </li></ul><ul><ul><li>Entre os produtores registrados na SEAP, a produtividade média foi de 4,85 toneladas por hectare de lâmina d’água. </li></ul></ul><ul><li>Em 1999, apenas 21% dos produtores recebiam assistência técnica , sendo que o aprendizado do produtor tem ocorrido, na maioria das vezes, através do trabalho diário nos cativeiros. </li></ul><ul><li>Baixa utilização de ração comercial (extrusada, peletizada - 35%). </li></ul>
  11. 11. <ul><li>A Competitividade da Piscicultura em Mato Grosso do Sul </li></ul><ul><ul><li>O desenvolvimento aponta para a especialização como condição de transição para a expansão da atividade; </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Gerar maiores níveis de valor agregado; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Reduzir custos de transação; </li></ul></ul></ul><ul><li>Os principais gargalos identificados: </li></ul><ul><ul><li>Alto custo dos insumos apropriados (ex. ração); </li></ul></ul><ul><ul><li>Carência de assistência técnica de mão-de-obra; </li></ul></ul><ul><ul><li>Baixa agregação de valor; </li></ul></ul><ul><ul><li>Deficiências na comercialização e sazonalidade da produção; </li></ul></ul><ul><ul><li>Desconhecimento do mercado consumidor; </li></ul></ul><ul><ul><li>Inobservância das legislações ambientais e sanitárias. </li></ul></ul><ul><li>Diretrizes e Prioridades </li></ul><ul><ul><li>a) Verticalização da cadeia produtiva da piscicultura; </li></ul></ul><ul><ul><li>b) Fortalecimento da pequena produção; </li></ul></ul><ul><ul><li>c) Gestão da informação; </li></ul></ul><ul><ul><li>d) Geração e difusão de tecnologias; </li></ul></ul><ul><ul><li>e) Melhorias da qualidade do produto; </li></ul></ul>

×