O peru indutivista

957 visualizações

Publicada em

Mas sobre método e hipoteses
http://www.projetoockham.org/ferramentas_metodo_1.html

1 comentário
1 gostou
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
957
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
1
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O peru indutivista

  1. 1. Por que é importante saber ciência?
  2. 2. É importante saber ciência, e suas aplicações, mesmo por quê as vezes você deve pensar:- Coloco ou não coloco o dedo na tomada?- A TV funciona mesmo com magia negra?- O motor elétrico funciona com eletromagnetismo?- É possível viajar mais rápido que a velocidade da luz?- O universo tem quantos anos?- Se alguns bichos conseguem "andar" sobre a águaporquê eu não consigo?Pensem a respeito!
  3. 3. Imagine um peru que recebe sua ração todos os dias do ano, exatamente às 9:00h da manhã.
  4. 4. • No início o peru é cauteloso, mas depois de perceber que esta experiência se repete por um considerável período de tempo, todos os dias da semana inclusive sábados domingos e feriados, faça chuva ou faça sol, este peru finalmente conclui por indução a regra geral: "sou sempre alimentado às 9:00 da manhã!".
  5. 5. Infelizmente, para o peruindutivista, no dia de Natal a regra não se revela verdadeira...
  6. 6. O método indutivo apresenta, portanto, uma limitação. Se estabelecemos uma regra geral a partir de um determinado número de observações, surge a pergunta: quantas observações são suficientes para justificar a regra? Cem, mil, milhões? Como saberemos setemos um número suficiente de observações e - muito importante - em condiçõessuficientemente variadas para alegar que aquela regra é realmente universal?
  7. 7. • Moral de tudo isto... Em linhas gerais, quase simplórias, trás a ideia de que não se pode através de observações singulares generalizar para o todo. Será mesmo que a concepção empirico- indutivista, o paradigma vigente, realmente dá conta do recado? Pois é, nem eu saberia afirmar... E melhor, quem sou eu para falar alguma coisa?

×