SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 3
Baixar para ler offline
Eu e dois amigos estávamos pescando peixes-lua em um lago em Ontário, Canadá.
Estávamos num barco com um dispositivo flutuante, e os peixes realmente estavam
mordendo a isca. Ocupados lançando as iscas e fisgando, demoramos para notar que o
motor tinha reduzido a velocidade. E percebemos o por quê: o barco não estava mais
parado onde nós o havíamos colocado. Um forte vento o tinha empurrado pela água. A
âncora não pode nos segurar e estava deslizando pelo fundo do lago. Puxamos âncora,
retornamos ao local inicial e reancoramos. Fomos arrastados novamente. Após uma
terceira tentativa, voltamos para a margem. Não conseguimos fazer nossa âncora se
fixar.
A esperança que não morre - Hb. 6. 13-20
- Estamos refletindo sobre as "riquezas da esperança". Nesta semana ouvi por várias
vezes frases como "Vou desistir, vou voltar atrás, estou arrependido de ter confiado
que poderia dar certo, estou perdendo tempo, vou jogar tudo para o alto". É nesse
momento que a esperança tem que voltar a nossa mente com toda força: "Quero
trazer à memória o que me pode dar esperança" (Lamentações 3. 22). Não como a
última que morre, mas como a esperança que não morre. Vejamos algumas razões
porque nossa esperança não morre:
1) Nossa esperança está firmada na aliança de Deus
- Muitos têm colocado a esperança em promessas de homens, em governos, em
pacotes econômicos, na bolsa de valores, em palavras jogadas ao vento, em empresas,
em cursos ou em si próprio.
- Nós podemos esperar com esta certeza porque nossa esperança está firmada na
aliança que Deus fez comigo e com você. Abraão esperou com paciência porque ele
sabia que o próprio Deus firmou a promessa e deu seu próprio nome como garantia (v.
13). A promessa feita a Abraão é estendida a mim e a você através da obra de Jesus
Cristo. Como crentes, somos filhos de Abraão, e herdeiros das promessas feitas ao
nosso pai da fé. "É o caso de Abraão, que creu em Deus, e isso lhe foi imputado para
justiça. Sabei, pois, que os da fé é que são filhos de Abraão. Ora, tendo a Escritura
previsto que Deus justificaria pela fé os gentios, preanunciou o evangelho a Abraão:
Em ti, serão abençoados todos os povos. De modo que os da fé são abençoados com o
crente Abraão" (Gálatas 3.6-9). Algumas expressões que dão a garantia da promessa
que foi feita a Abraão.
- V. 17: "Deus se interpôs com juramento" - Deus não precisa jurar, mas por causa de
nossa incredulidade ele fez isso. Não achando ninguém superior, jurou pelo próprio
nome.
- V. 18: "é impossível que Deus minta", aqui podemos lembrar de Números 23.19:
"Deus não é homem, para que minta; nem filho de homem, para que se arrependa.
Porventura, tendo ele prometido, não o fará? Ou, tendo falado, não o cumprirá?".
- V. 19: "a qual temos por âncora da alma, segura e firme". O salmista ( Salmo 42.5)
nos pergunta "Por que estás abatida, ó minha alma? Por que te perturbas dentro de
mim? Espera em Deus, pois ainda o louvarei, a ele, meu auxílio e Deus meu". A
esperança em Deus é como um navio mantido seguro e firme por uma âncora.
- Nossa esperança é firmada na aliança de Deus, e ele jamais quebra uma aliança.
2) Nossa esperança está firmada nas possibilidades de Deus
- Em primeiro lugar vimos que nossa esperança está firmada na aliança de Deus para
nós. Mas esta esperança deve estar firmada nas possibilidades de Deus. Devemos
esperar com paciência (v. 15), assim como Abraão, porque podemos olhar as situações
que nos cercam não com a nossa ótica, mas com a ótica de Deus. A promessa feita a
Abraão é de que ele seria abençoado e que teria grande descendência (vs. 14). Mas um
dia Abraão foi chamado por Deus, Deus pediu-lhe por sacrifício seu único filho, o filho
da promessa, o filho a quem muito amava (Gênesis 22.2). Abraão poderia olhar a
circunstância e perder totalmente a esperança. Poderia dizer "está tudo acabado, vou
desistir, não valeu a pena esperar".
- Quais são as circunstâncias pelas quais você tem passado nesta hora? Seu casamento
(piora), sua saúde (agrava-se), suas finanças (crise). Deus está nos falando nesta hora
que precisamos renovar nossa esperança de acordo com visão de Deus e não a nossa.
- Para nós, monte Moriá significa o fim, para Deus significa o começo, para nós adorar
pode significar perder tempo, para Deus entregar e confiar, para nós a falta do
cordeiro significa impedimento ou derrota (talvez você esteja vendo apenas o cutelo e
o fogo), para Deus significa a possibilidade de provisão, para nós o altar significa
morte, para Deus é onde ele gera vida.
- Hebreus 11. 17-19: "Pela fé, Abraão, quando posto à prova, ofereceu Isaque; estava
mesmo para sacrificar o seu unigênito aquele que acolheu alegremente as promessas,
a quem se tinha dito: Em Isaque será chamada a tua descendência; porque considerou
que Deus era poderoso até para ressuscitá-lo dentre os mortos, de onde também,
figuradamente, o recobrou".
- Podemos esperar com paciência quando passamos a olhar as situações de acordo
com as possibilidades de Deus.
3) Nossa esperança está firmada na promessa de Deus
- Em primeiro lugar vimos que nossa esperança está firmada na aliança de Deus para
nós. Que nossa esperança deve estar firmada nas possibilidades de Deus. Mas ainda
que nossa esperança está firmada na promessa de Deus. Abraão depois de esperar
com paciência (longanimidade), obteve a promessa (v.15).
- Qual a promessa de Deus que você está esperando nesta hora? "Eis que, já hoje, sigo
pelo caminho de todos os da terra; e vós bem sabeis de todo o vosso coração e de
toda a vossa alma que nem uma só promessa caiu de todas as boas palavras que falou
de vós o SENHOR, vosso Deus; todas vos sobrevieram, nem uma delas falhou" (Josué
23.14). Deus é fiel e não permitirá que nenhuma de suas promessas caia por terra.
Precisamos aprender a esperar com a certeza de que nossa esperança nunca morre.
Hebreus 10.23: "Guardemos firme a confissão da esperança, sem vacilar, pois quem
fez a promessa é fiel".
- Nossa esperança não está apenas baseada nas promessas para agora, para nosso
bem estar ou felicidade. Mas nossa esperança está acima de tudo baseada na
promessa de um futuro certo, de uma eternidade plena, de vida eterna. 1 João 2.25: "E
esta é a promessa que ele mesmo nos fez, a vida eterna". Esta promessa tem como
garantia a obra de Jesus, adentrando os céus, tornando-se o grande sumo sacerdote,
sentando-se à direita do pai e nosso intercessor.
- Podemos cantar nossa esperança "Que segurança, sou de Jesus" e esperar os céus,
mesmo em meio a lutas ou dificuldades, porque "Vencendo vem Jesus". Nossa
esperança está firmada na promessa de Deus, ele voltará.
Quando se trata de nossa salvação, nossa esperança está ancorada na promessa de
Deus e na obra de Jesus Cristo. Os ventos e as ondas de dúvida, desencorajamento e
ataque espiritual do maligno podem fazer-nos pensar que estamos à deriva, nos
afastando da salvação e que a salvação de Deus não está garantida. De modo algum!
Deus deu Sua promessa de que a nossa salvação está garantida e Ele não pode mentir
(Hebreus 6:18-19). Nossa esperança está firmada seguramente em Jesus Cristo que
nos redimiu de uma vez por todas quando morreu, ressuscitou e ascendeu ao céu.
Nossa âncora é a Rocha inabalável — Jesus Cristo. O Seu amor ilimitado nos mantém
firmes e confiantes

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Muitas pessoas não conseguem receber o que eles oram por causa da falta
Muitas pessoas não conseguem receber o que eles oram por causa da faltaMuitas pessoas não conseguem receber o que eles oram por causa da falta
Muitas pessoas não conseguem receber o que eles oram por causa da faltaantonio ferreira
 
Etapas Do Crescimento Modulo 3
Etapas Do Crescimento Modulo 3Etapas Do Crescimento Modulo 3
Etapas Do Crescimento Modulo 3fogotv
 
Lição 10 a fé
Lição 10   a féLição 10   a fé
Lição 10 a féajcm3110
 
09 experimente a bondade de deus em sua vida
09   experimente a bondade de deus em sua vida09   experimente a bondade de deus em sua vida
09 experimente a bondade de deus em sua vidaClick Cliciane
 
Livrinho batismo papa francisco
Livrinho batismo papa franciscoLivrinho batismo papa francisco
Livrinho batismo papa franciscotorrasko
 
Aula 7 O homem diante da salvação
Aula 7   O homem diante da salvaçãoAula 7   O homem diante da salvação
Aula 7 O homem diante da salvaçãoRicardo Gondim
 
Cesar Castellanos sonha e ganharas o mundo
 Cesar Castellanos sonha e ganharas o mundo Cesar Castellanos sonha e ganharas o mundo
Cesar Castellanos sonha e ganharas o mundoMarco Rodrigues
 
Obedecendo o chamado
Obedecendo o chamadoObedecendo o chamado
Obedecendo o chamadopastorbu
 
Lição 4 - A Provisão de Deus no Monte do Sacrifício
Lição 4 - A Provisão de Deus no Monte do SacrifícioLição 4 - A Provisão de Deus no Monte do Sacrifício
Lição 4 - A Provisão de Deus no Monte do SacrifícioAndrew Guimarães
 
Jovens Doutrina dos Pactos
Jovens Doutrina dos PactosJovens Doutrina dos Pactos
Jovens Doutrina dos Pactosuriank
 
Promessas de Deus
Promessas de DeusPromessas de Deus
Promessas de Deuscspsferraz
 
Boletim Novembro 2015
Boletim Novembro 2015Boletim Novembro 2015
Boletim Novembro 2015willams
 

Mais procurados (19)

Muitas pessoas não conseguem receber o que eles oram por causa da falta
Muitas pessoas não conseguem receber o que eles oram por causa da faltaMuitas pessoas não conseguem receber o que eles oram por causa da falta
Muitas pessoas não conseguem receber o que eles oram por causa da falta
 
Etapas Do Crescimento Modulo 3
Etapas Do Crescimento Modulo 3Etapas Do Crescimento Modulo 3
Etapas Do Crescimento Modulo 3
 
Lição 10 a fé
Lição 10   a féLição 10   a fé
Lição 10 a fé
 
09 experimente a bondade de deus em sua vida
09   experimente a bondade de deus em sua vida09   experimente a bondade de deus em sua vida
09 experimente a bondade de deus em sua vida
 
Calebe e sua herança
Calebe e sua herançaCalebe e sua herança
Calebe e sua herança
 
Não perca a sua fé
Não perca a sua féNão perca a sua fé
Não perca a sua fé
 
1965 09-19-sede
1965 09-19-sede1965 09-19-sede
1965 09-19-sede
 
O altar do holocausto
O altar do holocaustoO altar do holocausto
O altar do holocausto
 
24521997 graca-derramada
24521997 graca-derramada24521997 graca-derramada
24521997 graca-derramada
 
Livrinho batismo papa francisco
Livrinho batismo papa franciscoLivrinho batismo papa francisco
Livrinho batismo papa francisco
 
Aula 7 O homem diante da salvação
Aula 7   O homem diante da salvaçãoAula 7   O homem diante da salvação
Aula 7 O homem diante da salvação
 
Cesar Castellanos sonha e ganharas o mundo
 Cesar Castellanos sonha e ganharas o mundo Cesar Castellanos sonha e ganharas o mundo
Cesar Castellanos sonha e ganharas o mundo
 
Obedecendo o chamado
Obedecendo o chamadoObedecendo o chamado
Obedecendo o chamado
 
Lição 4 - A Provisão de Deus no Monte do Sacrifício
Lição 4 - A Provisão de Deus no Monte do SacrifícioLição 4 - A Provisão de Deus no Monte do Sacrifício
Lição 4 - A Provisão de Deus no Monte do Sacrifício
 
Fundamentos
FundamentosFundamentos
Fundamentos
 
Jovens Doutrina dos Pactos
Jovens Doutrina dos PactosJovens Doutrina dos Pactos
Jovens Doutrina dos Pactos
 
Promessas de Deus
Promessas de DeusPromessas de Deus
Promessas de Deus
 
Boletim Novembro 2015
Boletim Novembro 2015Boletim Novembro 2015
Boletim Novembro 2015
 
27 os cinco presentes de deus
27 os cinco presentes de deus27 os cinco presentes de deus
27 os cinco presentes de deus
 

Destaque

Geo-search-location-based-results-for-site-search
Geo-search-location-based-results-for-site-searchGeo-search-location-based-results-for-site-search
Geo-search-location-based-results-for-site-searchlokku
 
danesh hs.ahar 402
danesh hs.ahar 402danesh hs.ahar 402
danesh hs.ahar 402Vahid Abdoli
 
Network Engineer at Tata Communications Ltd
Network Engineer at Tata Communications LtdNetwork Engineer at Tata Communications Ltd
Network Engineer at Tata Communications LtdHanuman Mhaske
 
How To Pitch A Vc
How To Pitch A VcHow To Pitch A Vc
How To Pitch A VcGina Evans
 
玻利維亞的驚險山路
玻利維亞的驚險山路玻利維亞的驚險山路
玻利維亞的驚險山路honan4108
 
FCMC 2016 Brand Promise Schildwachter
FCMC 2016 Brand Promise SchildwachterFCMC 2016 Brand Promise Schildwachter
FCMC 2016 Brand Promise SchildwachterSteve Schildwachter
 
CUMBRE DE NAHUELBUTA - TURISMO: pti-agosto2014
CUMBRE DE NAHUELBUTA - TURISMO:  pti-agosto2014CUMBRE DE NAHUELBUTA - TURISMO:  pti-agosto2014
CUMBRE DE NAHUELBUTA - TURISMO: pti-agosto2014Arauco 2030
 
Oracle adf online training
Oracle adf online trainingOracle adf online training
Oracle adf online trainingo2education
 
Eco maxx anti aging cream
Eco maxx anti aging creamEco maxx anti aging cream
Eco maxx anti aging creamundy jurya
 
Alternative Methods for Qualifying EEE Parts for CubeSats
Alternative Methods for Qualifying EEE Parts for CubeSatsAlternative Methods for Qualifying EEE Parts for CubeSats
Alternative Methods for Qualifying EEE Parts for CubeSatsCraig Hillman
 
подаруй світу посмішку примак
подаруй світу посмішку примакподаруй світу посмішку примак
подаруй світу посмішку примакnelarina
 
A systems biology approach reveals the physiological origin of increased plas...
A systems biology approach reveals the physiological origin of increased plas...A systems biology approach reveals the physiological origin of increased plas...
A systems biology approach reveals the physiological origin of increased plas...Natal van Riel
 
The CustomerLoop Customer Advisory Board model
The CustomerLoop Customer Advisory Board modelThe CustomerLoop Customer Advisory Board model
The CustomerLoop Customer Advisory Board modelChristine Nolan
 
Resilient Loyalty by Dan McClure
Resilient Loyalty by Dan McClureResilient Loyalty by Dan McClure
Resilient Loyalty by Dan McClureThoughtworks
 
Правове виховання дошкільників, як складова соціальної компетентності особист...
Правове виховання дошкільників, як складова соціальної компетентності особист...Правове виховання дошкільників, як складова соціальної компетентності особист...
Правове виховання дошкільників, як складова соціальної компетентності особист...Ольга Ямник
 
Trabajo Nº 4 - Proyecto Pueblos Originarios de Chile
Trabajo Nº 4 - Proyecto Pueblos Originarios de ChileTrabajo Nº 4 - Proyecto Pueblos Originarios de Chile
Trabajo Nº 4 - Proyecto Pueblos Originarios de ChileColegio Camilo Henríquez
 

Destaque (20)

Presentación1
Presentación1Presentación1
Presentación1
 
Geo-search-location-based-results-for-site-search
Geo-search-location-based-results-for-site-searchGeo-search-location-based-results-for-site-search
Geo-search-location-based-results-for-site-search
 
danesh hs.ahar 402
danesh hs.ahar 402danesh hs.ahar 402
danesh hs.ahar 402
 
Network Engineer at Tata Communications Ltd
Network Engineer at Tata Communications LtdNetwork Engineer at Tata Communications Ltd
Network Engineer at Tata Communications Ltd
 
How To Pitch A Vc
How To Pitch A VcHow To Pitch A Vc
How To Pitch A Vc
 
玻利維亞的驚險山路
玻利維亞的驚險山路玻利維亞的驚險山路
玻利維亞的驚險山路
 
FCMC 2016 Brand Promise Schildwachter
FCMC 2016 Brand Promise SchildwachterFCMC 2016 Brand Promise Schildwachter
FCMC 2016 Brand Promise Schildwachter
 
CUMBRE DE NAHUELBUTA - TURISMO: pti-agosto2014
CUMBRE DE NAHUELBUTA - TURISMO:  pti-agosto2014CUMBRE DE NAHUELBUTA - TURISMO:  pti-agosto2014
CUMBRE DE NAHUELBUTA - TURISMO: pti-agosto2014
 
Oracle adf online training
Oracle adf online trainingOracle adf online training
Oracle adf online training
 
Eco maxx anti aging cream
Eco maxx anti aging creamEco maxx anti aging cream
Eco maxx anti aging cream
 
Guitar world manual how to play acoustic rock
Guitar world manual   how to play acoustic rockGuitar world manual   how to play acoustic rock
Guitar world manual how to play acoustic rock
 
Alternative Methods for Qualifying EEE Parts for CubeSats
Alternative Methods for Qualifying EEE Parts for CubeSatsAlternative Methods for Qualifying EEE Parts for CubeSats
Alternative Methods for Qualifying EEE Parts for CubeSats
 
подаруй світу посмішку примак
подаруй світу посмішку примакподаруй світу посмішку примак
подаруй світу посмішку примак
 
A systems biology approach reveals the physiological origin of increased plas...
A systems biology approach reveals the physiological origin of increased plas...A systems biology approach reveals the physiological origin of increased plas...
A systems biology approach reveals the physiological origin of increased plas...
 
#8Marzo2016 - Tutti i numeri delle donne nel mondo dell'Istruzione
#8Marzo2016 - Tutti i numeri delle donne nel mondo dell'Istruzione#8Marzo2016 - Tutti i numeri delle donne nel mondo dell'Istruzione
#8Marzo2016 - Tutti i numeri delle donne nel mondo dell'Istruzione
 
The CustomerLoop Customer Advisory Board model
The CustomerLoop Customer Advisory Board modelThe CustomerLoop Customer Advisory Board model
The CustomerLoop Customer Advisory Board model
 
Resilient Loyalty by Dan McClure
Resilient Loyalty by Dan McClureResilient Loyalty by Dan McClure
Resilient Loyalty by Dan McClure
 
Правове виховання дошкільників, як складова соціальної компетентності особист...
Правове виховання дошкільників, як складова соціальної компетентності особист...Правове виховання дошкільників, як складова соціальної компетентності особист...
Правове виховання дошкільників, як складова соціальної компетентності особист...
 
Dry Needling Brochure All Locations
Dry Needling Brochure All LocationsDry Needling Brochure All Locations
Dry Needling Brochure All Locations
 
Trabajo Nº 4 - Proyecto Pueblos Originarios de Chile
Trabajo Nº 4 - Proyecto Pueblos Originarios de ChileTrabajo Nº 4 - Proyecto Pueblos Originarios de Chile
Trabajo Nº 4 - Proyecto Pueblos Originarios de Chile
 

Semelhante a 40 eu e dois amigos estávamos pescando peixes

Semelhante a 40 eu e dois amigos estávamos pescando peixes (20)

41 hebreus 6
41 hebreus 641 hebreus 6
41 hebreus 6
 
Ebook 289 site
Ebook 289 siteEbook 289 site
Ebook 289 site
 
Crer
CrerCrer
Crer
 
Hebreus 6
Hebreus 6Hebreus 6
Hebreus 6
 
Hebreus 6
Hebreus 6Hebreus 6
Hebreus 6
 
A esperança que vem do alto
A esperança que vem do altoA esperança que vem do alto
A esperança que vem do alto
 
Propósito da provação.
Propósito da provação.Propósito da provação.
Propósito da provação.
 
Fé em ação
Fé em açãoFé em ação
Fé em ação
 
Lição 1. Sacrificado? Eu?
Lição 1. Sacrificado? Eu? Lição 1. Sacrificado? Eu?
Lição 1. Sacrificado? Eu?
 
Romanos 4
Romanos 4Romanos 4
Romanos 4
 
Fortalecendo a fé
Fortalecendo a féFortalecendo a fé
Fortalecendo a fé
 
UMA_ESPERANÇA_VIVA_EM_DEUS_Rm5.1-5_Pr.JazielRodrigues(24.02.2009).ppsx
UMA_ESPERANÇA_VIVA_EM_DEUS_Rm5.1-5_Pr.JazielRodrigues(24.02.2009).ppsxUMA_ESPERANÇA_VIVA_EM_DEUS_Rm5.1-5_Pr.JazielRodrigues(24.02.2009).ppsx
UMA_ESPERANÇA_VIVA_EM_DEUS_Rm5.1-5_Pr.JazielRodrigues(24.02.2009).ppsx
 
FéFé
 
Discipulado
DiscipuladoDiscipulado
Discipulado
 
Vocação
VocaçãoVocação
Vocação
 
T200 fé salvadora 26.09.13
T200 fé salvadora 26.09.13T200 fé salvadora 26.09.13
T200 fé salvadora 26.09.13
 
A firmeza das promessas e a pecaminosidade de cambalear -John Owen
A firmeza das promessas e a pecaminosidade de cambalear -John OwenA firmeza das promessas e a pecaminosidade de cambalear -John Owen
A firmeza das promessas e a pecaminosidade de cambalear -John Owen
 
02
0202
02
 
2 domingo da quaresma
2 domingo da quaresma2 domingo da quaresma
2 domingo da quaresma
 
Fé_Completo
Fé_CompletoFé_Completo
Fé_Completo
 

Mais de IGREJA ADCP CAMPOS ELÍSEOS

è Tempo de ter uma vida de vitória e conquistas
è Tempo de ter uma vida de vitória e conquistasè Tempo de ter uma vida de vitória e conquistas
è Tempo de ter uma vida de vitória e conquistasIGREJA ADCP CAMPOS ELÍSEOS
 
Como hei de trazer para a minha casa a arca de deus
Como hei de trazer para a minha casa a arca de deusComo hei de trazer para a minha casa a arca de deus
Como hei de trazer para a minha casa a arca de deusIGREJA ADCP CAMPOS ELÍSEOS
 

Mais de IGREJA ADCP CAMPOS ELÍSEOS (20)

O poder das cruz (17 12-17)
O poder das cruz (17 12-17)O poder das cruz (17 12-17)
O poder das cruz (17 12-17)
 
Obstáculos para zaqueu receber a benção
Obstáculos para zaqueu receber a bençãoObstáculos para zaqueu receber a benção
Obstáculos para zaqueu receber a benção
 
O obreiro vaso
O obreiro  vasoO obreiro  vaso
O obreiro vaso
 
O desafio de seguir a cristo
O desafio de seguir a cristoO desafio de seguir a cristo
O desafio de seguir a cristo
 
Josué 6
Josué 6Josué 6
Josué 6
 
è Tempo de ter uma vida de vitória e conquistas
è Tempo de ter uma vida de vitória e conquistasè Tempo de ter uma vida de vitória e conquistas
è Tempo de ter uma vida de vitória e conquistas
 
Três palavras de
Três palavras deTrês palavras de
Três palavras de
 
Promessas de deus para nós
Promessas de deus para nósPromessas de deus para nós
Promessas de deus para nós
 
Poder do espirito santo
Poder do espirito santoPoder do espirito santo
Poder do espirito santo
 
Perseverar até o fim hebreus 12
Perseverar até o fim                    hebreus 12Perseverar até o fim                    hebreus 12
Perseverar até o fim hebreus 12
 
Obed edom
Obed edomObed edom
Obed edom
 
O poder das cruz (17 12-17)
O poder das cruz (17 12-17)O poder das cruz (17 12-17)
O poder das cruz (17 12-17)
 
Josué 24
Josué 24Josué 24
Josué 24
 
João 10 (domingo)
João 10 (domingo)João 10 (domingo)
João 10 (domingo)
 
Exodo 33
Exodo 33Exodo 33
Exodo 33
 
Como hei de trazer para a minha casa a arca de deus
Como hei de trazer para a minha casa a arca de deusComo hei de trazer para a minha casa a arca de deus
Como hei de trazer para a minha casa a arca de deus
 
2 reis 2
2 reis 22 reis 2
2 reis 2
 
47 o gemido de rispa
47  o gemido de rispa47  o gemido de rispa
47 o gemido de rispa
 
46 as bençãos celestiais
46 as bençãos celestiais46 as bençãos celestiais
46 as bençãos celestiais
 
45 o gemido de elias
45 o gemido de elias45 o gemido de elias
45 o gemido de elias
 

Último

LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semanaLIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semanaWillemarSousa1
 
Evangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns Esclarecedores
Evangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns EsclarecedoresEvangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns Esclarecedores
Evangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns EsclarecedoresAntonino Silva
 
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica Dominical
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica DominicalLIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica Dominical
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica DominicalAmaroJunior21
 
slide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarísticaslide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarísticaFranklinOliveira30
 
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptxO concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptxPIB Penha
 
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptxLição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptxCelso Napoleon
 
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024RaniereSilva14
 

Último (8)

O Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdf
O Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdfO Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdf
O Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdf
 
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semanaLIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
 
Evangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns Esclarecedores
Evangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns EsclarecedoresEvangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns Esclarecedores
Evangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns Esclarecedores
 
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica Dominical
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica DominicalLIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica Dominical
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica Dominical
 
slide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarísticaslide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarística
 
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptxO concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptx
 
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptxLição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
 
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
 

40 eu e dois amigos estávamos pescando peixes

  • 1. Eu e dois amigos estávamos pescando peixes-lua em um lago em Ontário, Canadá. Estávamos num barco com um dispositivo flutuante, e os peixes realmente estavam mordendo a isca. Ocupados lançando as iscas e fisgando, demoramos para notar que o motor tinha reduzido a velocidade. E percebemos o por quê: o barco não estava mais parado onde nós o havíamos colocado. Um forte vento o tinha empurrado pela água. A âncora não pode nos segurar e estava deslizando pelo fundo do lago. Puxamos âncora, retornamos ao local inicial e reancoramos. Fomos arrastados novamente. Após uma terceira tentativa, voltamos para a margem. Não conseguimos fazer nossa âncora se fixar. A esperança que não morre - Hb. 6. 13-20 - Estamos refletindo sobre as "riquezas da esperança". Nesta semana ouvi por várias vezes frases como "Vou desistir, vou voltar atrás, estou arrependido de ter confiado que poderia dar certo, estou perdendo tempo, vou jogar tudo para o alto". É nesse momento que a esperança tem que voltar a nossa mente com toda força: "Quero trazer à memória o que me pode dar esperança" (Lamentações 3. 22). Não como a última que morre, mas como a esperança que não morre. Vejamos algumas razões porque nossa esperança não morre: 1) Nossa esperança está firmada na aliança de Deus - Muitos têm colocado a esperança em promessas de homens, em governos, em pacotes econômicos, na bolsa de valores, em palavras jogadas ao vento, em empresas, em cursos ou em si próprio. - Nós podemos esperar com esta certeza porque nossa esperança está firmada na aliança que Deus fez comigo e com você. Abraão esperou com paciência porque ele sabia que o próprio Deus firmou a promessa e deu seu próprio nome como garantia (v. 13). A promessa feita a Abraão é estendida a mim e a você através da obra de Jesus Cristo. Como crentes, somos filhos de Abraão, e herdeiros das promessas feitas ao nosso pai da fé. "É o caso de Abraão, que creu em Deus, e isso lhe foi imputado para justiça. Sabei, pois, que os da fé é que são filhos de Abraão. Ora, tendo a Escritura previsto que Deus justificaria pela fé os gentios, preanunciou o evangelho a Abraão: Em ti, serão abençoados todos os povos. De modo que os da fé são abençoados com o crente Abraão" (Gálatas 3.6-9). Algumas expressões que dão a garantia da promessa que foi feita a Abraão. - V. 17: "Deus se interpôs com juramento" - Deus não precisa jurar, mas por causa de nossa incredulidade ele fez isso. Não achando ninguém superior, jurou pelo próprio nome. - V. 18: "é impossível que Deus minta", aqui podemos lembrar de Números 23.19: "Deus não é homem, para que minta; nem filho de homem, para que se arrependa. Porventura, tendo ele prometido, não o fará? Ou, tendo falado, não o cumprirá?". - V. 19: "a qual temos por âncora da alma, segura e firme". O salmista ( Salmo 42.5) nos pergunta "Por que estás abatida, ó minha alma? Por que te perturbas dentro de mim? Espera em Deus, pois ainda o louvarei, a ele, meu auxílio e Deus meu". A esperança em Deus é como um navio mantido seguro e firme por uma âncora. - Nossa esperança é firmada na aliança de Deus, e ele jamais quebra uma aliança. 2) Nossa esperança está firmada nas possibilidades de Deus - Em primeiro lugar vimos que nossa esperança está firmada na aliança de Deus para nós. Mas esta esperança deve estar firmada nas possibilidades de Deus. Devemos
  • 2. esperar com paciência (v. 15), assim como Abraão, porque podemos olhar as situações que nos cercam não com a nossa ótica, mas com a ótica de Deus. A promessa feita a Abraão é de que ele seria abençoado e que teria grande descendência (vs. 14). Mas um dia Abraão foi chamado por Deus, Deus pediu-lhe por sacrifício seu único filho, o filho da promessa, o filho a quem muito amava (Gênesis 22.2). Abraão poderia olhar a circunstância e perder totalmente a esperança. Poderia dizer "está tudo acabado, vou desistir, não valeu a pena esperar". - Quais são as circunstâncias pelas quais você tem passado nesta hora? Seu casamento (piora), sua saúde (agrava-se), suas finanças (crise). Deus está nos falando nesta hora que precisamos renovar nossa esperança de acordo com visão de Deus e não a nossa. - Para nós, monte Moriá significa o fim, para Deus significa o começo, para nós adorar pode significar perder tempo, para Deus entregar e confiar, para nós a falta do cordeiro significa impedimento ou derrota (talvez você esteja vendo apenas o cutelo e o fogo), para Deus significa a possibilidade de provisão, para nós o altar significa morte, para Deus é onde ele gera vida. - Hebreus 11. 17-19: "Pela fé, Abraão, quando posto à prova, ofereceu Isaque; estava mesmo para sacrificar o seu unigênito aquele que acolheu alegremente as promessas, a quem se tinha dito: Em Isaque será chamada a tua descendência; porque considerou que Deus era poderoso até para ressuscitá-lo dentre os mortos, de onde também, figuradamente, o recobrou". - Podemos esperar com paciência quando passamos a olhar as situações de acordo com as possibilidades de Deus. 3) Nossa esperança está firmada na promessa de Deus - Em primeiro lugar vimos que nossa esperança está firmada na aliança de Deus para nós. Que nossa esperança deve estar firmada nas possibilidades de Deus. Mas ainda que nossa esperança está firmada na promessa de Deus. Abraão depois de esperar com paciência (longanimidade), obteve a promessa (v.15). - Qual a promessa de Deus que você está esperando nesta hora? "Eis que, já hoje, sigo pelo caminho de todos os da terra; e vós bem sabeis de todo o vosso coração e de toda a vossa alma que nem uma só promessa caiu de todas as boas palavras que falou de vós o SENHOR, vosso Deus; todas vos sobrevieram, nem uma delas falhou" (Josué 23.14). Deus é fiel e não permitirá que nenhuma de suas promessas caia por terra. Precisamos aprender a esperar com a certeza de que nossa esperança nunca morre. Hebreus 10.23: "Guardemos firme a confissão da esperança, sem vacilar, pois quem fez a promessa é fiel". - Nossa esperança não está apenas baseada nas promessas para agora, para nosso bem estar ou felicidade. Mas nossa esperança está acima de tudo baseada na promessa de um futuro certo, de uma eternidade plena, de vida eterna. 1 João 2.25: "E esta é a promessa que ele mesmo nos fez, a vida eterna". Esta promessa tem como garantia a obra de Jesus, adentrando os céus, tornando-se o grande sumo sacerdote, sentando-se à direita do pai e nosso intercessor. - Podemos cantar nossa esperança "Que segurança, sou de Jesus" e esperar os céus, mesmo em meio a lutas ou dificuldades, porque "Vencendo vem Jesus". Nossa esperança está firmada na promessa de Deus, ele voltará. Quando se trata de nossa salvação, nossa esperança está ancorada na promessa de Deus e na obra de Jesus Cristo. Os ventos e as ondas de dúvida, desencorajamento e
  • 3. ataque espiritual do maligno podem fazer-nos pensar que estamos à deriva, nos afastando da salvação e que a salvação de Deus não está garantida. De modo algum! Deus deu Sua promessa de que a nossa salvação está garantida e Ele não pode mentir (Hebreus 6:18-19). Nossa esperança está firmada seguramente em Jesus Cristo que nos redimiu de uma vez por todas quando morreu, ressuscitou e ascendeu ao céu. Nossa âncora é a Rocha inabalável — Jesus Cristo. O Seu amor ilimitado nos mantém firmes e confiantes