09 experimente a bondade de deus em sua vida

201 visualizações

Publicada em

ok

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
201
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

09 experimente a bondade de deus em sua vida

  1. 1. Autor e Editor: Christian Clayton Capa e Diagramação: Matheus Freitas
  2. 2. 5 Introdução ao Fascículo 9 experimente a bondade de Deus na sua vida Um Contrato! Nos dias de hoje muitas coisas são feitas sem com- promisso. Podemos, por exemplo, ver a atitude de alguns jovens, que “ficam.” Eles se encontram, agem como se fossem um casal, mas não têm qualquer compromisso um com o outro. Não estão unidos por um compromisso de namoro ou noivado. Vivem as- sim, sem compromisso, e não se importam com isso. Temos também o exemplo de trabalhadores que não têm compromisso. São pessoas que vão até determi- nada empresa, fazem apenas um serviço e logo depois vão embora. Se a empresa precisar desse trabalhador novamente, e ele tiver no momento outros interesses, não voltará a esse lugar. Ele foi somente fazer um ser- viço, não é um empregado, não tem um compromisso. Viver sem se comprometer é comum nos dias de hoje, mas para o cristão as coisas não são assim. Isso porque DEUS não é assim. O nosso SENHOR JESUS CRISTO, é um DEUS de compromisso. JESUS tem um compro- misso com aqueles que se comprometeram com ELE. JESUS tem uma aliança, um contrato indestrutível com aqueles que se entregaram a ELE. O cristão tem uma aliança com JESUS CRISTO, e JESUS honra essa aliança.
  3. 3. 6 ELE honra o seu compromisso. Esse compromisso cris- tão tem um nome bem definido, se chama“Nova Alian- ça.” É um contrato inquebrável que JESUS CRISTO fez com o Seu povo, um acordo muito sério cheio de deve- res como também cheio de direitos. É um contrato que dita como deve ser a vida de um cristão, ensinando-o a permanecer debaixo do governo de JESUS CRISTO. Os cristãos certamente já ouviram falar sobre esse contra- to, a Nova Aliança com JESUS CRISTO. Porém, muitos não conhecem os detalhes desse contrato, o que ele permite, não sabem o que esse contrato exige, o que podem ter de benefícios por meio desse contrato, e às vezes nem sabem que a Nova Aliança é um contrato muito sério em que eles se comprometeram, que esse contrato irá ditar os acontecimentos de sua vida. DEUS é alguém extremamente bondoso. É bom hoje, e amanhã ELE continua sendo bom! Semana que vem DEUS ainda é bom! No mês que vem DEUS é bom da mesma maneira. No ano todo e eternamente, DEUS é sempre bom! Portanto, precisamos saber mais sobre esse compromisso que DEUS tem conosco, pois é uma maneira muito forte de DEUS expressar Sua bondade em nossas vidas. É claro que aqui neste livro eu não irei tratar de tudo o que se tem no contrato que JESUS CRISTO fez conosco. Mas eu quero poder lhe ajudar a conhecer um pouco mais dos detalhes desse eterno e tão glorioso compromisso que DEUS celebrou com o Seu povo. DEUS tem compromisso com aquele que se entrega a ELE. Sendo assim, devemos nos dedicar cada vez mais. Devemos viver intensamente a nossa parte desse compromisso. Um contrato escrito desde a eternidade. O autor! Christian Clayton
  4. 4. 7 Oração Nosso Deus e Pai Celestial, eu oro ao Senhor em favor de cada pessoa que está tendo acesso a este estudo da tua Palavra. Que todos possam a partir de agora ter os olhos abertos e iluminados para recebe- rem a revelação das tuas verdades, para receberem de Ti a ministração desta mensagem. Que o Espírito Santo esteja ensinando a cada um, enquanto lê. Oro para que tudo aquilo que é contrário ao recebimento claro e verdadeiro do teu ensino seja agora anulado e cancelado. Toda cegueira e enganos sejam totalmen- te desfeitos agora. Peço-lhe que todos quantos tive- rem acesso a esta mensagem possam ser abençoados, ser tocados por tua graça, por teu amor e bondade. Clamo a Ti que por meio desta palavra o Senhor faça produzir bons frutos, traga mudanças significativas e profundas, de maneira que todos tenham suas vidas transformadas para melhor, exatamente como o Se- nhor planejou. Peço ao Pai Celeste, que abençoe gran- demente essas pessoas. Eu creio em Ti para atender este pedido e oro a Ti meu Deus, em o nome de Jesus Cristo, Amém!
  5. 5. 8
  6. 6. 9 Capítulo 12 A Nova Aliança! Prosperidade Hoje Um Contrato Com JESUS A Bíblia é dividida em duas partes: O Antigo Testa- mento e o Novo Testamento. O Antigo Testamento nar- ra os acontecimentos antes de Jesus Cristo e o Novo Testamento começa a partir do nascimento de Jesus Cristo. Quando vemos os maiores exemplos na Bíblia, de pessoas que foram bem-sucedidas financeiramen- te, percebemos que esses exemplos se encontram no Antigo Testamento. E qual é a importância disso para nós? A importância se deve ao fato que algumas pes- soas se inclinam a pensar que as bênçãos financeiras eram para aqueles do passado e que essas bênçãos não se renovaram a partir do Novo Testamento. Nós vamos ver que as bênçãos financeiras certamente continuam até hoje. As boas promessas de Deus não perderam a validade, mas permanecem até hoje para que possamos provar o poder de Deus e experimentar a realidade da bondade dEle em nossas vidas. Vamos entender algo. Os textos bíblicos do Antigo Testamen- to em sua grande maioria estão se referindo a um úni- co povo. Falam sobre o povo escolhido por Deus para fazê-LO conhecido em toda terra. Um povo que veio da descendência de Abraão, o amigo de Deus. ele fez um contrato com esse povo, que é chamado de aliança, um
  7. 7. 10 contrato eterno que não pode ser anulado. Nesse con- trato, esse povo tinha como obrigação servir e adorar somente ao Senhor como o seu único Deus, e seguir as orientações e mandamentos dEle. Como recompen- sa por aceitar esse acordo e seguir as orientações de Deus, o próprio Deus cuidaria bem deles e os ajudaria a alcançar o maior nível de excelência, sucesso e bem- estar que pudesse ser obtido nessa terra. Deus fez vá- rias promessas a Seu povo e essas promessas eram no sentido de paz, prosperidade, saúde, sucesso, vitórias, engrandecimento, famílias felizes e coisas semelhan- tes. Essas promessas sempre estiveram disponíveis por meio de crer em Deus para torná-las reais, e seguir as orientações de Deus, praticando e obedecendo a cada uma delas. Além de falar tudo isso, os textos do Antigo Testamento sempre indicaram a vinda de Jesus Cristo, o Messias, o escolhido de Deus, aquele que renovaria o contrato feito por Deus com Seu povo. Quando Jesus chega a esse mundo Ele inaugura uma nova etapa que é chamada Novo Testamento. Je- sus Cristo faz algumas alterações no contrato de Deus com o Seu povo. A principal alteração feita nesse novo contrato é que a partir de agora, para se tornar par- te do povo de Deus, é necessário reconhecer a Jesus Cristo como o Filho de Deus e colocá-LO como o SE- NHOR, o governante de sua vida. Reconhecê-LO como o único que pode levar as pessoas ao céu e reconhecê- LO como aquele que conquistou o direito de perdoar pecados, fazendo com que assim as pessoas tenham acesso a Deus. Quando as pessoas reconhecem a Jesus Cristo dessa forma, acreditam nEle e em Suas palavras, aceitam e recebem o trabalho do sacrifício de Jesus Cristo para lhes dar uma nova identidade, então estas pessoas passam a fazer parte do povo de Deus. Na Bí- blia, no evangelho de João 1.12, está escrito que estas pessoas que reconheceram, acreditaram, receberam a
  8. 8. 11 Jesus Cristo, se tornaram filhos de Deus, ou seja, passa- ram a fazer parte da família de Deus, passaram a fazer parte do povo de Deus, a fazer parte daqueles que acei- taram o contrato que Jesus veio oferecer. Essas pessoas passaram a ter um contrato, uma aliança com Deus. A Bíblia diz que agora existe uma Nova Aliança que é feita por meio do sangue de Jesus Cristo, ou seja, baseada na vida de Jesus Cristo, baseada no poder Salvador de Jesus Cristo. Por intermédio do sacrifício de Jesus Cristo e Sua Ressurreição, Ele consegue dar as pessoas uma nova identidade. Ele derramou o Seu sangue, a Sua vida para conquistar para o homem e a mulher uma vida exatamente igual à dEle. Uma nova vida! Uma nova identidade por meio de um novo contrato! Que contrato é esse? A Bíblia o cha- ma de “a Nova Aliança no Sangue de Jesus Cristo.” Então, já que Jesus veio fazer um novo contrato será que Ele apagou as promessas do primeiro contrato? As promessas daquele contrato feito com a descendência de Abraão? A resposta é não. Veja o texto que está na Bíblia em Gálatas 3.29: E, se sois de Cristo, também sois descendentes de Abraão e herdeiros segundo a promessa. (RA) Otextomostraqueaquelesqueaceitaramocontrato de que Jesus veio oferecer, passaram a ser herdeiros das mesmas promessas feitas a Abraão e seus descendentes, ou seja, aquelas promessas que estão escritas no Antigo Testamento: de paz, proteção, cuidado, sucesso, saúde, prosperidade, engrandecimento, famílias felizes, vitó- rias, e outras coisas mais. Além das promessas vistas no Antigo Testamento existem textos do Novo Testamento que confirmam que Deus continua querendo que o Seu povo tenha uma vida de vitória, prosperidade e suces- so aqui nessa terra. Jesus Cristo quando inaugurou esse novo contrato, acrescentou várias promessas para que tenhamos ainda mais sucesso aqui na terra, além de nos
  9. 9. 12 tornar vencedores eternos. Ele acrescentou promessas no âmbito material, espiritual e promessas celestiais que nos levam para uma vida totalmente nova no céu por toda a eternidade junto DEle. As Promessas São Para Hoje A parte da Bíblia que chamamos Novo Testamento é o local em que vemos as orientações desse novo con- trato. Vemos essas novas promessas. Veja algumas promessas de nível material: No Novo Testamento está escrito que poderemos pedir a Deus o que quisermos, que nos será feito (João 15.7). Está escrito que Deus está comigo e por isso nada pode me derrotar, que sobre todo mal que acontece na terra eu sou vencedor (Romanos 8.31-39). Está escrito que nós passamos a reinar em vida. Já imaginou isso? Reis aqui na terra, nessa vida. É a pro- messa de Deus. É o nosso direito. Reinar em vida (Ro- manos 5.17). Veja algumas promessas de nível espiritual: No Novo Testamento está escrito que Jesus nos deu o po- der para vencer o diabo e todos os demônios (Lucas 10.19). Está escrito que passamos a ter as qualidades de Deus em nós (Gálatas 5.22-23). Está escrito que passamos a ter Deus habitando dentro de nós (Efésios 2.22). Veja algumas promessas de vida eterna, pro- messas celestiais: No Novo Testamento está escrito que vamos para o céuenuncamaisteremossofrimento,nemdor,nemchoro (Apocalipse 21.4). Está escrito que Jesus foi preparar as nossas casas lá no céu (João 14.2). Estáescritoquenocéuteráumagrandefesta,afestado Senhor Jesus e nós estamos convidados (Apocalipse 19.9).
  10. 10. 13 Percebeu? Nesse novo contrato a nossa vida está repleta de bênçãos por todos os lados. Nesse novo contrato Deus continua querendo o nosso bem. Deus continua querendo que a bondade dEle encha a nos- sa vida. No contrato antigo Deus promete prosperi- dade ao Seu povo e nesse novo contrato Ele continua querendo que Seu povo seja próspero. A Bíblia faz uma definição das promessas desse novo contrato. Veja o texto que está na Bíblia em Hebreus 8.6: Mas agora alcançou ele ministério tanto mais excelen- te quanto é mediador de um melhor concerto que está confirmado em melhores promessas. (RC) O texto diz que por meio de Jesus (ele, o media- dor), esse novo contrato (concerto) tem promessas ainda melhores do que as feitas no Antigo Testamen- to. Se Deus já queria prosperar antigamente, hoje está ainda melhor, pois podemos vencer os inimigos em o nome de Jesus Cristo, temos a habilidade e a capa- cidade do Espírito Santo que mora em nós, podemos pedir o que quiser que será feito, somos o povo que caminha em conquista e vitória, e outras coisas mais. Quando passamos a ser parte do povo que recebe Je- sus Cristo, o povo de Deus, as coisas melhoram. Preste atenção! Tudo melhora. As boas promessas de Deus não foram canceladas, mas elas melhoraram. Se an- tigamente o povo de Deus prosperava com fartura, hoje é ainda melhor. A Palavra de Deus nos autoriza a vivermos situações melhores. O contrato que Deus fez conosco prevê que hoje temos o direito de re- cebermos aquelas antigas promessas e de maneira ainda melhor – eu faço parte desse contrato porque aceitei o Senhor Jesus Cristo como meu Salvador! E você? Veja um texto que diz que temos direito a essas promessas. Está em 2 Coríntios 1.20: Por isso tantas quantas forem as promessas de Deus, nele está o sim. (TB)
  11. 11. 14 Esse texto está escrito no NovoTestamento e confir- ma que temos o direito de receber todas as promessas de Deus. Vamos comparar alguns textos que foram es- critos antes e depois da vinda de Jesus Cristo para que fique claro que as bênçãos de prosperidade são confir- madas na nossa vida hoje. Veja o texto da Bíblia no Antigo Testamento em Êxodo 23.25-26: Prestem culto ao Senhor, o Deus de vocês, e ele os abençoará, dando-lhes alimento e água. Tirarei a doença do meio de vocês. Em sua terra nenhuma grávida perderá o filho, nem haverá mulher estéril. Farei completar-se o tempo de duração da vida de vocês. (NVI) Vamos ver o texto por partes. “Ele os abençoará, dando-lhes alimento e água”, mostra a bênção finan- ceira. “Tirarei a doença do meio de vocês”, mostra a bênção na saúde. “Nenhuma grávida perderá o filho, nem haverá mulher estéril”, mostra a bênção na fa- mília. “Farei completar-se o tempo de duração da vida de vocês”, mostra uma vida longa e abençoada. É bênção por todos os lados. Veja agora o texto no Novo Testamento em 3 João 1.2: Amado, acima de tudo, faço votos por tua pros- peridade e saúde, assim como é próspera a tua alma. (RA) O texto mostra no Novo Testamento qual é a von- tade de Deus, declarada aqui pelo apóstolo e profeta. Ele faz votos pela prosperidade, ou seja, uma torcida pela prosperidade, um desejo para que prospere. Não só a prosperidade, como também a saúde, suas emo- ções, sua vida! Isso é a Palavra de Deus. É Deus falando comigo e com você. Os dois textos, tanto do Novo Tes- tamento quanto do Antigo Testamento, mostram que Deus quer que tenhamos a bênção de maneira com- pleta acontecendo em nossa vida, e está bem claro que
  12. 12. 15 isso inclui a bênção material. Quando Deus entra em nossa vida Ele quer fazer a obra completa. Não existe lugar na nossa vida que Deus não possa entrar e fazer a diferença. Não existe dificuldade financeira em que o poder de Deus não possa agir.Trabalhe com o poder de Deus.Trabalhe com a Sua fé. Acredite nas promessas de Deus. Siga os princípios bíblicos. Alcance a prosperida- de que Deus quer lhe dar, pois os textos mostram que Deus quer prosperar. Veja outro texto no Antigo Testamento em Provér- bios 11.24: A quem dá liberalmente, ainda se lhe acrescenta mais e mais. (RA) Fala de ter com fartura, cada vez mais, ter muito. Veja agora o texto da Bíblia no Novo Testamento em 2 Coríntios 9.8: Deus pode fazer-vos abundar em toda graça, a fim de que, tendo sempre, em tudo, ampla suficiência, superabundeis em toda boa obra. (RA) Esse texto está escrito em um contexto que fala de coisas materiais, finanças e nesse ponto está dizendo que Deus está interessado em nos dar abundantemen- te, com fartura, sobrando tanto que teremos o sufi- ciente para nós, o suficiente de maneira ampla, com- pleta, ou seja, o suficiente para tudo e ainda continua sobrando para que possamos abençoar a outros, para que possamos fazer boas obras com aquilo que Deus nos dá. Deus continua querendo que tenhamos fartu- ra, abundância.Ter sempre.Ter tudo. É o que Deus quer para nós hoje. A Liberdade Financeira É Para Hoje Existem ainda alguns textos que me chamam mui- ta atenção e dizem a respeito de como Deus vê o Seu povo no passado e ainda hoje. Vamos começar anali- sando o texto que está na Bíblia em Colossenses 1.13: Ele nos libertou do império das trevas e nos transportou para o reino do Filho do seu amor. (RA)
  13. 13. 16 O texto diz que Jesus nos tirou do reino das trevas, nos libertou do poder das trevas, Ele nos resgatou do império das trevas. Isso significa que Jesus já tirou da nossa vida aquilo que pertence ao diabo. Já nos liber- tou das coisas em que é o diabo que age por elas. Den- tre as coisas que pertence ao reino do diabo, eu posso citar a pobreza, a miséria, a escassez, a falta, a neces- sidade, a privação. Veja como os dicionários definem estas palavras: Falta do necessário à vida, penúria, estado lastimo- so, deplorável, indigência, estado vergonhoso, indig- no, infame, insignificância, fraqueza, defeito, míngua, carência, ausência, carestia, destituição, inexistência, quebradeira, esterilidade, defeito, falha, fraqueza, im- perfeição, desgraça, infortúnio, tormento, tristeza. Essas coisas não foram preparadas por Deus para a humanidade. Em Tiago a Bíblia diz que Deus não tem parte com nada que é mal, mas tudo o que é bom que vem dEle. O texto que nós lemos diz que Jesus veio para nos libertar de todas estas coisas que são más, que pertencem ao reino da maldade. Jesus já venceu o diabo, então Ele conquistou o direito de fazer cessar toda a ação do mal em nossas vidas. Deus não planejou estas coisas para nós, pois vemos que quando Ele criou Adão e Eva e o jardim do Éden para que eles morassem, colocou ouro e pedras preciosas, comida em fartura. Eles podiam se deliciar a vontade, tinham de tudo, e o que eles tinham era o melhor que já existiu. A miséria, pobreza e coisas desse tipo apareceram a partir do mo- mento em que o diabo conseguiu colocar aqui na terra algo que pertencia a ele: a transgressão, a rebelião, o pecado. Depois que o diabo conseguiu colocar o peca- do aqui, então ele passou a agir com outras coisas do uso dele, como a escassez e miséria. Jesus conquistou o direito de fazer cessar em nossa vida a ação do diabo, a ação da pobreza e da miséria,
  14. 14. 17 pois Ele já nos resgatou do reino das trevas. Alguém podeperguntar:SeJesusjánosresgatou,entãoporque muitos, do povo de Deus, continuam nessas situações? Porque ainda não despertaram para a nova realidade de vida que Jesus está dando a eles. Parecem com os israelitas que saíram do Egito. Deus já os havia resgata- do do Egito, libertado da escravidão e estava com eles a caminho da nova terra, sustentando a todos eles com um pão vindo do céu, mas eles estavam com o foco no “alho” que havia ficado no Egito. Eles ainda não tinham despertado para uma nova realidade, em que tinham o direito de comer o pão do céu. Eles já haviam sido ti- rados do reino da escravidão, mas continuavam viven- do no costume do tempo da escravidão. Haviam saído da escravidão, mas a escravidão ainda estava apegada ao coração deles. Jesus Cristo já libertou Seu povo do reino da escravidão, mas alguns ainda precisam tirar a escravidão do seu coração, do seu pensamento. A pes- soa permanece escravizada quando mantém o pensa- mento contrário àquilo que Deus está dizendo. Se Deus está dizendo que quer prosperar e a pessoa mantém um pensamento de que seu destino é ser pobre, então esse alguém está fazendo as Palavras de Deus menti- rosas. É como se ela dissesse: “Eu prefiro acreditar no que eu penso do que acreditar que aquilo que Deus diz é verdadeiro.”A pessoa que age dessa maneira não terá sua situação mudada, pois ela não acredita no que Deus está dizendo, sendo que, é exatamente Deus quem pode mudar a situação dela. Por isso a Bíblia diz que dentre todas as coisas, o coração é que deve estar bem guardado. Deus não quer que nosso coração este- ja contaminado com aquilo que pertence a satanás. Na Bíblia Deus está dizendo: “Filho meu, dá-me o teu co- ração.” Deus quer que nosso coração esteja cheio de fé e não de dúvida, cheio de pensamentos de vitória e não de derrota, refletindo vida e não morte. Deus quer que
  15. 15. 18 o nosso coração tenha o retrato de como Ele nos vê. Deus nos vê vivendo livres da miséria e crescendo em prosperidade hoje. Eu posso imaginar algo, que é como se lá no céu existisse diante de Deus um retrato daquilo que Deus tem para nós. O retrato que Deus está vendo a nosso respeito, nos mostra vivendo em prosperidade hoje. Deus nos vê vivendo a vida abundante hoje e Ele quer que nós também passemos a enxergar a maneira como Ele nos vê. Deus quer que em todo nosso interior estejamos absolutamente certos que Ele quer que viva- mos em prosperidade e não em pobreza. Essa vida em que o crescimento em prosperidade acontece na vida dos servos de Deus não é uma realidade somente para o Antigo Testamento, mas também para os servos de Deus ainda hoje. Você precisa conhecer a vontade de Deus. Ele quer que a pobreza desapareça da sua vida. Ele já lhe libertou da escravidão da pobreza e colocou à sua disposição as bênçãos do reino dEle. Você precisa saber desta realidade e acreditar nela. Alguém pode dizer: “Como pode ser isso de Jesus Cristo já ter libertado e no pensamento a pessoa con- tinuar escravizada?” Imagine uma pessoa presa com correntes a um poste. Vou chamar esse poste de diabo e as correntes de pobreza. A pessoa está acorrentada e presa ao poste. Então Jesus chega e tira as correntes das mãos da pessoa. Jesus a deixou livre das corren- tes (pobreza) e do poste (diabo). Ela passou a ser livre, pode ir para bem longe daquele poste se quiser. Mas se ela não despertar para enxergar que está livre, pode ser que ela permaneça ali pelo resto da sua vida. Ela já ficou tão acostumada a ficar nessa posição de escra- va, que pode não perceber que está livre. “Pensa” que está presa e por isso permanece ali. Se você pensa que isso não acontece, saiba que são muitas as pessoas que já estão livres, já foram libertas e permanecem vivendo como se fossem escravas do sofrimento, prisioneiras
  16. 16. 19 das ações do reino das trevas, subordinadas aos man- dos e desmandos de satanás. O pensamento dessas pessoas precisa ser alterado para a nova realidade que Jesus deu a elas. Elas precisam saber que já podem ir para o encontro com as bênçãos. Seu pensamento pre- cisa ser assim:“É verdade, eu já posso sair daqui. Já pos- so me mover em direção à minha porção da herança. É verdade, Jesus Cristo já me libertou e nada mais pode impedir que eu receba aquilo que Ele tem preparado para mim.” Essa é uma verdade de Deus para nossa vida hoje: Nós já fomos libertos das ações do diabo em nossa vida, da ação da escassez e coisas desse tipo em nossa vida. Essa é uma verdade que precisamos saber, hoje, pois quando a conhecemos, ficamos libertos por meio dela. Jesus nos libertou da escravidão e nos levou para o reino de bênçãos dEle. Além das pessoas terem sido tiradas do poder escravizador de satanás, elas precisam querer viver no reino de bênçãos de Deus. Se alguém está pensando que sua vida é sofrer, é só luta, que vai permanecer tendo escassez, e outros pen- samentos desse tipo, Deus não vai forçá-la a receber as bênçãos que Ele tem para dar. Deus vai ajudar essa pes- soa a despertar para a vida de bênçãos que está dispo- nível para ela. Deus vai ajudar essa pessoa a ter fé para receber as bênçãos, a seguir o caminho que a leva para o Seu reino de bênçãos. Deus já está fazendo isso por meio deste ensino. Os textos que temos visto nos des- pertam para a verdade de que Deus não quer Seu povo vivendo em pobreza. Veja o texto que está em Deute- ronômio 15.4: Assim não deverá haver pobre algum no meio de vocês, pois na terra que o Senhor, o seu Deus, lhes está dando como herança para que dela tomem posse, ele os abençoará ricamente. (NVI) Deus está falando que está dando bênçãos mate- riais em abundância para que no meio do povo dEle não exista pobres. Deus quer que no meio do povo
  17. 17. 20 dEle haja bênçãos materiais com fartura. Deus está di- zendo que não quer que Seu povo seja pobre. Na Bíblia a palavra“pobre”sempre indica alguém com poucos re- cursos. A pobreza é uma maldição, pois no Salmo 10.2 a Bíblia diz que o pobre é perseguido, em Provérbios 14.20 ele é odiado até do vizinho, em Provérbios 19.4 e 7 os irmãos e os amigos do pobre se afastam dele. Em Eclesiastes 9.15, mesmo que o pobre seja sábio e faça algo de bom, as pessoas se esquecem dele. Em Provér- bios 10.15 diz que a pobreza dos pobres é a sua ruína. A pobreza é do diabo e é uma maldição. A pobreza é uma maldição sim, mas graças a Deus que em Gálatas 3.13 Jesus nos resgatou da maldição e em 1 Samuel 2.8, Deus dá uma nova história para o que é pobre. Veja esse texto que está na Bíblia em 1 Samuel 2.8: Levanta do pó ao pobre, do monturo eleva ao necessitado, para os fazer assentar entre os príncipes, e para lhes dar por herança um trono de glória. (TB) Isso é o que Deus pensa do pobre, quer fazer com que ele cresça, seja contado entre os grandes da terra. Quer que ele seja honrado, que receba a sua porção da herança de bênçãos. Esse é o retrato de como Deus vê o pobre. Deus o vê livre da pobreza vivendo em pros- peridade. Esse é o retrato da mudança que Deus tem para a vida do necessitado hoje. Ele crê em Deus, em Suas promessas e no Seu poder hoje e já passa a viver as bênçãos de Deus que são para agora. O tempo de Deus levantar todo o necessitado é agora. O tempo de todos receberem a herança de bênçãos que Deus nos dá é agora. Veja o texto que está em Gálatas 4.6-7: E, porque vós sois filhos, enviou Deus ao nosso cora- ção o Espírito de seu Filho, que clama: Aba, Pai! De sorte que já não és escravo, porém filho; e, sendo filho, também herdeiro por Deus. (RA) Veja, o texto diz que, hoje, não somos mais escravos. A miséria, pobreza é uma maneira de o diabo escravizar
  18. 18. 21 as pessoas. A Bíblia diz que nós não somos mais escra- vos. A Bíblia diz que eu deixei de ser escravo e agora sou filho. A vida de escravo ficou para trás e agora vivo a vida de filho. Como filhos agora nós temos o direito de receber a nossa parte da herança. Temos uma por- ção da herança, parte da herança do nosso Pai, e eu quero lembrar-lhe que o nosso Pai é o dono do ouro e da prata, do mundo e de todas as coisas que existem nele. Entenda, aquele que recebeu a Jesus Cristo como seu Salvador tem um contrato com Ele, e esse contra- to dá direito a quem o recebe de viver livre da opres- são, da escravidão da miséria, da maldição da pobreza, além do direito de receber a herança de filho de Deus, uma herança de prosperidade, de bênçãos que muda a história da pessoa, tirando ela de baixo e colocando-a em cima, honrada, próspera, refletindo a bondade e a glória de Deus. Orientações Que Nos Abençoam Hoje Como eu disse no início deste capítulo, Jesus Cris- to inaugurou um novo contrato. Nesse novo contrato existem orientações e mandamentos que devemos ob- servar. Eu vou falar aqui de alguns pontos desse novo contrato que dizem respeito à vida financeira. Vamos então ver o texto que está em Mateus 5.42: Dá a quem te pede e não voltes as costas ao que deseja que lhe emprestes. (RA) Eu vejo que esse texto é uma confirmação de que Deus quer nos prosperar. O texto começa dizendo que devo dar. Será que Deus me mandaria fazer algo que eu não tenha condição de fazer? Eu penso que não. Então se Ele me manda“dar”, significa que me dará condições para também dar. Se nesse texto Ele diz que não devo ignorar a pessoa que me pede emprestado, significa que terei para mim e ainda para emprestar! Jesus está nos mandando dar e emprestar, então certamente a
  19. 19. 22 medida da prosperidade que Deus dá, é o suficiente para nós, e ainda para dar e para emprestar – não se esqueça de que é necessário trabalhar para ter e dar. Nós trabalhamos e Deus nos abençoa com uma medi- da tão boa que teremos para dar. Mas vamos falar das orientações. Nós já falamos a respeito do dar, quando falamos da oferta. Eu entendo que o ato de dar é muito melhor para quem está dando do que para quem está recebendo. Nossa atitude de dar“cria uma autoriza- ção”para a ação do poder de Deus em nossas vidas. Nossa atitude de dar “cria poder” para trazer uma colheita até nós. Aquele que está dando vai receber uma colheita de volta; portanto, quem dá acaba tendo uma bênção maior do que aquele que recebe. A Bíblia diz em Atos 20.35 que “mais bem-aventurado é dar do que receber.” Certamente é melhor dar, pois po- demos ver que Deus preparou uma recompensa para cada atitude de dar. Na Bíblia em Gênesis capítulo 24, Rebeca recebeu a Isaque por esposo porque deu água a um homem e seus camelos. Nesse texto que vimos, exis- te uma ligação entre o dar e o emprestar. A Bíblia mostra vários textos sobre emprestar, e o detalhe que está sem- pre presente nesses textos é um protesto de Deus dizen- do para não cobrar juros quando emprestar. Eu não fico espantado quando fico sabendo que alguém empres- tou para receber de volta com juros e acabou sofrendo um calote, pois foi feito algo contrário a orientação de Deus e por isso a chance de algo dar errado é grande. Os textos bíblicos que falam sobre emprestar, quase sem- pre indicam uma ação de socorrer ao necessitado. A Bí- blia até fala que após alguns anos, se a pessoa não teve condições de pagar o empréstimo, aquela dívida deve ser esquecida, perdoada, apagada. Eu já errei de uma maneira grande ao pedir dinheiro emprestado e aprendi algumas coisas a esse respeito. A primeira delas é que eu não devo pedir emprestado. Em Deuteronômio 28.12
  20. 20. 23 a Bíblia diz que eu terei para emprestar. Então se eu estou pedindo emprestado, significa que não estou crendo no que a Bíblia diz, que não estou crendo que Deus vai suprir minha necessidade, que Deus vai prover em minha vida. Significa que não estou crendo que vou ter tanto, que vai me satisfazer e ainda vai sobrar para dar e emprestar. Em vez de pedir a alguém emprestado, eu devo pedir a Deus a bênção que necessito. Segunda lição que tive é que quando existe um empréstimo, ge- ralmente acontece um desgaste naquele relacionamen- to. Quase sempre existe algum tipo de constrangimen- to. Se a pessoa que pegou emprestado não conseguiu cumprir o prazo estabelecido para pagamento, ela fica envergonhada, passa a evitar a outra pessoa, às vezes chega a se esconder e algumas outras coisas desse tipo. Uma pessoa fica ligada à outra por um motivo que não é bom e isso vai gerar sentimentos, conclusões e pen- samentos que também não são bons. Diante dos textos bíblicos, daquilo que vivenciei e do que tenho visto, eu tenho um entendimento. Como disse, no texto de Ma- teus 5.42 existe uma ligação entre o dar e o emprestar. Se alguém lhe pedir emprestado, não empreste. Dê! Se você tiver condições para dar, então dê! Se você der em vez de emprestar não ficará ligado àquela pessoa por um motivo que não é bom. Deus lhe pagará de volta por você ter atendido ao necessitado e se ainda você crer em Deus por uma colheita, você receberá de volta de ma- neira multiplicada. Se for o caso de você estar precisan- do tomar emprestado, pare, peça a Deus para suprir sua necessidade e creia na provisão dEle em sua vida. Nós já vimos vários textos que nos afirmam que Deus quer nos abençoar financeiramente e certamente Ele vai lhe dar a bênção que você precisa. Deus tem muitas maneiras de fazer isso. Nem tente imaginar como vai acontecer. Ape- nas creia em Deus, no Seu poder e nas Suas promessas. Ele vai lhe abençoar.
  21. 21. 24 Fiador A Bíblia também orienta a respeito de ser fiador. Veja o que está escrito nos textos bíblicos: Provérbios 11.15, Provérbios 17.18, Provérbios 22.26, Provérbios 20.16 Quem serve de fiador por outro, será prejudica- do; Mas aquele que teme ficar por fiador, está segu- ro. (TB) – Provérbios 11.15. Tome-se a roupa àquele que fica fiador por ou- trem. (RA) – Provérbios 20.16. Não aceite ser fiador de ninguém. (NTLH) – Pro- vérbios 22.26. Somente um tolo aceitaria ficar como fiador do seu vizinho. (NTLH) – Provérbios 17.18. Eu vi um pastor ensinar certa vez que você só deve ser fiador de alguém se você estiver disposto a pagar o que esse alguém não pagar, sem achar ruim e sem re- clamar, ou seja, somente seja fiador se tiver condições e se estiver disposto a pagar a dívida do outro, achan- do tudo muito bom e agradável. Preste atenção ao que eu vou lhe dizer: É melhor dizer um “não” a alguém do que desobedecer a orientação de Deus. Não faça o que é contrário à Palavra de Deus. Em toda a situação de fiança sempre existe outra opção. Creia em Deus para prover outra solução. Ajude a alguém receber de Deus outra solução. Use A Fé Agora Nós vimos que precisamos da sabedoria de Deus para prosperar. Também precisamos da sabedoria dEle para usarmos a prosperidade que Ele nos dá. Eu ouvi certa vez que precisamos entender o dinheiro e pre- cisamos aprender a usar o dinheiro. Eu não vou aqui falar a respeito de nenhuma técnica de como você deve administrar seu dinheiro, seus bens e tudo aquilo que Deus lhe dá, mas o aconselho a procurar aprender
  22. 22. 25 isso. Hoje em dia existem muitas opções a esse res- peito. Busque aprender as técnicas que lhe ajudam a administrar bem a prosperidade que Deus coloca em sua vida. Deus lhe iluminará em tudo. Aquilo que você aprender, Deus vai lhe ajudar a aplicar em sua vida pes- soal por meio da sabedoria dEle. Nesse ponto quero ressaltar uma situação. Eu vejo algo que muitas pesso- as fazem e que eu também já fiz: Comprar para pagar depois. Comprar em parcelas. Assumir prestações. Eu percebi que quando fazia isso estava deixando de usar a fé. Veja bem. É como se eu estivesse dizendo a mim mesmo: Eu não tenho fé de receber de Deus para pagar agora, então programo para pagar depois e quando chegar o dia de pagar verei o que acontecerá. Talvez até lá Deus já proveu. Talvez até lá eu tenha dado um jeito. Viu que maneira espetacular de como não usar a fé? Hoje eu mudei. Se preciso andar de carro, uso a fé para Deus prover o combustível. Se não uso a fé, então devo deixar o carro estacionado. Se preciso usar o te- lefone, primeiro uso a fé para comprar os créditos. Se não uso a fé, eu também não devo ligar o telefone. Se eu preciso comer ou vestir, uso a fé. Nada de comprar para pagar depois. Preste atenção: Se você tem fé de comprar e Deus prover para você pagar depois, pas- se a ter fé de Deus prover para você pagar à vista. Essa orientação é muito importante. Vou repetir: Se você tem fé de comprar e Deus prover para você pa- gar depois, passe a ter fé de Deus prover para você pagar à vista. Se o que você precisa é muito caro e a opção é o financiamento, eis aí uma boa oportuni- dade para provar o poder de Deus e viver um milagre extraordinário. Na Bíblia está escrito em Romanos 13.8 que “não devemos ficar devendo nada a ninguém”; portanto, apresente suas razões para Deus e peça a Ele, creia nEle e em Sua Palavra para que você possa com- prar à vista. Deus está lhe prometendo bênçãos sem
  23. 23. 26 medidas. Creia nEle. Use os princípios da prosperidade da Palavra de Deus. Lance a sua semente de fé. Pela fé esteja certíssimo de que aquilo que a Bíblia promete já é seu. Use as verdades da Palavra de Deus. Para Deus não há limites. A força que Deus vai fazer para lhe dar R$ 10,00 é a mesma força que Ele vai fazer para lhe dar R$ 100.000,00. Para Deus não existem limites. Se você não usar a fé para que Deus opere dessa forma em sua vida, passe então a apresentar o seu projeto para Deus e peça-Lhe para ajudar a economizar e ajuntar o quan- to você precisa para conseguir alcançar o seu objetivo. Com a ajuda de Deus você vai conseguir alcançar seu objetivo mais rápido do que imagina. Passe a economi- zar e tenha paciência. Ou você usa a fé à vista ou usa a paciência. Na Bíblia está escrito em Gálatas, capítulo 5, que aquele que tem o Espírito de Deus tem dentro de si a paciência. Use a fé ou tenha paciência para economi- zar até alcançar seu objetivo. Use a sabedoria que Deus lhe dá. Use a fé que Deus lhe dá. Use as promessas que Deus lhe dá. Use os princípios da Palavra de Deus. Use as verdades bíblicas que o Senhor está lhe mostrando. Toda situação de necessidade é uma oportunidade para você usar a sua fé. Deus vai honrar a sua fé. Toda situação de necessidade é uma oportunidade para você usar a sua fé e ver as coisas melhorarem. Use a sua fé. Toda situação de necessidade é uma oportu- nidade para você usar a sua fé e receber uma nova vitória. Você é uma pessoa que acredita nas verdades bíblicas; portanto, use essas verdades com sua fé. Cada momento de provisão é uma oportunidade para você usar a sua fé. Use a sua fé. Deus vai honrar a sua fé. Eu Tenho Uma Herança A prosperidade é algo bíblico, certamente veio da vontade de Deus, pois a Bíblia do início ao fim contém textos que falam a respeito da prosperidade. Deus
  24. 24. 27 quer que cresçamos em prosperidade, mas Ele quer que você e eu permaneçamos dentro do propósito da prosperidade. Por isso a Bíblia também fala de algumas coisas que não devemos ter nem ser. Antes de vermos o que não devemos ter ou ser, vamos primeiro ver o que é nosso. Veja o que está escrito na Bíblia em Co- lossenses 1.12: Dando graças ao Pai, que nos tornou dignos de participar da herança dos santos no reino da luz. (NVI) O texto diz que os santos que andam na luz estão aptos a receber a sua parte da herança. Quem são esses santos que andam na luz? São aqueles que nasceram de Deus por meio de Jesus Cristo, que acreditam em Jesus Cristo como seu único Deus, seu único Senhor e Salvador, que têm um contrato com Jesus Cristo. E o texto mostra que aqueles que seguem os princípios e as orientações desse contrato estão aptos a receberem a parte que lhes cabe da herança. Em 1 Pedro 3.9 diz que essa é uma herança de bênçãos. Quando recebe- mos a Jesus Cristo como nosso Salvador, passamos a ter direito de receber uma porção, parte, medida das bênçãos que vêm de Deus. Nessa porção, nessa parte que lhe cabe há bênçãos de todos os tipos, para todas as áreas da sua vida e dentre elas a área financeira e material. Deus não tem uma porção pequena para nin- guém. Vou repetir. Deus não tem uma porção pequena para ninguém. Na Bíblia, em Mateus capítulo 20, está escrito uma parábola dita por Jesus que fala sobre o dono de uma vinha que pagou aos seus trabalhadores e todos receberam a mesma quantidade. Ninguém re- cebeu menos. Ninguém recebeu pouco. Vários textos dizem que a graça de Deus é abundante, é transbor- dante, com fartura. Na Bíblia, em Efésios 1.18 está es- crito que a nossa herança é rica. Lá diz “a riqueza da herança dos santos.” Então aqueles que receberam a Jesus Cristo como seu único Salvador têm direito a uma
  25. 25. 28 parte da herança dos santos e essa parte é uma porção rica, transbordante, abundante, com fartura. Ainda em Efésios 1.18 nós temos uma oração para que o nosso entendimento seja iluminado com o objetivo de co- nhecermos qual é essa nossa parte da herança. Eu volto a dizer que muitos vivem fora da prosperidade porque não entendem que têm direito a uma porção dessa rica herança. Volto a dizer que Deus quer que você cresça em prosperidade. Isso faz parte dessa herança que os nascidos de Deus têm direito a receber. Agora que en- tendemos que no contrato da Nova Aliança nós temos direito a uma parte da herança dada por Deus, então, vou falar do que não devemos ter ou ser. Ganância A Bíblia diz que não devemos ter ganância, que é um sentimento que vai além dos limites corretos, é uma ambição desmedida, é o “sempre quero mais”, é o“quero cada vez mais.”Como já disse, existe uma par- te que nos pertence e que é dada por Deus; portanto, Deus quer nos dar a nossa parte. Nós devemos querer receber de Deus a nossa parte. Não devemos querer tudo para nós. O ganancioso tem seu foco voltado para o lucro sempre, o lucro em tudo, em cima de qualquer um e de todos. Dentro do propósito de Deus nós pre- cisamos repartir, dar, abençoar; logo, é o contrário da ganância, pois a ganância quer tudo para si. É correto você receber aquilo que é de Deus para você, assim queira somente a sua parte, que como eu já disse, é uma porção abundante vinda de uma rica herança. A Bíblia diz em Números capítulo 22 que Deus ficou irado com Balaão porque ele foi buscar um ganho que não pertencia a ele. Deus já havia dito que não fosse traba- lhar com aquela pessoa, mas ele ficou focado no ganho e desobedeceu a Deus. Foi fazer um trabalho que não era correto, e não se importou se seu trabalho era visto
  26. 26. 29 com a aprovação de Deus. Balaão colocou seu foco no ganho em vez de considerar a aprovação de Deus. Ele foi ganancioso. Já Abraão, diante do rei de Sodoma, em Gênesis capítulo 14, foi generoso em vez de ser ganan- cioso. Abraão sabia de duas coisas. Primeiro, ele sabia que aqueles bens recuperados naquela batalha não pertenciam a ele, não viu como algo correto lucrar em cima do rei de Sodoma. Segundo, ele sabia que Deus já estava lhe dando a parte que lhe pertencia. A ganân- cia não faz parte do propósito de Deus. Devemos estar atentos para não sermos gananciosos. A generosidade, a liberalidade, o dar, o repartir, o abençoar fazem par- te do propósito de Deus. Devemos sim querer a nossa parte da herança que Deus nos deu por direito, e usá-la seguindo as orientações bíblicas e os propósitos para a prosperidade. Devemos sim querer a nossa parte da herança, mas sabendo que em todas as coisas de- vemos ser equilibrados. Devemos sim querer a nossa parte da herança, mas sabendo que todas as coisas têm limites, e os limites não devem ser ultrapassados, que quanto mais tivermos, será com o objetivo de sermos ainda mais generosos, liberais, mãos-abertas e abenço- adores dos outros. Cobiça A Bíblia diz que não devemos ser cobiçosos. O co- biçoso é aquele que fica querendo o que é do seu pró- ximo. Lembra que a Bíblia diz não cobiçaras a mulher do teu próximo? A mulher é do outro. Entenda isso, é do outro. Se for do outro porque você vai querer para você? A cobiça é um desejo no sentido daquilo que é proibido. A cobiça é um desejo no sentido daquilo que é mau, que não lhe pertence. Quando você vir alguém com um carro, ou com uma casa, ou com uma bela roupa, não queira aquilo para você. Não lhe pertence. Alegre-se com aquela pessoa por ela ter recebido a
  27. 27. 30 bênção e saiba que você é o próximo. Chegou o tempo de você receber de Deus, receber o que é seu. Você não precisa desejar o que é de outro porque esse é o tempo de Deus para você. Esse é o tempo de crer em Deus e receber a sua parte da herança. A Bíblia diz que Deus tem o melhor da terra para você, então se alegre com aquela pessoa que você vê que está sendo abençoada ao receber a bênção dele. O cobiçoso é alguém interes- seiro. Não seja interesseiro com teu irmão. Não deseje o que é do seu irmão. Não cobice o que é do seu irmão. Assim como Deus tem uma porção para ele, tem uma porção para você também. Se alegre pelo teu irmão, por aquele que está perto de você ter recebido e tenha certeza de que você é o próximo a receber. Quando eu digo que você é o próximo eu não estou dizendo que tem uma fila. O povo de Israel quando estava no de- serto, logo de manhã “todos” saiam das suas tendas e pegavam a sua porção do pão vindo do Céu. Todos pela manhã pegavam a sua porção que vinha do céu. Não tem fila. Está na hora de todos crerem em Deus e cada um receber a sua porção.Você está vendo alguém que já está recebendo a parte dele? Que bênção! Que alegria! Você é o próximo! Receba sua parte. Receba a prosperidade de Deus. Receba a bênção. Cobiçar o que é do próximo para quê, se o melhor da terra lhe per- tence? Inveja A Bíblia diz que não devemos ter inveja. O invejoso dizassim:“Aquelecarronãodeviaserdele;deviasermeu. Aquela posição, aquele cargo não devia ser dele; devia ser meu. Aquela unção, aquele ministério não devia es- tar com ele; devia estar comigo. Eu é que deveria estar naquele lugar. Sou eu quem deveria ter recebido aquilo. Aquilo deveria ser meu e não dele”. Você vê que o inve- joso é também uma pessoa egoísta, ainda não percebeu
  28. 28. 31 que o que é do outro, é do outro e o que é dele, é dele. A Bíblia mostra em 1 Reis, capítulo 21, que o rei Acabe ti- nha muitos terrenos e plantações, mas queria o terreno que pertencia a um homem simples chamado Nabote. A inveja de Acabe o levou a cometer outros pecados ainda piores do que a inveja. Acabe já tinha várias pro- priedades, mas sua inveja lhe dizia que aquele terreno de Nabote deveria ser dele. Não tenha inveja. Receba a sua porção e deixe o seu irmão em paz com aquilo que é dele. Aquele que tem inveja mostra que não acredita que Deus pode lhe abençoar. Se eu acredito que Deus pode me abençoar, eu olho para Deus para enxergar a minha parte, aquilo que me pertence. Eu não preciso ficar atento ao que o meu próximo tem, que com certe- za trabalhou e creu em Deus para receber a bênção que ele tem. Você, portanto, trabalhe, pare de olhar para os lados, para as circunstâncias, olhe para Deus, para as Suas boas promessas, enxergue a sua parte da heran- ça e receba a sua bênção. Ter inveja de outro para quê, se você tem direito a uma porção abundante de uma rica herança? Deus abençoou o outro? ele também vai lhe abençoar. Deus deu ao outro? Também vai lhe dar. O outro está recebendo a porção dele da rica herança preparada por Deus? Você também vai receber. Come- ce a receber agora. Esse é o tempo. Deus está com as mãos abertas para lhe abençoar. Avarento A Bíblia diz para não sermos avarentos. O avarento é aquele que se entrega ao amor ao dinheiro. É aquele que se agarra às coisas materiais, que tem o coração apegado às coisas materiais, que dá um valor excessivo ao dinheiro e aos bens. Alguém que se importa mais com as coisas, com o dinheiro, do que com as pessoas. Eu acho difícil alguém admitir que coloque as coisas materiais em primeiro lugar, mas vamos ver algumas
  29. 29. 32 situações. Quantas vezes você teve a opção de escolher e preferiu ir trabalhar em vez de buscar a Deus, de con- gregar? Preferiu cuidar de seus interesses materiais em vez de fazer aquilo que você sabia que era tarefa dada por Deus? A Bíblia diz que a avareza é como o pecado de idolatria (Colossenses 3.5). Isso significa que a bus- ca por dinheiro e coisas tomou o lugar que deveria ser ocupado por Deus. Isso não é difícil de perceber. Basta se perguntar: A minha vida gira em torno de qual prio- ridade? O seu coração está apegado a qual prioridade? Eu entendo que termos como prioridade o nosso re- lacionamento com Deus deve ser o correto. Entendo que a prioridade do nosso coração deve ser o interesse de Deus para nossa vida. Quando digo isso não estou caindo em contradição, pois quando Deus criou o dia com 24 horas Ele sabia que seria o suficiente para você dormir, buscar a Deus tendo um relacionamento ínti- mo com Ele, realizar a sua tarefa, a sua missão designa- da por Deus, viver em família e ainda trabalhar tendo sucesso e prosperando. A Bíblia mostra que o povo de Israel deveria ler a Palavra de Deus ao deitar e levantar; eles observavam rigorosamente o horário de oração três vezes ao dia, sendo que um dia da semana era ex- clusivo de Deus, e ainda trabalhavam obtendo sucesso e sendo grandemente abençoados. Quando colocamos o nosso relacionamento com Deus como prioridade, vamos alcançar um grau mais elevado de percepção das orientações e instruções de Deus e isso nos levará a subir níveis mais altos em toda a nossa vida, inclusive na área material e financeira. Nós veremos que em nosso relacionamento com Deus, Ele mesmo nos dará orientações e instruções que nos levam a prosperar cada vez mais, pois um dos Seus interesses é que venhamos a ter prosperidade. Deus tem um inte- resse particular, individual, específico para a realização de uma tarefa por cada um de nós. Eu entendo que a
  30. 30. 33 realização dessa tarefa é a nossa missão. Deus quer que estejamos interessados pelo Seu interesse. Que interes- se Deus tem? Realizar uma tarefa por meio da nossa vida. Quando o apego do nosso coração é pelo interes- se de Deus para o nosso viver, veremos a graça supera- bundante de Deus agindo em nossa vida material, pois é uma verdade o fato de que Deus quer que sejamos prósperos. Além do mais, existe uma provisão financei- ra especial nos esperando no lugar da nossa missão. Nós devemos trabalhar, sim, e devemos buscar a pros- peridade que vem de Deus, sim, mas isso nunca pode ultrapassar os limites das prioridades de Deus para nossa vida. Quando isso acontece estamos sendo ego- ístas e avarentos. Devemos amar a Deus e as pessoas e querer intensamente cumprir nossa missão. Não de- vemos amar o dinheiro. Não devemos amar as coisas. Devemos nos entregar derretidamente a Deus, à Sua palavra e aos Seus interesses. Não devemos nos entre- gar ao dinheiro. Não devemos nos entregar ao interes- se por coisas materiais. Se você percebe que isso o está dominando, refaça suas posições diante de sua própria vida. Se você percebe que não consegue deixar de lado seus interesses por coisas materiais e por dinheiro, vol- te-se totalmente para um relacionamento mais forte e mais intenso com Deus e queira a libertação. Busque de Deus essa libertação. A avareza é pecado. A prospe- ridade é uma bênção. Se alguém se entregar para viver sua vida em busca de dinheiro e bens, provavelmente vai conseguir o que está buscando e vai crescer mate- rialmente, porém, vai se tornar só mais um a conseguir algo material em sua vida. Se ele se enriquecer, será só mais um rico. Mas se nós vivermos seguindo as orien- tações de Deus e as prioridades dEle para nossa vida, teremos bênçãos financeiras e materiais com abun- dância e seremos verdadeiramente prósperos. Seja próspero. Deus quer prosperá-lo. Guarde seu coração.
  31. 31. 34 Viva em todo tempo atento à Palavra de Deus. É ela que lhe guia pelo caminho certo. É ela que lhe mos- tra as verdades em que você pode confiar, as que o fa- zem ter fé. Viva em todo tempo atento ao propósito de Deus. Todas as coisas são permitidas para nós, mas elas só convêm que sejam feitas quando estão em harmo- nia com o propósito de Deus. Deus quer lhe prosperar. Prospere abundantemente, de acordo com as orienta- ções da Palavra de Deus, em harmonia com o propósito de Deus. A prosperidade é uma bênção, é para hoje. Ela é uma bênção de Deus para você hoje. Egoísmo Eu já disse aqui que o caráter de Deus é generoso e liberal, e que nós também devemos ser. Deus não re- teve o Seu bem mais precioso, o Seu filho Jesus Cristo, mas Ele deu. Deus se moveu para dar; Ele foi generoso com toda a raça humana ao agir assim. Deus tomou a atitude de dar e nós também devemos agir assim. Ser generoso faz parte da natureza de Deus, do Seu cará- ter. Também faz parte do caráter de Deus ser liberal, estar pronto a dar e não reter. Nós devemos ser assim também, tendo um caráter como o de Deus. Devemos sempre nos mover espontaneamente para dar. Quan- do nos movemos por iniciativa própria para dar, esta- mos sendo generosos. Nós também devemos sempre estar dispostos a dar, porque quando o somos, significa que estamos sendo liberais. A nossa disposição em dar e não reter deve ser constante. A nossa disposição em ser generoso e liberal deve ser constante. Não pode- mos ser egoístas. O egoísta não tem disposição para dar, pois quer sempre para ele próprio. Para o egoís- ta o que é dele é só dele e ninguém mexe. O egoísta só pensa em si próprio, só quer para si mesmo, é al- guém individualista. As pretensões do egoísta incluem ele mesmo. Esse é o maior problema do egoísta: Ele é
  32. 32. 35 individualista, por isso não pensa nos necessitados, não pensa no reino, no povo de Deus. Suas pretensões não incluem o necessitado, aqueles que estão ao seu redor, o reino de e o povo de Deus. O egoísta está fora do pro- pósito de Deus, pois ele não pensa em ser um aben- çoador para os outros. Vamos lembrar-nos de Abraão. Quando Deus o chamou em Gênesis capítulo 12, disse a ele que o abençoaria grandemente e depois lhe deu uma ordem: “Seja um abençoador.” Pense comigo. O Senhor disse a Abraão que o abençoaria grandemente para que ele fosse um abençoador, ou seja, para que ele espalhasse a bênção que Deus estava lhe dando. Deus não quis que Abraão fosse somente abençoado, mas que Abraão fosse uma bênção, um abençoador. Qual é a diferença? Quando alguém é somente abençoado, significa que ele está recebendo para si só. Quando al- guém se torna uma bênção, um abençoador, significa que ele será abençoado e usará do que receber para abençoar a outros. Como eu já disse, o egoísta está fora do propósito de Deus, pois ele não pensa em ser um abençoador para os outros. A mensagem deste livro diz que Deus quer que você cresça em prosperidade, exa- tamente para que você seja como Abraão, um abenço- ador, para que tenha para você mesmo e para que seja um espalhador das bênçãos financeiras. Deus quer que você tenha prosperidade e cresça nela para que seja um abençoador no crescimento do reino de Deus, para que você seja um abençoador para o povo dEle, para que seja um abençoador para os necessitados e para aqueles que estão ao seu redor. Isso tem tudo a ver com o egoísmo, pois se você só pensa em ser abenço- ado, significa que só pensa em você, só quer para você, enquanto que o interesse de Deus é que você seja próspero e tenha sobrando para que possa espalhar a bênção por todos os lados. Pior ainda são aqueles que desprezam essa vontade de Deus em lhes prosperar, pois
  33. 33. 36 não têm nem para si mesmo quanto mais para abençoar a outros. Aquele que se satisfaz em somente ser aben- çoado, só pensa em prosperar para resolver o seu pro- blema, é egoísta. Aquele que não quer receber e não se esforça para receber a prosperidade que Deus quer lhe dar, também é egoísta. Deus se revelou a Abraão como JEOVÁ–JIRÉ, o Deus Provedor, o Deus que prospera, o Deus que dá a bênção material e financeira. Deus se revelou assim a Abraão e lhe disse: “Em você todas as nações da terra serão abençoadas.” Deus revelou o Seu poder de prosperar para que a bênção fosse espa- lhada. Quando digo que Deus quer que você cresça em prosperidade é porque a Bíblia mostra que Deus quer que Seu povo seja abençoador de vidas. Nós devemos ser prósperos porque os prósperos são abençoadores e os abençoadores têm para si e para os outros. Deus quer que você cresça em prosperidade. Deus quer que você seja um abençoador. Deus não quer que você seja egoísta. Existem pessoas que dizem: “Eu só quero que Deus me dê o suficiente para minhas necessidades.” Acontece que só o suficiente para suas necessidades, não é o que Deus planejou, pois o suficiente só serve para você. Só ter o bastante para suas necessidades é egoísmo. Só ter o bastante para você mesmo é egoís- mo. Querer só o suficiente para lhe suprir é egoísmo. Isso é egoísmo, pois só serve para você, quem faz assim só pensa em si mesmo. Alguém pode pensar. Não é algo tão grave eu não ser um abençoador material para outros. Veja o texto que está em Provérbios 29.7: Informa-se o justo da causa dos pobres, mas o perverso de nada disso quer saber. (RA) Sempre que a Bíblia fala de alguém que é mau, que sua prática de vida é má e totalmente errada aos olhos de Deus, refere-se ao “perverso”. Esse texto acima diz que aquele que não se interessa pelo pobre, em abrir a
  34. 34. 37 mão para atender ao necessitado é perverso. E eu pos- so entender que se alguém não se arrepender do seu egoísmo, poderá se tornar perverso, ou seja, começa com o egoísmo e termina em perversidade. Primeiro não me interesso em ser um abençoador para outros porque eu só penso em mim mesmo, sou egoísta. De- pois não me interesso em ser um abençoador para os outros, porque de tanto pensar só em mim mesmo me tornei mal, perverso. Continuando a analisar o texto que lemos, encontramos o justo, que é aquele que, seu modo de viver está dentro daquilo que Deus espera. Sempre que a Bíblia fala de alguém que está vivendo conforme os princípios de Deus, esse alguém é cha- mado de justo. E esse texto declara que o justo não é egoísta, pois o justo se interessa pelo necessitado, se interessa pela causa do pobre. O justo abre a mão e abençoa materialmente aquele que precisa. Portanto, é necessário que o justo tenha para ele mesmo e para ser um abençoador. O justo não pode se contentar em querer só o suficiente para suprir a sua necessidade. Se o justo tiver só para si próprio ele não conseguirá suprir ao necessitado. O justo valoriza a prosperidade, pois ela é uma ferramenta importante que o ajuda a fa- zer aquilo que agrada a Deus. O justo sabe que precisa crescer em prosperidade para que assim ele faça todo tipo de boas obras que Deus espera que ele pratique. Veja em 2 Coríntios 9.8, o texto que mostra isso: E Deus pode dar muito mais do que vocês precisam para que vocês tenham sempre tudo o que necessitam e ainda mais do que o necessário para fazerem todo tipo de boas obras. (NTLH) O texto diz claramente que Deus pode dar muito mais do que o suficiente, muito mais do que você preci- sa, do que somente o bastante para suas necessidades. Diz que Deus pode dar e não que Ele vai dar. Creio eu que seja exatamente porque o Senhor espera que
  35. 35. 38 o egoísta passe a querer a prosperidade que Ele tem para dar. Deus pode dar, Ele tem para dar, mas Ele espe- ra que nós busquemos o que Ele tem para dar. Primei- ro, Ele quer que tenhamos a disposição para sermos abençoadores e não somente abençoados. Quando buscamos ser abençoadores esse texto mostra o pla- no de Deus: “Nos dar muito mais do que precisamos.” Chama-me muito a atenção que esse texto está junto do que diz que aquele que semeia muito colhe muito, que aquele que semeia Deus aumentará a sua semen- teira. Isso me leva a pensar nas pessoas que dizem que ofertam, mas não querem receber nenhuma recom- pensa de Deus em decorrência disso. Não querem mais de Deus e desprezam receber de Sua bondade por es- tarem obedecendo a Ele. Faz-me lembrar das pessoas que não querem fazer algo para Deus, pois se recusam a esperar que Ele as recompense, abençoe. Já disse que não devemos ser egoístas e por isso devemos ser libe- rais e passar a dar. Porém, além de dar, devemos querer receber mais de Deus e assim esperar colheitas pelo nosso ato de dar. Devemos plantar a nossa oferta para que Deus aumente a nossa sementeira e assim possa- mos dar ainda mais. O texto acima diz que Deus pode dar muito mais do que precisamos. Como isso vai acon- tecer? Quando acreditarmos na Palavra de Deus: Ela diz que tudo o que o homem plantar certamente colherá. Quando dermos nossas ofertas, plantando sementes para Deus e esperando receber colheitas multiplicadas. Quando fizermos assim teremos o su- ficiente para nós e ainda teremos sobrando para que possamos abençoar. Quando acreditamos na Palavra de Deus e esperamos as colheitas vindas dEle, e assim ofertamos, damos, plantamos cheios de fé e expectati- va para receber mais ainda do Senhor, deixamos de ser egoístas, pois teremos sobrando para fazer todo tipo de boas obras. Vamos abençoar outros, cuidar da Casa do
  36. 36. 39 Senhor, promover o crescimento do reino de Deus abas- tecendo a pregação do evangelho financeiramente, dar em abundância, ser liberais em abundância e Deus vai nos dar cada vez mais e seremos cada vez mais liberais, generosos e abençoadores. Quem rejeita receber de Deus a recompensa e o aumento financeiro por seu ato de ofertar, de dar, é egoísta, pois ele não vai ter sempre para que possa sempre dar. Ele não vai ter o aumen- to para que possa dar cada vez mais. Para que o reino de Deus cresça, nós devemos ofertar, dar, plantar sem- pre. Para que a pregação do evangelho de Jesus Cristo avance, devemos ofertar, dar, plantar cada vez mais. Aquele que não é egoísta quer que Deus aumente a sua sementeira, multiplique os seus frutos para que ele possa contribuir cada vez mais com o crescimento do reino de Deus. Aquele que não é egoísta quer cooperar com o propósito de Deus em alcançar o mundo inteiro por meio da pregação do evangelho, e por isso dá, e dá com fartura. Planta e planta com fartura. Aquele que não é egoísta, não pensa só em si próprio, mas pensa no que Deus pode fazer por meio da abundância de prosperidade que o Senhor vai lhe dar. Deus revelou esse plano de termos muito, desde Abraão, revelou por meio do dízimo quando diz que receberemos bênçãos sem medida, incontáveis, teremos tanto que não con- seguiremos contar nem medir, como também revelou por meio da oferta quando diz que aumentará a nossa sementeira, a nossa capacidade de dar. A Bíblia revela que Deus quer nos dar muito; Ele quer que cresçamos. Revela que Deus quer nos dar sobrando, com fartura, pois revela que Deus quer que pratiquemos todo tipo de boas obras por meio da prosperidade que Ele coloca em nossas vidas. Diante dessa afirmação de que Deus quer que você cresça em prosperidade, de que Deus quer lhe abençoar material e financeiramente com far- tura, que você seja liberal e não egoísta para que assim,
  37. 37. 40 possa promover o crescimento e o avanço do reino de Deus, com base no que a Bíblia mostra, quero lhe fazer um desafio. Veja a base bíblica para esse desafio. É o texto que se encontra em Ageu 1.4-6,9: Acaso é tempo de vocês morarem em casas de fino acabamento, enquanto a minha casa continua destruída? Agora, assim diz o Senhor dos Exércitos: Vejam aonde os seus caminhos os levaram. Vocês têm plantado muito, e colhido pouco; Vocês comem, mas não se fartam. Bebem, mas não se satisfazem. Vestem-se, mas não se aquecem. Aquele que recebe salário, recebe-o para colocá-lo numa bolsa furada. Vocês esperavam muito, mas, eis que veio pouco. Por causa do meu templo, que ainda está destruído, en- quanto cada um de vocês se ocupa com sua própria casa. (NVI) Esse texto mostra que as pessoas se importavam com seus próprios interesses sem se ocuparem primei- ro com os interesses de Deus. Eles pensavam em si pró- prios, agiam de maneira egoísta. Isso trouxe consequ- ências ruins que atingiram toda a vida deles. O texto dá a impressão de Deus dizendo assim: “O que EU tenho para vocês é muito maior do que vocês estão receben- do, mas o descuido de vocês com a minha casa tem im- pedido a bênção chegar à vida de vocês como EU gos- taria que chegasse.” Nesse sentido entendo que Deus quer abençoar a vida financeira e material do povo, mas ele faz um protesto dizendo que primeiro deve- ria se interessar pelos interesses do próprio Deus. O texto fala claramente que na vida material e financeira eles não estavam recebendo aquilo que era esperado. Diante disso, eu quero lhe fazer uma pergunta: Na sua vida financeira vai tudo bem? Você tem tido o suficien- te para si mesmo? E ainda tem tido sobrando para ser um abençoador? Você tem conseguido alcançar aquilo que você esperava? Pode ser que você responda não. E
  38. 38. 41 pode ser que você respondeu não, por não ter colocado em sua vida o propósito de prosperar para ser um aben- çoador. Talvez você não colocou em sua vida o propó- sito de crescer em prosperidade para que possa cuidar dos interesses de Deus. Se você tem se importado com seus próprios interesses e deixado de lado os interesses de Deus, então isso mostra que você é egoísta. Deus está interessado no avanço da pregação do evangelho, no crescimento do reino dEle, que Seu povo faça todo tipo de boas obras que trazem glória para o nome dEle. Se esse texto mostra que as pessoas não alcançaram uma vida material e financeira com fartura porque não se ocuparam primeiro com os interesses de Deus, eu entendo que se nos ocuparmos primeiramente com aquilo que Deus está interessado, a fartura virá e te- remos cada vez mais. Diante daquilo que a Palavra de Deus está mostrando, eu lhe faço um desafio, a fazer um propósito com Deus, esse Deus bondoso, provedor, que é o dono do ouro e da prata. Eu o desafio a bus- car de Deus prosperar abundantemente tendo mais do que necessita, deixando de pensar em si para pensar no que você fará com a prosperidade para o reino de Deus, para que você possa cuidar da obra de Deus e promover o crescimento do reino de Deus. Quando você prosperar dessa maneira, você também des- frutará fartamente das bênçãos financeiras e se ale- grará muito com isso, mas seu objetivo principal, seu maior interesse será cuidar financeiramente dos interesses de Deus. Eu o desafio a colocar esse propósito entre você e Deus e provar se sua vida finan- ceira não irá crescer como nunca você experimentou. Eu me atrevo a dizer que tudo que você plantar você colherá rapidamente muitas vezes mais. Eu me atre- vo a dizer que sua vida financeira e material terá em pouco tempo um resultado inúmeras vezes maior do que aquele que você obteve nos últimos anos. Eu me
  39. 39. 42 atrevo a dizer que Deus o fará crescer financeiramen- te em pouco tempo a ponto de você receber mais do que tudo o que já recebeu em sua vida financeira até hoje. O Senhor, por meio do Espírito Santo, irá lhe dar iluminação e instruirá como deve agir nesse propósito com Ele. Você vai fazer seu propósito com Deus, reafir- mando sua condição de dizimista fiel, e ainda plantará conforme a vontade dEle e o Senhor aumentará tanto a sua sementeira, lhe dará tantos frutos de prosperidade que será algo muito além daquilo que você já pensou em algum dia receber. O aumento financeiro acontece- rá na sua vida de maneira tão extraordinária que não terá como não dizer que isso só aconteceu por meio do poder de Deus. Aceite esse desafio e faça o seu propó- sito com Deus e eu lhe digo que o aumento financeiro em sua vida acontecerá com a intensidade e com o po- tencial que Deus quer abençoar. Guarde isso: “Crescer em prosperidade com a intensidade de Deus. Cres- cer em prosperidade com o potencial de Deus.” Não seja egoísta, queira ser um abençoador. Se você não é egoísta, tome as suas atitudes, faça a sua parte. E ainda espalhe essa mensagem para que outros deixem de ser egoístas e cooperem com o crescimento do reino de Deus, para que outros não queiram ser somente aben- çoados, mas também queiram ser abençoadores. Honestidade Hoje em dia tem se tornado comum alguns tipos de conduta que são totalmente erradas, mas têm aconteci- do com tanta frequência que já não nos espantam mais. A honestidade é algo que tem sido bastante afetada pe- las condutas erradas. A grande maioria das pessoas pas- sou a ter atitudes desonestas. Mas ainda assim, sempre se espera dos cristãos uma atitude diferente da“maioria.” Portanto, quando vemos que isso também acontece no meio dos cristãos, eu declaro que é algo decepcionante.
  40. 40. 43 Porqueédecepcionante?Simples:Porqueseesperaque os cristãos sigam a Bíblia, e a Bíblia declara claramente que Deus é contra a desonestidade. Existe um texto que Deus fez questão de repetir em diversas partes da Bíblia que mostra que Ele é totalmente contra a desonestida- de. Veja o texto que está em Deuteronômio 25.15: Te- nham pesos e medidas exatos e honestos, para que vocês vivam muito tempo na terra que o Senhor, o seu Deus, lhes dá. (NVI) Está claro Deus dizendo: Seja honesto, justo, corre- to. Deus faz uma advertência, dizendo que devemos ser honestos para que aquilo que Ele nos deu perma- neça em nossa vida. Eu já falei no capítulo 2 dos li- vros dessa série sobre a pessoa que adquire coisas de maneira errada. Mostrei que a Bíblia diz que as coisas adquiridas de maneira injusta vão deixar a vida daque- las pessoas. Aqui Deus está falando a mesma coisa. E no passado registrado na Bíblia vemos que quando o “povo de Deus” passou a ser desonesto, ele perdeu a boa terra que Deus havia lhes dado. Quando o povo de Israel perdeu tudo e foi levado para o exílio, os profe- tas, o tempo todo, falaram contra o povo, e os profetas sempre tocaram na questão da honestidade. Cumpriu- se neles a advertência dada por Deus no texto acima. E eu também digo que é uma vergonha em meio aos cristãos, ao “povo de Deus” existir pessoas que vivem praticando a desonestidade. O pior é que quem faz isso ainda usa a Bíblia como desculpa para cometer fraude. Existe uma frase que é usada para apoiar suas atitudes erradas: “Deus tira do ímpio para dar ao justo.” Esta é uma frase muito mal interpretada, eu a procurei muito em toda a Bíblia para ver se está escrita na Palavra de Deus e não a achei. Realmente existe alguns trechos que têm um sentido parecido, mas nenhum deles dá autorização para alguém ser desonesto, injusto, enga- nador do seu próximo. Veja os textos semelhantes que
  41. 41. 44 encontrei na Bíblia. Em Provérbios 13.22 está escrito: O homem de bem deixa herança aos filhos de seus fi- lhos, mas a riqueza do pecador é depositada para o justo. (RA) O texto acima diz que a riqueza do pecador é “de- positada” para o justo e não diz que Deus vai tirar dele para dar ao justo, muito menos autoriza alguém a ser desonesto e enganador com o outro para arrancar dele. O texto acima usa a palavra“depositada”e está es- crito na versão RA, como também na RC e ECA, sendo que nas demais versões está escrito: ficará (NTLH), está guardada (RVR95), reservada (TB) e armazenada (NVI). Volto a repetir que o texto em momento algum nos dá uma autorização em que possamos dizer: “Deus tira do ímpio, por isso eu vou lá pegar.” Diz que de alguma maneira será depositada e como isso vai acontecer não compete a mim nem a você saber, muito menos forçar isso acontecer. Veja outro texto que está em Eclesias- tes 2.26: Porque Deus dá sabedoria, conhecimento e prazer ao homem que lhe agrada; mas ao pecador dá trabalho, para que ele ajunte e amontoe, a fim de dar àquele que agrada a Deus. (RA) O texto acima também é bem claro ao dizer que o pecador vai ajuntar e vai “dar” ao que agrada a Deus. Veja bem que dar é algo bem diferente de tirar, de ar- rancar, de extorquir, de tomar, de enganar para ter. Nes- te texto ainda fica bem claro que não temos base ne- nhuma para enganar a outros, para sermos desonestos com os outros. Veja outro texto que está em Jó 27.16- 17: Se o perverso amontoar prata como pó e acumu- lar vestes como barro, ele os acumulará, mas o justo é que os vestirá, e o inocente repartirá a prata. (RA) O texto acima também diz que o perverso vai ajun- tar, mas será outro que vai aproveitar, porém, também não diz como isso irá acontecer.Também não existe aqui nenhuma autorização bíblica para sermos enganadores,
  42. 42. 45 fraudulentos, injustos, desonestos, pessoas de mau tes- temunho, pessoas que não se pode confiar. Deus é to- talmente contrário a sermos desonestos e outras coisas desse tipo.Veja o texto que está em Provérbios 29.27: Os justos detestam os desonestos. (NVI) Já que esse texto afirma que o justo detesta o deso- nesto, então como pode alguém que se diz justo ser ao mesmo tempo desonesto? Se alguém usa da frase“tira do ímpio para dar ao justo” e age com desonestidade para adquirir alguma coisa, então esse alguém certa- mente não é justo. O texto acima diz que o justo de- testa o desonesto, então pergunto: Quem é o primeiro e principal justo? A resposta é óbvia. É Deus. Portanto, sendo assim, Deus detesta o desonesto. E ainda mais, é totalmente incompatível alguém que se declara jus- to agir com desonestidade, agir com engano, agir com fraude, agir de maneira a prejudicar a outros. Os textos que vimos acima dizem que quem vai deixar seus bens para outros são os perversos e os pecadores. Que fique bem claro que aquele que usa de fraude, de engano e desonestidade não está na classe dos justos, mas está sim na classe dos pecadores, dos ímpios, dos perversos. Portanto, nunca poderão se apoiar em um texto bíblico ou em uma frase como“tira do ímpio para dar ao justo” para fazerem qualquer atitude que seja que prejudique a outro. Aquele que age assim fique certo que justo ele não é. Quem faz assim está buscando maneiras de pre- judicar a si mesmo. Veja o texto que está em Provérbios 21.6: Trabalhar por ajuntar tesouro com língua falsa é uma vaidade, e aqueles que a isso são impelidos buscam a morte. (RC) A língua falsa é a enganosa, a fala mentirosa, a fala desonesta. O texto ainda diz que usar disso é vaidade, ou seja, é uma ilusão, é algo tolo que logo passa. Para completar diz que quem pratica essas coisas está bus- cando a morte para si próprio. Veja ainda o texto que
  43. 43. 46 está em Salmo 55.23: Mas tu, ó Deus, os farás descer ao poço da perdição; homens de sangue e de fraude não viverão metade dos seus dias. (RC) Hoje em dia são muitas as pessoas que morrem antes da hora. Nos noticiários, todos os dias, vemos mortes horríveis, desastrosas e geralmente de pessoas muito novas. Quer saber um dos motivos para isso? A resposta está no texto acima. Quando fala de homens de sangue está falando de assassinos, então coloca os fraudulentos, ou seja, os enganadores e desonestos no mesmo nível que eles. Morrem sem que tenham com- pletado a metade dos anos de vida. Veja outro texto que está em Isaias 17.14: Ao cair da tarde, pavor re- pentino! Antes do amanhecer, já se foram! Esse é o destino dos que nos saqueiam, essa é a parte que caberá aos que roubam. (NVI) O texto acima também fala que antes que amanhe- ça os desonestos já se foram. Não se engane, pois ser desonesto, enganador, fraudulento é o mesmo que roubar. Não está tirando de maneira errada algo de al- guém? Sim. Então isso se chama roubo. E o texto acima afirma que o pavor repentino virá sobre essas pessoas. Parece que está tudo bem? É, realmente pode parecer, mas de repente, de uma hora para outra, de surpresa, sem que esteja esperando, virá o pavor, e aquele que era alguma coisa já não existe mais. Eu quero confes- sar que não me sinto confortável declarando essas pa- lavras de condenação às pessoas, mas não importa se me sinto confortável ou não, importa que é a verdade. Está na Bíblia e, portanto, é a verdade. Acontece exata- mente assim com as pessoas que agem dessa maneira. Eu não digo esses textos aqui para colocar medo em alguém, mas para que aquele que age dessa maneira saiba que isso é algo sério e mude de atitude, se arre- penda e passe a praticar aquilo que é correto e justo. Até porque se não mudar suas atitudes e passar a ser
  44. 44. 47 honesto, é exatamente estas coisas que os textos di- zem, que irão acontecer a essas pessoas desonestas. Portanto, deixem o erro, a desonestidade e sejam ho- nestos. Deixem o engano e sejam justos, verdadeiros. Deixem a fraude e sejam corretos. O padrão da Bíblia para a humanidade é que todos sejam honestos. É isso o que a Bíblia diz. Veja um texto que confirma isso, está em 2 Coríntios 8.21: Pois zelamos o que é honesto, não só diante do Senhor, mas também diante dos homens. (RC) O nosso zelo, ou seja, a nossa atenção, o nosso cui- dado, o nosso empenho é em fazer aquilo que é ho- nesto. Não somente o que é honesto diante de Deus, mas também aquilo que é honesto diante dos homens. Chega de ser um mau exemplo. Chega de dar mau tes- temunho. Se empenhe em ser honesto. Veja também o texto que está em 2 Coríntios 7.2: A ninguém pre- judicamos, a ninguém causamos dano, a ninguém exploramos. (NVI) É totalmente incoerente, é contraditório, é desco- nexo, é ilógico dizer que um cristão é alguém explora- dor, um tirador de vantagem, alguém que aumenta o peso sobre o outro, que causa dano a outro, que preju- dica a outro, que lesiona a outro. Guarde bem o texto abaixo. São as palavras de Jesus e está em Lucas 6.45: O homem bom, do bom tesouro do seu coração, tira o bem, e o homem mau, do mau tesouro do seu cora- ção, tira o mal. (RC) Hoje em dia são tantas as pessoas que dizem ter Deus, Jesus no coração. Acontece que Deus é bom. Se Jesus Cristo realmente está no coração de alguém, tem que sair dessa pessoa coisas boas, que ajudem, aben- çoam o outro e não que prejudicam. Tem que sair des- sa pessoa coisas honestas, coisas justas, de boa fama e não fraude, desonestidade, coisas vergonhosas. Se em seu coração existe um bom tesouro porque Jesus Cristo
  45. 45. 48 está presente, então viva de maneira a honrar esse bom tesouro. Passe a viver como alguém que realmente tem Deus em sua vida. Seja honesto, verdadeiro, correto, decente, virtuoso, honrado, leal, insuspeito, respeitado, limpo. Seja um autêntico cristão. Diligente A Bíblia é o manual da humanidade. Quando você compra um produto, o fabricante lhe envia um manual para que saiba como fazer o produto funcionar. No ma- nual está escrito o que se pode fazer e como se deve fazer, e também o que não se deve fazer. O manual é o guia de orientações que o fabricante usa para ensi- ná-lo. A Bíblia é o manual que Deus usa para ensinar a humanidade a seguir as Suas orientações. Não exis- te ninguém que o conhece melhor do que Deus, pois foi Ele quem o criou. A Bíblia é o manual que nos diz o que e como devemos fazer. Nela também está escrito o que não devemos fazer. Para tudo o que fazemos nes- sa terra, precisamos das orientações de Deus. A maior parte das orientações Dele já está bem clara na Bíblia por meio de princípios. Quando fazemos as coisas em sintonia com os princípios de Deus deixados na Sua pa- lavra, alcançamos o sucesso no que estamos fazendo. Um princípio de Deus que deve ser muito valorizado nesse nosso estudo é o trabalhar. Trabalhar é um prin- cípio de Deus. Eu e você devemos trabalhar. A Bíblia fala que aquele que não quer trabalhar que também não coma, ela condena o homem preguiçoso. Estamos falando de crescer nessa terra, de crescer em prospe- ridade e para recebermos crescimento e prosperidade precisamos trabalhar. Acontece que muitas pessoas fazem mal o seu trabalho. Nós devemos trabalhar e não somente trabalhar, mas trabalhar com excelência, com perfeição, dando o melhor de nós. A Bíblia diz que no nosso trabalho devemos fazer o melhor. É uma
  46. 46. 49 orientação bíblica darmos o melhor de nós sempre. Veja o texto que está na Bíblia em Colossenses 3.23: Tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração, como para o Senhor e não para homens. (RA) Podemos perceber por esse texto que tudo quan- to fazemos aqui na terra, fazemos para servir alguém. Porém, a motivação do nosso coração deve ser como se estivéssemos fazendo para Deus. O texto diz que devemos fazer tudo como se estivéssemos servindo diretamente a Deus. Em outra parte da Bíblia também está escrito algo muito parecido.Veja Efésios 6.6-7: Não servindo à vista, como para agradar aos homens, mas como servos de Cristo, fazendo de coração a vontade de Deus; servindo de boa vontade como ao Senhor e não como aos homens. (RC) Esse texto diz que devemos trabalhar fazendo as coisas com boa vontade e não para se mostrar às pes- soas. Mostra que o nosso serviço deve ser feito ao Se- nhor, pois se estamos servindo ao Senhor Jesus Cristo, vamos trabalhar e fazer tudo como se estivéssemos diretamente na presença dEle, servindo diretamente a Ele. Na verdade estamos sempre na presença dEle. Portanto, devemos trabalhar tendo em mente que estamos fazendo algo como que para o Senhor Jesus Cristo. Se eu for varrer o chão, isso deve ser feito como se eu estivesse varrendo para Jesus Cristo passar. Deve ficar caprichado e bem limpo. Se eu for preparar uma comida, deve ser feito como se eu a estivesse prepa- rando para Jesus Cristo comer. Uma comida quentinha, bastante nutritiva, gostosa e bem temperada. Se eu for lavar uma roupa, deve ser como se eu estivesse la- vando a roupa que Jesus Cristo vai vestir. Deve ser uma roupa cheirosa, bem limpa e bem passada. Apertar um parafuso deve ser feito como se eu estivesse montando um objeto que Jesus Cristo vai usar. Deve ser feito com qualidade, empenho e atenção. Fazer um atendimento a
  47. 47. 50 um cliente? Como se Jesus Cristo fosse o cliente que vou atender. Deve ser feito com dedicação, alegria e genti- leza. Vou construir uma casa, isso deve ser feito como se eu estivesse construindo a casa que Jesus Cristo vai morar. Deve ser feito com capricho, cuidando bem de cada detalhe. Se eu faço parte de uma equipe que cuida da documentação, administra e gerencia um ne- gócio, devo fazer isso como se o dono desse negócio fosse o Senhor Jesus Cristo. Deve ser feito com hones- tidade e competência. É isso o que a Bíblia diz quando o texto fala que fazemos tudo como que para o Senhor e não para os homens. Essa é uma orientação bíblica, é uma orientação dada por Deus. Devemos seguir a Sua orientação e trabalhar com boa vontade, fazendo o melhor de nós. Veja o versículo 7 desse mesmo tex- to em outra versão: Trabalhem com prazer, como se vocês estivessem trabalhando para o Senhor e não para pessoas. (NTLH) Trabalhe com prazer, com boa-vontade, com o pra- zer de trabalhar para Deus. É o que a Bíblia está dizen- do. Ela mostra que Deus deu trabalho a um homem chamado Josué, de conquistar a Terra Prometida. Está escrito na Bíblia, no capítulo 1 de Josué, as orientações dadas por Deus para esse trabalho. Eu peguei a varie- dade de palavras que existe nas várias traduções da Bíblia e coloquei as partes que nos interessam nesse tema. Veja como ficaram as orientações de Deus para Josué: Josué, EU o SENHOR teu DEUS, assim como fui com Moisés, também serei contigo! Ninguém será capaz de impedir a sua marcha! Ninguém poderá te resistir em todos os dias da tua vida! Durante toda tua vida você nunca será derrotado. EU não te deixarei, nem te desampararei. EU nunca o aban- donarei, nem deixarei de ajudar você. Seja forte e corajoso. Seja esforçado e tenha bom ânimo. Você
  48. 48. 51 terá sucesso. Tão somente seja forte e muito cora- joso. Seja esforçado e valente. Seja cuidadoso em fazer segundo tudo o que está na minha palavra, para que sejas bem-sucedido por onde quer que andares. Se conduza prudentemente conforme os princípios da minha palavra e você terá sucesso em qualquer lugar para onde for. Não pare de estudar a minha palavra; medita nela ao levantar e ao deitar, para que sejas cuidadoso em fazer segundo tudo quanto nela está escrito; então, farás prosperar o teu caminho e serás bem-sucedido. Se fizer isso, tudo lhe correrá bem, e você terá sucesso. Você terá felicidade e sucesso em teus caminhos. Eis que EU te ordenei. Seja forte e corajoso. Seja esforçado e tenha bom ânimo. Não tenha medo, nem fique pas- mado. Nada de desânimo. Não fique desanimado porque EU, o SENHOR teu DEUS, estarei com você em qualquer lugar para onde você for! Vamos analisar com bastante atenção o que aca- bamos de ler. Preste atenção às qualidades que Josué deve ter no seu trabalho: Seja forte. Seja corajoso. Seja esforçado. Tenha bom ânimo. Seja muito corajoso. Seja valente. Seja cuidadoso. Conduza-se prudentemente. Fazendo assim, veja o que ele vai alcançar: Você terá sucesso. Será bem-sucedido por onde quer que andar. Terá sucesso em qualquer lugar para onde for. Fará prosperar o seu caminho. Tudo lhe correrá bem e com sucesso. Você terá felicidade e sucesso em seus caminhos. Além das qualidades que deve ter, o que mais ele deve fazer: Seja cuidadoso em fazer segundo tudo o que está na minha Palavra (a Bíblia). Se conduza con- forme os princípios da minha Palavra. Não pare de estudar a Minha Palavra; medita nela ao levantar e
  49. 49. 52 ao deitar, e seja cuidadoso em fazer segundo tudo quanto nela está escrito. O que ele deve afastar de perto dele? Não tenha medo, nem fique pasmado (seja ati- vo). Nada de desânimo. Não fique desanimado. Quando ele trabalha atento às qualidades e se con- duz conforme o que está escrito na Bíblia, o que Deus faz acontecer para ele? EU, o SENHOR seu DEUS, assim como fui com Moi- sés, também serei com você! Ninguém será capaz de impedir a sua marcha! Ninguém poderá resisti-lo em todos os dias da sua vida! Durante toda a sua vida você nunca será derrotado. EU não te deixarei nem te desampararei. EU nunca o abandonarei nem dei- xarei de ajudar você. EU, o SENHOR seu DEUS, estarei com você em qualquer lugar para onde você for! Deus está orientando Josué como trabalhar para ter sucesso. Aquilo que se aplica a Josué também se aplica a nós hoje. Se Josué, fazendo dessa maneira, alcançou o sucesso, entendo que também vamos alcançar o suces- so se fizermos da mesma forma. Essas são orientações de Deus, ou seja, do fabricante. Essas orientações estão no manual do fabricante para a humanidade.Trabalhar é um princípio de Deus e fazer o melhor é uma orientação dEle que nos leva ao sucesso. Em Provérbios, a Bíblia fala constantemente do trabalhador diligente. Devemos ser trabalhadores diligentes. Diligente é aquele que é esfor- çado, dedicado, bem-disposto, ativo, cuidadoso, atuan- te, aplicado, interessado, caprichoso etc.! Na Bíblia, em Provérbios, os textos dizem que o trabalhador que tem sucesso é aquele que é diligente. Veja alguns textos. Em Provérbios 10.4 está escrito: O preguiçoso fica pobre, mas quem se esforça no trabalho enriquece. (NTLH) A pessoa esforçada é o contrário daquela preguiçosa. Quem não é esforçado é preguiçoso. O texto mostra que o esforçado vai crescer, enriquecer, vai para os lugares
  50. 50. 53 altos. Veja outro texto que está em Provérbios 12.27: O preguiçoso não consegue o que deseja, mas o ho- mem trabalhador ficará rico. (NTLH) Note que o texto diz que o diligente, o esforçado, o trabalhador vai conseguir aquilo que deseja. O pregui- çoso tem que deixar de ficar só na vontade e desejar de verdade. Se o preguiçoso quiser de verdade, vai deixar a preguiça e passará a se esforçar, a dar o melhor de si, a ser interessado, caprichoso, dedicado, a trabalhar como se estivesse servindo ao Senhor. Deus vai conceder o de- sejo do coração daquele que tem prazer nas orientações da Palavra dEle. Veja outro texto que está em Provérbios 13.4: Por mais que o preguiçoso deseje alguma coisa, ele não conseguirá, mas a pessoa esforçada conse- gue o que deseja. (NTLH) Esse versículo confirma que o preguiçoso precisa mudar de atitude e se tornar alguém esforçado. Ser esforçado é uma qualidade de quem é di- ligente e o diligente alcança aquilo que deseja. Veja ou- tro texto que está na Bíblia em Provérbios 12.24: A mão dos diligentes dominará; mas a que é remissa será sujeita a trabalhos forçados. (TB) O texto acima diz que os diligentes é que vão ficar na posição de chefe, de gerente, de diretor, nas altas posições. Deus vai honrar os Seus servos que são di- ligentes. Seja diligente você também e deixe Deus honrá-lo, levá-lo para o alto. Deixe a bondade e a glória dEle refletirem na sua vida como se fosse um espelho. Siga a orientação da Bíblia. Seja diligente, esforçado, dedicado, ativo, cuidadoso, interessado, caprichoso, ta- lentoso e competente. Mostre ao mundo que você ser- ve a Deus como a Bíblia orienta. Veja outro texto que está em Provérbios 22.29: Viste um homem diligente na sua obra? Perante reis será posto; não será posto perante os de baixa sorte. (RC) Eu gosto muito desse versículo. O trabalhador di- ligente será colocado em posição de honra entre os
  51. 51. 54 grandes homens da terra. Isso me diz que aquele que é aplicado, esforçado, dá o melhor de si, estará entre os homens de alta posição. O diligente será alguém de confiança entre os reis, os que governam, os que do- minam, entre os donos, os que comandam. Esse texto mostra que a recompensa dos diligentes será grande. A Bíblia também mostra exemplos de pessoas diligentes. Moisés estava cumprindo sua missão diante do povo de Israel e seu trabalho estava ficando pesado porque era muito trabalho para um homem só. O sogro de Moisés o aconselhou a colocar ajudantes para trabalhar com ele. Moisés seguiu o conselho de seu sogro e passou a escolher as pessoas que o ajudariam. Veja as caracte- rísticas dessas pessoas. Está em Êxodo 18.25: Escolheu homens capazes de todo o Israel e colocou-os como líderes do povo: chefes de mil, de cem, de cinquenta e de dez. (NVI) O texto mostra que eram homens capacitados, competentes, habilitados, ou seja, pessoas preparadas. Aquele que tem o Espírito Santo de Deus habitando dentro de si tem a habilidade e a capacidade de Deus disponível dentro de si. Na Bíblia está escrito que o Espírito Santo nos lembrará de todas as coisas, mas só podemos ser lembrados daquilo que já ouvimos, aprendemos. O Espírito Santo fará manifestar uma ha- bilidade e uma capacidade extraordinária em sua vida, mas você precisa se preparar. O Senhor fará com que o seu preparo tenha um proveito extraordinário por meio da capacidade e habilidade que Ele lhe dá. Prepare-se bem, com excelência para fazer o seu trabalho, e conte com o poder de Deus para manifestar em você uma ha- bilidade sobrenatural. Estou falando de você usar toda a sua habilidade e ainda contar com a habilidade que vem dEleequejáestádentrodaquelesquenasceramdeDeus por meio de Jesus Cristo.Veja outro texto que fala desses ajudantes de Moisés. Está em Deuteronômio 1.15: Por
  52. 52. 55 isso peguei os líderes de cada tribo, homens sábios e competentes, e os coloquei como seus chefes. (NTLH) Esse texto e o anterior falam que eram homens de qualidade, competentes, capacitados, sábios, e tam- bém mostra aonde eles chegaram. Eles eram os líderes, os chefes. Foram promovidos a altas posições porque eram competentes, diligentes. Veja outro texto que está em 1 Samuel 18.5: Tudo o que Saul lhe ordenava fazer, Davi fazia com tanta habilidade que Saul lhe deu um posto elevado no exército. (NVI) Davi sempre teve sucesso e a Bíblia mostra que ele sempre foi esforçado e corajoso. O texto acima diz que ele fazia tudo com muita habilidade, ou seja, sempre fazia o melhor. O resultado é que foi colocado em alta posição. Davi pôde e você também pode. Veja outro texto que está em Juízes 8.22: Os homens de Israel disseram a Gideão: Você nos salvou dos midianitas. Portanto, seja nosso governador. (NTLH) Esse texto mostra os homens de Israel querendo promover Gideão por causa dos seus feitos. Com a aju- da e a orientação de Deus, Gideão resolveu um proble- ma deles. Eles reconheceram o esforço, a boa-vontade, a coragem e a disposição de Gideão e queriam pro- movê-lo por isso. A pessoa diligente será reconhecida como alguém que deve ser promovido. Será reconheci- da como alguém que pode liderar. Quando o diligente está em altas posições, seu modo de agir e de viver são o exemplo para seus liderados. Veja o texto que está em 1 Pedro 2.12: Vivam entre os pagãos de manei- ra exemplar para que, mesmo que eles os acusem de praticarem o mal, observem as boas obras que vocês praticam e glorifiquem a Deus no dia da sua intervenção. (NVI) Veja como o texto deixa bem claro que aqueles que servem a Jesus Cristo devem ser exemplos de vida para todas as outras pessoas que estiverem ao seu redor.
  53. 53. 56 Como é esse exemplo? O texto responde: Exemplo de boas obras. Se o trabalhador é desinteressado, não é caprichoso, não se aplica com vontade naquilo que faz, então não serve como exemplo para ninguém. Aliás, ele é um exemplo de como não se deve ser. O cristão deve ser um exemplo de boas obras, de trabalho bem feito e feito com boa-vontade. O cristão deve buscar ser diligente e fazer o melhor de si cada vez mais. Trabalhe como estando trabalhando para Deus. Veja o texto que está emTiago 4.17: Aquele, pois, que sabe o bem que deve fazer e não o faz, comete pecado. (ECA) Aquele que sabe que deve ser caprichoso no seu trabalho e não o é, está cometendo pecado. Aquele que sabe que deve ser aplicado e dedicado no seu tra- balho e não o é, está cometendo pecado. Aquele que sabe que deve ser bastante interessado no seu traba- lho e não o é, está cometendo pecado. Aquele que sabe que deve ser ativo e atuante no seu trabalho e não o é, está cometendo pecado. Aquele que sabe que deve trabalhar com excelência, com perfeição, dando o seu melhor e não o faz, está cometendo pecado. Aque- le que sabe que deve ser esforçado e cuidadoso no seu trabalho e não o é, está cometendo pecado. Aquele que sabe que deve trabalhar bem-disposto, como es- tando trabalhando para Deus e não o faz, está come- tendo pecado. O cristão que segue as orientações bíbli- cas, busca sempre fugir do pecado, portanto, trabalha sendo um exemplo de boas obras, sendo um exemplo de alguém que segue a Jesus Cristo de verdade. O cristão verdadeiro segue as orientações da Palavra de Deus.Veja outro texto que está em Lucas 12.47: Aquele servo que conhece a vontade de seu Senhor e não prepara o que ele deseja, nem o realiza, receberá muitos açoites. (NVI) Saber o que deve ser feito, saber como agir e não fazer, não realizar nem se preparar para fazer o melhor
  54. 54. 57 é a resposta para o fracasso de muitos. Aquele que sabe que deve ser diligente e não busca se tornar um, está agindo errado. O texto acima diz que a recompensa da- quele que sabe o que deve ser, o que deve fazer e não o é e nem o faz, é uma recompensa de dor e sofrimento. Você não será assim, será diligente em todo o tempo. Você buscará se tornar cada vez mais diligente e cada dia melhor. Você é um exemplo do reino dos Céus, de um legítimo seguidor de Jesus Cristo e os seguidores de Jesus Cristo são ótimos exemplos em todas as áreas. Deus está com você e você pode todas as coisas. Você pode ser cada dia melhor e Deus já lhe deu a habilida- de para ser cada dia melhor. Você pode fazer cada dia melhor e mais bem feito e Deus já lhe deu a capacidade para fazer cada dia melhor e mais bem feito.Você pode, porque é um seguidor de Jesus Cristo. Você pode, pois Deus sempre o ajudará a seguir as orientações dEle. As orientações da Palavra de Deus são orientações que o abençoam. Siga as instruções da Palavra de Deus e seja grandemente abençoado, recebendo então grandes recompensas. Seja diligente e receba grandes recom- pensas. Vejam estas palavras abaixo: São o retrato daquele que segue a Jesus e confia nEle e em Suas orientações. Diga essas palavras em voz alta, pois elas são o SEU re- trato escrito na Bíblia: Eu sou diligente, aplicado, interessado, capricho- so e ativo, por isso meu Deus me conduz em triunfo e em direção a fartura. O meu Deus sempre me faz es- tar por cima, como quem é sempre bem-sucedido. Eu sou sempre bem-sucedido, pois meu Deus sempre me conduz diligentemente. Eu sou aplicado e ativo e meu Deus sempre abençoa o trabalho das minhas mãos. O meu Deus capacitou a minha mente e as minhas mãos para uma boa obra e eu sempre sou o melhor em tudo que faço. O meu trabalho é abençoado, pois tenho a
  55. 55. 58 habilidade de Deus, tenho a capacidade de Deus e tudo quanto coloco a mão prospera. Meu Deus me abençoa com disposição e ânimo para fazer o meu trabalho e sempre me conduz para a fartura e a abundância e nunca deixa nada me faltar. Sempre tenho a provisão de Deus. Eu sempre tenho de Deus tudo o que neces- sito e mais do que possa precisar. Eu sou interessado e caprichoso, por isso recebo bons frutos pelo meu trabalho. Eu sou esforçado e diligente, por isso sempre desfruto e gozo do fruto do meu trabalho. Eu tenho a bênção de Deus sobre o meu trabalho, por isso todos verão o meu progresso e sempre serei colocado em po- sição de honra diante dos grandes. Eu sempre trabalho crendo na bondade de Deus e na sua bênção sobre mim, por isso faço tudo com honestidade e empenho e o meu Deus me faz ter sucesso com o trabalho das minhas mãos. Ele honra o meu esforço e me dá condi- ções para me fartar e aproveitar deliciosamente o fruto do meu trabalho. O Senhor Jesus Cristo me ajuda e me faz alcançar os objetivos que desejo. Eu estou atento a produzir, valorizo o que Deus me dá para produzir, por isso sempre terei muito e com fartura. Não me desvio para coisas vãs, mas tenho a sabedoria de Deus que me faz andar prudentemente. Eu sou diligente, sempre te- nho o bastante e, ainda mais; os frutos do meu traba- lho sempre aumentam e o meu Deus me satisfaz com o melhor e com fartura. Eu trabalho confiando na força do meu Deus e tenho sucesso sempre. Em tudo o que faço existe um bom proveito. Eu nunca estou só, mas o meu Deus me fortalece sempre e me ajuda sempre em tudo que faço. Eu sou produtivo e meu trabalho é sem- pre bem-executado. Eu sou diligente, eu sou vitorioso, eu sou guardado por Deus. Eu tenho o auxílio de Deus. A bênção de Deus está sobre minha vida e meu traba- lho, por isso tudo o que eu faço prospera e em todo lu- gar que coloco as minhas mãos tem sucesso e solução.
  56. 56. 59
  57. 57. 60

×