Questionário - Sistema Cardiovascular 
Coração 
01 - Conceituar o sistema circulatório, dos pontos de vista morfológico e ...
03 - Conceituar, do ponto de vista morfológico e funcional, o coração. 
É um órgão muscular oco que funciona como uma bomb...
O pericárdio é um saco fibro-seroso que possui duas paredes sendo, o pericárdio fibroso 
e o pericárdio seroso que, envolv...
07 - Citar as cavidades cardíacas com suas paredes e septos, e os vasos relacio-nados 
com elas. 
Átrio direito - veia cav...
O esqueleto cardíaco é constituído de uma massa contínua de tecido conjuntivo fibroso 
que circunda os óstios átrios-ventr...
As valvas atrioventriculares se localizam entre os átrios e os ventrículos do coração. A 
valva atrioventricular direita e...
14 - Descrever a pequena e a grande circulação e ilustrar através de um esquema 
geral. 
Circulação pulmonar - ou pequena ...
considerado o marca-passo do coração. Ritmicamente, o impulso se espalha no 
miocárdio resultando na contração e este impu...
A circulação venosa abrange todos os vasos que transportam sangue venoso, ou seja, 
sangue com baixas concentrações de oxi...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Biologo

184 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Biologo

  1. 1. Questionário - Sistema Cardiovascular Coração 01 - Conceituar o sistema circulatório, dos pontos de vista morfológico e funcional. A função básica do sistema circulatório é irrigar todo o corpo levando material nutritivo e oxigênio para as células e drenar produtos residuais do metabolismo das células para os órgãos que fazem a sua eliminação ou reciclagem. 02 - Citar os elementos constituintes do sistema circulatório. Sistema sanguíneo, sistema linfático e sistema hematopoético.
  2. 2. 03 - Conceituar, do ponto de vista morfológico e funcional, o coração. É um órgão muscular oco que funciona como uma bomba contrátil-propulsora. 04 - Definir anatômica e funcionalmente o pericárdio e cavidade do pericárdio.
  3. 3. O pericárdio é um saco fibro-seroso que possui duas paredes sendo, o pericárdio fibroso e o pericárdio seroso que, envolve o coração separando-o dos outros órgãos do mediastino e inclusive, limitando a sua expansão na diástole ventricular. A cavidade do pericárdio é ocupada por uma camada líquida de espessura capilar facilitando o deslizamento de uma parede a outra durante as mudanças de volume do coração. 05 - Descrever, e ilustrar “in situ”, a posição do coração e suas relações com os órgãos vizinhos. O coração fica instalado na caixa torácica atrás do externo e acima do músculo diafragma sobre a qual repousa sobre parte, e no espaço compreendido entre os dois sacos pleurais (mediastino). Sua maior porção fica a esquerda do plano mediano e disposto obliquamente de forma que a base é medial e o ápice lateral. Seu maior eixo é longitudinal (da base ao ápice), oblíquo e forma um ângulo de aproximadamente 40º com o plano horizontal e com o plano mediano do corpo. 06 - Descrever a morfologia externa do coração. Ilustrar o coração nas vistas anterior e posterior. A constituição do coração é formada de tecido muscular estriado cardíaco (miocárdio) que fica protegido por uma membrana serosa denominada de epicárdio e posteriormente o pericárdio.
  4. 4. 07 - Citar as cavidades cardíacas com suas paredes e septos, e os vasos relacio-nados com elas. Átrio direito - veia cava inferior e superior; Átrio esquerdo - 4 veias pulmonares (duas para cada pulmão), ventrículo direito - tronco pulmonar (que se bifurca em artéria pulmonar direita e esquerda) e Ventrículo esquerdo - artéria aorta que, inicialmente se dirige para cima, para trás e para a esquerda formando o arco aórtico. 08 - Definir e Identificar em figuras, as trabéculas cárneas, os mm. papilares e as cordas tendíneas. Trabéculas cárneas são colunas musculares arredondadas ou irregulares que se projetam de toda a superfície interna dos ventrículos, com exceção do infundíbulo, no ventrículo direito, cuja parede é lisa. Funções: orientar a corrente sanguínea; nutrição do miocárdio através do endocárdio; e auxiliar na contração dos ventrículos. Os músculos papilares fazem parte da trabécula cárnea continuando pela sua base com a parede ventricular. Seu ápice projeta-se na cavidade ventricular e se continua com as cordas tendíneas, que se inserem nas válvulas das valvas atrioventriculares direita e esquerda. 09 - Descrever e ilustrar o esqueleto fibroso do coração em uma vista superior.
  5. 5. O esqueleto cardíaco é constituído de uma massa contínua de tecido conjuntivo fibroso que circunda os óstios átrios-ventriculares e os óstios do tronco pulmonar e da aorta. Nele se inserem as valvas dos orifícios atrioventriculares e dos artifícios arteriais, alem de camadas musculares. 10- Conceituar e ilustrar dos pontos de vista morfológico e funcional, as valvas atrioventriculares. Ao nível dos orifícios de saída do tronco pulmonar e da aorta respectivamente direito e esquerdo, existem as valvas que, tem a finalidade de impedir o retorno do sangue para o coração no momento da diástole ventricular (enchimento dos ventrículos). E cada valva desta está constituída de 3 válvulas semilunares (lâminas de tecido conjuntivo forrada de endotélio em forma de bolso com o fundo voltado para o ventrículo e porção aberta para a luz da artéria). 11- Citar a localização e ilustrar as valvas átrio-ventriculares durante a sístole e durante a diástole.
  6. 6. As valvas atrioventriculares se localizam entre os átrios e os ventrículos do coração. A valva atrioventricular direita e chamada “tricúspide”, e a esquerda “bicúspide” ou “mitral”. De acordo com suas localizações são: anterior, posterior e septal. 12- Conceituar e ilustrar, dos pontos de vista morfológico e funcional, as valvas pulmonar e aórtica. Valva pulmonar é o conjunto de 3 válvulas semilunares (1 posterior e 2 anteriores, direita e esquerda). Ela se encontra aberta na sístole cardíaca, permitindo a passagem do sangue do ventrículo para a circulação pulmonar. Quando ocorre o relaxamento do ventrículo, na diástole cardíaca, esta valva se fecha, impedindo o refluxo do sangue. A valva aórtica é semelhante à valva pulmonar, mas suas válvulas são maiores, mais espessas e mais resistentes. Logo depois das bases das válvulas, a aorta apresenta três dilatações acentuadas, denominadas seios aórticos, que são maiores do que aqueles na origem do tronco pulmonar. Ela se encontra aberta na sístole cardíaca, permitindo a passagem do sangue do ventrículo para a circulação sistêmica. Quando ocorre o relaxamento do ventrículo, na diástole cardíaca, esta valva se fecha, impedindo o refluxo do sangue. 13 - Descrever a circulação do sangue no coração e nos vasos da base. Ilustrar. A circulação do sangue se faz por meio de 2 correntes sanguíneas que se partem ao mesmo tempo do coração. Do ventrículo direito, segue através do tronco pulmonar para os capilares pulmonares. Nos pulmões após a hematose (troca de CO2 por O2) o sangue oxigenado é devolvido ao coração por intermédio das veias pulmonares para o átrio esquerdo que o transfere para o Ventrículo esquerdo que o envia através da aorta para todo o corpo, que, após oxigenar todos os órgãos e absorver os resíduos do mesmo, volta ao coração para ser novamente oxigenado seguindo através da veia cava inferior e superior para o átrio direito que prosseguirá em novo processo.
  7. 7. 14 - Descrever a pequena e a grande circulação e ilustrar através de um esquema geral. Circulação pulmonar - ou pequena circulação tem inicio no ventrículo direito que bombeia o sangue para oxigenação nos capilares pulmonares e retorna para o coração através do átrio esquerdo (coração - pulmão - coração). Circulação sistêmica - ou grande circulação, tem inicio no ventrículo esquerdo e é responsável pela irrigação de todos os tecidos fazendo as trocas de O2 por metabólicos e retornando novamente ao coração através átrio direito (coração - tecidos - coração). 15 - Descrever o sistema de condução do coração e da condução elétrica no miocárdio. O controle da atividade cardíaca é realizado pelo nervo vago que inibe e do simpático que estimula os músculos cardíacos na sua contração e relaxamento. Estes nervos atuam sobre a formação da parede atrial direita denominada de nó sinu-atrial que é
  8. 8. considerado o marca-passo do coração. Ritmicamente, o impulso se espalha no miocárdio resultando na contração e este impulso chegando ao nó atrioventricular localizado na porção inferior do septo inter-atrial, se propaga aos ventrículos através do feixe atrioventricular, que, ao nível da porção superior do septo interventricular, emite os ramos direito e esquerdo alcançando o miocárdio dos ventrículos. E a este automatismo cardíaco, chamamos sistema de condução. 16 - Descrever a circulação arterial do coração. O sangue chega ao coração pelas veias cavas no átrio direito. De lá, é bombeado, através da aorta pulmonar, para os pulmões onde é oxigenado e retorna ao átrio esquerdo do coração. De lá, vai ao ventrículo esquerdo e é bombeado para a aorta, que distribuirá o sangue rico em O2 para os demais órgãos corporais. 17 - Descrever e ilustrar a circulação venosa do coração.
  9. 9. A circulação venosa abrange todos os vasos que transportam sangue venoso, ou seja, sangue com baixas concentrações de oxigênio. No coração a circulação venosa envolve o átrio e o ventrículo direito. “A mais longa caminhada só é possível passo-a-passo”

×