SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 17
Baixar para ler offline
Código: PP-COR-MAN-9-004
Revisão: 000
Título
ELABORAÇÃO DE DATA BOOK
As informações deste documento são de propriedade da PetroquímicaSuape, sendo proibida sua utilização fora da sua finalidade
1 / 17
Aprovador Gestor
Mauro Ambrosano Manutenção
DATA REVISÃO HISTÓRICO DAS REVISÕES
31/08/2011 00 Emissão Inicial
Código: PP-COR-MAN-9-004
Revisão: 000
Título
ELABORAÇÃO DE DATA BOOK
As informações deste documento são de propriedade da PetroquímicaSuape, sendo proibida sua utilização fora da sua finalidade
2 / 17
SUMÁRIO
1. OBJETIVO ........................................................................................................................3
2. DEFINIÇÕES E SIGLAS...................................................................................................3
3. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA...................................................................................3
4. DETALHAMENTO.............................................................................................................3
4.1. .............................................................................................................................................3
5. REQUISITOS DE SAÚDE, SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E RESPONSABILIDADE
SOCIAL ....................................................................................................................................13
6. REGISTROS...................................................................................................................13
7. AUTORIDADE E RESPONSABILIDADE.........................................................................13
8. ANEXOS.........................................................................................................................13
Código: PP-COR-MAN-9-004
Revisão: 000
Título
ELABORAÇÃO DE DATA BOOK
As informações deste documento são de propriedade da PetroquímicaSuape, sendo proibida sua utilização fora da sua finalidade
3 / 17
1. OBJETIVO
Este Procedimento se aplica a entrega de Data – Book para as Unidades de PTA, POY e PET,
emitidos nas fases de projeto, construção, montagem, condicionamento, operação e manutenção,
a partir da data de sua aprovação.
2. DEFINIÇÕES E SIGLAS
Não Aplicável.
3. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA
• PP-COR-MAN-001 (Codificação de Documentos Técnicos de Engenharia).
• Norma Regulamentadora NR-13 – Caldeiras e vasos de pressão;
• Norma Regulamentadora NR-10 – Segurança em instalações e serviços em eletricidade;
• Manual Técnico de Caldeiras e Vasos de Pressão;
• Normas ABNT:
NBR-15417 - Vasos de Pressão – Inspeção de segurança em serviço;
NBR 13142 - Desenho técnico - Dobramento de cópia.
• Normas Estrangeiras;
ASME VIII - Pressure Vessels.
4. DETALHAMENTO
4.1. TERMINOLOGIA
ARQUIVAMENTO - Operação que consiste na guarda de documentos nos devidos lugares,
em equipamentos que lhes forem próprios e de acordo com um sistema de ordenação
previamente estabelecido.
DATA BOOK - Conjunto de documentos técnicos suportados em papel ou na forma eletrônica
que refletem todas as características de um determinado empreendimento, equipamento ou
projeto organizado por volumes e separado por seções e subseções. Seu conteúdo abrange
documentos de projeto atualizados conforme construído, documentos dos equipamentos
conforme fornecidos, registros de construção e montagem assim como manuais de operação e
reflete o estado no qual foram entregues as novas instalações, equipamento ou projeto.
NR-13 - Norma Regulamentadora que estabelece regras compulsórias a serem seguidas no
projeto, operação, inspeção e manutenção de caldeiras e vasos de pressão instalados em
unidades industriais e outros estabelecimentos públicos no Brasil, como definido no corpo da
norma;
NR-10 - Norma Regulamentadora fixa as condições mínimas exigíveis para garantir a
segurança dos empregados que trabalhão em instalações elétricas, em suas diversas etapas,
Código: PP-COR-MAN-9-004
Revisão: 000
Título
ELABORAÇÃO DE DATA BOOK
As informações deste documento são de propriedade da PetroquímicaSuape, sendo proibida sua utilização fora da sua finalidade
4 / 17
incluindo projeto, execução, operação, manutenção, reforma e ampliação e, ainda, a segurança
de usuários e terceiros;
DOCUMENTO DE PROJETO – Documento técnico de engenharia, como por exemplo:
Desenho, Isométrico, Folha de Dados, Lista de Material, Lista de Instrumentos, Lista de
Linhas, etc.
DOCUMENTO EM MEIO ELETRONICO – Documento gerado com a utilização de softwares e
gravado em mídia eletrônica.
Documento hibrido – Documento onde existem elementos oriundos tanto de um processo de
rasterizacão quanto de um processo de vetorização.
Documento rasterizado – Documento cujo conteúdo e formado por pixels, gerado a partir da
rasterizacão do documento original.
Documento vetorizado – Documento cujo conteúdo e formado por vetores, comum aos
processos de CAD, gerado a partir de um documento rasterizado com a utilização de
conversores específicos.
Formato eletrônico - Extensão produzida pelo software que gera o documento.
Para efeito desse procedimento são aceitos os formatos gerados pelos seguintes programas;
• DWG - Autocad da Autodesk;
• PDF - ACROBAT da Adobe;
• DWF - DWF Composer da Autodesk;
• DOC - MS-WORD da Microsoft;
• XLS - MS-EXCEL da Microsoft.
4.2. ELABORAÇÃO DE DATA-BOOK
Todo "Data-Book" deve ser entregue em formato eletrônico e atender aos requisitos deste
procedimento.
4.3. CLASSIFICAÇÃO
4.3.1. DATA-BOOK – Modelo Físico
• Em cada volume do “Data Book” deverá ser incorporado um índice de “Data
Book” específico e no primeiro volume inserir um índice geral;
• Cada volume deverá ser identificado externamente e conter as informações
relativas ao grupo do “Book”;
• As pastas serão brancas, tipo fichário com 4 argolas e envelopes plásticos com
reforço lateral;
Código: PP-COR-MAN-9-004
Revisão: 000
Título
ELABORAÇÃO DE DATA BOOK
As informações deste documento são de propriedade da PetroquímicaSuape, sendo proibida sua utilização fora da sua finalidade
5 / 17
• Elaborar capa e canaleta (seguir anexo I e II), índice (seguir anexo IV) e utilizar,
divisórias de cor única.
• Aplicar a codificação dos documentos da projetista;
• Não perfurar nem grampear os documentos, para otimização das pastas serão
dispostos dois documentos por envelope (back-to-back);
• Toda documentação e certificados de qualidade devem estar legíveis e todos
os registros deverão conter as assinaturas da contratada e do fiscal da
Petrobras;
• Todos os documentos deverão ser garantidos/aprovados pela contratada;
• No ato do recebimento do data-book deverá ser feita a conferência de toda
documentação com a lista de documentos (LD);
• Os documentos de formatos A3, A2, A1 e A0 deverão ser dobrados em formato
A4, de acordo com a ABNT NBR 13142 e arquivados em envelopes plásticos
individuais.
• Modelo: Pasta Argola 04 furos;
• Tamanho: A4;
• Lombo: 75 mm;
• Altura: 345 mm;
• Largura: 285 mm.
• Para desenho tamanho "A0" guardar na pasta no Maximo 20 desenhos;
• Para desenhos tamanhos "A-1" guardar na pasta no Maximo 20 desenhos;
• Para os demais tamanhos usar o "bom senso", para que a pasta não Fique com
muitos documentos dentro.
4.3.2. DATA-BOOK – Modelo Digital
• Os arquivos deverão ser organizados em pastas e sub-pastas conforme índice
do “Data Book”, de forma que espelhe o “Data Book” em meio físico, seguindo a
ordem do índice de Data Book sugerido;
• É importante abreviar os nomes das pastas dos arquivos, evitando que o
excesso de pastas e sub-pastas venham bloquear a abertura dos arquivos;
• Os documentos não editáveis, tais como: certificados, relatório de ensaios, etc.,
Deverão ser digitalizados e apresentados na extensão pdf;
• Iniciar a digitalização do “Data Book”, fazendo-o sempre que arquivar
documentos no “Data Book”, verificando se o documento contem todas as
assinaturas quando aplicável;
• O “Data Book” digital pode ser apresentado em DVD ou CD;
• Os desenhos deverão ser apresentados no formato DWG e PDF;
• Os demais documentos de projeto editáveis tais como memorial descritivo,folha
de dados, lista de materiais, lista de documentos, etc, deverão ser apresentados
no formato editável (DOC ou XLS) e em PDF;
Código: PP-COR-MAN-9-004
Revisão: 000
Título
ELABORAÇÃO DE DATA BOOK
As informações deste documento são de propriedade da PetroquímicaSuape, sendo proibida sua utilização fora da sua finalidade
6 / 17
• Todos os documentos em meio físico e magnético ficarão em poder da
contratada por um período mínimo de cinco anos, conforme requerimento
contratual.
4.4. Divisão de Data BOOK
4.4.1. Fornecedor
4.4.2. Construção e montagem, subdividido em;
• GRUPO I – Geral e Civil ;
• GRUPO II – Tubulação e Soldagem ;
• GRUPO III – Elétrica e Instrumentação;
• GRUPO IV - Geral/Gestão e controle da qualidade;
• GRUPO NR-13
• GRUPO NR-10
4.4.3. DATA-BOOKS NR13
• Prontuário da caldeira com as seguintes informações;
Código de projeto e ano de edição
Especificação dos materiais
Procedimentos utilizados na fabricação, montagem, inspeção final e
determinação da PMTA
Conjunto de desenhos e demais dados para necessários para o
monitoramento da vida útil da caldeira
Características funcionais
Dados dos dispositivos de segurança
Ano de fabricação
Categoria da caldeira
• Prontuário do vaso de pressão com as seguintes informações;
Código de projeto e ano de edição
Especificação dos materiais
Procedimentos utilizados na fabricação, montagem, inspeção final e
determinação da PMTA
Conjunto de desenhos e demais dados para necessários para o
monitoramento da sua vida útil
Características funcionais
Dados dos dispositivos de segurança
Ano de fabricação
Categoria do vaso
• Folha de Dados, conforme modelo da projetista com no mínimo as seguintes
informações:
Tipo de equipamento (por exemplo, vaso acumulador, Filtro, etc.);
Código: PP-COR-MAN-9-004
Revisão: 000
Título
ELABORAÇÃO DE DATA BOOK
As informações deste documento são de propriedade da PetroquímicaSuape, sendo proibida sua utilização fora da sua finalidade
7 / 17
Identificação (Tag);
Categoria NR13, Fabricante;
Número de fabricação;
Ano de fabricação;
Código de projeto e edição;
Fluido de operação;
Volume (volume interno líquido);
Pressão máxima e mínima de operação;
Temperatura máxima e mínima de operação;
Pressão e temperatura de projeto;
Pressão de abertura do dispositivo de segurança;
Espessura nominal do corpo e tampos;
Espessuras mínimas admissíveis ou sobre-espessuras de corrosão;
Geometria do corpo e tampos;
Materiais do corpo, tampos, bocais e chapas de reforço;
Assinatura e registro no CREA do profissional habilitado da montadora.
• Desenhos de Fabricação
Desenho de conjunto;
Detalhes do corpo, tampos, bocais/conexões, suportes e soldas;
Desenho da Placa de Identificação
• Placa de Identificação, conforme item 13.1.5 da N13, aplicável para caldeiras
ou conforme item 13.6.3 da NR13, aplicável para vasos de pressão.
• Memória de Cálculo, deve conter no mínimo:
Cálculo da pressão máxima de trabalho admissível nas condições do vaso
corroído à temperatura de projeto e vaso novo à temperatura ambiente;
Cálculo da pressão de teste hidrostático para as condições de vaso corroído
e vaso novo, assim como da temperatura mínima admissível de projeto do
metal. Para equipamentos em serviço, admite-se o cálculo da pressão
máxima de trabalho admissível e da pressão de teste hidrostático, apenas
para a condição de vaso corroído à temperatura de projeto;
Item específico para definição da categoria NR13 do equipamento,
demonstrando o procedimento e dados utilizados.
• Procedimentos de Fabricação, deve conter no mínimo:
Especificações de procedimentos de soldagem;
Qualificação de procedimentos de soldagem;
Mapa de Solda;
Registro de Qualificação de Soldador;
Relação de Soldadores / Operadores qualificados;
Tratamentos térmicos aplicáveis;
Procedimento de ensaios não-destrutivos;
Relatório de Ensaios Não-Destrutivos;
Procedimento de teste hidrostático;
Relatório de teste Hidrostático;
Relatório de Pintura;
Código: PP-COR-MAN-9-004
Revisão: 000
Título
ELABORAÇÃO DE DATA BOOK
As informações deste documento são de propriedade da PetroquímicaSuape, sendo proibida sua utilização fora da sua finalidade
8 / 17
• Informações dos Dispositivos de Segurança
Folha de dados da PSV;
Folha de dados do Indicador de Pressão com cópia do certificado de
calibração;
Certificado de calibração rastreável.
• Certificado de Matéria Prima, deve conter no mínimo:
Certificados de qualidade dos materiais;
Certificados de consumíveis de solda.
• Registro de segurança. Livro em capa dura com páginas numeradas e deverá
conter:
Termo de abertura –
Registro de inspeção - O registro no livro deve ser executado à caneta, com
letra legível e não conter rasuras ou linhas em branco intercaladas no texto;
para evitar rasuras, usa-se colocar entre parênteses o texto correto -
(digo,..) e as linhas em branco devem receber um traço. Datado e assinado
com registro do CREA pelo PH
• Projeto de instalação. Projeto único baseado na planta baixa do sistema de
combate a incêndio com o posicionamento dos equipamentos identificados pelo
TAG e classificação conforme NR-13.
• Relatório de inspeção de segurança inicial (RISI); Atestado da execução de
todas as inspeções de adequação a norma com a descrição dos exames e
testes executados, resultado, conclusões e recomendações.
4.4.4. OUTRAS EXIGÊNCIAS NR13
• Deve ser apresentado o procedimento do teste Hidrostático para a realização
dos testes em conformidade com o requisito do cliente, bem como o certificado
de calibração dos Manômetros utilizados nos testes;
• O Relatório de medição de espessura deve conter desenho com a localização
dos pontos de medição de espessura;
• Devem ser elaborados Relatórios fotográficos dos testes de medição de
espessura e teste hidrostático;
• Deve ser apresentado pelo profissional habilitado a ART do serviço de
adequação e o respectivo comprovante de pagamento;
• Relatórios de inspeção, laudos, certificados, pareceres técnicos e similares
devem estar assinados por profissional habilitado, conforme estabelecido no item
13.1.2 da NR13.
4.4.5. DATA-BOOKS NR10
Código: PP-COR-MAN-9-004
Revisão: 000
Título
ELABORAÇÃO DE DATA BOOK
As informações deste documento são de propriedade da PetroquímicaSuape, sendo proibida sua utilização fora da sua finalidade
9 / 17
• Prontuário de Instalações Elétricas deve conter no conteúdo mínimo:
Relatório técnico das Inspeções (RTI);
Laudo Técnico das Instalações Elétricas;
Diagnóstico NR-10;
Documentação técnica e projetos;
Comprovação de treinamentos;
Certificações de equipamentos e ferramentas;
Procedimentos de trabalho e instruções técnicas;
Análises de riscos;
Medidas de controle;
Medidas de proteção coletiva e EPI;
Sinalização de segurança;
Proteção contra incêndio e explosões;
Procedimentos de emergências e de resgate de acidentados;
Processos de autorização de trabalhadores;
Processos de contratação de terceiros;
Mapeamento das responsabilidades e atividades na área elétrica.
• Diagnóstico com área classificada.
• Laudo Técnico do SPDA.
• Relatórios e testes.
• Folha de Dados.
• Memória de Cálculo.
• Lista de Materiais.
• Desenhos e plantas.
4.5. CODIFICAÇÃO E IDENTIFICAÇÃO
4.5.1. O "Data-Book" eletrônico deve seguir o padrão PP-1D-0003-000 e deve ser
codificado segundo o procedimento PP-1D-0002-000, usando "DB" como categoria
do documento.
4.5.2. Identificação externa do DATA-BOOK
• Identificação e nome da área identificada;
• Grupo/Especialidade;
• Nome da contratada;
• Logomarca da contratada e contratante;
• Número do contrato;
• Objeto do contrato;
• Identificação do volume.
Código: PP-COR-MAN-9-004
Revisão: 000
Título
ELABORAÇÃO DE DATA BOOK
As informações deste documento são de propriedade da PetroquímicaSuape, sendo proibida sua utilização fora da sua finalidade
10 / 17
4.5.3 Identificação externa do DATA-BOOK NR-13 e NR-10
• Nome da Contratada;
• Logomarcas da Contratada e Contratante;
• Número do Contrato;
• Identificação do Empreendimento;
• TAG de Identificação do Equipamento.
4.6. ORGANIZAÇÃO E CONTEUDO
"Data-Book" que incorporam grande volume e diversidade de documentos deve ser
subdividida. Esta subdivisão deve ser tanto lógica quanto "física".
A subdivisão lógica do conteúdo visa agrupar os documentos do "Data-Book" em seções e
subseções. A estrutura básica da divisão por seções que deve ser observada está
apresentada.
A subdivisão "física" e aplicável aos arquivos eletrônicos nos quais o "Data-Book" estará
contido e visa adequá-los ao tamanho limite de 100 MB.
Denominamos por volume o resultado da subdivisão física de um "Data-Book". Neste caso
cada arquivo contendo um volume recebe um nome especifico e compartilha o mesmo numero
do "Data-Book".
Nota: O Limite de 100MB visa preservar o desempenho do sistema quanto ao tempo de
transmissão de dados pela rede corporativa. Recomenda-se aos usuários preferir sempre que
possível o "download" dos arquivos, evitando a visualização do documento. 0 desempenho na
execução de qualquer destes modos de acesso ao conteúdo ocorrera de modo degradado
devido ao tamanho destes arquivos.
"Data-Book" eletrônicos deve conter como parte integrante do documento, um índice geral de
conteúdo. Este índice deve conter a listagem de todos os documentos que compõem o "Data
Book" assim como apresentar as suas seções e subsecções e identificar cada volume.
O conteúdo de um "Data-Book" deve estar restrito a documentos técnicos de engenharia.
Documentos de natureza administrativa como contratos, registros de SMS ou diários de obra,
entregues ao termino do empreendimento, não devem constar do "Data-Book".
4.7. CONTEUDO MINIMO
a) DATA-BOOK DE FORNECEDOR
• Índice de conteúdo
• Seção I – Especificações
• Documentos do projeto constantes do processo de aquisição;
• Folha de dados;
• Requisição de material;
Código: PP-COR-MAN-9-004
Revisão: 000
Título
ELABORAÇÃO DE DATA BOOK
As informações deste documento são de propriedade da PetroquímicaSuape, sendo proibida sua utilização fora da sua finalidade
11 / 17
b) Documento do fornecedor
• Lista de documentos;
• Folhas de especificação;
• Memórias de calculo;
• Desenho da placa do equipamento;
• Desenhos dimensionais, pesos e conexões;
• Desenhos explodidos e esquemas de circuitos;
• Lista de componentes com referencia, nome e numero do Fabricante;
• Desenhos de arranjo;
• Desenhos de fabricação;
• Diagramas de interligação;
• Dados ou curvas de performance.
• Seção II - Manuais de Instrução
InstruçiInstruções para instalação e calibração;
Instruções para teste, manutenção e operação;
Lista de sobressalentes.
• Seção III – Documentos da Qualidade na Fabricação
Certificados de Materiais;
Registros de Inspeção;
Registros dos Testes de Resistência (Hidrostáticos/Pneumáticos); Registros dos Testes
deDesempenho;
Relatórios de Fabricação Certificados de Conformidade;
Registros de Qualificação de Soldadores e Operadores de Soldagem CLM;
Prontuários de todos os equipamentos enquadrados na NR-13;
Certificado de Materiais a prova de explosão.
c) DATA-BOOK DE CONSTRUÇÃO EMONTAGEM
• Índice de conteúdo
• Seção I – Projeto Básico
Lista de Documentos Gerais.
• Seção II – Desenhos da Instalação Conforme Construído - "As Built"
Documentos de caráter geral;
Fluxogramas, Planta de Localização etc.
Código: PP-COR-MAN-9-004
Revisão: 000
Título
ELABORAÇÃO DE DATA BOOK
As informações deste documento são de propriedade da PetroquímicaSuape, sendo proibida sua utilização fora da sua finalidade
12 / 17
• Obras Especiais
Caixas para provadores de corrosão Áreas de válvulas;
Áreas remotas (para Iançadores / recebedores de pigs ou outras instalações
operacionais).
• Seção III – Materiais e Equipamentos
Neste item devem constar todos os certificados de qualidade de materiais
recebidos alem de todos os demais documentos de fornecedores de equipamentos
e instrumentos incorporados a obra;
• Registros de recebimento Data-Books de fornecedores
Tubos;
Requisições de Materiais, Relatórios Técnicos de Avaliação, Certificados de
Qualidade dos Fornecedores;
Equipamentos;
Válvulas;
Desenhos dimensionais e de montagem, manuais de instalação, operação e
Manutenção, Registros da qualidade (Certificados de testes de materiais,
certificados de inspeção e de Iiberação, registros dos testes hidrostáticos e de
estanqueidade);
procedimento de pintura;
Lançadores e Recebedores;
Requisição de Materiais, Documentos de Engenharia, Certificados da Qualidade e
de Inspeções.
d) DATA-BOOK DE PROJETO
O "Data-Book" de Projeto deve conter todos os documentos que o compõem,
organizado conforme o padrão adotado no mesmo, dentro do possível separados
por seções e subseções considerando as diversas especialidades.
4.8. CADASTRAMENTO DE DATA-BOOKS
O cadastramento de "Data-Books" segue procedimento aplicado para qualquer outro
documento técnico que seja composto de vários arquivos. A nomeação de arquivos segue
regra especifica, e no cadastro alem de não constar a versão editável do documento, a
numeração de cada volume será especificada no campo Folha/Volume, da seguinte forma,
"n°do volume/total de volumes".
4.9. RECEBIMENTO
Deve ser entregue juntamente com os "Data-Books" um DVD com todos os documentos
atualizados no formato PDF e nos formatos editáveis (DWG, DOC, XLS, etc..).
Código: PP-COR-MAN-9-004
Revisão: 000
Título
ELABORAÇÃO DE DATA BOOK
As informações deste documento são de propriedade da PetroquímicaSuape, sendo proibida sua utilização fora da sua finalidade
13 / 17
5. REQUISITOS DE SAÚDE, SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E RESPONSABILIDADE
SOCIAL
Não Aplicável.
6. REGISTROS
Não Aplicável.
7. AUTORIDADE E RESPONSABILIDADE
Não aplicável.
8. ANEXOS
ANEXO I - MODELO DE CAPA PARA PASTA;
ANEXO II - MODELO DE CANALETA;
ANEXO III - INDICE DE PASTA;
ANEXO IV – MODELO DO TERMO DE ABERTURA.
Código: PP-COR-MAN-9-004
Revisão: 000
Título
ELABORAÇÃO DE DATA BOOK
As informações deste documento são de propriedade da PetroquímicaSuape, sendo proibida sua utilização fora da sua finalidade
14 / 17
ANEXO I
MODELO DE CAPA PARA PASTA
01-Capa.ppt
Código: PP-COR-MAN-9-004
Revisão: 000
Título
ELABORAÇÃO DE DATA BOOK
As informações deste documento são de propriedade da PetroquímicaSuape, sendo proibida sua utilização fora da sua finalidade
15 / 17
ANEXO II
MODELO DE CANALETA
02-Canaleta.ppt
Código: PP-COR-MAN-9-004
Revisão: 000
Título
ELABORAÇÃO DE DATA BOOK
As informações deste documento são de propriedade da PetroquímicaSuape, sendo proibida sua utilização fora da sua finalidade
16 / 17
ANEXO III
INDICE DE PASTA
Modelo Indice.doc
Código: PP-COR-MAN-9-004
Revisão: 000
Título
ELABORAÇÃO DE DATA BOOK
As informações deste documento são de propriedade da PetroquímicaSuape, sendo proibida sua utilização fora da sua finalidade
17 / 17
ANEXO IV
MODELO DO TERMO DE ABERTURA

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Procedimento para utilização e inspeção de cintas e cabos
Procedimento para utilização e inspeção de cintas e cabosProcedimento para utilização e inspeção de cintas e cabos
Procedimento para utilização e inspeção de cintas e cabosUniversidade Federal Fluminense
 
Pqo plano de qualidade da obra
Pqo   plano de qualidade da obraPqo   plano de qualidade da obra
Pqo plano de qualidade da obraDIEGO SANTINO
 
Procedimento operacional manutenção mecânica_rev.00
Procedimento operacional manutenção mecânica_rev.00Procedimento operacional manutenção mecânica_rev.00
Procedimento operacional manutenção mecânica_rev.00Erick Luiz Coutinho dos Santos
 
Nbr 14712 elevadores eletricos - elevadores de carga monta-cargas e elevado...
Nbr 14712   elevadores eletricos - elevadores de carga monta-cargas e elevado...Nbr 14712   elevadores eletricos - elevadores de carga monta-cargas e elevado...
Nbr 14712 elevadores eletricos - elevadores de carga monta-cargas e elevado...Everton Retore Teixeira
 
46468277 procedimento-de-tubulacao
46468277 procedimento-de-tubulacao46468277 procedimento-de-tubulacao
46468277 procedimento-de-tubulacaoalexromfx
 
Permissão Para Trabalho em Altura - NR 35
Permissão Para Trabalho em Altura  - NR 35Permissão Para Trabalho em Altura  - NR 35
Permissão Para Trabalho em Altura - NR 35IZAIAS DE SOUZA AGUIAR
 
Permissao para-trabalho-a-quente
Permissao para-trabalho-a-quentePermissao para-trabalho-a-quente
Permissao para-trabalho-a-quenteJose Fernandes
 
Formulario inspeção E.P.I
Formulario inspeção E.P.IFormulario inspeção E.P.I
Formulario inspeção E.P.IAne Costa
 
Pop 021- gestão da manutenção de máquinas e equipamentos
Pop 021- gestão da manutenção de máquinas e equipamentosPop 021- gestão da manutenção de máquinas e equipamentos
Pop 021- gestão da manutenção de máquinas e equipamentosGraciele Soares
 
Check list-inspecao-de-seguranca
Check list-inspecao-de-segurancaCheck list-inspecao-de-seguranca
Check list-inspecao-de-segurancaMarcos Gaspar
 
72921044 nbr-8221-epi-capacete-de-seguranca-para-uso-industrial
72921044 nbr-8221-epi-capacete-de-seguranca-para-uso-industrial72921044 nbr-8221-epi-capacete-de-seguranca-para-uso-industrial
72921044 nbr-8221-epi-capacete-de-seguranca-para-uso-industrialCléber de Lima
 
Memória de cálculo de linha de vida
Memória de cálculo de linha de vida  Memória de cálculo de linha de vida
Memória de cálculo de linha de vida gbozz832
 
Aplicação de check list para esmerilhadeiras e lixadeiras
Aplicação de check list para esmerilhadeiras e lixadeirasAplicação de check list para esmerilhadeiras e lixadeiras
Aplicação de check list para esmerilhadeiras e lixadeirasUniversidade Federal Fluminense
 
Lista de verificação de canteiro de obras
Lista de verificação de canteiro de obrasLista de verificação de canteiro de obras
Lista de verificação de canteiro de obrasAne Costa
 

Mais procurados (20)

Solda aula 2 - simbologia
Solda   aula 2 - simbologiaSolda   aula 2 - simbologia
Solda aula 2 - simbologia
 
Procedimento para utilização e inspeção de cintas e cabos
Procedimento para utilização e inspeção de cintas e cabosProcedimento para utilização e inspeção de cintas e cabos
Procedimento para utilização e inspeção de cintas e cabos
 
Check list gerador
Check list geradorCheck list gerador
Check list gerador
 
Pqo plano de qualidade da obra
Pqo   plano de qualidade da obraPqo   plano de qualidade da obra
Pqo plano de qualidade da obra
 
Procedimento operacional manutenção mecânica_rev.00
Procedimento operacional manutenção mecânica_rev.00Procedimento operacional manutenção mecânica_rev.00
Procedimento operacional manutenção mecânica_rev.00
 
Nbr 14712 elevadores eletricos - elevadores de carga monta-cargas e elevado...
Nbr 14712   elevadores eletricos - elevadores de carga monta-cargas e elevado...Nbr 14712   elevadores eletricos - elevadores de carga monta-cargas e elevado...
Nbr 14712 elevadores eletricos - elevadores de carga monta-cargas e elevado...
 
46468277 procedimento-de-tubulacao
46468277 procedimento-de-tubulacao46468277 procedimento-de-tubulacao
46468277 procedimento-de-tubulacao
 
Permissão Para Trabalho em Altura - NR 35
Permissão Para Trabalho em Altura  - NR 35Permissão Para Trabalho em Altura  - NR 35
Permissão Para Trabalho em Altura - NR 35
 
Permissao para-trabalho-a-quente
Permissao para-trabalho-a-quentePermissao para-trabalho-a-quente
Permissao para-trabalho-a-quente
 
Formulario inspeção E.P.I
Formulario inspeção E.P.IFormulario inspeção E.P.I
Formulario inspeção E.P.I
 
Pop 021- gestão da manutenção de máquinas e equipamentos
Pop 021- gestão da manutenção de máquinas e equipamentosPop 021- gestão da manutenção de máquinas e equipamentos
Pop 021- gestão da manutenção de máquinas e equipamentos
 
Check list-inspecao-de-seguranca
Check list-inspecao-de-segurancaCheck list-inspecao-de-seguranca
Check list-inspecao-de-seguranca
 
Abnt nbr-9735
Abnt nbr-9735Abnt nbr-9735
Abnt nbr-9735
 
Planejamento das atividades de sms
Planejamento das atividades de smsPlanejamento das atividades de sms
Planejamento das atividades de sms
 
Check list das n rs
Check list das n rsCheck list das n rs
Check list das n rs
 
72921044 nbr-8221-epi-capacete-de-seguranca-para-uso-industrial
72921044 nbr-8221-epi-capacete-de-seguranca-para-uso-industrial72921044 nbr-8221-epi-capacete-de-seguranca-para-uso-industrial
72921044 nbr-8221-epi-capacete-de-seguranca-para-uso-industrial
 
Memória de cálculo de linha de vida
Memória de cálculo de linha de vida  Memória de cálculo de linha de vida
Memória de cálculo de linha de vida
 
Aplicação de check list para esmerilhadeiras e lixadeiras
Aplicação de check list para esmerilhadeiras e lixadeirasAplicação de check list para esmerilhadeiras e lixadeiras
Aplicação de check list para esmerilhadeiras e lixadeiras
 
Nbr10897 sprinklers
Nbr10897   sprinklersNbr10897   sprinklers
Nbr10897 sprinklers
 
Lista de verificação de canteiro de obras
Lista de verificação de canteiro de obrasLista de verificação de canteiro de obras
Lista de verificação de canteiro de obras
 

Semelhante a procedimento-de-data-book

Escopo - Projeto, montagem e instalação Nova Palmisteria Castanheira.pdf
Escopo - Projeto, montagem e instalação Nova Palmisteria Castanheira.pdfEscopo - Projeto, montagem e instalação Nova Palmisteria Castanheira.pdf
Escopo - Projeto, montagem e instalação Nova Palmisteria Castanheira.pdfHelderAlves65
 
Open Hardware - A contribuição da comunidade do Embarcados
Open Hardware - A contribuição da comunidade do Embarcados Open Hardware - A contribuição da comunidade do Embarcados
Open Hardware - A contribuição da comunidade do Embarcados Thiago Lima
 
Gestão eletrônica de documentos - pasta obras
Gestão eletrônica de documentos - pasta obrasGestão eletrônica de documentos - pasta obras
Gestão eletrônica de documentos - pasta obrasRaíssa Siqueira Mota
 
Sistema de Aquisição de Dados aplicado à Soldagem
Sistema de Aquisição de Dados aplicado à SoldagemSistema de Aquisição de Dados aplicado à Soldagem
Sistema de Aquisição de Dados aplicado à SoldagemAlexandre Blum Weingartner
 
Tj al proj seg - cabeamento estruturado memorial ajustado (2)
Tj al proj seg - cabeamento estruturado memorial ajustado (2)Tj al proj seg - cabeamento estruturado memorial ajustado (2)
Tj al proj seg - cabeamento estruturado memorial ajustado (2)Carlos Robledo Werner
 
Nbr 10719-2011 relatorio
Nbr 10719-2011 relatorioNbr 10719-2011 relatorio
Nbr 10719-2011 relatorioLuiz Gustavo
 
Atividade contextualizada desenho mecânico 01196094_eng. mecânica_sérgio hen...
Atividade contextualizada  desenho mecânico 01196094_eng. mecânica_sérgio hen...Atividade contextualizada  desenho mecânico 01196094_eng. mecânica_sérgio hen...
Atividade contextualizada desenho mecânico 01196094_eng. mecânica_sérgio hen...SrgioMello8
 
NTS 292 - Elaboração de Cadastro Técnico Digital
NTS 292 - Elaboração de Cadastro Técnico DigitalNTS 292 - Elaboração de Cadastro Técnico Digital
NTS 292 - Elaboração de Cadastro Técnico DigitalTarcísio Salvatore
 
Projeto de redes oficial de uma empresa fictícia
Projeto de redes oficial de uma empresa fictíciaProjeto de redes oficial de uma empresa fictícia
Projeto de redes oficial de uma empresa fictíciaMarcioveras
 
05 Dicas de Gestão em Automação
05 Dicas de Gestão em Automação05 Dicas de Gestão em Automação
05 Dicas de Gestão em Automaçãoeduardovieira
 
10719 relatrios tcnico cientficos
10719 relatrios tcnico cientficos10719 relatrios tcnico cientficos
10719 relatrios tcnico cientficoscamargo_jr
 
Apresentação DCS - KoM-DCS SCHNEIDER.pptx
Apresentação DCS - KoM-DCS SCHNEIDER.pptxApresentação DCS - KoM-DCS SCHNEIDER.pptx
Apresentação DCS - KoM-DCS SCHNEIDER.pptxAlessandroMarques46
 

Semelhante a procedimento-de-data-book (20)

Escopo - Projeto, montagem e instalação Nova Palmisteria Castanheira.pdf
Escopo - Projeto, montagem e instalação Nova Palmisteria Castanheira.pdfEscopo - Projeto, montagem e instalação Nova Palmisteria Castanheira.pdf
Escopo - Projeto, montagem e instalação Nova Palmisteria Castanheira.pdf
 
Open Hardware - A contribuição da comunidade do Embarcados
Open Hardware - A contribuição da comunidade do Embarcados Open Hardware - A contribuição da comunidade do Embarcados
Open Hardware - A contribuição da comunidade do Embarcados
 
Gestão eletrônica de documentos - pasta obras
Gestão eletrônica de documentos - pasta obrasGestão eletrônica de documentos - pasta obras
Gestão eletrônica de documentos - pasta obras
 
Sistema de Aquisição de Dados aplicado à Soldagem
Sistema de Aquisição de Dados aplicado à SoldagemSistema de Aquisição de Dados aplicado à Soldagem
Sistema de Aquisição de Dados aplicado à Soldagem
 
Tj al proj seg - cabeamento estruturado memorial ajustado (2)
Tj al proj seg - cabeamento estruturado memorial ajustado (2)Tj al proj seg - cabeamento estruturado memorial ajustado (2)
Tj al proj seg - cabeamento estruturado memorial ajustado (2)
 
Analise critica (1)
Analise critica (1)Analise critica (1)
Analise critica (1)
 
Manual SLC500.pdf
Manual SLC500.pdfManual SLC500.pdf
Manual SLC500.pdf
 
Nbr 10719-2011 relatorio
Nbr 10719-2011 relatorioNbr 10719-2011 relatorio
Nbr 10719-2011 relatorio
 
RelatóRio 3
RelatóRio 3RelatóRio 3
RelatóRio 3
 
Atividade contextualizada desenho mecânico 01196094_eng. mecânica_sérgio hen...
Atividade contextualizada  desenho mecânico 01196094_eng. mecânica_sérgio hen...Atividade contextualizada  desenho mecânico 01196094_eng. mecânica_sérgio hen...
Atividade contextualizada desenho mecânico 01196094_eng. mecânica_sérgio hen...
 
Abnt nbr 10719
Abnt nbr 10719   Abnt nbr 10719
Abnt nbr 10719
 
NTS 292 - Elaboração de Cadastro Técnico Digital
NTS 292 - Elaboração de Cadastro Técnico DigitalNTS 292 - Elaboração de Cadastro Técnico Digital
NTS 292 - Elaboração de Cadastro Técnico Digital
 
Projeto de redes oficial de uma empresa fictícia
Projeto de redes oficial de uma empresa fictíciaProjeto de redes oficial de uma empresa fictícia
Projeto de redes oficial de uma empresa fictícia
 
05 Dicas de Gestão em Automação
05 Dicas de Gestão em Automação05 Dicas de Gestão em Automação
05 Dicas de Gestão em Automação
 
Elaboração projetos pr-75-174-cpg-002
Elaboração projetos   pr-75-174-cpg-002Elaboração projetos   pr-75-174-cpg-002
Elaboração projetos pr-75-174-cpg-002
 
Planilha
PlanilhaPlanilha
Planilha
 
Nbr 10719
Nbr 10719Nbr 10719
Nbr 10719
 
10719 relatrios tcnico cientficos
10719 relatrios tcnico cientficos10719 relatrios tcnico cientficos
10719 relatrios tcnico cientficos
 
Normas abnt 10719
Normas abnt 10719Normas abnt 10719
Normas abnt 10719
 
Apresentação DCS - KoM-DCS SCHNEIDER.pptx
Apresentação DCS - KoM-DCS SCHNEIDER.pptxApresentação DCS - KoM-DCS SCHNEIDER.pptx
Apresentação DCS - KoM-DCS SCHNEIDER.pptx
 

procedimento-de-data-book

  • 1. Código: PP-COR-MAN-9-004 Revisão: 000 Título ELABORAÇÃO DE DATA BOOK As informações deste documento são de propriedade da PetroquímicaSuape, sendo proibida sua utilização fora da sua finalidade 1 / 17 Aprovador Gestor Mauro Ambrosano Manutenção DATA REVISÃO HISTÓRICO DAS REVISÕES 31/08/2011 00 Emissão Inicial
  • 2. Código: PP-COR-MAN-9-004 Revisão: 000 Título ELABORAÇÃO DE DATA BOOK As informações deste documento são de propriedade da PetroquímicaSuape, sendo proibida sua utilização fora da sua finalidade 2 / 17 SUMÁRIO 1. OBJETIVO ........................................................................................................................3 2. DEFINIÇÕES E SIGLAS...................................................................................................3 3. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA...................................................................................3 4. DETALHAMENTO.............................................................................................................3 4.1. .............................................................................................................................................3 5. REQUISITOS DE SAÚDE, SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E RESPONSABILIDADE SOCIAL ....................................................................................................................................13 6. REGISTROS...................................................................................................................13 7. AUTORIDADE E RESPONSABILIDADE.........................................................................13 8. ANEXOS.........................................................................................................................13
  • 3. Código: PP-COR-MAN-9-004 Revisão: 000 Título ELABORAÇÃO DE DATA BOOK As informações deste documento são de propriedade da PetroquímicaSuape, sendo proibida sua utilização fora da sua finalidade 3 / 17 1. OBJETIVO Este Procedimento se aplica a entrega de Data – Book para as Unidades de PTA, POY e PET, emitidos nas fases de projeto, construção, montagem, condicionamento, operação e manutenção, a partir da data de sua aprovação. 2. DEFINIÇÕES E SIGLAS Não Aplicável. 3. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA • PP-COR-MAN-001 (Codificação de Documentos Técnicos de Engenharia). • Norma Regulamentadora NR-13 – Caldeiras e vasos de pressão; • Norma Regulamentadora NR-10 – Segurança em instalações e serviços em eletricidade; • Manual Técnico de Caldeiras e Vasos de Pressão; • Normas ABNT: NBR-15417 - Vasos de Pressão – Inspeção de segurança em serviço; NBR 13142 - Desenho técnico - Dobramento de cópia. • Normas Estrangeiras; ASME VIII - Pressure Vessels. 4. DETALHAMENTO 4.1. TERMINOLOGIA ARQUIVAMENTO - Operação que consiste na guarda de documentos nos devidos lugares, em equipamentos que lhes forem próprios e de acordo com um sistema de ordenação previamente estabelecido. DATA BOOK - Conjunto de documentos técnicos suportados em papel ou na forma eletrônica que refletem todas as características de um determinado empreendimento, equipamento ou projeto organizado por volumes e separado por seções e subseções. Seu conteúdo abrange documentos de projeto atualizados conforme construído, documentos dos equipamentos conforme fornecidos, registros de construção e montagem assim como manuais de operação e reflete o estado no qual foram entregues as novas instalações, equipamento ou projeto. NR-13 - Norma Regulamentadora que estabelece regras compulsórias a serem seguidas no projeto, operação, inspeção e manutenção de caldeiras e vasos de pressão instalados em unidades industriais e outros estabelecimentos públicos no Brasil, como definido no corpo da norma; NR-10 - Norma Regulamentadora fixa as condições mínimas exigíveis para garantir a segurança dos empregados que trabalhão em instalações elétricas, em suas diversas etapas,
  • 4. Código: PP-COR-MAN-9-004 Revisão: 000 Título ELABORAÇÃO DE DATA BOOK As informações deste documento são de propriedade da PetroquímicaSuape, sendo proibida sua utilização fora da sua finalidade 4 / 17 incluindo projeto, execução, operação, manutenção, reforma e ampliação e, ainda, a segurança de usuários e terceiros; DOCUMENTO DE PROJETO – Documento técnico de engenharia, como por exemplo: Desenho, Isométrico, Folha de Dados, Lista de Material, Lista de Instrumentos, Lista de Linhas, etc. DOCUMENTO EM MEIO ELETRONICO – Documento gerado com a utilização de softwares e gravado em mídia eletrônica. Documento hibrido – Documento onde existem elementos oriundos tanto de um processo de rasterizacão quanto de um processo de vetorização. Documento rasterizado – Documento cujo conteúdo e formado por pixels, gerado a partir da rasterizacão do documento original. Documento vetorizado – Documento cujo conteúdo e formado por vetores, comum aos processos de CAD, gerado a partir de um documento rasterizado com a utilização de conversores específicos. Formato eletrônico - Extensão produzida pelo software que gera o documento. Para efeito desse procedimento são aceitos os formatos gerados pelos seguintes programas; • DWG - Autocad da Autodesk; • PDF - ACROBAT da Adobe; • DWF - DWF Composer da Autodesk; • DOC - MS-WORD da Microsoft; • XLS - MS-EXCEL da Microsoft. 4.2. ELABORAÇÃO DE DATA-BOOK Todo "Data-Book" deve ser entregue em formato eletrônico e atender aos requisitos deste procedimento. 4.3. CLASSIFICAÇÃO 4.3.1. DATA-BOOK – Modelo Físico • Em cada volume do “Data Book” deverá ser incorporado um índice de “Data Book” específico e no primeiro volume inserir um índice geral; • Cada volume deverá ser identificado externamente e conter as informações relativas ao grupo do “Book”; • As pastas serão brancas, tipo fichário com 4 argolas e envelopes plásticos com reforço lateral;
  • 5. Código: PP-COR-MAN-9-004 Revisão: 000 Título ELABORAÇÃO DE DATA BOOK As informações deste documento são de propriedade da PetroquímicaSuape, sendo proibida sua utilização fora da sua finalidade 5 / 17 • Elaborar capa e canaleta (seguir anexo I e II), índice (seguir anexo IV) e utilizar, divisórias de cor única. • Aplicar a codificação dos documentos da projetista; • Não perfurar nem grampear os documentos, para otimização das pastas serão dispostos dois documentos por envelope (back-to-back); • Toda documentação e certificados de qualidade devem estar legíveis e todos os registros deverão conter as assinaturas da contratada e do fiscal da Petrobras; • Todos os documentos deverão ser garantidos/aprovados pela contratada; • No ato do recebimento do data-book deverá ser feita a conferência de toda documentação com a lista de documentos (LD); • Os documentos de formatos A3, A2, A1 e A0 deverão ser dobrados em formato A4, de acordo com a ABNT NBR 13142 e arquivados em envelopes plásticos individuais. • Modelo: Pasta Argola 04 furos; • Tamanho: A4; • Lombo: 75 mm; • Altura: 345 mm; • Largura: 285 mm. • Para desenho tamanho "A0" guardar na pasta no Maximo 20 desenhos; • Para desenhos tamanhos "A-1" guardar na pasta no Maximo 20 desenhos; • Para os demais tamanhos usar o "bom senso", para que a pasta não Fique com muitos documentos dentro. 4.3.2. DATA-BOOK – Modelo Digital • Os arquivos deverão ser organizados em pastas e sub-pastas conforme índice do “Data Book”, de forma que espelhe o “Data Book” em meio físico, seguindo a ordem do índice de Data Book sugerido; • É importante abreviar os nomes das pastas dos arquivos, evitando que o excesso de pastas e sub-pastas venham bloquear a abertura dos arquivos; • Os documentos não editáveis, tais como: certificados, relatório de ensaios, etc., Deverão ser digitalizados e apresentados na extensão pdf; • Iniciar a digitalização do “Data Book”, fazendo-o sempre que arquivar documentos no “Data Book”, verificando se o documento contem todas as assinaturas quando aplicável; • O “Data Book” digital pode ser apresentado em DVD ou CD; • Os desenhos deverão ser apresentados no formato DWG e PDF; • Os demais documentos de projeto editáveis tais como memorial descritivo,folha de dados, lista de materiais, lista de documentos, etc, deverão ser apresentados no formato editável (DOC ou XLS) e em PDF;
  • 6. Código: PP-COR-MAN-9-004 Revisão: 000 Título ELABORAÇÃO DE DATA BOOK As informações deste documento são de propriedade da PetroquímicaSuape, sendo proibida sua utilização fora da sua finalidade 6 / 17 • Todos os documentos em meio físico e magnético ficarão em poder da contratada por um período mínimo de cinco anos, conforme requerimento contratual. 4.4. Divisão de Data BOOK 4.4.1. Fornecedor 4.4.2. Construção e montagem, subdividido em; • GRUPO I – Geral e Civil ; • GRUPO II – Tubulação e Soldagem ; • GRUPO III – Elétrica e Instrumentação; • GRUPO IV - Geral/Gestão e controle da qualidade; • GRUPO NR-13 • GRUPO NR-10 4.4.3. DATA-BOOKS NR13 • Prontuário da caldeira com as seguintes informações; Código de projeto e ano de edição Especificação dos materiais Procedimentos utilizados na fabricação, montagem, inspeção final e determinação da PMTA Conjunto de desenhos e demais dados para necessários para o monitoramento da vida útil da caldeira Características funcionais Dados dos dispositivos de segurança Ano de fabricação Categoria da caldeira • Prontuário do vaso de pressão com as seguintes informações; Código de projeto e ano de edição Especificação dos materiais Procedimentos utilizados na fabricação, montagem, inspeção final e determinação da PMTA Conjunto de desenhos e demais dados para necessários para o monitoramento da sua vida útil Características funcionais Dados dos dispositivos de segurança Ano de fabricação Categoria do vaso • Folha de Dados, conforme modelo da projetista com no mínimo as seguintes informações: Tipo de equipamento (por exemplo, vaso acumulador, Filtro, etc.);
  • 7. Código: PP-COR-MAN-9-004 Revisão: 000 Título ELABORAÇÃO DE DATA BOOK As informações deste documento são de propriedade da PetroquímicaSuape, sendo proibida sua utilização fora da sua finalidade 7 / 17 Identificação (Tag); Categoria NR13, Fabricante; Número de fabricação; Ano de fabricação; Código de projeto e edição; Fluido de operação; Volume (volume interno líquido); Pressão máxima e mínima de operação; Temperatura máxima e mínima de operação; Pressão e temperatura de projeto; Pressão de abertura do dispositivo de segurança; Espessura nominal do corpo e tampos; Espessuras mínimas admissíveis ou sobre-espessuras de corrosão; Geometria do corpo e tampos; Materiais do corpo, tampos, bocais e chapas de reforço; Assinatura e registro no CREA do profissional habilitado da montadora. • Desenhos de Fabricação Desenho de conjunto; Detalhes do corpo, tampos, bocais/conexões, suportes e soldas; Desenho da Placa de Identificação • Placa de Identificação, conforme item 13.1.5 da N13, aplicável para caldeiras ou conforme item 13.6.3 da NR13, aplicável para vasos de pressão. • Memória de Cálculo, deve conter no mínimo: Cálculo da pressão máxima de trabalho admissível nas condições do vaso corroído à temperatura de projeto e vaso novo à temperatura ambiente; Cálculo da pressão de teste hidrostático para as condições de vaso corroído e vaso novo, assim como da temperatura mínima admissível de projeto do metal. Para equipamentos em serviço, admite-se o cálculo da pressão máxima de trabalho admissível e da pressão de teste hidrostático, apenas para a condição de vaso corroído à temperatura de projeto; Item específico para definição da categoria NR13 do equipamento, demonstrando o procedimento e dados utilizados. • Procedimentos de Fabricação, deve conter no mínimo: Especificações de procedimentos de soldagem; Qualificação de procedimentos de soldagem; Mapa de Solda; Registro de Qualificação de Soldador; Relação de Soldadores / Operadores qualificados; Tratamentos térmicos aplicáveis; Procedimento de ensaios não-destrutivos; Relatório de Ensaios Não-Destrutivos; Procedimento de teste hidrostático; Relatório de teste Hidrostático; Relatório de Pintura;
  • 8. Código: PP-COR-MAN-9-004 Revisão: 000 Título ELABORAÇÃO DE DATA BOOK As informações deste documento são de propriedade da PetroquímicaSuape, sendo proibida sua utilização fora da sua finalidade 8 / 17 • Informações dos Dispositivos de Segurança Folha de dados da PSV; Folha de dados do Indicador de Pressão com cópia do certificado de calibração; Certificado de calibração rastreável. • Certificado de Matéria Prima, deve conter no mínimo: Certificados de qualidade dos materiais; Certificados de consumíveis de solda. • Registro de segurança. Livro em capa dura com páginas numeradas e deverá conter: Termo de abertura – Registro de inspeção - O registro no livro deve ser executado à caneta, com letra legível e não conter rasuras ou linhas em branco intercaladas no texto; para evitar rasuras, usa-se colocar entre parênteses o texto correto - (digo,..) e as linhas em branco devem receber um traço. Datado e assinado com registro do CREA pelo PH • Projeto de instalação. Projeto único baseado na planta baixa do sistema de combate a incêndio com o posicionamento dos equipamentos identificados pelo TAG e classificação conforme NR-13. • Relatório de inspeção de segurança inicial (RISI); Atestado da execução de todas as inspeções de adequação a norma com a descrição dos exames e testes executados, resultado, conclusões e recomendações. 4.4.4. OUTRAS EXIGÊNCIAS NR13 • Deve ser apresentado o procedimento do teste Hidrostático para a realização dos testes em conformidade com o requisito do cliente, bem como o certificado de calibração dos Manômetros utilizados nos testes; • O Relatório de medição de espessura deve conter desenho com a localização dos pontos de medição de espessura; • Devem ser elaborados Relatórios fotográficos dos testes de medição de espessura e teste hidrostático; • Deve ser apresentado pelo profissional habilitado a ART do serviço de adequação e o respectivo comprovante de pagamento; • Relatórios de inspeção, laudos, certificados, pareceres técnicos e similares devem estar assinados por profissional habilitado, conforme estabelecido no item 13.1.2 da NR13. 4.4.5. DATA-BOOKS NR10
  • 9. Código: PP-COR-MAN-9-004 Revisão: 000 Título ELABORAÇÃO DE DATA BOOK As informações deste documento são de propriedade da PetroquímicaSuape, sendo proibida sua utilização fora da sua finalidade 9 / 17 • Prontuário de Instalações Elétricas deve conter no conteúdo mínimo: Relatório técnico das Inspeções (RTI); Laudo Técnico das Instalações Elétricas; Diagnóstico NR-10; Documentação técnica e projetos; Comprovação de treinamentos; Certificações de equipamentos e ferramentas; Procedimentos de trabalho e instruções técnicas; Análises de riscos; Medidas de controle; Medidas de proteção coletiva e EPI; Sinalização de segurança; Proteção contra incêndio e explosões; Procedimentos de emergências e de resgate de acidentados; Processos de autorização de trabalhadores; Processos de contratação de terceiros; Mapeamento das responsabilidades e atividades na área elétrica. • Diagnóstico com área classificada. • Laudo Técnico do SPDA. • Relatórios e testes. • Folha de Dados. • Memória de Cálculo. • Lista de Materiais. • Desenhos e plantas. 4.5. CODIFICAÇÃO E IDENTIFICAÇÃO 4.5.1. O "Data-Book" eletrônico deve seguir o padrão PP-1D-0003-000 e deve ser codificado segundo o procedimento PP-1D-0002-000, usando "DB" como categoria do documento. 4.5.2. Identificação externa do DATA-BOOK • Identificação e nome da área identificada; • Grupo/Especialidade; • Nome da contratada; • Logomarca da contratada e contratante; • Número do contrato; • Objeto do contrato; • Identificação do volume.
  • 10. Código: PP-COR-MAN-9-004 Revisão: 000 Título ELABORAÇÃO DE DATA BOOK As informações deste documento são de propriedade da PetroquímicaSuape, sendo proibida sua utilização fora da sua finalidade 10 / 17 4.5.3 Identificação externa do DATA-BOOK NR-13 e NR-10 • Nome da Contratada; • Logomarcas da Contratada e Contratante; • Número do Contrato; • Identificação do Empreendimento; • TAG de Identificação do Equipamento. 4.6. ORGANIZAÇÃO E CONTEUDO "Data-Book" que incorporam grande volume e diversidade de documentos deve ser subdividida. Esta subdivisão deve ser tanto lógica quanto "física". A subdivisão lógica do conteúdo visa agrupar os documentos do "Data-Book" em seções e subseções. A estrutura básica da divisão por seções que deve ser observada está apresentada. A subdivisão "física" e aplicável aos arquivos eletrônicos nos quais o "Data-Book" estará contido e visa adequá-los ao tamanho limite de 100 MB. Denominamos por volume o resultado da subdivisão física de um "Data-Book". Neste caso cada arquivo contendo um volume recebe um nome especifico e compartilha o mesmo numero do "Data-Book". Nota: O Limite de 100MB visa preservar o desempenho do sistema quanto ao tempo de transmissão de dados pela rede corporativa. Recomenda-se aos usuários preferir sempre que possível o "download" dos arquivos, evitando a visualização do documento. 0 desempenho na execução de qualquer destes modos de acesso ao conteúdo ocorrera de modo degradado devido ao tamanho destes arquivos. "Data-Book" eletrônicos deve conter como parte integrante do documento, um índice geral de conteúdo. Este índice deve conter a listagem de todos os documentos que compõem o "Data Book" assim como apresentar as suas seções e subsecções e identificar cada volume. O conteúdo de um "Data-Book" deve estar restrito a documentos técnicos de engenharia. Documentos de natureza administrativa como contratos, registros de SMS ou diários de obra, entregues ao termino do empreendimento, não devem constar do "Data-Book". 4.7. CONTEUDO MINIMO a) DATA-BOOK DE FORNECEDOR • Índice de conteúdo • Seção I – Especificações • Documentos do projeto constantes do processo de aquisição; • Folha de dados; • Requisição de material;
  • 11. Código: PP-COR-MAN-9-004 Revisão: 000 Título ELABORAÇÃO DE DATA BOOK As informações deste documento são de propriedade da PetroquímicaSuape, sendo proibida sua utilização fora da sua finalidade 11 / 17 b) Documento do fornecedor • Lista de documentos; • Folhas de especificação; • Memórias de calculo; • Desenho da placa do equipamento; • Desenhos dimensionais, pesos e conexões; • Desenhos explodidos e esquemas de circuitos; • Lista de componentes com referencia, nome e numero do Fabricante; • Desenhos de arranjo; • Desenhos de fabricação; • Diagramas de interligação; • Dados ou curvas de performance. • Seção II - Manuais de Instrução InstruçiInstruções para instalação e calibração; Instruções para teste, manutenção e operação; Lista de sobressalentes. • Seção III – Documentos da Qualidade na Fabricação Certificados de Materiais; Registros de Inspeção; Registros dos Testes de Resistência (Hidrostáticos/Pneumáticos); Registros dos Testes deDesempenho; Relatórios de Fabricação Certificados de Conformidade; Registros de Qualificação de Soldadores e Operadores de Soldagem CLM; Prontuários de todos os equipamentos enquadrados na NR-13; Certificado de Materiais a prova de explosão. c) DATA-BOOK DE CONSTRUÇÃO EMONTAGEM • Índice de conteúdo • Seção I – Projeto Básico Lista de Documentos Gerais. • Seção II – Desenhos da Instalação Conforme Construído - "As Built" Documentos de caráter geral; Fluxogramas, Planta de Localização etc.
  • 12. Código: PP-COR-MAN-9-004 Revisão: 000 Título ELABORAÇÃO DE DATA BOOK As informações deste documento são de propriedade da PetroquímicaSuape, sendo proibida sua utilização fora da sua finalidade 12 / 17 • Obras Especiais Caixas para provadores de corrosão Áreas de válvulas; Áreas remotas (para Iançadores / recebedores de pigs ou outras instalações operacionais). • Seção III – Materiais e Equipamentos Neste item devem constar todos os certificados de qualidade de materiais recebidos alem de todos os demais documentos de fornecedores de equipamentos e instrumentos incorporados a obra; • Registros de recebimento Data-Books de fornecedores Tubos; Requisições de Materiais, Relatórios Técnicos de Avaliação, Certificados de Qualidade dos Fornecedores; Equipamentos; Válvulas; Desenhos dimensionais e de montagem, manuais de instalação, operação e Manutenção, Registros da qualidade (Certificados de testes de materiais, certificados de inspeção e de Iiberação, registros dos testes hidrostáticos e de estanqueidade); procedimento de pintura; Lançadores e Recebedores; Requisição de Materiais, Documentos de Engenharia, Certificados da Qualidade e de Inspeções. d) DATA-BOOK DE PROJETO O "Data-Book" de Projeto deve conter todos os documentos que o compõem, organizado conforme o padrão adotado no mesmo, dentro do possível separados por seções e subseções considerando as diversas especialidades. 4.8. CADASTRAMENTO DE DATA-BOOKS O cadastramento de "Data-Books" segue procedimento aplicado para qualquer outro documento técnico que seja composto de vários arquivos. A nomeação de arquivos segue regra especifica, e no cadastro alem de não constar a versão editável do documento, a numeração de cada volume será especificada no campo Folha/Volume, da seguinte forma, "n°do volume/total de volumes". 4.9. RECEBIMENTO Deve ser entregue juntamente com os "Data-Books" um DVD com todos os documentos atualizados no formato PDF e nos formatos editáveis (DWG, DOC, XLS, etc..).
  • 13. Código: PP-COR-MAN-9-004 Revisão: 000 Título ELABORAÇÃO DE DATA BOOK As informações deste documento são de propriedade da PetroquímicaSuape, sendo proibida sua utilização fora da sua finalidade 13 / 17 5. REQUISITOS DE SAÚDE, SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E RESPONSABILIDADE SOCIAL Não Aplicável. 6. REGISTROS Não Aplicável. 7. AUTORIDADE E RESPONSABILIDADE Não aplicável. 8. ANEXOS ANEXO I - MODELO DE CAPA PARA PASTA; ANEXO II - MODELO DE CANALETA; ANEXO III - INDICE DE PASTA; ANEXO IV – MODELO DO TERMO DE ABERTURA.
  • 14. Código: PP-COR-MAN-9-004 Revisão: 000 Título ELABORAÇÃO DE DATA BOOK As informações deste documento são de propriedade da PetroquímicaSuape, sendo proibida sua utilização fora da sua finalidade 14 / 17 ANEXO I MODELO DE CAPA PARA PASTA 01-Capa.ppt
  • 15. Código: PP-COR-MAN-9-004 Revisão: 000 Título ELABORAÇÃO DE DATA BOOK As informações deste documento são de propriedade da PetroquímicaSuape, sendo proibida sua utilização fora da sua finalidade 15 / 17 ANEXO II MODELO DE CANALETA 02-Canaleta.ppt
  • 16. Código: PP-COR-MAN-9-004 Revisão: 000 Título ELABORAÇÃO DE DATA BOOK As informações deste documento são de propriedade da PetroquímicaSuape, sendo proibida sua utilização fora da sua finalidade 16 / 17 ANEXO III INDICE DE PASTA Modelo Indice.doc
  • 17. Código: PP-COR-MAN-9-004 Revisão: 000 Título ELABORAÇÃO DE DATA BOOK As informações deste documento são de propriedade da PetroquímicaSuape, sendo proibida sua utilização fora da sua finalidade 17 / 17 ANEXO IV MODELO DO TERMO DE ABERTURA