A História de Uma Bruxa
Era uma bruxa que, como é bem natural, de vassoura se movia e, pela calada da noite,  só o mocho é que a via.
Segundo ele, esta bruxa, à beleza, nada devia: desdentada e resmungona, chapéu bicudo e vassoura, que parecia uma esfregon...
Contava pois este bicho… a rondar as casas ela andava. Por certo p’ra castigar alguém, Uma maçã vermelha, um feitiço, Faze...
Os animais comentavam, só uma bruxa podia ser! Nunca ali houvera memória de tanto bicho assustado com esta terrível histór...
Até a gente lá da terra andava cheia de medo, pelas janelas espreitando, a ver se a bruxa lá vinha; que não viesse, rezand...
Mas um dia a verdade acabou por se saber. Não era uma bruxa, afinal. Era antes uma fada boa  na noite de Halloween a comba...
Quando virem uma bruxa a espreitar à vossa porta, tenham, pois, muita atenção. As aparências iludem e há bruxas que não o ...
Fim
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A HistóRia De Uma Bruxa Alterada 2003

4.338 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual, Tecnologia
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.338
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2.703
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
44
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A HistóRia De Uma Bruxa Alterada 2003

  1. 1. A História de Uma Bruxa
  2. 2. Era uma bruxa que, como é bem natural, de vassoura se movia e, pela calada da noite, só o mocho é que a via.
  3. 3. Segundo ele, esta bruxa, à beleza, nada devia: desdentada e resmungona, chapéu bicudo e vassoura, que parecia uma esfregona! 
  4. 4. Contava pois este bicho… a rondar as casas ela andava. Por certo p’ra castigar alguém, Uma maçã vermelha, um feitiço, Fazer o Mal, nunca o Bem! 
  5. 5. Os animais comentavam, só uma bruxa podia ser! Nunca ali houvera memória de tanto bicho assustado com esta terrível história. 
  6. 6. Até a gente lá da terra andava cheia de medo, pelas janelas espreitando, a ver se a bruxa lá vinha; que não viesse, rezando.
  7. 7. Mas um dia a verdade acabou por se saber. Não era uma bruxa, afinal. Era antes uma fada boa na noite de Halloween a combater o mal.
  8. 8. Quando virem uma bruxa a espreitar à vossa porta, tenham, pois, muita atenção. As aparências iludem e há bruxas que não o são … … e têm bom coração!
  9. 9. Fim

×