O slideshow foi denunciado.

Revista Menotti Del Picchia (ZN) - Maio/2016

66 visualizações

Publicada em

Revista da Biblioteca Menotti Del Picchia. Edição de maio de 2016.

Publicada em: Serviços
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Revista Menotti Del Picchia (ZN) - Maio/2016

  1. 1. BIBLIOTECA MENOTTI AGENDA CULTURAL Expediente A revista eletrônica é uma realização da Biblioteca Pública Menotti Del Picchia. Contato: bmmenottidelpicchia@yahoo.com.br bmdpicchia@gmail.com Fone: 3966-4814 www.facebook.com/bibliotecamenotti/ Coordenador Regional Norte Sandro Luiz Coelho Coordenador da biblioteca Thaís da Silva Farias Jovem Monitor Cultural Nicoli Chiara De Bona Colaboradores Gabriela Tobias Lima de Melo Luzia Rodrigues de Oliveira Agradecimentos Mestre Avelar Thaís Fernandes de Morais Alex Boog Diagramação Thaís da Silva Farias Idealização Thaís da Silva Farias Nicoli Chiara De Bona MAIO 2016 2 Sumário APRESENTAÇÃO Biblioteca 3 Telecentro 3 LIVROS NOVOS NA BIBLIOTECA Diário de um Banana 4 Estilhaça-me, Liberta-me e Incendeia-me 4 Maze Runner 5 Morri! E agora?! 5 O que importa é o amor 5 Ser Teen 6 PROGRAMAÇÃO FIXA Oficina de percussão 7 Mediação de leitura para primeira infância 7 Oficina de danças urbanas 7 PROGRAMAÇÃO DO MÊS Música 8 Palestra 9 MURAL DE AVISOS 10 VALE A PENA LEMBRAR Doação de livros 10 Paraciclos 10
  2. 2. apresentação Biblioteca Pública Menotti Del Picchia A Biblioteca Menotti Del Picchia foi inaugurada em 25 de setembro de 1992 como infantojuvenil . A instalação de uma biblioteca no bairro do Limão colaborou muito para suprir as necessidades de informação e leitura da comunidade local e fa- voreceu principalmente os alunos das escolas mais próximas, que não tinham acesso a uma biblioteca. Hoje isso acontece além da informação, a Biblioteca também dá acesso a Cul- tura principalmente através das atividades culturais aqui realizadas. Procuramos atender diversos públicos abrindo espaço para parcerias com ou- tros equipamentos públicos e munícipes que queriam promover atividades afim de colaborar com o desenvolvimento da comunidade local. Telecentro Menotti Del Picchia Telecentro é um espaço público onde pessoas podem utilizar computadores, com a Internet de qualidade e fazer uso de impressão com limite de duas folhas por usuários. Nos telecentros é possível ao cidadão fazer sua inscrição em concursos públicos, procurar por vagas de empregos, fazer sua declaração de imposto de renda, fazer cursos de capacitação à distância, navegar na internet, ter um endereço de correio eletrônico, usar recursos modernos de informática para trabalho ou lazer e se inscre- ver em cursos oferecidos gratuitamente, dentre outras atividades. Dessa forma, os telecentros tornam­-se referência pela inclusão digital, comba- tendo a desigualdade tecnológica e o analfabetismo digital, diminuindo o alto índice de exclusão digital. Além disso, o telecentro é também um local público de geração de conhecimento e fortalecimento da cidadania, tendo em vista o material intelectual gerado frente aos cursos de capacitação e oficinas diversas. O horário de funcionamento: De segunda a sexta das 8h as 17h Telefone: 3857-0131 3
  3. 3. LIVROS NOVOS NA BIBLIOTECA Aqui mostraremos um pouco os livros que entraram no acervo no meio do mês de abril e que já podem ser consultados na biblioteca ou emprestados. Lembramos que para pegar emprestado é necessário fazer a matrícula. Para a matrícula é necessário trazer somente um comprovante de residência de um dos últimos três meses e um documento com foto, no mesmo dia você já pode retirar até 4 itens. Para menores de 16 anos é preciso que um responsável preencha e assine um termo de respon- sabilidade. Vamos aos títulos! Diário de um Banana Sinopse da série: Não é fácil ser criança. E ninguém sabe disso melhor do que Greg Heffley, que se vê mergulhado no ensino fundamen- tal, onde fracotes subdesenvolvidos dividem os corredores com garotos mais altos, mais malvados e que já se barbeiam. Em Di- ário de um Banana, Greg nos conta as desventuras de sua vida es- colar. Em busca de um pouco de popularidade (e também de um pouco de proteção), o garoto se envolve em uma série de si- tuações que procura resolver de uma maneira muito particular. Estilhaça-me, Liberta-me e Incendeia-me Sinopse da série: Juliettenuncasesentiucomoumapessoanormal.Nun- ca foi como as outras meninas de sua idade. O motivo: ela não podiatocarninguém.Seutoqueeracapazdeferireatématar. Durante anos, Juliette feriu e, segundo seus pais, arruinou o que estava à sua volta com um simples toque, o que a levou a ser presa numa cela. Todo dia era escuro e igual para Juliette até a chegada de um companheiro de cela, Adam. Dentrodocubículoescuro,Juliettenãotinhanotíciasdomundoláfora.Adamiaatualizando-adetudo. Juliette não entendeu bem o que estava acontecendo quando foi retirada daque- la cela e supostamente libertada, ao lado de Adam, e se vê em uma encruzilhada, com a pos- sibilidade de retomar sua vida, mas por caminhos tortuosos e totalmente desconhecidos. 4
  4. 4. O que importa é o amor Sinopse: Magnólia é uma mulher que, como muita gente, enxerga a vida de maneira negativa. Atormentada por seus medos, preconceitos e maledi- cência, é incapaz de enxergar a beleza da vida. Ela não percebe que tudo aquilo a que dá importância, seja bom ou ruim, passa a fazer parte do seu dia a dia. Quando acredita na força do mal, está alimentando essa energia dentro dela. Sob essa influência, o medo anula sua ousadia, cria empecilhos para seu progresso, atraindo tudo o que Magnólia mais teme. Maze Runner Sinopse da série: Ao acordar dentro de um escuro elevador em movimento, a única coisa que Thomas consegue lembrar é de seu nome. Sua me- mória está completamente apagada. Mas ele não está sozinho. Quando a caixa metálica chega a seu destino e as portas se abrem, Thomas se vê rodeado por garotos que o acolhem e o apresentam ‘A Clareira’, um espaço aberto cercado por muros gigantescos. Assim como Thomas, nenhum deles sabe como foi parar ali, nem por quê. Sabem apenas que todas as manhãs as portas de pedra do Labirinto que os cerca se abrem, e, à noite, se fecham. E que a cada trinta dias um novo garoto é entregue pelo elevador. Porém, um fato altera de forma radical a rotina do lugar - chega uma garota, a primeira enviada à Clareira. E mais surpreendente ainda é a mensagem que ela traz consigo. Thomas será mais importante do que imagina, mas para isso terá de descobrir os sombrios segredos guardados em sua mente e correr... correr muito. Morri! e Agora?! Sinopse: Em plena madrugada, Nelson sente uma dor terrível. Ouve a esposa afli- ta chamar a ambulância. Mais tarde, acorda num quarto estranho, onde nota a ausência de equipamentos hospitalares... Zé Pedro, um modesto trabalha- dor do campo, é assassinado e abandonado na mata. Sem entender o que está acontecendo, assiste ao próprio enterro... Sônia, a enfermeira, é atropelada. No hospital, desesperada, recusa-se a aceitar a morte... Artista famosa e vaidosa, agora doente, evita os jornalistas. Solitária, sentindo a ausência do médico, descobre que não pertence mais ao mun- do dos vivos. Chamando pelo filhinho desencarnado, sente o delicado contato de mãos infantis... Durante uma briga entre marginais, Janu perde a vida. Ainda revoltado com a morte, descobre que foi socorrido por um bando de espíritos perversos... A morte do corpo físico é inevitável. Para o leitor entender melhor essa realidade, o Espírito Antônio Carlos explica o depoimento de vários espíritos - histórias verídicas que a vida escreveu... 5
  5. 5. Ser Teen Sinopse: Um guia completo, divertido, original, único... Tudo o que as garotas pre- cisam e querem saber sobre a adolescência. Em Ser teen, Diane Mastromarino, autora dos best-sellers Guia para amar a si mesma e O mundo em suas mãos, compartilha suas experiências de forma sensível e descontraída. Em clima de bate- -papo, fala de amizade, da primeira vez, do relacionamento com o próprio corpo e de valores fun- damentais para a vida adulta que se avizinha. Agitada, complicada, mas também inesquecível, a adolescência é uma etapa cheia de aventuras, amizades, experiências reveladoras e lembranças fantásticas. Saiba como aproveitá-la intensamente! Se você já leu alguns desses títu- los ou outros e gostaria de suge- rir à outros leitores, mande um e-mail para nós que divulgare- mos como o livro do mês e publi- caremos seu comentário! bmmenottidelpicchia@yahoo.com.br ou bmdpicchia@gmail.com A partir do mês de maio você poderá dar sugestões e fazer avaliações do atendimento recebido na biblioteca e Telecentro Menotti Del Picchia anonimamen- te. Para dar sugestões para a Biblioteca e o Telecentro acesse: http://goo.gl/forms/DLrsd7Pf7P Para avaliar o atendimento recebido na biblioteca e/ou telecentro acesse: http://goo.gl/forms/YfWozZJDgW Caso dejese, você também pode preencher os formulários na Biblioteca, loca- lizado próximo ao Mural do Histórico do Bairro do Limão. Sua opinião é muito importante para nós e faz toda a diferença! 6
  6. 6. PROGRAMAÇÃO FIXA Oficina de Percussão: Alegria na Parada Com Mestre Avelar lima Esta oficina oferece aulas teóricas e práticas musical voltada para percussão popular. Os instrumentos utilizados da atividade são: ganzá, tam- borim, caixa, repenique e surdo. DATA: 28 de maio (Sábado) HORÁRIO: 13h mediação de leitura para primeira infância COM THAIS FERNANDES DE MORAIS A mediação é voltada para crianças de 0 a 7 anos. São histórias lidas de forma dinâmica com os livros e mostrado para as crianças. São lidas cerca de 3 histórias para cada mediação. Esta atividade tem como objetivo incentivar a leitura e fazer com tenham mais contato com os livros. DATA: Todas às quartas HORÁRIO: 9h Oficina de Danças Urbanas Com Alex Boog Realiza um trabalho de consciência corporal, desenvolvendo: agilidade, força, coordenação motora e es- timular a criatividade. Desenvolver o reconhecimento e a identificação das qualidade individuais de movimento, res- peitando as diversidades do grupo e o desempenho motriz de cada indivíduo. DATA: Todas às quartas HORÁRIO: 14h 7
  7. 7. Programação do mês Música Som do meio fio Versão compacta da Orquestra de Músicos das Ruas de São Paulo. A orques- tra é formada por músicos anônimos que atuam nas ruas de São Paulo e músicos pertencentes a comunidades de imigrantes da cidade de São Paulo que ainda pra- ticam suas tradições musicais. Acompanhados por uma sanfoneiro, emboladores im- provisam na ritmo do cavaquinho e sax. Por meio dessa união de músicos das ruas, praças e comunidades de imigrantes da cidade de São Paulo, consolida-se um registro da própria alma da metrópole. Por mais que a vida nas ruas tenha se transformado em lugar de passagem, é nela ainda que figuram as manifestações populares. É nela que encontramos os artistas mala- baristas, engolidores de fogo e de facas, vendedores de sonhos em frascos de elixires, atores e músicos. Como feixes de nervos, as ruas vão transmitindo sensações e informa- ções, refletindo ações e se aprazendo desses movimentos intensos. As diferentes fontes e raízes musicais dos participantes compõe um mosaico da vida musical circulante nas ruas da cidade, destacando a informalidade e o humor. Com Emerson Boy, Verinho, Franco, Zé Bolívia, Peneira e Sonhador. DATA: 20 de maio (Sexta-feira) HORÁRIO: 14h 8
  8. 8. Palestra Desafios para um educação libertária Com Sócrates Magno Torres Esta procura despertar a possibilidade de mergulharmos em camadas mais profundas de nós mesmos para tentar enxergar camadas mais profun- das da sociedade, das pessoas, das subliminaridades, subjetividades. Assim exercitamos as percepções, sensações e deixamos de ser reféns de um jogo de perguntas e respostas em que muitas vezes quando recebemos a resposta é a pergunta que não faz mais sentido, além de ficarmos paralisados entre uma ação e outra. Dessa maneira conseguimos perceber esse “matrix” no qual estamos submetidos e nos damos conta das escolhas que já foram feitas antes de nós e que apenas aderi- mos a uma ou outra opção, mas sem ousadia e sem vermos fora da caixinha. Esse diálogo entre nosso inconsciente e o inconsciente coletivo é bem revelador principalmente sobre nós mesmos porque percebemos o quanto somos enganados, manipulados, mas começamos a abandonar a superficialidade e os julgamentos mo- rais. Talvez com essas novas maneiras de decifrar os sinais nos afastamos do senso co- mum, da incoerência e passamos a ter uma visão mais clara daquilo que nos envolve. Mas tudo isso, nunca sem dores e rupturas... DATA: 10 de maio (Terça-feira) HORÁRIO: 14h * Lembramos que todas as atividades são gratuitas e grandes gru- pos devem agendar com antecedência por telefone (3966-4814) ou e-mail bmmenottidelpicchia@yahoo.com.br 9
  9. 9. Mural de Avisos Em virtude do feriado de Corpus Christ a Biblioteca e o Telecentro não abrirão dia 26 (quinta-feira). DOAÇÃO DE LIVROS Você tem algum livro que não lê mais? Por que não doar para a Biblio- teca? A Biblioteca Menotti Del Picchia recebe doações de livros em bom estado, de literatura e sem espiral. Para doar, é só trazer o(s) li- vro(s) para nosso endereço e deixar com um de nossos funcionários. Para doação de outros tipos de livros, como por exemplo li- vros didáticos, nós indicamos a Instituição lar Anjo Gabriel, que re- tiram os livros em seu domicílio. Telefone para contato: 2973-2727. VALE A PENA LEMBRAR!!! paraciclos A Biblioteca Menotti Del Picchia, agora conta com dois paraciclos, então é só trazer um cadea- do e uma corrente para utilizar os serviços da bi- blioteca e telecentro a vontade e com segurança! 10

×