GOVERNO DO BRASIL
Presidente da República
DILMA VANA ROUSSEFF
Ministro da Educação
FERNANDO HADADD
Secretário de Educação ...
Educação e novas tecnologias:
a formação do profissional
As tecnologias nos ajudam a encontrar o que está consolidado e a
o...
só nessa formação, mas na organização de infraestrutura que transforme o espaço escolar de
forma a permitir a utilização d...
Este livro se constitui de três módulos:
• Módulo 1: uma introdução à informática básica e aos recursos da Plataforma Virt...
SUMÁRIO
Informática básica
1.1 Digitando um texto

14

1.2 Formatando o texto

17

1.3 Imprimir

24

Fundamentos, práticas...
Apresentação
O objetivo deste primeiro módulo é introduzir assuntos que irão auxiliar vocês no
decorrer de todo o curso. P...
Palavra do professor-autor
Caros alunos, este módulo foi elaborado com o objetivo de lhes dar suporte ao
desenvolvimento e...
O que vamos aprender
Nesta primeira parte do módulo, você vai entender e retomar alguns pontos relacionados
à informática ...
1 - Salvar: para que o texto

1.1 Digitando um texto

recentemente digitado não seja
perdido, é necessário que ele seja
sa...
Ao abrir o programa, você vai se deparar com a seguinte área de trabalho.
A área de trabalho do Word

Figura 1.2: Área de ...
Atividade 1
Agora que já conhecemos o programa de edição de textos que iremos
usar, vamos digitar o texto abaixo.
Chamam-s...
Figura 1.3: Caixa de diálogo do comando “Salvar como”

Na caixa de diálogo, repare que você pode escolher o local onde o s...
3 - Selecionar: significa destacar

Atividade 2

um objeto, que pode ser uma
palavra, um parágrafo, uma tabela

Mude a apar...
Já o atalho “Ctrl + X” realiza a função recortar,
empregada quando se quer deslocar o texto de um local
para outro. Caso n...
1.2.2 “Cabeçalho”, “rodapé”
e “número de página”
Na guia “Inserir”, as opções “Cabeçalho” e “Rodapé” remetem a áreas de di...
1.2.4 Comentários
Comentários são balões de anotações disponibilizados no texto em edição. Eles nos
ajudam a comentar part...
Atividade 4
1) Em nosso texto, vamos agora inserir cabeçalho, número de página e comentários.
a) Através da guia “Inserir”...
Figura 1.12: Tabelas rápidas

Atividade 5
Aproveitando ainda o nosso texto, posicione o mouse no final do texto e clique
pa...
4) Formate o texto da 1ª linha com fonte em “Negrito” e alinhamento
“Centralizado”.
5) Os conteúdos da 2ª coluna, equivale...
Hora de praticar!

Tá na “rede”

Para ser um bom profissional de educação, é necessário que você procure sempre novas
fonte...
Autoavaliação
1) Digite um pequeno texto, com no máximo 25 linhas, que tenha dois ou mais parágrafos e
um título.
2) Nele,...
IFRN - Módulo I - Introdução à Informática através das NTICs e utilização do AVA Moodle.

| 27
O que vamos aprender
Na aula passada, vocês relembraram algumas ferramentas ligadas à construção de
texto, bem como o uso ...
2.1 NTICs e a sociedade
Sabe-se que, na Educação, as NTICs já ocupam muitas funções, embora a maioria delas
esteja fora do...
Entretanto, é sabido que muitas pessoas utilizam largamente tais recursos (o computador
e a internet) sem as devidas reflex...
Hoje, já é possível escutar transmissões de rádio na internet, assistir a vídeos e a
transmissões ao vivo no computador, a...
Diante do exposto, vimos a real necessidade da utilização dessas novas tecnologias
no processo ensino-aprendizagem de noss...
INTERNET amiga ou inimiga da educação? http://olhardigital.uol.com.br/produtos/digital_
news/internet-amiga-ou-inimiga-da-...
Atividade 2
1) Para saber se o seu computador está pronto para acessar a internet, consulte
o seu provedor de acesso à red...
2.4 Internet
É uma grande rede mundial, onde existem todos os tipos de informações que você possa
imaginar, e que pode ser...
2.5 Navegadores
Os navegadores são programas que nós utilizamos para ter acesso às páginas disponíveis
na internet. É atra...
5 - Um site é um conjunto de

2.6 World Wide Web

informações públicas armazenado
em um computador servidor da
internet. O...
Atividade 3

7-

Internauta: aquele que navega

na internet.

1) Acesse a internet através do navegador instalado no seu c...
ALTAVISTA - www.altavista.com.br
Figura 1.22: Tela inicial do Site de busca altavista.

YAHOO/CADÊ - www.cade.com.br
Figur...
Como realizar uma busca? É simples, basta acessar um desses sites, digitar os argumentos
da pesquisa na caixa de texto e c...
8 - Links: é a ligação de um item
em um hiperdocumento a outros
documentos. Este link pode levar a

Veja (na figura a segui...
2.9 Serviço de correio eletrônico – e-mail
Agora que você aprendeu, ou relembrou, de que maneira realizar perquisas na int...
O e-mail é um método que permite compor, enviar e receber mensagens por meio
de sistemas eletrônicos de comunicação. As tr...
2.10 Ambientes Virtuais de Aprendizagem
Segundo o site Educação Inovadora, os Ambientes Virtuais de Aprendizagem (AVA)
são...
Autoavaliação
1 – Através de um dos sites de busca visto nesta aula, realize um pesquisa sobre o uso de novas
tecnlogias d...
IFRN - Módulo I - Introdução à Informática através das NTICs e utilização do AVA Moodle.

| 47
O que vamos aprender

9 - Software livre, segundo
a definição criada pela Free

Este manual é uma orientação para, você, pa...
3.1 Acesso ao Moodle
Para que possa ter acesso ao Moodle, abra o navegador da internet e digite o endereço:
<http://ead.if...
Se você já é um usuário cadastrado, mas tiver perdido seu nome de usuário ou sua
senha, você poderá solicitar que outra se...
3.2 Acesso ao(s) curso(s)
Para ter acesso a algum curso no Moodle, é necessário que o cadastro no curso seja
efetivado. Em...
3.3 Navegando pelo curso
A página de entrada do curso (Figura 1 40) está dividida em 3 colunas.
.
A coluna central corresp...
3.5 Calendário
O calendário é um recurso que lhe permite visualizar eventos cadastrados, sejam do curso
ou do grupo (indic...
3.7 Participantes
A caixa Participantes permite que você veja todos os professores e alunos que estão
participando do curs...
Para enviar uma mensagem para alguém, basta clicar no nome ou foto da pessoa com
quem deseja se comunicar e, na tela de vi...
3.9 Atividades
O Moodle oferece uma grande variedade de atividades que podem ser utilizadas nos
cursos. A seleção dessas a...
3.9.2 Recursos
Material didático pedagógico para complementar o conteúdo do curso, como apostilas,
sites, slides e outros....
3.9.4 Questionários
Os questionários são blocos de questões de múltipla escolha ou de questões dissertativas.
Ao clicar no...
3.9.6 Administração
A caixa Administração (figura 1.50) permite que você tenha acesso a algumas opções
mais avançadas de se...
Figura 1.51: Perfil

3.9.9 Modificar Perfil
Para modificar seu perfil, clique no link Modificar perfil na aba superior da página ...
3.9.10 Mudar a senha
Para mudar sua senha de acesso ao Moodle, clique no link “Mudar a Senha” na sua
página de perfil (ver ...
Muito bem, concluímos mais uma etapa do nosso curso, agora é só praticar e realizar
com seus alunos.

Atividade 5
1) Cliqu...
Referências
MOODLE. Disponível em: <http://moodle.org/>. Acesso em: 13 dez. 2010.
MOODLE FSA. Manual Moodle do Aluno. Disp...
Apresentação Geral
Olá! Certamente, este curso tem nos levado a refletir sobre a presença das novas
tecnologias na Educação...
Contudo, não é suficiente inserir a tecnologia em nosso cotidiano profissional para que
elas realizem uma nova proposta peda...
O que vamos aprender
Nesta primeira parte, você vai compreender a relação dos processos de ensino presencial
e a distância...
Sumário
Tecnologias e sociedade pedagógica
1.1 Aspectos iniciais

72

1.2 Interatividade e afetividade na educação

75

1....
1.1 Aspectos iniciais
Não é mais novidade que estamos presenciando uma grande
revolução na área das comunicações. Certamen...
A tecnologia faz parte das atividades humanas e, muito provavelmente, cada vez que
surge uma inovação - da carroça ao aviã...
Numa pedagogia nova, o processo educativo é centrado no aluno, o que significa
mudanças na forma de aprendizagem, e, portan...
1.2 Interatividade e afetividade na
educação
Vamos iniciar este tópico falando de um assunto importante para todos nós: a ...
Mas, qual a condição para que surja o afeto?
Certamente, a interatividade. Vygotsky (1993) entende que a cultura e a inter...
mudança de comportamento mediante alguns fatores que, bem utilizados, podem favorecer
a aprendizagem.
Embora não seja um c...
Atividade 2
a) Em um poema intitulado Ensinamento, a poetisa mineira Adélia Prado nos
provoca com os seguintes versos:
Refl...
música no iPod, assiste TV tudo isso e mais alguma coisa ao mesmo
,
tempo.
A simultaneidade é uma característica da ativid...
Figura 1.1: Exemplo de ambiente virtual
Fonte: < http://ead.ifrn.edu.br/moodle/ >. Acesso em: 1 mar. 2011.

O mau uso das ...
Portanto, a autonomia não encontra seu caminho na individualidade, no isolamento, como
a princípio se poderia pensar parti...
Na verdadeira interação, ocorre a participação colaborativa que parte da idéia de que o
conhecimento não é transmitido de ...
Atividade 3
a) Vimos que a interação é condição básica para que uma pessoa se
torne autônoma. É com os outros que se apren...
1.4 O papel dos professores/tutores
na EaD e no ensino presencial
Como estamos afirmando desde o início deste módulo, a pre...
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Apresentação NTICs
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação NTICs

1.379 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.379
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
15
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação NTICs

  1. 1. GOVERNO DO BRASIL Presidente da República DILMA VANA ROUSSEFF Ministro da Educação FERNANDO HADADD Secretário de Educação a Distância LUÍS FERNANDO MASSONETTO Reitor do IFRN BELCHIOR DA SILVA ROCHA Diretor Geral do Campus EaD ERIVALDO CABRAL Diretora Acadêmica do Campus EaD ANA LÚCIA HENRIQUE SARMENTO Coordenadora UAB no IFRN ILANE FEREIRA CAVALCANTE Coordenadora do Curso VÂNIA MARISA NIEDERAUER FLORES SEVERO CURSO DE FORMAÇÃO PARA USO DE NOVAS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Material Didático Professores Conteudistas ANA SANTANA SOUZA BRUNO SIELLY JALES COSTA ROBERTO DOUGLAS DA COSTA Diretor de Produção de Material Didático ARTEMILSON LIMA Design Instrucional e Coordenação do projeto Instrucional JANIO GUSTAVO BARBOSA Revisão Linguística JANAÍNA TOMAZ CAPISTRANO Revisão de Normas Técnicas e Direito Autoral VERÔNICA PINHEIRO DA SILVA Revisão Tipográfica VANESSA PINHEIRO DA SILVA Capa/Projeto Gráfico e Coordenação de Design Gráfico ADAUTO HARLEY SILVA Diagramação/ Ilustração EQUIPE COGNITUM
  2. 2. Educação e novas tecnologias: a formação do profissional As tecnologias nos ajudam a encontrar o que está consolidado e a organizar o que está confuso, caótico, disperso. Por isso, é tão importante dominar ferramentas de busca da informação e saber interpretar o que se escolhe, adaptá-lo ao contexto pessoal e regional e situar cada informação dentro do universo de referências pessoais. Manoel Moran O uso de tecnologias na educação não é algo novo. A escola sempre fez uso de diversas tecnologias, mas o fato é, também, que, na medida em que essas tecnologias ficaram mais inovadoras, passaram a exigir competências cada vez mais complexas, o que tem dificultado o uso do que hoje se chama de Novas Tecnologias da Informação e da Comunicação (NTICs) e tornado essas tecnologias elementos acessórios e subutilizados no dia a dia escolar. Essa subutilização se dá, em grande parte, porque ainda há uma enorme carência, no âmbito educacional, de formação específica para os profissionais da educação. Assim como há carência, também, de infraestrutura básica para essa formação. Ou seja, por um lado, faltam recursos tecnológicos para a iniciação e o treinamento desses profissionais. Por outro, não há oferta suficiente de formação continuada para que se aprenda a lidar com esses recursos. Aqueles que aprendem muitas vezes não aplicam o seu conhecimento na sua prática educativa e acabam por permanecerem afastados da convivência com as NTICs. Esse quadro, com certeza, está mudando. A oferta de cursos de educação a distância voltados para a formação continuada e para a capacitação no uso das NTICs tem aumentado consideravelmente e as esferas governamentais têm sido instadas a investir cada vez mais não IFRN - Uso de novas tecnologias da Informação e Comunicação na Educação | 3
  3. 3. só nessa formação, mas na organização de infraestrutura que transforme o espaço escolar de forma a permitir a utilização dessas tecnologias na sala de aula presencial. Dentro desse processo de investimento, a CAPES/UAB lançou no ano de 2010 o Edital n.º 15, que convidava as instituições a concorrer ao financiamento lançando projetos que fomentassem o uso das NTICs na educação presencial. Com base em sua experiência, o IFRN lançou quatro projetos integrados, contemplando os cursos de graduação, alvos do edital. São eles: 1. Produção de material didático. 2. Institucionalização da Plataforma Virtual de Aprendizagem Moodle no IFRN. 3. Curso de Formação para Uso de Novas Tecnologias da Informação. 4. Oferta de Disciplinas com o Uso de Tecnologias de Informação e Comunicação para o Curso de Licenciatura em Espanhol. Este livro é parte do material didático do curso de formação para o uso das NTICs e visa à capacitação dos professores e profissionais da educação em geral para o uso de novas tecnologias em sua prática profissional. Trata-se, aqui, de colocar as Novas Tecnologias da Informação e da Comunicação (NTICs) a serviço da formação integral do sujeito, considerando a construção de valores inerentes ao ser humano, o desempenho ético, crítico e técnico de uma profissão e a percepção da capacidade transformadora do ser humano. Este livro e o curso do qual ele faz parte compõem a proposta institucional não só de inclusão digital da comunidade interna e externa, mas do esforço de investimento do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte – IFRN – no sentido de otimizar o uso das NTICs no processo de ensino e aprendizagem nos diversos níveis em que a Instituição atua. O curso está elaborado em modelo semipresencial e os campi do IFRN funcionarão como polos através da implantação da Plataforma Virtual de Aprendizagem. Dessa forma, o campus poderá não só contribuir na formação de sua própria comunidade interna (servidores docentes, administrativos e alunos), mas poderá ofertar cursos à comunidade externa, do próprio município e das cidades vizinhas. Busca refletir ainda sobre o uso das NTICs na educação e se propõe a formar educadores para lidarem criticamente com as novas mídias e produzirem materiais que contribuam para a dinamização de suas aulas. Por isso, a sua própria estrutura está organizada de forma a integrar as diversas mídias que o compõem: a plataforma virtual de aprendizagem, os vídeos, os objetos virtuais de aprendizagem, entre outros. 4 | IFRN - Uso de novas tecnologias da Informação e Comunicação na Educação
  4. 4. Este livro se constitui de três módulos: • Módulo 1: uma introdução à informática básica e aos recursos da Plataforma Virtual de Aprendizagem Moodle; • Módulo 2: uma reflexão teórica sobre a aplicabilidade e a importância do uso das Novas Tecnologias da Informação e da Comunicação na educação; • Módulo 3: o aprofundamento e a prática da elaboração de ferramentas midiáticas para a educação. Esses três módulos fundamentam o módulo final do curso, que se constituirá da elaboração, por parte do cursista, de um produto multimídia em que ele possa aplicar os conhecimentos adquiridos ao longo do curso em conteúdos de sua área de atuação. Por fim, esperamos que esse curso motive os professores a lidar com as Novas Tecnologias da Informação e da Comunicação de forma mais adequada e produtiva. Mas, acreditamos que outros resultados virão; um deles, mais simples e direto, é a inclusão digital de todos os cursistas. Em linhas gerais, é isso, minimamente, o que desejam todos os que planejaram, construíram e elaboraram este livro e o curso de que ele faz parte. Mas é, na verdade, muito mais que isso, é transformar a prática pedagógica, formando o professor para a construção de produtos midiáticos voltados para o estímulo à aprendizagem e para o prazer de ensinar e aprender. Ilane Ilane Ferreira Cavalcante Coordenadora da UAB no IFRN IFRN - Uso de novas tecnologias da Informação e Comunicação na Educação | 5
  5. 5. SUMÁRIO Informática básica 1.1 Digitando um texto 14 1.2 Formatando o texto 17 1.3 Imprimir 24 Fundamentos, práticas e estratégias didático-pedagógicas na educação a distância 2.1 NTICs e a sociedade 30 2.2 O computador 34 2.3 Provedor 35 2. Internet 4 36 2.5 Navegadores 37 2.6 World wide web 38 2.7 Pesquisas na internet 39 2.8 42 Bate papo ou chat 2.9 Serviço de correio eletrônico – e-mail 43 2.10Ambientes virtuais de aprendizagem 45 Manual do moodle 3.1 Acesso ao moodle 50 3.2 Acesso ao(s) curso(s) 52 3.3 Navegando pelo curso 53 3. Barra de navegação 4 53 3.5 Calendário 54 3.6 Próximos eventos 54 3.7 Participantes 55 3.8 Mensagens 55 3.9 Atividades 57 IFRN - Módulo I - Introdução à Informática através das NTICs e utilização do AVA Moodle. | 7
  6. 6. Apresentação O objetivo deste primeiro módulo é introduzir assuntos que irão auxiliar vocês no decorrer de todo o curso. Primeiramente, vamos falar sobre informática básica, apresentando alguns conceitos primordiais para utilização do computador como instrumento de auxílio da aprendizagem. Depois, no segundo módulo, vocês vão encontrar uma abordagem sobre o uso de Novas Tecnologias da Informação e Comunicação na Educação, com uma breve descrição de sua importância para as atividades em sala de aula e para o ambiente escolar como um todo. Por fim, falaremos sobre o ambiente virtual de aprendizagem Moodle, que será o ambiente utilizado em todas as disciplinas do nosso curso e que constitui uma plataforma de desenvolvimento de cursos, mostraremos suas ferramentas e possibilidades de seu uso. Tenha atenção às atividades ao longo de nossos encontros, organize seu tempo e qualquer dúvida volte à leitura e aos exercícios. Bons estudos! IFRN - Módulo I - Introdução à Informática através das NTICs e utilização do AVA Moodle. | 11
  7. 7. Palavra do professor-autor Caros alunos, este módulo foi elaborado com o objetivo de lhes dar suporte ao desenvolvimento e aplicação de suas tarefas diárias no que diz respeito à aplicação de novas tecnologias da informação e comunicação e conteúdos que podem ser abordados através do ensino a distância. Para isso, abordaremos inicialmente a usabilidade de algumas ferramentas de edição e formatação de textos para que através delas se possa elaborar e até mesmo corrigir trabalhos realizados por meio de computadores. Veremos também como usar a internet e o serviço de correio eletrônico (e-mail) para realizar pesquisas sobre diversos assuntos e ainda o uso do correio eletrônico para comunicação e envio de arquivos. Finalmente, abordaremos a usabilidade do ambiente virtual de aprendizagem Moodle para que você possa conhecê-lo e usá-lo no seu dia a dia como ferramenta de apoio do ensino a distância. Bons estudos! Apresentação do professor Olá, eu sou o professor Roberto Douglas e estarei lhes auxiliando no aprendizado deste módulo. Sou natural de Natal/RN, terra de lindas praias e clima muito gostoso, sou formado em Sistemas de Informação pela Universidade Potiguar (UNP), Especialista em Novas Tecnologias na Educação pela Escola Superior Aberta do Brasil (ESAB) e Mestrando em Sistemas Computacionais com ênfase em Tecnologias Educacionais pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), autor da obra: Informática – Tudo que você precisa saber para ser aprovado, da coleção concursos públicos da editora Digerati Books – SP Atualmente, ministro . aulas no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFRN) como professor do curso técnico de Informática e na Universidade Aberta do Brasil (UAB) como professor formador da disciplina Novas Tecnologias da Comunicação e a Educação a Distância.
  8. 8. O que vamos aprender Nesta primeira parte do módulo, você vai entender e retomar alguns pontos relacionados à informática básica. É importante você estudar junto a um computador para ir realizando as atividades e os exemplos mostrados, afinal, é praticando que se compreende melhor o que se está aprendendo, não é mesmo? Vamos lá! Atualmente, o computador vem sendo utilizado como ferramenta essencial para o desenvolvimento das mais variadas atividades do nosso dia a dia, como: escrever textos, desenhar, montar apresentações, fazer cálculos, conversar com outras pessoas, fazer pesquisas e assim por diante. São muitas as possibilidades de utilização do computador. Infelizmente, ainda existem pessoas que nunca usaram um computador, ou por falta de oportunidade ou por receio de usar o desconhecido. Caso você se encaixe em uma dessas características, não se preocupe, porque com o desenrolar de nossos estudos esse incômodo será superado. Objetivos Ao final desta aula, você será capaz de: compreender a utilização de um programa editor de texto; entender algumas ferramentas de composição e formatação de texto; construir textos por meio das ferramentas aprendidas. 01 02 03 IFRN - Módulo I - Introdução à Informática através das NTICs e utilização do AVA Moodle. | 13
  9. 9. 1 - Salvar: para que o texto 1.1 Digitando um texto recentemente digitado não seja perdido, é necessário que ele seja salvo (guardado) em algum tipo de repositório como: disquete, pendrive, disco rígido ou disco óptico. 2 - Software aplicativo: é um programa de computador que tem por objetivo o desempenho de tarefas práticas, em geral, ligadas ao processamento de dados, como o trabalho em escritório ou empresarial. Nossa primeira tarefa será digitar um pequeno texto e salvá-lo1. Para isso, precisamos acessar um programa de edição de textos. Os softwares de edição de textos são os mais utilizados pela maioria dos usuários de informática, pois é através deles que nós conseguimos manipular os documentos que serão usados no nosso ambiente de trabalho. Para desenvolver nossas atividades de digitação de textos, iremos usar o Microsoft Word, que é um programa (“software”) do tipo aplicativo2, responsável pela edição e processamento de textos, que faz parte do pacote do Office da empresa Microsoft na sua versão 2007 Existe . no mercado outras versões do pacote Office, como a 2003 e 2002 ou XP vale salientar que , esse pacote de programas aplicativos são exclusivos da plataforma Windows da Microsoft, mas, para quem não usa o sistema operacional Windows, existem programas livres usados nos computadores que utilizam outras plataformas como Linux e Mac, para isso existem os pacotes openoffice e officeMac. Figura 1.1: Menu Iniciar do Windows Bem, para iniciarmos esse programa, devemos realizar alguns passos. Para acessar o programa, clique no botão “Iniciar”, localizado no canto inferior esquerdo do seu ambiente operacional Windows, no nosso exemplo, usaremos a versão 7 e, na sequência, em: Todos os Programas à Microsoft Office à Microsoft Office Word 2007 . 14 | IFRN - Módulo 1 - Introdução à Informática através das NTICs e utilização do AVA Moodle.
  10. 10. Ao abrir o programa, você vai se deparar com a seguinte área de trabalho. A área de trabalho do Word Figura 1.2: Área de trabalho do Microsoft Word 2007 Barra de título – mostra o nome do documento aberto e do aplicativo. Barra de menus – aqui, encontram-se os menus com grupos de comandos disponíveis no Word. Diferente das versões anteriores desse programa, as funcionalidades estão divididas em abas, mas a maior parte dos procedimentos é semelhante. Botões de controle – nessa área, é possível minimizar, maximizar ou fechar a janela do Word. Régua – tem a função de auxiliar o usuário na marcação de tabulações, recuos e tabelas. Barra de rolagem – essa barra é mostrada quando o tamanho da janela não for grande o bastante para exibir todo o conteúdo do texto. Tem a função de rolar na vertical o conteúdo da janela. Barra de status – fornece informações adicionais como a página atual, o número total de páginas, de palavras, o idioma utilizado etc. IFRN - Módulo I - Introdução à Informática através das NTICs e utilização do AVA Moodle. | 15
  11. 11. Atividade 1 Agora que já conhecemos o programa de edição de textos que iremos usar, vamos digitar o texto abaixo. Chamam-se de Novas Tecnologias de Informação e Comunicação (NTICs) as tecnologias e métodos para comunicar surgidas no contexto da Revolução Informacional, “Revolução Telemática” ou Terceira Revolução Industrial, desenvolvidas gradativamente desde a segunda metade da década de 1970 e, principalmente, nos anos 1990. A imensa maioria delas se caracteriza por agilizar, horizontalizar e tornar menos palpável (fisicamente manipulável) o conteúdo da comunicação, por meio da digitalização e da comunicação em redes (mediada ou não por computadores) para a captação, transmissão e distribuição das informações (texto, imagem estática, vídeo e som). Considera-se que o advento destas novas tecnologias (e a forma como foram utilizadas por governos, empresas, indivíduos e setores sociais) possibilitou o surgimento da “sociedade da informação”. Alguns estudiosos já falam de sociedade do conhecimento para destacar o valor do capital humano na sociedade estruturada em redes telemáticas. Parabéns, você concluiu esta etapa. Agora, já que você terminou a digitação, precisamos salvar o texto digitado para que as informações não sejam perdidas. Para isso, basta clicar no botão do Office, localizado no canto superior esquerdo da janela do editor de textos Microsoft Word 2007 e escolher a opção “Salvar como”. Vai abrir-se, então, uma caixa de diálogo, como mostra a Figura 1.3. 16 | IFRN - Módulo 1 - Introdução à Informática através das NTICs e utilização do AVA Moodle.
  12. 12. Figura 1.3: Caixa de diálogo do comando “Salvar como” Na caixa de diálogo, repare que você pode escolher o local onde o seu arquivo será salvo, que pode ser em uma pasta no computador, em um pendrive ou em outro dispositivo de armazenamento que esteja conectado ao computador. Também pode ser configurado o nome que será dado ao arquivo, bem como o tipo de documento que será salvo. No Word 2007 a opção “Salvar como” já disponibiliza ao usuário alguns formatos mais comumente , utilizados. Então, salve o seu texto na pasta Meus Documentos do computador, que você está utilizando com o nome do arquivo Novas Tecnologias – Módulo 1 e como tipo Documento do Word. 1.2 Formatando o texto Agora que acabamos de digitar nosso texto, vamos formatá-lo. Formatar consiste em mudar a aparência do texto pré-digitado. Os comandos de formatação podem ser acessados através da guia Início da barra de menu do Word 2007 . IFRN - Módulo I - Introdução à Informática através das NTICs e utilização do AVA Moodle. | 17
  13. 13. 3 - Selecionar: significa destacar Atividade 2 um objeto, que pode ser uma palavra, um parágrafo, uma tabela Mude a aparência original do seu texto (digitado na Atividade 1), aplicando os recursos de formatação através das opções Fonte e Parágrafo, que você pode encontrar na guia “Início” ou clicando com o botão direito do mouse sobre o texto selecionado3. ou até mesmo uma figura, para que o Word reconheça onde aplicará recursos de edição, formatação e impressão no a) Aplique os seguintes recursos de formatação de fonte: estilo “Itálico” (botão I) para o 1º parágrafo; fonte estilo “Sublinhado” (botão S) para o 2º parágrafo; e fonte estilo “Negrito” (botão N) para o 3º. documento trabalhado. b) Aplique os seguintes recursos de formatação de parágrafo: “Justificar” para o 1º parágrafo; “Alinhar Texto à Direita” para o 2º parágrafo; e “Centralizar” para o 3º. c)Aplique os seguintes recursos de formatação de parágrafo utilizando o botão “Espaçamento entre linhas”: opção 1,15 para o 1º parágrafo; opção 1,5 para o 2º parágrafo; e opção 2,0 para o 3º. 1.2.1 O que são os comandos “recortar”, “copiar” e “colar” Em muitas ocasiões, precisamos copiar ou deslocar o texto que digitamos (ou parte dele) para outros locais no documento que está sendo modificado, ou até mesmo para outros documentos. Para essa funcionalidade, existem os comandos “Copiar”, “Colar” e “Recortar”. Certamente, você já deve ter ouvido falar do famoso “Ctrl + C / Ctrl + V”, não é mesmo? Isso nada mais é que a descrição das teclas de atalho do teclado que, pressionadas em conjunto, realizam as funções copiar (Ctrl + C) e colar (Ctrl + V), respectivamente. Figura 1 .4 : Comandos “Recortar”, “Copiar” e “Colar” 18 | IFRN - Módulo 1 - Introdução à Informática através das NTICs e utilização do AVA Moodle.
  14. 14. Já o atalho “Ctrl + X” realiza a função recortar, empregada quando se quer deslocar o texto de um local para outro. Caso não queira utilizar esses atalhos, você pode usar as opções da “Área de Transferência” disponibilizadas na guia “Início”, exibida na figura ao lado. Figura 1.5: Parte “Início” do word Atividade 3 Vamos treinar a usabilidade dos recursos de manipulação de textos através dos comandos Recortar, Copiar e Colar. Lembre-se de que para isso vamos utilizar o texto já formatado da Atividade 2. a) Copie o 1º parágrafo no final do texto. Para isso, é preciso selecioná-lo e escolher o comando “Copiar” (Ctrl + C). Logo depois, posicione o mouse no final do texto e clique para selecionar o destino. Conclua a operação executando o comando “Colar” (Ctrl + V). b) Mova o 2º parágrafo para o final do texto. Para isso, é preciso selecioná-lo e escolher o comando “Recortar” (Ctrl + X). Logo depois, posicione o mouse no final do texto e clique para selecionar o destino. Conclua a operação executando o comando “Colar” (Ctrl + V). E aí, o que achou desses recursos? Facilitam muito nossas atividades. Quando copiamos ou recortamos uma parte do nosso texto, o conteúdo selecionado fica armazenado temporariamente na área de transferência 4 e fica esperando a seleção do local de destino para ser colado. Outro recurso disponível é a ferramenta “Formatar Pincel” (veja a figura anterior), que possibilita a cópia de formatações de texto já definidas para um novo bloco de texto ainda não formatado. IFRN - Módulo I - Introdução à Informática através das NTICs e utilização do AVA Moodle. | 19 4 - Área de Transferência: é um recurso utilizado pelo sistema operacional para o armazenamento de pequenas quantidades de dados para transferência entre documentos ou aplicativos, através das operações de cortar, copiar e colar.
  15. 15. 1.2.2 “Cabeçalho”, “rodapé” e “número de página” Na guia “Inserir”, as opções “Cabeçalho” e “Rodapé” remetem a áreas de digitação de textos independentes do texto digitado na área de edição (ou área de trabalho). Comandos realizados nessas áreas não afetam os estilos determinados no texto editado na área de edição. Já a opção “Número de páginas” permite ao usuário configurar a exibição da numeração das páginas de um documento, que pode ser colocada no seu início ou final, como também a formatação dessa numeração. Figura 1.6: Comandos “Cabeçalho”, “Rodapé” e “Número de páginas” 1.2.3 Ortografia e Gramática O comando “Ortografia e Gramática” que está na guia “Revisão” permite verificar possíveis erros ortográficos e opções para tentar corrigi-los. Pode ser acessado através do botão como também pela tecla de atalho F7 ou ainda pelo menu de contexto, acessado através de um clique com o botão direito do mouse sobre uma palavra sublinhada de vermelho. Ao acessar esse comando, aparecerá a caixa de diálogo demonstrada na Figura 1.7 . As palavras sublinhadas de vermelho são as palavras não encontradas no dicionário do Word, que podem ser corrigidas, caso estejam com a grafia errada, através do botão “Alterar” ou ignorada para palavras não reconhecidas pelo Word, porém, com grafia correta. Figura 1.7: Ortografia e Gramática 20 | IFRN - Módulo 1 - Introdução à Informática através das NTICs e utilização do AVA Moodle.
  16. 16. 1.2.4 Comentários Comentários são balões de anotações disponibilizados no texto em edição. Eles nos ajudam a comentar partes do texto que merecem uma atenção maior, seja para correção, alteração ou exclusão do formato atual. O recurso de comentário está disponível no Word através da guia “Revisão”, com a opção “Novo Comentário”. Figura 1.9: Inserir um novo comentário Figura 1.8: Comentário O balão na cor rosa ao lado direito da tela corresponde à área de anotação do comentário. No nosso caso, podem-se comentar textos, figuras, tabelas e muitos outros objetos que fazem parte do nosso texto editado. Na nossa próxima atividade, iremos desenvolver uma tarefa usando esse recurso. Figura 1.10: Comentando um texto IFRN - Módulo I - Introdução à Informática através das NTICs e utilização do AVA Moodle. | 21
  17. 17. Atividade 4 1) Em nosso texto, vamos agora inserir cabeçalho, número de página e comentários. a) Através da guia “Inserir”, clique na opção “Cabeçalho” e escolha a subopção “Em branco”. b) Na área de cabeçalho, digite o seguinte texto: INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA. c) Ao final, para retornar à área de edição do texto, clique na opção “Fechar Cabeçalho e Rodapé” na Barra de Ferramentas de “Cabeçalho e Rodapé”. d) Faça um comentário para a expressão “Terceira Revolução Industrial” do 1º parágrafo. Para isso, selecione a expressão e, na guia “Revisão” escolha a opção “Novo Comentário” e insira um pequeno comentário. e) Através da opção “Número de Página” da guia “Inserir”, escolha a opção “Fim da Página” e, em seguida, a opção “Número sem formatação 3”. f) Ao final, faça a correção ortográfica do seu texto. 1.2.5 Tabelas Agora que você já aprendeu, ou relembrou, algumas ferramentas de formatação, cabeçalho e comentários, vamos aprender um pouco mais sobre o uso de tabelas. Uma tabela é um conjunto de dados dispostos, na forma de linhas e colunas, dentro de células. Por meio da guia “Inserir”, é possível inserir uma tabela no Word utilizando o botão “Tabela”, então, escolhe-se uma seleção de tabelas pré-definidas, através da opção “Tabelas Rápidas” (Figura 1.12), ou opta-se por colocar o número de linhas e colunas que deseja inserir através da opção “Inserir Tabela”. Figura 1.11: Tabelas 22 | IFRN - Módulo 1 - Introdução à Informática através das NTICs e utilização do AVA Moodle.
  18. 18. Figura 1.12: Tabelas rápidas Atividade 5 Aproveitando ainda o nosso texto, posicione o mouse no final do texto e clique para posicionar o cursor no final do texto. 1) Digite o título da tabela – Tabela de Preços – e formate-o com fonte “Arial”, tamanho 20 e alinhamento centralizado. a) Lembrete: antes de construir a tabela, a formatação definida para o título deverá ser redefinida para Arial, tamanho 12 e alinhamento justificado. 2) Logo abaixo, crie uma tabela usando a opção “Tabela”, “Inserir tabela”, localizado na guia “Inserir” e defina uma tabela com 3 colunas e 5 linhas. 3) Digite os seguintes conteúdos: Código do produto 1002001 1002002 1002003 1002004 Descrição Mouse Teclado Caixa de Som Microfone Preço Unitário R$ 25,00 R$ 120,00 R$ 85,00 R$ 55,00 IFRN - Módulo I - Introdução à Informática através das NTICs e utilização do AVA Moodle. | 23
  19. 19. 4) Formate o texto da 1ª linha com fonte em “Negrito” e alinhamento “Centralizado”. 5) Os conteúdos da 2ª coluna, equivalente à descrição dos produtos, com alinhamento centralizado e os conteúdos da 3ª coluna, equivalente aos preços unitários, com alinhamento à direita. 6) Salve seu texto ao final. 1.3 Imprimir Imprimir significa reproduzir em papel o documento visível na tela do Word. A maneira mais simples de imprimir um documento é através do ícone “Imprimir”, que pode ser acessado através do botão do Office (já mencionado), opção “Imprimir”. Figura 1.13: Botão Imprimir Figura 1.14: Tela de configuração da impressão 24 | IFRN - Módulo 1 - Introdução à Informática através das NTICs e utilização do AVA Moodle.
  20. 20. Hora de praticar! Tá na “rede” Para ser um bom profissional de educação, é necessário que você procure sempre novas fontes de conhecimento e não se prenda somente às informações contidas nas aulas. Como prática para essa busca de novos saberes, procure na internet como inserir quebras de páginas e quebras de seção, trabalhar com sumário, inserir notas de rodapé, inserir citações e utilizar outras funcionalidades que o aplicativo disponibiliza. Site oficial da Microsoft no Brasil - http://office.microsoft.com/pt-br/word-help/ Site do Apostilando - Apostilas gratuitas sobre o conteúdo abordado neste capitulo http://www.apostilando.com/download.php?cod=3201&categoria=Word Tutorial do Word 2007 - http://www.baycongroup.com/wlesson0.htm Resumo Nesta aula, você estudou sobre a utilização de alguns dos recursos disponíveis pelo programa aplicativo Word 2007 Aprendemos a utilizar alguns recursos de formatação, outros . de edição, como foi o caso dos comandos “Recortar”, “Copiar” e “Colar” como também os recursos de “Cabeçalho e Rodapé”. Aprendemos também a inserir “Comentários” e “Tabelas” em nosso texto. Mas, existem muitos outros recursos disponíveis no Microsoft Word, basta pesquisarmos e aprendermos mais sobre essa ferramenta poderosa de edição e processamento de textos. IFRN - Módulo I - Introdução à Informática através das NTICs e utilização do AVA Moodle. | 25
  21. 21. Autoavaliação 1) Digite um pequeno texto, com no máximo 25 linhas, que tenha dois ou mais parágrafos e um título. 2) Nele, comente qual a importância de Novas Tecnologias da Informação e Comunicação no contexto de sala de aula no que diz respeito ao uso dessas novas tecnologias na transmissão de conhecimento para os alunos. 3) Após concluir a digitação do texto, salve-o na pasta “Meus Documentos” do seu computador com o nome “Experiência do uso de novas tecnologias”. 4) Aplique todos os conhecimentos de formatação (fonte e parágrafo) no título e nos parágrafos, recursos de inserção (cabeçalho, rodapé, número de página e tabela) através de um cabeçalho e um rodapé, como também numeração das páginas no canto inferior direito e uma tabela no final do texto, a qual venha demonstrar alguns recursos tecnológicos e como esses podem ser usados. 5) Conclua com os recursos da guia “Revisão” (comentário e ortografia e grámática), ao final, vocês devem usar os recursos de correção ortográfica e inserção de comentários para algumas palavras do seu texto que você ache importante comentar. Referências CCOX, J.; PREPPERNAU, J. Microsoft Office Word 2007: passo a passo. Rio de Janeiro: Bookman, 2007 . COSTA; Roberto Douglas. Coleção concursos públicos: Informática: tudo que você precisa saber para ser aprovado. São Paulo: Digerati Books, 2009. MANZANO, A. L. N. G.; MANZANO, M. I. N. G. Estudo Dirigido de Microsoft Office Word 2007 São Paulo: Editora Erica, 2007 . . OLIVEIRA, F. A. Microsoft Word: aulas. IFRN/UAB, 2010. 26 | IFRN - Módulo 1 - Introdução à Informática através das NTICs e utilização do AVA Moodle.
  22. 22. IFRN - Módulo I - Introdução à Informática através das NTICs e utilização do AVA Moodle. | 27
  23. 23. O que vamos aprender Na aula passada, vocês relembraram algumas ferramentas ligadas à construção de texto, bem como o uso dessas ferramentas para formatar, comentar, imprimir, fazer tabelas, cabeçalhos, rodapé etc. Nesta aula, vocês vão estudar um pouco sobre as Novas Tecnologias de Informação e Comunicação (NTICs), que estão presentes nos mais diversos setores da sociedade, com os mais variados fins e objetivos: em casa, no trabalho, no mercado financeiro, nas atividades de lazer e, claro, nas atividades relacionadas à Educação. Vamos lá? Bons estudo! Objetivo Ao final desta aula, você será capaz de: identificar algumas da mais novas tecnlogias usadas na prática pedagógica da Educação a Distância. 01 IFRN - Módulo I - Introdução à Informática através das NTICs e utilização do AVA Moodle. | 29
  24. 24. 2.1 NTICs e a sociedade Sabe-se que, na Educação, as NTICs já ocupam muitas funções, embora a maioria delas esteja fora dos sistemas regulares de ensino. Atualmente, as pessoas, através de instrumentos tecnológicos (computadores, notebooks, celulares, entre outros) cada vez mais modernos e especializados, têm muitas maneiras de acesso às informações e à troca de ideias. Entretanto, não é comum que esses momentos sejam aproveitados para atividades de ensino. Hoje, as tecnologias, sobretudo, o computador e a internet, começam a participar das atividades em diversos níveis e modalidades de ensino, impulsionados por diversas ações governamentais, que buscam, com a inclusão da tecnologia e a conscientização das possibilidades por ela propiciadas, a melhoria da qualidade do ensino. Figura 1.15: Rede mundial de computadores – Internet. Fonte: <http://www.sarcasmosmultiplos.com.br/wp-content/uploads/2008/04/mapa-da-internet-map-positive.jpg>. Acesso em: 16 mar. 2011. 30 | IFRN - Módulo 1 - Introdução à Informática através das NTICs e utilização do AVA Moodle.
  25. 25. Entretanto, é sabido que muitas pessoas utilizam largamente tais recursos (o computador e a internet) sem as devidas reflexões e preparação. Figura 1.16: Inclusão digital. Fonte: <http://www.inclusaodigital.gov.br/imagens/noticias/computadoresparainclusao.jpg>. Acesso em: 16 mar. 2011. A chegada dos computadores e da internet trouxe outra realidade para as escolas, pois conseguiu ampliar as potencialidades dos demais recursos utilizados anteriormente no contexto escolar. Figura 1.17: Celulares com internet, tv e rádio. Fonte: <http://mobiltelefon.ru/i/other/may09/07/lg_scarlet_kb775_01.jpg>. Acesso em: 16 mar. 2011. IFRN - Módulo I - Introdução à Informática através das NTICs e utilização do AVA Moodle. | 31
  26. 26. Hoje, já é possível escutar transmissões de rádio na internet, assistir a vídeos e a transmissões ao vivo no computador, além da possibilidade de nos comunicarmos mais rapidamente e, em alguns casos, de forma instantânea. Entretanto, a introdução das tecnologias na escola nem sempre foi acompanhada por um respaldo pedagógico gerado a partir das necessidades de uma determinada comunidade. Em alguns casos, o uso de certos instrumentos tecnológicos fica interligado a grupos externos à comunidade escolar, seja por falta de recursos humanos qualificados na escola, seja pelo simples desconhecimento de informações de seus gestores. Figura 1.18: uso da internet na escola Fonte: <http://1.bp.blogspot.com/_xO_6qFOzHeU/TER4uR9hFpI/AAAAAAAAALk/sNIZmpGX4Fw/s1600/DSCF1636.JPG>. Acesso em: 16 mar. 2011. A fim de que as NTICs possam contribuir da melhor maneira possível para a melhoria da Educação, é relevante a formação dos professores no uso de tais recursos tecnológicos, para que possam atuar em sala de aula valendo-se das várias metodologias existentes, assim como assumir a prática comum das interações via NTICs. Entre essas, destacam-se o computador, a internet e, mais recentemente, os ambientes de aprendizagem colaborativos, que apresentam as condições ideais para trabalho em grupo, em que todos os participantes, mesmo estando à distância, conseguem realizar projetos em conjunto de maneira interativa e compartilhar a elaboração de objetivos, metas e resultados. 32 | IFRN - Módulo 1 - Introdução à Informática através das NTICs e utilização do AVA Moodle.
  27. 27. Diante do exposto, vimos a real necessidade da utilização dessas novas tecnologias no processo ensino-aprendizagem de nossos alunos. Para isso, precisamos inicalmente rever alguns conceitos cujo conhecimento é de extrema importância, mesmo que para nós não apresentem nenhuma novidade. Vamos realizar a atividade a seguir para rever esses conhecimentos. Atividade 1 1) A partir dos pontos abordados até o momento e da sua experiência como professor, descreva quais as mudanças ocorridas, tanto em relação aos professores e alunos quanto em relação à própria escola, diante da introdução nas NTICs em suas atividades. 2) Em seguida, reflita e responda: quais as vantagens e as desvantagens advindas, para os professores, para os alunos e para a comunidade em geral, do uso de uma ou de várias das tecnologias utilizadas na escola? 3) Nesse primeiro momento, elabore um pequeno texto que responda ao que foi questionado anteriormente, para tanto acesso o editor de texto Word e redija o seu texto, lembrando de salvá-lo na pasta “Meus documentos” do seu computador com o nome “Experiências com Novas Tecnologias”. Ao realizar essa atividade, você pode perceber que a introdução de novos recursos tecnológicos trazem alguns beneficios no que diz respeito à inserção de conceitos e práticas diárias dos conteúdos abordados em sala de aula. Então, vamos em frente, sempre que pudermos, é interessante utilizar novos recursos tecnológicos disponíveis para incrementar nossas aulas. IFRN - Módulo I - Introdução à Informática através das NTICs e utilização do AVA Moodle. | 33
  28. 28. INTERNET amiga ou inimiga da educação? http://olhardigital.uol.com.br/produtos/digital_ news/internet-amiga-ou-inimiga-da-educacao/8737 Giz e quadro negro não têm mais vez: http://olhardigital.uol.com.br/produtos/digital_news/ tecnologia-nas-escolas-giz-e-quadro-negro-nao-tem-mais-vez/11918 N ova s t e c n o l o g i a s – l o u s a watch?v=CqfI8NskH3c&feature=fvw digital: h t t p : / /w w w. yo u t u b e . c o m / 2.2 O Computador De acordo com texto do site Tecnologia Radiológica (disponível no endereço eletrônico http://www.tecnologiaradiologica.com/materia_informaticaTC2.htm), o conceito de computador é relatado como sendo uma máquina capaz de variados tipos de tratamento automático de informações ou processamento de dados. Exemplos de computadores incluem o ábaco, a calculadora, o computador analógico e o computador digital. Um computador pode prover-se de inúmeros atributos, dentre eles armazenamento de dados, processamento de dados, cálculo em grande escala, desenho industrial, tratamento de imagens gráficas, realidade virtual, entretenimento e cultura. De forma mais simples, um computador é uma ferramenta que pode auxiliá-lo na automatização de determinadas tarefas, como digitação de textos, execução de cálculos em planilhas eletrônicas, envio de mensagens e visitas a outros locais através de navegação de páginas da internet. E, falando em internet, um computador, para ter acesso a ela, deve conter alguns requisitos mínimos, isto é, precisa ser um computador não muito antigo, ou seja, é necessário que tenha menos de dez anos. 34 | IFRN - Módulo 1 - Introdução à Informática através das NTICs e utilização do AVA Moodle.
  29. 29. Atividade 2 1) Para saber se o seu computador está pronto para acessar a internet, consulte o seu provedor de acesso à rede e responda: a)o que é um provedor? b)Faça uma pesquisa e relate o que é e como funciona um sevidor. Agora, vamos entender melhor o que é um provedor de internet e suas funcionalidades. 2.3 Provedor O provedor é uma empresa com computadores ligados o tempo todo à internet e que tem como função básica dar acesso à rede para seus clientes. O provedor funciona como um intermediário entre o internauta e os servidores da internet. Existem provedores para todos os gostos: desde os pequenos que só atendem a uma cidade até os gigantes que atuam em cidades do mundo inteiro. Há provedores que cobram pelos serviços e há provedores gratuitos. Figura 1.19: Sistema integrado a um servidor Fonte: <http://www.connectradio.com.br/imagens/radioesquema.gif>. Acesso em: 16 mar. 2011. IFRN - Módulo I - Introdução à Informática através das NTICs e utilização do AVA Moodle. | 35
  30. 30. 2.4 Internet É uma grande rede mundial, onde existem todos os tipos de informações que você possa imaginar, e que pode ser acessada a qualquer momento do dia ou da noite. Através dessa rede, podemos nos comunicar em escala mundial, “visitar” virtualmente lugares em qualquer região do planeta e adquirir conhecimentos de uma forma mais rápida do que consultando bibliotecas, revistas especializadas ou correspondências técnicas. Para ter acesso a essas páginas repletas de informações, precisamos estar associados a um provedor e ter instalado em nossos computadores um programa de navegação chamado de “browser” ou navegador. A seguir, explicaremos o que é um navegador. 36 | IFRN - Módulo 1 - Introdução à Informática através das NTICs e utilização do AVA Moodle.
  31. 31. 2.5 Navegadores Os navegadores são programas que nós utilizamos para ter acesso às páginas disponíveis na internet. É através deles que podemos visualizar textos, imagens, animações, sons, músicas e vídeos. Dentre os navegadores disponiveis no mercado, podemos destacar o Internet Explorer, o Mozilla e o Chrome. Vamos tomar como exemplo o navegador Internet Explorer. Para analisarmos os recursos de um navegador, observaremos, através da figura abaixo, a tela de acesso a uma página da internet utilizando esse programa. Figura 1.20: Navegador de internet Barra de título: informa o título da página que está sendo visitada e o nome do navegador em uso. Barra de menu: traz vários comandos agrupados em menus de acordo com suas expecificações. Barra de endereços: permite o usuário navegar na internet através do endereço digitado. Guia de página: possibilita ao usuário abrir mais de uma página ao mesmo tempo e ordena-lás em guias. Barra de ferramentas: exibe alguns comandos em forma de figuras. Área de edição: exibe o conteúdo da página visitada. Barra de status: traz informações sobre a página visitada. IFRN - Módulo I - Introdução à Informática através das NTICs e utilização do AVA Moodle. | 37
  32. 32. 5 - Um site é um conjunto de 2.6 World Wide Web informações públicas armazenado em um computador servidor da internet. O usuário pode solicitar essas informações ao servidor sempre que quiser. 6 - Protocolo é uma espécie Rede de Alcance Mundial – é a parte multimídia da internet que permite uma maior interação entre o usuário e a máquina através de uma interface gráfica, recursos de multimídia e hipertextos (html). Graças a isso, foi possível construir páginas gráficas, que podem conter fotos, animações, trechos de vídeo e sons. de linguagem utilizada pelo computador para estabelecer comunicação com outras máquinas através da rede. Os milhões de lugares que você pode acessar na World Wide Web (WWW) são chamados de sites5. Existem sites de diversos tipos de conteúdo, como os de universidades, de empresas, de órgãos do governo e até sites mantidos por apenas uma pessoa. Eles podem ser localizados através de um sistema de endereçamento e localização utilizado pela WWW. É um padrão de endereçamento proposto para toda a internet, conhecido como URL (Uniform Resource Locator). A URL é composta de várias partes. Vamos analisá-las a seguir. http:// - É o protocolo6 de acesso às páginas que contém hipertextos, ou seja, que define como os conteúdos das páginas serão vistos pelo usuário. www. - É o serviço que possibilita ao usuário acessar as páginas da internet através de um navegador. google. – É o domínio da página, ou seja, grupo ao qual aquela página pertence. No nosso exemplo, o domínio pertence ao site de busca Google. Na sequência deste texto, falaremos sobre o que faz um site de busca. com. – É o tipo de organização mantenedora do site, e diz respeito ao tipo do serviço prestado por essa organização, que pode ser comercial (.com), educacional (.edu), do governo (.gov) entre outros. br – É a indicação do local onde o domínio foi registrado. Se a indicação for .br, significa que é um domínio brasileiro. É isso que é a internet. Só que existem muito mais serviços oferecidos por ela, além do simples acesso a páginas de visitação. Através da internet, podemos “bater papo”, enviar mensagens eletrônicas, realizar pesquisas e muito mais. Vamos ver alguns desses serviços que a internet nos oferece. 38 | IFRN - Módulo 1 - Introdução à Informática através das NTICs e utilização do AVA Moodle.
  33. 33. Atividade 3 7- Internauta: aquele que navega na internet. 1) Acesse a internet através do navegador instalado no seu computador, navegue em algumas páginas e veja como é interessante. Como sugestão, indicamos algumas páginas a serem visitadas. a) www.ifrn.edu.br b) portal.mec.gov.br c) www. abed.org.br 2.7 Pesquisas na internet Um dos serviços mais utilizados pelos internautas7 é o de pesquisa. Através de sites de busca, podemos realizar pesquisas das mais variadas naturezas, como a busca por documentos, acessando-se endereços que trazem textos referentes ao assunto pesquisado, ou ainda a busca por recursos específicos disponíveis on line no próprio site, como a tradução de textos ou palavras de outras línguas e buscas específicas de documentos em formato PDF. Abaixo, estão mencionados alguns desses sites de busca e seus respectivos endereços, na sequência mostraremos a usabilidade de seus recursos. BING - www.bing.com.br Figura 1.21: Tela inicial do Site de busca bing IFRN - Módulo I - Introdução à Informática através das NTICs e utilização do AVA Moodle. | 39
  34. 34. ALTAVISTA - www.altavista.com.br Figura 1.22: Tela inicial do Site de busca altavista. YAHOO/CADÊ - www.cade.com.br Figura 1.23: Tela inicial do Site de busca yahoo/cade. GOOGLE - www.google.com.br Figura 1.24: Tela inicial do Site de busca do google. 40 | IFRN - Módulo 1 - Introdução à Informática através das NTICs e utilização do AVA Moodle.
  35. 35. Como realizar uma busca? É simples, basta acessar um desses sites, digitar os argumentos da pesquisa na caixa de texto e clicar no botão correspondente à realização da pesquisa. Na figura mostrada abaixo, temos um detalhe da página do Google, um dos sites de busca mais visitados pelos internautas, onde aparece a caixa de texto, na qual iremos digitar os argumentos da pesquisa, e os botões “Pesquisa Google” e “Estou com sorte”. Figura 1.25: Caixa de texto do Google Vamos realizar um pesquisa sobre a história da educação a distância no Brasil e ver o que vai nos retornar. Atividade 4 Bem, chegou a hora de exercitarmos um pouco o conhecimento que estamos adquirindo. Vamos fazer uma pesquisa na internet? Para fazermos uma pesquisa, oriente-se pelos seguintes passos. a) Acesse a página do Google através do endereço <http://www.google.com.br>, b) Na caixa de texto, digite: “a história da educação a distância no Brasil” (entre aspas). c) Depois, clique no botão “Pesquisa Google”. d) Realize a mesma pesquisa em outro site de busca, você pode usar um dos citados acima, e compare os resultados obtidos. E aí? O que achou da atividade? IFRN - Módulo I - Introdução à Informática através das NTICs e utilização do AVA Moodle. | 41
  36. 36. 8 - Links: é a ligação de um item em um hiperdocumento a outros documentos. Este link pode levar a Veja (na figura a seguir) que o Google lhe retornou uma página repleta de links8 com referência ao assunto da pesquisa. Caso você esteja com muita pressa e queira apenas visualizar a primeira página da internet que o Google devolveu através da sua pesquisa, é só clicar no botão “Estou com sorte”, mostrado na figura anterior. um texto, uma imagem, som, vídeo ou a outro hiperdocumento. Figura 1.26: Resultado da pesquisa no Google 2.8 Bate papo ou chat É um dos serviços mais populares da Internet. Várias pessoas entram numa sala virtual e trocam mensagens em tempo real. Figura 1.27: Representação de rede de chats Fonte: <http://www.radiovpnoar.com.br/admin/plugins/gerenciador/files/chat.jpg>. Acesso em: 17 mar. 2011. No próximo tópico, onde iremos abordar o nosso ambiente virtual de aprendizagem, usaremos muito essa ferramenta para interagir com nossos alunos. 42 | IFRN - Módulo 1 - Introdução à Informática através das NTICs e utilização do AVA Moodle.
  37. 37. 2.9 Serviço de correio eletrônico – e-mail Agora que você aprendeu, ou relembrou, de que maneira realizar perquisas na internet, veremos como enviar mensagens via correio eletrônico. Os serviços de correio da internet imitam o correio convencional. Você escreve mensagens e as envia para o endereço do destinatário. Figura 1.28: Correio eletrônico Fonte: <http://ozorganize.files.wordpress.com/2010/01/istock_000008933255medium_caixa_email2.jpg>. Acesso em: 17 mar. 2011. A mensagem viaja pela internet e chega até a caixa de correio do destinatário, que nada mais é que um espaço de memória num servidor da internet. A mensagem fica lá até que o destinatário a solicite. Figura 1.29: Email e correspondência eletrônica. Fonte: <http://www.ontariocondolaw.com/uploads/image/email.png>. Acesso em: 17 mar. 2011. IFRN - Módulo I - Introdução à Informática através das NTICs e utilização do AVA Moodle. | 43
  38. 38. O e-mail é um método que permite compor, enviar e receber mensagens por meio de sistemas eletrônicos de comunicação. As trocas de mensagens por e-mail permitem a transferência de uma quantidade enorme de conhecimento de um ponto a outro do planeta. Além disso, conversas pela rede mundial de computadores são bem mais baratas que por telefone. Existem inúmeros sites que oferecem serviços de e-mail gratuitos, bastando apenas o preenchimento de alguns formulários com informações básicas. Os mais famosos são Hotmail, Yahoo e GMail. Como você, caro aluno, já sabe fazer uma busca na internet, não terá nenhuma dificuldade para encontrar os sites que oferecem esse serviço, não é mesmo? Para lhe ajudar, inserimos as telas iniciais desses sites de e-mail. A propósito, você tem e-mail? Então, que tal checar se chegou alguma mensagem nova? Se não tem, que tal fazer um? Figura 1.30: Painel das páginas iniciais dos sites de e-mail Atividade 2 Como atividade prática, crie um e-mail gratuito de um dos sites mencionados anteriormente, caso você ainda não possua uma conta de e-mail. Em seguida, envie um e-mail para algum conhecido indicando-lhe alguma página que ache interessante para sua formação em Educação. 44 | IFRN - Módulo 1 - Introdução à Informática através das NTICs e utilização do AVA Moodle.
  39. 39. 2.10 Ambientes Virtuais de Aprendizagem Segundo o site Educação Inovadora, os Ambientes Virtuais de Aprendizagem (AVA) são softwares que auxiliam a montagem de cursos acessíveis pela Internet. Elaborados para ajudar os professores no gerenciamento de conteúdos para seus alunos e na administração do curso, permite acompanhar constantemente o progresso dos estudantes. Como ferramenta para EAD, são usados para complementar aulas presenciais. Ex: Moodle, SOLAR, TelEduc etc. (SMART EDUCATION, 2011, disponível na Internet). No nosso curso, iremos utillizar o ambiente Moodle de aprendizagem. Fique atento, pois logo mais iremos utilizá-lo. Figura 1.31: Imagem do site Moodle Brasil. Fonte: <www.moodle.com.br>. Acesso em: 17 mar. 2011. Resumo Nesta aula, você estudou sobre novos recursos tecnológicos que podem ser adotadas como prática na elaboração e aprofundamento dos conteúdos da sua disciplina em sala de aula. Aprendeu o que são as novas tecnologias da informação e comunicação e onde elas atuam, o que é computador, provedor, internet e navegadores. Conheceu também alguns sites de busca na internet e como realizar pesquisas através deles; viu ainda o que é bate-papo, ou chat, e serviço de correio eletrônico (o e-mail). Concluímos esta aula conhecendo o que são os ambientes virtuais de aprendizagem (AVA). IFRN - Módulo I - Introdução à Informática através das NTICs e utilização do AVA Moodle. | 45
  40. 40. Autoavaliação 1 – Através de um dos sites de busca visto nesta aula, realize um pesquisa sobre o uso de novas tecnlogias da informação e comunicação em instituições de ensino em nosso país, escolha um dos sites resultante da pesquisa e acesse-o. Selecione e copie o texto para o editor de texto word, salvado o texto logo depois na pasta Meus Documentos com o nome “Pequisa na intertent sobre novas tecnologias”. 2 – Pesquise na internet sobre figuras de novas tecnologias e salve-as na pasta Minhas Imagens com os respectivos nomes: NTICs 1; NTICs 2; assim por diante. 3 – Para quem não tem serviço de correio eletrônico (e-mail), acesse um dos sites que disponibiliza serviço de correio gratuito, crie o seu e-mail e pratique o envio de mensagens para seus colegas de curso por desse recurso, recebendo e respondendo. Se possível, anexe o seu texto, resultado da sua pesquisa, no e-mail que será enviado. Referências COSTA; Roberto Douglas. Coleção concursos públicos: Informática: tudo que você precisa saber para ser aprovado. São Paulo: Digerati Books, 2009. DETED/UAB – IFRN. Curso de aperfeiçoamento para professores dos municípios do RN: Módulo 1 – Informática. MUNDO SEBRAE: blog. Disponível em: <http://mundosebrae.wordpress.com/2008/07/13/ qual-a-importancia-real-de-seus-investimentos-em-ti/>. Acesso em: 17 mar. 2011. 46 | IFRN - Módulo 1 - Introdução à Informática através das NTICs e utilização do AVA Moodle.
  41. 41. IFRN - Módulo I - Introdução à Informática através das NTICs e utilização do AVA Moodle. | 47
  42. 42. O que vamos aprender 9 - Software livre, segundo a definição criada pela Free Este manual é uma orientação para, você, participante de cursos no ambiente Moodle do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN). Software Foundation, é qualquer programa de computador que pode ser usado, copiado, estudado, modificado e redistribuído com O Moodle é um ambiente virtual de aprendizagem que está sendo amplamente utilizado no Brasil e no mundo. Ele é desenvolvido sob a filosofia de software livre9 e o IFRN o adotou como ambiente virtual para o oferecimento de cursos a distância e para o apoio a cursos presenciais na Instituição. No IFRN, o Moodle pode ser acessado a partir do seguinte endereço: http://ead.ifrn.edu.br/moodle/ algumas restrições. A liberdade de tais diretrizes é central ao conceito, o qual se opõe ao conceito de software proprietário, mas não ao software que é vendido almejando lucro (software comercial). A maneira usual de distribuição de software livre é anexar a este uma licença de software livre, e tornar o código fonte do programa disponível. Fonte: <http://www. Objetivo softwarelivre.gov.br/tire-suasduvidas/o-que-e-software-livre>. Acesso em: 17 mar. 2011. Ao final desta aula, você será capaz de: compreender as ações básicas de acesso e utilização do ambiente virtual de aprendizagem Moodle. 01 IFRN - Módulo I - Introdução à Informática através das NTICs e utilização do AVA Moodle. | 49
  43. 43. 3.1 Acesso ao Moodle Para que possa ter acesso ao Moodle, abra o navegador da internet e digite o endereço: <http://ead.ifrn.edu.br/moodle/>. Ao digitar este endereço, você vai ter acesso à seguinte página: Figura 1.32: Tela principal do Moodle do IFRN Caso você ainda não seja um usuário cadastrado, faça seu cadastro clicando no link “Cadastramento de usuários” no canto superior esquerdo (veja Figura 1.32). Preencha os dados solicitados (veja figura 1.33) e pressione o botão Cadastrar este novo usuário. Logo depois, você receberá uma mensagem de e-mail solicitando a confirmação do seu cadastro. Figura 1.33: Tela de cadastro de usuário Depois de realizado o cadastro ou se você já é um usuário cadastrado, insira na caixa Acesso - que se encontra no canto superior esquerdo da tela principal - o seu login (nome do usuário) e a sua senha de acesso à plataforma, e pressione o botão Acesso (veja Figura 1.34). Figura 1.34: Acesso ao Moodle do IF 50 | IFRN - Módulo 1 - Introdução à Informática através das NTICs e utilização do AVA Moodle.
  44. 44. Se você já é um usuário cadastrado, mas tiver perdido seu nome de usuário ou sua senha, você poderá solicitar que outra senha seja gerada automaticamente pelo sistema e enviada para o seu e-mail. Isso pode ser feito através do link “Perdeu a senha?” existente no menu de acesso, logo abaixo do link “Cadastramento de usuários”, localizado na tela principal (veja Figura 1.35). Figura 1.35: Recuperação de senha no Moodle do IFRN Atividade 1 Vamos realizar nosso cadastro na plataforma Moodle. Para isso, clique no “link” – “Cadastramento de usuários” e preencha a ficha de cadastro, como mostra a Figura 1.35 acima. Ao final, clique no botão “Cadastrar este novo usuário”. Não esqueça de editar o seu perfil. Após o cadastro, acesse o ambiente virtual inserindo seu nome de usuário e senha. IFRN - Módulo I - Introdução à Informática através das NTICs e utilização do AVA Moodle. | 51
  45. 45. 3.2 Acesso ao(s) curso(s) Para ter acesso a algum curso no Moodle, é necessário que o cadastro no curso seja efetivado. Em alguns cursos, esse cadastro é feito automaticamente por solicitação do professor. Para ter acesso ao(s) curso(s) no(s) qual(is) você já está cadastrado, há duas opções. Procure, na tela principal, a caixa Meus Cursos, localizada no canto inferior esquerdo (ver Figura 1.36): Figura 1.36: Meus cursos Depois, clique no nome do curso desejado; ou, na parte central da página, clique sobre o link com o nome do curso desejado (ver Figura 1.37). Figura 1.37: Parte central da página 52 | IFRN - Módulo 1 - Introdução à Informática através das NTICs e utilização do AVA Moodle.
  46. 46. 3.3 Navegando pelo curso A página de entrada do curso (Figura 1 40) está dividida em 3 colunas. . A coluna central corresponde à programação do curso propriamente dita. As outras colunas contêm diversas caixas com finalidades diversas; a presença ou não de cada uma dessas caixas dependerá da organização proposta pelo professor. Acima das três colunas, no lado esquerdo, encontra-se a barra de navegação. A seguir, vamos observar alguns desses itens. Figura 1.38: Página principal do curso 3.4 Barra de Navegação A barra de navegação localizada na parte superior esquerda do Moodle, mostrada na figura 1.39 a seguir, permite ver o caminho que você fez para chegar à página que está acessando no momento. Permite também que você volte às páginas visitadas anteriormente de uma maneira rápida e fácil, apenas clicando no link da página para a qual você deseja retornar. O nome em negrito mostra a página na qual você está localizado, e os nomes anteriores são links das páginas para as quais você pode retornar. Figura 1.39: Barra de navegação IFRN - Módulo I - Introdução à Informática através das NTICs e utilização do AVA Moodle. | 53
  47. 47. 3.5 Calendário O calendário é um recurso que lhe permite visualizar eventos cadastrados, sejam do curso ou do grupo (indicados no calendário com as cores das respectivas legendas), ou mesmo do ambiente Moodle da Instituição como um todo (indicados com a cor da legenda Global), e também os eventos pessoais cadastrados por você (indicados com a cor da legenda Usuário). Os dias nos quais esses eventos irão ocorrer serão marcados de acordo com o exemplo mostrado na Figura 1.40. Figura 1.40: Legenda de eventos e calendário 3.6 Próximos eventos Na caixa Próximos Eventos (ver figura 1.41) serão mostrados os eventos mais próximos cadastrados no calendário, em ordem cronológica. Além disso, ela possui um link para que você possa ver uma tela do calendário mais detalhada, e um outro link para que você possa cadastrar um evento pessoal. Figura 1.41: Próximo Evento 54 | IFRN - Módulo 1 - Introdução à Informática através das NTICs e utilização do AVA Moodle.
  48. 48. 3.7 Participantes A caixa Participantes permite que você veja todos os professores e alunos que estão participando do curso. Clicando no link ”Participantes” (ver figura 1.42), você será redirecionado a uma página que mostra todas as pessoas inscritas e os professores que estão ministrando o curso. Figura 1.42: Participantes Na página Participantes (figura 1.43), você terá acesso ao perfil de cada participante, bastando, para isso, clicar no nome ou na foto de cada um deles. Figura 1.43: Lista de participantes 3.8 Mensagens A caixa Mensagens (ver figura 1.44) permite a visualização de mensagens enviadas especificamente para você, por usuários do Moodle, independente do curso ou perfil de usuário. Figura 1.44: Mensagens IFRN - Módulo I - Introdução à Informática através das NTICs e utilização do AVA Moodle. | 55
  49. 49. Para enviar uma mensagem para alguém, basta clicar no nome ou foto da pessoa com quem deseja se comunicar e, na tela de visualização do perfil, clicar em ‘Enviar mensagem’ (figura 1.45). Essas mensagens são pessoais, somente quem enviou e quem recebeu têm acesso a elas. Figura 1.45: Tela de visualização do perfil Atividade 2 1) Acesse o seu curso NTICS e clique no link Participantes da caixa participantes e veja quem está participando deste curso com você. 2) Escolha um dos participantes e clique no link correspondente ao seu nome para ver o seu perfil. 3)Clique no botão “Enviar mensagem” e envie uma mensagem de boas vindas e sua expectativa referente ao curso. Ao final, feche a caixa de diálogo de mensagens. 4) Usando a barra de navegação, volte para página principal do seu curso. Dica: observe se na caixa Mensagens chegou alguma mensagem para você. Em caso afirmativo, clique sobre o nome do participante para ler a mensagem. 56 | IFRN - Módulo 1 - Introdução à Informática através das NTICs e utilização do AVA Moodle.
  50. 50. 3.9 Atividades O Moodle oferece uma grande variedade de atividades que podem ser utilizadas nos cursos. A seleção dessas atividades é feita pelos professores responsáveis por cada curso. Cada atividade selecionada pode ser configurada a partir de algumas opções, também de acordo com o desejo dos professores. Essas atividades normalmente aparecem na página de entrada do curso, onde consta a programação do mesmo. Abordaremos aqui algumas dessas atividades. Figura 1.46: Atividades 3.9.1 Fóruns O fórum é um recurso que permite que você interaja com os outros participantes do curso. A participação nos fóruns é fundamental para a construção do grupo em um curso a distância, já que é através dele que os participantes têm a possibilidade de se conhecer melhor e conversar sobre questões do curso e outros assuntos pertinentes. O fórum pode ser utilizado, por exemplo, para discutir a respeito de dúvidas sobre determinada questão ou assunto em um curso; mas pode também ser um espaço para discussões mais amplas que se tornem pertinentes durante o decorrer do curso. Para acessar o(s) Fórum(ns) de discussão do seu curso, basta selecionar o link Fóruns da caixa de Atividades e selecionar em Fóruns gerais qual fórum quer participar. Na janela de Fóruns gerais (figura 1.47), você terra acesso aos fóruns cadastrados no seu curso com uma descrição dele, quantos tópicos relacionados, entre outras opções. Figura 1.47: Fóruns gerais IFRN - Módulo I - Introdução à Informática através das NTICs e utilização do AVA Moodle. | 57
  51. 51. 3.9.2 Recursos Material didático pedagógico para complementar o conteúdo do curso, como apostilas, sites, slides e outros. 3.9.3 Tarefas As tarefas serão respondidas através de um arquivo (texto, imagem etc.). Para editar o arquivo, você deve usar o editor de sua preferência (fora do ambiente Moodle). Figura 1.48: Lista de tarefas Para enviar o arquivo com a resposta da tarefa, você deve primeiramente clicar no botão Procurar, que está na parte inferior da tela (veja a figura 1.49), para localizar o arquivo no seu computador. Depois, clique no botão Enviar este arquivo. A sua resposta será enviada ao(s) professor(es) para a devida avaliação. Na maioria dos casos, as tarefas têm prazos definidos; o envio do arquivo só é permitido dentro do prazo especificado. Figura 1.49: Tela principal de uma tarefa 58 | IFRN - Módulo 1 - Introdução à Informática através das NTICs e utilização do AVA Moodle.
  52. 52. 3.9.4 Questionários Os questionários são blocos de questões de múltipla escolha ou de questões dissertativas. Ao clicar no link Questionários, você verá os enunciados das perguntas e poderá clicar no botão “Responder o questionário” para começar a respondê-las. 3.9.5 Chats Um outro recurso disponível em cada curso é a sala de bate-papo ou chat, onde os alunos poderão conversar com os outros participantes em tempo real. Para acessar o chat, basta clicar no link “chat”. Atividade 4 Vamos praticar. 1) Clique no link Chats na caixa Atividades, ao acessar a página dos chats escolha aquele correspondente ao nosso curso. 2) Na próxima página, clique no link “Clique aqui para entrar no chat agora”. 3) Ao entrar no chat, converse com seus colegas e veja com é bom e essencial interagir. 4) Clique no link Questionários na caixa Atividades e responda o questionário com o nome “Quem é você”, ao final envie para o seu professor. IFRN - Módulo I - Introdução à Informática através das NTICs e utilização do AVA Moodle. | 59
  53. 53. 3.9.6 Administração A caixa Administração (figura 1.50) permite que você tenha acesso a algumas opções mais avançadas de seu cadastro. Ela possui links para que você visualize suas notas, modifique informações do seu perfil e mude sua senha de acesso. Figura 1.50: Administração 3.9.7 Notas O link Notas permite a visualização das notas atribuídas às diversas atividades do curso. Nem todas as atividades terão uma nota associada, apenas aquelas determinadas pelos professores e coordenadores do curso. Ao clicar no link ”Notas” (figura 1.50), será mostrada uma lista com os nomes das atividades realizadas durante o curso e suas respectivas notas. 3.9.8 Perfil O Perfil é um recurso muito importante num curso a distância. Ele é útil para que os participantes possam se conhecer através das informações disponibilizadas por cada um deles. Como os momentos presenciais, onde, normalmente, se dá a interação entre os participantes, são poucos num curso a distância, é fundamental que cada participante atualize seu perfil pessoal, possibilitando, assim, que todos se conheçam melhor. 60 | IFRN - Módulo 1 - Introdução à Informática através das NTICs e utilização do AVA Moodle.
  54. 54. Figura 1.51: Perfil 3.9.9 Modificar Perfil Para modificar seu perfil, clique no link Modificar perfil na aba superior da página do perfil (figura 1.51). Você será redirecionado para uma nova tela (ver figura 1.52) na qual poderá adicionar/ modificar algumas informações sobre você e alguns detalhes do seu cadastro no Moodle. Figura 1.52: Modificar perfil IFRN - Módulo I - Introdução à Informática através das NTICs e utilização do AVA Moodle. | 61
  55. 55. 3.9.10 Mudar a senha Para mudar sua senha de acesso ao Moodle, clique no link “Mudar a Senha” na sua página de perfil (ver figura 1.45). Uma nova tela aparecerá, na qual você deve digitar sua senha atual e a nova senha, como mostra a figura 1.53. Observe que essa nova senha deverá conter no mínimo 4 (quatro) dígitos. Figura 1.53: Mudar a senha 3.9.11 Pesquisar nos Fóruns Esse recurso do Moodle permite que você procure por um tópico nos fóruns existentes no curso. Para isso, digite a palavra que deseja pesquisar e clique no botão “Vai” para fazer a busca. Figura 1.54: Pesquisar nos fóruns 3.9.12 Sair Para sair do Moodle, procure o link Sair (ver figura 1.55) existente no canto superior direito da tela. Ao clicar no link “Sair”, você será redirecionado para a tela principal do Moodle. Figura 1.55: Sair 62 | IFRN - Módulo 1 - Introdução à Informática através das NTICs e utilização do AVA Moodle.
  56. 56. Muito bem, concluímos mais uma etapa do nosso curso, agora é só praticar e realizar com seus alunos. Atividade 5 1) Clique no link Tarefas na caixa Atividades, clique no link correspondente a Atividade 1. 2) Anexe e envie ao seu professor o arquivo de texto “Novas Tecnologias – Módulo 1”. 3) No link correspondente a Atividade 2, anexe e envie o arquivo “Experiências com Novas Tecnologias” para o seu professor. Resumo Nesta aula, você estudou sobre a plataforma de aprendizagem virtual Moodle, sua forma de acesso ao ambiente, cadastro de usuário, acesso ao curso e outras ferramentas de configuração e administração. Viu também como esse ambiente virtual de aprendizagem é usado nos diversos cursos ministrados a distância pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN) e sua importância para esse instituto. Autoavaliação 1 – Por meio da plataforma Moodle, acesse o seu curso, observe se tem algum evento cadastrado, veja a lista de participantes do seu curso, escolha um deles e envie uma mensagem de boas vindas, acesse o canal de fórum e veja se tem algum fórum em aberto, caso sim, e você queira participar, interaja com uma mensagem, observe também se tem algum questionário a ser respondido ou alguma tarefa a ser entregue, acesse o seu perfil e veja se precisa ser alterado, caso sim, proceda com as alterações e salve-as no final. Mude a senha de acesso à plataforma (cuidado para não esquecê-la). IFRN - Módulo I - Introdução à Informática através das NTICs e utilização do AVA Moodle. | 63
  57. 57. Referências MOODLE. Disponível em: <http://moodle.org/>. Acesso em: 13 dez. 2010. MOODLE FSA. Manual Moodle do Aluno. Disponível em: <http://www.moodle.fsa.br/file. php/1/Manual_Moodle_do_Aluno.pdf>. Acesso em: 13 dez. 2010. MOODLE UFBA. Manual Moodle do Aluno. Disponível em: < http://www.moodle.ufba.br/file. php/1/Manual_moodle_aluno_1.6.pdf >. Acesso em: 13 dez. 2010. 64 | IFRN - Módulo 1 - Introdução à Informática através das NTICs e utilização do AVA Moodle.
  58. 58. Apresentação Geral Olá! Certamente, este curso tem nos levado a refletir sobre a presença das novas tecnologias na Educação. É surpreendente quando paramos para pensar nas máquinas que fazem parte do cotidiano da nossa família ou dos nossos amigos, não é mesmo? Além do computador e do celular, não é raro ver as pessoas usando pen drive, mp3 player, mp4 player, iPod e tantos outros aparelhos. Ora, se tudo isso participa, cada vez mais, da vida das pessoas, a escola não pode ignorar essa realidade. Mas, será que nós, profissionais da Educação, estamos preparados para desempenhar nosso papel, considerando que o estudante de hoje, em virtude da tecnologia, tem interesses bem diferentes daqueles que eram demonstrados pelo estudante de alguns anos atrás? Certamente, você conhece as inovações tecnológicas presentes no cotidiano dos jovens de hoje e sabe que estamos diante de um grande desafio. Neste curso, estamos aprendendo a enfrentá-lo. No primeiro módulo, você discutiu sobre as tecnologias aplicadas à Educação a Distância (EaD) e até fez treinamento para o uso da plataforma Moodle. Já pensou no quanto ela pode ser utilizada como apoio a processos presenciais de educação? É claro que você está refletindo sobre como as plataformas tecnológicas de EaD podem ser úteis na sua missão de educador(a). Pois é, podem mesmo! A sua missão de promover a aprendizagem, tanto de forma individual como em grupo, pode ter nas novas tecnologias uma forte aliada. Através da mediação tecnológica, nós, profissionais da Educação, poderemos contribuir com uma nova prática pedagógica fortemente vinculada à formação da autonomia do estudante. IFRN - Módulo 2 - Ensino e novas tecnologias | 67
  59. 59. Contudo, não é suficiente inserir a tecnologia em nosso cotidiano profissional para que elas realizem uma nova proposta pedagógica. É preciso definir bem os diferentes papéis dos agentes do processo de ensino e aprendizagem no ensino presencial e a distância. As convergências entre essas modalidades dependem da proposta pedagógica que nos orienta. Pois bem, é sobre essas coisas que convido você a conversar neste módulo. Palavra do professor-autor Creio que concordamos que o uso da tecnologia, por si só, não dispensa uma proposta pedagógica capaz de promover uma educação de qualidade. Por isso, este módulo está direcionado para aspectos pedagógicos que norteiam os processos educacionais. Ele foi pensado para que haja uma reflexão sobre a base pedagógica que deve acompanhar a introdução das novas tecnologias no processo ensino-aprendizagem. Evidentemente, você não encontrará uma abordagem completa, mas apenas o enfoque de algumas questões que julgamos fundamentais. Esperamos que você, através das atividades propostas, amplie os assuntos discutidos aqui. Apresentação do professor Já iniciamos uma conversa e eu ainda não me apresentei. Meu nome é Ana Santana Souza, nasci em Caicó, Estado do Rio Grande do Norte. No Seridó, fiz a graduação em Letras e atuei em movimentos sociais. Em 1995, passei a morar em Natal, cidade onde moro e onde fiz mestrado e doutorado em Literatura Comparada pela UFRN. Hoje, além de atuar na educação a distância no IFRN, também sou professora do Instituto Kennedy e da Universidade Potiguar. Paralelamente às atividades de professora e pesquisadora, também escrevo poesia. Publiquei livros acadêmicos e poéticos. Adélia Prado e a poética do falanjo (ensaio); A nação guesa de Sousândrade (ensaio); Danaides (poesia) e Em nome da pele (poesia). Quem sabe, você não encontra um desses livros por aí e, então, fica sabendo um pouco mais do que penso sobre literatura. 68 | IFRN - Módulo 2 - Ensino e novas tecnologias
  60. 60. O que vamos aprender Nesta primeira parte, você vai compreender a relação dos processos de ensino presencial e a distância a partir da empregabilidade de novas ferramentas tecnológicas ligadas às áreas de informação e comunicação. Objetivos Refletir sobre os diferentes papéis dos agentes do processo de ensino e aprendizagem no ensino presencial e a distância e as convergências possíveis entre essas modalidades. Reconhecer a importância da interatividade e da afetividade na aprendizagem. Compreender a relação entre aprendizagem colaborativa e autonomia. 01 02 03 IFRN - Módulo 2 - Ensino e novas tecnologias | 69
  61. 61. Sumário Tecnologias e sociedade pedagógica 1.1 Aspectos iniciais 72 1.2 Interatividade e afetividade na educação 75 1.3 O aluno: necessidades e especificidades de cada modalidade (EaD e presencial) 79 1. O papel dos professores/tutores na EaD e no ensino presencial 4 85 1.5 Mediação tecnológica 89 1.6 Mídias e ferramentas de interação específicas de curso ou de disciplinas a distância para aplicação no ensino presencial 91 IFRN - Módulo 2 - Ensino e novas tecnologias | 71
  62. 62. 1.1 Aspectos iniciais Não é mais novidade que estamos presenciando uma grande revolução na área das comunicações. Certamente, você, como eu, relaciona essa revolução às novas tecnologias. Muitos outros também fazem o mesmo. O que nos diferencia é o modo como nos posicionamos diante do fenômeno tecnológico. Em algumas pessoas, é possível identificar uma tecnoidolatria e, em outras, uma tecnofobia. Para as primeiras, a internet, por exemplo, é a possibilidade de uma comunicação em tempo real e sem fronteiras, cuja inovação está a serviço do progresso das relações interpessoais; para as segundas, o homem corre o risco de tornar-se escravo da tecnologia e isolar-se dos outros, ficando, na esfera afetiva, sujeito ao encontro mecânico mediado pelas redes sociais de relacionamentos. Em todo caso, diante das novas tecnologias (internet, celular, TV digital etc.), as pessoas reagem com assombro, perplexidade e, certamente, insegurança por não saberem com certeza onde a sociedade poderá chegar. Entretanto, o assombro é, de acordo com Canclini (2009), a condição considerada por muitos filósofos como a origem do conhecimento. Não há como não ficar extasiado diante de algo novo, o qual só passamos a conhecer porque nos atraiu, nos provocou de alguma forma. Certamente, a invenção da escrita, um grande evento tecnológico, só se tornou uma ferramenta importante na comunicação e, portanto, na distribuição do conhecimento porque provocou um fascínio ou um assombro entre as pessoas que, então, passaram a aprender com ela. 72 | IFRN - Módulo 2 - Ensino e novas tecnologias
  63. 63. A tecnologia faz parte das atividades humanas e, muito provavelmente, cada vez que surge uma inovação - da carroça ao avião; da enxada ao trator; do papiro ao computador e assim por diante - com ela, veio o assombro e o novo conhecimento. A revolução causada pelas tecnologias da informação e da comunicação (TICs), sejam as mais antigas como o rádio, o cinema, o jornal impresso, sejam as mais novas como a internet, mas principalmente essa, todas têm contribuído para o que Serres (2000) chamou de “sociedade pedagógica”. Para Serres, a informação é decisiva para quase todas as profissões e as pessoas, principalmente os jovens, através do uso da tecnologia, se informam cada vez mais rápido. Ele cita um exemplo para explicar a sociedade pedagógica: duas moças chegaram num Ministério onde foram recrutadas e, quando chegaram neste Ministério, elas o conheciam melhor do que as pessoas que já estavam lá. Por quê? Porque durante oito dias antes elas haviam buscado na internet a totalidade da informação concernente a este Ministério. Elas tinham, portanto, uma formação superior àquela das pessoas que já estavam ali trabalhando. E isto é perfeitamente novo. Por quê? Porque se podem buscar informações em novas fontes, que fazem com que, de forma paradoxal, os novos saibam mais que os antigos. É isso que eu chamo de sociedade pedagógica. (Seres 2000, p33) Esse conceito de sociedade pedagógica será muito importante para relacionarmos com o curso como um todo. É interessante que você compreenda que, na sociedade pedagógica, o sujeito é autodidata porque é gestor de seu próprio conhecimento e das formas de acessá-lo, o que lhe permite uma formação contínua e na direção que julgar mais conveniente. A natureza de uma autogestão sugere que não há hierarquias, isto é, o conhecimento não é mais, necessariamente, repassado dos mais velhos para os mais novos. Numa sociedade pedagógica como a que estamos construindo, a escola, necessariamente, precisa adotar uma nova pedagogia que desestabilize os processos de organização tradicionais de ensino. Isso não significa que basta introduzir na escola novas tecnologias da informação e da comunicação. Para Oliveira (2003, p. 43): [...] as TICs não mudam necessariamente a relação pedagógica. Elas tanto servem para reforçar uma visão conservadora, individualista, autoritária, como para dar suporte a uma visão emancipadora, aberta, interativa, participativa. Nesse caso, transgredir a relação está mais na mente das pessoas do que nos recursos tecnológicos, embora sejam inegáveis suas potencialidades pedagógicas. Para implementar uma nova pedagogia que inclua as TICs como instrumentos de uma educação libertadora, é preciso que as mentes dos agentes que participam do processo de formação estejam imbuídas de uma visão pedagógica emancipadora. IFRN - Módulo 2 - Ensino e novas tecnologias | 73
  64. 64. Numa pedagogia nova, o processo educativo é centrado no aluno, o que significa mudanças na forma de aprendizagem, e, portanto, nos papéis desempenhados por alunos e professores. Discutiremos sobre isso neste módulo. Comecemos pela condição necessária para essa nova pedagogia: interatividade e afetividade. Mas, antes de passar ao próximo tópico, pare um pouco e faça a atividade sugerida. Atividade 1 1) Relacione situações que você conhece que exemplifiquem o conceito de “sociedade pedagógica”. 2) Procure refletir sobre os possíveis aspectos (positivos ou negativos) dessas situações na formação das crianças e jovens. 74 | IFRN - Módulo 2 - Ensino e novas tecnologias
  65. 65. 1.2 Interatividade e afetividade na educação Vamos iniciar este tópico falando de um assunto importante para todos nós: a afetividade. Vamos começar citando Rubem Alves: toda experiência de aprendizagem se inicia com uma experiência afetiva. É a fome que põe em funcionamento o aparelho pensador. Fome é afeto. O pensamento nasce do afeto, nasce da fome. Não confundir afeto com beijinhos e carinhos. Afeto, do latim “affetare”, quer dizer “ir atrás”. É o movimento da alma na busca do objeto de sua fome. É o Eros platônico, a fome que faz a alma voar em busca do fruto sonhado (ALVES, 2002, p. 1). Se afeto é “ir atrás”, como nos coloca Rubem Alves, afeto é também desejo. Assim, podemos dizer que a aprendizagem só ocorre quando há o desejo, a fome de aprender. E o que instaura essa fome é, certamente, o afeto. Desse modo, sem a afetividade, o sujeito não aprende porque não se interessa pelo objeto da aprendizagem. Portanto, cognição e afetividade estão interligados. Durante muito tempo, os teóricos da Educação separavam os aspectos cognitivos dos aspectos afetivos, assim como razão e emoção, corpo e mente. O paradigma cartesiano que separa o sujeito do objeto, o espírito da matéria, influenciou todas as áreas do conhecimento. A complexidade do ser humano, entretanto, exige uma outra abordagem. Para Morin (2002), o pensamento disjuntivo não dá conta da unidade complexa da pessoa humana. Somos matéria física e espírito e não apenas um substrato puramente bioanatômico. Portanto, pensar o ser humano isolando seus aspectos constitutivos, como se eles não se comunicassem entre si, é uma percepção redutora da complexidade humana. Não há uma fronteira objetiva separando a razão da emoção ou o corpo do espírito ou, ainda, o homem de seu meio. Na Educação, seja presencial ou a distância, cada vez mais, se concebe a intersecção entre esses elementos. Para Vygotsky, Quem separa desde o começo o pensamento do afeto fecha para sempre a possibilidade de explicar as causas do pensamento porque uma análise determinista pressupõe descobrir os motivos, as necessidades e interesses, os impulsos e tendências que regem o movimento do pensamento em um outro sentido. De igual modo, quem separa o pensamento do afeto nega de antemão a possibilidade de estudar a influência inversa do pensamento no plano afetivo (VYGOTSKY, 1993, p. 25). IFRN - Módulo 2 - Ensino e novas tecnologias | 75
  66. 66. Mas, qual a condição para que surja o afeto? Certamente, a interatividade. Vygotsky (1993) entende que a cultura e a interação social são fundamentais no desenvolvimento da cognição. A aprendizagem e o desenvolvimento intelectual se realizam na interação, que viabiliza a conversão de relações sociais em funções mentais. Sozinho, o homem não se constrói. Sua construção ocorre num processo duplo: primeiro nas relações interpessoais, quando toma conhecimento dos modos de pensar e sentir do outro, e, em seguida, no seu interior, quando internaliza o que adquiriu de informação e passa a processar, junto com aprendizagens anteriores, os novos conhecimentos. Cada nova aquisição ressignifica os saberes acumulados no interior do sujeito e é ressignificada por eles. A interação com o outro permite a criação de vínculos afetivos que favorecem a aprendizagem. É assim que adquirimos hábitos culturais, como apreciar certas culinárias ou adotar certos modos de vestir. O afeto toma forma na interação, contudo, a interação não existe apenas quando há proximidade geográfica. A comunicação a distância pode possibilitar que as pessoas se sintam ligadas umas às outras. Não é o que acontece entre pessoas que se conhecem pela internet e até se casam? A interação, ao gerar afetividade, seja na sala de aula de paredes, seja na sala de aula virtual, é um instrumento importante na educação das pessoas. Quando professores e alunos conseguem uma relação interativa e amigável, certamente o interesse pela aprendizagem é mais acentuado. Na interação, pode, então, acontecer um outro elemento importante para a aprendizagem: a motivação. Intimamente ligada às emoções e à afetividade, a motivação implica uma 76 | IFRN - Módulo 2 - Ensino e novas tecnologias
  67. 67. mudança de comportamento mediante alguns fatores que, bem utilizados, podem favorecer a aprendizagem. Embora não seja um conceito simples porque envolve inúmeras questões, é possível fazer um recorte para discutir sobre motivação. Os estudos sobre o tema têm explorado dois tipos de motivação: a extrínseca e a intrínseca. Um aluno extrinsecamente motivado é aquele que desenvolve uma atividade interessado em recompensas externas ou sociais. Um aluno intrinsecamente motivado se envolve na atividade porque ela lhe dá satisfação. O aluno, cuja motivação vem de fora, é menos disposto a aceitar desafios e a lutar para melhorar suas competências. Por essa razão, de acordo com Lefrançois (2008, p. 368), a escola e os professores têm como um de seus objetivos “tornar as crianças mais internamente orientadas - mais intrinsecamente motivadas”. O autor sugere, citando Amés (1992 apud LEFRANÇOIS, 2008, p. 368), que os professores apresentem aos estudantes vários objetivos de curta duração, desafiadores, mas que podem ser conquistados com esforço razoável, que se esforcem para que o trabalho escolar seja pessoalmente envolvente, que se atenham mais aos processos de aprendizagem e menos aos resultados, que enfatizem o progresso individual e minimizem as comparações com os outros estudantes. O desafio, apresentado de forma gradual, evita que o aluno desista por se deparar diante de um problema, cuja solução não é acessível à sua idade ou grau de conhecimento. Além disso, quando proposto para superação dos próprios limites – e não para superar o colega – possibilita o conhecimento de si. Conhecendo-se e sentindo-se capaz de superar-se, o aluno se sente motivado intrinsecamente a continuar progredindo. Para que o professor promova a motivação em sua sala de aula, ele precisa conhecer melhor as necessidades individuais e os objetivos dos estudantes. Portanto, é importante começarmos por indagar sobre as necessidades do aluno e como ele pode exercer sua condição de aprendente, tanto na modalidade presencial como na modalidade a distância. É preciso pensar nos limites da especificidade de cada uma dessas modalidades, sem, contudo, esquecer que o aluno de hoje vive numa sociedade pedagógica, portanto, seu mundo informacional não se reduz aos conhecimentos adquiridos em sala de aula. Discutiremos sobre isso logo que você realizar a seguinte atividade. IFRN - Módulo 2 - Ensino e novas tecnologias | 77
  68. 68. Atividade 2 a) Em um poema intitulado Ensinamento, a poetisa mineira Adélia Prado nos provoca com os seguintes versos: Reflita sobre o poema e responda: 1) Aprender conteúdos é sinônimo de educação? 2) Qual o ensinamento que podemos aprender do poema? 3) De que modo as novas tecnologias podem ser favoráveis a uma interação afetiva? Minha mãe achava estudo a coisa mais fina do mundo. Não é. A coisa mais fina do mundo é o sentimento. Aquele dia de noite, o pai fazendo serão, ela falou comigo: ‘Coitado, até essa hora no serviço pesado’. Arrumou pão e café, deixou tacho no fogo com água quente. Não me falou em amor. Essa palavra de luxo. Fonte: Prado (1991, p. 116). b) Pense na sua sala de aula e/ou na de algum(a) colega. Relembre o cotidiano escolar e descreva uma situação em que você acredita que ocorreu interação, afetividade e motivação intrínseca 1.3 O aluno: necessidades e especificidades de cada modalidade (EaD e presencial) Você sabe que o ensino, principalmente nos dias de hoje, pode se realizar tanto na modalidade presencial como a distância. Mas, quais as necessidades dos alunos, tanto em uma como em outra modalidade? Como eles e a escola têm se comportado diante das novas tecnologias? Neste tópico, vamos discutir sobre essas questões. Independente da modalidade de ensino, EaD ou presencial, o aluno de hoje vive entre dois mundos: o real e o virtual. O jovem está constantemente “conectado”. Ele fala ao celular e com ele filma e fotografa, responde aos amigos no Messenger, escuta 78 | IFRN - Módulo 2 - Ensino e novas tecnologias
  69. 69. música no iPod, assiste TV tudo isso e mais alguma coisa ao mesmo , tempo. A simultaneidade é uma característica da atividade juvenil atualmente. Ainda que nem todos tenham acesso a todas as tecnologias disponíveis no mercado, pelo menos algumas são acessadas por grande parte dos jovens que adquirem muito cedo um celular, ou usam o dos pais, e frequentam “lan house”, de onde navegam na internet, conversam no MSN ou outros programas de bate-papo, participam de jogos eletrônicos etc. São muitos os programas de relacionamento, não seria interessante conhecer melhor alguns deles? E como a escola está lidando com essa realidade? 1 - Existem diversos ambientes virtuais de aprendizagem Geralmente, a escola de ensino presencial disponibiliza um laboratório de informática e um ou mais professores para gerir o ambiente virtual e o ambiente físico onde os alunos se reunirão para usar os computadores. Dificilmente, a tecnologia na escola é tratada como um tema transversal, o que seria o caminho mais recomendado, segundo Rivoltella (2007). que podem ser utilizados nos processos de ensino e aprendizagem. O mais utilizado é o Moodle (Modular Object-Oriented Dynamic Learning Environment), Para o autor, somente em equipe o trabalho de educação digital pode ser eficaz. Sobre isso, falaremos mais adiante. Por enquanto, voltemos ao modo como a escola está lidando com a realidade do aluno, rodeado de tecnologias da informação e da comunicação. Você já parou para pensar sobre isso? Você vê algum problema em estudar sem ter que frequentar salas de aula fixas? É possível um bom aproveitamento de estudo quando esse é realizado a distância? desenvolvido pelo Australiano Martin Dougiamas em 1999. Sendo uma plataforma de Software Livre, é gratuito, podendo ser baixado, instalado e modificado por qualquer pessoa que saiba navegá-lo. No módulo Na modalidade a distância, alunos, professores e tutores navegam, geralmente, em um Ambiente Virtual de Aprendizagem, também chamado de AVA1. Entretanto, embora haja uma maior utilização da ferramenta tecnológica, muitos materiais de ensino ainda não exploram com eficácia as potencialidades que a tecnologia tem a oferecer. IFRN - Módulo 2 - Ensino e novas tecnologias | 79 III, você aprenderá a explorá-lo. Agora seria bom você pesquisar sobre outros ambientes virtuais de aprendizagem.
  70. 70. Figura 1.1: Exemplo de ambiente virtual Fonte: < http://ead.ifrn.edu.br/moodle/ >. Acesso em: 1 mar. 2011. O mau uso das tecnologias aplicadas ao ensino se dá, certamente, pelo pouco preparo de muitos professores que, embora conheçam bastante o assunto sobre o qual discutem, não têm plena segurança sobre a forma de apresentá-lo numa nova linguagem. Evidentemente, isso tende a melhorar com o uso cada vez mais constante das TICs na educação. Em todo caso, o ambiente virtual é um instrumento que pode ser um aliado do processo de ensino-aprendizagem, otimizando seus resultados. Para que isso aconteça, é fundamental observarmos pelo menos dois aspectos quanto à participação dos alunos: autonomia e colaboração. O que significa, para você, autonomia? Pense um pouco. A origem etimológica da palavra é grega: auto (que significa “si mesmo”) + nomos (que significa “o que é de lei e de direito”). Assim, autonomia significa “direito de reger-se segundo leis próprias” (HOUAISS, 2001), o que sugere individualidade e independência. Entretanto, de acordo com Moran (2008), a autonomia se realiza quando, de uma forma equilbrada, a interação e a interiorização se combinam. Pela interação, aprendemos, expressamos nossas ideias e as confrontamos com outras e, ainda, buscamos ser aceitos pelo outro. Pela interiorização, fazemos a integração de tudo, procurando nossa síntese, nossa identidade pessoal. 80 | IFRN - Módulo 2 - Ensino e novas tecnologias
  71. 71. Portanto, a autonomia não encontra seu caminho na individualidade, no isolamento, como a princípio se poderia pensar partindo da etimologia da palavra. A autonomia se formula no diálogo social que põe os sujeitos em interação. Contudo, interagir é condição básica para que uma pessoa se torne autônoma, mas é na interiorização que juntamos todas as coisas vividas na interação e encontramos o nosso modo de atuar no mundo, nosso modo de gerir a nossa própria aprendizagem. Na interiorização, são digeridas as interações, mas se essas acontecem de um modo deformado, isto é, dentro de um sistema hierárquico de saberes e práticas em que o saber do professor é sempre superior ao do aluno, então, não haverá conquista da autonomia por parte do estudante, pois, na verdade, não houve uma interação plena. Por exemplo: O professor indicou a leitura de um poema e solicitou que os alunos atribuíssem sentido ao texto, mas esperou que todos apresentassem uma interpretação que coincidisse com a sua. Ora, a leitura deve levar em consideração o texto, o autor e as próprias experiências do leitor, portanto, o sentido sofre variações. Se ao aluno é dada uma única possibilidade de interpretação, ele sempre achará que sua leitura está errada se não for igual à do mestre, prejudicando, assim, a construção de sua autonomia. IFRN - Módulo 2 - Ensino e novas tecnologias | 81
  72. 72. Na verdadeira interação, ocorre a participação colaborativa que parte da idéia de que o conhecimento não é transmitido de uma cabeça para outra, mas é construído pelas pessoas, resultando de um consenso entre membros de uma comunidade de conhecimento que conversando, trabalhando juntas, trocam saberes (TORRES; ALCÂNTARA; IRALA, 2004). A aprendizagem colaborativa não se realiza como um trabalho em grupo no qual cada membro se responsabiliza por uma parte. Você certamente já observou que é comum, numa interpretação equivocada, alunos prepararem um seminário deste modo: as tarefas são divididas, cada um pesquisa um elemento sem se importar com o que o colega está realizando, depois juntam-se na hora da apresentação e, individualmente, apresentam suas contribuições. Se algum membro do grupo faltar, um problema está criado porque dificilmente o grupo se preparou em conjunto de modo a seus integrantes conhecerem todo o conteúdo. 82 | IFRN - Módulo 2 - Ensino e novas tecnologias
  73. 73. Atividade 3 a) Vimos que a interação é condição básica para que uma pessoa se torne autônoma. É com os outros que se aprende. O aprendizado se dá com a interiorização do que vivenciamos, mas se há uma deformação, como no exemplo acima, o aprendizado do aluno não o levará à autonomia, à construção do seu conhecimento, mas a uma dependência do saber do outro. Consequentemente, a motivação para o aprendizado provavelmente será extrínseca, isto é, mediante um estímulo externo, como a nota, por exemplo. Entretanto, a afetividade pode mudar esse quadro. 1) Demonstre com um ou mais exemplos como isso pode ocorrer, isto é, como ocorre uma interação plena. b) Certamente, a situação do seminário exemplificada não é uma situação estranha para você. Pare um pouco a leitura e procure na sua memória exemplos desse tipo e, em seguida, faça um relato de suas experiências. c) Relembre uma atividade que você desenvolveu, cujo resultado alcançado só foi possível graças à participação colaborativa de todos, inclusive a sua. Se não lembrar, imagine alguma e a estruture num texto com objetivos, metodologia e recursos necessários. Se estiver achando muito trabalho, pense que o material que você construir poderá, depois, ser útil na sua prática. Na colaboração, todos contribuem com a produção do outro, decidem juntos as melhores estratégias de construção do conhecimento e aprendem sobre o processo mesmo da aprendizagem. A colaboração e a autonomia são determinantes na formação do aluno e isso significa um novo papel para o professor. É sobre isso que discutiremos assim que você realizar a atividade proposta. IFRN - Módulo 2 - Ensino e novas tecnologias | 83
  74. 74. 1.4 O papel dos professores/tutores na EaD e no ensino presencial Como estamos afirmando desde o início deste módulo, a presença das novas tecnologias da informação e da comunicação na sociedade demanda uma proposta pedagógica nova. O surgimento da educação a distância, utilizando as ferramentas digitais no processo ensino-aprendizagem, implica mudanças no ensino presencial, que, para não perder o “bonde veloz” das transformações sociais, precisa se apropriar das novas linguagens, que devem estruturar novas práticas amparadas por um currículo aberto e flexível. As novas práticas não podem repetir aquelas em que, muitas vezes, os recursos tecnológicos são tomados como mais um instrumento moderno do processo educacional que, no entanto, serve apenas à reprodução de uma metodologia tradicional com uma roupagem aparentemente inusitada. As novas práticas deverão ser construídas na interação, mas, para que sejam realmente efetuadas, a escola precisa de um novo tipo de professor. Como afirma Libâneo (2003, p. 28), novas exigências educacionais pedem às universidades um novo professor capaz de ajustar sua didática às novas realidades da sociedade, do conhecimento, do aluno, dos meios de comunicação. O autor indica algumas atitudes docentes na nova escola que podem contribuir para a formação de uma pessoa protagonista de sua própria aprendizagem, gestora de seu próprio saber, autônoma, enfim. Vejamos quais são elas. 84 | IFRN - Módulo 2 - Ensino e novas tecnologias

×