O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Módulo 15 informática aplicada educação

3.648 visualizações

Publicada em

Apresentação do Módulo 15 Curso Profuncionário.

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

Módulo 15 informática aplicada educação

  1. 1. NTE –Núcleo Tecnologia Educacional Profª. Maria de Fátima de Sousa Lins GRE - FlorestaInformática Aplicada à Educação
  2. 2. Informática Aplicada à educação1 – Histórico da Informática educativa no Brasil;2 -O uso do computador na escola como recurso pedagógico;3 - A importância da capacitação e do papel do professor, doadministrador escolar e do funcionário da educação;4 - O uso da Internet na educação.
  3. 3. Informática Aplicada à educaçãoAtividade:Grupo 1: Unidade 1 - Linha do tempo demonstrando too opercurso de inserção da informática na educação no Brasil.Grupo 2: Unidade 2 – Aspectos importantes para o uso docomputador como recurso pedagógico.
  4. 4. 1 - Histórico da Informática educativa no Brasil • O Brasil deu os primeiros passos na informática educativa, em 1971. • Uso do computador no ensino de física (USP de São Carlos). Entidades responsáveis pela primeiras investigações foram: • UFRJ • Unicamp • UFRGS
  5. 5. Histórico da Informática educativa no Brasil• Ainda no final da década de 1970 e início de 1980, novasexperiências, apoiadas nas teorias de Piaget, na UFRGS, destacando-se o trabalho realizado pelo Lab. de Estudos Cognitivos (LEC).• Trabalhos que foram desenvolvidos com crianças de escola públicaque apresentavam dificuldades de aprendizagem.Ações do Governo Federal, a partir de meados de 1970:• Estabelece políticas públicas voltadas para a construção deindústria própria;• Estabelece medidas protecionistas para a área;• Comissão Coord. das Atividades de Processamento Eletrônico;• Empresa Digital Brasileira e• Secretaria Especial de Informática.
  6. 6. Histórico da Informática educativa no BrasilEm agosto de 1981 – I Seminário Nacional de Informática(UnB). 1. Destaca a importância de pesquisar o uso do computador,visando o processo ensino-aprendizagem. 2. Indica a necessidade do prevalecer pedagógico sobre asquestões tecnológicas no planejamento das ações. 3. O computador é um meio de ampliação das funções doprofessor e jamais como ferramenta para substituí-lo.
  7. 7. Histórico da Informática educativa no Brasil• Em dezembro de 1981 – “Subsídios para a Implantação doPrograma Nacional de Informática na Educação” 1. As iniciativas nacionais deveriam estar centradas nasuniversidades e não diretamente nas Secretarias de Educação. 2. Necessidade de combinação dos fatores de produção emeducação, viabilizando o ensino adequado às necessidades e àsrealidades regionais. 3. Desenvolver software educativos, demarcados por valoresculturais, sociopolíticos e pedagógicos da realidade brasileira. 4. Formação de recursos humanos.
  8. 8. Histórico da Informática educativa no Brasil Centros-piloto do Projeto Educom Projeto Formar• Curso de especialização de 360 horas, modular (45 dias úteis);• Que atingiu cerca de 150 educadores provenientes das secretariasestaduais, municipais, escolas técnicas, educação especial e professoresde universidades interessados na implantação dos centros.Compromisso: projetar e implantar, junto à Secretaria de Educação,um Centro de Informática Educativa (Cied)Em 1988 e 1989, 17 Cieds foram implantados em Estados daFederação.
  9. 9. Histórico da Informática educativa no Brasil Em 1990 1º Plano de Ação Integrada (Planinfe) • Criar uma infra-estrutura para os núcleos ou centros distribuídos geograficamente pelo país. • Produção de software, provenientes de grupos de pesquisa com competência, gerando padrões de qualidade. • Buscar configuração básica.
  10. 10. Histórico da Informática educativa no Brasil Em 1997 Programa Nacional de Informática na Educação (ProInfo) • Promover o uso pedagógico da informática na rede pública de ensino fundamental e médio. • Coordenação federal e operacionalizado pelos estados e municípios.
  11. 11. 2 - O uso do computador naescola como recursopedagógico Dinamizar o processo de ensino-aprendizagem com aulas mais criativas e mais motivadoras;  Despertar nos alunos, a curiosidade e o desejo de aprender, conhecer e fazer descobertas.
  12. 12. 2 - O uso do computador naescola como recurso pedagógico Com a informática é possível realizar variadas ações – se comunicar, fazer pesquisas, redigir textos, criar desenhos, efetuar cálculos e estimular fenômenos.
  13. 13. 2 - O uso do computador naescola como recurso pedagógico O computador incorpora, hoje, vários recursos tecnológicos. Nele é possível ouvir rádio, ver vídeos, ler revistas e jornais, reproduzir e gravar CD, como no aparelho e som, conversar com outra pessoa como se estivéssemos ao telefone, entre outras.
  14. 14. 2 - O uso do computador naescola como recurso pedagógico Como incorporar a tecnologia no contexto escolar? Verificar quais são os pontos de vista dos docentes e dosfuncionários em relação aos impactos das tecnologias naeducação.Integrar os recursos tecnológicos de forma significativacom o cotidiano educacional. Envolver as famílias e os demais segmentos dacomunidade escolar nos processos de discussão eimplementação das novas tecnologias no cotidiano escolar.
  15. 15. 2 - O uso do computador naescola como recurso pedagógico Como incorporar a tecnologia no contexto escolar?Por disciplina:Professor utiliza como reforço, complementação ou sensibilizaçãopara os conteúdos abordados em sala de aula em sua disciplinaespecifica, de forma isolada.Projetos educacionais:A informática acontece de forma integrada entre várias disciplinas nodesenvolvimento de propostas de projetos.
  16. 16. 2 - O uso do computador na escola como recurso pedagógicoComo incorporar a tecnologia nocontexto escolar? Utilização dos ambientes de informática: Sistematizada: Quando os horários são definidos previamente,durante o planejamento das aulas. Não-sistematizada: Quando é livre e depende do interesse e da necessidade do professor, que agende seu horário. Essa modalidade tende a deixar o laboratório ocioso pela pouca utilização. O desenvolvimento de um plano de aula com tecnologia requer maior pesquisa, versatilidade, criatividade e tempo do professor.
  17. 17. 2 - O uso do computador naescola como recurso pedagógicoQuanto ao objetivo de sua aplicação na escola:Pedagógica:Quando utilizado como ferramenta para complementos esensibilizações disciplinares ou projetos educacionais.Osalunos precisam estar aptos a manusear o computador e atrabalhar com os softwares.Social:Quando a escola preocupa-se em repassar para alunos osconteúdos tecnológicos. O enfoque da informática emdiversas áreas, como caixas eletrônicos de bancos, caixas desupermercados e terminais de consultas.
  18. 18. 2 - O uso do computador naescola como recurso pedagógico Como incorporar a tecnologia no contexto escolar? Planejamento de aulas no ambiente de informática: Objetivos a serem atingidos; Conteúdos a serem abordados; Estratégia a ser utilizada; Recursos necessários; Software a ser utilizado; Avaliação; As aulas deverão ser desafiadoras, com problemas a serem resolvidos.
  19. 19. 2 - O uso do computador na escola como recurso pedagógicoComo incorporar a tecnologiano contexto escolar? Os planejamentos devem ser realizados em equipe com os demais professores da escola, envolvendo, também, os técnicos em multimeios didáticos. Dessa forma , a utilização da informática torna- se mais ampla e dinâmica. Devem ser previstas práticas sociais da informática nos planos de aula, sempre relacionando as ferramentas com as mudanças sociais.
  20. 20. 2 - O uso do computador naescola como recurso pedagógicoSoftwares utilizados na educação: Tutorias- São os softwares que ensinam a utilizar de computador. Exercitação - software que possibilita atividades interativas por meiode respostas às questões apresentadas. Investigação - são as enciclopédias, que agilizam a localização deinformações mais adequadas e confiáveis. Simulação – são os programas simuladores de vôo, os gerenciadores decidades, de hospitais e de safáris. Jogos – jogos de matemática, de raciocínio lógico, leitura e escrita,entreoutros, que, de forma lúdica, auxiliam o processo ensino-aprendizagem. Abertos – editores de textos, bancos de dados, planilhas eletrônicas eoutros.
  21. 21. 3 – A importância da capacitação e dopapel do funcionário da educação. Um novo olharNova postura do professor e funcionário no processoensino-aprendizagem com a informática inserida como recursopedagógico.Professor – deve assumir o papel de facilitador, mediador,organizador,coordenador e parceiro, atendendo às necessidadesindividuais dos alunos.Funcionário – trabalhar em parceria com o professor, de formaefetiva, para que a informática seja utilizada da melhor forma comorecurso pedagógico.
  22. 22. 3 –A importância da capacitação e dopapel do funcionário da educação.Professores e funcionários da educação devem serpreparados para desempenhar competências tais como: Estar aberto a aprender a aprender; Atuar a partir temas emergentes no contexto de interesse dos alunos; Promover o desenvolvimento de projetos cooperativos; Assumir atitude de investigador do conhecimento e da aprendizagemdo aluno; Propiciar a reflexão, a depuração e o pensar sobre o pensar; Dominar recursos computacionais; e outros.É preciso aprender a lidar com as rápidas mudanças, ser dinâmico eflexível.
  23. 23. 4 - O uso da Internet na educaçãoPrincipais ganhos pedagógicospossíveis com a Internet:•Acessibilidade a fontes inesgotáveis de assuntos para pesquisas;•Páginas educacionais específicas para a pesquisa escolar;•Paginas para busca de software;•Comunicação e interação com outras escolas;•Estimulo para pesquisas a partir de temas previamente definidos ou a partir dacuriosidade dos próprios alunos;•Desenvolvimento de uma nova forma de comunicação e socialização;•Estímulo à curiosidade;•Estímulo à escrita e à leitura;•Estímulo ao raciocínio lógico;•Possibilidade do aprendizado individualizado;•Troca de experiências entre professores/professores, alunos/alunos eprofessor/aluno.
  24. 24. Sistemas de Concepção de educação e comunicação currículo no processo de Material didático- ensino e aprendizagem pedagógico Sistema de avaliação Equipe multidisciplinar Infra-estrutura de apoioSustentabilidade financeira Gestão acadêmico- administrativa
  25. 25. 4 - O uso da Internet na educaçãoServiços da Internet: Sítio, página ou home page;Envio e recebimento de arquivos;Correio eletrônico ou e-mail;Salas de bate papo ou Chat;Lista de discussão; Blog ou weblog;Projeto pedagógico com a utilização da Internet;
  26. 26. 4 - O uso da Internet na educação “A Internet é mais um canal de conhecimento, de trocas e buscas. A Internet não substitui...Ela facilita, aprimora as relações humanas, elabora novas formas de produção, estimula uma cultura digital, libera tempo, une povos e culturas. Gera uma nova sociedade”. TAJRA,200.

×