Livro projeto telaris capitulo 9 ciencias 6º ano

1.273 visualizações

Publicada em

Aula sobre estados físicos da água para ajudar os alunos a compreenderem melhor o que o livro informa e aos professores que usarem facilite a suas aulas e utilização do livro na sala de aula.

Publicada em: Educação
1 comentário
1 gostou
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.273
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
350
Comentários
1
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Livro projeto telaris capitulo 9 ciencias 6º ano

  1. 1. A água no planeta Mudanças no estado físico O calor e as mudanças O ciclo da água Distribuição da água nos alimentos 9 Capítulo
  2. 2. CURIOSIDADES SOBRE A ÁGUA VOCÊ SABIA...?  ELA TEM MASSA, POIS PODE TOCAR EM UM CORPO.  ELA OCUPA UM ESPAÇO, POIS OCUPA QUALQUER LOCAL.  ELA TEM MATÉRIA, POIS TEM MASSA E OCUPA UM LUGAR NO ESPAÇO.  ELA TEM VOLUME, POIS TEM A CAPACIDADE DE ENCHER RECIPIENTES.
  3. 3. CURIOSIDADES SOBRE A ÁGUA VOCÊ SABIA...?  ELA TEM ÁTOMO QUE É A MENOR PARTE DA MATÉRIA.  ELA TEM MOLÉCULA É A PORÇÃO (CONJUNTO) FORMADA POR ÁTOMOS UNIDOS.  A MOLÉCULA DE ÁGUA É UMA SUBSTÂNCIA FORMADA POR DOIS ÁTOMOS DE HIDROGÊNIO E UM ÁTOMO DE OXIGÊNIO.  A FÓRMULA DA ÁGUA É H2O.
  4. 4. A ÁGUA NO PLANETA  Cerca de 71% da superfície da Terra é coberta por água em estado líquido. Do total desse volume, 97% aproximadamente, está nos oceanos, em estado líquido.  A água dos oceanos é salgada: contém muito cloreto de sódio, além de outros sais minerais.
  5. 5. A ÁGUA NO PLANETA  Mas a água em estado líquido também aparece nos rios, nos lagos e nas represas, infiltrada nos espaços do solo e das rochas, nas nuvens e nos seres vivos. Nesses casos ela apresenta uma concentração de sais geralmente inferior a água do mar. É chamada de água doce e corresponde a apenas cerca de 1% do total de água do planeta.
  6. 6. A ÁGUA NO PLANETA  Cerca de 2% da água do planeta é encontrado em estado sólido, formando grandes massas de gelo nas regiões próximas dos polos e no topo de montanhas muito elevadas. As águas subterrâneas correspondem á 0,96% da água doce, o restante está disponível em rios e lagos.
  7. 7. A ÁGUA NO PLANETA Oceanos e mares - 97% Geleiras inacessíveis - 2% Rios, lagos e fontes subterrâneas - 1%
  8. 8. MUDANÇAS NO ESTADO FÍSICO  As passagens entre os três estados físicos (sólido, líquido e gasoso) têm o nome de mudanças de estado físico.
  9. 9. EXEMPLOS
  10. 10. FUSÃO  Passagem, provocada por um aquecimento, do estado sólido para o estado líquido.  O aquecimento provoca a elevação da temperatura da substância até ao seu ponto de fusão. A temperatura não aumenta enquanto está acontecendo a fusão, isto é, somente depois que toda a substância passar para o estado líquido é que a temperatura volta a aumentar.
  11. 11. VAPORIZAÇÃO  Passagem do estado líquido para o estado gasoso, por aquecimento.  Se for realizada lentamente chama-se evaporação, se for realizada com aquecimento rápido chama-se ebulição.  Durante a ebulição a temperatura da substância que está a passar do estado líquido para o estado gasoso permanece inalterada, só voltando a aumentar quando toda a substância estiver no estado gasoso.
  12. 12. SOLIDIFICAÇÃO  Passagem do estado líquido para o estado sólido, através de resfriamento.  Quando a substância líquida inicia a solidificação, a temperatura fica inalterada até que a totalidade esteja no estado sólido, e só depois a temperatura continua a baixar.
  13. 13. CASOS ESPECIAIS Brinicle se formam sob gelo quando um fluxo de água salina é introduzido para a água do oceano. Vai congelando tudo o que toca.
  14. 14. CASOS ESPECIAIS Flores de gelo são formados quando a seiva no caule das plantas congela e se expande, rachando o tronco. A água, em seguida, entra através das rachaduras e congela quando em contato com o ar, eventualmente formando padrões requintados.
  15. 15. FLORES DE GELO
  16. 16. ARCO ÍRIS DE FOGO  São formados pela luz que reflete a partir de cristais de gelo em nuvens altas. Os halos são tão grandes que muitas vezes aparecem em paralelo ao horizonte.
  17. 17. PARÉLIO  É um fenômeno atmosférico que acontece quando os cristais de gelo brilhem quando o sol está em um determinado ângulo.
  18. 18. CONDENSAÇÃO  Passagem do estado gasoso para o estado líquido, devido ao um arrefecimento (resfriamento).  Quando a substância gasosa inicia a condensação, a temperatura fica inalterada até que a totalidade esteja no estado líquido, e só depois a temperatura continua a baixar. Exemplos: Geada e Orvalho
  19. 19. ARCO ÍRIS BRANCO  Estes arcos íris se formam na névoa, em vez de chuva. A condensação reflete pouca luz, e, como resultado, o arco-íris é composto pela cor branca - em vez das cores vibrantes de um arco-íris tradicional.
  20. 20. SUBLIMAÇÃO  Passagem direta de uma substância do estado sólido para o estado gasoso, por aquecimento, ou do estado gasoso para o estado sólido, por arrefecimento. Ex. Gelo seco, naftalina.
  21. 21. CASOS ESPECIAIS  Penitentes são lâminas altas e finas de neve e gelo endurecido que se formam em grandes altitudes. Em uma tal altura, os raios do sol são capazes de transformar gelo em vapor de água sem derretê-lo (sublimação). Algumas áreas se transformam aleatoriamente em vapor mais rapidamente do que outras, formando depressões na superfície lisa.
  22. 22. PENITENTES
  23. 23. O CALOR E AS MUDANÇAS  Toda matéria, dependendo da temperatura, pode se apresentar em três estados: sólido, líquido e gasoso, quando uma substância recebe ou cede calor.  Quando um corpo cede calor para outro corpo, podemos perceber que este aumenta a sua temperatura e, consequentemente, a temperatura do que cedeu diminui.  Calor é a energia transferida de um corpo para outro em razão da diferença de temperatura entre os corpos envolvidos, ou seja, calor é a energia térmica em trânsito.
  24. 24. O CICLO DA ÁGUA  A água no estado líquido ocupa os oceanos, lagos, rios, açudes etc. De modo contínuo e lentamente, à temperatura ambiente, acontece a evaporação, isto é, a água passa do estado líquido para o gasoso.
  25. 25. O CICLO DA ÁGUA  Quanto maior for a superfície de exposição da água (por exemplo, um oceano ou nas folhas de árvores de uma floresta), maior será o nível de evaporação. Quando o vapor de água entra em contato com as camadas mais frias da atmosfera, a água volta ao estado líquido, isto é, gotículas de água ou até minúsculos cristais de gelo se concentram formando nuvens.
  26. 26. O CICLO DA ÁGUA  Ao se formar nas nuvens um acúmulo de água muito grande, as gotas tornam-se cada vez maiores, e a água se precipita, isto é, começa a chover. Em regiões muito frias da atmosfera, a água passa do estado gasoso para o estado líquido e, rapidamente, para o sólido, formando a neve ou os granizos (pedacinhos de gelo).
  27. 27. O CICLO DA ÁGUA  A água da chuva e da neve derretida se infiltra no solo, formando ou renovando os lençóis freáticos. As águas subterrâneas emergem para a superfície da terra, formando as nascentes dos rios. Assim o nível de água dos lagos, açudes, rios etc. é mantido.
  28. 28. O CICLO DA ÁGUA  A água do solo é absorvida pelas raízes das plantas. Por meio da transpiração, as plantas eliminam água no estado de vapor para o ambiente, principalmente pelas folhas. E na cadeia alimentar, as plantas, pelos frutos, raízes, sementes e folhas, transferem água para os seus consumidores.
  29. 29. O CICLO DA ÁGUA  Além do que é ingerido pela alimentação, os animais obtêm água bebendo-a diretamente. Devolvem a água para o ambiente pela transpiração, pela respiração e pela eliminação de urina e fezes. Essa água evapora e retorna à atmosfera. No nosso planeta, o ciclo de água é permanente.
  30. 30. DISTRIBUIÇÃO DA ÁGUA NOS ALIMENTOS

×