Successfully reported this slideshow.

Livro projeto telaris capitulo 15 ciencias 6º ano

1.921 visualizações

Publicada em

Aulas sobre o capitulo da unidade 4 com explicações de cada tópico resumindo os pontos mais importantes de cada parte de estudo para ajudar os professores e os alunos a compreenderem melhor cada assunto deste livro tão incrível.

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Livro projeto telaris capitulo 15 ciencias 6º ano

  1. 1. Prever o tempo é importante As nuvens As massas de ar e as frentes A umidade do ar e as chuvas A pressão atmosférica e a previsão do tempo A temperatura Os ventos Estações meteorológicas 15 Capítulo
  2. 2. PREVER O TEMPO É IMPORTANTE  Meteorologia é a ciência que estuda as condições atmosféricas.  Tempo e clima não são a mesma coisa. Tempo é quando falamos das condições atmosféricas que acontecem em determinado momento. Clima trata das condições atmosféricas que ocorrem com mais frequência em determinada região.
  3. 3. AS NUVENS  São formadas por gotículas de água produzidas da evaporação de rios, lagos, oceanos, etc.  Existem quatro tipos de nuvens, de acordo com a movimentação do ar: estratos, cúmulos, cirros e nimbos.
  4. 4. AS NUVENS  Estratos são nuvens cinzentas parecidas com o nevoeiro que cobrem o céu e tronam o dia nublado. Forma-se em camadas superpostas (um sobre a outra). A sua presença no céu pode ser sinônimo de chuvas fracas.
  5. 5. AS NUVENS  Cúmulos são nuvens brancas com aspecto de flocos de algodão. Sua presença indica tempo bom.
  6. 6. AS NUVENS  Nimbos são nuvens cinza-escuras e indica mau tempo ou seja chuvas fortes.
  7. 7. CURIOSIDADES Nuvens lenticulares são nuvens em forma de lente que se formam quando o ar úmido flui sobre uma montanha e se pilha em grandes camadas de nuvens. Devido à sua forma estranha, estas nuvens são muitas vezes confundidas com OVNIs.
  8. 8. NUVENS LENTICULARES
  9. 9. CURIOSIDADES Glória da manhã são nuvens incrivelmente raras, tanto assim, que nós não sabemos o que lhes causa. Elas são mais comumente vistas na pequena cidade de Burketown, na Austrália.
  10. 10. GLÓRIA DA MANHÃ
  11. 11. CURIOSIDADES Supercélulas são o tipo mais raro e perigoso de tempestades. Enquanto elas são formadas assim como outras tempestades, a rotação vertical de sua corrente ascendente significa que elas podem se sustentar por muito mais tempo do que uma tempestade comum.
  12. 12. SUPERCÉLULAS
  13. 13. Nuvens mammatus são bolsas de nuvens que se formam e pendem por baixo da base da nuvem. Elas se formam quando o ar e as nuvens mantém diferentes níveis de umidade. CURIOSIDADES
  14. 14. NUVENS MAMMATUS
  15. 15. CURIOSIDADES Nuvens asperatus só foram classificadas em 2009. Como resultado, sabemos pouco sobre elas além do fato de que são incríveis.
  16. 16. NUVENS ASPERATUS
  17. 17. CURIOSIDADES Na foz do rio Catatumbo, na Venezuela, uma massa única de nuvens de tempestade se forma, criando o espetáculo raro conhecido como Relâmpagos de Catatumbo. A tempestade ocorre até 160 noites por ano, 10 horas por dia e 280 vezes por hora.
  18. 18. RELÂMPAGOS DE CATATUMBO
  19. 19. AS MASSAS DE AR E AS FRENTES
  20. 20. AS MASSAS DE AR E AS FRENTES  As massas de ar não ficam paradas, elas seguem uma trajetória definida, mas podem ficar estacionadas em certa região durante algum tempo. Quando se deslocam, vão levando pela frente o ar que está pelo caminho. Por isso que acontecem os choques entre as massas de ar. E o encontro destas duas massas com temperaturas diferentes chama-se frente, que podem ser frias ou quentes.
  21. 21. A UMIDADE DO AR E AS CHUVAS  A umidade do ar (quantidade de vapor d’água na atmosfera) também é um fator importante para fazer a previsão do tempo. Quanto mais úmido o ar, mais possibilidade de chuva. O instrumento que mede a umidade do ar é o higrômetro.
  22. 22. A UMIDADE DO AR E AS CHUVAS  Para medir a quantidade de chuva de um determinado local utiliza-se o pluviômetro. É composto por um funil e um cilindro de vidro graduado.
  23. 23. A PRESSÃO ATMOSFÉRICA E A PREVISÃO DO TEMPO  A pressão atmosférica depende da umidade do ar. O ar seco é mais pesado do que o úmido. Então, quanto mais seco estiver o ar, maior será a pressão atmosférica. Se diminuir a pressão, aumenta a umidade, então é provável que chova neste lugar.
  24. 24. PARA MEDIR A PRESSÃO ATMOSFÉRICA UTILIZA-SE UM BARÔMETRO.
  25. 25. A TEMPERATURA  Para medir a temperatura, utilizamos o termômetro, que é um instrumento que pode ser usado tanto para medir a temperatura do nosso corpo, como para medir a da água, do ar, ou de qualquer outra coisa.
  26. 26. A TEMPERATURA  Geralmente, os termômetros são feitos de um metal líquido que se expande quando aumenta a temperatura, o mercúrio, de fórmula química Hg.
  27. 27. OS VENTOS  Vento é o ar em movimento.  Uma camada de ar aquecida pelo Sol se expande, ficando menos densa e sobe. Uma camada de ar frio vai ocupar o seu lugar. Esse ar frio também é aquecido e sobe. Assim, formam-se as correntes de ar, que constituem os ventos.
  28. 28. OS VENTOS  Nas regiões mais quentes (ar menos denso), a pressão atmosférica é menor do que nas regiões mais frias (ar mais denso). Por isso, o vento sempre vai das regiões de alta pressão para as de baixa pressão.
  29. 29. OS VENTOS  A velocidade dos ventos varia de acordo com diferença de pressão entre duas regiões e da distância entre elas.  Conforme a velocidade, o vento recebe nome diferente: brisa, ventos alísios, ciclones e furacões.
  30. 30. OS VENTOS  A brisa é um vento local fraco e agradável. Pode ser marítima ou terrestre. A brisa marítima ocorre de dia e se desloca do mar para a terra. A brisa terrestre ocorre de noite e se desloca da terra para o mar.
  31. 31. OS VENTOS  O vento alísio é um vento local brando e persistente. Atua nas camadas mais baixas da atmosfera, sobre extensas regiões, a partir de regiões de alta pressão junto aos polos, dirigindo-se para regiões equatoriais. Ele favorece a navegação marítima, os esportes como o windsurfe, asa delta e as crianças adoram empinar pipa.
  32. 32. OS VENTOS  Os ciclones ou tufão é um vento global que tem velocidade acima de 90Km/hora e ocorrem no mar. Furacão também é um ciclone porque atinge velocidade superior a 90km/hora, mas ocorre na terra. Apresentam um movimento de rotação, que formam correntes de ar em espiral (redemoinhos).
  33. 33. CURIOSIDADES Trombas d'água são vórtices que ocorrem ao longo de um corpo de água. Nenhuma água é sugada e o broto é feito inteiramente de água emitida pela condensação.
  34. 34. TROMBAS D'ÁGUA
  35. 35. CURIOSIDADES Os redemoinhos de fogo são turbilhões de fogo. Eles ocorrem quando as condições de calor e vento turbulento intensos combinam.
  36. 36. REDEMOINHOS DE FOGO
  37. 37. ESTAÇÕES METEOROLÓGICAS  Existem serviços de meteorologia que são responsáveis pela coleta de dados sobre as condições do tempo.  No Brasil, um órgão é responsável por essa coleta que vem das estações meteorológicas de cada estado, de satélites artificiais que giram ao redor do planeta Terra e também de outros países.
  38. 38. ESTAÇÕES METEOROLÓGICAS  Através destas informações, os meteorologistas fazem suas previsões do tempo.  Os satélites meteorológicos, que ficam em torno da Terra, são capazes de tirar fotografias das massas de ar e das nuvens que estão na atmosfera. Registram ainda a velocidade dos ventos e a sua direção. Estes dados são enviados para a estação de meteorologia.

×