Livro projeto telaris capitulo 10 ciencias 6º ano

1.564 visualizações

Publicada em

Aula sobre a qualidade da água para ajudar os alunos a compreenderem melhor o que o livro informa e aos professores que usarem facilite a suas aulas e utilização do livro na sala de aula.

Publicada em: Educação
1 comentário
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.564
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
82
Comentários
1
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Livro projeto telaris capitulo 10 ciencias 6º ano

  1. 1. A água dissolve substâncias Água: essencial para a vida A água potável As estações de tratamento Cuide da água! Tratando o esgoto das casas Água e saúde 10 Capítulo
  2. 2. A ÁGUA DISSOLVE SUBSTÂNCIAS A água é um dos melhores solventes na natureza, capaz de dissolver uma infinidade de substâncias(solutos), como sais, gases, açúcares, proteínas, etc. Essa alta capacidade de dissolver substâncias deu á água a característica de solvente universal. Esse tipo de mistura, ocorre quando uma substância se dissolve em outra, é chamada de solução.
  3. 3. ÁGUA: ESSENCIAL PARA A VIDA  A água é de fundamental importância para a vida de todas as espécies. Aproximadamente 80% de nosso organismo é composto por água. Boa parte dos pesquisadores concorda que a ingestão de água tratada é um dos mais importantes fatores para a conservação da saúde, é considerada o solvente universal, auxilia na prevenção das doenças (cálculo renal, infecção de urina, etc.) e proteção do organismo contra o envelhecimento.
  4. 4. A ÁGUA POTÁVEL  Água potável corresponde a toda água disponível na natureza destinada ao consumo e possui características e substâncias que não oferecem riscos para os seres vivos que a consomem, como animais e homens. A água, em condições normais de temperatura e pressão, predomina em estado líquido e aparentemente é incolor, inodora e insípida e indispensável a toda e qualquer forma de vida.
  5. 5. AS ESTAÇÕES DE TRATAMENTO DE ÁGUA  ETAPA1 – Captação, a água passa por um sistema de grades que impede a entrada de elementos macroscópicos grosseiros (animais mortos, folhas, etc.) no sistema. Parte das partículas está em suspensão fina, em estado coloidal ou em solução, e por ter dimensões muito reduzidas (como a argila, por exemplo), não se depositam, dificultando a remoção.
  6. 6. AS ESTAÇÕES DE TRATAMENTO DE ÁGUA  ETAPA2 – Coagulação, visa aglomerar essas partículas, aumentando o seu volume e peso, permitindo que a gravidade possa agir. Isso é feito, geralmente, através da adição de cal hidratada (hidróxido de cálcio) e sulfato de alumínio, sendo agitada rapidamente. Esses materiais fazem as partículas de sujeira se juntarem.
  7. 7. AS ESTAÇÕES DE TRATAMENTO DE ÁGUA  ETAPA3 – Floculação, a água é agitada lentamente, para favorecer a união das partículas de sujeira que se chocam, formando os flocos.
  8. 8. AS ESTAÇÕES DE TRATAMENTO DE ÁGUA  ETAPA4- Decantação, a água não é mais agitada e os flocos vão se depositando no fundo, separando-se da água. O lodo do fundo é conduzido para tanques de depuração. O ideal é que ele seja transformado em adubo, em um biodigestor. A água mais limpa vai para o filtro de areia.
  9. 9. AS ESTAÇÕES DE TRATAMENTO DE ÁGUA  ETAPA5- Filtração. A água já decantada passa por um filtro de cascalho/areia/antracito (carvão mineral), onde vai se livrando dos flocos que não foram decantados na fase anterior e de alguns microrganismos.
  10. 10. AS ESTAÇÕES DE TRATAMENTO DE ÁGUA  ETAPA6- Cloração. A água filtrada está limpa, mas ainda pode conter microrganismos causadores de doenças. Por isso, ela recebe um produto que contém cloro, que mata os microrganismos. Na água, o cloro age de duas formas principais: a) como desinfetante, destruindo ou inativando os microrganismos patogênicos, algas e bactérias de vida livre; e b) como oxidante de compostos orgânicos e inorgânicos presentes.
  11. 11. AS ESTAÇÕES DE TRATAMENTO DE ÁGUA  ETAPA6- Fluoração. Nas grandes cidades brasileiras a água tratada ainda recebe o flúor, que ajuda a prevenir a cárie dentária.
  12. 12. AS ESTAÇÕES DE TRATAMENTO DE ÁGUA  ETAPA7, 8 – Reservação. A água tratada é armazenada em grandes reservatórios, antes da distribuição. Esses reservatórios sempre são instalados nos locais mais altos das cidades.
  13. 13. AS ESTAÇÕES DE TRATAMENTO DE ÁGUA  ETAPA9 – Distribuição. A água tratada é distribuída para as residências, comércio e indústria a partir dos reservatórios de água potável.
  14. 14. CUIDE DA ÁGUA!  O problema da escassez de água doce já é uma realidade em vários locais do planeta. Alguns dos aspectos dessa crise vêm sendo discutidos na área acadêmica e por autoridades políticas e organizações não-governamentais, mas o grande público ainda não percebeu a importância da questão.
  15. 15. CUIDE DA ÁGUA!  A água doce é essencial para a humanidade, mas a maioria das pessoas não se dá conta de que o aumento da população mundial, e, portanto das atividades agrícolas e industriais, está reduzindo a qualidade desse recurso e tornando-o mais escasso em algumas regiões.
  16. 16. CUIDE DA ÁGUA!  O problema já é uma realidade em vários locais do planeta, preocupando cientistas e autoridades públicas e levando à adoção de medidas que evitem o desperdício ou a degradação das reservas hídricas. Leis mais sensíveis à importância dessa questão e a conscientização de cada indivíduo de que essa ameaça envolve a todos são os primeiros passos na busca de um uso mais sustentado da água na Terra.
  17. 17. CUIDE DA ÁGUA!  A água doce, indispensável à vida, é um recurso renovável, mas relativamente escasso em algumas regiões da Terra. A maior demanda (decorrente do crescimento acelerado da população humana), o desperdício e o uso inadequado podem esgotar ou degradar esse recurso. Problemas desse tipo já ocorrem em certas áreas ou regiões, e acredita-se que a médio prazo, mantidas as atuais formas de uso da água, poderão abranger todo o planeta, gerando uma crise global da água.
  18. 18. CUIDE DA ÁGUA! Sempre filtre e ferva a água antes de beber. Isso elimina vírus, bactérias ou parasitas que podem causar doenças.
  19. 19. TRATANDO O ESGOTO DAS CASAS  Pode-se então, separar o tratamento de esgoto das casas em 4 níveis básicos: nível preliminar, tratamento primário e tratamento secundário que tem quase a mesma função, e tratamento terciário ou pós- tratamento. Cada um deles têm, respectivamente, o objetivo de remover os sólidos suspensos (lixo, areia), remover os sólidos dissolvidos, a matéria orgânica, e os nutrientes e organismos patogênicos (causadores de doenças).
  20. 20. TRATANDO O ESGOTO DAS CASAS  No nível preliminar são utilizadas grades, peneiras ou caixas de areia para reter os resíduos maiores e impedir que haja danos as próximas unidades de tratamento, ou até mesmo, para facilitar o transporte do efluente.
  21. 21. TRATANDO O ESGOTO DAS CASAS  No tratamento primário são sedimentados (decantação) os sólidos em suspensão que vão se acumulando no fundo do decantador, formando o lodo primário que depois é retirado para dar continuidade ao processo.
  22. 22. TRATANDO O ESGOTO DAS CASAS  Em seguida, no tratamento secundário, os micro-organismos irão se alimentar da matéria orgânica convertendo-a em gás carbônico e água.
  23. 23. TRATANDO O ESGOTO DAS CASAS  E no terceiro e último processo, também chamado de fase de pós-tratamento, são removidos os poluentes específicos como os micronutrientes (nitrogênio, fósforo...) e patogênicos (bactérias, fungos). Isso quando se deseja que o efluente tenha qualidade superior, ou quando o tratamento não atingiu a qualidade desejada.
  24. 24. TRATANDO O ESGOTO DAS CASAS
  25. 25. ÁGUA E A SAÚDE  A dengue é uma doença febril aguda causada por um vírus, sendo um dos principais problemas de saúde pública no mundo. O seu principal vetor de transmissão é o mosquito Aedes aegypti, que se desenvolve em áreas tropicais e subtropicais.  sintomas como febre alta (39° a 40°C), dores de cabeça, cansaço, dor muscular e nas articulações, indisposição, enjôos, vômitos, entre outros.
  26. 26. O MOSQUITO DA DENGUE É O MOSQUITO AEDES AEGYPTI
  27. 27. ÁGUA E A SAÚDE  A leptospirose é uma doença causada por uma bactéria presente na urina do rato que normalmente se espalha pela água suja de enchente, lama e esgoto.  Os principais sintomas são: febre, dor de cabeça, dores pelo corpo, principalmente nas panturrilhas (batata-da-perna), podendo também ocorrer vômitos, diarreia e tosse.
  28. 28. ÁGUA E A SAÚDE  A cólera é uma doença infectocontagiosa do intestino delgado geralmente transmitida por meio de alimento ou água contaminados.  Os sintomas da cólera podem incluir: • Diarreia • Desidatracão • Náuseas e vômitos
  29. 29. ÁGUA E A SAÚDE  A esquistossomose é uma doença que leva a problemas de saúde crônica. A infecção é adquirida quando as pessoas entram em contato com água doce que está infectada com as formas larvais de parasitas.  Sintomas: • Febre • Calafrios • Tosse • Dores musculares. • Dor abdominal • Diarreia • Sangue nas fezes

×