SlideShare uma empresa Scribd logo

Apresentação assessoramento 4º ano

1 de 48
Baixar para ler offline
Secretaria Municipal da Educação
Foz do Iguaçu – PR
ENCONTRO DE PROFESSORES
Equipe 4º ano
Coordenadora: Vânia Furlan
Altaira Teresinha Ramos
Maria Selma Bispo
Email: smed4e5ano@outlook.com
PAUTA DO ENCONTRO
ABERTURA
 Apresentação da equipe.
 Apresentação da avaliação.
 Parceria com apoio pedagógico 4º Ano.
 Coletânea de Geog. Hist. e Ciências.
 Intervalo da manhã (9h30min até 9h45min).
 Intervalo da tarde ( 15h30min até 15h45min).
 Análise dos descritores trabalhados.
 Visita às escolas.
 Encerramento
Manhã: 11h30min
Tarde: 17h
A AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DO 4º ANO
 Modelo adotado.
 Por quê? Para Quê?
 Características da avaliação.
61,7%
58,7% 60,2%
0,0%
10,0%
20,0%
30,0%
40,0%
50,0%
60,0%
70,0%
80,0%
Português Matemática Media do Município
Média do Município
Português e Matemática
Resultado da 1ª Avaliação Diagnóstica do 4º Ano
26/março/2015
Português
Matemática
Media do Município
DESCRITORES
 O que são os Descritores?
 A que eles atendem?
DESCRITORES DE LÍNGUA
PORTUGUESA
I. Procedimentos de Leitura.
 D1 – Localizar informações explícitas em um texto.
 D3 – Inferir o sentido de uma palavra ou expressão.
 D4 – Inferir uma informação implícita em um texto.
 D6 – Identificar o tema de um texto.
 D11 – Distinguir um fato da opinião relativa a esse fato.
II. Implicações do Suporte, do Gênero e /ou do Enunciador na Compreensão do
Texto.
 D5 – Interpretar texto com auxílio de material gráfico diverso (propagandas, quadrinhos,
foto, etc.).
 D9 – Identificar a finalidade de textos de diferentes gêneros.

Mais conteúdo relacionado

Destaque

História do halloween4 blog
História do halloween4   blogHistória do halloween4   blog
História do halloween4 blogMaria Ferreira
 
O tomás já não cabe nos calções
O tomás já não cabe nos calçõesO tomás já não cabe nos calções
O tomás já não cabe nos calçõesMaria Ferreira
 
Caderno de atividade - 5º ano - Programa Primeiros Saberes da Infância
Caderno de atividade - 5º ano - Programa Primeiros Saberes da InfânciaCaderno de atividade - 5º ano - Programa Primeiros Saberes da Infância
Caderno de atividade - 5º ano - Programa Primeiros Saberes da InfânciaJairo Felipe
 
Livro matemárica na educação infantil
Livro matemárica na educação infantilLivro matemárica na educação infantil
Livro matemárica na educação infantilTamires Salomão
 
CRE Pirajá - Oficina grandezas e medidas por Prof. Márcio dos Anjos São Pedro
CRE Pirajá - Oficina grandezas e medidas por Prof. Márcio dos Anjos São PedroCRE Pirajá - Oficina grandezas e medidas por Prof. Márcio dos Anjos São Pedro
CRE Pirajá - Oficina grandezas e medidas por Prof. Márcio dos Anjos São Pedrocrepiraja
 
Exercicio valor posicional
Exercicio valor  posicionalExercicio valor  posicional
Exercicio valor posicionalMarcia Roberto
 
Oficina de grandezas e medidas
Oficina de grandezas e medidasOficina de grandezas e medidas
Oficina de grandezas e medidasNaysa Taboada
 
Regras de conduta na sala de aula[1]
Regras de conduta na sala de aula[1]Regras de conduta na sala de aula[1]
Regras de conduta na sala de aula[1]Maria Ferreira
 
Matemática na Educação Infantil
Matemática na Educação InfantilMatemática na Educação Infantil
Matemática na Educação InfantilEliane Dantas Sales
 
Apostila de matemática apostila 4° ano
Apostila de matemática apostila 4° anoApostila de matemática apostila 4° ano
Apostila de matemática apostila 4° anoEsc GermanoMayer
 
Sistema de Numeração Decimal, Unidade, dezena e centena
Sistema de Numeração Decimal, Unidade, dezena e centenaSistema de Numeração Decimal, Unidade, dezena e centena
Sistema de Numeração Decimal, Unidade, dezena e centenaAline Manzini
 
Atividades com descritores matematica PROEB 5º ano
Atividades com descritores matematica PROEB 5º anoAtividades com descritores matematica PROEB 5º ano
Atividades com descritores matematica PROEB 5º anoSilvânia Silveira
 
Numeros inteiros-1206012599114912-4
Numeros inteiros-1206012599114912-4Numeros inteiros-1206012599114912-4
Numeros inteiros-1206012599114912-4Carla Gomes
 
Acertando o alvo 15 - ordem, classe e valor posicional
Acertando o alvo 15 - ordem, classe e valor posicionalAcertando o alvo 15 - ordem, classe e valor posicional
Acertando o alvo 15 - ordem, classe e valor posicionalProf. Materaldo
 
10º encontro pnaic 2014 vânia ok
10º encontro pnaic 2014 vânia ok   10º encontro pnaic 2014 vânia ok
10º encontro pnaic 2014 vânia ok Wanya Castro
 
Prova ordem e classes e expressões
Prova ordem e classes e expressõesProva ordem e classes e expressões
Prova ordem e classes e expressõesElisane Della Costa
 

Destaque (20)

História do halloween4 blog
História do halloween4   blogHistória do halloween4   blog
História do halloween4 blog
 
A alimentação
A alimentaçãoA alimentação
A alimentação
 
O tomás já não cabe nos calções
O tomás já não cabe nos calçõesO tomás já não cabe nos calções
O tomás já não cabe nos calções
 
Caderno de atividade - 5º ano - Programa Primeiros Saberes da Infância
Caderno de atividade - 5º ano - Programa Primeiros Saberes da InfânciaCaderno de atividade - 5º ano - Programa Primeiros Saberes da Infância
Caderno de atividade - 5º ano - Programa Primeiros Saberes da Infância
 
Livro matemárica na educação infantil
Livro matemárica na educação infantilLivro matemárica na educação infantil
Livro matemárica na educação infantil
 
Food and drinks
Food and drinksFood and drinks
Food and drinks
 
Medidas
Medidas Medidas
Medidas
 
CRE Pirajá - Oficina grandezas e medidas por Prof. Márcio dos Anjos São Pedro
CRE Pirajá - Oficina grandezas e medidas por Prof. Márcio dos Anjos São PedroCRE Pirajá - Oficina grandezas e medidas por Prof. Márcio dos Anjos São Pedro
CRE Pirajá - Oficina grandezas e medidas por Prof. Márcio dos Anjos São Pedro
 
Exercicio valor posicional
Exercicio valor  posicionalExercicio valor  posicional
Exercicio valor posicional
 
Oficina de grandezas e medidas
Oficina de grandezas e medidasOficina de grandezas e medidas
Oficina de grandezas e medidas
 
Regras de conduta na sala de aula[1]
Regras de conduta na sala de aula[1]Regras de conduta na sala de aula[1]
Regras de conduta na sala de aula[1]
 
Mat051201
Mat051201Mat051201
Mat051201
 
Matemática na Educação Infantil
Matemática na Educação InfantilMatemática na Educação Infantil
Matemática na Educação Infantil
 
Apostila de matemática apostila 4° ano
Apostila de matemática apostila 4° anoApostila de matemática apostila 4° ano
Apostila de matemática apostila 4° ano
 
Sistema de Numeração Decimal, Unidade, dezena e centena
Sistema de Numeração Decimal, Unidade, dezena e centenaSistema de Numeração Decimal, Unidade, dezena e centena
Sistema de Numeração Decimal, Unidade, dezena e centena
 
Atividades com descritores matematica PROEB 5º ano
Atividades com descritores matematica PROEB 5º anoAtividades com descritores matematica PROEB 5º ano
Atividades com descritores matematica PROEB 5º ano
 
Numeros inteiros-1206012599114912-4
Numeros inteiros-1206012599114912-4Numeros inteiros-1206012599114912-4
Numeros inteiros-1206012599114912-4
 
Acertando o alvo 15 - ordem, classe e valor posicional
Acertando o alvo 15 - ordem, classe e valor posicionalAcertando o alvo 15 - ordem, classe e valor posicional
Acertando o alvo 15 - ordem, classe e valor posicional
 
10º encontro pnaic 2014 vânia ok
10º encontro pnaic 2014 vânia ok   10º encontro pnaic 2014 vânia ok
10º encontro pnaic 2014 vânia ok
 
Prova ordem e classes e expressões
Prova ordem e classes e expressõesProva ordem e classes e expressões
Prova ordem e classes e expressões
 

Semelhante a Apresentação assessoramento 4º ano

Dados da sre e descritores
Dados da sre e descritoresDados da sre e descritores
Dados da sre e descritoresheliane
 
Descritores de matemática
Descritores de matemáticaDescritores de matemática
Descritores de matemáticaJorgia Santos
 
Descritores de matemática
Descritores de matemáticaDescritores de matemática
Descritores de matemáticaJorgia Santos
 
1ª-PARTE-DA-APOSTILA-DE-MATEMA´TICA-SAEB-5ºANO-1.pdf
1ª-PARTE-DA-APOSTILA-DE-MATEMA´TICA-SAEB-5ºANO-1.pdf1ª-PARTE-DA-APOSTILA-DE-MATEMA´TICA-SAEB-5ºANO-1.pdf
1ª-PARTE-DA-APOSTILA-DE-MATEMA´TICA-SAEB-5ºANO-1.pdfJoshileyCoelhoGuindo
 
Matrizes de referência salto TO 2014
Matrizes de referência salto TO 2014Matrizes de referência salto TO 2014
Matrizes de referência salto TO 2014Marianacl
 
Matriz referencia saeb ensino médio
Matriz referencia saeb ensino médioMatriz referencia saeb ensino médio
Matriz referencia saeb ensino médiotoninhogrande16
 
Pacto.mec.gov.br images pdf_cadernosmat_pnaic_mat_caderno 3_pg001-088
Pacto.mec.gov.br images pdf_cadernosmat_pnaic_mat_caderno 3_pg001-088Pacto.mec.gov.br images pdf_cadernosmat_pnaic_mat_caderno 3_pg001-088
Pacto.mec.gov.br images pdf_cadernosmat_pnaic_mat_caderno 3_pg001-088Naysa Taboada
 
PLANO DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA 2019.pdf
PLANO DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA 2019.pdfPLANO DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA 2019.pdf
PLANO DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA 2019.pdfArithanaribeiro4
 
Ens fundamental-comentada-5
Ens fundamental-comentada-5Ens fundamental-comentada-5
Ens fundamental-comentada-5rosemere farias
 
Matriz curricular de matemática apresentacao
Matriz curricular de matemática apresentacaoMatriz curricular de matemática apresentacao
Matriz curricular de matemática apresentacaopipatcleopoldina
 
Descritores de matematica do 5º ao 3º ano do ensino médio
Descritores de matematica do 5º ao 3º ano do ensino médioDescritores de matematica do 5º ao 3º ano do ensino médio
Descritores de matematica do 5º ao 3º ano do ensino médioGabriel Angelo Oliveira
 

Semelhante a Apresentação assessoramento 4º ano (20)

Dados da sre e descritores
Dados da sre e descritoresDados da sre e descritores
Dados da sre e descritores
 
Descritores de matemática
Descritores de matemáticaDescritores de matemática
Descritores de matemática
 
Descritores de matemática
Descritores de matemáticaDescritores de matemática
Descritores de matemática
 
Prova brasil
Prova brasil Prova brasil
Prova brasil
 
Professor lucas
Professor lucasProfessor lucas
Professor lucas
 
1ª-PARTE-DA-APOSTILA-DE-MATEMA´TICA-SAEB-5ºANO-1.pdf
1ª-PARTE-DA-APOSTILA-DE-MATEMA´TICA-SAEB-5ºANO-1.pdf1ª-PARTE-DA-APOSTILA-DE-MATEMA´TICA-SAEB-5ºANO-1.pdf
1ª-PARTE-DA-APOSTILA-DE-MATEMA´TICA-SAEB-5ºANO-1.pdf
 
Matrizes de referência salto TO 2014
Matrizes de referência salto TO 2014Matrizes de referência salto TO 2014
Matrizes de referência salto TO 2014
 
4ª série e.f. matemática
4ª série e.f.   matemática4ª série e.f.   matemática
4ª série e.f. matemática
 
Matriz referencia saeb ensino médio
Matriz referencia saeb ensino médioMatriz referencia saeb ensino médio
Matriz referencia saeb ensino médio
 
Matemática
MatemáticaMatemática
Matemática
 
Matemática
MatemáticaMatemática
Matemática
 
Pacto.mec.gov.br images pdf_cadernosmat_pnaic_mat_caderno 3_pg001-088
Pacto.mec.gov.br images pdf_cadernosmat_pnaic_mat_caderno 3_pg001-088Pacto.mec.gov.br images pdf_cadernosmat_pnaic_mat_caderno 3_pg001-088
Pacto.mec.gov.br images pdf_cadernosmat_pnaic_mat_caderno 3_pg001-088
 
PLANO DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA 2019.pdf
PLANO DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA 2019.pdfPLANO DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA 2019.pdf
PLANO DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA 2019.pdf
 
Plano de aula
Plano de aula Plano de aula
Plano de aula
 
Ens fundamental-comentada-5
Ens fundamental-comentada-5Ens fundamental-comentada-5
Ens fundamental-comentada-5
 
Matriz curricular de matemática apresentacao
Matriz curricular de matemática apresentacaoMatriz curricular de matemática apresentacao
Matriz curricular de matemática apresentacao
 
Atividades de-matematica revisão 01
Atividades de-matematica revisão 01Atividades de-matematica revisão 01
Atividades de-matematica revisão 01
 
Ativ mat2
Ativ mat2Ativ mat2
Ativ mat2
 
Ativ mat2
Ativ mat2Ativ mat2
Ativ mat2
 
Descritores de matematica do 5º ao 3º ano do ensino médio
Descritores de matematica do 5º ao 3º ano do ensino médioDescritores de matematica do 5º ao 3º ano do ensino médio
Descritores de matematica do 5º ao 3º ano do ensino médio
 

Mais de Raquel Becker

Sugestao de avaliacao_de_matematica_1
Sugestao de avaliacao_de_matematica_1Sugestao de avaliacao_de_matematica_1
Sugestao de avaliacao_de_matematica_1Raquel Becker
 
Sugestao de avaliacao_2
Sugestao de avaliacao_2Sugestao de avaliacao_2
Sugestao de avaliacao_2Raquel Becker
 
Sugestao de avaliacao_1
Sugestao de avaliacao_1Sugestao de avaliacao_1
Sugestao de avaliacao_1Raquel Becker
 
Sugestão de atividades de português
Sugestão de atividades de portuguêsSugestão de atividades de português
Sugestão de atividades de portuguêsRaquel Becker
 
Prova de portugues_2011
Prova de portugues_2011Prova de portugues_2011
Prova de portugues_2011Raquel Becker
 
Prova 4 ano_port-_2o_bimestre
Prova 4 ano_port-_2o_bimestreProva 4 ano_port-_2o_bimestre
Prova 4 ano_port-_2o_bimestreRaquel Becker
 
Prova português 1º bimestre.
Prova português   1º bimestre.Prova português   1º bimestre.
Prova português 1º bimestre.Raquel Becker
 
Prova de matemática 1º bimestre
Prova de matemática   1º bimestreProva de matemática   1º bimestre
Prova de matemática 1º bimestreRaquel Becker
 
Prova brasil matriz2
Prova brasil matriz2Prova brasil matriz2
Prova brasil matriz2Raquel Becker
 
Portugues e matematica
Portugues e matematicaPortugues e matematica
Portugues e matematicaRaquel Becker
 
Paraíso. texto poema
Paraíso. texto poemaParaíso. texto poema
Paraíso. texto poemaRaquel Becker
 
Os olhos que não queria dormir
Os olhos que não queria dormirOs olhos que não queria dormir
Os olhos que não queria dormirRaquel Becker
 
O burro e a pele de leão
O burro e a pele de leãoO burro e a pele de leão
O burro e a pele de leãoRaquel Becker
 
Mat. doces com preço
Mat. doces com preçoMat. doces com preço
Mat. doces com preçoRaquel Becker
 

Mais de Raquel Becker (20)

Sugestao de avaliacao_de_matematica_1
Sugestao de avaliacao_de_matematica_1Sugestao de avaliacao_de_matematica_1
Sugestao de avaliacao_de_matematica_1
 
Sugestao de avaliacao_2
Sugestao de avaliacao_2Sugestao de avaliacao_2
Sugestao de avaliacao_2
 
Sugestao de avaliacao_1
Sugestao de avaliacao_1Sugestao de avaliacao_1
Sugestao de avaliacao_1
 
Sugestão de atividades de português
Sugestão de atividades de portuguêsSugestão de atividades de português
Sugestão de atividades de português
 
Prova de portugues_2011
Prova de portugues_2011Prova de portugues_2011
Prova de portugues_2011
 
Prova 4 ano_port-_2o_bimestre
Prova 4 ano_port-_2o_bimestreProva 4 ano_port-_2o_bimestre
Prova 4 ano_port-_2o_bimestre
 
Prova português 1º bimestre.
Prova português   1º bimestre.Prova português   1º bimestre.
Prova português 1º bimestre.
 
Prova de matemática 1º bimestre
Prova de matemática   1º bimestreProva de matemática   1º bimestre
Prova de matemática 1º bimestre
 
Prova brasil matriz2
Prova brasil matriz2Prova brasil matriz2
Prova brasil matriz2
 
Pronomes texto
Pronomes textoPronomes texto
Pronomes texto
 
Problemas de r$
Problemas de r$Problemas de r$
Problemas de r$
 
Problemas com horas
Problemas com horasProblemas com horas
Problemas com horas
 
Portugues e matematica
Portugues e matematicaPortugues e matematica
Portugues e matematica
 
Planejamento 2012
Planejamento  2012Planejamento  2012
Planejamento 2012
 
Paraíso. texto poema
Paraíso. texto poemaParaíso. texto poema
Paraíso. texto poema
 
Os olhos que não queria dormir
Os olhos que não queria dormirOs olhos que não queria dormir
Os olhos que não queria dormir
 
O burro e a pele de leão
O burro e a pele de leãoO burro e a pele de leão
O burro e a pele de leão
 
Matemática 2012
Matemática 2012Matemática 2012
Matemática 2012
 
Mat. doces com preço
Mat. doces com preçoMat. doces com preço
Mat. doces com preço
 
História da cidade
História da cidadeHistória da cidade
História da cidade
 

Apresentação assessoramento 4º ano

  • 1. Secretaria Municipal da Educação Foz do Iguaçu – PR ENCONTRO DE PROFESSORES Equipe 4º ano Coordenadora: Vânia Furlan Altaira Teresinha Ramos Maria Selma Bispo Email: smed4e5ano@outlook.com
  • 2. PAUTA DO ENCONTRO ABERTURA  Apresentação da equipe.  Apresentação da avaliação.  Parceria com apoio pedagógico 4º Ano.  Coletânea de Geog. Hist. e Ciências.  Intervalo da manhã (9h30min até 9h45min).  Intervalo da tarde ( 15h30min até 15h45min).  Análise dos descritores trabalhados.  Visita às escolas.  Encerramento Manhã: 11h30min Tarde: 17h
  • 3. A AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DO 4º ANO  Modelo adotado.  Por quê? Para Quê?  Características da avaliação.
  • 4. 61,7% 58,7% 60,2% 0,0% 10,0% 20,0% 30,0% 40,0% 50,0% 60,0% 70,0% 80,0% Português Matemática Media do Município Média do Município Português e Matemática Resultado da 1ª Avaliação Diagnóstica do 4º Ano 26/março/2015 Português Matemática Media do Município
  • 5. DESCRITORES  O que são os Descritores?  A que eles atendem?
  • 6. DESCRITORES DE LÍNGUA PORTUGUESA I. Procedimentos de Leitura.  D1 – Localizar informações explícitas em um texto.  D3 – Inferir o sentido de uma palavra ou expressão.  D4 – Inferir uma informação implícita em um texto.  D6 – Identificar o tema de um texto.  D11 – Distinguir um fato da opinião relativa a esse fato. II. Implicações do Suporte, do Gênero e /ou do Enunciador na Compreensão do Texto.  D5 – Interpretar texto com auxílio de material gráfico diverso (propagandas, quadrinhos, foto, etc.).  D9 – Identificar a finalidade de textos de diferentes gêneros.
  • 7. III. Relação entre Textos  D15 – Reconhecer diferentes formas de tratar uma informação na comparação de textos que tratam do mesmo tema, em função das condições em que ele foi produzido e daquelas em que será recebido. IV. Coerência e Coesão no Processamento do Texto  D2 – Estabelecer relações entre partes de um texto, identificando repetições ou substituições que contribuem para a continuidade de um texto.  D7 – Identificar o conflito gerador do enredo e os elementos que constroem a narrativa.  D8 – Estabelecer relação causa /consequência entre partes e elementos do texto.  D12 – Estabelecer relações lógico-discursivas presentes no texto, marcadas por conjunções, advérbios, etc. V. Relações entre Recursos Expressivos e Efeitos de Sentido.  D13 – Identificar efeitos de ironia ou humor em textos variados.  D14 - Identificar o efeito de sentido decorrente do uso da pontuação e de outras notações VI. Variação Linguística  D10 – Identificar as marcas linguísticas que evidenciam o locutor e o interlocutor de um texto.
  • 8. DESCRITORES DE MATEMÁTICA I. Espaço e Forma  D1 – Identificar a localização/movimentação de objeto em mapas, croquis e outras representações gráficas.  D2 – Identificar propriedades comuns e diferenças entre poliedros e corpos redondos, relacionando figuras tridimensionais com suas planificações.  D3–Identificar propriedades comuns e diferenças entre figuras tridimensionais pelo número de lados e tipos de ângulos.  D4 – Identificar quadriláteros observando as posições relativas entre seus lados (paralelos, concorrentes, perpendiculares).  D5 – Reconhecer a conservação ou modificação de medidas dos lados, do perímetro, da área em ampliação e/ou redução de figuras poligonais usando malhas quadriculadas.
  • 9. II . Grandezas e Medidas  D6 – Estimar a medida de grandezas utilizando unidades de medida convencionais ou não.  D7 – Resolver problemas significativos utilizando unidades de medida padronizadas como km/m/cm/mm; kg/g; l/ml.  D8 – Estabelecer relações entre unidades de medida de tempo.  D9 – Estabelecer relações entre horário de início e término e/ou o intervalo da duração de um evento ou acontecimento.  D10 – Num problema, estabelecer trocas entre cédulas e moedas do sistema monetário brasileiro, em função de seus valores.  D11 – Resolver problema envolvendo o cálculo do perímetro de figuras planas, desenhadas em malhas quadriculadas.  D12 – Resolver problema envolvendo o cálculo ou estimativa de áreas de figuras planas, desenhadas em malhas quadriculadas.
  • 10. III . Números e Operações/Álgebra e Funções  D 13 – Reconhecer e utilizar características do sistema de numeração decimal, tais como agrupamentos e trocas na base 10 e princípio do valor posicional.  D 14 – Identificar a localização de números naturais na reta numérica.  D 15 – Reconhecer a decomposição de números naturais nas suas diversas ordens.  D 16 – Reconhecer a composição e a decomposição de números naturais em sua forma polinomial.  D 17 – Calcular o resultado de uma adição ou subtração de números naturais.  D18 – Calcular o resultado de uma multiplicação ou divisão de números naturais.  D19 – Resolver problemas com números naturais, envolvendo diferentes significados da adição ou subtração: juntar, alteração de um estado inicial (positiva ou negativa), comparação e mais de uma transformação (positiva ou negativa).  D20 – Resolver problemas com números naturais, envolvendo diferentes significados da multiplicação ou divisão: multiplicação comparativa, ideia de proporcionalidade, configuração retangular e combinatória.
  • 11.  D 21 – Identificar diferentes representações de um mesmo número racional.  D 22 – Identificar a localização de números racionais representados na forma decimal na reta numérica.  D 23 – Resolver problemas utilizando a escrita decimal de cédulas e moedas do sistema monetário brasileiro.  D 24 – Identificar fração como representação que pode estar associada a diferentes significados.  D 25 – Resolver problemas com números racionais expressos na forma decimal envolvendo diferentes significados da adição ou subtração.  D 26 – Resolver problemas envolvendo noções de porcentagem (25%, 50%, 100%). IV. Tratamento da Informação  D 27 – Ler informações e dados apresentados em tabelas.  D 28 – Ler informações e dados apresentados em gráficos (particularmente em gráficos de colunas).
  • 12. AVALIAÇÃO DE LINGUA PORTUGUESA QUESTÃO 01  D10 - IDENTIFICAR AS MARCAS LINGUÍSTICAS QUE EVIDENCIAM O LOCUTOR E O INTERLOCUTOR DE UM TEXTO. Leia o bilhete e responda. Quem escreveu o bilhete? (A) Ana Bela (B) Belinha (C) Juliana x (D) Jussara
  • 13. QUESTÃO 02 D09 - IDENTIFICAR A FINALIDADE DE TEXTOS DE DIFERENTES GÊNEROS. DOMINÓ As peças são "embaralhadas" na mesa, e cada jogador pega 7 peças para jogar. O jogador que começa a partida é o que tem a peça 6-6. Ele inicia a partida colocando esta peça no centro da mesa. A partir daí, joga-se no sentido anti-horário. Cada jogador deve tentar encaixar alguma peça sua nas peças que estão na extremidade do jogo, uma por vez. Quando um jogador consegue encaixar uma peça, a vez é passada para o próximo jogador. Caso o jogador não tenha nenhuma peça que encaixe em qualquer lado, ele deve passar a vez, sem jogar peça nenhuma. A partida pode terminar em duas circunstâncias: quando um jogador consegue bater o jogo, ou quando o jogo fica trancado. O primeiro jogador desta vez será o jogador à direita do primeiro jogador do jogo anterior. (...) http://www.megajogos.com.br/jogosonline/domino/regras Qual a finalidade do texto: (A) Formar vendedores. (B) Ensinar uma receita. (C) Ensinar desenhar. (D) Fornecer instruções de um jogo. x
  • 14. QUESTÃO 03 D5 – INTERPRETAR TEXTO COM AUXÍLIO DE MATERIAL GRÁFICO DIVERSO (PROPAGANDAS, QUADRINHOS, FOTOS ...) O cartaz acima é destinado a quem? (A) Aos alunos das escolas. (B) Todas as pessoas.x (C) Aos agentes de saúde. (D) Aos adultos.
  • 15. QUESTÃO 04 D6 - IDENTIFICAR O TEMA DE UM TEXTO. Qual é o assunto principal do texto? (A) Briga no trânsito. (B) Atenção no trânsito. x (C) O cão está louco. (D) Totó é um cão distraído.
  • 16. QUESTÃO 05 D1 - LOCALIZAR INFORMAÇÕES EXPLÍCITAS EM UM TEXTO. AMIGOS URGENTE Oi, CHC! É a primeira vez que escrevo. Conheci a revista pela escola e graças a vocês eu já fiz seis amigos por correspondência. Queria agradecer e parabenizá-los pelo que vocês têm feito nesses últimos 20 anos. Queria que vocês, rapidamente, urgentemente, publicassem meu endereço, pois estou precisando de amigos, mas publiquem logo, hein! Beijos! Rana Santos Damascena. Rua Brasilino Ramos, 235 – Centro 39930 - 000, Jacinto/MG Quem estiver em busca de uma boa amizade pode escrever para Rana. Qual o motivo que levou Rana a escrever esta carta? (A) Reclamar sobre um tema publicado. (B) Elogiar a revista. (C) Fazer novas amizades. x (D) Falar sobre sua cidade. 
  • 17. Palito estava se sentindo: (A) Injustiçado. x (B) Amado. (C) Feliz. (D) Acolhido. QUESTÃO 06 D4 - INFERIR UMA INFORMAÇÃO IMPLÍCITA EM UM TEXTO.
  • 18. QUESTÃO 07 D2 - ESTABELECER RELAÇÕES ENTRE PARTES DE UM TEXTO, IDENTIFICANDO REPETIÇÕES OU SUBSTITUIÇÕES QUE CONTRIBUEM PARA A CONTINUIDADE DE UM TEXTO. O mau pressentimento Um grande empresário precisava ir para São Paulo. Chegou para seu guarda-noturno e pediu: - Por favor, preciso acordar amanhã as 6:00 horas. Exatamente às 06:00 da manhã, o guarda-noturno o acordou dizendo: - Patrão, estou com um mau pressentimento, sonhei esta noite que o senhor terá um acidente de avião e morrerá. O empresário não deu ouvidos e seguiu seu caminho. Sem incidentes chegou a São Paulo e por telefone mandou demitir o guarda-noturno. Por quê? Guardas-noturnos não devem dormir em serviço. www.saladeatividades.com.br No trecho: “Chegou para seu guarda-noturno e pediu”: A palavra chegou refere-se a quem? (A) Ao empresário. x (B) Ao guarda-noturno. (C) Ao avião. (D) A São Paulo.
  • 19. QUESTÃO 08 D3 - INFERIR O SENTIDO DE UMA PALAVRA OU EXPRESSÃO. O palhaço Caolho O palhaço Caolho estava cansado de circo. Ele parou de fazer palhaçadas e foi arrumar outro trabalho, numa fábrica. Não gostou, porque tinha que carregar pilhas e pilhas de telhas. Ficou com bolhas nas mãos e dor nos joelhos. Ouvindo os conselhos de sua mulher, voltou a ser Caolho e fazer par com Pimpolho, no circo do palhaço Zarolho. Graça Batituci. A palavra pilhas foi utilizada com o sentido de: (A) Gíria: “Pilha de nervos”. (B) Bateria para aparelhos elétricos. (C) Definir estado nervoso. (D) Monte de coisas empilhadas. x
  • 20. QUESTÃO 09 D11 - DISTINGUIR UM FATO DA OPINIÃO RELATIVA E ESSE FATO. Foz do Iguaçu, 05 de fevereiro de 2015. Vovó Maria Na semana do carnaval pretendo te visitar. Estou com muita saudade, pois não pude estar com a senhora nas férias. Me espera com aquele bolo de chocolate, que é especialidade sua. Mamãe irá me levar e voltará logo em seguida. Papai irá me buscar de caminhão. Será uma aventura! Um abraço de sua neta que muito lhe ama. Maria Eduarda. A opinião da Maria Eduarda sobre o passeio na casa da avó está no trecho: (A) ¨ Será uma aventura!¨ x (B) ¨ Me espera com aquele bolo de chocolate, ...¨ (C) ¨ Papai irá me buscar de caminhão.¨ (D) ¨ Mamãe irá me levar e voltará logo em seguida.¨
  • 21. QUESTÃO 10 D14 - IDENTIFICAR O EFEITO DE SENTIDO DECORRENTE DO USO DA PONTUAÇÃO E DE OUTRAS NOTAÇÕES. A escolinha do Mar A escola de dona Ostra fica lá no fundo do mar. Nesta escola, as aulas são muito diferentes. O Dr. Camarão, por exemplo, dá aula aos peixinhos menores: _ Um peixe inteligente presta atenção àquilo que come. Não come minhoca com anzol dentro. Nunca! O peixe elétrico ensina a fazer foguetes: _ Quando nosso foguete ficar pronto, vamos a terra. Os homens não vão à lua? E o maestro Villa-Peixes ensina os alunos lindas canções: “Como pode o peixe viver fora d'água fria...” Autor: desconhecido. O uso do __ (travessão) no texto “A escolinha do Mar” foi utilizado para: (A) Substituir repetições. (B) Encerrar uma frase dentro de um parágrafo. (C) Abreviar uma frase dentro do texto. (D) Indicar a fala dos personagens. x
  • 22. QUESTÃO 11 D7 - IDENTIFICAR O CONFLITO GERADOR DO ENREDO E OS ELEMENTOS QUE CONSTROEM A NARRATIVA. O cravo e a rosa. (Cantiga popular) O cravo brigou com a rosa Debaixo de uma sacada, O cravo saiu ferido E a rosa despedaçada! O cravo ficou doente, A rosa foi visitá-lo. O cravo teve um desmaio, A rosa pôs-se a chorar. A rosa tratou do cravo. Com muita dedicação. O cravo abraçou a rosa, Agradecido de coração! Ao final do texto o cravo foi: (A) Agressivo com a rosa. (B) Educado com a rosa. (C) Grato com a rosa. x (D) Solidário com a rosa.
  • 23. QUESTÃO 02 D2 - IDENTIFICAR PROPRIEDADES COMUNS E DIFERENTES ENTRE POLIEDROS E CORPOS REDONDOS, RELACIONANDO FIGURAS TRIDIMENSIONAIS COM SUAS PLANIFICAÇÕES. Na aula de geometria, a professora do Roberto levou para a sala algumas figuras geométricas, como podemos ver na ilustração: Quantas destas figuras são corpos redondos? (A) 1. (B) 2. x (C) 3. (D) 4.
  • 24. QUESTÃO 03 D8 - ESTABELECER RELAÇÕES ENTRE UNIDADES DE MEDIDA DE TEMPO. No ano de 2015, Marcos tirou 2 semanas e 3 dias de férias. Ao todo, quantos dias Marcos ficou de férias ? (A) 15. (B) 13. (C) 17. x (D) 18. QUESTÃO 04 D13 - RECONHECER E UTILIZAR CARACTERÍSTICA DO SISTEMA DE NUMERAÇÃO DECIMAL, TAIS COMO AGRUPAMENTOS E TROCAS NA BASE 10 E PRINCÍPIO DO VALOR POSICIONAL. A escola do Beto tem 1.357 alunos. O algarismo 5 deste número representa a quantidade de: (A) dezenas. x (B) unidades. (C) centenas. (D) milhares.
  • 25. QUESTÃO 05 D14 - IDENTIFICAR A LOCALIZAÇÃO DE NÚMEROS NATURAIS NA RETA NUMÉRICA. Dentre os números abaixo quais são os números pares? 12 15 17 20 22 25 27 30 31 32 (A) 15, 17, 25 27 e 31. (B) 12, 15, 20 25 e 30. (C) 12, 20, 22 30 e 32. x (D) 15, 20, 25, 27 e 32. QUESTÃO 06 D15 - RECONHECER A DECOMPOSIÇÃO DE NÚMEROS NATURAIS NAS SUAS DIVERSAS ORDENS. Decompondo o número 453 teremos: (A) 3 centenas, 4 dezenas e 5 unidades. (B) 4 centenas, 3 dezenas e 5 unidades . (C) 3 centenas , 5 dezenas e 4 unidades. (D) 4 centenas, 5 dezenas e 3 unidades. x
  • 26. QUESTÃO 07 D18 - CALCULAR O RESULTADO DE UMA MULTIPLICAÇÃO OU DIVISÃO DE NÚMEROS NATURAIS. O quociente de 459 3 é: (A) 151 (B) 153 x (C) 163 (D) 157 QUESTÃO 08 D10 - NO PROBLEMA, ESTABELECER TROCAS ENTRE CÉDULAS E MOEDAS DO SISTEMA MONETÁRIO BRASILEIRO, EM FUNÇÃO DE SEUS VALORES. Thiago possui uma nota de R$ 10,00 e gostaria de trocar por outras de menor valor. Qual a sequência equivalente ao valor que Thiago possui? (A) R$ 5,00 – R$ 2,00 - R$ 2,00 e R$ 0,50 – R$ 0,50 – R$ 0,50. (B) R$ 2,00 – R$ 2,00 - R$ 2,00 e R$ 2,00 - R$ 0,50 - R$ 0,50. x (C) R$ 5,00 - R$ 2,00 – R$ 2,00 - R$ 0,50 – R$ 0,25 – R$ 0,25. (D) R$ 2,00 – R$ 2,00 - R$ 1,00 – R$ 1,00 – R$ 1,00 e R$ 0,50.
  • 27. QUESTÃO 09 D19 - RESOLVER PROBLEMAS COM NÚMEROS NATURAIS, ENVOLVENDO DIFERENTES SIGNIFICADOS DA ADIÇÃO OU SUBTRAÇÃO: JUNTAR, ALTERAÇÃO DE UM ESTADO INICIAL (POSITIVA OU NEGATIVA), COMPARAÇÃO E MAIS DE UMA TRANSFORMAÇÃO (POSITIVA OU NEGATIVA). Numa fazenda, havia 524 bois. Na feira de gado, o fazendeiro vendeu 183 de seus bois. Há agora na fazenda: (A) 301 bois. (B) 341 bois. x (C) 401 bois. (D) 707 bois.
  • 28. QUESTÃO 10 D27 - LER INFORMAÇÕES E DADOS APRESENTADOS EM TABELAS. A tabela abaixo mostra a quantidade de sorvetes vendidos na sorveteria do Seu Juca, nos quatro primeiros meses do ano: Qual a diferença de sorvetes vendidos entre os meses de março e abril. (A) 438 (B) 152 (C) 58 (D) 52 x
  • 29. QUESTÃO 11 D28 - LER INFORMAÇÕES E DADOS APRESENTADOS EM GRÁFICOS (PARTICULARMENTE EM GRÁFICOS DE COLUNAS). O gráfico abaixo mostra a quantidade de pontos no campeonato de futebol da escola. (A) 20. x (B) 10. (C) 30. (D) 40.
  • 30. TABUADA DO 9 COM AS MÃOS
  • 31. TABUADAS 100 : 110 x 20 = 18% de todas as tabuadas. 1 2 3 4 5 1x0=0 1x1 = 1 1x2 = 2 1x3 = 3 1x4 = 4 1x5 = 5 1x6 = 6 1x7 = 7 1x8 = 8 1x9 = 9 1x10 =10 2x0=0 2x1 = 2 2x2 = 4 2x3 = 6 2x4 = 8 2x5 = 10 2x6 = 12 2x7 = 14 2x8 = 16 2x9 = 18 2x10 =20 3x0=0 3x1 = 3 3x2 = 6 3x3 = 9 3x4 = 12 3x5 = 15 3x6 = 18 3x7 = 21 3x8 = 24 3x9 = 27 3x10 =30 4x0=0 4x1 = 4 4x2 = 8 4x3 = 12 4x4 = 16 4x5 = 20 4x6 = 24 4x7 = 28 4x8 = 32 4x9 = 36 4x10 =40 5x0=0 5x1 = 5 5x2 = 10 5x3 = 15 5x4 = 20 5x5 = 25 5x6 = 30 5x7 = 35 5x8 = 40 5x9 = 45 5x10 =50 6 7 8 9 10 6x0=0 6x1 = 6 6x2 = 12 6x3 = 18 6x4 = 24 6x5 = 30 6x6 = 36 6x7 = 42 6x8 = 48 6x9 = 54 6x10 =60 7x0=0 7x1 = 7 7x2 = 14 7x3 = 21 7x4 = 28 7x5 = 35 7x6 = 42 7x7 = 49 7x8 = 56 7x9 = 63 7x10 =70 8x0=0 8x1 = 8 8x2 = 16 8x3 = 24 8x4 = 32 8x5 = 40 8x6 = 48 8x7 = 56 8x8 = 64 8x9 = 72 8x10 =80 9x0=0 9x1 = 9 9x2 = 18 9x3 = 27 9x4 = 36 9x5 = 45 9x6 = 54 9x7 = 63 9x8 = 72 9x9 = 81 9x10 =90 10x0=0 10x1 = 10 10x2 = 20 10x3 = 30 10x4 = 40 10x5 = 50 10x6 = 60 10x7 = 70 10x8 = 80 10x9 = 90 10x10 =100
  • 34. JOGO EU TENHO QUEM TEM Regras: O primeiro jogador recebe um número e um cálculo matemático envolvendo este número, o próximo jogador é aquele que tem a solução do primeiro cálculo, este continua o jogo com outro cálculo envolvendo o número da resposta do cálculo anterior. Cada aluno recebe uma tirinha. Exemplos: EU TENHO 20. QUEM TEM A METADE DO MEU NÚMERO? EU TENHO 10. QUEM TEM O MEU NÚMERO VEZES 3? EU TENHO 30. QUEM TEM O MEU NÚMERO DIVIDIDO POR 2? EU TENHO 15. QUEM TEM O MEU NÚMERO MAIS UMA DÚZIA? EU TENHO 27. QUEM TEM O MEU NÚMERO MAIS UMA DEZENA? EU TENHO 37. QUEM TEM O MEU NÚMERO MENOS 27? EU TENHO 10. QUEM TEM O MEU NÚMERO MAIS UMA CENTENA? EU TENHO 110. QUEM TEM O MEU NÚMERO MENOS 60? Continua conforme o número de alunos da turma. Este jogo também pode ser feito só com a tabuada que está sendo trabalhada.
  • 35. JOGO PARA UMA TURMA DE “30 “ ALUNOS.
  • 39. ATIVIDADES COM A TABUADA DO NOVE 1) Os produtos acima serão parcelados em 9 vezes. Calcule o valor de cada parcela. a) Da televisão. b) Do fogão. c) Da geladeira. d) Da máquina de lavar. 2) Se eu comprar uma geladeira e pagá-la em 9 prestações mensais iguais de 232,00 reais, quanto vou pagar por essa geladeira?
  • 41. ADIÇAO, SUBTRAÇÃO E MULTIPLICAÇÃO
  • 43. QUANTO AO ENCAMINHAMENTO DO PROFESSOR SERÃO OBSERVADOS OS SEGUINTES ITENS:  ( ) Organização do caderno  ( ) Conteúdos Programáticos Bimestrais  ( ) Atividades incompletas  ( ) Quantidade x Qualidade  ( ) Correção realizada pelo professor  ( ) Correção e retomada pelo aluno  ( ) Trabalho com gêneros discursivos  ( ) Análise linguística  ( ) Conteúdos de Matemática contextualizados
  • 45. LEITURA  Leitura do professor para os alunos.  Leitura dos alunos com o professor e para o professor.  Leitura de gêneros diversos. Momentos lúdicos “Sarau de poesias, leitura de notícias, dramatizações de fatos e acontecimentos e histórias, jograis”.