Estudo de gramática– 6°ano – 3°trimestre setembro - profª. vanessa

3.011 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.011
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
10
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
42
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Estudo de gramática– 6°ano – 3°trimestre setembro - profª. vanessa

  1. 1. Estudo de Gramática– 6°ano – 2012 – 3°Trimestre- Setembro - Profª. Vanessa 6°ano – 2012 – 3°Trimestre- Setembro - Profª. VanessaConteúdo-Flexão do substantivo- Numerais
  2. 2. Estudo de Gramática– 6°ano – 2012 – 3°Trimestre- Setembro - Profª. Vanessa Flexão do substantivo Os substantivos variam em:  Número -> singular e plural. Ex.: cachorro, cachorros.  Gênero -> podem ser uniformes ou biformes (feminino e masculino). Ex.: Uniforme->o substantivo não varia em gênero. O pianista, a pianista. Biforme: -> apresentam duas formas para indicar gênero (masculino e feminino). A menina, o menino. Substantivos uniformes variam em:  Epicenos – a distinção de gênero é feita a partir das palavras “macho” e “fêmea”. Ex.: jacaré macho/ jacaré fêmea.  Sobrecomuns – não a distinção de gênero porque as palavras que os acompanham não variam. Ex.: a criança, o livro, o lápis.  Comuns de dois gêneros - a distinção é feita por: -Pronomes – ex.: esse/essa. -Adjetivos – ex.: ótima/ótimo. -Artigos - ex.: um/uma.  Grau-> normal, aumentativo ou diminutivo; analítico ou sintético. Ex.:copo, copinho, copázio.  Analítico – antes do substantivos coloca-se advérbios de intensidade.  Sintético – é adicionado ao substantivo prefixos ou sufixos. Em forma de esquema:Prefixo SufixoÉ a palavra pequena que aparece no começo de uma palavra. É a palavra pequena que aparece no final de uma palavra.Ex.: substituível - insubstituível Ex.: gol - golaço Numeral
  3. 3. Estudo de Gramática– 6°ano – 2012 – 3°Trimestre- Setembro - Profª. VanessaNumeral = palavra que representa, expressa (indica) quantidade.Ex.: trezentos e cinquenta e nove.Algarismo = símbolo que representa, expressa (indica) quantidade.Ex.: 359.OBSERVAÇÕES IMPORTANTES É mais fácil ler, muitas vezes, algarismos do que numerais porque é menos trabalhoso, identificamos com mais facilidade (praticidade) a quantidade representada. Ex.: vinte e cinco – 25. Em alguns casos, a leitura de numerais é mais pratica que a dos algarismos. Ex.: 2.223.465.998.345.543 – Como se lê este número?Podemos dizer também que numerais, são as palavras que dão ideia de quantidade,porção , sequênciaou divisão em que as coisas ou seres são ou estão. Vamos ver como os seres são classificados nosnumerais:Classificação dos numerais  Cardinais – indicam a quantidade exata dos seres. Ex.: Tenho cinco...dez...quinze....vinte maçãs verde.  Ordinais – indicam a ordem dos seres em uma determinada série, sequência. Ex.: Joanita foi a milionésima pessoa a comprar o aparelho, por isso ganhou um brinde.  Multiplicativos – indicam uma quantidade multiplicada (repetida) dos seres. Ex.: Francisco irá ter que correr o triplo do que correu na maratona passada.  Fracionários – indicam uma divisão na quantidade dos seres. Ex.: Giovanna e Diego juntos escrevem a metade da história de Fabiana.  Coletivos – indicam um conjunto numérico de seres ou períodos de tempo. Ex.: Faz um lustro (período de cinco anos) que Mário me deu este caderno.Veja na página a seguir uma tabela com vários numerais.
  4. 4. Estudo de Gramática– 6°ano – 2012 – 3°Trimestre- Setembro - Profª. Vanessa Algarismo Cardinais Ordinais Multiplicativos Fracionários Coletivos1 um primeiro2 dois segundo duplo ou dobro meio ou metade duo, dueto, dupla3 três terceiro triplo ou tríplice terço trio4 quatro quarto quádruplo quarto quarteto5 cinco quinto quíntuplo quinto quinteto6 seis sexto sêxtuplo sexto sexteto7 sete sétimo séptuplo sétimo8 oito oitavo óctuplo oitavo9 nove nono nónuplo nono novena10 dez décimo décuplo décimo dezena, década11 onze undécimo ou décimo primeiro undécuplo undécimo ou onze avos12 doze duodécimo ou décimo segundo duodécuplo duodécimo ou doze avos dúzia20 vinte vigésimo vinte avos21 vinte e um vigésimo primeiro vinte e um avos30 trinta trigésimo trinta avos
  5. 5. Estudo de Gramática– 6°ano – 2012 – 3°Trimestre- Setembro - Profª. Vanessa40 quarenta quadragésimo quarenta avos50 cinquenta quinquagésimo cinquenta avos60 sessenta sexagésimo sessenta avos70 setenta septuagésimo setenta avos80 oitenta octogésimo oitenta avos90 noventa nonagésimo noventa avos100 cem centésimo cêntuplo centésimo centena, cento200 duzentos ducentésimo duzentos avos300 trezentos tricentésimo trezentos avos400 quatrocentos quadrigentésimo quatrocentos avos500 quinhentos quingentésimo quinhentos avos600 seiscentos seiscentésimo seiscentos avos700 setecentos septigentésimo setecentos avos800 oitocentos octigentésimo oitocentos avos900 novecentos nongentésimo novecentos avos1 000 mil milésimo milésimo milhar
  6. 6. Estudo de Gramática– 6°ano – 2012 – 3°Trimestre- Setembro - Profª. Vanessa Alguns numerais coletivos: Bimestre – período de dois meses Centena – conjunto de cem unidades Centenário – período de cem anos Década – período de dez anos Dezena – conjunto de dez unidades Dúzia – conjunto de doze unidades Lustro – período de cinco anos Milênio – período de mil anos Novena – período de nove dias Par – conjunto de duas unidades Quarentena – período de quarenta dias Quina - série de cinco números Resma – de quinhentas folhas de papel Semestre – período de seis meses Termo – conjunto de três unidades
  7. 7. Estudo de Gramática– 6°ano – 2012 – 3°Trimestre- Setembro - Profª. VanessaFlexão dos numeraisOs numerais só se alteram em gênero e número. As vezes de uma maneira mais informal é flexionadoo grau, como por exemplo: “Carla pagou cinquentão por aquele brinquedo barato.”  GêneroCardinais – normalmente são invariáveis em gênero. Mas nos casos dos numerais UM e DOIS sim.Ex.: a) Eu comprei onze calças de moletom Ele jogou bola com onze bebezinhos fofinhos. b) Das duas casas em que morei prefiro a atual. Os dois amigos de Pedro o visitarão amanhã. c) Clara cuidou de um filhote de cachorro para poder ganhar dinheiro e comprar seu próprio celular. Mateus comprou uma borracha excelente para apagar desenhos.Ordinais – variam em gênero, concordando com o substantivo que acompanham.Ex.: a) Elga foi a primeira a chegar da escola. Manuel foi o primeiro garoto a ser achado no esconde-esconde. b) Bianca foi a quinta da fila. Carlos ficou em quinto lugar na competição de natação.Multiplicativos – só variam em gênero quando tem valor de adjetivo.Ex.: a) Ele ganhou o triplo do que esperava. (invariável) b) Ela fez uma aposta tripla no jogo. (variável)Fracionários – são sempre precedidos de um cardinal com o qual concordam em gênero.Ex.: a) Recebi três quintos do que deveria. (masculino plural) b) Recebi uma terça parte a mais ontem! (feminino singular)Coletivos – não variam em gênero.
  8. 8. Estudo de Gramática– 6°ano – 2012 – 3°Trimestre- Setembro - Profª. Vanessa  NúmeroCardinais – normalmente são invariáveis em número. Mas nos casos dos numerais UM e DOIS sim.Ex.: a) Das duas casas em que morei prefiro a atual.(invariável) b) Clara cuidou de uns filhotes de cachorro para poder ganhar dinheiro e comprar seu próprio celular. (plural) Mateus comprou uma borracha excelente para apagar desenhos. (singular)Ordinais – variam em número, concordando com o substantivo que acompanham.Ex.: a) Elga foi a primeira a chegar da escola. (singular) Manuel e Carlos foram os primeiros garotos a serem encontrados no esconde-esconde. (plural) b) Bianca foi a quinta da fila. Carlos ficou em quinto lugar na competição de natação.Multiplicativos – só variam em número quando tem valor de adjetivo.Ex.: a) Ele ganhou o triplo do que esperava. (invariável) b) Ela fez uma aposta tripla no jogo. (variável)Fracionários – são sempre precedidos de um cardinal com o qual concordam em número.Ex.: a) Recebi três quintos do que deveria. (masculino plural) b) Recebi uma terça parte a mais ontem! (feminino singular)Coletivos – variam apenas em número.Ex.: a) Em duas décadas de trabalho, fiz centenas de vezes a mesma coisa. (coletivos no plural)
  9. 9. Estudo de Gramática– 6°ano – 2012 – 3°Trimestre- Setembro - Profª. Vanessa  Escrita dos numerais Numerais cardinais: 16 = dezesseis; 600 = seiscentos; 50 = cinqüenta; 60 = sessenta; 17 = dezessete; 13 = treze; 14 = catorze ou quatorze. Numerais ordinais: 6º = sexto; 400º = quadringentésimo; 900º = nongentésimo; 80º = octogésimo; 11º = undécimo; 600º = seiscentésimo; 70º = septuagésimo; 300º = trecentésimo; 12º = duodécimo; 500º = qüingentésimo; 100º - centésimo; 1000º = milésimo; 50º = qüinquagésimo; 700º = setingentésimo; 200º = ducentésimo; 800º = octingentésimo; 60º = sexagésimo. Observações Importantes 1ª - Na designação de papas, reis, séculos, capítulos, tomos ou partes de obras, usam-se os ordinais para a série de 1 a 10; daí em diante, usam-se os cardinais, desde que o numeral venha depois do substantivo. Exemplos: D. Pedro II (segundo), Luís XV (quinze), D. João VI (sexto), João XXIII (vinte e três), Pio X (décimo), Capítulo XX (vinte). 2ª- Quando o substantivo vier depois do numeral, usam-se sempre os ordinais. Exemplos: primeira parte, décimo quinto capítulo, vigésimo século. 3ª- Na numeração de artigos, leis, decretos, portarias e outros textos legais, usa-se o ordinal até 9 e daí em diante o cardinal. Exemplos: artigo 1° (primeiro), artigo 12 (doze). 4ª- Aos numerais que designam um conjunto determinado de seres dá-se o nome de numerais coletivos. Exemplos: dúzia, centena.
  10. 10. Estudo de Gramática– 6°ano – 2012 – 3°Trimestre- Setembro - Profª. Vanessa 5ª - A leitura e escrita por extenso dos cardinais compostos deve ser feita da seguinte forma: a) Se houver dois ou três algarismos, coloca-se a conjunção e entre eles. Exemplos: 94 = noventa e quatro; 743 = setecentos e quarenta e três. b) Se houver quatro algarismos, omite-se a conjunção e entre o primeiro algarismo e os demais (isto é, entre o milhar e a centena). Exemplo: 2438 = dois mil quatrocentos e trinta e oito. Obs.: Se a centena começar por zero, o emprego do numeral e é obrigatório. 5062 = cinco mil e sessenta e dois. Será também obrigatório o emprego do e se a centena terminar por zeros. 2300 = dois mil e trezentos. c) Se Houver vários grupos de três algarismos, omite-se o e entre cada um dos grupos. 5 450 126 230 = cinco bilhões quatrocentos e cinqüenta milhões, cento e vinte e seis mil duzentos e trinta. 6ª- Formas variantes: Alguns numerais admitem formas variantes como catorze/ quatorze, bilhão / bilião. Nota: As formas cincoenta (50) e hum (1) são erradas. Fonte: http://fabiochristiano.blogspot.com.br/2007/10/nossa-lnga-portuguesa-srie- 014.htmlDIFERENCIANDO – UM (numeral) de UM (artigo)Um (numeral) -> ideia de quantidade.Um (artigo) -> ideia de palavra que acompanha o substantivo de forma geral. Dica: acrescente apalavra “qualquer” para ter o sentido de artigo. Ex.: Era um menino feliz! Era um menino feliz qualquer!Acrescente “qualquer” no primeiro balão. Qual é o sentido de “um” no primeiro balão? E no segundo?
  11. 11. Estudo de Gramática– 6°ano – 2012 – 3°Trimestre- Setembro - Profª. VanessaAmbiguidade – duplo sentido (ver contexto para ver o verdadeiro sentido). Ex.: Há um animal naminha casa. (UM pode estar se referindo ao numeral ou ao artigo indefinido). Referência: Gramática Pedagógica - Conforme a Nova Ortografia - 30ª Ed. Autor: Mesquita, Roberto Melo; Martos, Cloder Rivas Editora: SaraivaBOM ESTUDO!!!!

×