Habilidades e competncias__proeb__matemitica.121

3.040 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.040
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
39
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Habilidades e competncias__proeb__matemitica.121

  1. 1. SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS SUBSECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO BÁSICA SUPERINTENDÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO INFANTIL E FUNDAMENTAL DIRETORIA DE ENSINO FUNDAMENTAL PROGRAMA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA/PIP/EF PROEB AS COMPETÊNCIAS E HABILIDADES NÃO CONSOLIDADAS EM MATEMÁTICA, NO PERÍODO DE 2006 A 2012: ALTERNATIVAS PARA DESENVOLVER E CONSOLIDAR ESSAS HABILIDADES E AVANÇAR NA APRENDIZAGEM
  2. 2. Sumário 1 Introdução 2 Habilidades não consolidadas no PROEB, pelos alunos do 5º Ano do Ciclo Complementar e do 9º Ano do Ciclo da Consolidação no período de 2006 a 2012 4 Para desenvolver, consolidar as Competências/ Habilidades e avançar p.6 6 5 Glossário: Retomando conceitos 7 Boas Práticas Docentes no ensino da Matemática 8 Conclusão 3 Os Eixos da Matriz Curricular de Matemática 5º Ano 9 Referências
  3. 3. 1- Introdução Professor(a), Considerando as competências e habilidades não consolidadas pelos alunos das escolas públicas de Minas Gerais nas avaliações do PROEB (Matemática) realizadas no período de 2006 a 2012, consequentemente impactando nos resultados, e na perspectiva de garantir a consolidação das Competências/Habilidades de Matemática melhorar os resultados e avançar, faz – se necessário a intensificação do trabalho com as turmas do 5º Ano do Ciclo Complementar e do 9º Ano do Ciclo da Consolidação, principalmente, durantes os dias que antecedem a realização das avaliações. Para isso, estamos sugerindo atividades pedagógicas, em que a principal finalidade é refletir sobre cada competência / habilidade não consolidada, em Matemática, bem como, sugerir estratégias pedagógicas, para o trabalho com os alunos. Para cada atividade deve ser elaborado um plano de aula que oriente e dinamize a implementação das práticas em sala de aula e consolide a aprendizagem matemática dos alunos, com compreensão e autonomia. Bom trabalho e sucesso!
  4. 4. 2 - Habilidades não consolidadas no PROEB, no período de 2006 a 2012 2.1 - As Habilidades não consolidadas, pelos alunos do 5º Ano do Ciclo Complementar Matemática H1 - Identificar a localização de pessoa ou objeto em mapas, croquis e outras representações gráficas. / H12 - Identificar a localização de números naturais na reta numérica. H3 - Reconhecer uma figura plana (triângulo, quadrilátero e pentágono) de acordo com o número de lados H4 - Identificar quadriláteros observando as posições relativas entre seus lados H2 - Relacionar figuras tridimensionais com suas planificações. H5 - Resolver situação- problema utilizando unidades de medida padronizadas, como km, m, cm, mm bem como as conversões entre l e ml e as conversões entre tonelada e kg. H6 - Estabelecer relações entre unidades de medida de tempo na resolução de situação – problema. H8 - Estabelecer trocas entre cédulas e moedas em função de seus valores. H7 - Estabelecer relações entre horário de início e término e/ou Intervalo da duração de um evento ou acontecimento . H9 - Resolver situação- problema envolvendo o cálculo do perímetro de figuras planas, desenhadas em malhas quadriculadas H10 - Estimar medidas de grandezas, utilizando unidades de medidas convencionais ou não. H 11 - Reconhecer e utilizar características do sistema de numeração decimal, tais como agrupamentos e trocas na base dez e princípio do valor /posicional.H22 - Reconhecer a escrita, por extenso, dos numerais. H14 - Identificar diferentes representações de um mesmo número racional. H13 - Localizar números racionais na forma decimal na reta numérica. H15 - Resolver situação-problema com números naturais envolvendo diferentes significados da adição .ou da subtração H16 - Resolver situação-problema com números naturais envolvendo diferentes significados da multiplicação ou da divisão. H21 - Calcular adição de números racionais na forma decimal. H17 - Calcular a subtração de números racionais na forma decimal. . H18 - Resolver situação-problema com números racionais expressos na forma decimal, envolvendo diferentes significados da adição ou subtração. H19 - Ler e interpretar informações e dados apresentados em gráficos de colunas H20 - Ler e interpretar informações e dados apresentados em tabelas.
  5. 5. 2.1 - As Habilidades não consolidadas, pelos alunos do 9º Ano do Ciclo da Consolidação. I. H1 - Identificar a localização/movimentação de objeto em mapas, croquis e em outras representações gráficas. H8 - Utilizar propriedades dos polígonos regulares (soma de seus ângulos internos, número de diagonais, cálculo da medida de cada ângulo interno). H13- Utilizarasnoçõesdevolume H11 - Utilizar as propriedades e relações dos elementos do círculo e da circunferência. H3 - Identificar propriedades de triângulos¹ pela comparação de medidas de lados e ângulos H2 - Identificar propriedades de figuras tridimensionais, relacionando-as com suas planificações. H4 - Identificar relação entre quadriláteros por meio de suas propriedades. H5 - Reconhecer a conservação ou modificação de medidas dos lados¹, do perímetro², da área em aplicação e/ou redução de figuras poligonais³, usando malhas quadriculadas. H7 - Identificar propriedades de figuras semelhantes, construídas com transformações¹ (redução, ampliação, translação e rotação). H6 - Reconhecer ângulo como: mudança de direção ou giro, área delimitada por duas semirretas de mesma origem. H9 - Identificar e localizar pontos no plano cartesiano¹ e suas coordenadas e vice- versa. H14 - Resolver problemas utilizando relações de diferentes unidades de medidas H27 - Resolver situações-problema que envolvam equações do 1 º grau e do 2 0 grau 3 . H21 - Reconhecer as representações decimais dos números racionais¹ como uma extensão do sistema de numeração decimal, identificando a existência de “ordens”, como décimos, centésimos e milésimos. H24 - Efetuar cálculos simples com valores aproximados de radicais. H28 - Identificar uma equação do1 0 grau 1 ou inequação do 1 º grau 2 que expressa uma situação problema e representar geometricamente grau 3 . H30 - Identificar a relação entre as representações algébrica e geométrica 1 de um sistema de equações do 1 º grau 2 . H25 - Resolver situações- problema que envolvam porcentagem 1 . H18 - Resolver situações- problema com números inteiros envolvendo diferentes significados das operações (adição, subtração, multiplicação, divisão, potenciação). H31 - Interpretar e utilizar informações apresentadas em tabelas e/ou gráficos¹. H32 - Associar informações apresentadas em listas e/ou tabelas simples aos gráficos que as representem e vice-versa. H29 - Resolver situações- problema que envolvam equações do 1 º grau e do 2 0 grau 3 . H26 - Resolver situações-problema que envolvam variação proporcional direta ou inversa 2 entre grandezas. H12 - Resolversituação-problema envolvendoocálculode perímetro 1 edaárea 2 defiguras planas 3 H10 - Utilizar relações métricas do triângulo retângulo e o Teorema de Pitágoras. H22 - Reconhecer as representações decimais dos números racionais como uma extensão do sistema de numeração decimal, identificando a existência de “ordens”, como décimos, centésimos e milésimos. H16 - Identificar a localização¹ de números racionais na reta numérica. H23 - Resolver situações- problema com números racionais 1 envolvendo as operações (adição, subtração, multiplicação, divisão, potenciação). H17 - Resolver situações- problema com números naturais envolvendo diferentes significados das operações 1 (adição, subtração, multiplicação, divisão, potenciação). H15 - Identificar a localização¹ de números inteiros na reta numérica. H20 - Identificar fração como uma representação que pode estar associada a diferentes significados. H19 - Reconhecer as diferentes representações de um número racional.
  6. 6. 3 - Os Eixos da Matriz Curricular de Matemática 3.1 - Eixo Espaço e Forma Professor, na Matemática, o estudo do Espaço e Forma é de fundamental importância para que o aluno desenvolva várias habilidades como: • percepção • representação • abstração • levantamento e validação de hipóteses • orientação espacial • desenvolvimento da criatividade Vivemos num mundo em que, constantemente, necessitamos nos movimentar, localizar objetos, ruas, mapas e cidades em mapas, identificar figuras geométricas e suas propriedades para solucionar problemas. O estudo desse eixo pode auxiliar a desenvolver satisfatoriamente, todas essas habilidades, podendo, também, nos ajudar a apreciar, com outro olhar as formas geométricas presentes na natureza, nas construções e nas diferentes manifestações artísticas. 3.2 - Eixo Grandezas e Medidas O estudo de temas vinculados a esse eixo deve propiciar aos alunos conhecer aspectos históricos da construção do conhecimento; compreender o conceito de medidas, os processos de medição e a necessidade de adoção de unidades padrão de medidas; resolver problemas utilizando as unidades de medidas; estabelecer conexões entre grandezas e medidas com outros temas matemáticos como, por exemplo, os números racionais positivos e suas representações. Através de diversas atividades, é possível mostrar a importância e o acentuado caráter prático das Grandezas e Medidas, para poder, por exemplo, compreender questões relacionadas aos Temas Transversais, além de sua vinculação a outras área de conhecimento, como as Ciências Naturais (temperatura, velocidade e outras grandezas) e a Geografia (escalas para mapas, coordenadas geográficas). 3.3 - Eixo Números, Operações e Álgebras Em nosso dia-a-dia nos deparamos com os números a todo momento. Várias informações essenciais para a nossa vida social são representadas por números: CPF, RG, conta bancária, senhas, número de telefone, pecos de produtos,calendário, horas, entre tantas outras. Esse eixo envolve, além do conhecimento dos diferentes conjuntos numéricos, as operações e suas aplicações à resolução de problemas. As operações aritméticas estão sempre presentes em nossas vidas.
  7. 7. 3.4 -Tratamento da Informação É de fundamental importância nos dias de hoje, tendo em vista a grande quantidade de informações que se apresentam em nosso cotidiano. Na Matemática, alguns conteúdos são extremamente adequados para “tratar a informação”. A estatística, por exemplo, cuja utilização pelos meios de comunicação tem sido intensa, utiliza-se de gráficos e tabelas. A combinatória também é utilizada para desenvolver o tratamento da informação, pois ela nos permite determinar o número de possibilidades de ocorrência de algum acontecimento.
  8. 8. 4 - Para desenvolver, consolidar as Competências/Habilidades e avançar 4.1 - Sugestões de práticas pedagógicas para o desenvolvimento das Competências e Habilidades não consolidadas, nas avaliações do PROEB - 5º Ano do Ciclo do Ciclo Complementar - 2006 a 2012 Matemática Atividade 01 Competência não consolidada Habilidade não consolidada Localizar objetos em representações do espaço Identificar a localização de pessoa ou objeto em mapas, croquis e outras representações gráficas. Em que consiste essa habilidade? Esta habilidade - Identificar a localização de pessoa ou objeto em mapas, croquis e outras representações gráficas – consiste no reconhecimento, pelo aluno, da localização e movimentação de uma pessoa ou objeto no espaço, sob diferentes pontos de vista. Sugestões para desenvolver essa habilidade Esta habilidade é desenvolvida desde os primeiros anos do Ensino Fundamental por meio de tarefas que exigem dos alunos, por exemplo, desenhar o trajeto casa – escola, identificando pontos de referência. Para o desenvolvimento dessa habilidade o professor deve utilizar recursos como localização de ruas, pontos turísticos, casas, dentre outros, em mapas e croquis. Além disso, o uso do papel quadriculado pode auxiliar o aluno a localizar objetos utilizando as unidades de medidas (como cm, mm), em conexão com o domínio de grandezas e medidas. Durante o trabalho partir do seu próprio em sala de aula o professor deve partir da exploração do próprio espaço físico dos alunos. Atividades como passeios programados a pontos turísticos do bairro ou da cidade, brincadeiras que permitam localizações e movimentações de objetos (bolas, cadeiras, cordas etc.) no próprio pátio da escola favorecem ao processo de construção da habilidade prevista.Em cada uma dessas atividades, é importante indicar posicionamento e referências. Posteriormente, o professor pode orientar o trabalho com mapas da cidade, do bairro, croquis da escola ou da própria sala de aula, utilizando-se material pedagógico apropriado. Item de avaliação Marcelo fez a seguinte planta da sua sala de aula: Das crianças que se sentam perto da janela, a que senta mais longe da professora é (A) o Marcelo. (B) a Luiza. (C) o Rafael. (D) a Tânia.
  9. 9. Atividade 02 Competência não consolidada Habilidade não consolidada Localizar objetos em representações do espaço Relacionar figuras tridimensionais (cubo e bloco retangular) com suas planificações. Em que consiste essa habilidade? Esta habilidade -: Relacionar figuras tridimensionais (cubo e bloco retangular) com suas planificações – consiste em diferenciar um sólido com faces, arestas e vértices (poliedro) de corpos redondos (cilindro, cone e esfera) pelas suas características. Sugestões para desenvolver essa habilidade O professor pode iniciar apresentando os principais poliedros: tetraedro, paralelepípedo (destacando o cubo) e octaedro e corpos redondos: esfera, cone, cilindro. Os alunos devem diferenciar os poliedros dos corpos redondos pela observação de suas características. A utilização de materiais didáticos apropriados que permitam a montagem e desmontagem desses sólidos é fundamental durante essa etapa. O trabalho de identificação deve ser complementado com atividades que formalizem o conhecimento e, para isso, o professor pode elaborar materiais que explorem a escrita e a identificação do sólido. Além da identificação das características (faces, vértices e arestas) desses sólidos, a habilidade prevê a planificação deles. É importante que o aluno faça os dois movimentos: planificação e construção do sólido, pois dessa forma a habilidade ganha significado. Cabe ao professor identificar as várias possibilidades de planificação do cubo (onze planificações) e, além disso, possibilitar ao aluno a concluir que a esfera não pode ser planificada. a - Poliedros: tetraedro, paralelepípedo, cubo b - Octaedro: c - Corpos redondos: esfera, cone, cilindro
  10. 10. Item de Avaliação Vítor gosta de brincar de construtor. Ele pediu para sua mãe comprar blocos de madeira com superfícies arredondadas. A figura abaixo mostra os blocos que estão à venda. Quais dos blocos acima a mãe de Vítor poderá comprar? (A) A e C. (B) A e B. (C) B e D. (D) C e D. Atividade 03 Competência não consolidada Habilidade não consolidada Identificar figuras geométricas e suas propriedades Reconhecer uma figura plana (triângulo, quadrilátero e pentágono) de acordo com o número de lados. Em que consiste essa habilidade? Essa habilidade - Reconhecer uma figura plana (triângulo, quadrilátero e pentágono) de acordo com o número de lados - consiste em perceber conceitualmente as diferenças entre os quadriláteros, triângulo e pentágono. Por meio de figuras, o aluno deve reconhecer as características próprias das figuras planas. Sugestões para desenvolver essa habilidade As figuras geométricas são reconhecidas por suas formas e por sua aparência física em sua totalidade, não por suas partes ou propriedades. Por meio da observação e da comparação, os alunos começam a discernir as características de uma figura e a usar as propriedades para consolidar os conhecimentos e aplicá-los em situações práticas. É importante que o professor incentive seus alunos a desenhar e construir figuras planas. a – Triângulo
  11. 11. b – Quadrilátero c - Pentágono Item de avaliação Ao escolher lajotas para o piso de sua varanda, Dona Lúcia falou ao vendedor que precisava de lajotas que tivessem os quatro lados com a mesma medida. Que lajotas o vendedor deve mostrar a Dona Lúcia? (A) Losango ou quadrado. (B) Quadrado ou retângulo. (C) Quadrado ou trapézio. (D) Losango ou trapézio. Atividade 4 Competência não consolidada Habilidade não consolidada Identificar figuras geométricas e suas propriedades Identificar quadriláteros (quadrado, retângulo, trapézio, paralelogramo, losango), observando as posições relativas entre seus lados. Em que consiste essa habilidade? Esta habilidade - Identificar quadriláteros (quadrado, retângulo, trapézio, paralelogramo, losango), observando as posições relativas entre seus lados – consiste na identificação das diferenças entre os quadriláteros. Por meio de figuras, o aluno deve ser capaz de reconhecer as características próprias dos principais quadriláteros: trapézio, paralelogramo, losango, retângulo e quadrado.
  12. 12. Sugestões para desenvolver essa habilidade O pensamento geométrico desenvolve-se inicialmente pela visualização. Os alunos conhecem o espaço como algo que existe ao redor deles. Por meio da observação e da comparação, eles começam a distinguir as características de uma figura e a usar as propriedades para conceituar classes de formas. Ilustração Quadriláteros: a - Quadrado b – Retângulo c – Trapézio d - Paralelogramo e - Losango Item de avaliação Abaixo, estão representados quatro polígonos. Qual dos polígonos mostrados possui exatamente 2 lados paralelos e 2 lados não paralelos? (A) Retângulo (B) Triângulo (C) Trapézio (D) Hexágono
  13. 13. Atividade 5 Competência não consolidada Habilidade não consolidada Utilizar sistemas de medidas Resolver situação-problema utilizando unidades de medida padronizadas, como km, m, cm, mm bem como as conversões entre l e ml e as conversões entre tonelada e kg Em que consiste essa habilidade? Esta habilidade - Resolver situação-problema utilizando unidades de medida padronizadas, como km, m, cm, mm bem como as conversões entre l e ml e as conversões entre tonelada e kg – consiste no reconhecimento, pelo aluno, de unidades de medidas padronizadas, da ordem de grandeza das unidades de medida e o reconhecimento da base dez como fundamento das transformações de unidades. Sugestões para desenvolver essa habilidade Trabalhar com esse conteúdo possibilita aos alunos resolver problemas práticos que se apresentam em todo o momento: estimar distâncias entre dois pontos, escolher quantidades de produtos ao fazer compras em supermercado e padarias, dentre outros . Assim, os alunos poderão observar o aspecto da “conservação” de uma grandeza, ou seja, mesmo que um objeto mude de posição ou de forma, algo pode permanecer constante. Deve-se trabalhar também o estabelecimento da relação entre a medida de uma dada grandeza e um número.Este é um aspecto de fundamental importância, porque é também por meio dele que os alunos compreenderão que as medidas têm um caráter de precisão que deve ser respeitado. Obs. O aluno deve resolver problemas envolvendo transformações de unidades de medida de uma mesma grandeza, mas o professor deve evitar o trabalho com conversões desprovidas de significado prático. Item de avaliação A distância da escola de João à sua casa é de 2,5 km. A quantos metros corresponde essa distância? (A) 25 m (B) 250 m (C) 2 500 m (D) 25 000 m
  14. 14. Atividade 6 Competência não consolidada Habilidade não consolidada Utilizar sistemas de medidas Estabelecer relações entre unidades de medida de tempo (milênio, século, década, ano, mês, semana, quinzena, dia, hora, minuto, semestre, trimestre e bimestre)na resolução de situação – problema. Em que consiste essa habilidade? Esta habilidade - Estabelecer relações entre unidades de medida de tempo (milênio, século, década, ano, mês, semana, quinzena, dia, hora, minuto, semestre, trimestre e bimestre)na resolução de situação – problema – consiste em compreender, relacionar e utilizar as medidas de tempo realizando conversões simples, como, por exemplo, horas em minutos e minutos para segundos. Sugestões para desenvolver essa habilidade O professor deve utilizar em sala de aula vários modelos de relógios para iniciar o trabalho. É interessante contextualizar cada relógio com suas respectivas épocas. A ampulheta é um ótimo exemplo de medição de tempo utilizada pelos antepassados; uma experiência simples é a do relógio de sol, que utiliza a projeção da sombra para marcar o tempo. Outros tipos de relógios utilizados que podem enriquecer a aprendizagem dos alunos são: pêndulo, relógio de bolso, relógio digital etc. Para fundamentar bem a ideia de tempo, é importante que o professor mostre, em linguagem adequada, a ideia de acontecimentos sucessivos. Uma outra ideia da aprendizagem dessa habilidade diz respeito à ideia de múltiplos e submúltiplos. O aluno deve identificar, por meio de contagens simples, que: uma semana tem sete dias, um dia possui vinte e quatro horas, uma hora tem sessenta minutos e um minuto tem sessenta segundos. Da mesma forma, constrói-se a ideia de que semanas formam meses que formam anos e estes. Agrupados em décadas, compõem séculos e milênios. Item de avaliação A avó de Patrícia mora muito longe. Para ir visitá-la a menina gastou 36 horas de viagem. Quantos dias durou a viagem de Patrícia? (A) 1 dia (B) 1 dia e meio (C) 3 dias (D) 36 dias
  15. 15. Atividade 7 Competência não consolidada Habilidade não consolidada Utilizar sistemas de medidas Estabelecer relações entre horário de início e término e/ou Intervalo da duração de um evento ou acontecimento. Em que consiste essa habilidade? Esta habilidade - Estabelecer relações entre horário de início e término e/ou Intervalo da duração de um evento ou acontecimento – consiste em realizar estimativas do tempo de duração de um evento, a partir do horário de início e de término . Também de maneira inversa, a partir do conhecimento do tempo de um evento e do horário de encerramento. Sugestões para desenvolver essa habilidade Para desenvolver esta habilidade devem ser trabalhadas situações-problema contextualizadas que envolvem um tempo de duração, como por exemplo, um jogo de futebol, um filme ou uma novela. Devem ser exploradas relações entre hora e partes da hora em relógios e em tabelas de horários de aulas, recreios, ônibus etc. Propor atividades práticas como:  registrar o horário de início e do término das aulas e calcular a duração da permanência dos alunos na escola; fazer o mesmo com o horário de dormir e de acordar;  verificar que, partindo-se de certo horário, por exemplo,8 h10min, o avanço ou retrocesso de certo número inteiro de horas resulta em alteração na hora, mas não nos minutos do horário inicial;  identificar o horário em que uma tarefa deve ser iniciada, sabendo-se que ela deve estar pronta em certo horário e conhecendo-se o tempo necessário para sua realização. Item de avaliação Uma partida de futebol, pelo rádio, começa às 6h30min e o programa seguinte começa às 7h45min. Quantos minutos dura a partida de futebol, incluindo os minutos destinados ao intervalo? (A) 25 (B) 35 ( C) 55 (D) 105
  16. 16. Atividade 8 Competência não consolidada Habilidade não consolidada Utilizar sistemas de medidas Estabelecer trocas entre cédulas e moedas em função de seus valores Em que consiste esta habilidade? Esta habilidade - Estabelecer trocas entre cédulas e moedas em função de seus valores - consiste no realizar a troca de uma ou mais cédulas por outras cédulas ou por moedas de menor valor. O desenvolvimento dessa habilidade traz ao aluno a noção da convenção de valores que é atribuída a certos objetos. Essa habilidade requer do aluno o conhecimento da utilização do Sistema Monetário Nacional pela identificação das moedas e cédulas em circulação no país. Sugestões para desenvolver essa habilidade Diversas situações podem ser criadas em sala de aula. Por exemplo:  dramatizar situações de compras e de vendas, por meio de representações de supermercado, livraria, padaria, lanchonete, sorveteria, etc. ;  solicitar orçamentos, considerando-se uma determinada quantia em dinheiro, distribuída em cédulas com diversos valores;  trazer para sala de aula textos sobre situações de compra e de venda;  realizar entrevistas com os pais sobre compras efetuadas pela família no dia a dia e seus respectivos valores. Item de avaliação Renê entrou em uma livraria e comprou um livro por R$ 35,00 e uma caneta por R$ 3,00 Quais as cédulas que Renê poderá usar para pagar sua compra? (A) 1 cédula de 10 reais, 5 cédulas de 5 reais e 3 cédulas de 1 real. (B) 1 cédula de 10 reais, 4 cédulas de 5 reais e 3 cédulas de 1 real. (C) 2 cédulas de 10 reais , 1 cédula de 5 reais e 3 cédulas de 1 real. (D) 2 cédulas de 10 reais , 2 cédulas de 5 reais e 2 cédulas de 1 real.
  17. 17. Atividade 9 Competência não consolidada Habilidade não consolidada Medir Grandezas Resolver situação-problema envolvendo o cálculo do perímetro de figuras planas, desenhadas em malhas quadriculadas. Em que consiste essa habilidade? Esta habilidade - Resolver situação-problema envolvendo o cálculo do perímetro de figuras planas, desenhadas em malhas quadriculadas – consiste na capacidade do aluno resolver problemas contextualizados que requeiram o cálculo do perímetro de figura, usando uma unidade especificada em uma malha quadriculada. Sugestões para desenvolver essa habilidade Para desenvolver essa habilidade o professor deve trabalhar várias atividades, como: medir uma corda, uma cartolina, a sala, a quadra da escola, a cantina;  calcular o perímetro contando os lados dos quadrados formados em malha quadricula.  Desenhar figuras poligonais para o cálculo de seus perímetros;  Solicitar aos alunos que calculem o perímetro dos espaços da casa onde moram;  Resolver situações-problema contextualizadas que requeiram dos alunos comparar a unidade estabelecida na malha quadriculada. ÁREA DE FIGURAS PLANAS: Cláudio desenhou um mosaico em uma malha quadriculada de 10 cm de comprimento por 6 cm de largura. Veja o mosaico desenhado por ele. Item de avaliação Uma pessoa faz caminhadas em uma pista desenhada em um piso quadriculado, no qual o lado de cada quadrado mede 1m. A figura abaixo representa essa pista.
  18. 18. Quantos metros essa pessoa percorre ao completar uma volta? (A) 36m (B) 24m (C) 22m (D) 20m Atividade 10 Competência não consolidada Habilidade não consolidada Estimar e comparar grandezas Estimar medidas de grandezas, utilizando unidades de medidas convencionais ou não Em que consiste essa habilidade? Esta habilidade - Estimar medidas de grandezas, utilizando unidades de medidas convencionais ou não - consiste em identificar grandezas mensuráveis que ocorrem no seu dia-a-dia, convencionais ou não, relacionados a comprimento, massa, capacidade, superfície e outros. Sugestões para desenvolver essa habilidade É no contexto das experiências intuitivas e informais com a medição que o aluno constrói representações mentais que lhe permitem, por exemplo, saber que comprimentos como 10, 20 ou 30 centímetros são possíveis de se visualizar numa régua, que i quilo é equivalente a um pacote pequeno de açúcar ou que 2 litros correspondem a uma garrafa de refrigerante grande. Essas representações mentais facilitam as estimativas e os cálculos. O professor pode iniciar com medidas exatas de objetos próximos do aluno e chegar a desafios de cálculos de medidas inexatas. Antes disso, porém, o aluno deve dominar os conceitos e as equivalências entre as unidades de medidas. Atividades relacionadas com estimativas, utilizando medidas não convencionais, são significativas para desenvolver a habilidade.
  19. 19. Item de avaliação Observe as figuras. Gabriela é mais alta que Júnior. Ela tem 142 centímetros. Quantos centímetros aproximadamente Júnior deve ter? (A) 50 cm (B) 81 cm (C) 136 cm (D) 144 cm Atividade 11 Competência não consolidada Habilidade não consolidada Conhecer e utilizar números Reconhecer e utilizar características do sistema de numeração decimal, tais como agrupamentos e trocas na base dez e princípio do valor posicional Em que consiste essa habilidade? Esta habilidade - Reconhecer e utilizar características do sistema de numeração decimal, tais como agrupamentos e trocas na base dez e princípio do valor posicional - consiste em realizar troca do algarismo no número na posição correspondente à unidade, dezena, centena, etc. Essa habilidade requer do aluno verificar a necessidade de trocar um número ao contabilizar um agrupamento de 10. Sugestões para desenvolver essa habilidade É importante que o aluno conheça como se desenvolveu o processo de contagem dos objetos em diferentes civilizações. Essa retrospectiva histórica é interessante para reconstruir outras formas de contagem. Ilustrações por meio de vídeos, livros e revistas auxiliam o professor nessa etapa de trabalho. O professor deve compartilhar com o aluno o processo histórico de surgimento do sistema de numeração decimal, bem como a concepção de algarismo arábico ou indu-arábico como símbolos que compõem o sistema decimal e que são utilizados para formação de qualquer número desse sistema. A ideia de número presente na sociedade moderna pode ser explorada de diversas formas pelo professor. Por exemplo:  estatísticas que mostram características populacionais;  pesquisas relacionadas à produção de alimentos;
  20. 20.  extensão de áreas voltadas para o pátio;  extensões de estados e regiões;  aspectos relacionados ao trânsito como emplacamento, número de veículos, etc. Item de avaliação O litoral brasileiro tem cerca de 7.500 quilômetros de extensão. Este número possui quantas centenas? (A) 5 (B) 75 (C) 500 (D) 7.500 Atividade 12 Competência não consolidada Habilidade não consolidada Conhecer e utilizar números Identificar a localização de números naturais na reta numérica Em que consiste essa habilidade? Esta habilidade - Identificar a localização de números naturais na reta numérica – consiste em localizar e compreender a representação geométrica dos números naturais em uma reta numerada e também a representação como um conjunto de elementos ordenados, organizados em uma sequência crescente, que possui um primeiro elemento mas não tem último elemento. Sugestões para desenvolver essa habilidade Ao iniciar o trabalho, é importante que o professor elabore algumas atividades relacionadas ao desenho de retas associado a significados usuais. Marcas de quilometragem nas estradas, instrumentos de medição como régua, fitas métricas e trenas são adequados para identificação de números em uma reta numérica. Atividades que envolvam fatos históricos, representados na linha do tempo, são muito interessantes e a devem ser elaboradas junto aos professores de História. Durante a formalização matemática é importante destacar que a reta numérica pode ser apresentada tanto na vertical quanto na horizontal. Esse conhecimento será muito útil na futura abordagem de plano cartesiano. Sérgio quer colocar o número 380 na reta numerada, desenhada abaixo. Esse número estará localizado entre os números (A) 250 e 300 (B) 300 e 35
  21. 21. (C) 350 e 400 (D) 500 Atividade 13 Competência não consolidada Habilidade não consolidada Realizar e aplicar operações Identificar a localização de números racionais representados na forma decimal na reta numérica Em que consiste essa habilidade? Esta habilidade - Identificar a localização de números racionais representados na forma decimal na reta numérica – consiste em perceber a disposição dos números racionais na reta numérica, compreendendo que há uma ordem lógica de organização desses números na reta. Devem ser exploradas apenas as formas decimais com décimos e centésimos, com e sem zeros intercalados. Requer que o aluno complete na reta , numérica, a sequência correta dos números racionais apresentados. Sugestões para desenvolver essa habilidade Durante o desenvolvimento dessa habilidade, o professor deve utilizar instrumentos de medição que contenham subdivisões. Por exemplo: termômetro, régua, trenas, fitas métricas. Situações-problema elaboradas com estes suportes evidenciam a forma decimal dos números. O professor pode, também, construir com seus alunos uma grande reta numérica e fixá-la em uma parede da sala e sugerir que os alunos acrescentem diversos úmeros racionais a ela. . Item de avaliação Em uma maratona, os corredores tinham que percorrer 3 km, entre uma escola e uma Igreja. Joaquim já percorreu 2,7 km, João percorreu 1,9 km, Marcos percorreu 2,4 km e Mateus percorreu 1,5 km.

×