SlideShare uma empresa Scribd logo

Encontro 001 vamos caminhar juntos - primeira eucaristia

Esse slide foi criado para o primeiro encontro da catequese da Primeira Eucaristia. Ele foi baseado no Livro Casa da Iniciação Cristã - Eucaristia 1: A história da Salvação da Editora Paulinas

1 de 12
Baixar para ler offline
Vamos
Caminhar
Juntos
PRIMEIRO ENCONTRO
EVANGELHO: JOÃO, 13, 34-35
Qual o objetivo da catequese?
Nos ajudar a conhecere amar Jesus;
Nos orientar a ser um cristão;
Conhecer a palavra de Deus;
Conhecer a Igreja de Deus
Encontro 1
Baseado no livro Casa da Iniciação Cristã - Paulinas
Orações Iniciais
Pelo sinalda Santa Cruz, livrai-nos,Deus, Nosso Senhor, dos nossos inimigos. Em nome
do Pai, doFilho e do Espírito Santo. Amém.
Todos: Senhor Deus, nosso Pai, no inícioda caminhadada catequese, queremos pedir tua
bênção. Ajuda-nos acrescer em idade, sabedoria e graça, fortes na fé e fiéis aos
ensinamentos de Jesus. Amém!
Baseado no livro Casa da Iniciação Cristã - Paulinas Encontro 1
A palavra nos faz viver
Oencontro dehoje será o primeiro de muitosnessa caminhada.Iniciaremosnovas amizades. As novas amizades não será somente quem
está presente aqui neste momento, mas quemirá nosencontrarnos próximos anos. Lembre-se, émuito bom ser amigo e ter amigos. amizades.
É muito bom ser amigo e ter amigos. “Amigo é aquele com quem a gentepode contarnas horas boas e nas horas difíceis.”
Naleitura de hoje, o nosso senhorvem nos falar sobre o amore o que ele é. Vamos lá? Abra a sua bíblia em noEvangelho deJoão, capitulo
18, versículos números33e 34.
O senhor esteja convosco! / Ele está no meio de nós/ Proclamação doEvangelho deJesus Cristo + Segundo João./ Glória a vós Senhor!
Palavra daSalvação!/ Glória a vós Senhor!
Baseado no livro Casa da Iniciação Cristã - Paulinas Encontro 1
O senhor nos ama
“ Jesus nos ama. Elenos chamade amigos. Parasermos seusamigos, devemos amarcomo Jesus amou. Devemos seguir seus
mandamentos. Mandamento éumaordem, uma lei, que deve ser vivida naliberdade. Jesus nos pede, masnós é quedecidimos seguir
ou nãoo seu mandamento. O mandamento maior é o amor e é amaior verdadedo Evangelho: Deus nos amae nós o amamos quando
amamos aspessoas queestão aonosso redor.”
(Brustolin,Leomar A.. CasadaIniciação Cristã:Eucaristia1 -catequista(pp. 24-25). Paulinas.Edição do Kindle. )
Para aprofundar
1) Por quefazero caminho da catequese?
2) No nosso dia adia acreditamos em muitas coisas: acreditamos no amor dos pais, quenosso time é capazde vencer, que poderá
fazersol no fim desemana... Pensandoassim, o queentendemos por ter fé?
3) Como é terfé em Deus?

Recomendados

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Curso de batismo
Curso de batismoCurso de batismo
Curso de batismoMelonita
 
Roteiro solenidade nossa senhora aparecida 2018
Roteiro   solenidade nossa senhora aparecida 2018Roteiro   solenidade nossa senhora aparecida 2018
Roteiro solenidade nossa senhora aparecida 2018Rogenia
 
Sacramento do matrimônio
Sacramento do matrimônioSacramento do matrimônio
Sacramento do matrimôniofamiliaregsul4
 
Guião festa do acolhimento 5 de novembro de 2017
Guião festa do acolhimento 5 de novembro de 2017Guião festa do acolhimento 5 de novembro de 2017
Guião festa do acolhimento 5 de novembro de 2017InfanciaSaoJose
 
Formação batismo pais e padrinhos Católicos
Formação batismo pais e padrinhos Católicos Formação batismo pais e padrinhos Católicos
Formação batismo pais e padrinhos Católicos Rodrigo F Menegatti
 
Sacramento reconciliação 2015
Sacramento reconciliação 2015Sacramento reconciliação 2015
Sacramento reconciliação 2015Sara Alegria
 
Entregas: Creio, Pai nosso e Mandamento do amor
Entregas: Creio, Pai nosso e Mandamento do amorEntregas: Creio, Pai nosso e Mandamento do amor
Entregas: Creio, Pai nosso e Mandamento do amorFábio Vasconcelos
 
Roteiro de missa de 1ª eucaristia.
Roteiro de missa de 1ª eucaristia.Roteiro de missa de 1ª eucaristia.
Roteiro de missa de 1ª eucaristia.Lucas Licerre
 
Missal Santoral Festa de São Judas Tadeu Uberaba -2013
Missal Santoral  Festa de São Judas Tadeu  Uberaba -2013Missal Santoral  Festa de São Judas Tadeu  Uberaba -2013
Missal Santoral Festa de São Judas Tadeu Uberaba -2013Maria Isaltina Santana
 

Mais procurados (20)

Curso de batismo
Curso de batismoCurso de batismo
Curso de batismo
 
Roteiro solenidade nossa senhora aparecida 2018
Roteiro   solenidade nossa senhora aparecida 2018Roteiro   solenidade nossa senhora aparecida 2018
Roteiro solenidade nossa senhora aparecida 2018
 
Sacramento do matrimônio
Sacramento do matrimônioSacramento do matrimônio
Sacramento do matrimônio
 
Guião festa do acolhimento 5 de novembro de 2017
Guião festa do acolhimento 5 de novembro de 2017Guião festa do acolhimento 5 de novembro de 2017
Guião festa do acolhimento 5 de novembro de 2017
 
A missa parte por parte
A missa parte por parteA missa parte por parte
A missa parte por parte
 
APOSTILA DE PRE CATEQUESE
APOSTILA DE PRE CATEQUESEAPOSTILA DE PRE CATEQUESE
APOSTILA DE PRE CATEQUESE
 
Encontro com os pais - Catequese
Encontro com os pais - CatequeseEncontro com os pais - Catequese
Encontro com os pais - Catequese
 
Formação batismo pais e padrinhos Católicos
Formação batismo pais e padrinhos Católicos Formação batismo pais e padrinhos Católicos
Formação batismo pais e padrinhos Católicos
 
Sacramento reconciliação 2015
Sacramento reconciliação 2015Sacramento reconciliação 2015
Sacramento reconciliação 2015
 
A santa missa parte por parte
A santa missa parte por parteA santa missa parte por parte
A santa missa parte por parte
 
2º ANO DE EUCARISTIA
2º ANO DE EUCARISTIA2º ANO DE EUCARISTIA
2º ANO DE EUCARISTIA
 
Entregas: Creio, Pai nosso e Mandamento do amor
Entregas: Creio, Pai nosso e Mandamento do amorEntregas: Creio, Pai nosso e Mandamento do amor
Entregas: Creio, Pai nosso e Mandamento do amor
 
Material de apoio à iniciação cristã
Material de apoio à iniciação cristãMaterial de apoio à iniciação cristã
Material de apoio à iniciação cristã
 
Primeira etapa
Primeira etapaPrimeira etapa
Primeira etapa
 
COMO REZAR O TERÇO
COMO REZAR O TERÇOCOMO REZAR O TERÇO
COMO REZAR O TERÇO
 
2015 apostila catequese primeira eucaristia
2015 apostila catequese primeira eucaristia2015 apostila catequese primeira eucaristia
2015 apostila catequese primeira eucaristia
 
Os sacramentos em nossa vida
Os sacramentos em nossa vidaOs sacramentos em nossa vida
Os sacramentos em nossa vida
 
Querigma e catequese
Querigma e catequeseQuerigma e catequese
Querigma e catequese
 
Roteiro de missa de 1ª eucaristia.
Roteiro de missa de 1ª eucaristia.Roteiro de missa de 1ª eucaristia.
Roteiro de missa de 1ª eucaristia.
 
Missal Santoral Festa de São Judas Tadeu Uberaba -2013
Missal Santoral  Festa de São Judas Tadeu  Uberaba -2013Missal Santoral  Festa de São Judas Tadeu  Uberaba -2013
Missal Santoral Festa de São Judas Tadeu Uberaba -2013
 

Semelhante a Encontro 001 vamos caminhar juntos - primeira eucaristia

Jornal Aliança - Edição Especial VI ECJ
Jornal Aliança - Edição Especial VI ECJJornal Aliança - Edição Especial VI ECJ
Jornal Aliança - Edição Especial VI ECJCIP2014
 
a prática do estilo de vida cristã
a prática do estilo de vida cristãa prática do estilo de vida cristã
a prática do estilo de vida cristãCarla Machado
 
EBD Revista Palavra e Vida (CB Fluminense): Aula 3: O acorde básico da vida c...
EBD Revista Palavra e Vida (CB Fluminense): Aula 3: O acorde básico da vida c...EBD Revista Palavra e Vida (CB Fluminense): Aula 3: O acorde básico da vida c...
EBD Revista Palavra e Vida (CB Fluminense): Aula 3: O acorde básico da vida c...Andre Nascimento
 
Discernimento: a salvaguarda do reavivamento_Lição_original com textos_832013
Discernimento: a salvaguarda do reavivamento_Lição_original com textos_832013Discernimento: a salvaguarda do reavivamento_Lição_original com textos_832013
Discernimento: a salvaguarda do reavivamento_Lição_original com textos_832013Gerson G. Ramos
 
A Virtude Da Fé Pdf
A Virtude Da Fé PdfA Virtude Da Fé Pdf
A Virtude Da Fé Pdfrowalino
 
INICIAÇÃO CRISTÃ Nº01
INICIAÇÃO CRISTÃ Nº01INICIAÇÃO CRISTÃ Nº01
INICIAÇÃO CRISTÃ Nº01Helio Diniz
 
Segredo revelado aos filhos de deus e-book
Segredo revelado aos filhos de deus   e-bookSegredo revelado aos filhos de deus   e-book
Segredo revelado aos filhos de deus e-bookhenriquecoutinho10
 
Oficina de oração com jovens da PJ orientada pelo Professor Locimar Massalai
Oficina de oração com jovens da PJ orientada pelo Professor Locimar MassalaiOficina de oração com jovens da PJ orientada pelo Professor Locimar Massalai
Oficina de oração com jovens da PJ orientada pelo Professor Locimar MassalaiLOCIMAR MASSALAI
 
Chama do Carmo _178
Chama do Carmo _178Chama do Carmo _178
Chama do Carmo _178Frei João
 
Pedrinhas Brilhantes: Espírito Santo, testificação, cura e o bom combate
Pedrinhas Brilhantes: Espírito Santo, testificação, cura e o bom combatePedrinhas Brilhantes: Espírito Santo, testificação, cura e o bom combate
Pedrinhas Brilhantes: Espírito Santo, testificação, cura e o bom combateFreekidstories
 
Mensaje cuaresma 2013 portugués
Mensaje cuaresma 2013 portuguésMensaje cuaresma 2013 portugués
Mensaje cuaresma 2013 portuguésDavinia Martínez
 
12 LIÇÕES DO DISCIPULADO - NOVA.pdf
12 LIÇÕES DO DISCIPULADO - NOVA.pdf12 LIÇÕES DO DISCIPULADO - NOVA.pdf
12 LIÇÕES DO DISCIPULADO - NOVA.pdfSEDUC-PA
 

Semelhante a Encontro 001 vamos caminhar juntos - primeira eucaristia (20)

Jornal Aliança - Edição Especial VI ECJ
Jornal Aliança - Edição Especial VI ECJJornal Aliança - Edição Especial VI ECJ
Jornal Aliança - Edição Especial VI ECJ
 
Trabalho igreja
Trabalho igrejaTrabalho igreja
Trabalho igreja
 
Advento 2018
Advento 2018Advento 2018
Advento 2018
 
a prática do estilo de vida cristã
a prática do estilo de vida cristãa prática do estilo de vida cristã
a prática do estilo de vida cristã
 
EBD Revista Palavra e Vida (CB Fluminense): Aula 3: O acorde básico da vida c...
EBD Revista Palavra e Vida (CB Fluminense): Aula 3: O acorde básico da vida c...EBD Revista Palavra e Vida (CB Fluminense): Aula 3: O acorde básico da vida c...
EBD Revista Palavra e Vida (CB Fluminense): Aula 3: O acorde básico da vida c...
 
Discernimento: a salvaguarda do reavivamento_Lição_original com textos_832013
Discernimento: a salvaguarda do reavivamento_Lição_original com textos_832013Discernimento: a salvaguarda do reavivamento_Lição_original com textos_832013
Discernimento: a salvaguarda do reavivamento_Lição_original com textos_832013
 
A Virtude Da Fé Pdf
A Virtude Da Fé PdfA Virtude Da Fé Pdf
A Virtude Da Fé Pdf
 
INICIAÇÃO CRISTÃ Nº01
INICIAÇÃO CRISTÃ Nº01INICIAÇÃO CRISTÃ Nº01
INICIAÇÃO CRISTÃ Nº01
 
Boletim IPC Limeira 261117
Boletim IPC Limeira 261117Boletim IPC Limeira 261117
Boletim IPC Limeira 261117
 
Segredo revelado aos filhos de deus e-book
Segredo revelado aos filhos de deus   e-bookSegredo revelado aos filhos de deus   e-book
Segredo revelado aos filhos de deus e-book
 
Oficina de oração com jovens da PJ orientada pelo Professor Locimar Massalai
Oficina de oração com jovens da PJ orientada pelo Professor Locimar MassalaiOficina de oração com jovens da PJ orientada pelo Professor Locimar Massalai
Oficina de oração com jovens da PJ orientada pelo Professor Locimar Massalai
 
Chama do Carmo _178
Chama do Carmo _178Chama do Carmo _178
Chama do Carmo _178
 
Pedrinhas Brilhantes: Espírito Santo, testificação, cura e o bom combate
Pedrinhas Brilhantes: Espírito Santo, testificação, cura e o bom combatePedrinhas Brilhantes: Espírito Santo, testificação, cura e o bom combate
Pedrinhas Brilhantes: Espírito Santo, testificação, cura e o bom combate
 
Mensaje cuaresma 2013 portugués
Mensaje cuaresma 2013 portuguésMensaje cuaresma 2013 portugués
Mensaje cuaresma 2013 portugués
 
10 coisas que todo católico deve saber
10 coisas que todo católico deve saber10 coisas que todo católico deve saber
10 coisas que todo católico deve saber
 
12 LIÇÕES DO DISCIPULADO - NOVA.pdf
12 LIÇÕES DO DISCIPULADO - NOVA.pdf12 LIÇÕES DO DISCIPULADO - NOVA.pdf
12 LIÇÕES DO DISCIPULADO - NOVA.pdf
 
Estudos Tribo de Judá.docx
Estudos Tribo de Judá.docxEstudos Tribo de Judá.docx
Estudos Tribo de Judá.docx
 
Estudos Tribo de Judá.docx
Estudos Tribo de Judá.docxEstudos Tribo de Judá.docx
Estudos Tribo de Judá.docx
 
Estudos Tribo de Judá.docx
Estudos Tribo de Judá.docxEstudos Tribo de Judá.docx
Estudos Tribo de Judá.docx
 
Madrid 082011
Madrid 082011Madrid 082011
Madrid 082011
 

Último

2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...azulassessoriaacadem3
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...excellenceeducaciona
 
Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...
Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...
Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...azulassessoriaacadem3
 
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...apoioacademicoead
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...azulassessoriaacadem3
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...azulassessoriaacadem3
 
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...azulassessoriaacadem3
 
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...azulassessoriaacadem3
 
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxJean Carlos Nunes Paixão
 
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;azulassessoriaacadem3
 
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...excellenceeducaciona
 
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...excellenceeducaciona
 
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...azulassessoriaacadem3
 
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Mary Alvarenga
 
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...azulassessoriaacadem3
 
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024excellenceeducaciona
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...azulassessoriaacadem3
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...azulassessoriaacadem3
 
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...azulassessoriaacadem3
 

Último (20)

2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...
Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...
Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...
 
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
 
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
 
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
 
Atividade sobre o anacronismo na HIstoria
Atividade sobre o anacronismo na HIstoriaAtividade sobre o anacronismo na HIstoria
Atividade sobre o anacronismo na HIstoria
 
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
 
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
 
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
 
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...
 
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
 
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
 
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
 
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
 
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
 

Encontro 001 vamos caminhar juntos - primeira eucaristia

  • 2. Qual o objetivo da catequese? Nos ajudar a conhecere amar Jesus; Nos orientar a ser um cristão; Conhecer a palavra de Deus; Conhecer a Igreja de Deus Encontro 1 Baseado no livro Casa da Iniciação Cristã - Paulinas
  • 3. Orações Iniciais Pelo sinalda Santa Cruz, livrai-nos,Deus, Nosso Senhor, dos nossos inimigos. Em nome do Pai, doFilho e do Espírito Santo. Amém. Todos: Senhor Deus, nosso Pai, no inícioda caminhadada catequese, queremos pedir tua bênção. Ajuda-nos acrescer em idade, sabedoria e graça, fortes na fé e fiéis aos ensinamentos de Jesus. Amém! Baseado no livro Casa da Iniciação Cristã - Paulinas Encontro 1
  • 4. A palavra nos faz viver Oencontro dehoje será o primeiro de muitosnessa caminhada.Iniciaremosnovas amizades. As novas amizades não será somente quem está presente aqui neste momento, mas quemirá nosencontrarnos próximos anos. Lembre-se, émuito bom ser amigo e ter amigos. amizades. É muito bom ser amigo e ter amigos. “Amigo é aquele com quem a gentepode contarnas horas boas e nas horas difíceis.” Naleitura de hoje, o nosso senhorvem nos falar sobre o amore o que ele é. Vamos lá? Abra a sua bíblia em noEvangelho deJoão, capitulo 18, versículos números33e 34. O senhor esteja convosco! / Ele está no meio de nós/ Proclamação doEvangelho deJesus Cristo + Segundo João./ Glória a vós Senhor! Palavra daSalvação!/ Glória a vós Senhor! Baseado no livro Casa da Iniciação Cristã - Paulinas Encontro 1
  • 5. O senhor nos ama “ Jesus nos ama. Elenos chamade amigos. Parasermos seusamigos, devemos amarcomo Jesus amou. Devemos seguir seus mandamentos. Mandamento éumaordem, uma lei, que deve ser vivida naliberdade. Jesus nos pede, masnós é quedecidimos seguir ou nãoo seu mandamento. O mandamento maior é o amor e é amaior verdadedo Evangelho: Deus nos amae nós o amamos quando amamos aspessoas queestão aonosso redor.” (Brustolin,Leomar A.. CasadaIniciação Cristã:Eucaristia1 -catequista(pp. 24-25). Paulinas.Edição do Kindle. )
  • 6. Para aprofundar 1) Por quefazero caminho da catequese? 2) No nosso dia adia acreditamos em muitas coisas: acreditamos no amor dos pais, quenosso time é capazde vencer, que poderá fazersol no fim desemana... Pensandoassim, o queentendemos por ter fé? 3) Como é terfé em Deus?
  • 7. Acreditar é... “Acreditar é dar crédito, confiar, dar o coração. Quando alguém tem fé, nem sempre tem todas as certezas, mas sabe que pode confiar. Isso acontece ao longo de nossa vida. Por exemplo: quando uma criança de dois anos vê a imensidão do mar da praia, pode ter medo e não entrar na água. Porém, quando a mãe ou o pai a pega pela mão, ou a coloca no colo, a criança entra no mar. O que a faz agir com essa confiança? É o fato de estar segura nas mãos dos pais. Ela crê que eles lhe dão segurança. Ter fé em Deus é acreditar que ele está sempre ao nosso lado. Quem tem fé em Deus sabe que somos criados por amor. Deus nos ama, e sentimos esse amor em muitos sinais ao longo da vida. Quem crê olha o mundo a partir de Deus, percebendo o amor do Pai para com todos. Quem tem fé age neste mundo confiando que Deus o acompanha no caminho da vida. A fé não é apenas um sentimento. A fé desperta sentimentos de compaixão, solidariedade, cooperação etc. Quando rezamos, recordamos doamor de Deus pornós. Afé nos fazrezarpelas pessoas e especialmente por quem passa pordificuldades.” (Brustolin, Leomar A.. Casada Iniciação Cristã:Eucaristia 1 - catequista (pp. 24-25). Paulinas. Edição doKindle. )
  • 8. O catecismo da Igreja Católica Nº142 - Pela suarevelação, “Deus invisível, nariqueza do seuamor, falaaos homens como amigos e convive com eles, paraos convidar e admitir àcomunhão com Ele”. A respostaadequadaa esse conviteé afé. Nº143 – Pela fé, o homem submete completamente a Deus ainteligênciae a vontade; com todo o seuser, o homem dáassentimentoa Deus revelador . A SagradaEscriturachamaobediência dafé a esta respostado homem a Deus revelador;
  • 9. Lembrando o Batismo Lembre-se essa etapada catequeseé feitacom aqueles que járeceberam o batismo. Casohajaalguém quenãofoi batizadojá começa ase prepararparareceber ao finaldessa etapa. Ao receber o batismo nãoconhecemos tudosobre a nossa igreja.Por esse motivo, em cadaencontro conheceremos um pouco mais da granderiqueza da nossa Igreja.
  • 10. Orações Finais Vamos juntosrezare agradecera Deus que nos reuniuneste grupoparacaminharmos juntos. Todos: Senhor Deus, tuquenos reunistenestecaminho da catequese,fortaleceaamizadeentrenós para que juntospossamos ser teusgrandes amigos. Amém! Todos: Pai Nosso, Ave Mariae SantoAnjo.
  • 12. Referências Esse encontrofoi baseado noLivro Casa da Iniciação Cristã – Eucaristia 1| A história da Salvação. Deautoria deDom Leomar A. Bustolin da editora Paulinas