SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 19
Baixar para ler offline
Capa O Casal e a 
Espiritualidade 
“Tudo posso Naquele que me fortalece” (Fili-penses 
4,13) 
Como é bom saber que Nosso Deus é 
um Deus justo, forte fiel! Essa certeza tam-bém 
faz de nós pessoas mais fortalecidas! 
Ter o Senhor como único Deus em nossa vida 
constrói a nossa caminhada alicerçada sobre 
a rocha. É preciso, de fato, termos fé de que 
somos capazes de tudo se o Senhor está con-osco, 
afinal, para sermos cristãos autênticos, 
ainda mais na contemporaneidade, é preciso 
ter coragem e perseverança! 
“O Senhor é meu forte refúgio, de quem terei 
medo?” (Salmo 27,1). O nosso Deus é o Deus 
do impossível! Aquele que tudo pode re-alizar! 
Nós seguimos e acreditamos Naquele 
que no domingo de Páscoa venceu a morte! 
Então, do que temer? Do que duvidar? Tantas 
pessoas atualmente sofrem com distúrbios 
e síndromes relacionados ao medo, tantas 
outras têm preferido viver num mundo vir-tual 
que aparentemente é seguro. Contudo, 
nós cristãos somos mais audaciosos e confi-antes, 
nos MOVIMENTamos sem medo, na 
busca no nosso objetivo, evangelizar! Por-tanto, 
felizes somos nós, que através desse 
lindo e abençoado MOVIMENTO, podemos 
conhecer cada vez mais o Senhor Jesus. 
“Portanto, quem ouve minhas palavras 
e as pratica é como um homem prudente que 
construiu a sua casa sobre a rocha” (Mateus 
7,24). Aqui nos permitimos referir as pala-vras 
do nosso Orientador Espiritual Pe. Del-cio 
“quem tem o Senhor como único Deus 
não precisa de bengalas”, ou seja, nós cris-tãos 
não precisamos de nada além da Graça 
de Deus! Não precisamos bater três vezes na 
madeira, nem usar amuletos ou fazer simpa-tias. 
Não precisamos comer carne de porco 
no primeiro dia do ano, tampouco dar pulin-hos 
nas ondas do mar. Nós precisamos é da 
missa! Nosso maior tesouro é a Eucaristia! O 
próprio Senhor Jesus que se dá por amor a 
nós! 
“O Senhor é meu Pastor, nada me 
faltará” (Salmo 23,1). Essa é a certeza que 
nos move, incentiva e dá coragem! Defend-er 
e anunciar o Evangelho nunca foram fá-ceis, 
muitos deram sua própria vida por ele, 
porém atualmente não é diferente! Existe 
uma “maré de coisas” que o inimigo nos 
apresenta cotidianamente para nos afastar 
do caminho certo. Temos que estar atentos 
e vigiantes a tudo o que o mundo moderno 
nos oferece! A televisão, a internet, o assé-dio 
ao pecado é constante! Vigiemos! Que 
o Senhor nos dê a perseverança necessária! 
Que saibamos reconhecer as pedras falsas 
02
Coordenadores 
VI ECJ 
Queridos casais! 
É com grande alegria que damos a 
vocês as boas vindas a nossa linda família 
MCJ. Foi uma benção para nós conhecer 
cada um de vocês antes e durante este en-contro. 
A cada visita que realizávamos, Deus 
nos apresentava mais um ótimo motivo para 
estarmos a serviço Dele. Ser cristão é isso: es-tar 
a serviço do próximo e seguir os ensina-mentos 
de nosso Senhor Jesus Cristo. 
Disse Jesus, “Porque, onde estiverem 
dois ou três reunidos em meu nome, aí estou 
eu no meio deles”. Partilhando desse espírito, 
esperamos que cada família busque viver na 
intimidade de Deus. E, como diria Monsenhor 
Jonas, “O Senhor não exige que de um tempo 
para o outro o nosso coração mude. Ele nos 
dá um tempo de transformação para que nós 
– pelo poder da Palavra – sejamos transforma-dos 
pelo seu poder”. 
Permitam-se transformarem-se por 
Deus, abram vossos corações para Ele. 
Busquem em suas vidas, seguir os passos de 
Jesus e Maria Santíssima e, tenham em nos-sos 
Santos, exemplos para seguir em frente e 
combater bons combates. 
Por fim, vivam em comunidade, 
busquem partilhar com os irmãos as alegrias e 
as dificuldades. Viver em comunidade é partil-har 
do próprio Cristo. Sede Santos. 
Tiago e Bibi (Lipe) - G6 
03 
Coordenação do ECJ: A coordenação do ECJ refere-se ao casal responsável pela formação das 
equipes que com muito amor, prestam serviços as famílias encontristas, além de acompanhar 
todas as atividades do encontro. 
no caminho e tenhamos a coragem de seguir 
pelo caminho certo, mesmo que ele seja o 
mais estreito e difícil. 
Amigos, somos filhos de um Deus apaix-onado 
por nós! Podemos e devemos nos per-mitir 
viver este amor intensamente! Desfrutar 
da alegria e da paz que só tem quem conhece a 
Jesus! E o MCJ foi inspirado para isso! Para faz-er 
de nós famílias renovadas! Esse lindo Movi-mento, 
que quanto mais conhecemos mais 
nos apaixonamos por ele, é um instrumento 
da vontade de Deus na nossa vida. Através 
dele, dentre tantas coisas, podemos experi-mentar 
o poder da oração e o poder daqueles 
que amam o Senhor e tudo Nele podem 
Nei e Carol 
(Sara e Joana) - G1 e G3
04 
Diretor Espiritual 
Muito amados casais! 
A presença de vocês a partir de agora 
nesta linda família MCJ é a comprovação da pala-vra 
de Jesus, falando do Reino de Deus presente 
como uma semente, que vai crescendo e produz-indo 
muitos frutos. 
Há algum tempo atrás, quatro casais 
foram convidados a trazer para esta diocese o 
Movimento de Casais Jovens. Eles acreditaram e 
aceitaram de muito bom grado e alegria o convite. 
Desde então, esta paróquia e muitas outras nunca 
mais foram as mesmas. Os frutos foram se espal-hando, 
em Ivoti fundamos um núcleo novo e sei 
que outros estão por vir. Onde o convite de Deus 
é aceito e a fé que “tudo podemos naquele que 
nos dá força”, o Reino de Deus se torna realidade. 
Hoje vocês se integram a este edifício espiritual 
de casais na Igreja que 
trabalham em favor de 
outros casais e suas famíl-ias. 
Acreditem na obra de 
Deus em vossa vida, Ele 
vos chamou porque conta 
convosco. Outros casais 
jovens merecem e pre-cisam 
desta experiência 
em sua vida. 
Sejam instrumento, fermento na massa, nin-guém 
está sozinho, formamos uma grande família, um 
exército que age com a força do amor e impulsionado 
pelo Espírito de Cristo. 
Deus continue vos abençoando. 
Sejam bem vindos e contem sempre com meu apoio 
e oração. 
Pe. Delcio M. Reiter 
Diretor Espiritual: esses sacerdotes são responsáveis por orientar espiritualmente o MCJ 
como movimento e a cada integrante, para que tenha a visão voltada inteiramente à obra do 
Senhor 
Coordenação 
Geral 
Amados casais, bem vindos! 
É com muita alegria que os recebemos na nossa família MCJ. Agora 
vocês vivenciarão conosco o objetivo do movimento de fortalecer os 
casais para que vivam plenamente seu matrimônio e sua vida cristã em 
família. 
Na família, os casais precisam se alimentar ou reencontrar um modo de 
se vincularem a Deus. Na chamada Igreja doméstica, se reza, se ouve a 
Palavra, se fala do Evangelho, se vive até o fim o sinal da presença do 
Senhor no sacramento do matrimônio e, sobretudo, se vive sob o olhar 
de Deus no âmbito cotidiano. 
O MCJ tem esse papel de ajudar, ser um meio de evangelização con-stante, 
profundo e verdadeiro para as jovens famílias, que buscam na 
oração e na comunhão com o Cristo, o alimento para suas vidas. 
Desejamos que sua pequena comunidade sinta-se acolhida e abraçada na Igreja Católica e em nosso movi-mento. 
Que o MCJ possa ser uma fonte inesgotável de alegrias e com papel fundamental para a vida espiritual 
de sua família. 
Família que reza unida, permanece unida! 
Permaneçam no Amor de Jesus, 
Carol e Ronaldo (G1 e G4). 
Coordenação Geral do MCJ: A coordenação geral e composta pelo casal coordenador, que é 
eleito de forma democrática e posteriormente monta sua equipe com um casal secretário e 
um casal tesoureiro, tendo mandato de um ano.
05 
Diretor Espiritual 
“Uno Cor et Anima una” 
“A multidão dos que haviam crido era um só 
coração e uma só alma”. At 4,32 
Caros amigos do MCJ: 
É com muita alegria que vos escrevo, para 
lhes dar as boas-vindas a tão fecundo movimento, 
em nossa igreja particular de Novo Hamburgo. Sei 
que as expectativas são muitas; que os sonhos de 
uma vida pautada em Deus e pelas coisas do Reino 
agora estão despertos e que o desejo de acertar os 
passos é latente e verdadeiro. 
Tendo em conta, todo esse borbulhar de 
emoções que foi o ECJ, quero convidá-los a pensar 
seriamente no convite que Cristo nos faz: “o de ser-mos 
todos um só coração e uma só alma.” Sim, esse 
é o convite que Cristo lhes fez durante todo o final de 
semana e faz a todos nós que ouvimos a Sua voz. 
Quando os discípulos, após a ressurreição do 
Senhor, saíram pelo mundo a anunciar a Boa Nova 
cristã, homens e mulheres se apaixonaram por tão 
grande novidade surgida no mundo. Um Deus pre-sente; 
companheiro; que caminha com seu povo e 
lhes dá a possibilidade de se tornarem um com Ele 
e com os irmãos. A fraternidade entre os primeiros 
cristãos era tão grande, que São Lucas, nos Atos dos 
Apóstolos, ao falar da primeira comunidade cristã faz 
referência a ela como sendo um lugar de unidade, de 
caridade, de fraternidade e de paz. Entre eles havia 
um desejo de caminhar juntos em direção ao céu. 
O céu! Sim, minhas 
queridas famílias do MCJ, 
o céu é uma realidade! O 
céu esteve presente entre 
nós nesse final de semana, 
quando, de coração aber-to, 
cada um de nós ouviu 
o Senhor falar: “Tu, vem 
e segue-me.” Seguir Jesus 
é um desafio. Trilhar os 
caminhos do Senhor é dar 
ao mundo a oportunidade 
de conhecer, através de 
nós, de nossa vivencia fra-terna, 
do testemunho que damos desse único coração 
e dessa única alma, que, é na Igreja de Cristo que isso 
se torna possível. 
O céu veio a nós nesse final de semana. Para 
garantirmos que ele permaneça entre nós, em nossas 
famílias e chegue a outros lares, precisamos do esforço 
de todos em busca de um objetivo comum: o de ser-mos 
esse único coração e essa única alma. Apesar das 
diferenças, das realidades sociais e dos níveis de con-hecimento, 
Jesus é capaz de fazer de nós uma única 
Igreja. 
Bem-vindos! Espero que juntos possamos con-struir 
essa unidade e tenhamos a alegria de mostrar 
ao mundo que o amor de Deus é capaz de mudar a 
história. 
Padre Luciano Martins de Almeida – Pároco da Paróquia 
Sagrado Coração de Jesus 
Diretor Espiritual: esses sacerdotes são responsáveis por orientar espiritualmente o MCJ 
como movimento e a cada integrante, para que tenha a visão voltada inteiramente à obra do 
Senhor 
Coordenação 
Geral 
Querido casal, 
Estamos muito felizes com a participação de vocês neste encontro. 
O MCJ tem sido uma fonte de grandes bençãos em nossas vidas e quere-mos 
que seja também, para família vocês. 
“Que ele se digne, segundo a riqueza da sua glória, fortalecer a to-dos 
vocês no seu Espírito, para que o homem interior de cada um se forti-fique. 
Que ele faça Cristo habitar no coração de vocês pela fé. Enraizados 
Coordenação Geral do MCJ: A coordenação geral e composta pelo casal coordenador, que é 
eleito de forma democrática e posteriormente monta sua equipe com um casal secretário e 
um casal tesoureiro, tendo mandato de um ano.
06 
e alicerçados no amor, vocês se tornarão capazes 
de compreender, com todos os cristãos, qual é a 
largura e o comprimento, a altura e a profundi-dade, 
de conhecer o amor de Cristo, que supera 
qualquer conhecimento, para que vocês fiquem 
repletos de toda plenitude de Deus. Deus, por 
meio do seu poder que age em nós, pode realizar 
muito mais do que pedimos ou imaginamos; a ele 
seja dada a glória na Igreja e em Jesus Cristo por 
todas as gerações, para sempre. Amém!” 
Esta foi a prece que São Paulo fez aos Efésios em sua 
carta. Nós também pedimos a Deus que o Cristo habite 
no coração de vocês e que os belos momentos vividos 
neste encontro continuem gerando muitos frutos na 
vida do casal e no núcleo da Paróquia Sagrado Coração 
de Jesus. 
Sejam bem vindos ao MCJ, é bom tê-los em nossa 
família. 
Thiago e Clarice (Joaquim) G12 e G21 
Coordenador de 
Grupo Novo 
Queridos casais!!! 
Estamos imensa-mente 
felizes de 
poder fazer parte 
da família de vocês, 
pois sabemos que 
se nos encontramos 
não foi o acaso, e 
sim a vontade do 
nosso Senhor. 
Queremos que sai-bam 
que podem contar com nossa família para tudo 
que precisarem, nossa casa estará sempre de portas 
abertas para recebê-los. Que possamos assim jun-tos, 
cumprir a vontade do Pai, continuar a missão 
de evangelizar novas famílias. 
O Senhor tem um grande propósito para nós, Ele precisa 
do seu SIM. Que vocês possam abrir os vossos corações e 
sentir toda graça e alegria que é viver com Deus. 
“Antes de formar você no ventre de sua mãe, eu o conhe-ci; 
antes que você fosse dado à luz, eu o consagrei, para 
fazer de você profeta das nações! Mas eu respondi: “Ah, 
Senhor Javé, eu não sei falar, porque sou jovem”. Javé, 
porém, me disse: “Não diga “sou jovem”, porque você 
irá para aqueles a quem em mandar e anunciará aquilo 
que eu lhe ordenar. Não tenha medo deles, pois eu estou 
com você para protegê-lo” . Jeremias 1, 5-8. 
Que Deus os abençoe! 
Léo e Lú 
Coordenador de Grupo Novo: Este abençoado casal acompanhará com muito amor e dedi-cação 
um Grupo de Reflexão que Deus uniu. 
Queridos Amigos! 
Estamos muito felizes com o SIM de vocês e esperamos trilhar uma linda caminhada 
de Fé com essa nova Família, que possamos nos conhecer, estudar e glorificar a pa-lavra 
de Deus! 
Que possamos ser como o homem prudente que construiu a sua casa sobre a rocha, 
que essa rocha seja Deus em nossas vidas! 
Aproveitem esse retiro, pois é só o começo! Deus fez maravilhas em nossas vidas e 
fará na vida de vocês! 
Sejam Bem-Vindos! Paz e Bem! 
Com carinho, Guilherme da Taís e Taís do Guilherme! 
Coordenador de Grupo Novo: Este abençoado casal acompanhará com muito amor e dedi-cação 
um Grupo de Reflexão que Deus uniu. 
“Tenho sede da tua graça, cada dia mais. Sou mais forte e vou mais longe 
quando aqui estás . Com palavras de amor te adoro, Senhor 
Hoje livre sou.” Hoje livre sou. / Ministério Adoração e Vida 
Coordenador de 
Grupo Novo
07 
Coordenador de 
Grupo Novo 
Queridos Novos Casais! 
Sejam bem vindos ao movimento do MCJ. É com grande alegria que 
recebemos vocês, novos casais, para nossa grande família. A vida com 
Cristo não é uma vida fácil, mas com certeza a melhor vida que se pode 
levar, lembrem-se das palavras de CRISTO: “Se alguém quiser vir a mim, 
negue-se a si mesmo, e tome a sua cruz, e siga-me.” Mr. 8.34 
Receber o chamado para participar na vida em CRISTO, não é um mero 
convite, é uma dádiva, um presente que é dado aqueles em quem DEUS 
põe o seu amor. Para isso, basta dar o seu sim, um sim como o de Ma-ria 
nossa mãe, um sim dado de coração, para se doar de corpo, alma e 
coração, vivendo intensamente essa caminhada junto com Jesus. 
Escolher o caminho certo, a estrada de Jesus é abraçar a sua cruz e segui-lo, muito obstáculos vão aparecer, 
muitas vezes vamos cair, mas fé em DEUS é o que nos mantém firmes. Sabemos que no final tudo terá valido a 
pena, pois nossa recompensa nos espera no céu é a eternidade na vida plena em DEUS. Por isso, bem vindos ao 
MCJ, um movimento que busca trazer as famílias para viver com Cristo. 
Muitas bênçãos de Deus! 
Ricardo e Deise (Luiza) G14 
Coordenador de Grupo Novo: Este abençoado casal acompanhará com muito amor e dedi-cação 
um Grupo de Reflexão que Deus uniu. 
“Não tenhas medo, pois eu estou aqui. É o teu senhor que diz - Quero guiar os passos teus 
Vem, entrega-te, então, farei morada em teu coração” - Confia em mim (Vida Reluz) 
Coordenador de 
Grupo Novo 
Queridos amigos! 
É com grande alegria que enviamos esta mensagem a vocês, agradecendo o SIM que deram para fazer 
parte dessa grande família que é o MCJ, e das novas famílias que se 
formarão a partir de agora com os novos grupos. 
Não imaginávamos o quanto o movimento mudaria nossas vid-as 
e o quanto seria importante para fortalecer nosso matrimônio. Sem-pre 
falávamos em falta de tempo, agenda cheia, pois agora arrumamos 
tempo para fazermos parte de mais esta família, que aguardamos com 
ansiedade a conhecer. 
No SIM de vocês há um propósito maior: juntos descobriremos 
e aprofundaremos no amor de Deus com Jesus, e o Espírito Santo ilu-minando 
nossos caminhos. 
Desejamos um final de semana de muitas alegrias e descober-tas, 
com a mão de Deus guiando nossos passos. 
Giovani e Kátia 
Coordenador de Grupo Novo: Este abençoado casal acompanhará com muito amor e dedi-cação 
um Grupo de Reflexão que Deus uniu.
08 
Cozinha 
Perdão 
O que é mais importante: 
Perdoar ou pedir perdão? 
Quem pede perdão mostra 
que ainda crê no amor. 
Quem perdoa mostra que 
existe amor para quem crê. 
Mas não importa saber qual 
das duas coisas é a mais importante. 
É sempre importante saber que: 
Perdoar é o modo mais sublime de crescer. 
E pedir perdão é o modo 
mais sublime de se levantar... 
“Deus é assim: Ele dá sempre o primeiro passo, Ele se move para 
nós.” Papa Francisco. 
Equipe da Cozinha 
Equipe de Cozinha: Como estava sua alimentação durante o encontro? Se aprovada, isto se 
deve ao trabalho dessa equipe, que com muito amor e empenho preparou cada refeição, 
inclusive o jantar romântico. 
Coordenador de 
Grupo Novo 
“ Ao Sagrado Coração de Jesus, oferecemos nossas famílias!’ 
Estamos muitos felizes por tê-los conosco, pois vocês vão perceber o quanto é 
ótimo a sensação de estamos sempre juntos em razão do amor e da fé. 
Para cada um de nós há um propósito, e para seguirmos sempre com amor e 
fé, Deus nos une com pessoas maravilhosas assim como vocês, para nos for-talecer 
na família e também como irmãos. Por isso, demos o nosso SIM com 
muita alegria, para tê-los sempre em nossas famílias e nós estarmos também 
com vossas famílias. 
Desejamos muita PAZ, AMOR, SABEDORIA e FÉ, porque essa missão foi dada á 
todos nós antes mesmo de nascermos, para aqui, estarmos sendo exemplo e também instrumentos de Deus 
para todos os nossos irmãos e irmãs. 
Muito obrigado pelo SIM de vocês! 
ABRAÇO DO FUNDO DO NOSSO CORAÇÃO. 
Alex e Leidi. 
Coordenador de Grupo Novo: Este abençoado casal acompanhará com muito amor e dedi-cação 
um Grupo de Reflexão que Deus uniu.
09 
Sementinha 
Olá, Casal!!! 
Sejam bem vindos ao MCJ, tenham certeza 
que o Plano de Deus para a família de vocês é mui-to 
bonito. 
Uma música bem conhecida do Padre Fábio de 
Melo (tirada da Carta de São Paulo aos Filipenses) 
diz: “Viver pra mim é Cristo, morrer pra mim é 
ganho. Não há outra questão, quando se é cristão, 
não se para de lutar”. 
Por isso nós do MCJ lutamos tanto para que famíl-ias 
como a sua sejam evangelizadas e possam pas-sar 
esse exemplo adiante. 
Nós da equipe de SEMENTINHA nos doa-mos 
o final de semana inteiro para cuidar dos 
seus bens mais preciosos, os bebês. Faríamos isso 
muitas outras vezes, se fosse necessário, para que 
vocês pudessem conhecer esse Cristo que tanto 
nos Ama. 
Obrigado pelo SIM de vocês e contem conosco para o 
que precisar! 
EQUIPE DE SEMENTINHA DO VI ECJ 
Equipe de Sementinha: Essa equipe sem dúvida foi abençoada, pois foi a responsável por cuidar 
dos anjinhos do encontro, para que os papais pudessem ficar tranquilos aproveitando o retiro. 
Evangelização 
Queridos casais! 
Que a paz de Cristo esteja com vocês 
neste encontro e em todos os momen-tos 
de suas vidas. O amor que transborda 
neste final de semana seja duradouro e 
que a fé só aumente. Deus está sempre 
pronto para vos acolher! 
Esperamos que suas famílias trilhem 
sempre em busca desta paz que hoje rei-na 
em seus corações. 
Que as vivências deste encontro sejam 
compartilhadas entre vocês e seus filhos, 
nossas queridas sementinhas. 
Aurelio e Elisete( Gabriela e Isabela) | Fabiano e Cris(Amanda e Eduarda) | Felipe e Pamela | Zé Carlos e Jordana 
Nei e Carol(Sara e Joana) | Paulo e Dani | Tiago e Jaque( Mariana) | Wagner e Camila (Augusto) 
Equipe de Evangelização: Seus filhos foram bem cuidados? Essa equipe de empenhou ao 
máximo para que as crianças pudessem se divertir bastante nesse retiro.
10 
Intercessão 
Queridos casais, irmãos em Cristo. 
Bem vindos ao MCJ. 
Durante estes três dias do Encontro, nós da Equipe de Inter-cessão, 
estivemos orando por vocês. Pedindo ao Espírito Santo que 
enchesse vossos corações com a alegria de um encontro com o Cristo. 
Oramos para que todos vocês estivessem abertos para compreender 
tudo que lhes foi dito, ver tudo que lhes foi mostrado e sentir Deus em 
cada palavra ou gesto dos trabalharam neste encontro. 
Lembrando o que disse Santo Agostinho: “Fizeste-nos, Senhor, para ti, 
e o nosso coração anda inquieto enquanto não descansar em ti.” 
Que nunca nos esqueçamos de que Deus nunca nos abandona e nos 
espera. E que nestes três dias todos nós tenhamos encontrado 
o descanso e a quietude para nossos corações junto à Deus. 
Da Equipe de Intercessão do VI ECJ do Núcleo São Luiz Gonzaga - NH. 
Juan e Josi (Miguel) - G4 
Rogério e Nara (Gabriel e Rafael) - G8 
Adelmo e Daia - Ivoti 
Equipe de Intercessão: Se este retiro deu certo, muito se deve aos casais dessa equipe, pois 
incessantemente oraram diante de Jesus Sacramentado, por cada um de vocês, desde as 
primeiras horas do dia até a noite. 
Liturgia 
Queridos casais do 6 ° ECJ 
Ou santos ou nada mais queremos ser. 
Ou santos ou nada ou santos ou nada mais... 
Em meu pensar em meu sentir 
Quando eu falar na hora de decidir 
Em todo o meu proceder 
Acima de tudo 
Vivendo a dor e o sofrer 
Ou santos ou nada.... 
Desejamos que a partir deste encontro pessoal com Jesus, suas 
vidas sejam transformadas e que o desejo de santidade seja ple-no 
em vós! 
Não esqueçam que a SANTIDADE é possível, e que a cada dia que 
vencemos o pecado é um passo a mais que estamos dando em 
direção ao céu! 
Um grande abraço, equipe de Liturgia 6° ECJ! 
Juliano e Jaque (Mariana) - G6 e G12 
Isma e Nika (Helena) - G6 e Ivoti 
Édson e Carla (Sarah) - G9 e G17 
Equipe de Liturgia: Os casais do liturgia são aqueles responsáveis pela animação, momentos 
de oração, renovação das promessas do casamento e de todos os instantes de reflexão do 
encontro.
11 
Secretaria 
“Sabemos que tudo contribui para o bem daqueles que amam a Deus. “(RM8,28) 
Esperamos que a experiência desse retiro renove o senti-mento 
de amor e fé em Cristo na vida de cada um de vocês. 
Desejamos a vocês, queridos encontristas, que suas vidas se-jam 
repletas da ação do Espírito Santo e que sua caminhada de fé 
seja perseverante. 
Vocês agora fazem parte de uma família, uma família que 
precisa de cada um de vocês para continuar sua missão. Uma 
família que os acolhe de braços abertos e que se alegra com a sua 
chegada. Sejam bem vindos a Família MCJ. 
Um abraço, 
Cláudio e Luci - G14 e G23 | Valmir e Tamara (Gabriel) - G4 
Equipe de Secretaria: Vocês sentiram-se acolhidos ao chegarem na casa? Sentiram o carinho ao 
receberem mensagens em seus quartos? Pois foi essa equipe que fez a recepção e a entrega des-sas 
mensagens. E além disso, passou o encontro elaborando quadrante, caixa de mensagem, fotos, 
enfim... tudo para deixar esse encontro registrado no coração de vocês. 
Bem Estar 
É bom tê-los aqui para este Encontro junto a Deus 
e de nossa família MCJ... 
Porque quando Deus amanhece na vida da gente, 
as noites tem significado, porque dão ocasião a 
um lindo amanhecer. 
Os caminhos tem sentido, porque levam onde 
moram os homens. 
O trabalho é uma alegria, porque a mão faz 
belezas que podem unir os homens. 
As casas são ninhos onde as pessoas se amam. 
A criança é uma notícia, porque é mais um ped-acinho 
de vida neste mundo. 
Quando Deus amanhece na vida da gente tudo 
é um caminho só, uma estrela só, um endereço, 
tudo vem de Deus e vai para Deus. 
Que neste ECJ Deus possa amanhecer em suas 
vidas, trazer muita paz para seus lares e que em 
seus corações habite um amor sem explicação, 
que vai invadir o teu ser e renovar a cada dia sem-pre, 
para um novo amanhecer. 
A Paz de Cristo...Com carinho, Equipe Bem Estar. 
Equipe de Bem Estar: O bem estar foi a equipe responsável por suprir as necessidades de 
todos nós, tanto na limpeza e organização dos ambientes, como na alimentação e controle de 
medicamentos
12 
Vigília 
Arranjos e 
Cartazes 
A experiência de viver um Encontro de Casais Jovens nos proporciona várias reflexões. 
A primeira, e principal delas, é de que a presença de Jesus é essencial em nossas vidas 
em famílias. Seus ensinamentos nos fortalecem frente às adversidades encontradas e nos 
conduzem pelo caminho correto, que nos leva à salvação, além de nos proporcionar a 
verdadeira felicidade. 
Outra reflexão importante é a de que não fomos criados para viver sozinhos. Ou 
seja, a vida em comunidade é de grande importância para nossas famílias. Isso porque, 
através dela promovemos uma relação de troca com as pessoas, onde aprendemos com 
elas e elas conosco. Também, pelo fato de encontrarmos na vida em comunidade a força 
necessária para superarmos dificuldades pessoais, diminuindo o peso dos problemas que 
carregamos. 
Por último, o retiro também nos permite refletir que, para vivermos uma vida ver-dadeiramente 
cristã, precisamos ter muita perseverança. Perseverança para nos manter-mos 
fiéis a Deus em um mundo que constantemente tenta nos seduzir para abandoná-Lo. 
Perseverança para não desistir nos momentos em que encontrarmos dificuldades. E, per-severança, 
para que possamos refletir a luz de Cristo às outras pessoas. 
Para nós foi uma grande alegria trabalhar nesta obra que tem como finalidade aproximar 
ainda mais sua família do amor de Deus. 
Contem conosco sempre! 
Equipe da Vigilia do VI ECJ. 
Márcio e Tati (Raul e Arthur) G3 e G7 | Éder e Fe - G7 | Daniel e Joice (Emmanuel) G3 
Queridas famílias! 
Foi com muita alegria e entusiasmo que confeccionamos as mensagens que vocês rece-beram 
durante o encontro! Através desse carinho queremos acolhê-los em nossa família MCJ! 
Que essas mensagens possam lembrá-los dos momentos maravilhosos que passamos juntos 
no VI ECJ e do amor maior Daquele que é a razão de todo o trabalho desenvolvido! Sejam bem 
vindos ao MCJ! 
Com carinho 
Equipe de Arranjos e Cartazes 
Nei e Carol (Sara e Joana) 
Guilherme e Tais 
Giovane e Katia 
Léo e Lú 
Alex e Leidi 
Ricardo e Deise (Luiza) 
Equipe de Vigília: Essa equipe ficou responsável por organizar uma vigília para que a família 
MCJ, junto com as famílias de cada um de vocês, se unissem em oração pedindo pelo nosso 
encontro. 
Equipe de Arranjos e Cartazes: A equipe de arranjos e cartazes é comporta pelos coordenadores 
de grupos novos, conduzido por um casal já coordenador e são responsáveis por elaborar os en-feites 
de mesa, porta, entre outros.
Civilização do Amor 
Cremos no amor, cremos na família 
Buscamos a paz, a paz que vem de Deus 
A família é o berço da esperança 
Terra boa onde lançamos a semente do amanhã 
Com Jesus Cristo seguimos em frente 
Construindo um mundo novo 
A Civilização do Amor. 
Hino do MCJ NH e Ivoti 
Santa Mãe de Deus - Padroeira do MCJ 
13 
Recepção 
Queridos amigos, sejam bem vindos a este nos-so 
Movimento! Que este final de semana tenha sido de 
renovação, de transformação e que todo este aprendi-zado 
sirva de enriquecimento da fé, da confiança de 
que Cristo está sempre presente e que devemos abrir 
não só o nosso lar, mas os nossos corações e mentes, 
onde as nossas atitudes e hábitos tenham sempre um 
direcionamento cristão e que sirva também de teste-munho 
para outras famílias. 
“Pela fé, entramos na amizade com Deus e pela cari-dade, 
vivemos e cultivamos esta amizade. A fé nos faz 
acolher o mandamento do nosso Mestre e Senhor Je-sus 
Cristo e a caridade nos dá a felicidade de pôr em 
prática o mandamento do amor”. 
O MCJ acolhe os amigos de braços e coração aberto! 
Sendo assim, estamos sempre à disposição dos amigos 
para servir e compartilhar todos os momentos desta 
nossa caminhada. 
Um abraço de Equipe de Recepção. 
Equipe de Recepção: Estes casais prepararam e organizaram tudo que a gente precisou para 
nossa Missa de chegada. Preocuparam-se desde a reserva dos bancos na igreja, até guardar 
um lugarzinho no estacionamento.
14 
Histórico 
No ano de 1975, em Porto Alegre, um grupo de casais recém-casados, animados pelo vigário da Paróquia 
São Pedro, Mons. Atílio Fontana, resolveu realizar um encontro de fim de semana para pensar um pouco sobre 
suas vidas e seu matrimônio. Assim, nos dias 4 e 5 de Agosto de 1975, na Vila Betânia, foi realizado o 1° encon-tro, 
com a participação de 11 casais. 
A situação do momento em que viviam, os problemas que os angustiavam e a ânsia de soluções con-cretas, 
levou-os a dedicar dois dias para um estudo mais aprofundado da vida e do amor que unia cada casal. 
A maioria dos casais vivia apenas uma vida religiosa comum, sem compromisso com o seu batismo, sem en-gajamento 
com a comunidade paroquial e apenas com a vida matrimonial começando a ser vivida pelos dois, 
esposo e esposa. 
Outro detalhe que igualava a todos era a situação financeira, pois estavam iniciando a vida de casados, 
sendo que muitos ainda estavam estudando. O dia era sempre uma corrida contra o tempo e apenas a esper-ança 
de dias melhores levava-os a prosseguir na caminhada. No entanto, estavam insatisfeitos, buscavam algo 
mais para suas vidas, não somente uma realização profissional ou pessoal, mas algo que permanecesse aceso 
em sua vida matrimonial. 
Os primeiros momentos de intensa felicidade no casamento já tinham passado e uma leve rotina 
começava a persegui-los. Surgiram os primeiros problemas, frutos talvez de um desajustamento e da falta de 
conhecimento do parceiro. Estes casais, no entanto, tinham uma certa ligação com a Igreja, pois, ás vezes, par-ticipavam 
de uma missa, mas sem nenhum compromisso com a religião e com Deus. 
Foi nesta situação que os onze casais se encontraram na Vila Betânia, em Porto Alegre. Ali, na simpli-cidade 
de um encontro, começaram a rever certas posições, encontrar novos caminhos e, sobretudo, a se en-contrar 
com Cristo. Foi uma descoberta simples, sem mistérios, pois viram que tinham um amigo, que sempre 
estaria com eles. Estava começando o Movimento de Casais Jovens, sem nenhuma estrutura, sem estatutos. 
Os onze casais saíram da Vila Betânia com o propósito de realizarem um encontro semanal, pois desco-briram 
que a felicidade estava no outro e não no fechar-se em si mesmo. O amor que unia cada casal precisava 
transbordar. Assim, as reuniões começaram a se suceder semanalmente em uma sala da Igreja São Pedro. Logo, 
sentiu-se a necessidade de transmitir esta vivência, esta nova forma de amor e de vida para outros. 
Foi então realizado nos dias 14, 15 e 16 de Novembro de 1975, no Colégio Nossa Senhora das Graças, 
em Viamão, o 2º Encontro de Casais Jovens. Doze casais participaram. Novamente foram vividos três dias de 
intensa felicidade e de procura por Cristo, de aprofundamento no amor e vontade de um maior engajamento 
dentro da Igreja. Definiu-se que a preocupação do Grupo (era assim que se chamava) seria a busca do casal 
jovem, porque é nesta fase de vida que o casal mais necessita de ajuda e de encontrar um caminho certo para 
ser trilhado. 
Começou o ano de 1976. Com novas esperanças, foi realizado o primeiro trabalho em conjunto. Foi no 
dia 24 de Janeiro de 1976, com um encontro de todos os que fizeram os dois cursos anteriores. Mais tarde, seria 
denominado de Encontro de Revisão e Compromisso (ERC). Neste encontro foram definidas as linhas de ação 
para o ano de 1976. Ficou decidido que o Grupo teria reunião semanal, um encontro mensal no último sábado 
de cada mês e um jornalzinho mensal; fez-se uma distribuição de responsabilidades, pois até então não havia 
coordenadores.
Sementinhas 
15
Espaço Gourmet 
16
Youcat 
17
Grupos de Reflexão - São Luiz Gonzaga - NH 
Grupos de Reflexão - Sagrado Coração de Jesus - NH 
G24 
Ricardo e Deise (Luiza) 
Paulinho e Lú (Miguel) 
Emilson e Tati (Tininha) 
Gustavo e Carla (Lucas) 
Vitor e Pati 
G2 
Léo e Lu 
Rafa e Pati 
Mano e Mônica (Lipi e Amanda) 
Valdair e Mari (Gú e Rafa) 
Fabrício e Ângela (Be e Lala) 
G26 
Guilherme e Taís 
Adriano e Anelise (Mariana) 
Jean e Tatá 
Fernando e Dai (Guilherme) 
Moa e Gabi (Bento) 
G25 
Giovani e Kátia 
Kiko e Jú (Luisa, Ysadora e Bernardo) 
Marco e Eliana 
Canhoto e Sandrinha (Cassiano e Manuela) 
Alemão e Pati 
G3 
Alex e Leidi 
Carlos e Ana Paula (Duda) 
Rafael e Anderlise (Emanuel) 
Cleiton e Alessandra 
Jef e Rafa 
Palestra Palestrante Núcleo 
1 O sentido da vida Rogério e Lisia SP - POA 
2 Amor de Deus Valmir e Tamara SLG - NH 
3 Pecado e Salvação em Jesus Cristo Pe Luciano SCJ - NH 
4 Fé e Conversão Cristiano e Cristia SLG - NH 
5 Senhorio de Jesus Thiago e Clarice SCJ - NH 
6 Sacramento da Volta Pe Délcio SLG - NH 
7 Eucaristia Isma e Nika SPA - Ivoti 
8 Espírito Santo e Oração Paulo e Ana Mecabo RCC - NH 
9 Harmonia Conjugal Cristian e Gabi SPA - Ivoti. 
10 Comunidade e Vivência Cristã Tiago e Bibi SLG - NH 
11 O MCJ Ronaldo e Carol SLG - NH 
VI ECJ 
18
Jornal Aliança - Edição Especial VI ECJ

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Spiritualitas Pernikahan
Spiritualitas PernikahanSpiritualitas Pernikahan
Spiritualitas PernikahanJohan Setiawan
 
Lição 7- Perdoamos Porque Fomos Perdoados
Lição 7- Perdoamos Porque Fomos PerdoadosLição 7- Perdoamos Porque Fomos Perdoados
Lição 7- Perdoamos Porque Fomos PerdoadosHamilton Souza
 
Identidade discípulo
Identidade discípuloIdentidade discípulo
Identidade discípuloSidinei Kauer
 
Melhorando o relacionamento conjugal
Melhorando o relacionamento conjugalMelhorando o relacionamento conjugal
Melhorando o relacionamento conjugalPr Ismael Carvalho
 
Namoro Cristão. Uma bênção de Deus. PALESTRA
Namoro Cristão. Uma bênção de Deus. PALESTRANamoro Cristão. Uma bênção de Deus. PALESTRA
Namoro Cristão. Uma bênção de Deus. PALESTRASeduc MT
 
Dez Mandamentos para Pais com Filhos na Catequese
Dez Mandamentos para Pais com Filhos na CatequeseDez Mandamentos para Pais com Filhos na Catequese
Dez Mandamentos para Pais com Filhos na CatequeseMarta Isabel Castro
 
Apresentação do Guia de Preparação para a Vida Matrimonial - Encontros para N...
Apresentação do Guia de Preparação para a Vida Matrimonial - Encontros para N...Apresentação do Guia de Preparação para a Vida Matrimonial - Encontros para N...
Apresentação do Guia de Preparação para a Vida Matrimonial - Encontros para N...André Kawahala
 
O fruto do espírito a essencia do carater cristão
O fruto do espírito a essencia do carater cristãoO fruto do espírito a essencia do carater cristão
O fruto do espírito a essencia do carater cristãoEduardo Sousa Gomes
 
“Tudo é lícito, mas nem tudo convém”
“Tudo é lícito, mas nem tudo convém”“Tudo é lícito, mas nem tudo convém”
“Tudo é lícito, mas nem tudo convém”JUERP
 
Llave no 3 La Clave de la Buena Comunicación en el Hogar
Llave no 3   La Clave de la Buena Comunicación en el HogarLlave no 3   La Clave de la Buena Comunicación en el Hogar
Llave no 3 La Clave de la Buena Comunicación en el HogarWesley Jones A
 
Igreja com proposito ppt
Igreja com proposito pptIgreja com proposito ppt
Igreja com proposito pptMsegprint
 

Mais procurados (20)

Chamados para viver da fé
Chamados para viver da féChamados para viver da fé
Chamados para viver da fé
 
Spiritualitas Pernikahan
Spiritualitas PernikahanSpiritualitas Pernikahan
Spiritualitas Pernikahan
 
Lição 7- Perdoamos Porque Fomos Perdoados
Lição 7- Perdoamos Porque Fomos PerdoadosLição 7- Perdoamos Porque Fomos Perdoados
Lição 7- Perdoamos Porque Fomos Perdoados
 
Relacionamento Conjugal
Relacionamento ConjugalRelacionamento Conjugal
Relacionamento Conjugal
 
Identidade discípulo
Identidade discípuloIdentidade discípulo
Identidade discípulo
 
Melhorando o relacionamento conjugal
Melhorando o relacionamento conjugalMelhorando o relacionamento conjugal
Melhorando o relacionamento conjugal
 
Namoro Cristão. Uma bênção de Deus. PALESTRA
Namoro Cristão. Uma bênção de Deus. PALESTRANamoro Cristão. Uma bênção de Deus. PALESTRA
Namoro Cristão. Uma bênção de Deus. PALESTRA
 
Dez Mandamentos para Pais com Filhos na Catequese
Dez Mandamentos para Pais com Filhos na CatequeseDez Mandamentos para Pais com Filhos na Catequese
Dez Mandamentos para Pais com Filhos na Catequese
 
Apresentação do Guia de Preparação para a Vida Matrimonial - Encontros para N...
Apresentação do Guia de Preparação para a Vida Matrimonial - Encontros para N...Apresentação do Guia de Preparação para a Vida Matrimonial - Encontros para N...
Apresentação do Guia de Preparação para a Vida Matrimonial - Encontros para N...
 
Desafio do amor
Desafio do amorDesafio do amor
Desafio do amor
 
O fruto do espírito a essencia do carater cristão
O fruto do espírito a essencia do carater cristãoO fruto do espírito a essencia do carater cristão
O fruto do espírito a essencia do carater cristão
 
“Tudo é lícito, mas nem tudo convém”
“Tudo é lícito, mas nem tudo convém”“Tudo é lícito, mas nem tudo convém”
“Tudo é lícito, mas nem tudo convém”
 
Encontro De Casais
Encontro De CasaisEncontro De Casais
Encontro De Casais
 
Apostila palestra para casais
Apostila   palestra para casaisApostila   palestra para casais
Apostila palestra para casais
 
A unidade da Igreja
A unidade da IgrejaA unidade da Igreja
A unidade da Igreja
 
Natanael 3
Natanael 3 Natanael 3
Natanael 3
 
A Noiva de Cristo
A Noiva de CristoA Noiva de Cristo
A Noiva de Cristo
 
Llave no 3 La Clave de la Buena Comunicación en el Hogar
Llave no 3   La Clave de la Buena Comunicación en el HogarLlave no 3   La Clave de la Buena Comunicación en el Hogar
Llave no 3 La Clave de la Buena Comunicación en el Hogar
 
O Fruto do Espírito FIDELIDADE
O Fruto do Espírito FIDELIDADEO Fruto do Espírito FIDELIDADE
O Fruto do Espírito FIDELIDADE
 
Igreja com proposito ppt
Igreja com proposito pptIgreja com proposito ppt
Igreja com proposito ppt
 

Semelhante a Jornal Aliança - Edição Especial VI ECJ

Jornal Aliança nº 177 Julho 2014
Jornal Aliança nº 177 Julho 2014Jornal Aliança nº 177 Julho 2014
Jornal Aliança nº 177 Julho 2014mcj2013
 
Livreto cf 2013 - A Palavra de Deus na Vida do Povo
Livreto cf 2013 - A Palavra de Deus na Vida do PovoLivreto cf 2013 - A Palavra de Deus na Vida do Povo
Livreto cf 2013 - A Palavra de Deus na Vida do PovoBernadetecebs .
 
Jornal dezembro 2015 janeiro 2016
Jornal dezembro 2015    janeiro 2016Jornal dezembro 2015    janeiro 2016
Jornal dezembro 2015 janeiro 2016saojosepascom
 
Carta Missionaria - Abril 2015 - Priscila
Carta Missionaria - Abril 2015 - PriscilaCarta Missionaria - Abril 2015 - Priscila
Carta Missionaria - Abril 2015 - PriscilaFabio Maldonado
 
BOLETIM FERMENTO NOVEMBRO DE 2012
BOLETIM FERMENTO NOVEMBRO DE 2012BOLETIM FERMENTO NOVEMBRO DE 2012
BOLETIM FERMENTO NOVEMBRO DE 2012cnisbrasil
 
1º Encontro - catequese- primeira comunhão 2016
1º Encontro - catequese- primeira comunhão 20161º Encontro - catequese- primeira comunhão 2016
1º Encontro - catequese- primeira comunhão 2016Catequese Anjos dos Céus
 
A CRISMA Catequese para pais e padrinhos
A CRISMA Catequese para pais e padrinhosA CRISMA Catequese para pais e padrinhos
A CRISMA Catequese para pais e padrinhosCatequista Josivaldo
 
A visão do purê de batatas
A visão do purê de batatasA visão do purê de batatas
A visão do purê de batatasantonio ferreira
 
23 02 2014
23 02 201423 02 2014
23 02 2014ipbipsu
 
Folheto batismo
Folheto batismoFolheto batismo
Folheto batismotorrasko
 
Jornal abril 2018
Jornal abril 2018Jornal abril 2018
Jornal abril 2018Luca Bueno
 
Jornal dezembro 2014 janeiro 2015
Jornal dezembro 2014   janeiro 2015Jornal dezembro 2014   janeiro 2015
Jornal dezembro 2014 janeiro 2015saojosepascom
 

Semelhante a Jornal Aliança - Edição Especial VI ECJ (20)

Hora Santa Vocacional 2014
Hora Santa Vocacional 2014Hora Santa Vocacional 2014
Hora Santa Vocacional 2014
 
Jornal Aliança nº 177 Julho 2014
Jornal Aliança nº 177 Julho 2014Jornal Aliança nº 177 Julho 2014
Jornal Aliança nº 177 Julho 2014
 
Livreto cf 2013 - A Palavra de Deus na Vida do Povo
Livreto cf 2013 - A Palavra de Deus na Vida do PovoLivreto cf 2013 - A Palavra de Deus na Vida do Povo
Livreto cf 2013 - A Palavra de Deus na Vida do Povo
 
22 02 12
22 02 1222 02 12
22 02 12
 
390
390390
390
 
Jornal sta. bernadete edição 41
Jornal sta. bernadete   edição 41Jornal sta. bernadete   edição 41
Jornal sta. bernadete edição 41
 
Jornal dezembro 2015 janeiro 2016
Jornal dezembro 2015    janeiro 2016Jornal dezembro 2015    janeiro 2016
Jornal dezembro 2015 janeiro 2016
 
Carta Missionaria - Abril 2015 - Priscila
Carta Missionaria - Abril 2015 - PriscilaCarta Missionaria - Abril 2015 - Priscila
Carta Missionaria - Abril 2015 - Priscila
 
BOLETIM FERMENTO NOVEMBRO DE 2012
BOLETIM FERMENTO NOVEMBRO DE 2012BOLETIM FERMENTO NOVEMBRO DE 2012
BOLETIM FERMENTO NOVEMBRO DE 2012
 
Apocalipse 07 de outubro 2012
Apocalipse 07 de outubro 2012Apocalipse 07 de outubro 2012
Apocalipse 07 de outubro 2012
 
1º Encontro - catequese- primeira comunhão 2016
1º Encontro - catequese- primeira comunhão 20161º Encontro - catequese- primeira comunhão 2016
1º Encontro - catequese- primeira comunhão 2016
 
Amigos de deus
Amigos de deusAmigos de deus
Amigos de deus
 
A CRISMA Catequese para pais e padrinhos
A CRISMA Catequese para pais e padrinhosA CRISMA Catequese para pais e padrinhos
A CRISMA Catequese para pais e padrinhos
 
A visão do purê de batatas
A visão do purê de batatasA visão do purê de batatas
A visão do purê de batatas
 
23 02 2014
23 02 201423 02 2014
23 02 2014
 
Boletim IPC Limeira 261117
Boletim IPC Limeira 261117Boletim IPC Limeira 261117
Boletim IPC Limeira 261117
 
Folheto batismo
Folheto batismoFolheto batismo
Folheto batismo
 
10 coisas que todo católico deve saber
10 coisas que todo católico deve saber10 coisas que todo católico deve saber
10 coisas que todo católico deve saber
 
Jornal abril 2018
Jornal abril 2018Jornal abril 2018
Jornal abril 2018
 
Jornal dezembro 2014 janeiro 2015
Jornal dezembro 2014   janeiro 2015Jornal dezembro 2014   janeiro 2015
Jornal dezembro 2014 janeiro 2015
 

Último

Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptxBíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfStelaWilbert
 
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024LeonardoQuintanilha4
 
Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.
Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.
Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.Priscilatrigodecamar
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoNilson Almeida
 
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptxLivro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptxPIB Penha
 
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - ApresentaçãoCurso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentaçãoantonio211075
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaRicardo Azevedo
 
Lição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Lição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptxLição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Lição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptxCelso Napoleon
 
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............MilyFonceca
 
O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024
O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024
O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024thandreola
 
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...M.R.L
 
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxEspecialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxViniciusPetersen1
 
Oração De Santa Rita De Cássia
Oração De Santa Rita De CássiaOração De Santa Rita De Cássia
Oração De Santa Rita De CássiaNilson Almeida
 

Último (15)

Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptxBíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
 
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
 
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
 
Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.
Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.
Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
 
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptxLivro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
 
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - ApresentaçãoCurso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
 
Lição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Lição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptxLição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Lição 8 - Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............
 
O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024
O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024
O SAGRADO CORAÇÃO DA JUSTIÇA II / 25/05/2024
 
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
 
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxEspecialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
 
Oração De Santa Rita De Cássia
Oração De Santa Rita De CássiaOração De Santa Rita De Cássia
Oração De Santa Rita De Cássia
 

Jornal Aliança - Edição Especial VI ECJ

  • 1.
  • 2. Capa O Casal e a Espiritualidade “Tudo posso Naquele que me fortalece” (Fili-penses 4,13) Como é bom saber que Nosso Deus é um Deus justo, forte fiel! Essa certeza tam-bém faz de nós pessoas mais fortalecidas! Ter o Senhor como único Deus em nossa vida constrói a nossa caminhada alicerçada sobre a rocha. É preciso, de fato, termos fé de que somos capazes de tudo se o Senhor está con-osco, afinal, para sermos cristãos autênticos, ainda mais na contemporaneidade, é preciso ter coragem e perseverança! “O Senhor é meu forte refúgio, de quem terei medo?” (Salmo 27,1). O nosso Deus é o Deus do impossível! Aquele que tudo pode re-alizar! Nós seguimos e acreditamos Naquele que no domingo de Páscoa venceu a morte! Então, do que temer? Do que duvidar? Tantas pessoas atualmente sofrem com distúrbios e síndromes relacionados ao medo, tantas outras têm preferido viver num mundo vir-tual que aparentemente é seguro. Contudo, nós cristãos somos mais audaciosos e confi-antes, nos MOVIMENTamos sem medo, na busca no nosso objetivo, evangelizar! Por-tanto, felizes somos nós, que através desse lindo e abençoado MOVIMENTO, podemos conhecer cada vez mais o Senhor Jesus. “Portanto, quem ouve minhas palavras e as pratica é como um homem prudente que construiu a sua casa sobre a rocha” (Mateus 7,24). Aqui nos permitimos referir as pala-vras do nosso Orientador Espiritual Pe. Del-cio “quem tem o Senhor como único Deus não precisa de bengalas”, ou seja, nós cris-tãos não precisamos de nada além da Graça de Deus! Não precisamos bater três vezes na madeira, nem usar amuletos ou fazer simpa-tias. Não precisamos comer carne de porco no primeiro dia do ano, tampouco dar pulin-hos nas ondas do mar. Nós precisamos é da missa! Nosso maior tesouro é a Eucaristia! O próprio Senhor Jesus que se dá por amor a nós! “O Senhor é meu Pastor, nada me faltará” (Salmo 23,1). Essa é a certeza que nos move, incentiva e dá coragem! Defend-er e anunciar o Evangelho nunca foram fá-ceis, muitos deram sua própria vida por ele, porém atualmente não é diferente! Existe uma “maré de coisas” que o inimigo nos apresenta cotidianamente para nos afastar do caminho certo. Temos que estar atentos e vigiantes a tudo o que o mundo moderno nos oferece! A televisão, a internet, o assé-dio ao pecado é constante! Vigiemos! Que o Senhor nos dê a perseverança necessária! Que saibamos reconhecer as pedras falsas 02
  • 3. Coordenadores VI ECJ Queridos casais! É com grande alegria que damos a vocês as boas vindas a nossa linda família MCJ. Foi uma benção para nós conhecer cada um de vocês antes e durante este en-contro. A cada visita que realizávamos, Deus nos apresentava mais um ótimo motivo para estarmos a serviço Dele. Ser cristão é isso: es-tar a serviço do próximo e seguir os ensina-mentos de nosso Senhor Jesus Cristo. Disse Jesus, “Porque, onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles”. Partilhando desse espírito, esperamos que cada família busque viver na intimidade de Deus. E, como diria Monsenhor Jonas, “O Senhor não exige que de um tempo para o outro o nosso coração mude. Ele nos dá um tempo de transformação para que nós – pelo poder da Palavra – sejamos transforma-dos pelo seu poder”. Permitam-se transformarem-se por Deus, abram vossos corações para Ele. Busquem em suas vidas, seguir os passos de Jesus e Maria Santíssima e, tenham em nos-sos Santos, exemplos para seguir em frente e combater bons combates. Por fim, vivam em comunidade, busquem partilhar com os irmãos as alegrias e as dificuldades. Viver em comunidade é partil-har do próprio Cristo. Sede Santos. Tiago e Bibi (Lipe) - G6 03 Coordenação do ECJ: A coordenação do ECJ refere-se ao casal responsável pela formação das equipes que com muito amor, prestam serviços as famílias encontristas, além de acompanhar todas as atividades do encontro. no caminho e tenhamos a coragem de seguir pelo caminho certo, mesmo que ele seja o mais estreito e difícil. Amigos, somos filhos de um Deus apaix-onado por nós! Podemos e devemos nos per-mitir viver este amor intensamente! Desfrutar da alegria e da paz que só tem quem conhece a Jesus! E o MCJ foi inspirado para isso! Para faz-er de nós famílias renovadas! Esse lindo Movi-mento, que quanto mais conhecemos mais nos apaixonamos por ele, é um instrumento da vontade de Deus na nossa vida. Através dele, dentre tantas coisas, podemos experi-mentar o poder da oração e o poder daqueles que amam o Senhor e tudo Nele podem Nei e Carol (Sara e Joana) - G1 e G3
  • 4. 04 Diretor Espiritual Muito amados casais! A presença de vocês a partir de agora nesta linda família MCJ é a comprovação da pala-vra de Jesus, falando do Reino de Deus presente como uma semente, que vai crescendo e produz-indo muitos frutos. Há algum tempo atrás, quatro casais foram convidados a trazer para esta diocese o Movimento de Casais Jovens. Eles acreditaram e aceitaram de muito bom grado e alegria o convite. Desde então, esta paróquia e muitas outras nunca mais foram as mesmas. Os frutos foram se espal-hando, em Ivoti fundamos um núcleo novo e sei que outros estão por vir. Onde o convite de Deus é aceito e a fé que “tudo podemos naquele que nos dá força”, o Reino de Deus se torna realidade. Hoje vocês se integram a este edifício espiritual de casais na Igreja que trabalham em favor de outros casais e suas famíl-ias. Acreditem na obra de Deus em vossa vida, Ele vos chamou porque conta convosco. Outros casais jovens merecem e pre-cisam desta experiência em sua vida. Sejam instrumento, fermento na massa, nin-guém está sozinho, formamos uma grande família, um exército que age com a força do amor e impulsionado pelo Espírito de Cristo. Deus continue vos abençoando. Sejam bem vindos e contem sempre com meu apoio e oração. Pe. Delcio M. Reiter Diretor Espiritual: esses sacerdotes são responsáveis por orientar espiritualmente o MCJ como movimento e a cada integrante, para que tenha a visão voltada inteiramente à obra do Senhor Coordenação Geral Amados casais, bem vindos! É com muita alegria que os recebemos na nossa família MCJ. Agora vocês vivenciarão conosco o objetivo do movimento de fortalecer os casais para que vivam plenamente seu matrimônio e sua vida cristã em família. Na família, os casais precisam se alimentar ou reencontrar um modo de se vincularem a Deus. Na chamada Igreja doméstica, se reza, se ouve a Palavra, se fala do Evangelho, se vive até o fim o sinal da presença do Senhor no sacramento do matrimônio e, sobretudo, se vive sob o olhar de Deus no âmbito cotidiano. O MCJ tem esse papel de ajudar, ser um meio de evangelização con-stante, profundo e verdadeiro para as jovens famílias, que buscam na oração e na comunhão com o Cristo, o alimento para suas vidas. Desejamos que sua pequena comunidade sinta-se acolhida e abraçada na Igreja Católica e em nosso movi-mento. Que o MCJ possa ser uma fonte inesgotável de alegrias e com papel fundamental para a vida espiritual de sua família. Família que reza unida, permanece unida! Permaneçam no Amor de Jesus, Carol e Ronaldo (G1 e G4). Coordenação Geral do MCJ: A coordenação geral e composta pelo casal coordenador, que é eleito de forma democrática e posteriormente monta sua equipe com um casal secretário e um casal tesoureiro, tendo mandato de um ano.
  • 5. 05 Diretor Espiritual “Uno Cor et Anima una” “A multidão dos que haviam crido era um só coração e uma só alma”. At 4,32 Caros amigos do MCJ: É com muita alegria que vos escrevo, para lhes dar as boas-vindas a tão fecundo movimento, em nossa igreja particular de Novo Hamburgo. Sei que as expectativas são muitas; que os sonhos de uma vida pautada em Deus e pelas coisas do Reino agora estão despertos e que o desejo de acertar os passos é latente e verdadeiro. Tendo em conta, todo esse borbulhar de emoções que foi o ECJ, quero convidá-los a pensar seriamente no convite que Cristo nos faz: “o de ser-mos todos um só coração e uma só alma.” Sim, esse é o convite que Cristo lhes fez durante todo o final de semana e faz a todos nós que ouvimos a Sua voz. Quando os discípulos, após a ressurreição do Senhor, saíram pelo mundo a anunciar a Boa Nova cristã, homens e mulheres se apaixonaram por tão grande novidade surgida no mundo. Um Deus pre-sente; companheiro; que caminha com seu povo e lhes dá a possibilidade de se tornarem um com Ele e com os irmãos. A fraternidade entre os primeiros cristãos era tão grande, que São Lucas, nos Atos dos Apóstolos, ao falar da primeira comunidade cristã faz referência a ela como sendo um lugar de unidade, de caridade, de fraternidade e de paz. Entre eles havia um desejo de caminhar juntos em direção ao céu. O céu! Sim, minhas queridas famílias do MCJ, o céu é uma realidade! O céu esteve presente entre nós nesse final de semana, quando, de coração aber-to, cada um de nós ouviu o Senhor falar: “Tu, vem e segue-me.” Seguir Jesus é um desafio. Trilhar os caminhos do Senhor é dar ao mundo a oportunidade de conhecer, através de nós, de nossa vivencia fra-terna, do testemunho que damos desse único coração e dessa única alma, que, é na Igreja de Cristo que isso se torna possível. O céu veio a nós nesse final de semana. Para garantirmos que ele permaneça entre nós, em nossas famílias e chegue a outros lares, precisamos do esforço de todos em busca de um objetivo comum: o de ser-mos esse único coração e essa única alma. Apesar das diferenças, das realidades sociais e dos níveis de con-hecimento, Jesus é capaz de fazer de nós uma única Igreja. Bem-vindos! Espero que juntos possamos con-struir essa unidade e tenhamos a alegria de mostrar ao mundo que o amor de Deus é capaz de mudar a história. Padre Luciano Martins de Almeida – Pároco da Paróquia Sagrado Coração de Jesus Diretor Espiritual: esses sacerdotes são responsáveis por orientar espiritualmente o MCJ como movimento e a cada integrante, para que tenha a visão voltada inteiramente à obra do Senhor Coordenação Geral Querido casal, Estamos muito felizes com a participação de vocês neste encontro. O MCJ tem sido uma fonte de grandes bençãos em nossas vidas e quere-mos que seja também, para família vocês. “Que ele se digne, segundo a riqueza da sua glória, fortalecer a to-dos vocês no seu Espírito, para que o homem interior de cada um se forti-fique. Que ele faça Cristo habitar no coração de vocês pela fé. Enraizados Coordenação Geral do MCJ: A coordenação geral e composta pelo casal coordenador, que é eleito de forma democrática e posteriormente monta sua equipe com um casal secretário e um casal tesoureiro, tendo mandato de um ano.
  • 6. 06 e alicerçados no amor, vocês se tornarão capazes de compreender, com todos os cristãos, qual é a largura e o comprimento, a altura e a profundi-dade, de conhecer o amor de Cristo, que supera qualquer conhecimento, para que vocês fiquem repletos de toda plenitude de Deus. Deus, por meio do seu poder que age em nós, pode realizar muito mais do que pedimos ou imaginamos; a ele seja dada a glória na Igreja e em Jesus Cristo por todas as gerações, para sempre. Amém!” Esta foi a prece que São Paulo fez aos Efésios em sua carta. Nós também pedimos a Deus que o Cristo habite no coração de vocês e que os belos momentos vividos neste encontro continuem gerando muitos frutos na vida do casal e no núcleo da Paróquia Sagrado Coração de Jesus. Sejam bem vindos ao MCJ, é bom tê-los em nossa família. Thiago e Clarice (Joaquim) G12 e G21 Coordenador de Grupo Novo Queridos casais!!! Estamos imensa-mente felizes de poder fazer parte da família de vocês, pois sabemos que se nos encontramos não foi o acaso, e sim a vontade do nosso Senhor. Queremos que sai-bam que podem contar com nossa família para tudo que precisarem, nossa casa estará sempre de portas abertas para recebê-los. Que possamos assim jun-tos, cumprir a vontade do Pai, continuar a missão de evangelizar novas famílias. O Senhor tem um grande propósito para nós, Ele precisa do seu SIM. Que vocês possam abrir os vossos corações e sentir toda graça e alegria que é viver com Deus. “Antes de formar você no ventre de sua mãe, eu o conhe-ci; antes que você fosse dado à luz, eu o consagrei, para fazer de você profeta das nações! Mas eu respondi: “Ah, Senhor Javé, eu não sei falar, porque sou jovem”. Javé, porém, me disse: “Não diga “sou jovem”, porque você irá para aqueles a quem em mandar e anunciará aquilo que eu lhe ordenar. Não tenha medo deles, pois eu estou com você para protegê-lo” . Jeremias 1, 5-8. Que Deus os abençoe! Léo e Lú Coordenador de Grupo Novo: Este abençoado casal acompanhará com muito amor e dedi-cação um Grupo de Reflexão que Deus uniu. Queridos Amigos! Estamos muito felizes com o SIM de vocês e esperamos trilhar uma linda caminhada de Fé com essa nova Família, que possamos nos conhecer, estudar e glorificar a pa-lavra de Deus! Que possamos ser como o homem prudente que construiu a sua casa sobre a rocha, que essa rocha seja Deus em nossas vidas! Aproveitem esse retiro, pois é só o começo! Deus fez maravilhas em nossas vidas e fará na vida de vocês! Sejam Bem-Vindos! Paz e Bem! Com carinho, Guilherme da Taís e Taís do Guilherme! Coordenador de Grupo Novo: Este abençoado casal acompanhará com muito amor e dedi-cação um Grupo de Reflexão que Deus uniu. “Tenho sede da tua graça, cada dia mais. Sou mais forte e vou mais longe quando aqui estás . Com palavras de amor te adoro, Senhor Hoje livre sou.” Hoje livre sou. / Ministério Adoração e Vida Coordenador de Grupo Novo
  • 7. 07 Coordenador de Grupo Novo Queridos Novos Casais! Sejam bem vindos ao movimento do MCJ. É com grande alegria que recebemos vocês, novos casais, para nossa grande família. A vida com Cristo não é uma vida fácil, mas com certeza a melhor vida que se pode levar, lembrem-se das palavras de CRISTO: “Se alguém quiser vir a mim, negue-se a si mesmo, e tome a sua cruz, e siga-me.” Mr. 8.34 Receber o chamado para participar na vida em CRISTO, não é um mero convite, é uma dádiva, um presente que é dado aqueles em quem DEUS põe o seu amor. Para isso, basta dar o seu sim, um sim como o de Ma-ria nossa mãe, um sim dado de coração, para se doar de corpo, alma e coração, vivendo intensamente essa caminhada junto com Jesus. Escolher o caminho certo, a estrada de Jesus é abraçar a sua cruz e segui-lo, muito obstáculos vão aparecer, muitas vezes vamos cair, mas fé em DEUS é o que nos mantém firmes. Sabemos que no final tudo terá valido a pena, pois nossa recompensa nos espera no céu é a eternidade na vida plena em DEUS. Por isso, bem vindos ao MCJ, um movimento que busca trazer as famílias para viver com Cristo. Muitas bênçãos de Deus! Ricardo e Deise (Luiza) G14 Coordenador de Grupo Novo: Este abençoado casal acompanhará com muito amor e dedi-cação um Grupo de Reflexão que Deus uniu. “Não tenhas medo, pois eu estou aqui. É o teu senhor que diz - Quero guiar os passos teus Vem, entrega-te, então, farei morada em teu coração” - Confia em mim (Vida Reluz) Coordenador de Grupo Novo Queridos amigos! É com grande alegria que enviamos esta mensagem a vocês, agradecendo o SIM que deram para fazer parte dessa grande família que é o MCJ, e das novas famílias que se formarão a partir de agora com os novos grupos. Não imaginávamos o quanto o movimento mudaria nossas vid-as e o quanto seria importante para fortalecer nosso matrimônio. Sem-pre falávamos em falta de tempo, agenda cheia, pois agora arrumamos tempo para fazermos parte de mais esta família, que aguardamos com ansiedade a conhecer. No SIM de vocês há um propósito maior: juntos descobriremos e aprofundaremos no amor de Deus com Jesus, e o Espírito Santo ilu-minando nossos caminhos. Desejamos um final de semana de muitas alegrias e descober-tas, com a mão de Deus guiando nossos passos. Giovani e Kátia Coordenador de Grupo Novo: Este abençoado casal acompanhará com muito amor e dedi-cação um Grupo de Reflexão que Deus uniu.
  • 8. 08 Cozinha Perdão O que é mais importante: Perdoar ou pedir perdão? Quem pede perdão mostra que ainda crê no amor. Quem perdoa mostra que existe amor para quem crê. Mas não importa saber qual das duas coisas é a mais importante. É sempre importante saber que: Perdoar é o modo mais sublime de crescer. E pedir perdão é o modo mais sublime de se levantar... “Deus é assim: Ele dá sempre o primeiro passo, Ele se move para nós.” Papa Francisco. Equipe da Cozinha Equipe de Cozinha: Como estava sua alimentação durante o encontro? Se aprovada, isto se deve ao trabalho dessa equipe, que com muito amor e empenho preparou cada refeição, inclusive o jantar romântico. Coordenador de Grupo Novo “ Ao Sagrado Coração de Jesus, oferecemos nossas famílias!’ Estamos muitos felizes por tê-los conosco, pois vocês vão perceber o quanto é ótimo a sensação de estamos sempre juntos em razão do amor e da fé. Para cada um de nós há um propósito, e para seguirmos sempre com amor e fé, Deus nos une com pessoas maravilhosas assim como vocês, para nos for-talecer na família e também como irmãos. Por isso, demos o nosso SIM com muita alegria, para tê-los sempre em nossas famílias e nós estarmos também com vossas famílias. Desejamos muita PAZ, AMOR, SABEDORIA e FÉ, porque essa missão foi dada á todos nós antes mesmo de nascermos, para aqui, estarmos sendo exemplo e também instrumentos de Deus para todos os nossos irmãos e irmãs. Muito obrigado pelo SIM de vocês! ABRAÇO DO FUNDO DO NOSSO CORAÇÃO. Alex e Leidi. Coordenador de Grupo Novo: Este abençoado casal acompanhará com muito amor e dedi-cação um Grupo de Reflexão que Deus uniu.
  • 9. 09 Sementinha Olá, Casal!!! Sejam bem vindos ao MCJ, tenham certeza que o Plano de Deus para a família de vocês é mui-to bonito. Uma música bem conhecida do Padre Fábio de Melo (tirada da Carta de São Paulo aos Filipenses) diz: “Viver pra mim é Cristo, morrer pra mim é ganho. Não há outra questão, quando se é cristão, não se para de lutar”. Por isso nós do MCJ lutamos tanto para que famíl-ias como a sua sejam evangelizadas e possam pas-sar esse exemplo adiante. Nós da equipe de SEMENTINHA nos doa-mos o final de semana inteiro para cuidar dos seus bens mais preciosos, os bebês. Faríamos isso muitas outras vezes, se fosse necessário, para que vocês pudessem conhecer esse Cristo que tanto nos Ama. Obrigado pelo SIM de vocês e contem conosco para o que precisar! EQUIPE DE SEMENTINHA DO VI ECJ Equipe de Sementinha: Essa equipe sem dúvida foi abençoada, pois foi a responsável por cuidar dos anjinhos do encontro, para que os papais pudessem ficar tranquilos aproveitando o retiro. Evangelização Queridos casais! Que a paz de Cristo esteja com vocês neste encontro e em todos os momen-tos de suas vidas. O amor que transborda neste final de semana seja duradouro e que a fé só aumente. Deus está sempre pronto para vos acolher! Esperamos que suas famílias trilhem sempre em busca desta paz que hoje rei-na em seus corações. Que as vivências deste encontro sejam compartilhadas entre vocês e seus filhos, nossas queridas sementinhas. Aurelio e Elisete( Gabriela e Isabela) | Fabiano e Cris(Amanda e Eduarda) | Felipe e Pamela | Zé Carlos e Jordana Nei e Carol(Sara e Joana) | Paulo e Dani | Tiago e Jaque( Mariana) | Wagner e Camila (Augusto) Equipe de Evangelização: Seus filhos foram bem cuidados? Essa equipe de empenhou ao máximo para que as crianças pudessem se divertir bastante nesse retiro.
  • 10. 10 Intercessão Queridos casais, irmãos em Cristo. Bem vindos ao MCJ. Durante estes três dias do Encontro, nós da Equipe de Inter-cessão, estivemos orando por vocês. Pedindo ao Espírito Santo que enchesse vossos corações com a alegria de um encontro com o Cristo. Oramos para que todos vocês estivessem abertos para compreender tudo que lhes foi dito, ver tudo que lhes foi mostrado e sentir Deus em cada palavra ou gesto dos trabalharam neste encontro. Lembrando o que disse Santo Agostinho: “Fizeste-nos, Senhor, para ti, e o nosso coração anda inquieto enquanto não descansar em ti.” Que nunca nos esqueçamos de que Deus nunca nos abandona e nos espera. E que nestes três dias todos nós tenhamos encontrado o descanso e a quietude para nossos corações junto à Deus. Da Equipe de Intercessão do VI ECJ do Núcleo São Luiz Gonzaga - NH. Juan e Josi (Miguel) - G4 Rogério e Nara (Gabriel e Rafael) - G8 Adelmo e Daia - Ivoti Equipe de Intercessão: Se este retiro deu certo, muito se deve aos casais dessa equipe, pois incessantemente oraram diante de Jesus Sacramentado, por cada um de vocês, desde as primeiras horas do dia até a noite. Liturgia Queridos casais do 6 ° ECJ Ou santos ou nada mais queremos ser. Ou santos ou nada ou santos ou nada mais... Em meu pensar em meu sentir Quando eu falar na hora de decidir Em todo o meu proceder Acima de tudo Vivendo a dor e o sofrer Ou santos ou nada.... Desejamos que a partir deste encontro pessoal com Jesus, suas vidas sejam transformadas e que o desejo de santidade seja ple-no em vós! Não esqueçam que a SANTIDADE é possível, e que a cada dia que vencemos o pecado é um passo a mais que estamos dando em direção ao céu! Um grande abraço, equipe de Liturgia 6° ECJ! Juliano e Jaque (Mariana) - G6 e G12 Isma e Nika (Helena) - G6 e Ivoti Édson e Carla (Sarah) - G9 e G17 Equipe de Liturgia: Os casais do liturgia são aqueles responsáveis pela animação, momentos de oração, renovação das promessas do casamento e de todos os instantes de reflexão do encontro.
  • 11. 11 Secretaria “Sabemos que tudo contribui para o bem daqueles que amam a Deus. “(RM8,28) Esperamos que a experiência desse retiro renove o senti-mento de amor e fé em Cristo na vida de cada um de vocês. Desejamos a vocês, queridos encontristas, que suas vidas se-jam repletas da ação do Espírito Santo e que sua caminhada de fé seja perseverante. Vocês agora fazem parte de uma família, uma família que precisa de cada um de vocês para continuar sua missão. Uma família que os acolhe de braços abertos e que se alegra com a sua chegada. Sejam bem vindos a Família MCJ. Um abraço, Cláudio e Luci - G14 e G23 | Valmir e Tamara (Gabriel) - G4 Equipe de Secretaria: Vocês sentiram-se acolhidos ao chegarem na casa? Sentiram o carinho ao receberem mensagens em seus quartos? Pois foi essa equipe que fez a recepção e a entrega des-sas mensagens. E além disso, passou o encontro elaborando quadrante, caixa de mensagem, fotos, enfim... tudo para deixar esse encontro registrado no coração de vocês. Bem Estar É bom tê-los aqui para este Encontro junto a Deus e de nossa família MCJ... Porque quando Deus amanhece na vida da gente, as noites tem significado, porque dão ocasião a um lindo amanhecer. Os caminhos tem sentido, porque levam onde moram os homens. O trabalho é uma alegria, porque a mão faz belezas que podem unir os homens. As casas são ninhos onde as pessoas se amam. A criança é uma notícia, porque é mais um ped-acinho de vida neste mundo. Quando Deus amanhece na vida da gente tudo é um caminho só, uma estrela só, um endereço, tudo vem de Deus e vai para Deus. Que neste ECJ Deus possa amanhecer em suas vidas, trazer muita paz para seus lares e que em seus corações habite um amor sem explicação, que vai invadir o teu ser e renovar a cada dia sem-pre, para um novo amanhecer. A Paz de Cristo...Com carinho, Equipe Bem Estar. Equipe de Bem Estar: O bem estar foi a equipe responsável por suprir as necessidades de todos nós, tanto na limpeza e organização dos ambientes, como na alimentação e controle de medicamentos
  • 12. 12 Vigília Arranjos e Cartazes A experiência de viver um Encontro de Casais Jovens nos proporciona várias reflexões. A primeira, e principal delas, é de que a presença de Jesus é essencial em nossas vidas em famílias. Seus ensinamentos nos fortalecem frente às adversidades encontradas e nos conduzem pelo caminho correto, que nos leva à salvação, além de nos proporcionar a verdadeira felicidade. Outra reflexão importante é a de que não fomos criados para viver sozinhos. Ou seja, a vida em comunidade é de grande importância para nossas famílias. Isso porque, através dela promovemos uma relação de troca com as pessoas, onde aprendemos com elas e elas conosco. Também, pelo fato de encontrarmos na vida em comunidade a força necessária para superarmos dificuldades pessoais, diminuindo o peso dos problemas que carregamos. Por último, o retiro também nos permite refletir que, para vivermos uma vida ver-dadeiramente cristã, precisamos ter muita perseverança. Perseverança para nos manter-mos fiéis a Deus em um mundo que constantemente tenta nos seduzir para abandoná-Lo. Perseverança para não desistir nos momentos em que encontrarmos dificuldades. E, per-severança, para que possamos refletir a luz de Cristo às outras pessoas. Para nós foi uma grande alegria trabalhar nesta obra que tem como finalidade aproximar ainda mais sua família do amor de Deus. Contem conosco sempre! Equipe da Vigilia do VI ECJ. Márcio e Tati (Raul e Arthur) G3 e G7 | Éder e Fe - G7 | Daniel e Joice (Emmanuel) G3 Queridas famílias! Foi com muita alegria e entusiasmo que confeccionamos as mensagens que vocês rece-beram durante o encontro! Através desse carinho queremos acolhê-los em nossa família MCJ! Que essas mensagens possam lembrá-los dos momentos maravilhosos que passamos juntos no VI ECJ e do amor maior Daquele que é a razão de todo o trabalho desenvolvido! Sejam bem vindos ao MCJ! Com carinho Equipe de Arranjos e Cartazes Nei e Carol (Sara e Joana) Guilherme e Tais Giovane e Katia Léo e Lú Alex e Leidi Ricardo e Deise (Luiza) Equipe de Vigília: Essa equipe ficou responsável por organizar uma vigília para que a família MCJ, junto com as famílias de cada um de vocês, se unissem em oração pedindo pelo nosso encontro. Equipe de Arranjos e Cartazes: A equipe de arranjos e cartazes é comporta pelos coordenadores de grupos novos, conduzido por um casal já coordenador e são responsáveis por elaborar os en-feites de mesa, porta, entre outros.
  • 13. Civilização do Amor Cremos no amor, cremos na família Buscamos a paz, a paz que vem de Deus A família é o berço da esperança Terra boa onde lançamos a semente do amanhã Com Jesus Cristo seguimos em frente Construindo um mundo novo A Civilização do Amor. Hino do MCJ NH e Ivoti Santa Mãe de Deus - Padroeira do MCJ 13 Recepção Queridos amigos, sejam bem vindos a este nos-so Movimento! Que este final de semana tenha sido de renovação, de transformação e que todo este aprendi-zado sirva de enriquecimento da fé, da confiança de que Cristo está sempre presente e que devemos abrir não só o nosso lar, mas os nossos corações e mentes, onde as nossas atitudes e hábitos tenham sempre um direcionamento cristão e que sirva também de teste-munho para outras famílias. “Pela fé, entramos na amizade com Deus e pela cari-dade, vivemos e cultivamos esta amizade. A fé nos faz acolher o mandamento do nosso Mestre e Senhor Je-sus Cristo e a caridade nos dá a felicidade de pôr em prática o mandamento do amor”. O MCJ acolhe os amigos de braços e coração aberto! Sendo assim, estamos sempre à disposição dos amigos para servir e compartilhar todos os momentos desta nossa caminhada. Um abraço de Equipe de Recepção. Equipe de Recepção: Estes casais prepararam e organizaram tudo que a gente precisou para nossa Missa de chegada. Preocuparam-se desde a reserva dos bancos na igreja, até guardar um lugarzinho no estacionamento.
  • 14. 14 Histórico No ano de 1975, em Porto Alegre, um grupo de casais recém-casados, animados pelo vigário da Paróquia São Pedro, Mons. Atílio Fontana, resolveu realizar um encontro de fim de semana para pensar um pouco sobre suas vidas e seu matrimônio. Assim, nos dias 4 e 5 de Agosto de 1975, na Vila Betânia, foi realizado o 1° encon-tro, com a participação de 11 casais. A situação do momento em que viviam, os problemas que os angustiavam e a ânsia de soluções con-cretas, levou-os a dedicar dois dias para um estudo mais aprofundado da vida e do amor que unia cada casal. A maioria dos casais vivia apenas uma vida religiosa comum, sem compromisso com o seu batismo, sem en-gajamento com a comunidade paroquial e apenas com a vida matrimonial começando a ser vivida pelos dois, esposo e esposa. Outro detalhe que igualava a todos era a situação financeira, pois estavam iniciando a vida de casados, sendo que muitos ainda estavam estudando. O dia era sempre uma corrida contra o tempo e apenas a esper-ança de dias melhores levava-os a prosseguir na caminhada. No entanto, estavam insatisfeitos, buscavam algo mais para suas vidas, não somente uma realização profissional ou pessoal, mas algo que permanecesse aceso em sua vida matrimonial. Os primeiros momentos de intensa felicidade no casamento já tinham passado e uma leve rotina começava a persegui-los. Surgiram os primeiros problemas, frutos talvez de um desajustamento e da falta de conhecimento do parceiro. Estes casais, no entanto, tinham uma certa ligação com a Igreja, pois, ás vezes, par-ticipavam de uma missa, mas sem nenhum compromisso com a religião e com Deus. Foi nesta situação que os onze casais se encontraram na Vila Betânia, em Porto Alegre. Ali, na simpli-cidade de um encontro, começaram a rever certas posições, encontrar novos caminhos e, sobretudo, a se en-contrar com Cristo. Foi uma descoberta simples, sem mistérios, pois viram que tinham um amigo, que sempre estaria com eles. Estava começando o Movimento de Casais Jovens, sem nenhuma estrutura, sem estatutos. Os onze casais saíram da Vila Betânia com o propósito de realizarem um encontro semanal, pois desco-briram que a felicidade estava no outro e não no fechar-se em si mesmo. O amor que unia cada casal precisava transbordar. Assim, as reuniões começaram a se suceder semanalmente em uma sala da Igreja São Pedro. Logo, sentiu-se a necessidade de transmitir esta vivência, esta nova forma de amor e de vida para outros. Foi então realizado nos dias 14, 15 e 16 de Novembro de 1975, no Colégio Nossa Senhora das Graças, em Viamão, o 2º Encontro de Casais Jovens. Doze casais participaram. Novamente foram vividos três dias de intensa felicidade e de procura por Cristo, de aprofundamento no amor e vontade de um maior engajamento dentro da Igreja. Definiu-se que a preocupação do Grupo (era assim que se chamava) seria a busca do casal jovem, porque é nesta fase de vida que o casal mais necessita de ajuda e de encontrar um caminho certo para ser trilhado. Começou o ano de 1976. Com novas esperanças, foi realizado o primeiro trabalho em conjunto. Foi no dia 24 de Janeiro de 1976, com um encontro de todos os que fizeram os dois cursos anteriores. Mais tarde, seria denominado de Encontro de Revisão e Compromisso (ERC). Neste encontro foram definidas as linhas de ação para o ano de 1976. Ficou decidido que o Grupo teria reunião semanal, um encontro mensal no último sábado de cada mês e um jornalzinho mensal; fez-se uma distribuição de responsabilidades, pois até então não havia coordenadores.
  • 18. Grupos de Reflexão - São Luiz Gonzaga - NH Grupos de Reflexão - Sagrado Coração de Jesus - NH G24 Ricardo e Deise (Luiza) Paulinho e Lú (Miguel) Emilson e Tati (Tininha) Gustavo e Carla (Lucas) Vitor e Pati G2 Léo e Lu Rafa e Pati Mano e Mônica (Lipi e Amanda) Valdair e Mari (Gú e Rafa) Fabrício e Ângela (Be e Lala) G26 Guilherme e Taís Adriano e Anelise (Mariana) Jean e Tatá Fernando e Dai (Guilherme) Moa e Gabi (Bento) G25 Giovani e Kátia Kiko e Jú (Luisa, Ysadora e Bernardo) Marco e Eliana Canhoto e Sandrinha (Cassiano e Manuela) Alemão e Pati G3 Alex e Leidi Carlos e Ana Paula (Duda) Rafael e Anderlise (Emanuel) Cleiton e Alessandra Jef e Rafa Palestra Palestrante Núcleo 1 O sentido da vida Rogério e Lisia SP - POA 2 Amor de Deus Valmir e Tamara SLG - NH 3 Pecado e Salvação em Jesus Cristo Pe Luciano SCJ - NH 4 Fé e Conversão Cristiano e Cristia SLG - NH 5 Senhorio de Jesus Thiago e Clarice SCJ - NH 6 Sacramento da Volta Pe Délcio SLG - NH 7 Eucaristia Isma e Nika SPA - Ivoti 8 Espírito Santo e Oração Paulo e Ana Mecabo RCC - NH 9 Harmonia Conjugal Cristian e Gabi SPA - Ivoti. 10 Comunidade e Vivência Cristã Tiago e Bibi SLG - NH 11 O MCJ Ronaldo e Carol SLG - NH VI ECJ 18