Ano Letivo 2012 – 2013
Ciências Naturais – 8º Ano
OBJETIVOS – FICHA DE AVALIAÇÃO Nº 2
NOME TURMA: 8ºB2 N.º 7 DATA: 24-11-1...
8. Definir cadeia e teia alimentar.
Cadeia alimentar - conjunto de seres vivos de uma comunidade que se alimentam e servem...
13. Compreender o processo de transferência de energia (em fluxo unidirecional) numa cadeia alimentar.
O fluxo de energia ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Objetivos 2ºTeste - 8ºano (Fatores Bióticos, Cadeias e Teias Alimentares, Ciclos de Matéria e Fluxos de Energia, Sucessões Ecológicas)

584 visualizações

Publicada em

Este trabalho, foi realizado no âmbito da disciplina Ciências Naturais, no ano letivo 2012/2013.

É de destacar que estes trabalhos não estão de acordo com o novo acordo ortográfico e podem conter erros ortográficos, pois foram efetuados por alunos.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
584
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
23
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Objetivos 2ºTeste - 8ºano (Fatores Bióticos, Cadeias e Teias Alimentares, Ciclos de Matéria e Fluxos de Energia, Sucessões Ecológicas)

  1. 1. Ano Letivo 2012 – 2013 Ciências Naturais – 8º Ano OBJETIVOS – FICHA DE AVALIAÇÃO Nº 2 NOME TURMA: 8ºB2 N.º 7 DATA: 24-11-12 No final do teu estudo para a 2ª Ficha de Avaliação Sumativa de Ciências Naturais, a realizar no dia 31/11 / 2012 deverás ser capaz de: FATORES BIÓTICOS 1. Compreender a classificação dos fatores bióticos em relações intraespecíficas e relações interespecíficas. Intraespecíficas – ocorre entre organismos da mesma espécie. Interespecíficas – ocorre entre organismos de diferentes espécies. 2. Distinguir relações favoráveis, de relações desfavoráveis ou indiferentes. Relações favoráveis - relações em que ambos os seres vivos saem beneficiados. Relações desfavoráveis – relações em que um dos seres vivos é beneficiado e outro prejudicado ou em que ambos os seres vivos são prejudicados Relações indiferentes – relações em que um dos seres vivos é beneficiado ou prejudicado e o outro é indiferente. 3. Compreender as relações intraespecíficas de cooperação, competição e canibalismo. Cooperação - a cooperação é uma relação benéfica para ambos os organismos envolvidos(+,+). Competição – na competição ambos os seres vivos saem prejudicados, os seres podem lutar por a fêmea/ macho, território, alimento e luz. (-,-) ou (+,-) Canibalismo - canibalismo é quando um ser vivo mata e serve-se dele para sua alimentação (+,-) 4. Compreender as relações interespecíficas de cooperação (por mutualismo e por simbiose), competição, comensalismo, parasitismo e predação. Cooperação por mutualismo - é uma relação obrigatória e permanente, ou seja a asssociaçao é indespensavel á sobrevivência de ambos (+,+) Cooperação por simbiose – é uma relação facultativa e temporária, ou seja os dois indivíduos podem viver um sem o outro (+,+) Competição - na competição ambos os seres vivos saem prejudicados, os seres podem lutar por a fêmea/ macho, território, alimento e luz. (-,-) ou (+,-) Comensalismo – é uma relação em que um dos seres vivos é beneficiado e o outro fica indiferente (+,0) Parasitismo – é uma relação em que um ser vivo vive á custa de outro, sem causar a sua morte a curto prazo (+,-) Predação – a predação é uma relação em que um individuo mata outro para ele se alimentar (+,-) CADEIAS E TEIAS ALIMENTARES 5. Identificar a fonte primária de energia. A fonte primária de energia é o sol. 6. Distinguir seres autotróficos de seres heterotróficos. Seres autotróficos - Seres vivos capazes de produzir o seu próprio alimento (matéria orgânica) através do processo da fotossíntese. Seres heterotróficos - Seres vivos que não são capazes de produzir o seu próprio alimento, tendo que se alimentar de outros seres vivos. 7. Compreender o processo da fotossíntese. Fotossíntese é o processo de transformação da energia solar em energia química, necessária ás reacções químicas que transformam a agua e dióxido de carbono que a planta capta do meio, em matéria orgânica que lhe serve de alimento.
  2. 2. 8. Definir cadeia e teia alimentar. Cadeia alimentar - conjunto de seres vivos de uma comunidade que se alimentam e servem de alimentos uns aos outros. Teia alimentar – conjunto de várias cadeias alimentares interligadas, existentes na comunidade. 9. Identificar o nível trófico numa cadeia alimentar. 1º NT- Produtores 2ºNT- consumidor de 1º ordem 3ºNT- consumidor de 2º ordem 4ºNT- decompositores 10. Distinguir produtores, de consumidores e decompositores. Produtores – são seres vivos capazes de produzir o seu próprio alimento através da fotossíntese. Consumidores – alimentam-se de outros seres vivos. Decompositores – seres vivos que decompõem os animais mortos. 11. Construir/interpretar cadeias ou teias alimentares. 12. Referir a importância dos decompositores no ciclo de materiais. Os decompositores são muito importantes porque se eles não decompuserem os animais mortos para o solo os produtores não vão conseguir alimentar-se e deixava de haver produtores. Os decompositores são seres vivos que transformam a matéria orgânica, como cadáveres e produtos de excreção (fezes e urina) dos organismos, em matéria mineral que é devolvida ao solo, sendo utilizada pelos produtores. Deste modo, existe circulação de matéria. CICLOS DE MATÉRIA E FLUXOS DE ENERGIA
  3. 3. 13. Compreender o processo de transferência de energia (em fluxo unidirecional) numa cadeia alimentar. O fluxo de energia num ecossistema é unidirecional e só cerca de 10% da energia contida num nível trófico passa para o nível trófico seguinte, não existindo no final energia suficiente para regressar aos produtores. 14. Compreender o processo de transferência de matéria (em ciclo) numa cadeia alimentar. O fluxo de matéria num ecossistema é cíclico, porque a matéria passa dos produtores, para os consumidores e destes para os decompositores, voltando aos produtores, uma vez que estes trnsformam a matéria orgânica em mineral que é utilizada pelas plantas. 15. Relacionar o processo de circulação da matéria com o da energia, numa cadeia alimentar. A circulação de matéria é cíclica e a circulação da energia é unidirecional. 16. Compreender o ciclo da água. SUCESSÕES ECOLÓGICAS 17. Compreender os conceitos de sucessão ecológica, espécie pioneira, comunidade pioneira e comunidade clímax. Sucessão ecológica – é o processo de povoamento de um local onde as comunidades se vão substituindo umas ás outras. Comunidade pioneira – as primeiras espécies a estalarem-se num certo local. Comunidade clímax – segundas espécies a estalarem-se no mesmo local. 18. Distinguir sucessão ecológica primária de sucessão ecológica secundária. Sucessão ecológica primária – ocorre quando o local colonizado estava anteriormente despromovido de vida. Sucessão ecológica secundária – ocorre quando um local sofre novo povoamento, devido ao facto da comunidade anterior ter sido destruída. 19. Relacionar a dinâmica dos ecossistemas com os processos de sucessão ecológica.  Bom Estudo!

×