Produzir soluções e melhorias contínuas à gestão de facilidades,
customizando recursos e com aprimoramento constante da mã...
Operação
Valorização de pessoas,
como catalisador das
operações.
Alianças estratégicas.
Legislação como base:
melhoria con...
Sumário
 Institucional.
 Conheça Nossos Líderes.
 Serviços de Consultoria Property e Facilities Management.
 Gerenciam...
Institucional
Através de um colegiado, compreendido
entre auditores, contadores, advogados,
administradores, engenheiros, arquitetos e
c...
Conheça Nossos Líderes
A WGPS acredita que, apesar das diversas disciplinas envolvidas
na rotina da administração de facilidades, a área e o prof...
A WGPS acredita que a combinação destas habilidades é
imprescindível ao Gestor de Facilidades, pois o torna um
profissiona...
Para nós, a administração de facilidades é a área responsável pela
imagem corporativa, por projetos específicos para atend...
A parametrização das atividades desenvolvidas por meio da
aplicabilidade de indicadores e da mensuração através de
acordos...
Equipe de Gestão
Engenheira de Segurança do Trabalho, com 25 anos
de experiência na área de Gestão da Qualidade e SMS
com ...
Equipe de Gestão
Engenheiro de Segurança do Trabalho com
carreira desenvolvida em Gestão, com destacada
experiência na adm...
Equipe de Gestão
22 anos de experiência nas áreas de Facilities,
Properties, Manutenção Predial e Qualidade.
Benchmarking ...
Equipe de Gestão
Engenheiro mecânico, com MBA em Gerenciamento de
Projetos pela FGV, com 29 anos de experiência na
elabora...
Equipe de Gestão
Know how nas áreas de Administração Predial, Facilities, Utilities,
Segurança Patrimonial e Real Estate, ...
Equipe de Gestão
Gestor de Facilities Management, com mais de 10 anos
de experiência em Property, Facilities, Utilities e ...
Equipe de Gestão
Biólogo, MBA em Planejamento e Gestão Ambiental.
Experiência em gerenciamento de resíduos sólidos,
elabor...
Equipe de Gestão
Coach Executivo e Profissional, especialista em
desenvolvimento humano, para líderes e empreendedorismo.
...
Diretoria
Diretoria Operacional
Conhecimentos adquiridos nas áreas de Operação
Predial, Facilities e Real Estate, acumulados ao long...
Diretoria Property Management
Experiência adquirida nas áreas de Property
Management, Facilities, Real Estate e Segurança ...
Serviços de Consultoria
Sumário
 Diagnóstico das Instalações Prediais.
 Avaliação e Classificação de Riscos nas Instalações Prediais.
 Inspeçõe...
É inviável sob o ponto de vista econômico e inaceitável sob o
ponto de vista ambiental considerar as edificações como
prod...
A WGPS entende que as edificações são o suporte físico para a
realização direta ou indireta de todas atividades produtivas...
As atividades de auditoria e diagnóstico das instalações prediais,
realizadas pelas equipes operacionais da WGPS são norte...
 Críticos
Provocam danos contra a saúde e segurança das pessoas e do
meio ambiente, perda excessiva de desempenho e funci...
As prioridades apontadas pela equipe operacional da WGPS são
dispostas em ordem decrescente quanto ao grau de risco e
inte...
A manutenção de edificações é um tema cuja importância tem
crescido, superando, gradualmente, a cultura de se pensar o
pro...
As averiguações que executamos são realizadas de acordo com as
disposições constantes da NBR 5674, Procedimentos de
Manute...
Identificamos anomalias e falhas que constituem na verificação de
não conformidades que impactem na perda precoce do
desem...
As atividades de auditoria executadas pela WGPS consistem em
identificar, orientar e elaborar relatórios e planos de ação ...
Cases
Auditoria, Diagnóstico e
Inspeção Predial
Cases de Gestão do Colegiado
Residencial Les Palais Botafogo - RJ
Avaliação sistêmica das instalações
prediais das áreas c...
Cases de Gestão do Colegiado
Residencial Les Palais Botafogo - RJ
As atividades realizadas pela equipe de gestão da WGPS consistem
na implantação, desenvolvimento e monitoramento de todas ...
 Atendimento a usuários.
 Realização de processos seletivos destinados à contratação das
equipes operacionais e administ...
 Responsabilidade de implantar, desenvolver e monitorar as
normas e procedimentos administrativos, operacionais e
finance...
Cases
Implantação, Desenvolvimento
e Monitoramento
Cases de Gestão do Colegiado
Centro Empresarial Senado
Centro Empresarial Senado
Av. Henrique Valadares, 28
Centro – Rio d...
Cases de Gestão do Colegiado
Centro Empresarial Senado
As atividades de Facilities desenvolvidas consistiam nos processos
...
Cases de Gestão do Colegiado
Centro Empresarial Senado
Concomitantemente ao desdobramento das atividades
supramencionadas,...
Cases de Gestão do Colegiado
Centro Empresarial Senado
A fim de garantir o cumprimento dos acordos de níveis de serviços
c...
Cases de Gestão do Colegiado
Centro Empresarial Senado
Além do estímulo às equipes
terceirizadas, os fiscais de campo
tamb...
Cases de Gestão do Colegiado
Iniciativa reconhecida pela Revista Infra e publicada na edição 161.
http://www.revistainfra....
Centro de Serviços Compartilhados da Vale S.A
Av. das Américas, 700
Barra da Tijuca – Rio de Janeiro
Principais Caracterís...
Centro de Serviços Compartilhados da Vale S.A
As atividades contemplavam a gestão, operação, fiscalização e
controle dos c...
Reiterando o que abordamos anteriormente, a WGPS acredita
que, apesar das diversas disciplinas envolvidas na rotina da
adm...
Cross-Cultural Facilities Coaching
A colaboração além das fronteiras tem se tornado uma
habilidade indispensável ao gestor...
Gerenciamento de Serviços
Gerimos propriedades através da conexão de técnicas de gestão e
versatilidade com eficiente emprego dos recursos, no intui...
A WGPS oferta pacotes com serviços completos para todas as
operações prediais em um modelo multifuncional, tornando-se
res...
Dentre as atribuições mais frequentes, temos o seguinte escopo:
 Definição do cardápio de serviços personalizados.
 Cent...
Gestão de equipes especializadas em infraestrutura.
Gestão das documentações Legais, Normas e Certificações.
Gestão de ...
Cases
Gerenciamento de Serviços
Cases de Gestão do Colegiado
Projeto Facilities Com Austeridade
“Ser diligente como nunca em custos”, foi o desafio anunci...
Cases de Gestão do Colegiado
Projeto Facilities Com Austeridade
Ações simples e eficientes, como substituir lâmpadas comun...
Cases de Gestão do Colegiado
Iniciativa reconhecida pela Revista Infra e publicada na edição
especial Esquadrão Verde.
htt...
Cases de Gestão do Colegiado
Projeto Pessoas o Foco para Qualidade na Prestação de Serviços
Para a WGPS, o segmento de pre...
Cases de Gestão do Colegiado
Este projeto foi reconhecido pelo Sindipetro - RJ.
“O Sindipetro-RJ e os trabalhadores consid...
Cases de Gestão do Colegiado
Projeto Customização e Eficiência Condominial Associação de
Condôminos do Novo Leblon
Empreen...
Cases de Gestão do Colegiado
Projeto Eficiência Condominial Associação de Condôminos do
Novo Leblon
Desenvolvimento do mod...
Gestão Sustentável
Customização de Insumos
A obrigatoriedade da existência de sanitários e vestiários coletivos,
imposta pela legislação vige...
Customização de Insumos
No intuito de customizar estas despesas, otimizando prazos de
entrega e desprendendo seus clientes...
Jogar Dinheiro no Lixo?
De acordo com a edição do Planeta Sustentável da Editora Abril
(http://planetasustentavel.abril.co...
Eficiência Energética
Há amplas evidências que sugerem que o clima e outros processos
do sistema da Terra estão sendo alte...
Governança Hídrica
A questão da disponibilidade de água no Brasil é realmente
interessante. Dados estatísticos mostram que...
Governança Hídrica
Customização e Eficiência Predial
Consumimos, em média, 354 litros de água/dia
apenas nos sanitários, c...
Governança Hídrica
Customização e Eficiência Predial
Gestão da demanda dos recursos hídricos é o foco do projeto da
WGPS q...
Gerenciamento de Resíduos
Os resíduos provenientes das várias atividades prediais
constituem, atualmente, um grande proble...
Gerenciamento de Resíduos
A WGPS entende que a aplicação de um conjunto de ações
voltadas para a busca contínua de soluçõe...
Cases
Gestão Sustentável
Cases de Gestão do Colegiado
Edifício City Tower
Edifício City Tower
Rua da Assembleia, 100
Centro – Rio de Janeiro
Princi...
Cases de Gestão do Colegiado
Edifício City Tower
Cases de Gestão do Colegiado
Edifício City Tower
Cases de Gestão do Colegiado
Edifício City Tower
Números Expressivos
Cases de Gestão do Colegiado
Ações de Inovação Ambiental Edifício City Tower
Números Expressivos
Cases de Gestão do Colegiado
Ações de Inovação Ambiental Edifício City Tower
Números Expressivos
Cases de Gestão do Colegiado
Edifício City Tower
Iniciativa Premiada
Cases de Gestão do Colegiado
Edifício City Tower
Iniciativa Premiada
Cases de Gestão do Colegiado
Ações de Inovação Ambiental Edifício City Tower
Iniciativa Premiada
Cases de Gestão do Colegiado
Projeto Governança Hídrica
Museu de Arte de São Paulo - Assis Chateaubriand (MASP)
O projeto ...
Cases de Gestão do Colegiado
Gerenciamento de Resíduos
Centro Empresarial Senado
Av. Henrique Valadares, 28
Centro – Rio d...
Cases de Gestão do Colegiado
Gerenciamento de Resíduos Com a implantação do sistema de
gerenciamento (2013) foi possível
o...
Cases de Gestão do Colegiado
Gerenciamento de Resíduos
De setembro para outubro tivemos um aumento de 100% na
geração de r...
Cases de Gestão do Colegiado
Gerenciamento de Resíduos
De outubro para novembro tivemos a redução de 14% na
geração de res...
Aperfeiçoamento
Profissional
Cursos Livres
Os Cursos Livres da WGPS têm como
foco aprofundar o conhecimento dos
profissionais, abordando os aspectos
ma...
Cursos Livres
Elaborados e ministrados por gestores que atuam no segmento,
as ementas e conteúdos programáticos são compar...
Cursos Livres - Ementa
1.Conceitos e Práticas
1.1.- Definições
1.2.-História da Gestão de Facilidades
1.3.-Desenvolvimento do Gerenciamento de Fa...
3.Gestão Estratégica
3.1.-Gerenciamento de Informações Influências Externas e Internas
3.2.-Compras de Bens e Serviços (Su...
5.Gestão Financeira
5.1.-Previsão Orçamentária (Budget)
5.2.-Orçado x Realizado
5.3.-Fluxo de Caixa (Contas a Pagar e Rece...
1.Conceitos e Práticas
1.1.-Definições
1.2.-Missão da Manutenção
1.3.-Missão e Responsabilidade do Gestor de Manutenção
1....
3. Manutenção Estratégica
3.1.-Gestão de Processos
3.2.-Gerenciamento de Informações Influências Externas e Internas
3.3.-...
Cases
Aperfeiçoamento Profissional
Cases de Gestão do Colegiado
Cases de Gestão do Colegiado
Cases de Gestão do Colegiado
Cases de Gestão do Colegiado
Direitos Autorais
Todos os Direitos Reservados
Portfólio WGPS Property Management
Portfólio WGPS Property Management
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Portfólio WGPS Property Management

403 visualizações

Publicada em

Property e Facilities Management
Através de um colegiado, compreendido entre auditores, contadores, advogados, administradores, engenheiros, arquitetos e coach profissional a WGPS, apresenta um modelo de gestão assertiva e transparente.





Nosso objetivo é produzir uma padronização de rotinas, visando reduzir a variabilidade nos processos de trabalho, produzindo como resultado a verdadeira gestão de facilidades, em toda sua amplitude, com eficiente emprego dos recursos e juntamente com um profundo avanço na manutenção, preservação e consequentemente, valorização dos imóveis, devidamente atendendo as necessidades e expectativas dos usuários.

Publicada em: Serviços
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
403
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Portfólio WGPS Property Management

  1. 1. Produzir soluções e melhorias contínuas à gestão de facilidades, customizando recursos e com aprimoramento constante da mão-de-obra. Nossa Missão Nossa Visão Administrar empreendimentos através de metodologias que proporcionem a mensuração quantitativa e qualitativa dos serviços prestados, otimizando a variabilidade nos processos de trabalho, produzindo como resultado a verdadeira gestão de facilidades. Nossos Valores Prezar por uma gestão assertiva e transparente, em toda sua amplitude, com eficiente emprego de todos os recursos.
  2. 2. Operação Valorização de pessoas, como catalisador das operações. Alianças estratégicas. Legislação como base: melhoria contínua Organização e Disciplina Respeito e Ética nos Negócios Desenvolvimento Liderança Ordenação para o desenvolvimento Comunicação e Engajamento Atuação local, visão global Lealdade Sustentabilidade Garantia de transparência Legalidade Observação de tendências Boas práticas Aculturamento Legado para operações futuras Política de Gestão
  3. 3. Sumário  Institucional.  Conheça Nossos Líderes.  Serviços de Consultoria Property e Facilities Management.  Gerenciamento de Serviços Property e Facilities Management.  Gestão Sustentável.  Aperfeiçoamento Profissional Property e Facilities Management.
  4. 4. Institucional
  5. 5. Através de um colegiado, compreendido entre auditores, contadores, advogados, administradores, engenheiros, arquitetos e coach profissional a WGPS, apresenta um modelo de gestão assertiva e transparente. Nosso objetivo é produzir uma padronização de rotinas, visando reduzir a variabilidade nos processos de trabalho, produzindo como resultado a verdadeira gestão de facilidades, em toda sua amplitude, com eficiente emprego dos recursos e juntamente com um profundo avanço na manutenção, preservação e consequentemente, valorização dos imóveis, devidamente atendendo as necessidades e expectativas dos usuários.
  6. 6. Conheça Nossos Líderes
  7. 7. A WGPS acredita que, apesar das diversas disciplinas envolvidas na rotina da administração de facilidades, a área e o profissional, devem possuir uma gama de conhecimentos que são estratégicos no seu dia a dia. Nosso público é variado e inconsistente e esta profissão nos exige jogo de cintura. Assegurar e praticar prática as normas, os procedimentos e a legislação vigente, são habilidades dos nossos profissionais. Nossos gestores detém habilidades técnicas, conceituais e humanas.
  8. 8. A WGPS acredita que a combinação destas habilidades é imprescindível ao Gestor de Facilidades, pois o torna um profissional apto a entender as demandas e tomar decisões. Em cada organização o Gestor de Facilidades soluciona problemas, dimensiona recursos, planeja sua aplicação, desenvolve estratégias, efetua diagnóstico de situações, para tomar a decisão mais apropriada possível.
  9. 9. Para nós, a administração de facilidades é a área responsável pela imagem corporativa, por projetos específicos para atendimento legal e todas as atividades indiretas que alavancam o posicionamento estratégico das empresas. Sendo assim, nossos líderes são generalistas na arte de pensar e especialistas na ciência do agir.
  10. 10. A parametrização das atividades desenvolvidas por meio da aplicabilidade de indicadores e da mensuração através de acordos de níveis de serviço, nos permite gerenciar quantitativa, qualitativa, transparente e equilibradamente, todos os processos destinados à operacionalização dos empreendimentos, sem prejudicar a flexibilidade e as necessidades específicas de cada cliente, possibilitando o aprimoramento constante da prestação de serviços. Modus Operandi
  11. 11. Equipe de Gestão Engenheira de Segurança do Trabalho, com 25 anos de experiência na área de Gestão da Qualidade e SMS com as seguintes qualificações : • Gerência de Sistemas de Gestão da Qualidade, calçados nas Normas ISO série 9000, ISO/TS 29001. • Participação da implementação, operacionalização e monitoramento de Sistemas de Gestão da Qualidade nos segmentos de Empreendimentos Integrados, Engenharia de Projeto, Fabricação, Construção e Montagem. • Treinamentos na Área da Qualidade e SMS. • Execução de Auditorias da Qualidade e SMS. ANGELA DEPENTOR
  12. 12. Equipe de Gestão Engenheiro de Segurança do Trabalho com carreira desenvolvida em Gestão, com destacada experiência na administração logística e no gerenciamento de materiais, elaboração de relatórios gerenciais e liderança de equipes, atuando com foco na redução de custos, eliminação de falhas, melhoria contínua e excelências nos produtos e serviços. Atuante na formulação e execução da política e nas diretrizes a serem adotadas, identificando as necessidades, planejando, organizando, dirigindo, controlando, coordenando e orientando as atividades, planos, programas e projetos. BRUNO LUCIANO DEPENTOR
  13. 13. Equipe de Gestão 22 anos de experiência nas áreas de Facilities, Properties, Manutenção Predial e Qualidade. Benchmarking de iniciativa própria em alguns processos como: Certificação LEED (Core and Shell, new construction e EB O&M) e Processo Aqua. Conquista do primeiro certificado LEED EB O&M Gold do Rio de Janeiro e terceiro do Brasil com 66 pontos. Consultora da rede IES BRASIL. Associada no Instituto de Excelência em Serviços. Treinamento e Desenvolvimento profissional. Socialização da expertise disseminada através da ministração de cursos de aperfeiçoamento profissional para a WGPS Property Management e atividades de consultoria. CHRISTIANE DURANTE
  14. 14. Equipe de Gestão Engenheiro mecânico, com MBA em Gerenciamento de Projetos pela FGV, com 29 anos de experiência na elaboração e supervisão de projetos básicos e de detalhamento de instrumentação, implantação, montagem e comissionamento de sistemas de automação (SDCD, SCADA, PLC) associados a empreendimentos nas áreas de petróleo, petroquímica, mineração e geração de energia. LUIZ CARLOS NERY
  15. 15. Equipe de Gestão Know how nas áreas de Administração Predial, Facilities, Utilities, Segurança Patrimonial e Real Estate, adquirido no decorrer de oito anos na gestão de escritórios de padrão “Triple A”, com desempenho avaliado mediante consideráveis acordos de níveis de serviços e severos KPI´s. Socialização da expertise disseminada através da ministração de cursos de aperfeiçoamento profissional para a WGPS Property Management e atividades de consultoria em Inspeções Prediais, de acordo com as disposições constantes da NBR 5674, Procedimentos de Manutenção das Edificações. Operou como Coordenador de Manutenção no Centro Empresarial Senado, empreendimento dotado de 189.000 m2 , com quatro torres, divididas em dois edifícios, com população fixa de 10.340 pessoas e flutuante de 3.000, considerado o “Triple A” número um da América Latina, com a Petrobras como monousuário. Atua como Gestor Operacional do Edifício Sede da Petrobras, na Av. Chile, 65, no Centro do Rio de Janeiro. LUIS EVANGELHO
  16. 16. Equipe de Gestão Gestor de Facilities Management, com mais de 10 anos de experiência em Property, Facilities, Utilities e Real Estate. Detentor do Prêmio Condomínio Cidadão pelo SECOVI/RJ, na gestão do Oceanfront Resort, na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, empreendimento dotado de 50.000m2, distribuídos em 11 edifícios. Profissional com expertise difundida no segmento de empreendimentos residenciais de altíssimo padrão, desenvolvida em projetos de implantação de grandes complexos, através de incorporadoras como Cyrela Brasil Realty. Graduado em Direito pela Universidade Estácio de Sá e Tecnólogo em Contabilidade, com CRC/RJ. Socialização da expertise disseminada através da ministração de cursos de aperfeiçoamento profissional para a WGPS Property Management. MARCUS VINICIUS OLIVEIRA
  17. 17. Equipe de Gestão Biólogo, MBA em Planejamento e Gestão Ambiental. Experiência em gerenciamento de resíduos sólidos, elaboração e implantação de Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos (PGRS) e áreas operacionais do Meio Ambiente na indústria e no comércio. Gestão de contratos com empresas terceirizadas. Socialização da expertise disseminada através da ministração de cursos de aperfeiçoamento profissional para a WGPS Property Management e atividades de consultoria em sustentabilidade. Responsável pela implantação do sistema de Gerenciamento de Resíduos no Centro Empresarial Senado, empreendimento dotado de 189.000 m2 , com quatro torres, divididas em dois edifícios, com população fixa de 10.340 pessoas e flutuante de 3.000, considerado o “Triple A” número um da América Latina, com a Petrobras como monousuário. VITOR TAVARES
  18. 18. Equipe de Gestão Coach Executivo e Profissional, especialista em desenvolvimento humano, para líderes e empreendedorismo. MBA Gestão Empresarial. Certificação Practitioner pelo International Association of NLP Institutes (Suiça). Executive & Personal Coaching pelo Behavioral Coaching Institute – BCI. Congressista de eventos. Socialização da expertise disseminada através da ministração de cursos de aperfeiçoamento profissional para a WGPS Property Management e atividades de consultoria. WALLACE FIRMO
  19. 19. Diretoria
  20. 20. Diretoria Operacional Conhecimentos adquiridos nas áreas de Operação Predial, Facilities e Real Estate, acumulados ao longo de dezesseis anos e desenvolvidos na gestão, de escritórios de padrão “Triple A”, shoppings centers e empreendimentos residenciais multifamiliares, com performance avaliada através de agressivos acordos de níveis de serviços. Socialização da expertise disseminada através da realização de cursos de extensão, seminários e palestras, voltados à profissionais do segmento de Property Management. Após dezesseis anos exercendo atividades em favor de terceiros, instituiu a WGPS World Group Of Private Services, uma empresa voltada a gestão predial. LUIZ CLAUDIO ALMEIDA
  21. 21. Diretoria Property Management Experiência adquirida nas áreas de Property Management, Facilities, Real Estate e Segurança do Trabalho, acumulada ao longo de 20 anos, desenvolvidos na gestão, de escritórios de padrão “Triple A”, construídos com certificação LEED, shoppings centers, com performance avaliada através de agressivos acordos de níveis de serviços. Reconhecida na edição 151 da Revista Infra e destacada como Personagem do Mundo Empresarial de Facilities e Real Estate. Socialização da expertise disseminada através de publicações em portais de projetos educacionais, sites de referência nacional no segmento de Facilities Management, compartilhando, ainda, a vivência neste mercado mediante a difusão de artigos em revistas do ramo. MAYB FERREIRA
  22. 22. Serviços de Consultoria
  23. 23. Sumário  Diagnóstico das Instalações Prediais.  Avaliação e Classificação de Riscos nas Instalações Prediais.  Inspeções Prediais.  Auditoria Fiscal, Financeira, Contábil, Trabalhista, Civil, Criminal e Ambiental nos sistemas de gestão dos empreendimentos.  Implantação, Desenvolvimento e Monitoramento de empreendimentos.  Facilities Coach Services.
  24. 24. É inviável sob o ponto de vista econômico e inaceitável sob o ponto de vista ambiental considerar as edificações como produtos descartáveis, passíveis da simples substituição por novas construções quando seu desempenho atinge níveis inferiores ao exigido pelos seus usuários. Isto exige que a equipe da WGPS tenha em conta que a manutenção das edificações existentes, e mesmo as novas construídas, tão logo colocadas em uso, integram o estoque de edificações a ser mantido em condições adequadas para atender as exigências dos nossos clientes. Diagnóstico
  25. 25. A WGPS entende que as edificações são o suporte físico para a realização direta ou indireta de todas atividades produtivas, e possuem, portanto, um valor social fundamental. Todavia, apresentam uma característica que as diferencia de outros produtos: elas são construídas para atender seus usuários durante muitos anos, e ao longo deste tempo de serviço, nos tornamos responsáveis em apresentar condições adequadas ao uso a que se destinam, prevendo ações dos agentes ambientais e de uso que alterem suas propriedades técnicas iniciais. Diagnóstico
  26. 26. As atividades de auditoria e diagnóstico das instalações prediais, realizadas pelas equipes operacionais da WGPS são norteadas por meio da avaliação dos riscos, classificados de acordo com as anomalias e falhas apuradas, as quais podem comprometer a segurança, funcionalidade, operacionalidade, saúde de usuários, conforto, acessibilidade, durabilidade, vida útil, dentre outros parâmetros. Estes riscos classificamos como a seguir: Diagnóstico
  27. 27.  Críticos Provocam danos contra a saúde e segurança das pessoas e do meio ambiente, perda excessiva de desempenho e funcionalidade causando possíveis paralisações, aumento excessivo dos custos de manutenção e comprometimento sensível de vida útil.  Médios Provocam a perda parcial de desempenho e funcionalidade da edificação sem prejuízo à operação direta de sistemas, e deterioração precoce.  Mínimos Causam pequenos prejuízos à estética ou atividade programável e planejada, sem incidência ou sem a probabilidade de ocorrência dos riscos críticos e regulares, além de baixo ou nenhum comprometimento do valor imobiliário. Avaliação dos Níveis de Risco
  28. 28. As prioridades apontadas pela equipe operacional da WGPS são dispostas em ordem decrescente quanto ao grau de risco e intensidade das anomalias e falhas apuradas. Baseamos a mensuração das diretrizes técnicas na classificação das deficiências constatadas, no que tange: ao estado de manutenção geral da edificação; das condições de uso; de não conformidades que venham a comprometer a integridade, a segurança e a saúde dos usuários; do surgimento de situações de grau de risco crítico eminente, dentre outros. Classificação dos Níveis de Risco
  29. 29. A manutenção de edificações é um tema cuja importância tem crescido, superando, gradualmente, a cultura de se pensar o processo de construção limitado até o momento quando a edificação é entregue e entra em uso. As atividades de inspeção predial realizadas pelas equipes operacionais da WGPS baseiam-se na análise dos riscos oferecidos aos usuários, ao meio ambiente e ao patrimônio, diante das condições técnicas, de uso, operação e manutenção da edificação, bem como da natureza da exposição ambiental. Inspeção Predial
  30. 30. As averiguações que executamos são realizadas de acordo com as disposições constantes da NBR 5674, Procedimentos de Manutenção das Edificações, item 3.3, que se refere à avaliação do estado da edificação e de suas partes constituintes, realizada para orientar atividades de conservação. A análise dos riscos que classificamos, consiste na categorização das anomalias e falhas identificadas nos diversos componentes da edificação quanto ao seu grau de risco relacionado com fatores de manutenção, depreciação, saúde, segurança, funcionalidade, comprometimento de vida útil e perda de desempenho. Critérios da Inspeção Predial
  31. 31. Identificamos anomalias e falhas que constituem na verificação de não conformidades que impactem na perda precoce do desempenho real ou futuro dos elementos e sistemas construtivos, e na redução de sua vida útil projetada. Critérios da Inspeção Predial
  32. 32. As atividades de auditoria executadas pela WGPS consistem em identificar, orientar e elaborar relatórios e planos de ação para o cumprimento de todos os requisitos e procedimentos legais concernentes às edificações. Apresentando e implementando mecanismos que possibilitem o registro, atualização e armazenamento de todas as documentações pertinentes a cada empreendimento auditado, garantindo o atendimento às normativas e evitando, assim, passivos de ordem fiscal, trabalhista, ambiental, civil e criminal. Auditoria
  33. 33. Cases Auditoria, Diagnóstico e Inspeção Predial
  34. 34. Cases de Gestão do Colegiado Residencial Les Palais Botafogo - RJ Avaliação sistêmica das instalações prediais das áreas comuns do empreendimento. Os itens da inspeção predial abrangiam os sistemas construtivos, seus elementos, conformidade com as normas regulamentadoras vigentes, certificações, laudos, cronogramas, licenças operacionais, dentre os que seguem:
  35. 35. Cases de Gestão do Colegiado Residencial Les Palais Botafogo - RJ
  36. 36. As atividades realizadas pela equipe de gestão da WGPS consistem na implantação, desenvolvimento e monitoramento de todas as atribuições relacionadas à gestão administrativa, financeira, operacional e de recursos humanos, dos empreendimentos, dentre as que seguem: Implantação, Desenvolvimento e Monitoramento
  37. 37.  Atendimento a usuários.  Realização de processos seletivos destinados à contratação das equipes operacionais e administrativas.  Realização de processos licitatórios destinados à todos os contratos de prestação de serviços de mão-de-obra residente e não residente.  Responsabilidade quanto a performance das empresas contratadas, mediante acordos de níveis de serviços, firmados em contrato, e monitorados através de ferramentas de gestão, padronizadas e instituídas de acordo com as especificidades de cada empreendimento. Implantação, Desenvolvimento e Monitoramento
  38. 38.  Responsabilidade de implantar, desenvolver e monitorar as normas e procedimentos administrativos, operacionais e financeiros, padronizados e instituídos de acordo com as especificidades de cada empreendimento.  Responsabilidade em treinar, acompanhar e monitorar, constantemente, os recursos humanos, prestadores de serviços de mão-de-obra residente e não residente, objetivando manter os padrões de qualidade e modus operandi, instituído no modelo de gestão. Implantação, Desenvolvimento e Monitoramento
  39. 39. Cases Implantação, Desenvolvimento e Monitoramento
  40. 40. Cases de Gestão do Colegiado Centro Empresarial Senado Centro Empresarial Senado Av. Henrique Valadares, 28 Centro – Rio de Janeiro Principais Características: Empreendimento dotado de 189.000 m2 com quatro torres divididas em dois edifícios com população fixa de 10.340 pessoas e flutuante de 3.000, considerado o “Triple A” número um da América Latina, com a Petrobras como monousuário.
  41. 41. Cases de Gestão do Colegiado Centro Empresarial Senado As atividades de Facilities desenvolvidas consistiam nos processos de planejamento, startup e operacionalização dos contratos de mão-de-obra terceirizada residente e não residente das áreas privativas e comuns, de acordo com as disposições constantes no Decreto 2745 de 24/08/1998, dadas as especificidades da Locatária do empreendimento, dentre eles: limpeza e conservação predial, jardinagem e paisagismo, serviços de copeiragem, mensageria, apoio logístico, transporte de passageiros (vans), higienização de carpetes, controle de pragas, limpeza de fachadas, ascensoristas, chaveiro, limpeza de reservatórios e espelhos d´água, controle de acesso automatizado e sinalização dos estacionamentos de veículos e fornecimento de insumos, totalizando, aproximadamente, 500 colaboradores.
  42. 42. Cases de Gestão do Colegiado Centro Empresarial Senado Concomitantemente ao desdobramento das atividades supramencionadas, a Petrobras ocupava dois pavimentos, com, aproximadamente 2900m2, cada, por final de semana, com capacidade e infraestrutura adequados a 350 usuários, cada, compreendidos entre staff, gerências setoriais, gerais e executivas, além das equipes de back office. Tanto nos departamentos de Facilities quanto nos de Segurança, Meio Ambiente e Saúde , durante as obras e após a ocupação de cada pavimento, eram exercidas atividades de planejamento, gestão, operação, fiscalização e controle, mensurados através de agressivos SLA´s e complexos KPI´s.
  43. 43. Cases de Gestão do Colegiado Centro Empresarial Senado A fim de garantir o cumprimento dos acordos de níveis de serviços contratados, idealizou-se um projeto denominado Estratégias Simples para SLA´s Agressivos, que premiava a performance dos funcionários de acordo com os resultados atingidos pela equipes. A mão de obra de limpeza, por exemplo, que abrangia a maior força de trabalho através de uma parceria com a terceirizada e alguns fornecedores de produtos descartáveis de higiene, recebia incentivos que eram desde convites a shows, eletrodomésticos, a viagens com a família, dentre outros.
  44. 44. Cases de Gestão do Colegiado Centro Empresarial Senado Além do estímulo às equipes terceirizadas, os fiscais de campo também recebem premiações mensais de acordo com as avaliações das suas áreas de atuação. Estes investimentos foram facilmente diluídos considerando as glosas mensais, decorrentes do descumprimento dos SLAs contratados.
  45. 45. Cases de Gestão do Colegiado Iniciativa reconhecida pela Revista Infra e publicada na edição 161. http://www.revistainfra.com.br/portal/Textos/?Destaques/14389/Indicadores-e-SLAs-
  46. 46. Centro de Serviços Compartilhados da Vale S.A Av. das Américas, 700 Barra da Tijuca – Rio de Janeiro Principais Características: Empreendimento com conceito open space, constituído por 10550m2, com população fixa de 1500 usuários e flutuante de 2000, dotado de 1512 estações de trabalho, parque com 152 equipamentos, 32 salas de reunião, 01 sala de descompressão, auditório para 350 pessoas, máquinas de bebidas quentes, refeitórios, área de convivência, cafeterias, centro médico e 02 elevadores. Cases de Gestão do Colegiado
  47. 47. Centro de Serviços Compartilhados da Vale S.A As atividades contemplavam a gestão, operação, fiscalização e controle dos contratos de mão-de-obra residente e não residente de: manutenção predial, obras, limpeza e conservação, jardinagem e paisagismo, recepção, quiosque de serviços, copeiragem, projeção e sonorização, manutenção de elevadores, controle de pragas, limpeza externa e interna de dutos de ar condicionado, medição da qualidade do ar, potabilidade da água, manutenção de máquinas de bebidas quentes, suprimento de insumos, manutenção de bebedouros, manutenção de geradores, manutenção de sistemas de ar condicionado, manutenção de sistemas de automação, serviços de chaveiro, dentre outros. Cases de Gestão do Colegiado
  48. 48. Reiterando o que abordamos anteriormente, a WGPS acredita que, apesar das diversas disciplinas envolvidas na rotina da administração de Property e Facilities, as áreas e os profissionais, devem possuir uma gama de conhecimentos que são estratégicos no seu dia a dia. A missão do Facilities Coach Services é de auxiliar os profissionais a tornarem-se mais capazes e eficientes em seu ambiente de negócios. Facilities Coach Services
  49. 49. Cross-Cultural Facilities Coaching A colaboração além das fronteiras tem se tornado uma habilidade indispensável ao gestor de facilidades. Compartilhar problemas, interagir com colegas e parceiros de negócios, criam oportunidades que proporcionam melhorias nos processos, trazendo resultados e o aperfeiçoamento, constante, no desempenho das equipes. Facilities Coach Services Lidar com as diversidades de equipes (através de valores partilhados), encontrar novas perspectivas, aprender diferentes técnicas de resolução de problemas e conflitos, dentre outros, são alguns dos benefícios, apenas neste módulo do Facilities Coach Services.
  50. 50. Gerenciamento de Serviços
  51. 51. Gerimos propriedades através da conexão de técnicas de gestão e versatilidade com eficiente emprego dos recursos, no intuito de reduzir a variabilidade nos processos de trabalho, proporcionando melhorias contínuas no desempenho, sem prejuízo à flexibilidade e, sempre, suportando necessidades específicas, obtendo, assim, o aperfeiçoamento constante na qualidade da prestação de serviços. Para WGPS, a Administração de Propriedades é um segmento que pertence a gestão estratégica das organizações que permite às empresas direcionarem cada vez mais esforços ao seu core business. Property Management
  52. 52. A WGPS oferta pacotes com serviços completos para todas as operações prediais em um modelo multifuncional, tornando-se responsável por todos os serviços de apoio ao cliente e pelas atividades de suporte e infraestrutura. Property Management
  53. 53. Dentre as atribuições mais frequentes, temos o seguinte escopo:  Definição do cardápio de serviços personalizados.  Centralização de solicitações e demandas dos usuários.  Acionamento de equipes especialistas para atender demandas específicas.  Gestão dos processos de atendimento em cada uma de suas etapas.  Avaliação da satisfação dos usuários.  Gestão de contratos.  Manutenção dos custos operacionais sob controle. Property Management
  54. 54. Gestão de equipes especializadas em infraestrutura. Gestão das documentações Legais, Normas e Certificações. Gestão de locatários. Gestão dos sistemas automatizados. Gestão de utilities. Gestão de espaços. Gestão da Portaria (controle de acesso), Seguranças, Mensageria (correspondência e malote). Gestão de resíduos. Gestão das águas. Gestão de parking e transporte (frota de automóveis e ônibus). Gestão das obras e reformas. Gestão de limpeza e conservação. Property Management
  55. 55. Cases Gerenciamento de Serviços
  56. 56. Cases de Gestão do Colegiado Projeto Facilities Com Austeridade “Ser diligente como nunca em custos”, foi o desafio anunciado pelo presidente da Vale, Murilo Ferreira, aos empregados da empresa, em 2012. O contraponto de uma gestão austera é a conduta diplomática. Mobilizar pessoas para que cada uma contribua para os bons resultados da gestão foi a nossa principal meta. Adotamos medidas que possibilitaram uma redução no consumo de água e energia, o que proporcionou uma diminuição de mais de 25% dos valores praticados.
  57. 57. Cases de Gestão do Colegiado Projeto Facilities Com Austeridade Ações simples e eficientes, como substituir lâmpadas comuns por outras de menor consumo, readequar a localização de luminárias, apagar as luzes mais cedo, aumentar um grau no setpoint do sistema de climatização e reduzir o fluxo de água nos sanitários, trouxeram excelentes ganhos.
  58. 58. Cases de Gestão do Colegiado Iniciativa reconhecida pela Revista Infra e publicada na edição especial Esquadrão Verde. http://www.revistainfra.com.br/portal/Textos/?Entrevistas/13262/Esquadr%C3%A3o-verde-
  59. 59. Cases de Gestão do Colegiado Projeto Pessoas o Foco para Qualidade na Prestação de Serviços Para a WGPS, o segmento de prestação de serviços de Facilities possui três bases: Clientes, Pessoas e Resultados e estas colunas possuem um elemento estrutural que é o catalisador entre os outros, que são as pessoas. A aplicação de metodologias que proporcionaram uma relação de lealdade e empatia entre os gestores e suas equipes e vice-versa, no contrato da empresa IMC Saste, prestadora de serviços de manutenção para o Edifício Sede da Petrobras, proporcionou uma conexão que agregada a interdependência e cumplicidade entre os grupos de trabalho, culminou na unificação de objetivos, tornando possível o alcance de metas e sucesso nos resultados. Métricas estas que eram avaliadas por acordos de níveis de serviços que após a instituição deste projeto, elevaram o percentual mensal de desempenho de 63% para 80%, em 60 dias.
  60. 60. Cases de Gestão do Colegiado Este projeto foi reconhecido pelo Sindipetro - RJ. “O Sindipetro-RJ e os trabalhadores consideram que a mudança na gestão da IMC, com a entrada de uma administradora com foco em gestão de pessoas é um avanço nas relações trabalhistas” http://fnpetroleiros.org.br/?p=7011
  61. 61. Cases de Gestão do Colegiado Projeto Customização e Eficiência Condominial Associação de Condôminos do Novo Leblon Empreendimento constituído por oito edifícios, parque aquático, academia, bares e restaurantes, duas escolas, igrejas, três bosques, areal, marina, quadras de tênis e polivalentes, fazendinha, quatro centros comerciais, agências bancárias, um clube, contando com serviços de transporte, além de três balsas que fazem a travessia do condomínio para a orla. Sendo este complexo, uma cidade no centro da Barra da Tijuca.
  62. 62. Cases de Gestão do Colegiado Projeto Eficiência Condominial Associação de Condôminos do Novo Leblon Desenvolvimento do modelo de Autogestão Condominial para a administração do Novo Leblon, que ao longo de 28 anos é conduzido com absoluto sucesso. Autogestão consiste na manipulação dos recursos financeiros dos condomínios, mediante o direcionamento e aprovação prévios do Síndico e Conselho Fiscal (representantes eleitos pelos moradores). As receitas arrecadadas são depositadas em uma conta corrente do condomínio e o pagamento das despesas efetuado através de um aplicativo do respectivo banco, via web.
  63. 63. Gestão Sustentável
  64. 64. Customização de Insumos A obrigatoriedade da existência de sanitários e vestiários coletivos, imposta pela legislação vigente, bem como a respectiva necessidade de fornecimento e abastecimento periódico de materiais para estes locais contribuíram para que os condomínios, clubes, escolas, restaurantes, igrejas, estabelecimentos comerciais, dentre outros, incluíssem em seus custos de manutenção, despesas com aquisição de insumos específicos para estas áreas. Para tanto, alcançar o menor preço possível, adquirir produtos de qualidade e prazos de entrega satisfatórios, tornou-se um grande desafio para os gestores da WGPS. Customização e Eficiência Predial
  65. 65. Customização de Insumos No intuito de customizar estas despesas, otimizando prazos de entrega e desprendendo seus clientes de processos logísticos, a WGPS instituiu um projeto inovador para fornecimento e suprimento destes itens. Customização e Eficiência Predial
  66. 66. Jogar Dinheiro no Lixo? De acordo com a edição do Planeta Sustentável da Editora Abril (http://planetasustentavel.abril.com.br/noticia/lixo/reduzir- reutilizar-reciclar-495966.shtml), uma pessoa produz, em média, 1,5 kg de lixo por dia. No intuito de obter-se um melhor aproveitamento da totalidade dos resíduos gerados, a WGPS, propõem a seus clientes, um projeto de Coleta Seletiva, que visa através do exercício da cidadania, uma contribuição para a redução da poluição do solo, da água e do ar, proporcionando melhorias na qualidade de vida, além da geração de empregos, resultando em receitas para os empreendimentos, adequando-os ao perfil eco eficiente. Customização e Eficiência Predial
  67. 67. Eficiência Energética Há amplas evidências que sugerem que o clima e outros processos do sistema da Terra estão sendo alteradas pela atividade humana. As mudanças mais facilmente reconhecidas incluem um aumento da temperatura global e do nível do mar, e a acidificação dos oceanos, todos associados com aumento de emissões de gases de efeito estufa. A WGPS atuando no desenvolvimento de estratégias de Eficiência Energética, entende ser esta uma das maneiras mais rápidas e mais custo-eficazes de redução dessas emissões e para combater as mudanças climáticas. A exemplo da Iluminação que representa cerca de 19% do consumo mundial de eletricidade, economias significativas são possíveis (em média 30%), implantando soluções eficientes. Customização e Eficiência Predial
  68. 68. Governança Hídrica A questão da disponibilidade de água no Brasil é realmente interessante. Dados estatísticos mostram que cerca de 70% de toda água do Brasil encontra-se na região Amazônica, ocupada por apenas 7% da população do país. Comparando-se, a região Sudeste que detém cerca de 42% da população e disponibiliza 6% da água doce brasileira. Por isso, esta desigual distribuição demográfica da água doce acaba ocasionando um estado de stress hídrico em pontos das regiões Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Sul, principalmente junto aos centros urbanos, acarretando até mesmo numa disponibilidade por habitante similar a regiões desérticas. Customização e Eficiência Predial
  69. 69. Governança Hídrica Customização e Eficiência Predial Consumimos, em média, 354 litros de água/dia apenas nos sanitários, considerando dois banhos, três escovações de dentes e três descargas. 354 litros por dia, 2.478 litros por semana, 10.620 litros por mês, 129.210 litros de água por ano. Este número equivale a 177 garrafas PET de 2 litros num único dia. Um adulto de 60 anos, provavelmente já terá usado mais de 6,5 milhões de litros de água, utilizando mais de 2,5 vezes o tamanho de uma piscina olímpica (2.500.000 litros).
  70. 70. Governança Hídrica Customização e Eficiência Predial Gestão da demanda dos recursos hídricos é o foco do projeto da WGPS que visa formular políticas e estratégias de consumo sustentável da água nas edificações. Por meio de um conjunto de ações planejadas, este programa consiste no emprego de metodologias que propiciam o entendimento de Governança Hídrica. A partir deste conceito, criamos indicadores que apresentam, de forma quantitativa e qualitativa, os volumes despendidos, a fim de propiciarmos um senso de utilização e consumo consciente da água.
  71. 71. Gerenciamento de Resíduos Os resíduos provenientes das várias atividades prediais constituem, atualmente, um grande problema ambiental e de saúde pública, ameaçando a vida no planeta com a poluição do solo, da água e do ar, e tornando-se um desafio a ser enfrentado pelos gestores de facilidades. Em linhas gerais, as medidas visando à minimização dos resíduos requerem uma significativa mudança de comportamento, tanto em nível de processo produtivo como de gestão.
  72. 72. Gerenciamento de Resíduos A WGPS entende que a aplicação de um conjunto de ações voltadas para a busca contínua de soluções, considerando as dimensões política, econômica, ambiental, cultural e social, peculiares a cada empreendimento, com controle social e sob a premissa do desenvolvimento sustentável, consiste no verdadeiro sistema de Gerenciamento de Resíduos.
  73. 73. Cases Gestão Sustentável
  74. 74. Cases de Gestão do Colegiado Edifício City Tower Edifício City Tower Rua da Assembleia, 100 Centro – Rio de Janeiro Principais Características: -Torre de escritórios com 30 andares -Ano de Construção: 1983 -Área Construída: 25.553,29m² -Área Útil: 18.726,71m² -Área Útil Comum: 6.826,58 m²
  75. 75. Cases de Gestão do Colegiado Edifício City Tower
  76. 76. Cases de Gestão do Colegiado Edifício City Tower
  77. 77. Cases de Gestão do Colegiado Edifício City Tower Números Expressivos
  78. 78. Cases de Gestão do Colegiado Ações de Inovação Ambiental Edifício City Tower Números Expressivos
  79. 79. Cases de Gestão do Colegiado Ações de Inovação Ambiental Edifício City Tower Números Expressivos
  80. 80. Cases de Gestão do Colegiado Edifício City Tower Iniciativa Premiada
  81. 81. Cases de Gestão do Colegiado Edifício City Tower Iniciativa Premiada
  82. 82. Cases de Gestão do Colegiado Ações de Inovação Ambiental Edifício City Tower Iniciativa Premiada
  83. 83. Cases de Gestão do Colegiado Projeto Governança Hídrica Museu de Arte de São Paulo - Assis Chateaubriand (MASP) O projeto piloto teve início em 2013 no Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand (MASP). Após um mês de instalação das tecnologias economizadoras, verificou-se uma redução de 41,3% no consumo de água. O museu, que recebe cerca de duas mil pessoas por dia, utilizava em média 1.700 m³ de água ao mês, passando para 998m³. No período de um ano, o MASP terá economizado 8.424 m³, o equivalente a 3,3 piscinas olímpicas.
  84. 84. Cases de Gestão do Colegiado Gerenciamento de Resíduos Centro Empresarial Senado Av. Henrique Valadares, 28 Centro – Rio de Janeiro Principais Características: Empreendimento dotado de 189.000 m2 com quatro torres divididas em dois edifícios com população fixa de 10.340 pessoas e flutuante de 3.000, considerado o “Triple A” número um da América Latina, com a Petrobras como monousuário.
  85. 85. Cases de Gestão do Colegiado Gerenciamento de Resíduos Com a implantação do sistema de gerenciamento (2013) foi possível observar a crescente redução da quantidade de resíduos que não estavam sendo reciclados e um aumento do papel/papelão, que tem como destino final a reciclagem. Mesmo com o aumento de 19% entre os meses de agosto e setembro, conseguimos observar a redução de 2% dos resíduos não recicláveis e aumento de 745% dos resíduos recicláveis.
  86. 86. Cases de Gestão do Colegiado Gerenciamento de Resíduos De setembro para outubro tivemos um aumento de 100% na geração de resíduos, sendo 100% de aumento nos resíduos não recicláveis e 75% nos resíduos recicláveis. Desse período até dezembro (fim do estudo), foi realizada uma grande obra no empreendimento, sendo este fato o responsável pelo grande aumento da geração.
  87. 87. Cases de Gestão do Colegiado Gerenciamento de Resíduos De outubro para novembro tivemos a redução de 14% na geração de resíduos não recicláveis e um aumento de 11% nos resíduos recicláveis. De novembro para dezembro tivemos uma redução de 5% na geração de resíduos não recicláveis e um aumento de 5% nos resíduos recicláveis.
  88. 88. Aperfeiçoamento Profissional
  89. 89. Cursos Livres Os Cursos Livres da WGPS têm como foco aprofundar o conhecimento dos profissionais, abordando os aspectos mais complexos relacionados às operações do dia a dia e ao desenvolvimento de estratégias e metodologias de administração específicos, produzindo eficácia nas tarefas executadas, proporcionando excelência operacional, melhorias nos processos e customização das despesas. *Lei nº 9.394/96 Diretrizes e Bases da Educação Nacional, modalidade de Educação Profissional.
  90. 90. Cursos Livres Elaborados e ministrados por gestores que atuam no segmento, as ementas e conteúdos programáticos são compartilhados por meio de vivência no mercado, socialização de expertises e, principalmente, casos concretos. A conexão entre técnicas de gestão, versatilidade e a utilização de fatos do dia a dia, tem por objetivo reduzir a variabilidade nos processos de trabalho, proporcionando melhorias contínuas no desempenho, sem prejuízo à flexibilidade e, sempre, suportando necessidades específicas, obtendo, assim, o aperfeiçoamento constante na qualidade da prestação de serviços.
  91. 91. Cursos Livres - Ementa
  92. 92. 1.Conceitos e Práticas 1.1.- Definições 1.2.-História da Gestão de Facilidades 1.3.-Desenvolvimento do Gerenciamento de Facilidades 1.4.-Missão e Responsabilidade do Gestor de Facilidades 1.5.-Organograma do Gerenciamento de Facilidades 1.6.-Áreas de Atuação e Especialização 2.Os Serviços de Facilidades 2.1.-Conceito 2.2.-Administração de Empreendimentos 2.3.-Relacionamento com Clientes 2.4.-Relacionamento com Fornecedores 2.5.-Sistemas de Gerenciamento de Facilidades 2.6.-Planejamento e Controle Gestão de Facilidades
  93. 93. 3.Gestão Estratégica 3.1.-Gerenciamento de Informações Influências Externas e Internas 3.2.-Compras de Bens e Serviços (Suprimentos) 3.3.-Estabelecimento de Objetivos e Metas (Situação Atual e Situação Desejada) 3.4.-Administração da Qualidade - Custo da Administração X Custo de Falhas 3.5.-Terceirização Estratégica 3.6.-Relatórios Gerenciais 3.7.-Legislação 4. Gestão de Contratos 4.1.-Definições e Escopos 4.2.-Licitações 4.3.-Estabelecimento de Objetivos e Metas (Planos de Trabalho e Dimensionamento Equipes) 4.4.-Planejamento, Operacionalização e Gestão dos Serviços Contratados 4.5.-Acordos de Níveis de Serviços 4.6.-Análise de Desempenho Gestão de Facilidades
  94. 94. 5.Gestão Financeira 5.1.-Previsão Orçamentária (Budget) 5.2.-Orçado x Realizado 5.3.-Fluxo de Caixa (Contas a Pagar e Receber) 5.4.-Sistemas de Gerenciamento Financeiro 5.5.-Encargos Sociais, Benefícios Trabalhistas e Tributos 6. Gestão Operacional 6.1.-Gestão de Pessoas 6.2.-Gestão de Processos 6.3.-Elaboração do Plano de Contingências 6.4.-Segurança do Trabalho 6.5.-Segurança Patrimonial 6.6.-Orientações de Projetos e Ações Para a Satisfação dos Usuários Gestão de Facilidades
  95. 95. 1.Conceitos e Práticas 1.1.-Definições 1.2.-Missão da Manutenção 1.3.-Missão e Responsabilidade do Gestor de Manutenção 1.4.-Tipos de Manutenção 2.Manutenção na Gestão Predial 2.1.-Manutenção como Investimento 2.2.-Manutenção Centrada em Confiabilidade 2.3.-Estrutura Organizacional 2.4.-Relacionamento com Clientes 2.4.-Relacionamento com Fornecedores 2.6.-Sistemas de Gerenciamento 2.7.-Planejamento e Controle de Sistemas de Gerenciamento Gestão de Manutenção
  96. 96. 3. Manutenção Estratégica 3.1.-Gestão de Processos 3.2.-Gerenciamento de Informações Influências Externas e Internas 3.3.-Compras de Bens e Serviços (Suprimentos) 3.4.-Estabelecimento de Objetivos e Metas (Situação Atual e Situação Desejada) 3.5.-Sistemas de Instalações Prediais 3.6.-Manutenção de Equipamentos Críticos 3.7.-Administração da Qualidade - Custo da Manutenção X Custo de Falhas 3.8.-Gestão e Análise de Falhas 3.9.-Gestão de Utilidades 3.10.-Sistemas de Automação Predial 4. Gestão Operacional 4.1.-Gestão de Pessoas 4.2.-Elaboração do Plano de Contingências 4.3.-Segurança do Trabalho 4.4.-Elaboração de Planos de Trabalho e Dimensionamento de Equipes 4.5.-Orientações de Projetos e Ações Para a Satisfação dos Usuários 4.6.-O Facilities da Manutenção 4.7.-Atividades de Apoio Desenvolvidas pelo Órgão de Manutenção Gestão de Manutenção
  97. 97. Cases Aperfeiçoamento Profissional
  98. 98. Cases de Gestão do Colegiado
  99. 99. Cases de Gestão do Colegiado
  100. 100. Cases de Gestão do Colegiado
  101. 101. Cases de Gestão do Colegiado
  102. 102. Direitos Autorais
  103. 103. Todos os Direitos Reservados

×