SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 11
Curso de Agregação Pedagogica
          Trabalho sobre Tutoria de Teses



     Avaliação de desempenho dos docentes da
       Universidade Agostinho Neto (UAN)

Autores (Grupo 1, Faculdade de Engenharia):
1. Leonel Mateus
2. António Veloso
3. Zolana João
4. Diamantino Azevedo
5. Francisco Van-Dúnem
6. Zassala Cristóvão
7. Mateus Magalhães
                                               1
Índice
1.Contextualização
2.Problema Cientifico
3.Objecto
4.Hipótese
5.Objectivo Geral
6.Objectivos Específicos
7.Metodologia
8.Tarefas de Investigação
9.Processo de Investigação Cientifica




                                        2
1. Contextualização
• Elevados índices de reprovação dos estudantes na UAN
• Reclamações dos estudantes sobre a metodologia utilizada
  no PDE.




                                                         3
2.Problema Cientifico

A necessidade de estabelecer um procedimento
eficiente e eficaz para avaliar o PDE na
Universidade Agostinho Neto – (UAN).




                                               4
3.Objecto
O objecto de estudo deste trabalho consiste na
elaboração de uma plataforma com
procedimento eficiente e eficaz que permite a
Avaliação dos Recursos Humanos da UAN e
o Campo de Acção é a elaboração de um
Modelo de Avaliação Docente.



                                             5
4.Hipótese
Se utilizarmos um modelo de avaliação da
classe docente da Universidade Agostinho
Neto, baseado em desempenho individual em
conjunto com a avaliação de desempenho
organizacional, ajustado às peculiaridades
desta universidade se obterá um Modelo de
Gestão dos Recursos Humanos Eficiente e
Eficaz.
                                        6
5.Objectivo Geral

Desenhar um Modelo de Gestão de
Desempenho por Competências dos
Docentes da Universidade Agostinho Neto
– UAN.



                  7
6. Objectivos Especificos
•Contribuir para a melhoria da gestão e do desempenho dos docentes das
unidades orgânicas da UAN;
•Promover a eficiência e eficácia na docência;
•Desenvolver uma cultura de gestão orientada para resultados com base em
objectivos previamente estabelecidos, promovendo também o trabalho em
equipa;
•Identificar as necessidades de formação e desenvolvimento profissional.
•Reconhecer o mérito, assegurando a diferenciação e valorização dos níveis de
desempenho.
•Contribuir na correcção dos desajustamentos decorrentes dos métodos empíricos
de avaliação dos recursos humanos.
•Alertar a sociedade sobre os perigos da formação de novos quadros sem
parâmetros universais que definam os níveis da qualidade do produto acabado.
•Criar mecanismos que estimulem à prática do processo docente e educativo.



                                     8
7.Metodologia
•Método dedutivo
•Método indutivo
•Método genético
•Método dialéctico
•Observação participante
•Entrevistas e questionários
•Tradicionais: métodos empíricos e métodos teóricos
•Inquéritos




                          9
8.Tarefas de Investigação
1.   Estudo para definição do problema e dos objetivos
2.   Revisão bibliográfica sobre o tema de investigação.
3.   Estudo sobre conceitos teóricos
4.   Pesquisa de Campo (levantamento e análise de dados)
5.   Implementação do Modelo de Avaliação
6.   Teste e validação do Modelo de Avaliação
7.   Discussão dos Resultados.




                                                           10
9.Duração do Processo de
Investigação Cientifica (12 Meses)

• Identificação dos métodos e técnicas de investigação: 2
  Semanas
• Estruturar o trabalho: 2 Semanas
• Pesquisa bibliográfica: 3 Meses
• Desenvolvimento experimental: 5 Meses
• Escritura do TFC: 2 meses
• Apresentação de defesa: 1 Mês

                                                            11

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Avaliação de desempenho docentes UAN

"A nova sala de aula", por Gustavo Hoffmann - UNIPAC
"A nova sala de aula", por Gustavo Hoffmann - UNIPAC"A nova sala de aula", por Gustavo Hoffmann - UNIPAC
"A nova sala de aula", por Gustavo Hoffmann - UNIPACDesafios da Educação
 
Integracao do modelo_de_auto-avaliacao_na_escola.agrupamento
Integracao do modelo_de_auto-avaliacao_na_escola.agrupamentoIntegracao do modelo_de_auto-avaliacao_na_escola.agrupamento
Integracao do modelo_de_auto-avaliacao_na_escola.agrupamentorosamfsilvabiblio
 
Projeto, Sequencia didática e Plano de Aula.pdf
Projeto, Sequencia didática e Plano de Aula.pdfProjeto, Sequencia didática e Plano de Aula.pdf
Projeto, Sequencia didática e Plano de Aula.pdfSIRLENEMOTAPINHEIROD
 
An2B da oficina de formação
An2B da oficina de formaçãoAn2B da oficina de formação
An2B da oficina de formaçãogoretebranco
 
Workshop Auto AvaliaçãO Be
Workshop   Auto AvaliaçãO   BeWorkshop   Auto AvaliaçãO   Be
Workshop Auto AvaliaçãO Bealcinasousa
 
Proposta de inovação no ensino da seleção de material bibliográfico em biblio...
Proposta de inovação no ensino da seleção de material bibliográfico em biblio...Proposta de inovação no ensino da seleção de material bibliográfico em biblio...
Proposta de inovação no ensino da seleção de material bibliográfico em biblio...Leticia Strehl
 
Plano de ensino 2016 adm da produção e operações 1
Plano de ensino 2016 adm da produção e operações 1Plano de ensino 2016 adm da produção e operações 1
Plano de ensino 2016 adm da produção e operações 1Cristiano Ferreira Cesarino
 
Mabe -problematicas_e_conceitos_implicados_novo
Mabe  -problematicas_e_conceitos_implicados_novoMabe  -problematicas_e_conceitos_implicados_novo
Mabe -problematicas_e_conceitos_implicados_novocandidamatos
 
Mabe -problematicas_e_conceitos_implicados_novo
Mabe  -problematicas_e_conceitos_implicados_novoMabe  -problematicas_e_conceitos_implicados_novo
Mabe -problematicas_e_conceitos_implicados_novocandidamatos
 
Grupo de Referencia Pirassununga
Grupo de Referencia PirassunungaGrupo de Referencia Pirassununga
Grupo de Referencia Pirassunungacamilaperez25
 
O Relatório Científico como suporte e instrumento de divulgação e difusão de ...
O Relatório Científico como suporte e instrumento de divulgação e difusão de ...O Relatório Científico como suporte e instrumento de divulgação e difusão de ...
O Relatório Científico como suporte e instrumento de divulgação e difusão de ...Anabela Mesquita
 
Avaliaã§ã£o em matemã¡tica
Avaliaã§ã£o em matemã¡ticaAvaliaã§ã£o em matemã¡tica
Avaliaã§ã£o em matemã¡ticacelular12
 
Formação de investigadores para uso do MENDELEY: um relato de experiência na ...
Formação de investigadores para uso do MENDELEY: um relato de experiência na ...Formação de investigadores para uso do MENDELEY: um relato de experiência na ...
Formação de investigadores para uso do MENDELEY: um relato de experiência na ...Claudia Machado
 
Relatorio final2008 2009
Relatorio final2008 2009Relatorio final2008 2009
Relatorio final2008 2009Inês Bernardes
 
Maabe problemáticas e conceitos implicados - sessão 2 - trabalho final
Maabe   problemáticas e conceitos implicados - sessão 2 - trabalho finalMaabe   problemáticas e conceitos implicados - sessão 2 - trabalho final
Maabe problemáticas e conceitos implicados - sessão 2 - trabalho finaloliviaqueiroz4
 
PLANO DE ENSINO Disciplina Projeto Integrado I GESTaO.pdf
PLANO DE ENSINO Disciplina Projeto Integrado I  GESTaO.pdfPLANO DE ENSINO Disciplina Projeto Integrado I  GESTaO.pdf
PLANO DE ENSINO Disciplina Projeto Integrado I GESTaO.pdfHELLEN CRISTINA
 
PLANO DE ENSINO Disciplina Projeto Integrado I GESTaO.pdf
PLANO DE ENSINO Disciplina Projeto Integrado I  GESTaO.pdfPLANO DE ENSINO Disciplina Projeto Integrado I  GESTaO.pdf
PLANO DE ENSINO Disciplina Projeto Integrado I GESTaO.pdfHELLEN CRISTINA
 

Semelhante a Avaliação de desempenho docentes UAN (20)

"A nova sala de aula", por Gustavo Hoffmann - UNIPAC
"A nova sala de aula", por Gustavo Hoffmann - UNIPAC"A nova sala de aula", por Gustavo Hoffmann - UNIPAC
"A nova sala de aula", por Gustavo Hoffmann - UNIPAC
 
Integracao do modelo_de_auto-avaliacao_na_escola.agrupamento
Integracao do modelo_de_auto-avaliacao_na_escola.agrupamentoIntegracao do modelo_de_auto-avaliacao_na_escola.agrupamento
Integracao do modelo_de_auto-avaliacao_na_escola.agrupamento
 
Projeto, Sequencia didática e Plano de Aula.pdf
Projeto, Sequencia didática e Plano de Aula.pdfProjeto, Sequencia didática e Plano de Aula.pdf
Projeto, Sequencia didática e Plano de Aula.pdf
 
An2B da oficina de formação
An2B da oficina de formaçãoAn2B da oficina de formação
An2B da oficina de formação
 
Workshop Auto AvaliaçãO Be
Workshop   Auto AvaliaçãO   BeWorkshop   Auto AvaliaçãO   Be
Workshop Auto AvaliaçãO Be
 
Workshop Auto AvaliaçãO Be
Workshop   Auto AvaliaçãO   BeWorkshop   Auto AvaliaçãO   Be
Workshop Auto AvaliaçãO Be
 
Proposta de inovação no ensino da seleção de material bibliográfico em biblio...
Proposta de inovação no ensino da seleção de material bibliográfico em biblio...Proposta de inovação no ensino da seleção de material bibliográfico em biblio...
Proposta de inovação no ensino da seleção de material bibliográfico em biblio...
 
Plano de ensino 2016 adm da produção e operações 1
Plano de ensino 2016 adm da produção e operações 1Plano de ensino 2016 adm da produção e operações 1
Plano de ensino 2016 adm da produção e operações 1
 
Mabe -problematicas_e_conceitos_implicados_novo
Mabe  -problematicas_e_conceitos_implicados_novoMabe  -problematicas_e_conceitos_implicados_novo
Mabe -problematicas_e_conceitos_implicados_novo
 
Mabe -problematicas_e_conceitos_implicados_novo
Mabe  -problematicas_e_conceitos_implicados_novoMabe  -problematicas_e_conceitos_implicados_novo
Mabe -problematicas_e_conceitos_implicados_novo
 
Grupo de Referencia Pirassununga
Grupo de Referencia PirassunungaGrupo de Referencia Pirassununga
Grupo de Referencia Pirassununga
 
O Relatório Científico como suporte e instrumento de divulgação e difusão de ...
O Relatório Científico como suporte e instrumento de divulgação e difusão de ...O Relatório Científico como suporte e instrumento de divulgação e difusão de ...
O Relatório Científico como suporte e instrumento de divulgação e difusão de ...
 
Avaliaã§ã£o em matemã¡tica
Avaliaã§ã£o em matemã¡ticaAvaliaã§ã£o em matemã¡tica
Avaliaã§ã£o em matemã¡tica
 
Formação de investigadores para uso do MENDELEY: um relato de experiência na ...
Formação de investigadores para uso do MENDELEY: um relato de experiência na ...Formação de investigadores para uso do MENDELEY: um relato de experiência na ...
Formação de investigadores para uso do MENDELEY: um relato de experiência na ...
 
Relatorio final2008 2009
Relatorio final2008 2009Relatorio final2008 2009
Relatorio final2008 2009
 
2ª Tarefa
2ª Tarefa 2ª Tarefa
2ª Tarefa
 
322e69d080
322e69d080322e69d080
322e69d080
 
Maabe problemáticas e conceitos implicados - sessão 2 - trabalho final
Maabe   problemáticas e conceitos implicados - sessão 2 - trabalho finalMaabe   problemáticas e conceitos implicados - sessão 2 - trabalho final
Maabe problemáticas e conceitos implicados - sessão 2 - trabalho final
 
PLANO DE ENSINO Disciplina Projeto Integrado I GESTaO.pdf
PLANO DE ENSINO Disciplina Projeto Integrado I  GESTaO.pdfPLANO DE ENSINO Disciplina Projeto Integrado I  GESTaO.pdf
PLANO DE ENSINO Disciplina Projeto Integrado I GESTaO.pdf
 
PLANO DE ENSINO Disciplina Projeto Integrado I GESTaO.pdf
PLANO DE ENSINO Disciplina Projeto Integrado I  GESTaO.pdfPLANO DE ENSINO Disciplina Projeto Integrado I  GESTaO.pdf
PLANO DE ENSINO Disciplina Projeto Integrado I GESTaO.pdf
 

Avaliação de desempenho docentes UAN

  • 1. Curso de Agregação Pedagogica Trabalho sobre Tutoria de Teses Avaliação de desempenho dos docentes da Universidade Agostinho Neto (UAN) Autores (Grupo 1, Faculdade de Engenharia): 1. Leonel Mateus 2. António Veloso 3. Zolana João 4. Diamantino Azevedo 5. Francisco Van-Dúnem 6. Zassala Cristóvão 7. Mateus Magalhães 1
  • 2. Índice 1.Contextualização 2.Problema Cientifico 3.Objecto 4.Hipótese 5.Objectivo Geral 6.Objectivos Específicos 7.Metodologia 8.Tarefas de Investigação 9.Processo de Investigação Cientifica 2
  • 3. 1. Contextualização • Elevados índices de reprovação dos estudantes na UAN • Reclamações dos estudantes sobre a metodologia utilizada no PDE. 3
  • 4. 2.Problema Cientifico A necessidade de estabelecer um procedimento eficiente e eficaz para avaliar o PDE na Universidade Agostinho Neto – (UAN). 4
  • 5. 3.Objecto O objecto de estudo deste trabalho consiste na elaboração de uma plataforma com procedimento eficiente e eficaz que permite a Avaliação dos Recursos Humanos da UAN e o Campo de Acção é a elaboração de um Modelo de Avaliação Docente. 5
  • 6. 4.Hipótese Se utilizarmos um modelo de avaliação da classe docente da Universidade Agostinho Neto, baseado em desempenho individual em conjunto com a avaliação de desempenho organizacional, ajustado às peculiaridades desta universidade se obterá um Modelo de Gestão dos Recursos Humanos Eficiente e Eficaz. 6
  • 7. 5.Objectivo Geral Desenhar um Modelo de Gestão de Desempenho por Competências dos Docentes da Universidade Agostinho Neto – UAN. 7
  • 8. 6. Objectivos Especificos •Contribuir para a melhoria da gestão e do desempenho dos docentes das unidades orgânicas da UAN; •Promover a eficiência e eficácia na docência; •Desenvolver uma cultura de gestão orientada para resultados com base em objectivos previamente estabelecidos, promovendo também o trabalho em equipa; •Identificar as necessidades de formação e desenvolvimento profissional. •Reconhecer o mérito, assegurando a diferenciação e valorização dos níveis de desempenho. •Contribuir na correcção dos desajustamentos decorrentes dos métodos empíricos de avaliação dos recursos humanos. •Alertar a sociedade sobre os perigos da formação de novos quadros sem parâmetros universais que definam os níveis da qualidade do produto acabado. •Criar mecanismos que estimulem à prática do processo docente e educativo. 8
  • 9. 7.Metodologia •Método dedutivo •Método indutivo •Método genético •Método dialéctico •Observação participante •Entrevistas e questionários •Tradicionais: métodos empíricos e métodos teóricos •Inquéritos 9
  • 10. 8.Tarefas de Investigação 1. Estudo para definição do problema e dos objetivos 2. Revisão bibliográfica sobre o tema de investigação. 3. Estudo sobre conceitos teóricos 4. Pesquisa de Campo (levantamento e análise de dados) 5. Implementação do Modelo de Avaliação 6. Teste e validação do Modelo de Avaliação 7. Discussão dos Resultados. 10
  • 11. 9.Duração do Processo de Investigação Cientifica (12 Meses) • Identificação dos métodos e técnicas de investigação: 2 Semanas • Estruturar o trabalho: 2 Semanas • Pesquisa bibliográfica: 3 Meses • Desenvolvimento experimental: 5 Meses • Escritura do TFC: 2 meses • Apresentação de defesa: 1 Mês 11