SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 48
Baixar para ler offline
CONTEÚDOS DE LÍNGUA ESPANHOLA
POR BIMESTRE PARA O ENSINO MÉDIO
COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES
DO ESTADO DE PERNAMBUCO
GOVERNADOR DE PERNAMBUCO
João Lyra Neto
SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO E ESPORTES
Ricardo Dantas
SECRETÁRIA EXECUTIVA DE
DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO
Ana Selva
SECRETÁRIO EXECUTIVO DE
GESTÃO DA REDE
João Charamba
SECRETÁRIO EXECUTIVO DE
EDUCAÇÃO PROFISSIONAL
Paulo Dutra
SECRETÁRIA EXECUTIVA DE
PLANEJAMENTO E GESTÃO
Ângela Costa
SECRETÁRIA EXECUTIVA DE
COORDENAÇÃO
Camila Melo
SECRETÁRIA EXECUTIVA DE
ESPORTES
Ana Cavalcanti
CONTEÚDOS DE LÍNGUA ESPANHOLA
POR BIMESTRE PARA O ENSINO MÉDIO
COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES
DO ESTADO DE PERNAMBUCO
Equipe de Elaboração
Rita Fabiana de Lacerda Jota
CONTEÚDOS
1º ANO DO ENSINO MÉDIO - 1º BIMESTRE
Expectativas de Aprendizagem
CAMPOS
OU EIXOS
Escuta de diálogos
autênticos de diferentes
países hispanos.
Escuta de músicas de vários
ritmos musicais para
caracterizar a diversidade
cultural hispana.
Variação linguística de
registro.
Marcas linguísticas e
extralinguísticas
características do texto oral.
Análise de diálogos, tiras
cômicas, letras de músicas,
poemas.
Variação linguística de
registro e dialetal.
Marcas linguísticas
características do texto
escrito.
Efeitos de sentido
decorrentes do uso da
pontuação.
Produção de diálogos
(presentaciones em
diferentes contextos
comunicativos).
Oralização de textos escritos.
Compreender enunciados orais, considerando as especificidades socioculturais da interação, propósito comunicativo, as
características do gênero.
Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pelo uso de recursos linguísticos discursivos em textos orais, compreendendo a
determinação sociocultural dos sentidos a partir da consideração da experiência de mundo do educando.
Inferir informação implícita em textos verbais e em textos não verbais que mobilizem outras.
Reconhecer as características do registro empregados na interlocução.
Reconhecer as marcas discursivas características do Espanhol em suas diferentes variedades e registros.
Perceber as diferenças de sentido acarretadas por diferenças fonéticas entre sons específicos.
Compreender enunciados escritos, considerando as especificidades dos espaços socioculturais e de interação, levando em
conta os interlocutores, o propósito comunicativo, as especificidades do gênero.
Reconhecer no processo de interpretação de um texto informações relevantes.
Perceber marcas discursivas características do Espanhol em suas diferentes variedades e registros.
Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos escritos, considerando os aspectos interculturais neles inscritos.
Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pela mobilização de recursos linguístico-discursivos diversos (lexicais,
morfossintáticos, de pontuação, gráficos, etc.).
Inserir-se, significativamente, em práticas de oralidade que mobilizem tanto os saberes já construídos (sobre seu entorno social,
sua prática de linguagem, língua, etc.) quanto aqueles advindos do contato intercultural com as produções em Espanhol.
Produzir textos orais considerando os elementos da situação discursiva, tais como, por exemplo, interlocutores, propósito
comunicativo, aspectos afetivos, especificidades do gênero e suporte.
Oralizar textos escritos utilizando ritmo e entonação, pausas e intensidade adequadas às situações discursivas.
CONTEÚDOS DE LÍNGUA ESPANHOLA ENSINO MÉDIO
COMPREENSÃO
ESCRITA
PRODUÇÃO
ORAL
COMPREENSÃO
ORAL
Produção de diálogos, e-mails.
Retextualização
(revisão/reescritura) de tiras
cômicas.
Sinais de pontuação e
efeitos de sentido.
O alfabeto.
Formas e usos dos pronom-
bres sujeto, exclamativos e
interrogativos.
Formas e usos dos verbos re-
gulares no presente do
indicativo.
Uso dos verbos ser, estar, tener.
Uso dos artículos e suas fun-
ções no sintagma nominal.
Recursos ortográficos e
efeitos de sentido.
Sinais de pontuação e
efeitos de sentido.
Marcas linguísticas
características do texto
escrito e oral.
Leitura e compreensão de
poemas.
As funções da linguagem no
estudo do texto literário e
não literário.
Inserir-se em práticas de escrita que mobilizem saberes já construídos, propiciando o contato intercultural com as produções em
Espanhol.
Produzir textos, considerando os interlocutores, o gênero discursivo e sua inserção social, o suporte e os propósitos discursivo-
comunicativos.
Identificar os sons do sistema fonético do espanhol em suas variações.
Reconhecer recursos linguístico-discursivos diversos em textos escritos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos etc.).
Reconhecer formas pronominais e verbais em função dos registros e da variação linguística do espanhol.
Identificar as formas de organização discursiva em enunciados afirmativo, interrogativos e negativos.
Identificar as formas de organização discursiva de um determinado gênero atendendo aos propósitos discursivo-comunicativos.
Identificar as formas de organização discursiva em enunciados afirmativo, interrogativos e negativos.
Identificar as variações na forma da organização discursiva de um determinado gênero levando em consideração as variantes de
registro.
Identificar e estabelecer relações entre as variações dialectais e os gêneros discursivos.
Interagir com textos literários ouvidos e lidos.
Apreciar a particularidade da sonoridade de rimas, aliterações e outros recursos linguísticos em textos poéticos da tradição de
expressão em língua espanhola.
Recitar poesias respeitando a entonação, acentuação e pausas dentro da tradição literária de expressão em língua espanhola,
considerando seu efeitos estéticos.
Conhecer e valorizar obras representativas da literatura em espanhol.
PRODUÇÃO
ESCRITA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
LETRAMENTO
LITERÁRIO
CONTEÚDOS
1º ANO DO ENSINO MÉDIO - 2º BIMESTRE
Expectativas de Aprendizagem
CAMPOS
OU EIXOS
Escuta de diálogos
autênticos de diferentes
países hispanos.
Escuta de entrevistas, anún-
cios publicitários, músicas.
Relação entre oralidade e
escrita.
Variação linguística de
registro.
Marcas linguísticas e
extralinguísticas
características do texto oral.
Marcadores discursivos orais.
Análise de entrevistas,
anúncios classificados,
peças teatrais.
Variação linguística de
registro e dialetal.
Marcas linguísticas
características do texto
escrito.
Produção de entrevistas.
Exposição oral (descrição).
Oralização de textos escritos.
Compreender enunciados orais, considerando as especificidades socioculturais da interação, propósito comunicativo, as
características do gênero.
Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pelo uso de recursos linguísticos discursivos em textos orais, compreendendo a
determinação sociocultural dos sentidos a partir da consideração da experiência de mundo do educando.
Inferir informação implícita em textos verbais e em textos não verbais que mobilizem outras.
Reconhecer as características do registro empregados na interlocução.
Reconhecer as marcas discursivas características do Espanhol em suas diferentes variedades e registros.
Perceber as diferenças de sentido acarretadas por diferenças fonéticas entre sons específicos.
Compreender enunciados escritos, considerando as especificidades dos espaços socioculturais e de interação, levando em
conta os interlocutores, o propósito comunicativo, as especificidades do gênero.
Reconhecer no processo de interpretação de um texto informações relevantes.
Perceber marcas discursivas características do Espanhol em suas diferentes variedades e registros.
Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos escritos, considerando os aspectos interculturais neles inscritos.
Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pela mobilização de recursos linguístico-discursivos diversos (lexicais,
morfossintáticos, de pontuação, gráficos, etc.).
Inserir-se, significativamente, em práticas de oralidade que mobilizem tanto os saberes já construídos (sobre seu entorno social,
sua prática de linguagem, língua, etc.) quanto aqueles advindos do contato intercultural com as produções em Espanhol.
Produzir textos orais considerando os elementos da situação discursiva, tais como, por exemplo, interlocutores, propósito
comunicativo, aspectos afetivos, especificidades do gênero e suporte.
Empregar recursos linguísticos discursivos diversos, reconhecendo os efeitos de sentido produzidos por sua utilização em
interações orais.
Oralizar textos escritos utilizando ritmo e entonação, pausas e intensidade adequadas às situações discursivas.
COMPREENSÃO
ORAL
COMPREENSÃO
ESCRITA
PRODUÇÃO
ORAL
Produção de entrevistas,
currículo .
Retextualização
(revisão/reescritura) de
anúncio classificado.
Recursos ortográficos de
efeitos de sentido.
Função do substantivo como
elemento nuclear do
sintagma nominal.
Efeitos de sentido no uso de
palavras heterosemánticas.
Palavras que apresentam
mudança de gênero
(heterogenéricas).
Relações de sentido entre os
substantivos e os adjetivos.
Diferenciação entre o artículo
neutro lo e o artículo definido el.
Uso das contracciones na
construção de enunciados.
Efeitos de sentido das formas
verbais: tener, haber e estar.
Sinais de pontuação e
efeitos de sentido.
Marcas linguísticas
características do texto
escrito e oral.
Inserir-se em práticas de escrita que mobilizem saberes já construídos, propiciando o contato intercultural com as produções em
Espanhol.
Produzir textos, considerando os interlocutores, o gênero discursivo e sua inserção social, o suporte e os propósitos discursivo-
comunicativos.
Produzir textos em decorrência de atividades de Compreensão Oral, Produção Oral e Compreensão Escrita, avaliando os
conhecimentos mobilizados.
Reconhecer recursos linguístico-discursivos diversos em textos escritos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos etc.).
Identificar as formas de organização discursiva em enunciados afirmativo, interrogativos e negativos.
Identificar e refletir sobre formas de organização de enunciados em Espanhol com outras correspondentes em Português.
Identificar e estabelecer relações entre as variações dialectais e os gêneros discursivos.
Identificar as formas de organização discursiva de um determinado gênero atendendo aos propósitos discursivo-comunicativos.
Identificar o uso significativo produzido pela conjugação da linguagem escrita e outras linguagens como cinema, música, etc.
Identificar as formas de organização discursiva de um determinado gênero atendendo aos propósitos discursivo-comunicativos.
Identificar as formas de organização discursiva em enunciados afirmativo, interrogativos e negativos.
Identificar as variações na forma da organização discursiva de um determinado gênero levando em consideração as variantes de registro.
Identificar e estabelecer relações entre as variações dialectais e os gêneros discursivos.
Identificar as variações na forma da organização discursiva entre os gêneros orais e os gêneros escritos.
PRODUÇÃO
ESCRITA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
Leitura e compreensão de
peças teatrais.
As funções da linguagem no
estudo do texto literário e
não literário.
Sinais de pontuação e
efeitos de sentido.
Recursos ortográficos e
efeitos de sentido.
Interagir com textos literários ouvidos e lidos.
Reconhecer características do texto ficcional e do texto poético.
Estabelecer relações contextuais e de intertextualidade entre textos literários.
Relacionar diferentes textos literários com problemáticas contemporâneas.
Conhecer e valorizar obras representativas da literatura em espanhol.
LETRAMENTO
LITERÁRIO
CONTEÚDOS
1º ANO DO ENSINO MÉDIO - 3º BIMESTRE
Expectativas de Aprendizagem
CAMPOS
OU EIXOS
Escuta de músicas, anúncio
publicitário, curta-metragem.
Variação linguística de
registro e dialetal.
Marcas linguísticas e
extralinguísticas
características do texto oral.
Marcadores discursivos.
Compreender enunciados orais, considerando as especificidades socioculturais da interação, propósito comunicativo, as
características do gênero.
Compreender o funcionamento que rege a participação dos interlocutores de uma produção oral, respeitando os intervalos de
fala.
Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pelo uso de recursos linguísticos discursivos em textos orais, compreendendo a
determinação sociocultural dos sentidos a partir da consideração da experiência de mundo do educando.
Reconhecer as marcas discursivas características do Espanhol em suas diferentes variedades e registros.
Reconhecer as características do registro empregados na interlocução.
Perceber as diferenças de sentido acarretadas por diferenças fonéticas entre sons específicos.
Reconhecer o uso significativo de pausas, prolongamentos de sons e demais elementos da linguagem não verbal.
Reconhecer os efeitos de sentido na produzidos pelo uso dos marcadores discursivos em textos orais.
COMPREENSÃO
ORAL
Análise de letra de música, tiras
cômicas, folhetos turísticos,
artigos de jornal ou revista.
Variação linguística de
registro e dialetal.
Marcas linguísticas caracte-
rísticas do texto escrito.
Recursos de coesão e
coerência textual.
Elementos próprios da
linguagem visual.
Produção de anúncio
publicitário, seminário.
Oralização de textos escritos.
Produção de folhetos
turísticos, cartazes ou slides.
Recursos ortográficos de
efeitos de sentido.
Sinais de pontuação e
efeitos de sentido.
Recursos de coesão e
coerência textual.
Compreender enunciados escritos, considerando as especificidades dos espaços socioculturais e de interação, levando em
conta os interlocutores, o propósito comunicativo, as especificidades do gênero.
Reconhecer no processo de interpretação de um texto informações relevantes.
Perceber marcas discursivas características do Espanhol em suas diferentes variedades e registros.
Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos escritos, considerando os aspectos interculturais neles inscritos.
Perceber a coerência em uma produção escrita, observando especialmente os espaços de interação entre os interlocutores, o
propósito comunicativo, as características dos gêneros escritos em seus diferentes registros.
Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pela mobilização de recursos linguístico-discursivos diversos (lexicais,
morfossintáticos, de pontuação, gráficos, etc.).
Inserir-se, significativamente, em práticas de oralidade que mobilizem tanto os saberes já construídos (sobre seu entorno social,
sua prática de linguagem, língua, etc.) quanto aqueles advindos do contato intercultural com as produções em Espanhol.
Produzir textos orais considerando os elementos da situação discursiva, tais como, por exemplo, interlocutores, propósito
comunicativo, aspectos afetivos, especificidades do gênero e suporte.
Oralizar textos escritos utilizando ritmo e entonação, pausas e intensidade adequadas às situações discursivas.
Inserir-se, significativamente, em situações comunicativas reconhecendo suas características e recriando-as no espaço escolar.
Inserir-se em práticas de escrita que mobilizem saberes já construídos, propiciando o contato intercultural com as produções em
Espanhol.
Produzir textos, considerando os interlocutores, o gênero discursivo e sua inserção social, o suporte e os propósitos discursivo-
comunicativos.
Empregar adequadamente recursos de modalização e coesão na produção de textos em Espanhol, considerando seus
propósitos discursivo-comunicativos.
Empregar adequadamente recursos de modalização e coesão na produção de textos em Espanhol, considerando seus
propósitos discursivo-comunicativos.
COMPREENSÃO
ESCRITA
PRODUÇÃO
ORAL
PRODUÇÃO
ESCRITA
Marcas linguísticas
características do texto
escrito e oral.
Leitura e compreensão de
crônicas.
As funções da linguagem no
estudo do texto literário e não
literário.
Efeitosdesentidodaescolha
lexical(conotaçãoedenotação).
Identificar as formas de organização discursiva de um determinado gênero atendendo aos propósitos discursivo-comunicativos.
Identificar as formas de organização discursiva em enunciados afirmativo, interrogativos e negativos.
Identificar as variações na forma da organização discursiva de um determinado gênero levando em consideração as variantes de registro.
Identificar e estabelecer relações entre as variações dialectais e os gêneros discursivos.
Identificar as variações na forma da organização discursiva entre os gêneros orais e os gêneros escritos.
Interagir com textos literários ouvidos e lidos.
Conhecer e valorizar obras representativas da literatura em espanhol.
Reconhecer características do texto ficcional e do texto poético.
Estabelecer relações contextuais e de intertextualidade entre textos literários.
Relações semânticas entre
verbos da língua espanhola e
verbos da língua portuguesa
para a compreensão textual.
Função do adjetivo nos
textos descritivos.
Associações semânticas e
sintáticas entre o verbo
gostar e gustar.
Valor reflexivo e recíproco
dos pronombres personales.
Uso das formas muy e
mucho como indicadores
quantitativos.
Funções dos posesivos e
demonstrativos na
construção dos textos.
Recursos ortográficos e
efeitos de sentido.
Sinais de pontuação e
efeitos de sentido.
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
Reconhecer recursos linguístico-discursivos diversos em textos escritos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos etc.).
Reconhecer formas pronominais e verbais em função dos registros e da variação linguística do espanhol.
Identificar as formas de organização discursiva em enunciados afirmativo, interrogativos e negativos.
LETRAMENTO
LITERÁRIO
CONTEÚDOS
1º ANO DO ENSINO MÉDIO - 4º BIMESTRE
Expectativas de Aprendizagem
CAMPOS
OU EIXOS
Escuta de músicas, trailer de
filme, documentários.
Variação linguística de
registro e dialetal.
Marcas linguísticas e
extralinguísticas
características do texto oral.
Marcadores discursivos.
Análise de notícia, guia ou
folheto informativo, sinopses
de filmes.
Marcas linguísticas
características do texto
escrito.
Recursos de coesão e
coerência textual.
Compreender enunciados orais, considerando as especificidades socioculturais da interação, propósito comunicativo, as
características do gênero.
Compreender o funcionamento que rege a participação dos interlocutores de uma produção oral, respeitando os intervalos de fala.
Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pelo uso de recursos linguísticos discursivos em textos orais, compreendendo a
determinação sociocultural dos sentidos a partir da consideração da experiência de mundo do educando.
Reconhecer as marcas discursivas características do Espanhol em suas diferentes variedades e registros.
Reconhecer as características do registro empregados na interlocução.
Perceber as diferenças de sentido acarretadas por diferenças fonéticas entre sons específicos.
Reconhecer o uso significativo de pausas, prolongamentos de sons e demais elementos da linguagem não verbal.
Reconhecer os efeitos de sentido na produzidos pelo uso dos marcadores discursivos em textos orais.
Reconhecer as especificidades dos gêneros orais.
Compreender enunciados escritos, considerando as especificidades dos espaços socioculturais e de interação, levando em
conta os interlocutores, o propósito comunicativo, as especificidades do gênero.
Reconhecer no processo de interpretação de um texto informações relevantes.
Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos escritos, considerando os aspectos interculturais neles inscritos.
Perceber a coerência em uma produção escrita, observando especialmente os espaços de interação entre os interlocutores, o
propósito comunicativo, as características dos gêneros escritos em seus diferentes registros.
Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pela mobilização de recursos linguístico-discursivos diversos (lexicais,
morfossintáticos, de pontuação, gráficos, etc.).
Inferir o sentido de uma palavra ou expressão.
COMPREENSÃO
ORAL
COMPREENSÃO
ESCRITA
Produção de bilhetes,
resumos, e-mails.
Recursos ortográficos de
efeitos de sentido.
Sinais de pontuação e
efeitos de sentido.
Inserir-se em práticas de escrita que mobilizem saberes já construídos, propiciando o contato intercultural com as produções em
Espanhol.
Produzir textos, considerando os interlocutores, o gênero discursivo e sua inserção social, o suporte e os propósitos discursivo-
comunicativos.
Empregar adequadamente recursos de modalização e coesão na produção de textos em Espanhol, considerando seus
propósitos discursivo-comunicativos.
Empregar recursos linguístico-discursivos diversos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos, etc.), reconhecendo os
efeitos de sentido produzidos por sua utilização.
PRODUÇÃO
ESCRITA
Produção de enquetes.
Oralização de textos escritos.
Inserir-se, significativamente, em práticas de oralidade que mobilizem tanto os saberes já construídos (sobre seu entorno social,
sua prática de linguagem, língua, etc.) quanto aqueles advindos do contato intercultural com as produções em Espanhol.
Reconhecer as relações entre diferentes gêneros considerando suas especificidades: contexto de produção, organização
composicional, gráfica, marcas linguísticas e enunciativas.
Produzir textos orais considerando os elementos da situação discursiva, tais como, por exemplo, interlocutores, propósito
comunicativo, aspectos afetivos, especificidades do gênero e suporte.
Empregar recursos linguísticos discursivos diversos, reconhecendo os efeitos de sentido produzidos por sua utilização em
interações orais.
Empregar recursos linguísticos como os de modalização, trocas de turno, registro e cortesia na produção de textos orais em
Espanhol considerando seus propósitos discursivo-comunicativos e o contato intercultural.
Oralizar textos escritos utilizando ritmo e entonação, pausas e intensidade adequadas às situações discursivas.
Inserir-se, significativamente, em situações comunicativas reconhecendo suas características e recriando-as no espaço escolar.
PRODUÇÃO
ORAL
Marcas linguísticas
características do texto
escrito e oral.
Identificar as formas de organização discursiva de um determinado gênero atendendo aos propósitos discursivo-comunicativos.
Identificar as formas de organização discursiva em enunciados afirmativo, interrogativos e negativos.
Identificar as variações na forma da organização discursiva de um determinado gênero levando em consideração as variantes de registro.
Identificar e estabelecer relações entre as variações dialectais e os gêneros discursivos.
Identificar as variações na forma da organização discursiva entre os gêneros orais e os gêneros escritos.
Relações semânticas entre
verbos da língua espanhola e
verbos da língua portuguesa
para a compreensão textual.
Formas e usos dos verbos
irregulares no presente do
indicativo.
Função das formas
pronominais como dêiticos
textuais.
Uso das regras de
acentuação.
O uso do acento diacrítico
indicando mudança de
sentido nas palavras com
mesma ortografia.
Palavras que apresentam
mudança de sílaba tônica
(heterotónicas).
Recursos ortográficos e
efeitos de sentido.
Sinais de pontuação e
efeitos de sentido.
Reconhecer recursos linguístico-discursivos diversos em textos escritos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos etc.).
Reconhecer formas pronominais e verbais em função dos registros e da variação linguística do espanhol.
Identificar as formas de organização discursiva em enunciados afirmativo, interrogativos e negativos.
Identificar e refletir sobre formas de organização de enunciados em Espanhol com outras correspondentes em Português.
Reconhecer recursos de modalização e coesão próprios do Espanhol.
Identificar o uso significativo produzido pela conjugação da linguagem escrita e outras linguagens como cinema, música, etc.
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
CONTEÚDOS
2º ANO DO ENSINO MÉDIO - 1º BIMESTRE
Expectativas de Aprendizagem
CAMPOS
OU EIXOS
Escuta de notícias
jornalísticas, biografias,
músicas.
Marcas linguísticas e
extralinguísticas
características do texto oral.
Marcadores discursivos.
Recursos de coesão e
coerência verbal.
Compreender enunciados orais, considerando as especificidades socioculturais da interação, propósito comunicativo, as
características do gênero.
Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pelo uso de recursos linguísticos discursivos em textos orais, compreendendo a
determinação sociocultural dos sentidos a partir da consideração da experiência de mundo do educando.
Perceber as diferenças de sentido acarretadas por diferenças fonéticas entre sons específicos.
Reconhecer o uso significativo de pausas, prolongamentos de sons e demais elementos da linguagem não verbal.
Reconhecer as marcas discursivas características do Espanhol em suas diferentes variedades e registros.
Reconhecer as características do registro empregados na interlocução.
Reconhecer os efeitos de sentido na produzidos pelo uso dos marcadores discursivos em textos orais.
Reconhecer as especificidades dos gêneros orais.
Observar a coerência numa produção oral, considerando a situação discursiva.
Perceber os efeitos de sentido decorrentes do uso de recursos lexicais e morfossintáticos na produção de textos orais.
COMPREENSÃO
ORAL
Leitura e compreensão de
novela.
As funções da linguagem no
estudo do texto literário e
não literário.
Efeitos de sentido da escolha
lexical (conotação e
denotação).
Sinais de pontuação e
efeitos de sentido.
Recursos ortográficos e
efeitos de sentido.
Interagir com textos literários ouvidos e lidos.
Conhecer e valorizar obras representativas da literatura em espanhol.
Reconhecer características do texto ficcional e do texto poético.
Estabelecer relações contextuais e de intertextualidade entre textos literários.
Reconhecer a importância da literatura enquanto prática verbal ampla (da literatura oral à palavra cantada à poesia digital, etc.).
Analisar formas de apropriação do texto literário a partir dos diálogos com outras linguagens como filmes, músicas, artes
plásticas, etc.
Reconhecer diferentes formas de tratar um mesmo tema em textos literários e outros gêneros discursivos.
Desenvolver o gosto/prazer pela/da leitura e escrita de textos literários a partir da interação em sala de aula considerando a
diversidade de ações e leituras entre as várias manifestações literárias.
LETRAMENTO
LITERÁRIO
Produção de biografias,
entrevistas.
Oralização de textos escritos.
Inserir-se, significativamente, em práticas de oralidade que mobilizem tanto os saberes já construídos (sobre seu entorno social,
sua prática de linguagem, língua, etc.) quanto aqueles advindos do contato intercultural com as produções em Espanhol.
Reconhecer as relações entre diferentes gêneros considerando suas especificidades: contexto de produção, organização
composicional, gráfica, marcas linguísticas e enunciativas.
Produzir textos orais considerando os elementos da situação discursiva, tais como, por exemplo, interlocutores, propósito
comunicativo, aspectos afetivos, especificidades do gênero e suporte.
Empregar recursos linguísticos discursivos diversos, reconhecendo os efeitos de sentido produzidos por sua utilização em
interações orais.
Empregar recursos linguísticos como os de modalização, trocas de turno, registro e cortesia na produção de textos orais em
Espanhol considerando seus propósitos discursivo-comunicativos e o contato intercultural.
Inserir-se, significativamente, em situações comunicativas reconhecendo suas características e recriando-as no espaço escolar.
Oralizar textos escritos utilizando ritmo e entonação, pausas e intensidade adequadas às situações discursivas.
PRODUÇÃO
ORAL
Análise de notícias
jornalísticas, diário de blog,
biografias.
Marcas linguísticas
características do texto
escrito.
Recursos de coesão e
coerência textual.
Marcadores discursivos.
Compreender enunciados escritos, considerando as especificidades dos espaços socioculturais e de interação, levando em
conta os interlocutores, o propósito comunicativo, as especificidades do gênero.
Reconhecer no processo de interpretação de um texto informações relevantes.
Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos escritos, considerando os aspectos interculturais neles inscritos.
Perceber a coerência em uma produção escrita, observando especialmente os espaços de interação entre os interlocutores, o
propósito comunicativo, as características dos gêneros escritos em seus diferentes registros.
Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pela mobilização de recursos linguístico-discursivos diversos (lexicais,
morfossintáticos, de pontuação, gráficos, etc.).
Inferir o sentido de uma palavra ou expressão.
Reconhecer as relações entre diferentes gêneros considerando suas especificidades: contexto de produção, organização
composicional, gráfica, marcas linguísticas e enunciativas.
Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pelo uso de recursos linguísticos discursivos em textos escritos, compreendendo a
determinação sociocultural dos sentidos a partir da consideração da experiência de mundo do educando.
COMPREENSÃO
ESCRITA
Relações semânticas entre
verbos da língua espanhola e
verbos da língua portuguesa
para a compreensão textual.
A função dos verbos nos
gêneros discursivos.
Uso dos pretéritos indefinido
e perfecto compuesto nas
situações comunicativas
cotidianas.
Uso do particípio na
conjugação do pretérito
perfecto compuesto.
Recursos linguísticos para
marcar tempo e espaço.
Uso dos pronombres
relativos como dêiticos
textuais.
Recursos ortográficos e
efeitos de sentido.
Sinais de pontuação e
efeitos de sentido.
Reconhecer recursos linguístico-discursivos diversos em textos escritos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos etc.).
Reconhecer formas pronominais e verbais em função dos registros e da variação linguística do espanhol.
Identificar as formas de organização discursiva em enunciados afirmativo, interrogativos e negativos.
Identificar e refletir sobre formas de organização de enunciados em Espanhol com outras correspondentes em Português.
Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos orais e escritos a partir da análise dos marcadores discursivos.
Identificar marcas linguístico-discursivas de temporalidade e aspectualidade (formas verbais, marcadores temporais, etc.) do
Espanhol em suas diferentes variedades e registros.
Produção de autobiografia,
diário de blog, resenha.
Recursos ortográficos de
efeitos de sentido.
Sinais de pontuação e
efeitos de sentido.
Marcadores discursivos.
Inserir-se em práticas de escrita que mobilizem saberes já construídos, propiciando o contato intercultural com as produções em
Espanhol.
Produzir textos, considerando os interlocutores, o gênero discursivo e sua inserção social, o suporte e os propósitos discursivo-
comunicativos.
Empregar recursos linguístico-discursivos diversos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos, etc.), reconhecendo os
efeitos de sentido produzidos por sua utilização.
Empregar adequadamente recursos de modalização e coesão na produção de textos em Espanhol, considerando seus
propósitos discursivo-comunicativos.
Produzir textos em decorrência de atividades de Compreensão Oral, Produção Oral e Compreensão Escrita, avaliando os
conhecimentos mobilizados.
Registrar informações e reproduzir por escrito a partir da compreensão textual.
PRODUÇÃO
ESCRITA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
Leitura e compreensão de
lendas.
As funções da linguagem no
estudo do texto literário e
não literário.
Efeitos de sentido da escolha
lexical (conotação e
denotação).
Interagir com textos literários ouvidos e lidos.
Conhecer e valorizar obras representativas da literatura em espanhol.
Reconhecer características do texto ficcional e do texto poético.
Estabelecer relações contextuais e de intertextualidade entre textos literários.
Estabelecer relações contextuais e de intertextualidade entre textos literários.
Analisar formas de apropriação do texto literário a partir dos diálogos com outras linguagens como filmes, músicas, artes
plásticas, etc.
Trabalhar a compreensão do texto literário a partir da interpretação intercultural.
LETRAMENTO
LITERÁRIO
Identificar as formas de organização discursiva de um determinado gênero atendendo aos propósitos discursivo-comunicativos.
Identificar as formas de organização discursiva em enunciados afirmativo, interrogativos e negativos.
Identificar as variações na forma da organização discursiva de um determinado gênero levando em consideração as variantes de registro.
Identificar e estabelecer relações entre as variações dialectais e os gêneros discursivos.
Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos escritos e orais, compreendendo a determinação sociocultural dos
sentidos produzidos, a partir da consideração da experiência de mundo do educando.
Marcas linguísticas
características do texto
escrito e oral.
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
CONTEÚDOS
2º ANO DO ENSINO MÉDIO - 2º BIMESTRE
Expectativas de Aprendizagem
CAMPOS
OU EIXOS
Escuta de relatos, programa
de rádio, notícias, contos,
músicas.
Marcas linguísticas e
extralinguísticas
características do texto oral.
Variação linguística de
registro e dialetal.
Marcadores discursivos.
Recursos de coesão e
coerência verbal.
Compreender enunciados orais, considerando as especificidades socioculturais da interação, propósito comunicativo, as
características do gênero.
Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pelo uso de recursos linguísticos discursivos em textos orais, compreendendo a
determinação sociocultural dos sentidos a partir da consideração da experiência de mundo do educando.
Perceber as diferenças de sentido acarretadas por diferenças fonéticas entre sons específicos.
Reconhecer o uso significativo de pausas, prolongamentos de sons e demais elementos da linguagem não verbal.
Reconhecer os efeitos de sentido na produzidos pelo uso dos marcadores discursivos em textos orais.
Reconhecer as especificidades dos gêneros orais.
Observar a coerência numa produção oral, considerando a situação discursiva.
Perceber os efeitos de sentido decorrentes do uso de recursos lexicais e morfossintáticos na produção de textos orais.
COMPREENSÃO
ORAL
Produção de relatos,
notícias.
Oralização de textos escritos.
Inserir-se, significativamente, em práticas de oralidade que mobilizem tanto os saberes já construídos (sobre seu entorno social,
sua prática de linguagem, língua, etc.) quanto aqueles advindos do contato intercultural com as produções em Espanhol.
Reconhecer as relações entre diferentes gêneros considerando suas especificidades: contexto de produção, organização
composicional, gráfica, marcas linguísticas e enunciativas.
Produzir textos orais considerando os elementos da situação discursiva, tais como, por exemplo, interlocutores, propósito
comunicativo, aspectos afetivos, especificidades do gênero e suporte.
Empregar recursos linguísticos discursivos diversos, reconhecendo os efeitos de sentido produzidos por sua utilização em
interações orais.
Proporcionar situações discursivas que fomentem práticas orais, favorecendo a expressão de pontos de vista e o protagonismo do aluno.
Oralizar textos escritos utilizando ritmo e entonação, pausas e intensidade adequadas às situações discursivas.
PRODUÇÃO
ORAL
Compreender enunciados escritos, considerando as especificidades dos espaços socioculturais e de interação, levando em
conta os interlocutores, o propósito comunicativo, as especificidades do gênero.
Reconhecer no processo de interpretação de um texto informações relevantes.
Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos escritos, considerando os aspectos interculturais neles inscritos.
Perceber a coerência em uma produção escrita, observando especialmente os espaços de interação entre os interlocutores, o
propósito comunicativo, as características dos gêneros escritos em seus diferentes registros.
Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pela mobilização de recursos linguístico-discursivos diversos (lexicais,
morfossintáticos, de pontuação, gráficos, etc.).
Inferir o sentido de uma palavra ou expressão.
Reconhecer as relações entre diferentes gêneros considerando suas especificidades: contexto de produção, organização
composicional, gráfica, marcas linguísticas e enunciativas.
Perceber as reconfigurações implicadas no processo de retextualização de diferentes gêneros em registros diversos.
COMPREENSÃO
ESCRITA
Análise de relatos, diário de
blog, charge, carta pessoal,
conto fantástico.
Marcas linguísticas
características do texto
escrito.
Recursos de coesão e
coerência textual.
Marcadores discursivos.
Produção de cartas, e-mails,
diário de blog.
Recursos ortográficos de
efeitos de sentido.
Sinais de pontuação e
efeitos de sentido.
Marcadores discursivos.
Recursos linguísticos para
marcar tempo e espaço.
Inserir-se em práticas de escrita que mobilizem saberes já construídos, propiciando o contato intercultural com as produções em
Espanhol.
Produzir textos, considerando os interlocutores, o gênero discursivo e sua inserção social, o suporte e os propósitos discursivo-
comunicativos.
Empregar recursos linguístico-discursivos diversos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos, etc.), reconhecendo os
efeitos de sentido produzidos por sua utilização.
Empregar adequadamente recursos de modalização e coesão na produção de textos em Espanhol, considerando seus
propósitos discursivo-comunicativos.
Produzir textos em decorrência de atividades de Compreensão Oral, Produção Oral e Compreensão Escrita, avaliando os
conhecimentos mobilizados.
Registrar informações e reproduzir por escrito a partir da compreensão textual.
Empregar de modo coerente recursos específicos de cada gênero e registro, considerando as especificidades do Espanhol em
suas variantes e no contexto sociocultural em que se insere.
Revisar o texto, adequando–o na ortografia, na gramática e nos propósitos discursivo-comunicativos.
Utilizar as diferentes formas verbais de acordo com o tipo de gênero.
PRODUÇÃO
ESCRITA
Marcas linguísticas
características do texto
escrito e oral.
Identificar as formas de organização discursiva de um determinado gênero atendendo aos propósitos discursivo-comunicativos.
Identificar as formas de organização discursiva em enunciados afirmativo, interrogativos e negativos.
Identificar as variações na forma da organização discursiva de um determinado gênero levando em consideração as variantes de registro.
Identificar e estabelecer relações entre as variações dialectais e os gêneros discursivos.
Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos escritos e orais, compreendendo a determinação sociocultural dos
sentidos produzidos, a partir da consideração da experiência de mundo do educando.
Identificar as variações na forma da organização discursiva entre os gêneros orais e os gêneros escritos.
Relações semânticas entre
verbos da língua espanhola e
verbos da língua portuguesa
para a compreensão textual.
A função dos verbos nos
gêneros discursivos.
Uso dos pretéritos
imperfecto e
pluscuamperfecto nas
situações comunicativas
cotidianas.
Uso do particípio na
conjugação do pretérito
pluscuamperfecto.
Uso dos pronombres
indefinidos como dêiticos
textual.
Relação entre as estruturas
gramaticais e o significado
dos textos.
Recursos linguísticos para
marcar tempo e espaço.
Recursos ortográficos e
efeitos de sentido.
Sinais de pontuação e
efeitos de sentido.
Reconhecer recursos linguístico-discursivos diversos em textos escritos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos etc.).
Reconhecer formas pronominais e verbais em função dos registros e da variação linguística do espanhol.
Identificar as formas de organização discursiva em enunciados afirmativo, interrogativos e negativos.
Identificar e refletir sobre formas de organização de enunciados em Espanhol com outras correspondentes em Português.
Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos orais e escritos a partir da análise dos marcadores discursivos.
Identificar marcas linguístico-discursivas de temporalidade e aspectualidade (formas verbais, marcadores temporais, etc.) do
Espanhol em suas diferentes variedades e registros.
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
Interagir com textos literários ouvidos e lidos.
Conhecer e valorizar obras representativas da literatura em espanhol.
Reconhecer características do texto ficcional e do texto poético.
Estabelecer relações contextuais e de intertextualidade entre textos literários.
Analisar formas de apropriação do texto literário a partir dos diálogos com outras linguagens como filmes, músicas, artes
plásticas, etc.
Reconhecer diferentes formas de tratar um mesmo tema em textos literários e outros gêneros discursivos.
Desenvolver o gosto/prazer pela/da leitura e escrita de textos literários a partir da interação em sala de aula considerando a
diversidade de ações e leituras entre as várias manifestações literárias.
Leitura e compreensão de
conto fantástico.
As funções da linguagem no
estudo do texto literário e
não literário.
Efeitos de sentido da escolha
lexical (conotação e
denotação).
LETRAMENTO
LITERÁRIO
CONTEÚDOS
2º ANO DO ENSINO MÉDIO - 3º BIMESTRE
Expectativas de Aprendizagem
CAMPOS
OU EIXOS
Escuta de previsão do
tempo, programa de rádio,
músicas.
Marcas linguísticas e
extralinguísticas
características do texto oral.
Variação linguística de
registro e dialetal.
Marcadores discursivos.
Recursos de coesão e
coerência verbal.
Compreender enunciados orais, considerando as especificidades socioculturais da interação, propósito comunicativo, as
características do gênero.
Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pelo uso de recursos linguísticos discursivos em textos orais, compreendendo a
determinação sociocultural dos sentidos a partir da consideração da experiência de mundo do educando.
Perceber as diferenças de sentido acarretadas por diferenças fonéticas entre sons específicos.
Reconhecer o uso significativo de pausas, prolongamentos de sons e demais elementos da linguagem não verbal.
Reconhecer os efeitos de sentido na produzidos pelo uso dos marcadores discursivos em textos orais.
Reconhecer as especificidades dos gêneros orais.
Observar a coerência numa produção oral, considerando a situação discursiva.
Perceber os efeitos de sentido decorrentes do uso de recursos lexicais e morfossintáticos na produção de textos orais.
Perceber as reconfigurações implicadas no processo de retextualização de diferentes gêneros em registros diversos.
Perceber a coerência em uma produção escrita, observando especialmente os espaços de interação entre os interlocutores, o
propósito comunicativo, as características dos gêneros escritos em seus diferentes registros.
COMPREENSÃO
ORAL
Produção de exposição oral,
agenda.
Oralização de textos escritos.
Inserir-se, significativamente, em práticas de oralidade que mobilizem tanto os saberes já construídos (sobre seu entorno social,
sua prática de linguagem, língua, etc.) quanto aqueles advindos do contato intercultural com as produções em Espanhol.
Reconhecer as relações entre diferentes gêneros considerando suas especificidades: contexto de produção, organização
composicional, gráfica, marcas linguísticas e enunciativas.
Produzir textos orais considerando os elementos da situação discursiva, tais como, por exemplo, interlocutores, propósito
comunicativo, aspectos afetivos, especificidades do gênero e suporte.
Empregar recursos linguísticos discursivos diversos, reconhecendo os efeitos de sentido produzidos por sua utilização em
interações orais.
Proporcionar situações discursivas que fomentem práticas orais, favorecendo a expressão de pontos de vista e o protagonismo do aluno.
Oralizar textos escritos utilizando ritmo e entonação, pausas e intensidade adequadas às situações discursivas.
PRODUÇÃO
ORAL
Análise de roteiros, agenda
cultural, agenda.
Marcas linguísticas
características do texto
escrito.
Recursos ortográficos de
efeitos de sentido.
Sinais de pontuação e
efeitos de sentido.
Marcadores discursivos.
Compreender enunciados escritos, considerando as especificidades dos espaços socioculturais e de interação, levando em
conta os interlocutores, o propósito comunicativo, as especificidades do gênero.
Reconhecer no processo de interpretação de um texto informações relevantes.
Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos escritos, considerando os aspectos interculturais neles inscritos.
Perceber a coerência em uma produção escrita, observando especialmente os espaços de interação entre os interlocutores, o
propósito comunicativo, as características dos gêneros escritos em seus diferentes registros.
Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pela mobilização de recursos linguístico-discursivos diversos (lexicais,
morfossintáticos, de pontuação, gráficos, etc.).
Inferir o sentido de uma palavra ou expressão.
Reconhecer as relações entre diferentes gêneros considerando suas especificidades: contexto de produção, organização
composicional, gráfica, marcas linguísticas e enunciativas.
Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pelo uso de recursos linguísticos discursivos em textos escritos, compreendendo a
determinação sociocultural dos sentidos a partir da consideração da experiência de mundo do educando.
Inferir informação implícita em textos verbais e em textos não verbais que mobilizem outras.
COMPREENSÃO
ESCRITA
Relações semânticas entre
verbos da língua espanhola e
verbos da língua portuguesa
para a compreensão textual.
A função dos verbos nos
gêneros discursivos.
Usodofuturoimperfectonassitu-
açõescomunicativascotidianas.
Uso da perífrasis de futuro
“ir a + infinitivo”.
Uso da perífrasis de gerundio
“estar + gerundio”.
Relaçãoentreasestruturasgrama-
ticaiseosignificadodostextos.
Recursos linguísticos para
marcar tempo e espaço.
Recursos ortográficos e
efeitos de sentido.
Sinais de pontuação e
efeitos de sentido.
Reconhecer recursos linguístico-discursivos diversos em textos escritos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos etc.).
Reconhecer formas pronominais e verbais em função dos registros e da variação linguística do espanhol.
Identificar as formas de organização discursiva em enunciados afirmativo, interrogativos e negativos.
Identificar e refletir sobre formas de organização de enunciados em Espanhol com outras correspondentes em Português.
Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos orais e escritos a partir da análise dos marcadores discursivos.
Identificar marcas linguístico-discursivas de temporalidade e aspectualidade (formas verbais, marcadores temporais, etc.) do
Espanhol em suas diferentes variedades e registros.
Observar o funcionamento que rege a participação dos interlocutores de uma produção oral, respeitando os intervalos de fala.
Identificar o uso significativo de elementos da linguagem não verbal.
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
Produção de agenda
semanal, cartão postal.
Retextualização
(revisão/reescrita) de roteiro
turístico.
Recursos ortográficos de
efeitos de sentido.
Sinais de pontuação e
efeitos de sentido.
Marcadores discursivos.
Recursos linguísticos para
marcar tempo e espaço.
Inserir-se em práticas de escrita que mobilizem saberes já construídos, propiciando o contato intercultural com as produções em Espanhol.
Produzirtextos,considerandoosinterlocutores,ogênerodiscursivoesuainserçãosocial,osuporteeospropósitosdiscursivo-comunicativos.
Empregar recursos linguístico-discursivos diversos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos, etc.), reconhecendo os
efeitos de sentido produzidos por sua utilização.
Produzir textos em decorrência de atividades de Compreensão Oral, Produção Oral e Compreensão Escrita, avaliando os
conhecimentos mobilizados.
Registrar informações e reproduzir por escrito a partir da compreensão textual.
Empregar de modo coerente recursos específicos de cada gênero e registro, considerando as especificidades do Espanhol em
suas variantes e no contexto sociocultural em que se insere.
Revisar o texto, adequando–o na ortografia, na gramática e nos propósitos discursivo-comunicativos.
Utilizar as diferentes formas verbais de acordo com o tipo de gênero.
Registrar no processo de interpretação de um texto informações relevantes, podendo sistematizá-las por meio de novas produções textuais.
PRODUÇÃO
ESCRITA
Marcas linguísticas
características do texto
escrito e oral.
Leitura e compreensão de
conto.
As funções da linguagem no
estudo do texto literário e
não literário.
Efeitos de sentido da escolha
lexical (conotação e
denotação).
Identificar as formas de organização discursiva de um determinado gênero atendendo aos propósitos discursivo-comunicativos.
Identificar as formas de organização discursiva em enunciados afirmativo, interrogativos e negativos.
Identificar as variações na forma da organização discursiva de um determinado gênero levando em consideração as variantes de registro.
Identificar e estabelecer relações entre as variações dialectais e os gêneros discursivos.
Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos escritos e orais, compreendendo a determinação sociocultural dos
sentidos produzidos, a partir da consideração da experiência de mundo do educando.
Identificar as variações na forma da organização discursiva entre os gêneros orais e os gêneros escritos.
Interagir com textos literários ouvidos e lidos.
Conhecer e valorizar obras representativas da literatura em espanhol.
Reconhecer características do texto ficcional e do texto poético.
Estabelecer relações contextuais e de intertextualidade entre textos literários.
Analisar formas de apropriação do texto literário a partir dos diálogos com outras linguagens como filmes, músicas, artes plásticas, etc.
Reconhecer diferentes formas de tratar um mesmo tema em textos literários e outros gêneros discursivos.
Desenvolver o gosto/prazer pela/da leitura e escrita de textos literários a partir da interação em sala de aula considerando a
diversidade de ações e leituras entre as várias manifestações literárias.
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
LETRAMENTO
LITERÁRIO
CONTEÚDOS
2º ANO DO ENSINO MÉDIO - 4º BIMESTRE
Expectativas de Aprendizagem
CAMPOS
OU EIXOS
Escuta de menus, receitas,
músicas.
Marcas linguísticas e
extralinguísticas
características do texto oral.
Marcadores discursivos.
Recursos de coesão e
coerência verbal.
Compreender enunciados orais, considerando as especificidades socioculturais da interação, propósito comunicativo, as
características do gênero.
Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pelo uso de recursos linguísticos discursivos em textos orais, compreendendo a
determinação sociocultural dos sentidos a partir da consideração da experiência de mundo do educando.
Perceber as diferenças de sentido acarretadas por diferenças fonéticas entre sons específicos.
Reconhecer o uso significativo de pausas, prolongamentos de sons e demais elementos da linguagem não verbal.
Reconhecer os efeitos de sentido na produzidos pelo uso dos marcadores discursivos em textos orais.
Reconhecer as especificidades dos gêneros orais.
Observar a coerência numa produção oral, considerando a situação discursiva.
Perceber os efeitos de sentido decorrentes do uso de recursos lexicais e morfossintáticos na produção de textos orais.
COMPREENSÃO
ORAL
Análise de menu, receita,
artigo de divulgação
científica.
Marcas linguísticas
características do texto
escrito.
Variação linguística de
registro e dialetal.
Recursos ortográficos de
efeitos de sentido.
Marcadores discursivos.
Produção de receita,
diálogos.
Oralização de textos escritos.
Compreender enunciados escritos, considerando as especificidades dos espaços socioculturais e de interação, levando em
conta os interlocutores, o propósito comunicativo, as especificidades do gênero.
Reconhecer no processo de interpretação de um texto informações relevantes.
Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos escritos, considerando os aspectos interculturais neles inscritos.
Perceber a coerência em uma produção escrita, observando especialmente os espaços de interação entre os interlocutores, o
propósito comunicativo, as características dos gêneros escritos em seus diferentes registros.
Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pela mobilização de recursos linguístico-discursivos diversos (lexicais,
morfossintáticos, de pontuação, gráficos, etc.).
Inferir o sentido de uma palavra ou expressão.
Reconhecer as relações entre diferentes gêneros considerando suas especificidades: contexto de produção, organização
composicional, gráfica, marcas linguísticas e enunciativas.
Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pelo uso de recursos linguísticos discursivos em textos escritos, compreendendo a
determinação sociocultural dos sentidos a partir da consideração da experiência de mundo do educando.
Inferir informação implícita em textos verbais e em textos não verbais que mobilizem outras.
Perceber as reconfigurações implicadas no processo de retextualização de diferentes gêneros em registros diversos.
Inserir-se, significativamente, em práticas de oralidade que mobilizem tanto os saberes já construídos (sobre seu entorno social,
sua prática de linguagem, língua, etc.) quanto aqueles advindos do contato intercultural com as produções em Espanhol.
Reconhecer as relações entre diferentes gêneros considerando suas especificidades: contexto de produção, organização
composicional, gráfica, marcas linguísticas e enunciativas.
Produzir textos orais considerando os elementos da situação discursiva, tais como, por exemplo, interlocutores, propósito
comunicativo, aspectos afetivos, especificidades do gênero e suporte.
Empregar recursos linguísticos discursivos diversos, reconhecendo os efeitos de sentido produzidos por sua utilização em
interações orais.
Proporcionar situações discursivas que fomentem práticas orais, favorecendo a expressão de pontos de vista e o protagonismo do aluno.
Oralizar textos escritos utilizando ritmo e entonação, pausas e intensidade adequadas às situações discursivas.
COMPREENSÃO
ESCRITA
PRODUÇÃO
ORAL
Relações semânticas entre
verbos da língua espanhola e
verbos da língua portuguesa
para a compreensão textual.
A função dos verbos nos
gêneros discursivos.
Uso do infinitivo para
expressar instruções.
Uso do imperativo nas situa-
ções comunicativas cotidianas.
Função das formas pronomi-
nais como dêiticos textuais.
Uso dos pronombres com-
plementos directo e indirecto
como referência textual.
Uso da colocación pronominal.
Relaçãoentreasestruturasgrama-
ticaiseosignificadodostextos.
Recursos ortográficos e
efeitos de sentido.
Sinais de pontuação e
efeitos de sentido.
Reconhecer recursos linguístico-discursivos diversos em textos escritos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos etc.).
Reconhecer formas pronominais e verbais em função dos registros e da variação linguística do espanhol.
Identificar as formas de organização discursiva em enunciados afirmativo, interrogativos e negativos.
Identificar e refletir sobre formas de organização de enunciados em Espanhol com outras correspondentes em Português.
Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos orais e escritos a partir da análise dos marcadores discursivos.
Identificar marcas linguístico-discursivas de temporalidade e aspectualidade (formas verbais, marcadores temporais, etc.) do
Espanhol em suas diferentes variedades e registros.
Observar o funcionamento que rege a participação dos interlocutores de uma produção oral, respeitando os intervalos de fala.
Identificar o uso significativo de elementos da linguagem não verbal.
Analisar a coerência em uma produção escrita observando os espaços de interação entre os interlocutores, o propósito
comunicativo, as características dos gêneros escritos em seus diferentes registros.
Produção de guia de saúde,
menu, cartazes ou slides de
comidas típicas.
Retextualização
(revisão/reescrita) de receita.
Recursos ortográficos de
efeitos de sentido.
Sinais de pontuação e
efeitos de sentido.
Inserir-se em práticas de escrita que mobilizem saberes já construídos, propiciando o contato intercultural com as produções em Espanhol.
Produzirtextos,considerandoosinterlocutores,ogênerodiscursivoesuainserçãosocial,osuporteeospropósitosdiscursivo-comunicativos.
Empregar recursos linguístico-discursivos diversos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos, etc.), reconhecendo os
efeitos de sentido produzidos por sua utilização.
ProduzirtextosemdecorrênciadeatividadesdeCompreensãoOral,ProduçãoOraleCompreensãoEscrita,avaliandoosconhecimentosmobilizados.
Registrar informações e reproduzir por escrito a partir da compreensão textual.
Empregar de modo coerente recursos específicos de cada gênero e registro, considerando as especificidades do Espanhol em
suas variantes e no contexto sociocultural em que se insere.
Revisar o texto, adequando–o na ortografia, na gramática e nos propósitos discursivo-comunicativos.
Utilizar as diferentes formas verbais de acordo com o tipo de gênero.
Produzir de forma crítica-reflexiva os diferentes registros do Espanhol.
Registrar no processo de interpretação de um texto informações relevantes, podendo sistematizá-las por meio de novas produções textuais.
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
PRODUÇÃO
ESCRITA
Marcas linguísticas
características do texto
escrito e oral.
Leitura e compreensão de
poema.
As funções da linguagem no
estudo do texto literário e
não literário.
Efeitos de sentido da escolha
lexical (conotação e
denotação).
Sinais de pontuação e
efeitos de sentido.
Recursos ortográficos e
efeitos de sentido.
Identificar as formas de organização discursiva de um determinado gênero atendendo aos propósitos discursivo-comunicativos.
Identificar as formas de organização discursiva em enunciados afirmativo, interrogativos e negativos.
Identificar as variações na forma da organização discursiva de um determinado gênero levando em consideração as variantes de registro.
Identificar e estabelecer relações entre as variações dialectais e os gêneros discursivos.
Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos escritos e orais, compreendendo a determinação sociocultural dos
sentidos produzidos, a partir da consideração da experiência de mundo do educando.
Interagir com textos literários ouvidos e lidos.
Apreciar a particularidade da sonoridade de rimas, aliterações e outros recursos linguísticos em textos poéticos da tradição de
expressão em língua espanhola.
Recitar poesias respeitando a entonação, acentuação e pausas dentro da tradição literária de expressão em língua espanhola,
considerando seu efeitos estéticos.
Conhecer e valorizar obras representativas da literatura em espanhol.
Reconhecer características do texto ficcional e do texto poético.
Estabelecer relações contextuais e de intertextualidade entre textos literários.
Analisar formas de apropriação do texto literário a partir dos diálogos com outras linguagens como filmes, músicas, artes plásticas, etc.
Reconhecer diferentes formas de tratar um mesmo tema em textos literários e outros gêneros discursivos.
Desenvolver o gosto/prazer pela/da leitura e escrita de textos literários a partir da interação em sala de aula considerando a
diversidade de ações e leituras entre as várias manifestações literárias.
LETRAMENTO
LITERÁRIO
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
CONTEÚDOS
3º ANO DO ENSINO MÉDIO - 1º BIMESTRE
Expectativas de Aprendizagem
CAMPOS
OU EIXOS
Escuta de entrevistas,
leituras dramatizadas,
notícias, músicas.
Marcas linguísticas e
extralinguísticas
características do texto oral.
Variação linguística de
registro e dialetal.
Marcadores discursivos.
Recursos de coesão e
coerência verbal.
Análise de carta ao leitor,
artigo de opinião, notícia
jornalística.
Marcas linguísticas
características do texto
escrito.
Variação linguística de
registro e dialetal.
Recursos ortográficos de
efeitos de sentido.
Marcadores discursivos.
Compreender enunciados orais, considerando as especificidades socioculturais da interação, propósito comunicativo, as
características do gênero.
Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pelo uso de recursos linguísticos discursivos em textos orais, compreendendo a
determinação sociocultural dos sentidos a partir da consideração da experiência de mundo do educando.
Perceber as diferenças de sentido acarretadas por diferenças fonéticas entre sons específicos.
Reconhecer o uso significativo de pausas, prolongamentos de sons e demais elementos da linguagem não verbal.
Reconhecer os efeitos de sentido na produzidos pelo uso dos marcadores discursivos em textos orais.
Reconhecer as especificidades dos gêneros orais.
Observar a coerência numa produção oral, considerando a situação discursiva.
Perceber os efeitos de sentido decorrentes do uso de recursos lexicais e morfossintáticos na produção de textos orais.
Reconhecer os efeitos de sentido na leitura de textos orais, considerando os aspectos interculturais neles inscritos.
Reconhecer os sons do sistema fonético do Espanhol em suas variações.
Reconhecer e selecionar o registro linguístico mais adequado para cada situação.
Compreender enunciados escritos, considerando as especificidades dos espaços socioculturais e de interação, levando em
conta os interlocutores, o propósito comunicativo, as especificidades do gênero.
Reconhecer no processo de interpretação de um texto informações relevantes.
Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos escritos, considerando os aspectos interculturais neles inscritos.
Perceber a coerência em uma produção escrita, observando especialmente os espaços de interação entre os interlocutores, o
propósito comunicativo, as características dos gêneros escritos em seus diferentes registros.
Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pela mobilização de recursos linguístico-discursivos diversos (lexicais,
morfossintáticos, de pontuação, gráficos, etc.).
Inferir o sentido de uma palavra ou expressão.
Reconhecer as relações entre diferentes gêneros considerando suas especificidades: contexto de produção, organização
composicional, gráfica, marcas linguísticas e enunciativas.
Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pelo uso de recursos linguísticos discursivos em textos escritos, compreendendo a
determinação sociocultural dos sentidos a partir da consideração da experiência de mundo do educando.
Inferir informação implícita em textos verbais e em textos não verbais que mobilizem outras.
Perceber as reconfigurações implicadas no processo de retextualização de diferentes gêneros em registros diversos.
Reconhecer as características da situação discursivo-comunicativa mediante sua recriação no espaço escolar.
COMPREENSÃO
ORAL
COMPREENSÃO
ESCRITA
Produção de diálogos, listas,
debate regrado.
Oralização de textos escritos.
Marcadores discursivos orais.
Produção de carta ao leitor,
cartão de felicitação, artigo
de opinião.
Recursos ortográficos de
efeitos de sentido.
Sinais de pontuação e
efeitos de sentido.
Marcadores discursivos.
Recursos de coesão e
coerência textual.
Inserir-se, significativamente, em práticas de oralidade que mobilizem tanto os saberes já construídos (sobre seu entorno social,
sua prática de linguagem, língua, etc.) quanto aqueles advindos do contato intercultural com as produções em Espanhol.
Reconhecer as relações entre diferentes gêneros considerando suas especificidades: contexto de produção, organização
composicional, gráfica, marcas linguísticas e enunciativas.
Produzir textos orais considerando os elementos da situação discursiva, tais como, por exemplo, interlocutores, propósito
comunicativo, aspectos afetivos, especificidades do gênero e suporte.
Empregar recursos linguísticos discursivos diversos, reconhecendo os efeitos de sentido produzidos por sua utilização em interações orais.
Proporcionar situações discursivas que fomentem práticas orais, favorecendo a expressão de pontos de vista e o protagonismo do aluno.
Oralizar textos escritos utilizando ritmo e entonação, pausas e intensidade adequadas às situações discursivas.
Empregar recursos linguísticos como os de modalização, trocas de turno, registro e cortesia na produção de textos orais em
Espanhol considerando seus propósitos discursivo-comunicativos e o contato intercultural.
Inserir-se em práticas de escrita que mobilizem saberes já construídos, propiciando o contato intercultural com as produções em Espanhol.
Produzir textos, considerando os interlocutores, o gênero discursivo e sua inserção social, o suporte e os propósitos discursivo-
comunicativos.
Empregar recursos linguístico-discursivos diversos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos, etc.), reconhecendo os
efeitos de sentido produzidos por sua utilização.
Produzir textos em decorrência de atividades de Compreensão Oral, Produção Oral e Compreensão Escrita, avaliando os
conhecimentos mobilizados.
Registrar informações e reproduzir por escrito a partir da compreensão textual.
Empregar de modo coerente recursos específicos de cada gênero e registro, considerando as especificidades do Espanhol em
suas variantes e no contexto sociocultural em que se insere.
Revisar o texto, adequando–o na ortografia, na gramática e nos propósitos discursivo-comunicativos.
Utilizar as diferentes formas verbais de acordo com o tipo de gênero.
Produzir de forma crítica-reflexiva os diferentes registros do Espanhol.
Registrar no processo de interpretação de um texto informações relevantes, podendo sistematizá-las por meio de novas produções textuais.
Empregar adequadamente recursos de modalização e coesão na produção de textos em Espanhol, considerando seus
propósitos discursivo-comunicativos.
PRODUÇÃO
ORAL
PRODUÇÃO
ESCRITA
Marcas linguísticas
características do texto
escrito e oral.
Identificar as formas de organização discursiva de um determinado gênero atendendo aos propósitos discursivo-comunicativos.
Identificar as formas de organização discursiva em enunciados afirmativo, interrogativos e negativos.
Identificar as variações na forma da organização discursiva de um determinado gênero levando em consideração as variantes de registro.
Identificar e estabelecer relações entre as variações dialectais e os gêneros discursivos.
Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos escritos e orais, compreendendo a determinação sociocultural dos
sentidos produzidos, a partir da consideração da experiência de mundo do educando.
Identificar as variações na forma da organização discursiva entre os gêneros orais e os gêneros escritos.
Relações semânticas entre
verbos da língua espanhola e
verbos da língua portuguesa
para a compreensão textual.
A função dos verbos nos
gêneros discursivos.
Uso do infinitivo para
expressar instruções.
Uso do presente do
subjuntivo nas situações
comunicativas cotidianas.
Uso do condicional nas
situações comunicativas.
Função das formas pronomi-
nais como dêiticos textuais.
Relação entre as estruturas
gramaticais e o significado
dos textos.
Recursos ortográficos e
efeitos de sentido.
Sinais de pontuação e
efeitos de sentido.
Reconhecer recursos linguístico-discursivos diversos em textos escritos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos etc.).
Reconhecer formas pronominais e verbais em função dos registros e da variação linguística do espanhol.
Identificar as formas de organização discursiva em enunciados afirmativo, interrogativos e negativos.
Identificar e refletir sobre formas de organização de enunciados em Espanhol com outras correspondentes em Português.
Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos orais e escritos a partir da análise dos marcadores discursivos.
Identificar marcas linguístico-discursivas de temporalidade e aspectualidade (formas verbais, marcadores temporais, etc.) do
Espanhol em suas diferentes variedades e registros.
Observar o funcionamento que rege a participação dos interlocutores de uma produção oral, respeitando os intervalos de fala.
Identificar o uso significativo de elementos da linguagem não verbal.
Analisar a coerência em uma produção escrita observando os espaços de interação entre os interlocutores, o propósito
comunicativo, as características dos gêneros escritos em seus diferentes registros.
Analisar a coerência em uma produção oral, considerando a situação discursiva.
Reconhecer recursos de modalização e coesão próprios do Espanhol.
Identificar as características dos gêneros orais e seus registros.
Identificar o uso significativo produzido pela conjugação da linguagem escrita e outras linguagens como cinema, música, etc.
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
Leitura e compreensão de
lendas.
As funções da linguagem no
estudo do texto literário e
não literário.
Efeitos de sentido da escolha
lexical (conotação e
denotação).
Sinais de pontuação e
efeitos de sentido.
Recursos ortográficos e
efeitos de sentido.
Interagir com textos literários ouvidos e lidos.
Apreciar a particularidade da sonoridade de rimas, aliterações e outros recursos linguísticos em textos poéticos da tradição de
expressão em língua espanhola.
Reconhecer características do texto ficcional e do texto poético.
Estabelecer relações contextuais e de intertextualidade entre textos literários.
Conhecer e valorizar obras representativas da literatura em espanhol.
Reconhecer a importância da literatura enquanto prática verbal ampla (da literatura oral à palavra cantada à poesia digital, etc.).
Analisar formas de apropriação do texto literário a partir dos diálogos com outras linguagens como filmes, músicas, artes
plásticas, etc.
Reconhecer diferentes formas de tratar um mesmo tema em textos literários e outros gêneros discursivos.
Desenvolver o gosto/prazer pela/da leitura e escrita de textos literários a partir da interação em sala de aula considerando a
diversidade de ações e leituras entre as várias manifestações literárias.
Trabalhar a compreensão do texto literário a partir da interpretação intercultural.
Reconhecer e analisar processos de intertextualidade e interculturalidade entre a produção literária brasileira e aquela do universo
de expressão em língua espanhola.
LETRAMENTO
LITERÁRIO
CONTEÚDOS
3º ANO DO ENSINO MÉDIO - 2º BIMESTRE
Expectativas de Aprendizagem
CAMPOS
OU EIXOS
Escuta de reportagem,
notícias, músicas.
Marcas linguísticas e
extralinguísticas
características do texto oral.
Variação linguística de
registro e dialetal.
Marcadores discursivos.
Recursos de coesão e
coerência verbal.
Compreender enunciados orais, considerando as especificidades socioculturais da interação, propósito comunicativo, as
características do gênero.
Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pelo uso de recursos linguísticos discursivos em textos orais, compreendendo a
determinação sociocultural dos sentidos a partir da consideração da experiência de mundo do educando.
Reconhecer o uso significativo de pausas, prolongamentos de sons e demais elementos da linguagem não verbal.
Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pelo uso dos marcadores discursivos em textos orais.
Reconhecer as especificidades dos gêneros orais.
Observar a coerência numa produção oral, considerando a situação discursiva.
Perceber os efeitos de sentido decorrentes do uso de recursos lexicais e morfossintáticos na produção de textos orais.
Reconhecer os efeitos de sentido na leitura de textos orais, considerando os aspectos interculturais neles inscritos.
Reconhecer e selecionar o registro linguístico mais adequado para cada situação.
Compreender o funcionamento que rege a participação dos interlocutores de uma produção oral, respeitando os intervalos de fala.
Reconhecer as marcas discursivas características do Espanhol em suas diferentes variedades e registros.
COMPREENSÃO
ORAL
Produção debate regrado,
Júri simulado.
Oralização de textos escritos.
Marcadores discursivos.
Inserir-se, significativamente, em práticas de oralidade que mobilizem tanto os saberes já construídos (sobre seu entorno social,
sua prática de linguagem, língua, etc.) quanto aqueles advindos do contato intercultural com as produções em Espanhol.
Produzir textos orais considerando os elementos da situação discursiva, tais como, por exemplo, interlocutores, propósito
comunicativo, aspectos afetivos, especificidades do gênero e suporte.
Empregar recursos linguísticos discursivos diversos, reconhecendo os efeitos de sentido produzidos por sua utilização em
interações orais.
Proporcionar situações discursivas que fomentem práticas orais, favorecendo a expressão de pontos de vista e o protagonismo do aluno.
Oralizar textos escritos utilizando ritmo e entonação, pausas e intensidade adequadas às situações discursivas.
Empregar recursos linguísticos como os de modalização, trocas de turno, registro e cortesia na produção de textos orais em
Espanhol considerando seus propósitos discursivo-comunicativos e o contato intercultural.
Inserir-se, significativamente, em situações comunicativas reconhecendo suas características e recriando-as no espaço escolar.
Análise de tiras cômicas,
charges, manchetes, notícia
jornalística.
Marcas linguísticas carac-
terísticas do texto escrito.
Variação linguística de
registro e dialetal.
Recursos ortográficos de
efeitos de sentido.
Marcadores discursivos.
Compreender enunciados escritos, considerando as especificidades dos espaços socioculturais e de interação, levando em
conta os interlocutores, o propósito comunicativo, as especificidades do gênero.
Reconhecer no processo de interpretação de um texto informações relevantes.
Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos escritos, considerando os aspectos interculturais neles inscritos.
Perceber a coerência em uma produção escrita, observando especialmente os espaços de interação entre os interlocutores, o
propósito comunicativo, as características dos gêneros escritos em seus diferentes registros.
Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pela mobilização de recursos linguístico-discursivos diversos (lexicais,
morfossintáticos, de pontuação, gráficos, etc.).
Inferir o sentido de uma palavra ou expressão.
Reconhecer as relações entre diferentes gêneros considerando suas especificidades: contexto de produção, organização
composicional, gráfica, marcas linguísticas e enunciativas.
Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pelo uso de recursos linguísticos discursivos em textos escritos, compreendendo a
determinação sociocultural dos sentidos a partir da consideração da experiência de mundo do educando.
Inferir informação implícita em textos verbais e em textos não verbais que mobilizem outras.
Perceber as reconfigurações implicadas no processo de retextualização de diferentes gêneros em registros diversos.
Reconhecer as características da situação discursivo-comunicativa mediante sua recriação no espaço escolar.
Perceber marcas discursivas características do Espanhol em suas diferentes variedades e registros.
COMPREENSÃO
ESCRITA
PRODUÇÃO
ORAL
Relações semânticas entre
verbos da língua espanhola e
verbos da língua portuguesa
para a compreensão textual.
A função dos verbos nos
gêneros discursivos.
Função dos modos e tempos
verbais para a elaboração
dos enunciados.
Uso das formas impessoais
nas situações comunicativas.
Função das formas pronomi-
nais como dêiticos textuais.
Relação entre as estruturas gra-
maticais e o significado dos
textos.
Recursos ortográficos e
efeitos de sentido.
Sinais de pontuação e
efeitos de sentido.
Reconhecer recursos linguístico-discursivos diversos em textos escritos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos etc.).
Reconhecer formas pronominais e verbais em função dos registros e da variação linguística do espanhol.
Identificar as formas de organização discursiva em enunciados afirmativo, interrogativos e negativos.
Identificar e refletir sobre formas de organização de enunciados em Espanhol com outras correspondentes em Português.
Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos orais e escritos a partir da análise dos marcadores discursivos.
Identificar marcas linguístico-discursivas de temporalidade e aspectualidade (formas verbais, marcadores temporais, etc.) do
Espanhol em suas diferentes variedades e registros.
Identificar o uso significativo de elementos da linguagem não verbal.
Analisar a coerência em uma produção escrita observando os espaços de interação entre os interlocutores, o propósito
comunicativo, as características dos gêneros escritos em seus diferentes registros.
Reconhecer recursos de modalização e coesão próprios do Espanhol.
Identificar o uso significativo produzido pela conjugação da linguagem escrita e outras linguagens como cinema, música, etc.
Produção de manchetes,
tiras cômicas.
Retextualizar
(revisão/reescrita) de
notícias.
Recursos ortográficos de
efeitos de sentido.
Sinais de pontuação e
efeitos de sentido.
Marcadores discursivos.
Recursos de coesão e
coerência textual.
Inserir-se em práticas de escrita que mobilizem saberes já construídos, propiciando o contato intercultural com as produções em Espanhol.
Produzirtextos,considerandoosinterlocutores,ogênerodiscursivoesuainserçãosocial,osuporteeospropósitosdiscursivo-comunicativos.
Empregar recursos linguístico-discursivos diversos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos, etc.), reconhecendo os
efeitos de sentido produzidos por sua utilização.
Produzir textos em decorrência de atividades de Compreensão Oral, Produção Oral e Compreensão Escrita, avaliando os
conhecimentos mobilizados.
Registrar informações e reproduzir por escrito a partir da compreensão textual.
Empregar de modo coerente recursos específicos de cada gênero e registro, considerando as especificidades do Espanhol em
suas variantes e no contexto sociocultural em que se insere.
Revisar o texto, adequando–o na ortografia, na gramática e nos propósitos discursivo-comunicativos.
Utilizar as diferentes formas verbais de acordo com o tipo de gênero.
Registrar no processo de interpretação de um texto informações relevantes, podendo sistematizá-las por meio de novas produções textuais.
Empregar adequadamente recursos de modalização e coesão na produção de textos em Espanhol, considerando seus
propósitos discursivo-comunicativos.
PRODUÇÃO
ESCRITA
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
Marcas linguísticas
características do texto
escrito e oral.
Leitura e compreensão de
novela.
As funções da linguagem no
estudo do texto literário e
não literário.
Efeitos de sentido da escolha
lexical (conotação e
denotação).
Sinais de pontuação e
efeitos de sentido.
Recursos ortográficos e
efeitos de sentido.
Identificar as formas de organização discursiva de um determinado gênero atendendo aos propósitos discursivo-comunicativos.
Identificar as formas de organização discursiva em enunciados afirmativo, interrogativos e negativos.
Identificar as variações na forma da organização discursiva de um determinado gênero levando em consideração as variantes de registro.
Identificar e estabelecer relações entre as variações dialectais e os gêneros discursivos.
Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos escritos e orais, compreendendo a determinação sociocultural dos
sentidos produzidos, a partir da consideração da experiência de mundo do educando.
Identificar as variações na forma da organização discursiva entre os gêneros orais e os gêneros escritos.
Interagir com textos literários ouvidos e lidos.
Reconhecer características do texto ficcional e do texto poético.
Estabelecer relações contextuais e de intertextualidade entre textos literários.
Conhecer e valorizar obras representativas da literatura em espanhol.
Reconhecer a importância da literatura enquanto prática verbal ampla (da literatura oral à palavra cantada à poesia digital, etc.).
Analisar formas de apropriação do texto literário a partir dos diálogos com outras linguagens como filmes, músicas, artes plásticas, etc.
Reconhecer diferentes formas de tratar um mesmo tema em textos literários e outros gêneros discursivos.
Desenvolver o gosto/prazer pela/da leitura e escrita de textos literários a partir da interação em sala de aula considerando a
diversidade de ações e leituras entre as várias manifestações literárias.
Relacionar diferentes textos literários com problemáticas contemporâneas.
Trabalhar a compreensão do texto literário a partir da interpretação intercultural.
Reconhecer e analisar processos de intertextualidade e interculturalidade entre a produção literária brasileira e aquela do universo
de expressão em língua espanhola.
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
LETRAMENTO
LITERÁRIO
CONTEÚDOS
3º ANO DO ENSINO MÉDIO - 3º BIMESTRE
Expectativas de Aprendizagem
CAMPOS
OU EIXOS
Escuta de entrevistas,
debates, músicas.
Marcas linguísticas e
extralinguísticas
características do texto oral.
Variação linguística de
registro e dialetal.
Marcadores discursivos.
Recursos de coesão e
coerência verbal.
Compreender enunciados orais, considerando as especificidades socioculturais da interação, propósito comunicativo, as
características do gênero.
Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pelo uso de recursos linguísticos discursivos em textos orais, compreendendo a
determinação sociocultural dos sentidos a partir da consideração da experiência de mundo do educando.
Perceber as diferenças de sentido acarretadas por diferenças fonéticas entre sons específicos.
Reconhecer o uso significativo de pausas, prolongamentos de sons e demais elementos da linguagem não verbal.
Reconhecer os efeitos de sentido na produzidos pelo uso dos marcadores discursivos em textos orais.
Reconhecer as especificidades dos gêneros orais.
Observar a coerência numa produção oral, considerando a situação discursiva.
Perceber os efeitos de sentido decorrentes do uso de recursos lexicais e morfossintáticos na produção de textos orais.
Reconhecer os efeitos de sentido na leitura de textos orais, considerando os aspectos interculturais neles inscritos.
Reconhecer os sons do sistema fonético do Espanhol em suas variações.
Reconhecer e selecionar o registro linguístico mais adequado para cada situação.
Compreender o funcionamento que rege a participação dos interlocutores de uma produção oral, respeitando os intervalos de fala.
Reconhecer as características do registro empregados na interlocução.
Reconhecer as marcas discursivas características do Espanhol em suas diferentes variedades e registros.
COMPREENSÃO
ORAL
Produção de debate regrado,
exposição oral.
Oralização de textos escritos.
Marcadores discursivos orais.
Inserir-se, significativamente, em práticas de oralidade que mobilizem tanto os saberes já construídos (sobre seu entorno social,
sua prática de linguagem, língua, etc.) quanto aqueles advindos do contato intercultural com as produções em Espanhol.
Reconhecer as relações entre diferentes gêneros considerando suas especificidades: contexto de produção, organização
composicional, gráfica, marcas linguísticas e enunciativas.
Produzir textos orais considerando os elementos da situação discursiva, tais como, por exemplo, interlocutores, propósito
comunicativo, aspectos afetivos, especificidades do gênero e suporte.
Empregar recursos linguísticos discursivos diversos, reconhecendo os efeitos de sentido produzidos por sua utilização em interações orais.
Proporcionar situações discursivas que fomentem práticas orais, favorecendo a expressão de pontos de vista e o protagonismo do aluno.
Oralizar textos escritos utilizando ritmo e entonação, pausas e intensidade adequadas às situações discursivas.
Empregar recursos linguísticos como os de modalização, trocas de turno, registro e cortesia na produção de textos orais em
Espanhol considerando seus propósitos discursivo-comunicativos e o contato intercultural.
Inserir-se, significativamente, em situações comunicativas reconhecendo suas características e recriando-as no espaço escolar.
Análise de relato de
experiência, notícia
jornalística, fórum na
internet.
Marcas linguísticas
características do texto
escrito.
Variação linguística de
registro e dialetal.
Recursos ortográficos de
efeitos de sentido.
Marcadores discursivos.
Compreender enunciados escritos, considerando as especificidades dos espaços socioculturais e de interação, levando em
conta os interlocutores, o propósito comunicativo, as especificidades do gênero.
Reconhecer no processo de interpretação de um texto informações relevantes.
Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos escritos, considerando os aspectos interculturais neles inscritos.
Perceber a coerência em uma produção escrita, observando especialmente os espaços de interação entre os interlocutores, o
propósito comunicativo, as características dos gêneros escritos em seus diferentes registros.
Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pela mobilização de recursos linguístico-discursivos diversos (lexicais,
morfossintáticos, de pontuação, gráficos, etc.).
Inferir o sentido de uma palavra ou expressão.
Reconhecer as relações entre diferentes gêneros considerando suas especificidades: contexto de produção, organização
composicional, gráfica, marcas linguísticas e enunciativas.
Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pelo uso de recursos linguísticos discursivos em textos escritos, compreendendo a
determinação sociocultural dos sentidos a partir da consideração da experiência de mundo do educando.
Inferir informação implícita em textos verbais e em textos não verbais que mobilizem outras.
Perceber as reconfigurações implicadas no processo de retextualização de diferentes gêneros em registros diversos.
Reconhecer as características da situação discursivo-comunicativa mediante sua recriação no espaço escolar.
COMPREENSÃO
ESCRITA
PRODUÇÃO
ORAL
Relações semânticas entre
verbos da língua espanhola e
verbos da língua portuguesa
para a compreensão textual.
A função dos verbos nos
gêneros discursivos.
Uso do pretérito do
subjuntivo nas situações
comunicativas cotidianas.
Usodeexpresionesconcesivas.
Função das formas pronomi-
nais como dêiticos textuais.
Relação entre as estruturas
gramaticais e o significado
dos textos.
Recursos ortográficos e
efeitos de sentido.
Sinais de pontuação e
efeitos de sentido.
Reconhecer recursos linguístico-discursivos diversos em textos escritos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos etc.).
Reconhecer formas pronominais e verbais em função dos registros e da variação linguística do espanhol.
Identificar as formas de organização discursiva em enunciados afirmativo, interrogativos e negativos.
Identificar e refletir sobre formas de organização de enunciados em Espanhol com outras correspondentes em Português.
Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos orais e escritos a partir da análise dos marcadores discursivos.
Identificar marcas linguístico-discursivas de temporalidade e aspectualidade (formas verbais, marcadores temporais, etc.) do
Espanhol em suas diferentes variedades e registros.
Observar o funcionamento que rege a participação dos interlocutores de uma produção oral, respeitando os intervalos de fala.
Identificar o uso significativo de elementos da linguagem não verbal.
Analisar a coerência em uma produção escrita observando os espaços de interação entre os interlocutores, o propósito
comunicativo, as características dos gêneros escritos em seus diferentes registros.
Analisar a coerência em uma produção oral, considerando a situação discursiva.
Reconhecer recursos de modalização e coesão próprios do Espanhol.
Identificar as características dos gêneros orais e seus registros.
Identificar o uso significativo produzido pela conjugação da linguagem escrita e outras linguagens como cinema, música, etc.
Inserir-se em práticas de escrita que mobilizem saberes já construídos, propiciando o contato intercultural com as produções em Espanhol.
Produzirtextos,considerandoosinterlocutores,ogênerodiscursivoesuainserçãosocial,osuporteeospropósitosdiscursivo-comunicativos.
Empregar recursos linguístico-discursivos diversos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos, etc.), reconhecendo os
efeitos de sentido produzidos por sua utilização.
ProduzirtextosemdecorrênciadeatividadesdeCompreensãoOral,ProduçãoOraleCompreensãoEscrita,avaliandoosconhecimentosmobilizados.
Registrar informações e reproduzir por escrito a partir da compreensão textual.
Empregar de modo coerente recursos específicos de cada gênero e registro, considerando as especificidades do Espanhol em
suas variantes e no contexto sociocultural em que se insere.
Revisar o texto, adequando–o na ortografia, na gramática e nos propósitos discursivo-comunicativos.
Utilizar as diferentes formas verbais de acordo com o tipo de gênero.
Produzir de forma crítica-reflexiva os diferentes registros do Espanhol.
Registrar no processo de interpretação de um texto informações relevantes, podendo sistematizá-las por meio de novas produções textuais.
Empregar adequadamente recursos de modalização e coesão na produção de textos em Espanhol, considerando seus
propósitos discursivo-comunicativos.
PRODUÇÃO
ESCRITA
Produção de carta de
solicitação, história em
quadrinhos, relatos.
Recursos ortográficos de
efeitos de sentido.
Sinais de pontuação e
efeitos de sentido.
Marcadores discursivos.
Recursos de coesão e
coerência textual.
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
Leitura e compreensão de
novela fantástica.
As funções da linguagem no
estudo do texto literário e
não literário.
Efeitos de sentido da escolha
lexical (conotação e
denotação).
Sinais de pontuação e
efeitos de sentido.
Recursos ortográficos e
efeitos de sentido.
Interagir com textos literários ouvidos e lidos.
Apreciar a particularidade da sonoridade de rimas, aliterações e outros recursos linguísticos em textos poéticos da tradição de
expressão em língua espanhola.
Reconhecer características do texto ficcional e do texto poético.
Estabelecer relações contextuais e de intertextualidade entre textos literários.
Conhecer e valorizar obras representativas da literatura em espanhol.
Reconhecer a importância da literatura enquanto prática verbal ampla (da literatura oral à palavra cantada à poesia digital, etc.).
Analisar formas de apropriação do texto literário a partir dos diálogos com outras linguagens como filmes, músicas, artes plásticas, etc.
Reconhecer diferentes formas de tratar um mesmo tema em textos literários e outros gêneros discursivos.
Desenvolver o gosto/prazer pela/da leitura e escrita de textos literários a partir da interação em sala de aula considerando a
diversidade de ações e leituras entre as várias manifestações literárias.
Relacionar diferentes textos literários com problemáticas contemporâneas.
Trabalhar a compreensão do texto literário a partir da interpretação intercultural.
Reconhecer e analisar processos de intertextualidade e interculturalidade entre a produção literária brasileira e aquela do universo
de expressão em língua espanhola.
ANÁLISE
LINGUÍSTICA
LETRAMENTO
LITERÁRIO
Marcas linguísticas
características do texto
escrito e oral.
Identificar as formas de organização discursiva de um determinado gênero atendendo aos propósitos discursivo-comunicativos.
Identificar as formas de organização discursiva em enunciados afirmativo, interrogativos e negativos.
Identificar as variações na forma da organização discursiva de um determinado gênero levando em consideração as variantes de registro.
Identificar e estabelecer relações entre as variações dialectais e os gêneros discursivos.
Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos escritos e orais, compreendendo a determinação sociocultural dos
sentidos produzidos, a partir da consideração da experiência de mundo do educando.
Identificar as variações na forma da organização discursiva entre os gêneros orais e os gêneros escritos.
CONTEÚDOS
3º ANO DO ENSINO MÉDIO - 4º BIMESTRE
Expectativas de Aprendizagem
CAMPOS
OU EIXOS
Escuta de telenovelas,
debates, entrevistas,
músicas.
Marcas linguísticas e
extralinguísticas
características do texto oral.
Variação linguística de
registro e dialetal.
Marcadores discursivos.
Recursos de coesão e
coerência verbal.
Compreender enunciados orais, considerando as especificidades socioculturais da interação, propósito comunicativo, as
características do gênero.
Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pelo uso de recursos linguísticos discursivos em textos orais, compreendendo a
determinação sociocultural dos sentidos a partir da consideração da experiência de mundo do educando.
Perceber as diferenças de sentido acarretadas por diferenças fonéticas entre sons específicos.
Reconhecer o uso significativo de pausas, prolongamentos de sons e demais elementos da linguagem não verbal.
Reconhecer os efeitos de sentido na produzidos pelo uso dos marcadores discursivos em textos orais.
Reconhecer as especificidades dos gêneros orais.
Observar a coerência numa produção oral, considerando a situação discursiva.
Perceber os efeitos de sentido decorrentes do uso de recursos lexicais e morfossintáticos na produção de textos orais.
Reconhecer os efeitos de sentido na leitura de textos orais, considerando os aspectos interculturais neles inscritos.
Reconhecer os sons do sistema fonético do Espanhol em suas variações.
Reconhecer e selecionar o registro linguístico mais adequado para cada situação.
Compreender o funcionamento que rege a participação dos interlocutores de uma produção oral, respeitando os intervalos de fala.
Reconhecer as características do registro empregados na interlocução.
Reconhecer as marcas discursivas características do Espanhol em suas diferentes variedades e registros.
COMPREENSÃO
ORAL
Produção de debate regrado,
exposição oral.
Oralização de textos escritos.
Marcadores discursivos orais.
Inserir-se, significativamente, em práticas de oralidade que mobilizem tanto os saberes já construídos (sobre seu entorno social,
sua prática de linguagem, língua, etc.) quanto aqueles advindos do contato intercultural com as produções em Espanhol.
Reconhecer as relações entre diferentes gêneros considerando suas especificidades: contexto de produção, organização
composicional, gráfica, marcas linguísticas e enunciativas.
Produzir textos orais considerando os elementos da situação discursiva, tais como, por exemplo, interlocutores, propósito
comunicativo, aspectos afetivos, especificidades do gênero e suporte.
Empregar recursos linguísticos discursivos diversos, reconhecendo os efeitos de sentido produzidos por sua utilização em interações orais.
Proporcionar situações discursivas que fomentem práticas orais, favorecendo a expressão de pontos de vista e o protagonismo do aluno.
Oralizar textos escritos utilizando ritmo e entonação, pausas e intensidade adequadas às situações discursivas.
Empregar recursos linguísticos como os de modalização, trocas de turno, registro e cortesia na produção de textos orais em
Espanhol considerando seus propósitos discursivo-comunicativos e o contato intercultural.
Inserir-se, significativamente, em situações comunicativas reconhecendo suas características e recriando-as no espaço escolar.
Análise de peça teatral,
poema, infográfico.
Marcas linguísticas
características do texto
escrito.
Variação linguística de
registro e dialetal.
Recursos ortográficos de
efeitos de sentido.
Marcadores discursivos.
Compreender enunciados escritos, considerando as especificidades dos espaços socioculturais e de interação, levando em
conta os interlocutores, o propósito comunicativo, as especificidades do gênero.
Reconhecer no processo de interpretação de um texto informações relevantes.
Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos escritos, considerando os aspectos interculturais neles inscritos.
Perceber a coerência em uma produção escrita, observando especialmente os espaços de interação entre os interlocutores, o
propósito comunicativo, as características dos gêneros escritos em seus diferentes registros.
Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pela mobilização de recursos linguístico-discursivos diversos (lexicais,
morfossintáticos, de pontuação, gráficos, etc.).
Inferir o sentido de uma palavra ou expressão.
Reconhecer as relações entre diferentes gêneros considerando suas especificidades: contexto de produção, organização
composicional, gráfica, marcas linguísticas e enunciativas.
Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pelo uso de recursos linguísticos discursivos em textos escritos, compreendendo a
determinação sociocultural dos sentidos a partir da consideração da experiência de mundo do educando.
Inferir informação implícita em textos verbais e em textos não verbais que mobilizem outras.
Perceber as reconfigurações implicadas no processo de retextualização de diferentes gêneros em registros diversos.
Reconhecer as características da situação discursivo-comunicativa mediante sua recriação no espaço escolar.
COMPREENSÃO
ESCRITA
PRODUÇÃO
ORAL
Conteúdos de espanhol para o ensino médio
Conteúdos de espanhol para o ensino médio
Conteúdos de espanhol para o ensino médio
Conteúdos de espanhol para o ensino médio
Conteúdos de espanhol para o ensino médio
Conteúdos de espanhol para o ensino médio

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Conteúdos de espanhol para o ensino médio

Plano de curso portugues
Plano de curso portuguesPlano de curso portugues
Plano de curso portuguesmarcusunitau
 
PLANEJAMENTO 7º ANO (2023).pdf
PLANEJAMENTO 7º ANO (2023).pdfPLANEJAMENTO 7º ANO (2023).pdf
PLANEJAMENTO 7º ANO (2023).pdfssuser3646a1
 
curriculo_portugues_em PDF ENSINO MÉDIO.pdf
curriculo_portugues_em PDF ENSINO MÉDIO.pdfcurriculo_portugues_em PDF ENSINO MÉDIO.pdf
curriculo_portugues_em PDF ENSINO MÉDIO.pdfGleumaDionsio
 
Currículo de Língua Portuguesa para o Ensino Médio - PE
Currículo de  Língua Portuguesa para o Ensino Médio -  PECurrículo de  Língua Portuguesa para o Ensino Médio -  PE
Currículo de Língua Portuguesa para o Ensino Médio - PEMarcia Oliveira
 
ORGANIZADOR CURRICULAR 3º ANO BIMESTRAL .pdf
ORGANIZADOR CURRICULAR 3º ANO  BIMESTRAL .pdfORGANIZADOR CURRICULAR 3º ANO  BIMESTRAL .pdf
ORGANIZADOR CURRICULAR 3º ANO BIMESTRAL .pdfMarcos Cost
 
Proposta-pedagogica-EJA-144-173.docx
Proposta-pedagogica-EJA-144-173.docxProposta-pedagogica-EJA-144-173.docx
Proposta-pedagogica-EJA-144-173.docxCeununes2
 
Conteúdo básico de lingua portuguesa
Conteúdo básico de lingua portuguesaConteúdo básico de lingua portuguesa
Conteúdo básico de lingua portuguesaLuiz Castro
 
Apresentação da disciplina Plano de Curso LP 2014
Apresentação da disciplina   Plano de Curso LP 2014Apresentação da disciplina   Plano de Curso LP 2014
Apresentação da disciplina Plano de Curso LP 2014Zenilda Ribeiro
 
1_ANO_EM_LINGUAGENS_PLANO_DE_CURSO_2023_EM-v0601.pdf
1_ANO_EM_LINGUAGENS_PLANO_DE_CURSO_2023_EM-v0601.pdf1_ANO_EM_LINGUAGENS_PLANO_DE_CURSO_2023_EM-v0601.pdf
1_ANO_EM_LINGUAGENS_PLANO_DE_CURSO_2023_EM-v0601.pdfEdilene Aparecida
 
Material que será usado nos dias 23 e 24
Material que será usado nos dias 23 e 24Material que será usado nos dias 23 e 24
Material que será usado nos dias 23 e 24josivaldopassos
 
6_ANO_EF_PLANO_DE_CURSO_2023 (2).pdf
6_ANO_EF_PLANO_DE_CURSO_2023 (2).pdf6_ANO_EF_PLANO_DE_CURSO_2023 (2).pdf
6_ANO_EF_PLANO_DE_CURSO_2023 (2).pdfJoaoAlves319493
 
Otm. lingua portuguesa 02
Otm. lingua portuguesa 02Otm. lingua portuguesa 02
Otm. lingua portuguesa 02elannialins
 

Semelhante a Conteúdos de espanhol para o ensino médio (20)

Expectativas de aprendizagem do ensino fundamental anos finais
Expectativas de aprendizagem do ensino fundamental  anos finaisExpectativas de aprendizagem do ensino fundamental  anos finais
Expectativas de aprendizagem do ensino fundamental anos finais
 
Plano de curso portugues
Plano de curso portuguesPlano de curso portugues
Plano de curso portugues
 
PLANEJAMENTO 7º ANO (2023).pdf
PLANEJAMENTO 7º ANO (2023).pdfPLANEJAMENTO 7º ANO (2023).pdf
PLANEJAMENTO 7º ANO (2023).pdf
 
curriculo_portugues_em PDF ENSINO MÉDIO.pdf
curriculo_portugues_em PDF ENSINO MÉDIO.pdfcurriculo_portugues_em PDF ENSINO MÉDIO.pdf
curriculo_portugues_em PDF ENSINO MÉDIO.pdf
 
Currículo de Língua Portuguesa para o Ensino Médio - PE
Currículo de  Língua Portuguesa para o Ensino Médio -  PECurrículo de  Língua Portuguesa para o Ensino Médio -  PE
Currículo de Língua Portuguesa para o Ensino Médio - PE
 
Otm língua portuguesa
Otm língua portuguesaOtm língua portuguesa
Otm língua portuguesa
 
Otm espanhol
Otm   espanholOtm   espanhol
Otm espanhol
 
OTMs espanhol
OTMs   espanholOTMs   espanhol
OTMs espanhol
 
Otm Espanhol
Otm   EspanholOtm   Espanhol
Otm Espanhol
 
ORGANIZADOR CURRICULAR 3º ANO BIMESTRAL .pdf
ORGANIZADOR CURRICULAR 3º ANO  BIMESTRAL .pdfORGANIZADOR CURRICULAR 3º ANO  BIMESTRAL .pdf
ORGANIZADOR CURRICULAR 3º ANO BIMESTRAL .pdf
 
Proposta-pedagogica-EJA-144-173.docx
Proposta-pedagogica-EJA-144-173.docxProposta-pedagogica-EJA-144-173.docx
Proposta-pedagogica-EJA-144-173.docx
 
Conteúdo básico de lingua portuguesa
Conteúdo básico de lingua portuguesaConteúdo básico de lingua portuguesa
Conteúdo básico de lingua portuguesa
 
Apresentação da disciplina Plano de Curso LP 2014
Apresentação da disciplina   Plano de Curso LP 2014Apresentação da disciplina   Plano de Curso LP 2014
Apresentação da disciplina Plano de Curso LP 2014
 
1_ANO_EM_LINGUAGENS_PLANO_DE_CURSO_2023_EM-v0601.pdf
1_ANO_EM_LINGUAGENS_PLANO_DE_CURSO_2023_EM-v0601.pdf1_ANO_EM_LINGUAGENS_PLANO_DE_CURSO_2023_EM-v0601.pdf
1_ANO_EM_LINGUAGENS_PLANO_DE_CURSO_2023_EM-v0601.pdf
 
Conteúdos7ºano
Conteúdos7ºanoConteúdos7ºano
Conteúdos7ºano
 
Planejamento anual 8 ano
Planejamento anual 8 ano Planejamento anual 8 ano
Planejamento anual 8 ano
 
4. matriz bimestre 4_ano
4. matriz bimestre 4_ano4. matriz bimestre 4_ano
4. matriz bimestre 4_ano
 
Material que será usado nos dias 23 e 24
Material que será usado nos dias 23 e 24Material que será usado nos dias 23 e 24
Material que será usado nos dias 23 e 24
 
6_ANO_EF_PLANO_DE_CURSO_2023 (2).pdf
6_ANO_EF_PLANO_DE_CURSO_2023 (2).pdf6_ANO_EF_PLANO_DE_CURSO_2023 (2).pdf
6_ANO_EF_PLANO_DE_CURSO_2023 (2).pdf
 
Otm. lingua portuguesa 02
Otm. lingua portuguesa 02Otm. lingua portuguesa 02
Otm. lingua portuguesa 02
 

Último

Ler e compreender 7º ano - Aula 7 - 1º Bimestre
Ler e compreender 7º ano -  Aula 7 - 1º BimestreLer e compreender 7º ano -  Aula 7 - 1º Bimestre
Ler e compreender 7º ano - Aula 7 - 1º BimestreProfaCintiaDosSantos
 
Modelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesModelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesGilbraz Aragão
 
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOS
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOSUM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOS
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOSdjgsantos1981
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfQueleLiberato
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREIVONETETAVARESRAMOS
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxHenriqueLuciano2
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evoluçãoprofleticiasantosbio
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfPARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfceajajacu
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoSer Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoJayaneSales1
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxJMTCS
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsxGilbraz Aragão
 
Simulado com textos curtos e tirinhas spaece
Simulado com textos curtos e tirinhas spaeceSimulado com textos curtos e tirinhas spaece
Simulado com textos curtos e tirinhas spaeceRonisHolanda
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...azulassessoria9
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...azulassessoria9
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 

Último (20)

Ler e compreender 7º ano - Aula 7 - 1º Bimestre
Ler e compreender 7º ano -  Aula 7 - 1º BimestreLer e compreender 7º ano -  Aula 7 - 1º Bimestre
Ler e compreender 7º ano - Aula 7 - 1º Bimestre
 
Modelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesModelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das Religiões
 
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOS
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOSUM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOS
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOS
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
 
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfPARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
 
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoSer Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
 
Simulado com textos curtos e tirinhas spaece
Simulado com textos curtos e tirinhas spaeceSimulado com textos curtos e tirinhas spaece
Simulado com textos curtos e tirinhas spaece
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 

Conteúdos de espanhol para o ensino médio

  • 1. CONTEÚDOS DE LÍNGUA ESPANHOLA POR BIMESTRE PARA O ENSINO MÉDIO COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO
  • 2. GOVERNADOR DE PERNAMBUCO João Lyra Neto SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO E ESPORTES Ricardo Dantas SECRETÁRIA EXECUTIVA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO Ana Selva SECRETÁRIO EXECUTIVO DE GESTÃO DA REDE João Charamba SECRETÁRIO EXECUTIVO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL Paulo Dutra SECRETÁRIA EXECUTIVA DE PLANEJAMENTO E GESTÃO Ângela Costa SECRETÁRIA EXECUTIVA DE COORDENAÇÃO Camila Melo SECRETÁRIA EXECUTIVA DE ESPORTES Ana Cavalcanti
  • 3. CONTEÚDOS DE LÍNGUA ESPANHOLA POR BIMESTRE PARA O ENSINO MÉDIO COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO
  • 4. Equipe de Elaboração Rita Fabiana de Lacerda Jota
  • 5. CONTEÚDOS 1º ANO DO ENSINO MÉDIO - 1º BIMESTRE Expectativas de Aprendizagem CAMPOS OU EIXOS Escuta de diálogos autênticos de diferentes países hispanos. Escuta de músicas de vários ritmos musicais para caracterizar a diversidade cultural hispana. Variação linguística de registro. Marcas linguísticas e extralinguísticas características do texto oral. Análise de diálogos, tiras cômicas, letras de músicas, poemas. Variação linguística de registro e dialetal. Marcas linguísticas características do texto escrito. Efeitos de sentido decorrentes do uso da pontuação. Produção de diálogos (presentaciones em diferentes contextos comunicativos). Oralização de textos escritos. Compreender enunciados orais, considerando as especificidades socioculturais da interação, propósito comunicativo, as características do gênero. Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pelo uso de recursos linguísticos discursivos em textos orais, compreendendo a determinação sociocultural dos sentidos a partir da consideração da experiência de mundo do educando. Inferir informação implícita em textos verbais e em textos não verbais que mobilizem outras. Reconhecer as características do registro empregados na interlocução. Reconhecer as marcas discursivas características do Espanhol em suas diferentes variedades e registros. Perceber as diferenças de sentido acarretadas por diferenças fonéticas entre sons específicos. Compreender enunciados escritos, considerando as especificidades dos espaços socioculturais e de interação, levando em conta os interlocutores, o propósito comunicativo, as especificidades do gênero. Reconhecer no processo de interpretação de um texto informações relevantes. Perceber marcas discursivas características do Espanhol em suas diferentes variedades e registros. Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos escritos, considerando os aspectos interculturais neles inscritos. Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pela mobilização de recursos linguístico-discursivos diversos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos, etc.). Inserir-se, significativamente, em práticas de oralidade que mobilizem tanto os saberes já construídos (sobre seu entorno social, sua prática de linguagem, língua, etc.) quanto aqueles advindos do contato intercultural com as produções em Espanhol. Produzir textos orais considerando os elementos da situação discursiva, tais como, por exemplo, interlocutores, propósito comunicativo, aspectos afetivos, especificidades do gênero e suporte. Oralizar textos escritos utilizando ritmo e entonação, pausas e intensidade adequadas às situações discursivas. CONTEÚDOS DE LÍNGUA ESPANHOLA ENSINO MÉDIO COMPREENSÃO ESCRITA PRODUÇÃO ORAL COMPREENSÃO ORAL
  • 6. Produção de diálogos, e-mails. Retextualização (revisão/reescritura) de tiras cômicas. Sinais de pontuação e efeitos de sentido. O alfabeto. Formas e usos dos pronom- bres sujeto, exclamativos e interrogativos. Formas e usos dos verbos re- gulares no presente do indicativo. Uso dos verbos ser, estar, tener. Uso dos artículos e suas fun- ções no sintagma nominal. Recursos ortográficos e efeitos de sentido. Sinais de pontuação e efeitos de sentido. Marcas linguísticas características do texto escrito e oral. Leitura e compreensão de poemas. As funções da linguagem no estudo do texto literário e não literário. Inserir-se em práticas de escrita que mobilizem saberes já construídos, propiciando o contato intercultural com as produções em Espanhol. Produzir textos, considerando os interlocutores, o gênero discursivo e sua inserção social, o suporte e os propósitos discursivo- comunicativos. Identificar os sons do sistema fonético do espanhol em suas variações. Reconhecer recursos linguístico-discursivos diversos em textos escritos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos etc.). Reconhecer formas pronominais e verbais em função dos registros e da variação linguística do espanhol. Identificar as formas de organização discursiva em enunciados afirmativo, interrogativos e negativos. Identificar as formas de organização discursiva de um determinado gênero atendendo aos propósitos discursivo-comunicativos. Identificar as formas de organização discursiva em enunciados afirmativo, interrogativos e negativos. Identificar as variações na forma da organização discursiva de um determinado gênero levando em consideração as variantes de registro. Identificar e estabelecer relações entre as variações dialectais e os gêneros discursivos. Interagir com textos literários ouvidos e lidos. Apreciar a particularidade da sonoridade de rimas, aliterações e outros recursos linguísticos em textos poéticos da tradição de expressão em língua espanhola. Recitar poesias respeitando a entonação, acentuação e pausas dentro da tradição literária de expressão em língua espanhola, considerando seu efeitos estéticos. Conhecer e valorizar obras representativas da literatura em espanhol. PRODUÇÃO ESCRITA ANÁLISE LINGUÍSTICA LETRAMENTO LITERÁRIO
  • 7. CONTEÚDOS 1º ANO DO ENSINO MÉDIO - 2º BIMESTRE Expectativas de Aprendizagem CAMPOS OU EIXOS Escuta de diálogos autênticos de diferentes países hispanos. Escuta de entrevistas, anún- cios publicitários, músicas. Relação entre oralidade e escrita. Variação linguística de registro. Marcas linguísticas e extralinguísticas características do texto oral. Marcadores discursivos orais. Análise de entrevistas, anúncios classificados, peças teatrais. Variação linguística de registro e dialetal. Marcas linguísticas características do texto escrito. Produção de entrevistas. Exposição oral (descrição). Oralização de textos escritos. Compreender enunciados orais, considerando as especificidades socioculturais da interação, propósito comunicativo, as características do gênero. Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pelo uso de recursos linguísticos discursivos em textos orais, compreendendo a determinação sociocultural dos sentidos a partir da consideração da experiência de mundo do educando. Inferir informação implícita em textos verbais e em textos não verbais que mobilizem outras. Reconhecer as características do registro empregados na interlocução. Reconhecer as marcas discursivas características do Espanhol em suas diferentes variedades e registros. Perceber as diferenças de sentido acarretadas por diferenças fonéticas entre sons específicos. Compreender enunciados escritos, considerando as especificidades dos espaços socioculturais e de interação, levando em conta os interlocutores, o propósito comunicativo, as especificidades do gênero. Reconhecer no processo de interpretação de um texto informações relevantes. Perceber marcas discursivas características do Espanhol em suas diferentes variedades e registros. Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos escritos, considerando os aspectos interculturais neles inscritos. Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pela mobilização de recursos linguístico-discursivos diversos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos, etc.). Inserir-se, significativamente, em práticas de oralidade que mobilizem tanto os saberes já construídos (sobre seu entorno social, sua prática de linguagem, língua, etc.) quanto aqueles advindos do contato intercultural com as produções em Espanhol. Produzir textos orais considerando os elementos da situação discursiva, tais como, por exemplo, interlocutores, propósito comunicativo, aspectos afetivos, especificidades do gênero e suporte. Empregar recursos linguísticos discursivos diversos, reconhecendo os efeitos de sentido produzidos por sua utilização em interações orais. Oralizar textos escritos utilizando ritmo e entonação, pausas e intensidade adequadas às situações discursivas. COMPREENSÃO ORAL COMPREENSÃO ESCRITA PRODUÇÃO ORAL
  • 8. Produção de entrevistas, currículo . Retextualização (revisão/reescritura) de anúncio classificado. Recursos ortográficos de efeitos de sentido. Função do substantivo como elemento nuclear do sintagma nominal. Efeitos de sentido no uso de palavras heterosemánticas. Palavras que apresentam mudança de gênero (heterogenéricas). Relações de sentido entre os substantivos e os adjetivos. Diferenciação entre o artículo neutro lo e o artículo definido el. Uso das contracciones na construção de enunciados. Efeitos de sentido das formas verbais: tener, haber e estar. Sinais de pontuação e efeitos de sentido. Marcas linguísticas características do texto escrito e oral. Inserir-se em práticas de escrita que mobilizem saberes já construídos, propiciando o contato intercultural com as produções em Espanhol. Produzir textos, considerando os interlocutores, o gênero discursivo e sua inserção social, o suporte e os propósitos discursivo- comunicativos. Produzir textos em decorrência de atividades de Compreensão Oral, Produção Oral e Compreensão Escrita, avaliando os conhecimentos mobilizados. Reconhecer recursos linguístico-discursivos diversos em textos escritos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos etc.). Identificar as formas de organização discursiva em enunciados afirmativo, interrogativos e negativos. Identificar e refletir sobre formas de organização de enunciados em Espanhol com outras correspondentes em Português. Identificar e estabelecer relações entre as variações dialectais e os gêneros discursivos. Identificar as formas de organização discursiva de um determinado gênero atendendo aos propósitos discursivo-comunicativos. Identificar o uso significativo produzido pela conjugação da linguagem escrita e outras linguagens como cinema, música, etc. Identificar as formas de organização discursiva de um determinado gênero atendendo aos propósitos discursivo-comunicativos. Identificar as formas de organização discursiva em enunciados afirmativo, interrogativos e negativos. Identificar as variações na forma da organização discursiva de um determinado gênero levando em consideração as variantes de registro. Identificar e estabelecer relações entre as variações dialectais e os gêneros discursivos. Identificar as variações na forma da organização discursiva entre os gêneros orais e os gêneros escritos. PRODUÇÃO ESCRITA ANÁLISE LINGUÍSTICA
  • 9. Leitura e compreensão de peças teatrais. As funções da linguagem no estudo do texto literário e não literário. Sinais de pontuação e efeitos de sentido. Recursos ortográficos e efeitos de sentido. Interagir com textos literários ouvidos e lidos. Reconhecer características do texto ficcional e do texto poético. Estabelecer relações contextuais e de intertextualidade entre textos literários. Relacionar diferentes textos literários com problemáticas contemporâneas. Conhecer e valorizar obras representativas da literatura em espanhol. LETRAMENTO LITERÁRIO CONTEÚDOS 1º ANO DO ENSINO MÉDIO - 3º BIMESTRE Expectativas de Aprendizagem CAMPOS OU EIXOS Escuta de músicas, anúncio publicitário, curta-metragem. Variação linguística de registro e dialetal. Marcas linguísticas e extralinguísticas características do texto oral. Marcadores discursivos. Compreender enunciados orais, considerando as especificidades socioculturais da interação, propósito comunicativo, as características do gênero. Compreender o funcionamento que rege a participação dos interlocutores de uma produção oral, respeitando os intervalos de fala. Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pelo uso de recursos linguísticos discursivos em textos orais, compreendendo a determinação sociocultural dos sentidos a partir da consideração da experiência de mundo do educando. Reconhecer as marcas discursivas características do Espanhol em suas diferentes variedades e registros. Reconhecer as características do registro empregados na interlocução. Perceber as diferenças de sentido acarretadas por diferenças fonéticas entre sons específicos. Reconhecer o uso significativo de pausas, prolongamentos de sons e demais elementos da linguagem não verbal. Reconhecer os efeitos de sentido na produzidos pelo uso dos marcadores discursivos em textos orais. COMPREENSÃO ORAL
  • 10. Análise de letra de música, tiras cômicas, folhetos turísticos, artigos de jornal ou revista. Variação linguística de registro e dialetal. Marcas linguísticas caracte- rísticas do texto escrito. Recursos de coesão e coerência textual. Elementos próprios da linguagem visual. Produção de anúncio publicitário, seminário. Oralização de textos escritos. Produção de folhetos turísticos, cartazes ou slides. Recursos ortográficos de efeitos de sentido. Sinais de pontuação e efeitos de sentido. Recursos de coesão e coerência textual. Compreender enunciados escritos, considerando as especificidades dos espaços socioculturais e de interação, levando em conta os interlocutores, o propósito comunicativo, as especificidades do gênero. Reconhecer no processo de interpretação de um texto informações relevantes. Perceber marcas discursivas características do Espanhol em suas diferentes variedades e registros. Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos escritos, considerando os aspectos interculturais neles inscritos. Perceber a coerência em uma produção escrita, observando especialmente os espaços de interação entre os interlocutores, o propósito comunicativo, as características dos gêneros escritos em seus diferentes registros. Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pela mobilização de recursos linguístico-discursivos diversos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos, etc.). Inserir-se, significativamente, em práticas de oralidade que mobilizem tanto os saberes já construídos (sobre seu entorno social, sua prática de linguagem, língua, etc.) quanto aqueles advindos do contato intercultural com as produções em Espanhol. Produzir textos orais considerando os elementos da situação discursiva, tais como, por exemplo, interlocutores, propósito comunicativo, aspectos afetivos, especificidades do gênero e suporte. Oralizar textos escritos utilizando ritmo e entonação, pausas e intensidade adequadas às situações discursivas. Inserir-se, significativamente, em situações comunicativas reconhecendo suas características e recriando-as no espaço escolar. Inserir-se em práticas de escrita que mobilizem saberes já construídos, propiciando o contato intercultural com as produções em Espanhol. Produzir textos, considerando os interlocutores, o gênero discursivo e sua inserção social, o suporte e os propósitos discursivo- comunicativos. Empregar adequadamente recursos de modalização e coesão na produção de textos em Espanhol, considerando seus propósitos discursivo-comunicativos. Empregar adequadamente recursos de modalização e coesão na produção de textos em Espanhol, considerando seus propósitos discursivo-comunicativos. COMPREENSÃO ESCRITA PRODUÇÃO ORAL PRODUÇÃO ESCRITA
  • 11. Marcas linguísticas características do texto escrito e oral. Leitura e compreensão de crônicas. As funções da linguagem no estudo do texto literário e não literário. Efeitosdesentidodaescolha lexical(conotaçãoedenotação). Identificar as formas de organização discursiva de um determinado gênero atendendo aos propósitos discursivo-comunicativos. Identificar as formas de organização discursiva em enunciados afirmativo, interrogativos e negativos. Identificar as variações na forma da organização discursiva de um determinado gênero levando em consideração as variantes de registro. Identificar e estabelecer relações entre as variações dialectais e os gêneros discursivos. Identificar as variações na forma da organização discursiva entre os gêneros orais e os gêneros escritos. Interagir com textos literários ouvidos e lidos. Conhecer e valorizar obras representativas da literatura em espanhol. Reconhecer características do texto ficcional e do texto poético. Estabelecer relações contextuais e de intertextualidade entre textos literários. Relações semânticas entre verbos da língua espanhola e verbos da língua portuguesa para a compreensão textual. Função do adjetivo nos textos descritivos. Associações semânticas e sintáticas entre o verbo gostar e gustar. Valor reflexivo e recíproco dos pronombres personales. Uso das formas muy e mucho como indicadores quantitativos. Funções dos posesivos e demonstrativos na construção dos textos. Recursos ortográficos e efeitos de sentido. Sinais de pontuação e efeitos de sentido. ANÁLISE LINGUÍSTICA Reconhecer recursos linguístico-discursivos diversos em textos escritos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos etc.). Reconhecer formas pronominais e verbais em função dos registros e da variação linguística do espanhol. Identificar as formas de organização discursiva em enunciados afirmativo, interrogativos e negativos. LETRAMENTO LITERÁRIO
  • 12. CONTEÚDOS 1º ANO DO ENSINO MÉDIO - 4º BIMESTRE Expectativas de Aprendizagem CAMPOS OU EIXOS Escuta de músicas, trailer de filme, documentários. Variação linguística de registro e dialetal. Marcas linguísticas e extralinguísticas características do texto oral. Marcadores discursivos. Análise de notícia, guia ou folheto informativo, sinopses de filmes. Marcas linguísticas características do texto escrito. Recursos de coesão e coerência textual. Compreender enunciados orais, considerando as especificidades socioculturais da interação, propósito comunicativo, as características do gênero. Compreender o funcionamento que rege a participação dos interlocutores de uma produção oral, respeitando os intervalos de fala. Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pelo uso de recursos linguísticos discursivos em textos orais, compreendendo a determinação sociocultural dos sentidos a partir da consideração da experiência de mundo do educando. Reconhecer as marcas discursivas características do Espanhol em suas diferentes variedades e registros. Reconhecer as características do registro empregados na interlocução. Perceber as diferenças de sentido acarretadas por diferenças fonéticas entre sons específicos. Reconhecer o uso significativo de pausas, prolongamentos de sons e demais elementos da linguagem não verbal. Reconhecer os efeitos de sentido na produzidos pelo uso dos marcadores discursivos em textos orais. Reconhecer as especificidades dos gêneros orais. Compreender enunciados escritos, considerando as especificidades dos espaços socioculturais e de interação, levando em conta os interlocutores, o propósito comunicativo, as especificidades do gênero. Reconhecer no processo de interpretação de um texto informações relevantes. Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos escritos, considerando os aspectos interculturais neles inscritos. Perceber a coerência em uma produção escrita, observando especialmente os espaços de interação entre os interlocutores, o propósito comunicativo, as características dos gêneros escritos em seus diferentes registros. Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pela mobilização de recursos linguístico-discursivos diversos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos, etc.). Inferir o sentido de uma palavra ou expressão. COMPREENSÃO ORAL COMPREENSÃO ESCRITA
  • 13. Produção de bilhetes, resumos, e-mails. Recursos ortográficos de efeitos de sentido. Sinais de pontuação e efeitos de sentido. Inserir-se em práticas de escrita que mobilizem saberes já construídos, propiciando o contato intercultural com as produções em Espanhol. Produzir textos, considerando os interlocutores, o gênero discursivo e sua inserção social, o suporte e os propósitos discursivo- comunicativos. Empregar adequadamente recursos de modalização e coesão na produção de textos em Espanhol, considerando seus propósitos discursivo-comunicativos. Empregar recursos linguístico-discursivos diversos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos, etc.), reconhecendo os efeitos de sentido produzidos por sua utilização. PRODUÇÃO ESCRITA Produção de enquetes. Oralização de textos escritos. Inserir-se, significativamente, em práticas de oralidade que mobilizem tanto os saberes já construídos (sobre seu entorno social, sua prática de linguagem, língua, etc.) quanto aqueles advindos do contato intercultural com as produções em Espanhol. Reconhecer as relações entre diferentes gêneros considerando suas especificidades: contexto de produção, organização composicional, gráfica, marcas linguísticas e enunciativas. Produzir textos orais considerando os elementos da situação discursiva, tais como, por exemplo, interlocutores, propósito comunicativo, aspectos afetivos, especificidades do gênero e suporte. Empregar recursos linguísticos discursivos diversos, reconhecendo os efeitos de sentido produzidos por sua utilização em interações orais. Empregar recursos linguísticos como os de modalização, trocas de turno, registro e cortesia na produção de textos orais em Espanhol considerando seus propósitos discursivo-comunicativos e o contato intercultural. Oralizar textos escritos utilizando ritmo e entonação, pausas e intensidade adequadas às situações discursivas. Inserir-se, significativamente, em situações comunicativas reconhecendo suas características e recriando-as no espaço escolar. PRODUÇÃO ORAL
  • 14. Marcas linguísticas características do texto escrito e oral. Identificar as formas de organização discursiva de um determinado gênero atendendo aos propósitos discursivo-comunicativos. Identificar as formas de organização discursiva em enunciados afirmativo, interrogativos e negativos. Identificar as variações na forma da organização discursiva de um determinado gênero levando em consideração as variantes de registro. Identificar e estabelecer relações entre as variações dialectais e os gêneros discursivos. Identificar as variações na forma da organização discursiva entre os gêneros orais e os gêneros escritos. Relações semânticas entre verbos da língua espanhola e verbos da língua portuguesa para a compreensão textual. Formas e usos dos verbos irregulares no presente do indicativo. Função das formas pronominais como dêiticos textuais. Uso das regras de acentuação. O uso do acento diacrítico indicando mudança de sentido nas palavras com mesma ortografia. Palavras que apresentam mudança de sílaba tônica (heterotónicas). Recursos ortográficos e efeitos de sentido. Sinais de pontuação e efeitos de sentido. Reconhecer recursos linguístico-discursivos diversos em textos escritos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos etc.). Reconhecer formas pronominais e verbais em função dos registros e da variação linguística do espanhol. Identificar as formas de organização discursiva em enunciados afirmativo, interrogativos e negativos. Identificar e refletir sobre formas de organização de enunciados em Espanhol com outras correspondentes em Português. Reconhecer recursos de modalização e coesão próprios do Espanhol. Identificar o uso significativo produzido pela conjugação da linguagem escrita e outras linguagens como cinema, música, etc. ANÁLISE LINGUÍSTICA
  • 15. CONTEÚDOS 2º ANO DO ENSINO MÉDIO - 1º BIMESTRE Expectativas de Aprendizagem CAMPOS OU EIXOS Escuta de notícias jornalísticas, biografias, músicas. Marcas linguísticas e extralinguísticas características do texto oral. Marcadores discursivos. Recursos de coesão e coerência verbal. Compreender enunciados orais, considerando as especificidades socioculturais da interação, propósito comunicativo, as características do gênero. Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pelo uso de recursos linguísticos discursivos em textos orais, compreendendo a determinação sociocultural dos sentidos a partir da consideração da experiência de mundo do educando. Perceber as diferenças de sentido acarretadas por diferenças fonéticas entre sons específicos. Reconhecer o uso significativo de pausas, prolongamentos de sons e demais elementos da linguagem não verbal. Reconhecer as marcas discursivas características do Espanhol em suas diferentes variedades e registros. Reconhecer as características do registro empregados na interlocução. Reconhecer os efeitos de sentido na produzidos pelo uso dos marcadores discursivos em textos orais. Reconhecer as especificidades dos gêneros orais. Observar a coerência numa produção oral, considerando a situação discursiva. Perceber os efeitos de sentido decorrentes do uso de recursos lexicais e morfossintáticos na produção de textos orais. COMPREENSÃO ORAL Leitura e compreensão de novela. As funções da linguagem no estudo do texto literário e não literário. Efeitos de sentido da escolha lexical (conotação e denotação). Sinais de pontuação e efeitos de sentido. Recursos ortográficos e efeitos de sentido. Interagir com textos literários ouvidos e lidos. Conhecer e valorizar obras representativas da literatura em espanhol. Reconhecer características do texto ficcional e do texto poético. Estabelecer relações contextuais e de intertextualidade entre textos literários. Reconhecer a importância da literatura enquanto prática verbal ampla (da literatura oral à palavra cantada à poesia digital, etc.). Analisar formas de apropriação do texto literário a partir dos diálogos com outras linguagens como filmes, músicas, artes plásticas, etc. Reconhecer diferentes formas de tratar um mesmo tema em textos literários e outros gêneros discursivos. Desenvolver o gosto/prazer pela/da leitura e escrita de textos literários a partir da interação em sala de aula considerando a diversidade de ações e leituras entre as várias manifestações literárias. LETRAMENTO LITERÁRIO
  • 16. Produção de biografias, entrevistas. Oralização de textos escritos. Inserir-se, significativamente, em práticas de oralidade que mobilizem tanto os saberes já construídos (sobre seu entorno social, sua prática de linguagem, língua, etc.) quanto aqueles advindos do contato intercultural com as produções em Espanhol. Reconhecer as relações entre diferentes gêneros considerando suas especificidades: contexto de produção, organização composicional, gráfica, marcas linguísticas e enunciativas. Produzir textos orais considerando os elementos da situação discursiva, tais como, por exemplo, interlocutores, propósito comunicativo, aspectos afetivos, especificidades do gênero e suporte. Empregar recursos linguísticos discursivos diversos, reconhecendo os efeitos de sentido produzidos por sua utilização em interações orais. Empregar recursos linguísticos como os de modalização, trocas de turno, registro e cortesia na produção de textos orais em Espanhol considerando seus propósitos discursivo-comunicativos e o contato intercultural. Inserir-se, significativamente, em situações comunicativas reconhecendo suas características e recriando-as no espaço escolar. Oralizar textos escritos utilizando ritmo e entonação, pausas e intensidade adequadas às situações discursivas. PRODUÇÃO ORAL Análise de notícias jornalísticas, diário de blog, biografias. Marcas linguísticas características do texto escrito. Recursos de coesão e coerência textual. Marcadores discursivos. Compreender enunciados escritos, considerando as especificidades dos espaços socioculturais e de interação, levando em conta os interlocutores, o propósito comunicativo, as especificidades do gênero. Reconhecer no processo de interpretação de um texto informações relevantes. Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos escritos, considerando os aspectos interculturais neles inscritos. Perceber a coerência em uma produção escrita, observando especialmente os espaços de interação entre os interlocutores, o propósito comunicativo, as características dos gêneros escritos em seus diferentes registros. Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pela mobilização de recursos linguístico-discursivos diversos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos, etc.). Inferir o sentido de uma palavra ou expressão. Reconhecer as relações entre diferentes gêneros considerando suas especificidades: contexto de produção, organização composicional, gráfica, marcas linguísticas e enunciativas. Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pelo uso de recursos linguísticos discursivos em textos escritos, compreendendo a determinação sociocultural dos sentidos a partir da consideração da experiência de mundo do educando. COMPREENSÃO ESCRITA
  • 17. Relações semânticas entre verbos da língua espanhola e verbos da língua portuguesa para a compreensão textual. A função dos verbos nos gêneros discursivos. Uso dos pretéritos indefinido e perfecto compuesto nas situações comunicativas cotidianas. Uso do particípio na conjugação do pretérito perfecto compuesto. Recursos linguísticos para marcar tempo e espaço. Uso dos pronombres relativos como dêiticos textuais. Recursos ortográficos e efeitos de sentido. Sinais de pontuação e efeitos de sentido. Reconhecer recursos linguístico-discursivos diversos em textos escritos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos etc.). Reconhecer formas pronominais e verbais em função dos registros e da variação linguística do espanhol. Identificar as formas de organização discursiva em enunciados afirmativo, interrogativos e negativos. Identificar e refletir sobre formas de organização de enunciados em Espanhol com outras correspondentes em Português. Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos orais e escritos a partir da análise dos marcadores discursivos. Identificar marcas linguístico-discursivas de temporalidade e aspectualidade (formas verbais, marcadores temporais, etc.) do Espanhol em suas diferentes variedades e registros. Produção de autobiografia, diário de blog, resenha. Recursos ortográficos de efeitos de sentido. Sinais de pontuação e efeitos de sentido. Marcadores discursivos. Inserir-se em práticas de escrita que mobilizem saberes já construídos, propiciando o contato intercultural com as produções em Espanhol. Produzir textos, considerando os interlocutores, o gênero discursivo e sua inserção social, o suporte e os propósitos discursivo- comunicativos. Empregar recursos linguístico-discursivos diversos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos, etc.), reconhecendo os efeitos de sentido produzidos por sua utilização. Empregar adequadamente recursos de modalização e coesão na produção de textos em Espanhol, considerando seus propósitos discursivo-comunicativos. Produzir textos em decorrência de atividades de Compreensão Oral, Produção Oral e Compreensão Escrita, avaliando os conhecimentos mobilizados. Registrar informações e reproduzir por escrito a partir da compreensão textual. PRODUÇÃO ESCRITA ANÁLISE LINGUÍSTICA
  • 18. ANÁLISE LINGUÍSTICA Leitura e compreensão de lendas. As funções da linguagem no estudo do texto literário e não literário. Efeitos de sentido da escolha lexical (conotação e denotação). Interagir com textos literários ouvidos e lidos. Conhecer e valorizar obras representativas da literatura em espanhol. Reconhecer características do texto ficcional e do texto poético. Estabelecer relações contextuais e de intertextualidade entre textos literários. Estabelecer relações contextuais e de intertextualidade entre textos literários. Analisar formas de apropriação do texto literário a partir dos diálogos com outras linguagens como filmes, músicas, artes plásticas, etc. Trabalhar a compreensão do texto literário a partir da interpretação intercultural. LETRAMENTO LITERÁRIO Identificar as formas de organização discursiva de um determinado gênero atendendo aos propósitos discursivo-comunicativos. Identificar as formas de organização discursiva em enunciados afirmativo, interrogativos e negativos. Identificar as variações na forma da organização discursiva de um determinado gênero levando em consideração as variantes de registro. Identificar e estabelecer relações entre as variações dialectais e os gêneros discursivos. Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos escritos e orais, compreendendo a determinação sociocultural dos sentidos produzidos, a partir da consideração da experiência de mundo do educando. Marcas linguísticas características do texto escrito e oral. ANÁLISE LINGUÍSTICA CONTEÚDOS 2º ANO DO ENSINO MÉDIO - 2º BIMESTRE Expectativas de Aprendizagem CAMPOS OU EIXOS Escuta de relatos, programa de rádio, notícias, contos, músicas. Marcas linguísticas e extralinguísticas características do texto oral. Variação linguística de registro e dialetal. Marcadores discursivos. Recursos de coesão e coerência verbal. Compreender enunciados orais, considerando as especificidades socioculturais da interação, propósito comunicativo, as características do gênero. Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pelo uso de recursos linguísticos discursivos em textos orais, compreendendo a determinação sociocultural dos sentidos a partir da consideração da experiência de mundo do educando. Perceber as diferenças de sentido acarretadas por diferenças fonéticas entre sons específicos. Reconhecer o uso significativo de pausas, prolongamentos de sons e demais elementos da linguagem não verbal. Reconhecer os efeitos de sentido na produzidos pelo uso dos marcadores discursivos em textos orais. Reconhecer as especificidades dos gêneros orais. Observar a coerência numa produção oral, considerando a situação discursiva. Perceber os efeitos de sentido decorrentes do uso de recursos lexicais e morfossintáticos na produção de textos orais. COMPREENSÃO ORAL
  • 19. Produção de relatos, notícias. Oralização de textos escritos. Inserir-se, significativamente, em práticas de oralidade que mobilizem tanto os saberes já construídos (sobre seu entorno social, sua prática de linguagem, língua, etc.) quanto aqueles advindos do contato intercultural com as produções em Espanhol. Reconhecer as relações entre diferentes gêneros considerando suas especificidades: contexto de produção, organização composicional, gráfica, marcas linguísticas e enunciativas. Produzir textos orais considerando os elementos da situação discursiva, tais como, por exemplo, interlocutores, propósito comunicativo, aspectos afetivos, especificidades do gênero e suporte. Empregar recursos linguísticos discursivos diversos, reconhecendo os efeitos de sentido produzidos por sua utilização em interações orais. Proporcionar situações discursivas que fomentem práticas orais, favorecendo a expressão de pontos de vista e o protagonismo do aluno. Oralizar textos escritos utilizando ritmo e entonação, pausas e intensidade adequadas às situações discursivas. PRODUÇÃO ORAL Compreender enunciados escritos, considerando as especificidades dos espaços socioculturais e de interação, levando em conta os interlocutores, o propósito comunicativo, as especificidades do gênero. Reconhecer no processo de interpretação de um texto informações relevantes. Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos escritos, considerando os aspectos interculturais neles inscritos. Perceber a coerência em uma produção escrita, observando especialmente os espaços de interação entre os interlocutores, o propósito comunicativo, as características dos gêneros escritos em seus diferentes registros. Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pela mobilização de recursos linguístico-discursivos diversos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos, etc.). Inferir o sentido de uma palavra ou expressão. Reconhecer as relações entre diferentes gêneros considerando suas especificidades: contexto de produção, organização composicional, gráfica, marcas linguísticas e enunciativas. Perceber as reconfigurações implicadas no processo de retextualização de diferentes gêneros em registros diversos. COMPREENSÃO ESCRITA Análise de relatos, diário de blog, charge, carta pessoal, conto fantástico. Marcas linguísticas características do texto escrito. Recursos de coesão e coerência textual. Marcadores discursivos.
  • 20. Produção de cartas, e-mails, diário de blog. Recursos ortográficos de efeitos de sentido. Sinais de pontuação e efeitos de sentido. Marcadores discursivos. Recursos linguísticos para marcar tempo e espaço. Inserir-se em práticas de escrita que mobilizem saberes já construídos, propiciando o contato intercultural com as produções em Espanhol. Produzir textos, considerando os interlocutores, o gênero discursivo e sua inserção social, o suporte e os propósitos discursivo- comunicativos. Empregar recursos linguístico-discursivos diversos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos, etc.), reconhecendo os efeitos de sentido produzidos por sua utilização. Empregar adequadamente recursos de modalização e coesão na produção de textos em Espanhol, considerando seus propósitos discursivo-comunicativos. Produzir textos em decorrência de atividades de Compreensão Oral, Produção Oral e Compreensão Escrita, avaliando os conhecimentos mobilizados. Registrar informações e reproduzir por escrito a partir da compreensão textual. Empregar de modo coerente recursos específicos de cada gênero e registro, considerando as especificidades do Espanhol em suas variantes e no contexto sociocultural em que se insere. Revisar o texto, adequando–o na ortografia, na gramática e nos propósitos discursivo-comunicativos. Utilizar as diferentes formas verbais de acordo com o tipo de gênero. PRODUÇÃO ESCRITA
  • 21. Marcas linguísticas características do texto escrito e oral. Identificar as formas de organização discursiva de um determinado gênero atendendo aos propósitos discursivo-comunicativos. Identificar as formas de organização discursiva em enunciados afirmativo, interrogativos e negativos. Identificar as variações na forma da organização discursiva de um determinado gênero levando em consideração as variantes de registro. Identificar e estabelecer relações entre as variações dialectais e os gêneros discursivos. Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos escritos e orais, compreendendo a determinação sociocultural dos sentidos produzidos, a partir da consideração da experiência de mundo do educando. Identificar as variações na forma da organização discursiva entre os gêneros orais e os gêneros escritos. Relações semânticas entre verbos da língua espanhola e verbos da língua portuguesa para a compreensão textual. A função dos verbos nos gêneros discursivos. Uso dos pretéritos imperfecto e pluscuamperfecto nas situações comunicativas cotidianas. Uso do particípio na conjugação do pretérito pluscuamperfecto. Uso dos pronombres indefinidos como dêiticos textual. Relação entre as estruturas gramaticais e o significado dos textos. Recursos linguísticos para marcar tempo e espaço. Recursos ortográficos e efeitos de sentido. Sinais de pontuação e efeitos de sentido. Reconhecer recursos linguístico-discursivos diversos em textos escritos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos etc.). Reconhecer formas pronominais e verbais em função dos registros e da variação linguística do espanhol. Identificar as formas de organização discursiva em enunciados afirmativo, interrogativos e negativos. Identificar e refletir sobre formas de organização de enunciados em Espanhol com outras correspondentes em Português. Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos orais e escritos a partir da análise dos marcadores discursivos. Identificar marcas linguístico-discursivas de temporalidade e aspectualidade (formas verbais, marcadores temporais, etc.) do Espanhol em suas diferentes variedades e registros. ANÁLISE LINGUÍSTICA
  • 22. Interagir com textos literários ouvidos e lidos. Conhecer e valorizar obras representativas da literatura em espanhol. Reconhecer características do texto ficcional e do texto poético. Estabelecer relações contextuais e de intertextualidade entre textos literários. Analisar formas de apropriação do texto literário a partir dos diálogos com outras linguagens como filmes, músicas, artes plásticas, etc. Reconhecer diferentes formas de tratar um mesmo tema em textos literários e outros gêneros discursivos. Desenvolver o gosto/prazer pela/da leitura e escrita de textos literários a partir da interação em sala de aula considerando a diversidade de ações e leituras entre as várias manifestações literárias. Leitura e compreensão de conto fantástico. As funções da linguagem no estudo do texto literário e não literário. Efeitos de sentido da escolha lexical (conotação e denotação). LETRAMENTO LITERÁRIO CONTEÚDOS 2º ANO DO ENSINO MÉDIO - 3º BIMESTRE Expectativas de Aprendizagem CAMPOS OU EIXOS Escuta de previsão do tempo, programa de rádio, músicas. Marcas linguísticas e extralinguísticas características do texto oral. Variação linguística de registro e dialetal. Marcadores discursivos. Recursos de coesão e coerência verbal. Compreender enunciados orais, considerando as especificidades socioculturais da interação, propósito comunicativo, as características do gênero. Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pelo uso de recursos linguísticos discursivos em textos orais, compreendendo a determinação sociocultural dos sentidos a partir da consideração da experiência de mundo do educando. Perceber as diferenças de sentido acarretadas por diferenças fonéticas entre sons específicos. Reconhecer o uso significativo de pausas, prolongamentos de sons e demais elementos da linguagem não verbal. Reconhecer os efeitos de sentido na produzidos pelo uso dos marcadores discursivos em textos orais. Reconhecer as especificidades dos gêneros orais. Observar a coerência numa produção oral, considerando a situação discursiva. Perceber os efeitos de sentido decorrentes do uso de recursos lexicais e morfossintáticos na produção de textos orais. Perceber as reconfigurações implicadas no processo de retextualização de diferentes gêneros em registros diversos. Perceber a coerência em uma produção escrita, observando especialmente os espaços de interação entre os interlocutores, o propósito comunicativo, as características dos gêneros escritos em seus diferentes registros. COMPREENSÃO ORAL
  • 23. Produção de exposição oral, agenda. Oralização de textos escritos. Inserir-se, significativamente, em práticas de oralidade que mobilizem tanto os saberes já construídos (sobre seu entorno social, sua prática de linguagem, língua, etc.) quanto aqueles advindos do contato intercultural com as produções em Espanhol. Reconhecer as relações entre diferentes gêneros considerando suas especificidades: contexto de produção, organização composicional, gráfica, marcas linguísticas e enunciativas. Produzir textos orais considerando os elementos da situação discursiva, tais como, por exemplo, interlocutores, propósito comunicativo, aspectos afetivos, especificidades do gênero e suporte. Empregar recursos linguísticos discursivos diversos, reconhecendo os efeitos de sentido produzidos por sua utilização em interações orais. Proporcionar situações discursivas que fomentem práticas orais, favorecendo a expressão de pontos de vista e o protagonismo do aluno. Oralizar textos escritos utilizando ritmo e entonação, pausas e intensidade adequadas às situações discursivas. PRODUÇÃO ORAL Análise de roteiros, agenda cultural, agenda. Marcas linguísticas características do texto escrito. Recursos ortográficos de efeitos de sentido. Sinais de pontuação e efeitos de sentido. Marcadores discursivos. Compreender enunciados escritos, considerando as especificidades dos espaços socioculturais e de interação, levando em conta os interlocutores, o propósito comunicativo, as especificidades do gênero. Reconhecer no processo de interpretação de um texto informações relevantes. Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos escritos, considerando os aspectos interculturais neles inscritos. Perceber a coerência em uma produção escrita, observando especialmente os espaços de interação entre os interlocutores, o propósito comunicativo, as características dos gêneros escritos em seus diferentes registros. Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pela mobilização de recursos linguístico-discursivos diversos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos, etc.). Inferir o sentido de uma palavra ou expressão. Reconhecer as relações entre diferentes gêneros considerando suas especificidades: contexto de produção, organização composicional, gráfica, marcas linguísticas e enunciativas. Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pelo uso de recursos linguísticos discursivos em textos escritos, compreendendo a determinação sociocultural dos sentidos a partir da consideração da experiência de mundo do educando. Inferir informação implícita em textos verbais e em textos não verbais que mobilizem outras. COMPREENSÃO ESCRITA
  • 24. Relações semânticas entre verbos da língua espanhola e verbos da língua portuguesa para a compreensão textual. A função dos verbos nos gêneros discursivos. Usodofuturoimperfectonassitu- açõescomunicativascotidianas. Uso da perífrasis de futuro “ir a + infinitivo”. Uso da perífrasis de gerundio “estar + gerundio”. Relaçãoentreasestruturasgrama- ticaiseosignificadodostextos. Recursos linguísticos para marcar tempo e espaço. Recursos ortográficos e efeitos de sentido. Sinais de pontuação e efeitos de sentido. Reconhecer recursos linguístico-discursivos diversos em textos escritos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos etc.). Reconhecer formas pronominais e verbais em função dos registros e da variação linguística do espanhol. Identificar as formas de organização discursiva em enunciados afirmativo, interrogativos e negativos. Identificar e refletir sobre formas de organização de enunciados em Espanhol com outras correspondentes em Português. Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos orais e escritos a partir da análise dos marcadores discursivos. Identificar marcas linguístico-discursivas de temporalidade e aspectualidade (formas verbais, marcadores temporais, etc.) do Espanhol em suas diferentes variedades e registros. Observar o funcionamento que rege a participação dos interlocutores de uma produção oral, respeitando os intervalos de fala. Identificar o uso significativo de elementos da linguagem não verbal. ANÁLISE LINGUÍSTICA Produção de agenda semanal, cartão postal. Retextualização (revisão/reescrita) de roteiro turístico. Recursos ortográficos de efeitos de sentido. Sinais de pontuação e efeitos de sentido. Marcadores discursivos. Recursos linguísticos para marcar tempo e espaço. Inserir-se em práticas de escrita que mobilizem saberes já construídos, propiciando o contato intercultural com as produções em Espanhol. Produzirtextos,considerandoosinterlocutores,ogênerodiscursivoesuainserçãosocial,osuporteeospropósitosdiscursivo-comunicativos. Empregar recursos linguístico-discursivos diversos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos, etc.), reconhecendo os efeitos de sentido produzidos por sua utilização. Produzir textos em decorrência de atividades de Compreensão Oral, Produção Oral e Compreensão Escrita, avaliando os conhecimentos mobilizados. Registrar informações e reproduzir por escrito a partir da compreensão textual. Empregar de modo coerente recursos específicos de cada gênero e registro, considerando as especificidades do Espanhol em suas variantes e no contexto sociocultural em que se insere. Revisar o texto, adequando–o na ortografia, na gramática e nos propósitos discursivo-comunicativos. Utilizar as diferentes formas verbais de acordo com o tipo de gênero. Registrar no processo de interpretação de um texto informações relevantes, podendo sistematizá-las por meio de novas produções textuais. PRODUÇÃO ESCRITA
  • 25. Marcas linguísticas características do texto escrito e oral. Leitura e compreensão de conto. As funções da linguagem no estudo do texto literário e não literário. Efeitos de sentido da escolha lexical (conotação e denotação). Identificar as formas de organização discursiva de um determinado gênero atendendo aos propósitos discursivo-comunicativos. Identificar as formas de organização discursiva em enunciados afirmativo, interrogativos e negativos. Identificar as variações na forma da organização discursiva de um determinado gênero levando em consideração as variantes de registro. Identificar e estabelecer relações entre as variações dialectais e os gêneros discursivos. Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos escritos e orais, compreendendo a determinação sociocultural dos sentidos produzidos, a partir da consideração da experiência de mundo do educando. Identificar as variações na forma da organização discursiva entre os gêneros orais e os gêneros escritos. Interagir com textos literários ouvidos e lidos. Conhecer e valorizar obras representativas da literatura em espanhol. Reconhecer características do texto ficcional e do texto poético. Estabelecer relações contextuais e de intertextualidade entre textos literários. Analisar formas de apropriação do texto literário a partir dos diálogos com outras linguagens como filmes, músicas, artes plásticas, etc. Reconhecer diferentes formas de tratar um mesmo tema em textos literários e outros gêneros discursivos. Desenvolver o gosto/prazer pela/da leitura e escrita de textos literários a partir da interação em sala de aula considerando a diversidade de ações e leituras entre as várias manifestações literárias. ANÁLISE LINGUÍSTICA LETRAMENTO LITERÁRIO CONTEÚDOS 2º ANO DO ENSINO MÉDIO - 4º BIMESTRE Expectativas de Aprendizagem CAMPOS OU EIXOS Escuta de menus, receitas, músicas. Marcas linguísticas e extralinguísticas características do texto oral. Marcadores discursivos. Recursos de coesão e coerência verbal. Compreender enunciados orais, considerando as especificidades socioculturais da interação, propósito comunicativo, as características do gênero. Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pelo uso de recursos linguísticos discursivos em textos orais, compreendendo a determinação sociocultural dos sentidos a partir da consideração da experiência de mundo do educando. Perceber as diferenças de sentido acarretadas por diferenças fonéticas entre sons específicos. Reconhecer o uso significativo de pausas, prolongamentos de sons e demais elementos da linguagem não verbal. Reconhecer os efeitos de sentido na produzidos pelo uso dos marcadores discursivos em textos orais. Reconhecer as especificidades dos gêneros orais. Observar a coerência numa produção oral, considerando a situação discursiva. Perceber os efeitos de sentido decorrentes do uso de recursos lexicais e morfossintáticos na produção de textos orais. COMPREENSÃO ORAL
  • 26. Análise de menu, receita, artigo de divulgação científica. Marcas linguísticas características do texto escrito. Variação linguística de registro e dialetal. Recursos ortográficos de efeitos de sentido. Marcadores discursivos. Produção de receita, diálogos. Oralização de textos escritos. Compreender enunciados escritos, considerando as especificidades dos espaços socioculturais e de interação, levando em conta os interlocutores, o propósito comunicativo, as especificidades do gênero. Reconhecer no processo de interpretação de um texto informações relevantes. Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos escritos, considerando os aspectos interculturais neles inscritos. Perceber a coerência em uma produção escrita, observando especialmente os espaços de interação entre os interlocutores, o propósito comunicativo, as características dos gêneros escritos em seus diferentes registros. Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pela mobilização de recursos linguístico-discursivos diversos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos, etc.). Inferir o sentido de uma palavra ou expressão. Reconhecer as relações entre diferentes gêneros considerando suas especificidades: contexto de produção, organização composicional, gráfica, marcas linguísticas e enunciativas. Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pelo uso de recursos linguísticos discursivos em textos escritos, compreendendo a determinação sociocultural dos sentidos a partir da consideração da experiência de mundo do educando. Inferir informação implícita em textos verbais e em textos não verbais que mobilizem outras. Perceber as reconfigurações implicadas no processo de retextualização de diferentes gêneros em registros diversos. Inserir-se, significativamente, em práticas de oralidade que mobilizem tanto os saberes já construídos (sobre seu entorno social, sua prática de linguagem, língua, etc.) quanto aqueles advindos do contato intercultural com as produções em Espanhol. Reconhecer as relações entre diferentes gêneros considerando suas especificidades: contexto de produção, organização composicional, gráfica, marcas linguísticas e enunciativas. Produzir textos orais considerando os elementos da situação discursiva, tais como, por exemplo, interlocutores, propósito comunicativo, aspectos afetivos, especificidades do gênero e suporte. Empregar recursos linguísticos discursivos diversos, reconhecendo os efeitos de sentido produzidos por sua utilização em interações orais. Proporcionar situações discursivas que fomentem práticas orais, favorecendo a expressão de pontos de vista e o protagonismo do aluno. Oralizar textos escritos utilizando ritmo e entonação, pausas e intensidade adequadas às situações discursivas. COMPREENSÃO ESCRITA PRODUÇÃO ORAL
  • 27. Relações semânticas entre verbos da língua espanhola e verbos da língua portuguesa para a compreensão textual. A função dos verbos nos gêneros discursivos. Uso do infinitivo para expressar instruções. Uso do imperativo nas situa- ções comunicativas cotidianas. Função das formas pronomi- nais como dêiticos textuais. Uso dos pronombres com- plementos directo e indirecto como referência textual. Uso da colocación pronominal. Relaçãoentreasestruturasgrama- ticaiseosignificadodostextos. Recursos ortográficos e efeitos de sentido. Sinais de pontuação e efeitos de sentido. Reconhecer recursos linguístico-discursivos diversos em textos escritos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos etc.). Reconhecer formas pronominais e verbais em função dos registros e da variação linguística do espanhol. Identificar as formas de organização discursiva em enunciados afirmativo, interrogativos e negativos. Identificar e refletir sobre formas de organização de enunciados em Espanhol com outras correspondentes em Português. Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos orais e escritos a partir da análise dos marcadores discursivos. Identificar marcas linguístico-discursivas de temporalidade e aspectualidade (formas verbais, marcadores temporais, etc.) do Espanhol em suas diferentes variedades e registros. Observar o funcionamento que rege a participação dos interlocutores de uma produção oral, respeitando os intervalos de fala. Identificar o uso significativo de elementos da linguagem não verbal. Analisar a coerência em uma produção escrita observando os espaços de interação entre os interlocutores, o propósito comunicativo, as características dos gêneros escritos em seus diferentes registros. Produção de guia de saúde, menu, cartazes ou slides de comidas típicas. Retextualização (revisão/reescrita) de receita. Recursos ortográficos de efeitos de sentido. Sinais de pontuação e efeitos de sentido. Inserir-se em práticas de escrita que mobilizem saberes já construídos, propiciando o contato intercultural com as produções em Espanhol. Produzirtextos,considerandoosinterlocutores,ogênerodiscursivoesuainserçãosocial,osuporteeospropósitosdiscursivo-comunicativos. Empregar recursos linguístico-discursivos diversos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos, etc.), reconhecendo os efeitos de sentido produzidos por sua utilização. ProduzirtextosemdecorrênciadeatividadesdeCompreensãoOral,ProduçãoOraleCompreensãoEscrita,avaliandoosconhecimentosmobilizados. Registrar informações e reproduzir por escrito a partir da compreensão textual. Empregar de modo coerente recursos específicos de cada gênero e registro, considerando as especificidades do Espanhol em suas variantes e no contexto sociocultural em que se insere. Revisar o texto, adequando–o na ortografia, na gramática e nos propósitos discursivo-comunicativos. Utilizar as diferentes formas verbais de acordo com o tipo de gênero. Produzir de forma crítica-reflexiva os diferentes registros do Espanhol. Registrar no processo de interpretação de um texto informações relevantes, podendo sistematizá-las por meio de novas produções textuais. ANÁLISE LINGUÍSTICA PRODUÇÃO ESCRITA
  • 28. Marcas linguísticas características do texto escrito e oral. Leitura e compreensão de poema. As funções da linguagem no estudo do texto literário e não literário. Efeitos de sentido da escolha lexical (conotação e denotação). Sinais de pontuação e efeitos de sentido. Recursos ortográficos e efeitos de sentido. Identificar as formas de organização discursiva de um determinado gênero atendendo aos propósitos discursivo-comunicativos. Identificar as formas de organização discursiva em enunciados afirmativo, interrogativos e negativos. Identificar as variações na forma da organização discursiva de um determinado gênero levando em consideração as variantes de registro. Identificar e estabelecer relações entre as variações dialectais e os gêneros discursivos. Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos escritos e orais, compreendendo a determinação sociocultural dos sentidos produzidos, a partir da consideração da experiência de mundo do educando. Interagir com textos literários ouvidos e lidos. Apreciar a particularidade da sonoridade de rimas, aliterações e outros recursos linguísticos em textos poéticos da tradição de expressão em língua espanhola. Recitar poesias respeitando a entonação, acentuação e pausas dentro da tradição literária de expressão em língua espanhola, considerando seu efeitos estéticos. Conhecer e valorizar obras representativas da literatura em espanhol. Reconhecer características do texto ficcional e do texto poético. Estabelecer relações contextuais e de intertextualidade entre textos literários. Analisar formas de apropriação do texto literário a partir dos diálogos com outras linguagens como filmes, músicas, artes plásticas, etc. Reconhecer diferentes formas de tratar um mesmo tema em textos literários e outros gêneros discursivos. Desenvolver o gosto/prazer pela/da leitura e escrita de textos literários a partir da interação em sala de aula considerando a diversidade de ações e leituras entre as várias manifestações literárias. LETRAMENTO LITERÁRIO ANÁLISE LINGUÍSTICA
  • 29. CONTEÚDOS 3º ANO DO ENSINO MÉDIO - 1º BIMESTRE Expectativas de Aprendizagem CAMPOS OU EIXOS Escuta de entrevistas, leituras dramatizadas, notícias, músicas. Marcas linguísticas e extralinguísticas características do texto oral. Variação linguística de registro e dialetal. Marcadores discursivos. Recursos de coesão e coerência verbal. Análise de carta ao leitor, artigo de opinião, notícia jornalística. Marcas linguísticas características do texto escrito. Variação linguística de registro e dialetal. Recursos ortográficos de efeitos de sentido. Marcadores discursivos. Compreender enunciados orais, considerando as especificidades socioculturais da interação, propósito comunicativo, as características do gênero. Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pelo uso de recursos linguísticos discursivos em textos orais, compreendendo a determinação sociocultural dos sentidos a partir da consideração da experiência de mundo do educando. Perceber as diferenças de sentido acarretadas por diferenças fonéticas entre sons específicos. Reconhecer o uso significativo de pausas, prolongamentos de sons e demais elementos da linguagem não verbal. Reconhecer os efeitos de sentido na produzidos pelo uso dos marcadores discursivos em textos orais. Reconhecer as especificidades dos gêneros orais. Observar a coerência numa produção oral, considerando a situação discursiva. Perceber os efeitos de sentido decorrentes do uso de recursos lexicais e morfossintáticos na produção de textos orais. Reconhecer os efeitos de sentido na leitura de textos orais, considerando os aspectos interculturais neles inscritos. Reconhecer os sons do sistema fonético do Espanhol em suas variações. Reconhecer e selecionar o registro linguístico mais adequado para cada situação. Compreender enunciados escritos, considerando as especificidades dos espaços socioculturais e de interação, levando em conta os interlocutores, o propósito comunicativo, as especificidades do gênero. Reconhecer no processo de interpretação de um texto informações relevantes. Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos escritos, considerando os aspectos interculturais neles inscritos. Perceber a coerência em uma produção escrita, observando especialmente os espaços de interação entre os interlocutores, o propósito comunicativo, as características dos gêneros escritos em seus diferentes registros. Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pela mobilização de recursos linguístico-discursivos diversos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos, etc.). Inferir o sentido de uma palavra ou expressão. Reconhecer as relações entre diferentes gêneros considerando suas especificidades: contexto de produção, organização composicional, gráfica, marcas linguísticas e enunciativas. Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pelo uso de recursos linguísticos discursivos em textos escritos, compreendendo a determinação sociocultural dos sentidos a partir da consideração da experiência de mundo do educando. Inferir informação implícita em textos verbais e em textos não verbais que mobilizem outras. Perceber as reconfigurações implicadas no processo de retextualização de diferentes gêneros em registros diversos. Reconhecer as características da situação discursivo-comunicativa mediante sua recriação no espaço escolar. COMPREENSÃO ORAL COMPREENSÃO ESCRITA
  • 30. Produção de diálogos, listas, debate regrado. Oralização de textos escritos. Marcadores discursivos orais. Produção de carta ao leitor, cartão de felicitação, artigo de opinião. Recursos ortográficos de efeitos de sentido. Sinais de pontuação e efeitos de sentido. Marcadores discursivos. Recursos de coesão e coerência textual. Inserir-se, significativamente, em práticas de oralidade que mobilizem tanto os saberes já construídos (sobre seu entorno social, sua prática de linguagem, língua, etc.) quanto aqueles advindos do contato intercultural com as produções em Espanhol. Reconhecer as relações entre diferentes gêneros considerando suas especificidades: contexto de produção, organização composicional, gráfica, marcas linguísticas e enunciativas. Produzir textos orais considerando os elementos da situação discursiva, tais como, por exemplo, interlocutores, propósito comunicativo, aspectos afetivos, especificidades do gênero e suporte. Empregar recursos linguísticos discursivos diversos, reconhecendo os efeitos de sentido produzidos por sua utilização em interações orais. Proporcionar situações discursivas que fomentem práticas orais, favorecendo a expressão de pontos de vista e o protagonismo do aluno. Oralizar textos escritos utilizando ritmo e entonação, pausas e intensidade adequadas às situações discursivas. Empregar recursos linguísticos como os de modalização, trocas de turno, registro e cortesia na produção de textos orais em Espanhol considerando seus propósitos discursivo-comunicativos e o contato intercultural. Inserir-se em práticas de escrita que mobilizem saberes já construídos, propiciando o contato intercultural com as produções em Espanhol. Produzir textos, considerando os interlocutores, o gênero discursivo e sua inserção social, o suporte e os propósitos discursivo- comunicativos. Empregar recursos linguístico-discursivos diversos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos, etc.), reconhecendo os efeitos de sentido produzidos por sua utilização. Produzir textos em decorrência de atividades de Compreensão Oral, Produção Oral e Compreensão Escrita, avaliando os conhecimentos mobilizados. Registrar informações e reproduzir por escrito a partir da compreensão textual. Empregar de modo coerente recursos específicos de cada gênero e registro, considerando as especificidades do Espanhol em suas variantes e no contexto sociocultural em que se insere. Revisar o texto, adequando–o na ortografia, na gramática e nos propósitos discursivo-comunicativos. Utilizar as diferentes formas verbais de acordo com o tipo de gênero. Produzir de forma crítica-reflexiva os diferentes registros do Espanhol. Registrar no processo de interpretação de um texto informações relevantes, podendo sistematizá-las por meio de novas produções textuais. Empregar adequadamente recursos de modalização e coesão na produção de textos em Espanhol, considerando seus propósitos discursivo-comunicativos. PRODUÇÃO ORAL PRODUÇÃO ESCRITA
  • 31. Marcas linguísticas características do texto escrito e oral. Identificar as formas de organização discursiva de um determinado gênero atendendo aos propósitos discursivo-comunicativos. Identificar as formas de organização discursiva em enunciados afirmativo, interrogativos e negativos. Identificar as variações na forma da organização discursiva de um determinado gênero levando em consideração as variantes de registro. Identificar e estabelecer relações entre as variações dialectais e os gêneros discursivos. Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos escritos e orais, compreendendo a determinação sociocultural dos sentidos produzidos, a partir da consideração da experiência de mundo do educando. Identificar as variações na forma da organização discursiva entre os gêneros orais e os gêneros escritos. Relações semânticas entre verbos da língua espanhola e verbos da língua portuguesa para a compreensão textual. A função dos verbos nos gêneros discursivos. Uso do infinitivo para expressar instruções. Uso do presente do subjuntivo nas situações comunicativas cotidianas. Uso do condicional nas situações comunicativas. Função das formas pronomi- nais como dêiticos textuais. Relação entre as estruturas gramaticais e o significado dos textos. Recursos ortográficos e efeitos de sentido. Sinais de pontuação e efeitos de sentido. Reconhecer recursos linguístico-discursivos diversos em textos escritos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos etc.). Reconhecer formas pronominais e verbais em função dos registros e da variação linguística do espanhol. Identificar as formas de organização discursiva em enunciados afirmativo, interrogativos e negativos. Identificar e refletir sobre formas de organização de enunciados em Espanhol com outras correspondentes em Português. Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos orais e escritos a partir da análise dos marcadores discursivos. Identificar marcas linguístico-discursivas de temporalidade e aspectualidade (formas verbais, marcadores temporais, etc.) do Espanhol em suas diferentes variedades e registros. Observar o funcionamento que rege a participação dos interlocutores de uma produção oral, respeitando os intervalos de fala. Identificar o uso significativo de elementos da linguagem não verbal. Analisar a coerência em uma produção escrita observando os espaços de interação entre os interlocutores, o propósito comunicativo, as características dos gêneros escritos em seus diferentes registros. Analisar a coerência em uma produção oral, considerando a situação discursiva. Reconhecer recursos de modalização e coesão próprios do Espanhol. Identificar as características dos gêneros orais e seus registros. Identificar o uso significativo produzido pela conjugação da linguagem escrita e outras linguagens como cinema, música, etc. ANÁLISE LINGUÍSTICA
  • 32. Leitura e compreensão de lendas. As funções da linguagem no estudo do texto literário e não literário. Efeitos de sentido da escolha lexical (conotação e denotação). Sinais de pontuação e efeitos de sentido. Recursos ortográficos e efeitos de sentido. Interagir com textos literários ouvidos e lidos. Apreciar a particularidade da sonoridade de rimas, aliterações e outros recursos linguísticos em textos poéticos da tradição de expressão em língua espanhola. Reconhecer características do texto ficcional e do texto poético. Estabelecer relações contextuais e de intertextualidade entre textos literários. Conhecer e valorizar obras representativas da literatura em espanhol. Reconhecer a importância da literatura enquanto prática verbal ampla (da literatura oral à palavra cantada à poesia digital, etc.). Analisar formas de apropriação do texto literário a partir dos diálogos com outras linguagens como filmes, músicas, artes plásticas, etc. Reconhecer diferentes formas de tratar um mesmo tema em textos literários e outros gêneros discursivos. Desenvolver o gosto/prazer pela/da leitura e escrita de textos literários a partir da interação em sala de aula considerando a diversidade de ações e leituras entre as várias manifestações literárias. Trabalhar a compreensão do texto literário a partir da interpretação intercultural. Reconhecer e analisar processos de intertextualidade e interculturalidade entre a produção literária brasileira e aquela do universo de expressão em língua espanhola. LETRAMENTO LITERÁRIO
  • 33. CONTEÚDOS 3º ANO DO ENSINO MÉDIO - 2º BIMESTRE Expectativas de Aprendizagem CAMPOS OU EIXOS Escuta de reportagem, notícias, músicas. Marcas linguísticas e extralinguísticas características do texto oral. Variação linguística de registro e dialetal. Marcadores discursivos. Recursos de coesão e coerência verbal. Compreender enunciados orais, considerando as especificidades socioculturais da interação, propósito comunicativo, as características do gênero. Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pelo uso de recursos linguísticos discursivos em textos orais, compreendendo a determinação sociocultural dos sentidos a partir da consideração da experiência de mundo do educando. Reconhecer o uso significativo de pausas, prolongamentos de sons e demais elementos da linguagem não verbal. Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pelo uso dos marcadores discursivos em textos orais. Reconhecer as especificidades dos gêneros orais. Observar a coerência numa produção oral, considerando a situação discursiva. Perceber os efeitos de sentido decorrentes do uso de recursos lexicais e morfossintáticos na produção de textos orais. Reconhecer os efeitos de sentido na leitura de textos orais, considerando os aspectos interculturais neles inscritos. Reconhecer e selecionar o registro linguístico mais adequado para cada situação. Compreender o funcionamento que rege a participação dos interlocutores de uma produção oral, respeitando os intervalos de fala. Reconhecer as marcas discursivas características do Espanhol em suas diferentes variedades e registros. COMPREENSÃO ORAL
  • 34. Produção debate regrado, Júri simulado. Oralização de textos escritos. Marcadores discursivos. Inserir-se, significativamente, em práticas de oralidade que mobilizem tanto os saberes já construídos (sobre seu entorno social, sua prática de linguagem, língua, etc.) quanto aqueles advindos do contato intercultural com as produções em Espanhol. Produzir textos orais considerando os elementos da situação discursiva, tais como, por exemplo, interlocutores, propósito comunicativo, aspectos afetivos, especificidades do gênero e suporte. Empregar recursos linguísticos discursivos diversos, reconhecendo os efeitos de sentido produzidos por sua utilização em interações orais. Proporcionar situações discursivas que fomentem práticas orais, favorecendo a expressão de pontos de vista e o protagonismo do aluno. Oralizar textos escritos utilizando ritmo e entonação, pausas e intensidade adequadas às situações discursivas. Empregar recursos linguísticos como os de modalização, trocas de turno, registro e cortesia na produção de textos orais em Espanhol considerando seus propósitos discursivo-comunicativos e o contato intercultural. Inserir-se, significativamente, em situações comunicativas reconhecendo suas características e recriando-as no espaço escolar. Análise de tiras cômicas, charges, manchetes, notícia jornalística. Marcas linguísticas carac- terísticas do texto escrito. Variação linguística de registro e dialetal. Recursos ortográficos de efeitos de sentido. Marcadores discursivos. Compreender enunciados escritos, considerando as especificidades dos espaços socioculturais e de interação, levando em conta os interlocutores, o propósito comunicativo, as especificidades do gênero. Reconhecer no processo de interpretação de um texto informações relevantes. Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos escritos, considerando os aspectos interculturais neles inscritos. Perceber a coerência em uma produção escrita, observando especialmente os espaços de interação entre os interlocutores, o propósito comunicativo, as características dos gêneros escritos em seus diferentes registros. Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pela mobilização de recursos linguístico-discursivos diversos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos, etc.). Inferir o sentido de uma palavra ou expressão. Reconhecer as relações entre diferentes gêneros considerando suas especificidades: contexto de produção, organização composicional, gráfica, marcas linguísticas e enunciativas. Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pelo uso de recursos linguísticos discursivos em textos escritos, compreendendo a determinação sociocultural dos sentidos a partir da consideração da experiência de mundo do educando. Inferir informação implícita em textos verbais e em textos não verbais que mobilizem outras. Perceber as reconfigurações implicadas no processo de retextualização de diferentes gêneros em registros diversos. Reconhecer as características da situação discursivo-comunicativa mediante sua recriação no espaço escolar. Perceber marcas discursivas características do Espanhol em suas diferentes variedades e registros. COMPREENSÃO ESCRITA PRODUÇÃO ORAL
  • 35. Relações semânticas entre verbos da língua espanhola e verbos da língua portuguesa para a compreensão textual. A função dos verbos nos gêneros discursivos. Função dos modos e tempos verbais para a elaboração dos enunciados. Uso das formas impessoais nas situações comunicativas. Função das formas pronomi- nais como dêiticos textuais. Relação entre as estruturas gra- maticais e o significado dos textos. Recursos ortográficos e efeitos de sentido. Sinais de pontuação e efeitos de sentido. Reconhecer recursos linguístico-discursivos diversos em textos escritos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos etc.). Reconhecer formas pronominais e verbais em função dos registros e da variação linguística do espanhol. Identificar as formas de organização discursiva em enunciados afirmativo, interrogativos e negativos. Identificar e refletir sobre formas de organização de enunciados em Espanhol com outras correspondentes em Português. Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos orais e escritos a partir da análise dos marcadores discursivos. Identificar marcas linguístico-discursivas de temporalidade e aspectualidade (formas verbais, marcadores temporais, etc.) do Espanhol em suas diferentes variedades e registros. Identificar o uso significativo de elementos da linguagem não verbal. Analisar a coerência em uma produção escrita observando os espaços de interação entre os interlocutores, o propósito comunicativo, as características dos gêneros escritos em seus diferentes registros. Reconhecer recursos de modalização e coesão próprios do Espanhol. Identificar o uso significativo produzido pela conjugação da linguagem escrita e outras linguagens como cinema, música, etc. Produção de manchetes, tiras cômicas. Retextualizar (revisão/reescrita) de notícias. Recursos ortográficos de efeitos de sentido. Sinais de pontuação e efeitos de sentido. Marcadores discursivos. Recursos de coesão e coerência textual. Inserir-se em práticas de escrita que mobilizem saberes já construídos, propiciando o contato intercultural com as produções em Espanhol. Produzirtextos,considerandoosinterlocutores,ogênerodiscursivoesuainserçãosocial,osuporteeospropósitosdiscursivo-comunicativos. Empregar recursos linguístico-discursivos diversos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos, etc.), reconhecendo os efeitos de sentido produzidos por sua utilização. Produzir textos em decorrência de atividades de Compreensão Oral, Produção Oral e Compreensão Escrita, avaliando os conhecimentos mobilizados. Registrar informações e reproduzir por escrito a partir da compreensão textual. Empregar de modo coerente recursos específicos de cada gênero e registro, considerando as especificidades do Espanhol em suas variantes e no contexto sociocultural em que se insere. Revisar o texto, adequando–o na ortografia, na gramática e nos propósitos discursivo-comunicativos. Utilizar as diferentes formas verbais de acordo com o tipo de gênero. Registrar no processo de interpretação de um texto informações relevantes, podendo sistematizá-las por meio de novas produções textuais. Empregar adequadamente recursos de modalização e coesão na produção de textos em Espanhol, considerando seus propósitos discursivo-comunicativos. PRODUÇÃO ESCRITA ANÁLISE LINGUÍSTICA
  • 36. Marcas linguísticas características do texto escrito e oral. Leitura e compreensão de novela. As funções da linguagem no estudo do texto literário e não literário. Efeitos de sentido da escolha lexical (conotação e denotação). Sinais de pontuação e efeitos de sentido. Recursos ortográficos e efeitos de sentido. Identificar as formas de organização discursiva de um determinado gênero atendendo aos propósitos discursivo-comunicativos. Identificar as formas de organização discursiva em enunciados afirmativo, interrogativos e negativos. Identificar as variações na forma da organização discursiva de um determinado gênero levando em consideração as variantes de registro. Identificar e estabelecer relações entre as variações dialectais e os gêneros discursivos. Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos escritos e orais, compreendendo a determinação sociocultural dos sentidos produzidos, a partir da consideração da experiência de mundo do educando. Identificar as variações na forma da organização discursiva entre os gêneros orais e os gêneros escritos. Interagir com textos literários ouvidos e lidos. Reconhecer características do texto ficcional e do texto poético. Estabelecer relações contextuais e de intertextualidade entre textos literários. Conhecer e valorizar obras representativas da literatura em espanhol. Reconhecer a importância da literatura enquanto prática verbal ampla (da literatura oral à palavra cantada à poesia digital, etc.). Analisar formas de apropriação do texto literário a partir dos diálogos com outras linguagens como filmes, músicas, artes plásticas, etc. Reconhecer diferentes formas de tratar um mesmo tema em textos literários e outros gêneros discursivos. Desenvolver o gosto/prazer pela/da leitura e escrita de textos literários a partir da interação em sala de aula considerando a diversidade de ações e leituras entre as várias manifestações literárias. Relacionar diferentes textos literários com problemáticas contemporâneas. Trabalhar a compreensão do texto literário a partir da interpretação intercultural. Reconhecer e analisar processos de intertextualidade e interculturalidade entre a produção literária brasileira e aquela do universo de expressão em língua espanhola. ANÁLISE LINGUÍSTICA LETRAMENTO LITERÁRIO
  • 37. CONTEÚDOS 3º ANO DO ENSINO MÉDIO - 3º BIMESTRE Expectativas de Aprendizagem CAMPOS OU EIXOS Escuta de entrevistas, debates, músicas. Marcas linguísticas e extralinguísticas características do texto oral. Variação linguística de registro e dialetal. Marcadores discursivos. Recursos de coesão e coerência verbal. Compreender enunciados orais, considerando as especificidades socioculturais da interação, propósito comunicativo, as características do gênero. Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pelo uso de recursos linguísticos discursivos em textos orais, compreendendo a determinação sociocultural dos sentidos a partir da consideração da experiência de mundo do educando. Perceber as diferenças de sentido acarretadas por diferenças fonéticas entre sons específicos. Reconhecer o uso significativo de pausas, prolongamentos de sons e demais elementos da linguagem não verbal. Reconhecer os efeitos de sentido na produzidos pelo uso dos marcadores discursivos em textos orais. Reconhecer as especificidades dos gêneros orais. Observar a coerência numa produção oral, considerando a situação discursiva. Perceber os efeitos de sentido decorrentes do uso de recursos lexicais e morfossintáticos na produção de textos orais. Reconhecer os efeitos de sentido na leitura de textos orais, considerando os aspectos interculturais neles inscritos. Reconhecer os sons do sistema fonético do Espanhol em suas variações. Reconhecer e selecionar o registro linguístico mais adequado para cada situação. Compreender o funcionamento que rege a participação dos interlocutores de uma produção oral, respeitando os intervalos de fala. Reconhecer as características do registro empregados na interlocução. Reconhecer as marcas discursivas características do Espanhol em suas diferentes variedades e registros. COMPREENSÃO ORAL
  • 38. Produção de debate regrado, exposição oral. Oralização de textos escritos. Marcadores discursivos orais. Inserir-se, significativamente, em práticas de oralidade que mobilizem tanto os saberes já construídos (sobre seu entorno social, sua prática de linguagem, língua, etc.) quanto aqueles advindos do contato intercultural com as produções em Espanhol. Reconhecer as relações entre diferentes gêneros considerando suas especificidades: contexto de produção, organização composicional, gráfica, marcas linguísticas e enunciativas. Produzir textos orais considerando os elementos da situação discursiva, tais como, por exemplo, interlocutores, propósito comunicativo, aspectos afetivos, especificidades do gênero e suporte. Empregar recursos linguísticos discursivos diversos, reconhecendo os efeitos de sentido produzidos por sua utilização em interações orais. Proporcionar situações discursivas que fomentem práticas orais, favorecendo a expressão de pontos de vista e o protagonismo do aluno. Oralizar textos escritos utilizando ritmo e entonação, pausas e intensidade adequadas às situações discursivas. Empregar recursos linguísticos como os de modalização, trocas de turno, registro e cortesia na produção de textos orais em Espanhol considerando seus propósitos discursivo-comunicativos e o contato intercultural. Inserir-se, significativamente, em situações comunicativas reconhecendo suas características e recriando-as no espaço escolar. Análise de relato de experiência, notícia jornalística, fórum na internet. Marcas linguísticas características do texto escrito. Variação linguística de registro e dialetal. Recursos ortográficos de efeitos de sentido. Marcadores discursivos. Compreender enunciados escritos, considerando as especificidades dos espaços socioculturais e de interação, levando em conta os interlocutores, o propósito comunicativo, as especificidades do gênero. Reconhecer no processo de interpretação de um texto informações relevantes. Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos escritos, considerando os aspectos interculturais neles inscritos. Perceber a coerência em uma produção escrita, observando especialmente os espaços de interação entre os interlocutores, o propósito comunicativo, as características dos gêneros escritos em seus diferentes registros. Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pela mobilização de recursos linguístico-discursivos diversos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos, etc.). Inferir o sentido de uma palavra ou expressão. Reconhecer as relações entre diferentes gêneros considerando suas especificidades: contexto de produção, organização composicional, gráfica, marcas linguísticas e enunciativas. Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pelo uso de recursos linguísticos discursivos em textos escritos, compreendendo a determinação sociocultural dos sentidos a partir da consideração da experiência de mundo do educando. Inferir informação implícita em textos verbais e em textos não verbais que mobilizem outras. Perceber as reconfigurações implicadas no processo de retextualização de diferentes gêneros em registros diversos. Reconhecer as características da situação discursivo-comunicativa mediante sua recriação no espaço escolar. COMPREENSÃO ESCRITA PRODUÇÃO ORAL
  • 39. Relações semânticas entre verbos da língua espanhola e verbos da língua portuguesa para a compreensão textual. A função dos verbos nos gêneros discursivos. Uso do pretérito do subjuntivo nas situações comunicativas cotidianas. Usodeexpresionesconcesivas. Função das formas pronomi- nais como dêiticos textuais. Relação entre as estruturas gramaticais e o significado dos textos. Recursos ortográficos e efeitos de sentido. Sinais de pontuação e efeitos de sentido. Reconhecer recursos linguístico-discursivos diversos em textos escritos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos etc.). Reconhecer formas pronominais e verbais em função dos registros e da variação linguística do espanhol. Identificar as formas de organização discursiva em enunciados afirmativo, interrogativos e negativos. Identificar e refletir sobre formas de organização de enunciados em Espanhol com outras correspondentes em Português. Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos orais e escritos a partir da análise dos marcadores discursivos. Identificar marcas linguístico-discursivas de temporalidade e aspectualidade (formas verbais, marcadores temporais, etc.) do Espanhol em suas diferentes variedades e registros. Observar o funcionamento que rege a participação dos interlocutores de uma produção oral, respeitando os intervalos de fala. Identificar o uso significativo de elementos da linguagem não verbal. Analisar a coerência em uma produção escrita observando os espaços de interação entre os interlocutores, o propósito comunicativo, as características dos gêneros escritos em seus diferentes registros. Analisar a coerência em uma produção oral, considerando a situação discursiva. Reconhecer recursos de modalização e coesão próprios do Espanhol. Identificar as características dos gêneros orais e seus registros. Identificar o uso significativo produzido pela conjugação da linguagem escrita e outras linguagens como cinema, música, etc. Inserir-se em práticas de escrita que mobilizem saberes já construídos, propiciando o contato intercultural com as produções em Espanhol. Produzirtextos,considerandoosinterlocutores,ogênerodiscursivoesuainserçãosocial,osuporteeospropósitosdiscursivo-comunicativos. Empregar recursos linguístico-discursivos diversos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos, etc.), reconhecendo os efeitos de sentido produzidos por sua utilização. ProduzirtextosemdecorrênciadeatividadesdeCompreensãoOral,ProduçãoOraleCompreensãoEscrita,avaliandoosconhecimentosmobilizados. Registrar informações e reproduzir por escrito a partir da compreensão textual. Empregar de modo coerente recursos específicos de cada gênero e registro, considerando as especificidades do Espanhol em suas variantes e no contexto sociocultural em que se insere. Revisar o texto, adequando–o na ortografia, na gramática e nos propósitos discursivo-comunicativos. Utilizar as diferentes formas verbais de acordo com o tipo de gênero. Produzir de forma crítica-reflexiva os diferentes registros do Espanhol. Registrar no processo de interpretação de um texto informações relevantes, podendo sistematizá-las por meio de novas produções textuais. Empregar adequadamente recursos de modalização e coesão na produção de textos em Espanhol, considerando seus propósitos discursivo-comunicativos. PRODUÇÃO ESCRITA Produção de carta de solicitação, história em quadrinhos, relatos. Recursos ortográficos de efeitos de sentido. Sinais de pontuação e efeitos de sentido. Marcadores discursivos. Recursos de coesão e coerência textual. ANÁLISE LINGUÍSTICA
  • 40. Leitura e compreensão de novela fantástica. As funções da linguagem no estudo do texto literário e não literário. Efeitos de sentido da escolha lexical (conotação e denotação). Sinais de pontuação e efeitos de sentido. Recursos ortográficos e efeitos de sentido. Interagir com textos literários ouvidos e lidos. Apreciar a particularidade da sonoridade de rimas, aliterações e outros recursos linguísticos em textos poéticos da tradição de expressão em língua espanhola. Reconhecer características do texto ficcional e do texto poético. Estabelecer relações contextuais e de intertextualidade entre textos literários. Conhecer e valorizar obras representativas da literatura em espanhol. Reconhecer a importância da literatura enquanto prática verbal ampla (da literatura oral à palavra cantada à poesia digital, etc.). Analisar formas de apropriação do texto literário a partir dos diálogos com outras linguagens como filmes, músicas, artes plásticas, etc. Reconhecer diferentes formas de tratar um mesmo tema em textos literários e outros gêneros discursivos. Desenvolver o gosto/prazer pela/da leitura e escrita de textos literários a partir da interação em sala de aula considerando a diversidade de ações e leituras entre as várias manifestações literárias. Relacionar diferentes textos literários com problemáticas contemporâneas. Trabalhar a compreensão do texto literário a partir da interpretação intercultural. Reconhecer e analisar processos de intertextualidade e interculturalidade entre a produção literária brasileira e aquela do universo de expressão em língua espanhola. ANÁLISE LINGUÍSTICA LETRAMENTO LITERÁRIO Marcas linguísticas características do texto escrito e oral. Identificar as formas de organização discursiva de um determinado gênero atendendo aos propósitos discursivo-comunicativos. Identificar as formas de organização discursiva em enunciados afirmativo, interrogativos e negativos. Identificar as variações na forma da organização discursiva de um determinado gênero levando em consideração as variantes de registro. Identificar e estabelecer relações entre as variações dialectais e os gêneros discursivos. Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos escritos e orais, compreendendo a determinação sociocultural dos sentidos produzidos, a partir da consideração da experiência de mundo do educando. Identificar as variações na forma da organização discursiva entre os gêneros orais e os gêneros escritos.
  • 41. CONTEÚDOS 3º ANO DO ENSINO MÉDIO - 4º BIMESTRE Expectativas de Aprendizagem CAMPOS OU EIXOS Escuta de telenovelas, debates, entrevistas, músicas. Marcas linguísticas e extralinguísticas características do texto oral. Variação linguística de registro e dialetal. Marcadores discursivos. Recursos de coesão e coerência verbal. Compreender enunciados orais, considerando as especificidades socioculturais da interação, propósito comunicativo, as características do gênero. Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pelo uso de recursos linguísticos discursivos em textos orais, compreendendo a determinação sociocultural dos sentidos a partir da consideração da experiência de mundo do educando. Perceber as diferenças de sentido acarretadas por diferenças fonéticas entre sons específicos. Reconhecer o uso significativo de pausas, prolongamentos de sons e demais elementos da linguagem não verbal. Reconhecer os efeitos de sentido na produzidos pelo uso dos marcadores discursivos em textos orais. Reconhecer as especificidades dos gêneros orais. Observar a coerência numa produção oral, considerando a situação discursiva. Perceber os efeitos de sentido decorrentes do uso de recursos lexicais e morfossintáticos na produção de textos orais. Reconhecer os efeitos de sentido na leitura de textos orais, considerando os aspectos interculturais neles inscritos. Reconhecer os sons do sistema fonético do Espanhol em suas variações. Reconhecer e selecionar o registro linguístico mais adequado para cada situação. Compreender o funcionamento que rege a participação dos interlocutores de uma produção oral, respeitando os intervalos de fala. Reconhecer as características do registro empregados na interlocução. Reconhecer as marcas discursivas características do Espanhol em suas diferentes variedades e registros. COMPREENSÃO ORAL
  • 42. Produção de debate regrado, exposição oral. Oralização de textos escritos. Marcadores discursivos orais. Inserir-se, significativamente, em práticas de oralidade que mobilizem tanto os saberes já construídos (sobre seu entorno social, sua prática de linguagem, língua, etc.) quanto aqueles advindos do contato intercultural com as produções em Espanhol. Reconhecer as relações entre diferentes gêneros considerando suas especificidades: contexto de produção, organização composicional, gráfica, marcas linguísticas e enunciativas. Produzir textos orais considerando os elementos da situação discursiva, tais como, por exemplo, interlocutores, propósito comunicativo, aspectos afetivos, especificidades do gênero e suporte. Empregar recursos linguísticos discursivos diversos, reconhecendo os efeitos de sentido produzidos por sua utilização em interações orais. Proporcionar situações discursivas que fomentem práticas orais, favorecendo a expressão de pontos de vista e o protagonismo do aluno. Oralizar textos escritos utilizando ritmo e entonação, pausas e intensidade adequadas às situações discursivas. Empregar recursos linguísticos como os de modalização, trocas de turno, registro e cortesia na produção de textos orais em Espanhol considerando seus propósitos discursivo-comunicativos e o contato intercultural. Inserir-se, significativamente, em situações comunicativas reconhecendo suas características e recriando-as no espaço escolar. Análise de peça teatral, poema, infográfico. Marcas linguísticas características do texto escrito. Variação linguística de registro e dialetal. Recursos ortográficos de efeitos de sentido. Marcadores discursivos. Compreender enunciados escritos, considerando as especificidades dos espaços socioculturais e de interação, levando em conta os interlocutores, o propósito comunicativo, as especificidades do gênero. Reconhecer no processo de interpretação de um texto informações relevantes. Reconhecer os efeitos de sentido na produção de textos escritos, considerando os aspectos interculturais neles inscritos. Perceber a coerência em uma produção escrita, observando especialmente os espaços de interação entre os interlocutores, o propósito comunicativo, as características dos gêneros escritos em seus diferentes registros. Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pela mobilização de recursos linguístico-discursivos diversos (lexicais, morfossintáticos, de pontuação, gráficos, etc.). Inferir o sentido de uma palavra ou expressão. Reconhecer as relações entre diferentes gêneros considerando suas especificidades: contexto de produção, organização composicional, gráfica, marcas linguísticas e enunciativas. Reconhecer os efeitos de sentido produzidos pelo uso de recursos linguísticos discursivos em textos escritos, compreendendo a determinação sociocultural dos sentidos a partir da consideração da experiência de mundo do educando. Inferir informação implícita em textos verbais e em textos não verbais que mobilizem outras. Perceber as reconfigurações implicadas no processo de retextualização de diferentes gêneros em registros diversos. Reconhecer as características da situação discursivo-comunicativa mediante sua recriação no espaço escolar. COMPREENSÃO ESCRITA PRODUÇÃO ORAL