Musculacao.prescricao

2.264 visualizações

Publicada em

Publicada em: Esportes
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.264
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
215
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Musculacao.prescricao

  1. 1. 9/26/2011 e-mail= denisfoschini@gmail.com Facebook= Denis Foschini Prof. Dr. Denis Foschini UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO (UNIFESP) UNIVERSIDADE METODISTA DE SÃO PAULO (UMESP) FORÇA MUSCULAR É a capacidade de produzirtensão muscular contra umaresistência, podendo esta ser paracada ângulo articular ou - Maior eficiência nos padrões de recrutamento neural Maior ativação do SNCmovimento específico. - - Melhor sincronização das unidades motoras - Inibição da co-contração dos antagonistas - Inibição dos OTGs (American College Sports Medicine, 2002) 1
  2. 2. 9/26/2011Hipertrofia, hiperplasia e Sarcoplasmática treinamento de força HIPERTROFIA Miofibrilar+ + HIPERPLASIA Célula- Célula-alvo Núcleo Citoplasma Cromatina DNA Receptor Ação TRANSCRIÇÃO Intracelular da H testosterona Receptor RNAm H Sangue RNAm Receptor TRADUÇÃO Protéico Proteína de citoplasmático Síntese protéica transporte + H H H Resposta do hormônio esteróide 2
  3. 3. 9/26/2011 MANIFESTAÇÕES DA FORÇA RESISTÊNCIA DE FORÇA ESTÁTICA FORÇA EXPLOSIVA FORÇA HIPERTRÓFICA Spiering et al. (2008) DINÂMICA FORÇA MÁXIMA1 1RM de iniciação eucariótico 4E6RMproteína-1 12RM 4E-BP1 = fator 4RM ligado a Akt= proteína kinase B RM 20AR = receptor androgênico MAPKs= mitogênio ativado por proteína kinaseAMPK= adenosina monofosfato ativada por proteína Hipertrofia muscular da rapamicina em mamíferos muscular Força muscular máxima kinase mTOR= alvo Resistência Adaptações neurais mTOR AMPKPI-3K= fosfatidilinositol-3-OH kinase; p70 S6K= proteína ribossomal S6 kinase de 70kDa Formas de manifestação da PROGRESSÃO COM O TREINAMENTO FORÇA Força •Máxima Força •Hipertrófica Força •Resistência Força •Explosiva ACSM, 2002;2006 3
  4. 4. 9/26/2011 Como aumentar a VELOCIDADE DO MOVIMENTO CARGA (sobrecarga) no TF? INTENSIDADE VOLUME Lenta: Duração superior a 4 segundos (concêntrica + excêntrica).Quilagem utilizada Número deVelocidade Repetições Moderada: Duração de 2 a 4 segundos (concêntrica + excêntrica).Amplitude dos Duração do Treino Movimentos Número de Séries Rápida: Duração inferior a dois segundos (concêntrica + excêntrica).Redução dos Número de exercícios Intervalos DIVISÃO DO TRABALHO DE FORÇACapacidade Física No de rep. % de 1 RM Séries Freqüência semanal Intervalo/ Intervalo/ Vel. de execução INTERVALO sessões séries DE Força <6 85 a 100% >4 2 a 3 dias 48 a 72 >3 minutos lenta Máxima (1 a 3) horas Força 6 a 12 67 a 85% 3 1 a 3 dias 48 a 72 < 1,5 Lenta (?)Hipertrófica horas minutos Força Explosiva (Potência)Resistência de Força ? 15 a 50 ? <65% >4 2a3 2 dias 3 dias 48 a 72 horas 24 a 48 horas > 3 minutos 30 seg a 2 minutos Rápida moderada RECUPERAÇÃO 4
  5. 5. 9/26/2011 INTERVALO DE RECUPERAÇÃO PEQUENO 1 Minuto ou < MÉDIO 2 – 3 Minutos LONGO > 3 Minutos1 minuto3 minutos 5
  6. 6. 9/26/2011 MÁQUINAS VS PESOS LIVRES •Movimento em 1 plano •Pequena estabilização do peso •Movimento em 3 planos •Grande estabilização do peso •Indicado para iniciantes • Risco de lesão •Pequeno risco de lesão PESOS LIVRES & MÁQUINAS ACSM Position StandMáquinas em geral são mais segurasP/ iniciantes e intermediários: máquinas pesos livresAvançados: pesos livres máquinas 6
  7. 7. 9/26/2011 ORDEM DOS EXERCÍCIOSORDEM EXERCÍCIO ACSM Position Stand Grandes 1 SÉRIE Médios VS 3 SÉRIES Pequenos 7
  8. 8. 9/26/2011 Série única vs Múltiplas sériesExercícios:Exercícios:1. Bíceps curl; curl;2. Leg-press right; Leg- right;3. Leg-press left; Leg- left;4. Bench press. press. FREQUÊNCIA DE TREINAMENTO 8
  9. 9. 9/26/2011RELAÇÃO DOSE-RESPOSTA PARA RELAÇÃO DOSE-RESPOSTA PARA O TREINAMENTO O TREINAMENTO DE FORÇA E DE FORÇA E HIPERTROFIA “DOSE-RESPONSE RELATIONSHIP FOR STRENGHT AND HYPERTROFIC GAINS” HIPERTROFIA“DOSE-RESPONSE RELATIONSHIP FOR STRENGHT AND HYPERTROFIC GAINS” 9

×