Musicar na Educação

1.012 visualizações

Publicada em

Apresentação Cultural "Musicar na Educação" realizada por Dulce Silva na Sessão XIV do projecto Cooltiva-te.

Para mais informações visite:
http://cooltivate.wordpress.com/
http://www.facebook.com/cooltivate

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.012
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
451
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Musicar na Educação

  1. 1. “ Musicar” na Educação Dulce Silva Cooltivate 3 de Outubro de 2010
  2. 2. Em conversa com… <ul><li>“ Só gosto mais ou menos de ter música na escola, porque não nos deixam tocar e aprender muitos instrumentos” </li></ul><ul><li> Bárbara Moura, 8 anos (3.º ano) </li></ul>“ Aprender música na escola é bom, mas devíamos poder continuar mais anos se quiséssemos” Mariana Santos, 10 anos (5.º ano) “ Eu não gosto de música e não tenho muito jeito, por isso as aulas são um tempo em que podia estar noutra disciplina mais importante” Rui Silva, 11 anos (6.º ano)
  3. 3. Porquê o ensino nas escolas <ul><li>Ajuda a fortalecer a cultura nacional </li></ul><ul><li>Facilita o acesso à arte </li></ul><ul><li>Preserva as raízes culturais </li></ul><ul><li>Desenvolve várias competências </li></ul>Grandes impulsionadores: Carl Orff, na Alemanha; Heitor Villa-Lobos, no Brasil
  4. 4. Quais os pontos a focar <ul><li>Conceitos mais inovadores e aliciantes </li></ul><ul><li>Aprendizagem de ritmos, canções, danças, sons e contacto com instrumentos </li></ul><ul><li>Programas livres </li></ul>
  5. 5. Como adaptar as escolas? <ul><li>Contratar professores e profissionais competentes </li></ul><ul><li>Obter materiais didácticos </li></ul><ul><li>Adaptar as salas de aula </li></ul><ul><li>Dinamizar as aulas com: </li></ul><ul><li>- Conhecimento do assunto </li></ul><ul><li>- Adequação ao público alvo </li></ul><ul><li>- Criatividade </li></ul><ul><li>- Experiência </li></ul>
  6. 6. Inovações… <ul><li>Três formas de frequentar ensino artístico: </li></ul><ul><li>- integrado </li></ul><ul><li>- articulado </li></ul><ul><li>- supletivo </li></ul>Desde 2003 que os alunos podem beneficiar, sem custos, de ensino artístico em regime de articulação com a escola de ensino regular, conforme o estipulado na Portaria 1550/2002 de 16 de Dezembro , seja no domínio da música seja no campo da dança.
  7. 7. APEM <ul><li>Associação Portuguesa de Educação Musical </li></ul><ul><li>Carácter cultural e profissional </li></ul><ul><li>Sem fins lucrativos </li></ul><ul><li>Procura o desenvolvimento e aperfeiçoamento da educação musical </li></ul>http://www.apem.org.pt/
  8. 8. Para debater… Pontos Positivos Pontos Negativos - Maior cultura - Pensamento redutor - Desenvolvimento diversificado - Desmotivação - Contacto com vários instrumentos - Pouca credibilidade - Promoção de novas ideias e actividades - Despesas acrescidas - Menos despesa com formação musical - Abandono do estudo da música como actividade vocacional
  9. 9. “ A escola que canta, encanta” José Nardelli “ Um sonho distante que acarreta algumas consequências negativas” Zileide Cordeiro estudante do último ano de pedagogia

×