O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Categoria Conceitual da Imagem

834 visualizações

Publicada em

Categoria Conceitual da Imagem

Publicada em: Arte e fotografia
  • Seja o primeiro a comentar

Categoria Conceitual da Imagem

  1. 1. Clareza Onde a uma visualização bem organizada, unificada, harmoniosa e equilibrada. O objeto pode ter uma estrutura simples, ou complexa.
  2. 2. Simplicidade Ela é livre de complicações, caracteriza-se por organizações formais facilmente assimiladas e compreendidas
  3. 3. Minimalidade É uma técnica econômica, onde há pouquíssimos elementos em sua composição. O minimalismo está presente em ícones, placas, logotipos e na arte.
  4. 4. Complexidade Formas com grande variedade de detalhes que intensificam a expressão de todo ou de partes, a fim de ressaltar um aspecto. A complexidade visual caracteriza-se pela presença de muitas unidades formais.
  5. 5. Profusão A técnica de profusão está ligada, ao poder da riqueza, estilos formais góticos, barroco, art. déco e similares. Ela é associada ao fator da complexidade.
  6. 6. Exageração A exageração traz uma expressão visual intensa e amplificada, onde traz um enorme foco de atração em algum elemento no seu todo. A finalidade é ressaltar um aspecto que se quer chamar atenção.
  7. 7. Arredondamento
  8. 8. Transparência Física A Transparência caracteriza-se por objetos sobrepostos e que pode se ver através deles, a visualização pode ser parcial ou total.
  9. 9. Transparência Sensorial
  10. 10. Sequencialidade Essa técnica se aplica a uma organização de unidade de um modo que fiquem continuas, trazendo harmonia e equilíbrio.
  11. 11. Ambiguidade Esta técnica produz efeitos interessantes, pois mostra um único objeto com interpretações diferentes daquilo que é visto.
  12. 12. Espontaneidade É uma técnica não premeditada, instintiva, não há nenhum planejamento para sua realização.
  13. 13. Aleatoriedade
  14. 14. Sobreposição É uma técnica que trás por características objetos um em cima dos outros, que podem ser opacos, translúcidos ou transparentes.
  15. 15. Fragmentação Esta técnica se caracteriza por uma organização formal decomposta, as unidades estão separadas entre si.
  16. 16. Distorção Se caracteriza por deformação, mudanças de sentido ou ainda por diferenças de ampliação. Esta técnica bem manejada produz efeitos plásticos muito intensos.
  17. 17. Difusidade Conceito que expressa a sensação de diluição, falta de precisão, calor, sonho, ilusão, etc.
  18. 18. Bibliografia: http://www.designinterativo.etc.br/design/gestalt-do-objeto- %E2%80%93-joao-gomes-filho http://www.ligiafascioni.com.br/wp- content/uploads/2010/09/Gestalt_aula5.pdf

×