Apresentação 1T09
Apresentação de Resultados    Eduardo de Come (Diretor Financeiro e de RI)    Marcos Leite (Gerente de RI)
Destaques do Período Aumento de Capital de até R$ 104 milhões, incluindo R$ 52 milhões de conversão de  dívidas. Suspens...
Destaques do Período Renegociações constantes com bancos financiadores:     Exigência de garantias adicionais pelos banc...
Desempenho Operacional  Volume de vendas 16% inferior ao 4T08 e 74,7% inferior em relação ao 1T08. A limitação de  capital...
Desempenho Operacional  A Receita Bruta foi de R$ 52,2 milhões no 1T08, sendo que 97% deste total, ou R$ 50,3  milhões, fo...
Desempenho Operacional  Receita Líquida de Líquida de R$ 42,6 milhões no 1T09 e um Lucro Bruto de R$ 3,6 milhões.  Margem ...
Desempenho Operacional  O total de Deduções as receitas no 1T09 foi de R$ 9,6 milhões, representando 22,4% da  receita bru...
Desempenho Operacional  Despesas Gerais e Administrativas de R$ 9,1 milhões no 1T09.  Redução de 13% no volume de despesas...
Desempenho Operacional Resultado Financeiro Líquido foi uma despesa de R$ 12,8 milhões no 1T09, em decorrência principalme...
Endividamento Endividamento (em R$ Mil)      1T09      2008  Curto Prazo                  120.106   102.967   Endividament...
Relações com Investidores                           Eduardo de Come           Diretor Financeiro e de Relações com Investi...
Aviso•   As estimativas e declarações futuras constantes da presente apresentação têm por embasamento, em grande parte,   ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação de resultados 1 t09

333 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
333
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação de resultados 1 t09

  1. 1. Apresentação 1T09
  2. 2. Apresentação de Resultados Eduardo de Come (Diretor Financeiro e de RI) Marcos Leite (Gerente de RI)
  3. 3. Destaques do Período Aumento de Capital de até R$ 104 milhões, incluindo R$ 52 milhões de conversão de dívidas. Suspensão temporária do processo com a Petrobras. Rescisão do Contrato de Cessão de Direito de Uso com a Enguia. Continuidade de reestruturação da dívida, com alongamento para 18 meses para débitos de R$ 13 milhões. Redução de 13% nas Despesas Gerais e Administrativas em comparação com 1T08. Faturamento de 18,4 mil m3, volume abaixo do previsto devido às restrições de capital de giro e problemas de retirada de biodiesel. Receita Líquida de R$ 42,6 milhões e Lucro Bruto de R$ 3,6 milhões, margem de 8,5%.
  4. 4. Destaques do Período Renegociações constantes com bancos financiadores:  Exigência de garantias adicionais pelos bancos;  Dificuldade para financiar a matéria prima; Esforço para mudar estrutura de capital:  Conversão de Dívidas;  Fresh money; Administração dos efeitos da limitação de capital de Giro:  Endividamento vinculado ao volume de recebíveis;  Dificuldade de expansão do faturamento;  Não aproveitamento das margens geradas pelo negócio;
  5. 5. Desempenho Operacional Volume de vendas 16% inferior ao 4T08 e 74,7% inferior em relação ao 1T08. A limitação de capital de giro não permitiu que a empresa alcançasse os níveis de produção desejados, os quais já foram provados em períodos anteriores, quando demonstrou sua capacidade industrial em plena operação. Porto Rosário do Biodiesel Floriano Crateús Iraquara Itaquí Total Nacional Sul Vendas de 1T08 2 16.274,49 23.700,74 11.516,23 14.521,49 20.953,46 86.968,41 B100 4T08 - 2.217,58 4.547,42 500,90 7.609,97 5.213,12 20.088,99 (m3) 1T09 3.683,14 6.917,90 0,00 6.649,70 1.117,20 0,00 18.367,95 Faturamento 1T08 9,42 42.337,97 54.033,34 24.052,79 30.613,11 48.128,64 199.175,27 de B100 4T08 - 6.599,26 13.533,22 1.487,20 22.716,20 15.564,09 59.899,97 (R$ mil) 1T09 10.072,97 18.819,95 0,00 18.090,58 3.386,51 0,00 50.370,01
  6. 6. Desempenho Operacional A Receita Bruta foi de R$ 52,2 milhões no 1T08, sendo que 97% deste total, ou R$ 50,3 milhões, foram resultantes da venda de 18,4 mil m3 de biodiesel. 250.000 200.000 Outros 150.000 Resíduos Glicerina 100.000 Mamona Girassol 50.000 Biodiesel B100 0 1T08 2T08 3T08 4T08 1T09
  7. 7. Desempenho Operacional Receita Líquida de Líquida de R$ 42,6 milhões no 1T09 e um Lucro Bruto de R$ 3,6 milhões. Margem Bruta positiva pelo terceiro trimestre consecutivo, o mostra que as condições da operação permitem que a empresa apresente resultados positivos, que seriam ainda mais elevados se os volumes faturados estivessem mais próximos dos obtidos nos leilões. 1T08 1T09 Receita Líquida Ajustada* 161.500 42.620 CPV (180.313) (38.978) Lucro Bruto (18.813) 3.642 Prejuízo Líquido (20.765) (27.416)
  8. 8. Desempenho Operacional O total de Deduções as receitas no 1T09 foi de R$ 9,6 milhões, representando 22,4% da receita bruta. Para fins de comparabilidade, os resultados do 1T08 foram ajustados a fim a refletir as alterações na forma de contabilização dos benefícios fiscais após a edição do CPC 07 e as mudanças introduzidas pela Lei 11.638. Custo dos Produtos Vendidos de R$ 38,9 3% 3% milhões no 1T09. Óleo vegetal permanece como principal item em nosso custo de 1% produção e junto com o metanol representa 14% Óleo Consumido B100 Matéria-prima 93% do custo do biodiesel vendido, mantendo Mão-obra a proporção de custos observada em 2008. GGF Depreciação 79%
  9. 9. Desempenho Operacional Despesas Gerais e Administrativas de R$ 9,1 milhões no 1T09. Redução de 13% no volume de despesas administrativas em relação ao 1T08 e 16% em relação ao 4T08. Continuamos buscando otimização de processos e custos, que podem gerar ainda maiores reduções nas despesas gerais e administrativas. 16.000 14.000 12.000 10.000 8.712 8.000 5.884 6.599 4.726 5.260 6.000 4.000 2.000 4.625 5.003 4.277 4.491 3.893 0 1T08 2T08 3T08 4T08 1T09 Despesas Com Pessoal Despesas Administrativas
  10. 10. Desempenho Operacional Resultado Financeiro Líquido foi uma despesa de R$ 12,8 milhões no 1T09, em decorrência principalmente de encargos sobre empréstimos. Redução em relação ao trimestre anterior, devido ao resultado de variação cambial do empréstimo em US$, assim como menores volumes de financiamento de capital de giro. Resultado Líquido do período impactado principalmente pelo resultado financeiro e pelos volumes de vendas abaixo do contratado. EBITDA Ajustado de R$ 5,9 milhões negativos no 1T09. Apesar de negativo, evidencia a evolução com a redução da perda de caixa. 1T08 1T09 Lucro (prejuízo) líquido do exercício (20.765) (27.416) Depreciação e Amortização 4.649 5.227 Resultado Financeiro 9.921 12.829 Multas – Petrobrás (12.218) Provisões 3.416 EBITDA Ajustado (18.413) (5.944)
  11. 11. Endividamento Endividamento (em R$ Mil) 1T09 2008 Curto Prazo 120.106 102.967 Endividamento líquido no 1T09 de R$ (+) Longo Prazo 177.991 188.493 290,6 milhões, mantendo o mesmo (=) Total do Endividamento 298.097 291.460 (-) Disponibilidades 7.416 1.049 patamar de 2008. (=) Dívida Líquida 290.681 290.411 A elevação do volume da dívida de curto prazo se deu devido às parcelas da dívidareestruturada em agosto de 2008 que começarão a vencer a partir de setembro, com seupagamento ocorrendo até setembro de 2012, tendo sido observada redução no montante de longoprazo. Continuidade da Reestruturação financeira, negociando com os credores melhores condiçõesde custo e prazo para pagamento de tal endividamento. Alongamento do prazo para 18 meses de R$ 13 milhões de sua dívida de curto prazo e reduçãoem cerca de R$ 52 milhões no endividamento já no balanço do 2T09, com a conversão de dívidasdos credores Nelson Silveira, Spet Participações e Eco Green Solutions em ações da companhia.
  12. 12. Relações com Investidores Eduardo de Come Diretor Financeiro e de Relações com Investidores Marcos Leite Gerente de RI Telefone: +0 55 (21) 2546-5031 Website: www.brasilecodiesel.com.br/ri
  13. 13. Aviso• As estimativas e declarações futuras constantes da presente apresentação têm por embasamento, em grande parte, as expectativas atuais e estimativas sobre eventos futuros e tendências que afetam ou podem potencialmente vir a afetar os negócios, a situação financeira, os resultados operacionais e prospectivos da BRASIL ECODIESEL. Estas estimativas e declarações estão sujeitas a diversos riscos, incertezas e suposições e são feitas com base nas informações de que a BRASIL ECODIESEL atualmente dispõe. Esta apresentação também está disponível no site www.brasilecodiesel.com.br/ri.• Essas estimativas envolvem riscos e incertezas e não consistem em garantia de um desempenho futuro, sendo que os reais resultados ou desenvolvimentos podem ser substancialmente diferentes das expectativas descritas nas estimativas e declarações futuras. Tendo em vista os riscos e incertezas envolvidos, as estimativas e declarações acerca do futuro constantes desta apresentação podem não vir a ocorrer e, ainda, os resultados futuros e o desempenho da BRASIL ECODIESEL podem diferir substancialmente daqueles previstos nas estimativas da BRASIL ECODIESEL. Por conta dessas incertezas, o investidor não deve se basear nestas estimativas e declarações futuras para tomar uma decisão de investimento.• As palavras “acredita”, “pode”, “poderá”, “estima”, “continua”, “antecipa”, “pretende”, “espera” e expressões similares têm por objetivo identificar estimativas. Tais estimativas referem-se apenas à data em que foram expressas, sendo que a BRASIL ECODIESEL não pode assegurar a atualização ou revisão de quaisquer dessas estimativas em razão da ocorrência de nova informação, de eventos futuros ou de quaisquer outros fatores.• Esta apresentação não constitui oferta, convite ou solicitação de oferta de subscrição ou compra de quaisquer valores mobiliários. E, esta apresentação ou qualquer informação aqui contida não constituem a base de um contrato ou compromisso de qualquer espécie.

×