SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 7
Baixar para ler offline
PREFEITURA MUNICIPAL DE VALENÇA
SECRETARIA DE EDUCAÇÃO
SUBSISTEMA EDUCACIONAL OROBÓ
ESCOLA MUNICIPAL MANOEL COSME ALVES
AUTORIZAÇÃO: 395/2010 DE 12/02/2010
Inep: 29396506
Projeto
2017
PREFEITURA MUNICIPAL DE VALENÇA
SECRETARIA DE EDUCAÇÃO
SUBSISTEMA EDUCACIONAL OROBÓ
ESCOLA MUNICIPAL MANOEL COSME ALVES
AUTORIZAÇÃO: 395/2010 DE 12/02/2010
Inep: 29396506
1°Campeonato de Soletração
 Identificação
Escola Municipal Manoel Cosme Alves
Endereço: Fazenda Paraná- Orobó
Diretora: Tania Maria Araújo de J. Queiroz
Coordenadora Pedagógica: Aridiane Santos da silva
Vice-Diretor: Dailton F. Barnabé Junior
"Assim como uma única isca não pode atrair qualquer tipo de peixe, uma metodologia única não é capaz
de alcançar diferentes tipos de alunos."
( Monica Valéria )
APRESENTAÇÃO
A Escola Municipal Manoel Cosme Alves está priorizando, entre suas ações, a
formação dos educandos porque acredita que a esperada requalificação da escola
pública depende de alunos bem preparados intelectual, emocional e afetivamente.
Nesse sentido, notamos que um eventual empecilho para esta real melhora
educacional deve-se, em grande parte, à Deficiência Ortográfica dos alunos,
principalmente agora que teremos que adequar ao Novo Acordo Ortográfico da Língua
Portuguesa.
JUSTIFICATIVA
A escrita faz parte da vida de todos nós seres humanos, desde que se lia, através de
símbolos. As letras estão por toda parte, em livros, placas, outdoors, embalagens, e
nós como cidadãos temos que estar atentos para ler, interpretar e escrever
ortograficamente correto.
A nossa língua Portuguesa é regida pela gramática, cheia de regras que muitas vezes
nos confundem pela semelhança de letras, pela quantidade de acentos e outras
peculiaridades desta língua.
A escola precisa além de apresentar aos alunos todas estas regras, prepará-los para
viver nesta sociedade tão diversificada, para isso é necessário atividades que
estimulem o uso correto das palavras, através de leituras, de atividades lúdicas. Foi
pensando nisto que preparou-se um Campeonato de Soletração de palavras, onde
serão trabalhadas todas as regras, inclusive as novas regras ortográficas, de maneira
divertida e competitiva o que é muito instigante para os alunos.
OBJETIVO GERAL
O objetivo deste é incentivar e motivar os educandos através de uma competição
saudável, visando à ampliação do vocabulário, compreensão do significado das
palavras e ortografia correta das palavras.
OBJETIVOS ESPECÍFICOS
 Escrever de acordo com o nosso sistema ortográfico vigente (nova ortografia);
 Respeitar as falas regionais;
 Compreender o significado das palavras e sua morfologia;
 Colaborar para que os alunos tenham mais facilidade na grafia correta das
palavras;
 Sanar dificuldades ortográficas;
 Ampliar o vocabulário;
 Despertar o interesse pela leitura e pela escrita correta;
 Conhecer algumas palavras do novo acordo ortográfico;
 Desenvolver o espírito competitivo.
METODOLOGIA
 Envolver todos os alunos na competição;
 Comunicar aos pais sobre a importância dos mesmos em incentivar e ajudar
seus filhos na memorização das palavras;
 Escolher as palavras de acordo com o nível da série e se possível em conjunto
elaborar a mesma listas para as respectivas séries.
 Entregar a lista das palavras com antecedência aos alunos;
 Incentivar os pais a assistirem a competição;
 Expor o projeto soletrando onde os pais e comunidade em geral poderão ter
acesso a ele (regulamento,objetivos, datas,etc.);
 Entregar fichas para cada professor com nomes dos alunos para colocar a
pontuação;
 Trabalhar leitura, ditado e reescrita das palavras em sala de aula;
 Realizar simulados da competição em sala de aula;
 Juntar as palavras da 1ª e 2ª etapa para a etapa final;
 Premiar 1º e 2° colocados de cada série;
 Divulgar por escrito em mural os nomes dos alunos campeões;
 Escolher em conjunto: professor, família e direção a premiação de cada turma,
conscientizando que a premiação poderá variar de uma turma para outra.
RECURSOS:
 Dicionário;
 Banco de palavras;
 Máquina Fotográfica;
 Som;
 Microfone;·
 Prêmios.
 Data Show
 Telão
 Computador
AVALIAÇÃO:
Avaliar o envolvimento dos alunos na competição, verificando a aprendizagem
proporcionada através de análise dos resultados obtidos, mediante reuniões e
relatórios. Analisar o que deu certo ou errado e fazer alterações, aperfeiçoando o
projeto para a 2ª edição do soletrando que será realizada no 2º semestre.
REGULAMENTO
 A Campeonato de Soletração será uma competição entre os estudantes do
Ensino Fundamental (6.º ao 9.º ano) da Escola Municipal Manoel Cosme Alves
 A 1ª fase será realizada dentro da sala de aula, onde os professores farão a
disputa interna nas salas no período da manhã e, apenas 3 (três) alunos de
cada sala passarão para a próxima fase.
 Podem participar todos os alunos que estiverem matriculados na escola do 6.º
ao 9.º anos.
 A ordem de iniciar o soletrando será de acordo com a sequência da lista de
chamada (diário);
 Não será permitida ajuda ao aluno que estiver soletrando;
 As palavras a serem soletradas serão sorteadas na caixinha e pronunciada pelo
professor regente;
 Caso o aluno não entenda a palavra a ser soletrada poderá pedir para repetir,
mas antes de iniciar a soletração;
 O educando deverá repetir a palavra, soletrá-la e ao terminar tornar a repeti-la,
indicando que concluiu;
 Se o aluno esquecer-se de pronunciar a palavra antes ou depois de soletrar
não será prejudicado;
 O participante não poderá repetir a letra já soletrada e nem silabar, caso
aconteça a soletração será considerada errada;
 A acentuação deverá ser pronunciada após a letra acentuada ser soletrada;
 Se o aluno errar alguma letra, acento ou qualquer sinal gráfico (cedilha, hífen, til,
acento agudo, circunflexo, etc.) a soletração será considerada errada
 Na medida que o aluno for soletrando, a palavra será mostrada no telão (
dataShow)
 Se ocorrer empate, os empatados continuarão a disputa em rodadas “extras” até
encontrar os três (3) finalistas;
 - A 2ª fase será realizada no pátio da escola no turno vespertino com os 3 (três)
melhores de cada sala, sendo que, por eliminação, ficarão apenas 5 (cinco)
alunos de cada período para a grande final.
 A fase final será realizada no pátio da escola, no período vespertino.
 A grande FINAL será realizada no pátio da escola com todos os alunos
selecionados em cada série/ano escolar
 Um dos julgadores anotará numa folha a palavra soletrada por cada aluno
inclusive assinalando onde aconteceu o erro. A folha será anexada ao relatório
do projeto;
 Para que todos escutem com clareza a palavra a ser soletrada pelo educando,
haverá microfone no pedestal para o aluno falar;

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

PLANO DE AÇÃO 2023 cei.docx
PLANO DE AÇÃO 2023 cei.docxPLANO DE AÇÃO 2023 cei.docx
PLANO DE AÇÃO 2023 cei.docxssuser6c03a6
 
Parecer de uma aluno com dificuldade em matemática
Parecer de uma aluno com dificuldade em matemáticaParecer de uma aluno com dificuldade em matemática
Parecer de uma aluno com dificuldade em matemáticaSimoneHelenDrumond
 
Modelos de relatórios de alunos simone helen drumond
Modelos de relatórios de alunos simone helen drumondModelos de relatórios de alunos simone helen drumond
Modelos de relatórios de alunos simone helen drumondSimoneHelenDrumond
 
Relatório descritivo de mateus amarante de aguiar.
Relatório descritivo de mateus amarante de aguiar.Relatório descritivo de mateus amarante de aguiar.
Relatório descritivo de mateus amarante de aguiar.Erkv
 
Sequencia didática sistema monetario 3 ano a 2016
Sequencia didática sistema monetario  3 ano a   2016Sequencia didática sistema monetario  3 ano a   2016
Sequencia didática sistema monetario 3 ano a 2016Prefeitura de Cianorte
 
Plano intervenção
Plano intervençãoPlano intervenção
Plano intervençãojosihy
 
Projeto: Brincando Também se Aparende Matemática /5º ano
Projeto:   Brincando Também se Aparende Matemática /5º anoProjeto:   Brincando Também se Aparende Matemática /5º ano
Projeto: Brincando Também se Aparende Matemática /5º anoMary Alvarenga
 
Reunião de pais 3º bimestre
Reunião de pais   3º bimestreReunião de pais   3º bimestre
Reunião de pais 3º bimestreflaviacrm
 
Parecer de um bom aluno porém que precisa de limites
Parecer de um bom aluno porém  que precisa de limitesParecer de um bom aluno porém  que precisa de limites
Parecer de um bom aluno porém que precisa de limitesSimoneHelenDrumond
 
Projeto reforço escolar
Projeto reforço escolarProjeto reforço escolar
Projeto reforço escolarCLEAN LOURENÇO
 
Relatorios individuais do desempenho ed infantil 2ºsemestre_mundinhodacrianca...
Relatorios individuais do desempenho ed infantil 2ºsemestre_mundinhodacrianca...Relatorios individuais do desempenho ed infantil 2ºsemestre_mundinhodacrianca...
Relatorios individuais do desempenho ed infantil 2ºsemestre_mundinhodacrianca...Alexandre Bandoch
 
Materiais produzidos adaptados pela professora da sala de recursos multifunci...
Materiais produzidos adaptados pela professora da sala de recursos multifunci...Materiais produzidos adaptados pela professora da sala de recursos multifunci...
Materiais produzidos adaptados pela professora da sala de recursos multifunci...Isa ...
 
Pareceres do 1º ano 2º semestre
Pareceres do 1º ano    2º semestrePareceres do 1º ano    2º semestre
Pareceres do 1º ano 2º semestreAraceli Kleemann
 
Avaliação adaptada_português (alfabetização)
Avaliação adaptada_português (alfabetização)Avaliação adaptada_português (alfabetização)
Avaliação adaptada_português (alfabetização)Isa ...
 

Mais procurados (20)

PLANO DE AÇÃO 2023 cei.docx
PLANO DE AÇÃO 2023 cei.docxPLANO DE AÇÃO 2023 cei.docx
PLANO DE AÇÃO 2023 cei.docx
 
Modelo de parecer descritivo
Modelo de parecer descritivoModelo de parecer descritivo
Modelo de parecer descritivo
 
Parecer de uma aluno com dificuldade em matemática
Parecer de uma aluno com dificuldade em matemáticaParecer de uma aluno com dificuldade em matemática
Parecer de uma aluno com dificuldade em matemática
 
Modelos de relatórios de alunos simone helen drumond
Modelos de relatórios de alunos simone helen drumondModelos de relatórios de alunos simone helen drumond
Modelos de relatórios de alunos simone helen drumond
 
Relatório descritivo de mateus amarante de aguiar.
Relatório descritivo de mateus amarante de aguiar.Relatório descritivo de mateus amarante de aguiar.
Relatório descritivo de mateus amarante de aguiar.
 
Sequencia didática sistema monetario 3 ano a 2016
Sequencia didática sistema monetario  3 ano a   2016Sequencia didática sistema monetario  3 ano a   2016
Sequencia didática sistema monetario 3 ano a 2016
 
Projeto semana da pátria
Projeto semana da pátriaProjeto semana da pátria
Projeto semana da pátria
 
Ficha de conselho de classe
Ficha de conselho de classeFicha de conselho de classe
Ficha de conselho de classe
 
Plano intervenção
Plano intervençãoPlano intervenção
Plano intervenção
 
Projeto: Brincando Também se Aparende Matemática /5º ano
Projeto:   Brincando Também se Aparende Matemática /5º anoProjeto:   Brincando Também se Aparende Matemática /5º ano
Projeto: Brincando Também se Aparende Matemática /5º ano
 
Relatório
RelatórioRelatório
Relatório
 
Reunião de pais 3º bimestre
Reunião de pais   3º bimestreReunião de pais   3º bimestre
Reunião de pais 3º bimestre
 
Plano de ação para coordenação pedagógica
Plano de ação para coordenação pedagógicaPlano de ação para coordenação pedagógica
Plano de ação para coordenação pedagógica
 
Parecer de um bom aluno porém que precisa de limites
Parecer de um bom aluno porém  que precisa de limitesParecer de um bom aluno porém  que precisa de limites
Parecer de um bom aluno porém que precisa de limites
 
Projeto reforço escolar
Projeto reforço escolarProjeto reforço escolar
Projeto reforço escolar
 
Sequência Didática PARLENDA
Sequência Didática PARLENDASequência Didática PARLENDA
Sequência Didática PARLENDA
 
Relatorios individuais do desempenho ed infantil 2ºsemestre_mundinhodacrianca...
Relatorios individuais do desempenho ed infantil 2ºsemestre_mundinhodacrianca...Relatorios individuais do desempenho ed infantil 2ºsemestre_mundinhodacrianca...
Relatorios individuais do desempenho ed infantil 2ºsemestre_mundinhodacrianca...
 
Materiais produzidos adaptados pela professora da sala de recursos multifunci...
Materiais produzidos adaptados pela professora da sala de recursos multifunci...Materiais produzidos adaptados pela professora da sala de recursos multifunci...
Materiais produzidos adaptados pela professora da sala de recursos multifunci...
 
Pareceres do 1º ano 2º semestre
Pareceres do 1º ano    2º semestrePareceres do 1º ano    2º semestre
Pareceres do 1º ano 2º semestre
 
Avaliação adaptada_português (alfabetização)
Avaliação adaptada_português (alfabetização)Avaliação adaptada_português (alfabetização)
Avaliação adaptada_português (alfabetização)
 

Semelhante a Campeonato de Soletração estimula aprendizagem

CIL GAMA - APRESENTAÇÃO DA ESCOLA
CIL GAMA - APRESENTAÇÃO DA ESCOLACIL GAMA - APRESENTAÇÃO DA ESCOLA
CIL GAMA - APRESENTAÇÃO DA ESCOLACil Gama
 
Eja método de 8 sem-corrigido
Eja   método de 8 sem-corrigidoEja   método de 8 sem-corrigido
Eja método de 8 sem-corrigidoAlekson Morais
 
Modelo de Apresentação do Seminário
Modelo de Apresentação do SeminárioModelo de Apresentação do Seminário
Modelo de Apresentação do SeminárioMarcelle Pires
 
Spelling contest regulamento
Spelling contest   regulamentoSpelling contest   regulamento
Spelling contest regulamentobibliotecaprado
 
PV NOTÌCIAS - EDIÇÃO Nº 7
PV NOTÌCIAS - EDIÇÃO Nº 7PV NOTÌCIAS - EDIÇÃO Nº 7
PV NOTÌCIAS - EDIÇÃO Nº 7Jonasblog
 
Portfólio leire 2013
Portfólio leire 2013Portfólio leire 2013
Portfólio leire 2013Paulagraciele
 
Portfólio leire 2013 (2)
Portfólio leire 2013 (2)Portfólio leire 2013 (2)
Portfólio leire 2013 (2)270581
 
Livanijoanaapresentacaopiteccorrigido
LivanijoanaapresentacaopiteccorrigidoLivanijoanaapresentacaopiteccorrigido
LivanijoanaapresentacaopiteccorrigidoJoanadarcmt
 
Livanijoanapresentaçãopitecorrigido
LivanijoanapresentaçãopitecorrigidoLivanijoanapresentaçãopitecorrigido
LivanijoanapresentaçãopitecorrigidoJoanadarcmt
 
Apresentaçãopiteccorrigidolivanijoana
ApresentaçãopiteccorrigidolivanijoanaApresentaçãopiteccorrigidolivanijoana
ApresentaçãopiteccorrigidolivanijoanaElisangela Carvalho
 
Edital eti
Edital etiEdital eti
Edital etiblog2012
 
Reunião coordenadores
Reunião coordenadoresReunião coordenadores
Reunião coordenadoresedpedag
 

Semelhante a Campeonato de Soletração estimula aprendizagem (20)

Soletrando 2016
Soletrando 2016   Soletrando 2016
Soletrando 2016
 
Soletrando2016 copia-160726142747
Soletrando2016 copia-160726142747Soletrando2016 copia-160726142747
Soletrando2016 copia-160726142747
 
Ortografando
OrtografandoOrtografando
Ortografando
 
Projeto spelling bee
Projeto spelling beeProjeto spelling bee
Projeto spelling bee
 
CIL GAMA - APRESENTAÇÃO DA ESCOLA
CIL GAMA - APRESENTAÇÃO DA ESCOLACIL GAMA - APRESENTAÇÃO DA ESCOLA
CIL GAMA - APRESENTAÇÃO DA ESCOLA
 
Eja método de 8 sem-corrigido
Eja   método de 8 sem-corrigidoEja   método de 8 sem-corrigido
Eja método de 8 sem-corrigido
 
Emef Irineu Marinho
Emef Irineu MarinhoEmef Irineu Marinho
Emef Irineu Marinho
 
Modelo de Apresentação do Seminário
Modelo de Apresentação do SeminárioModelo de Apresentação do Seminário
Modelo de Apresentação do Seminário
 
Spelling contest regulamento
Spelling contest   regulamentoSpelling contest   regulamento
Spelling contest regulamento
 
PV NOTÌCIAS - EDIÇÃO Nº 7
PV NOTÌCIAS - EDIÇÃO Nº 7PV NOTÌCIAS - EDIÇÃO Nº 7
PV NOTÌCIAS - EDIÇÃO Nº 7
 
Portfólio leire 2013
Portfólio leire 2013Portfólio leire 2013
Portfólio leire 2013
 
Portfólio leire 2013 (2)
Portfólio leire 2013 (2)Portfólio leire 2013 (2)
Portfólio leire 2013 (2)
 
PROVINHA BRASI:- GUIA DE APLICAÇÃO - AVALIANDO A ALFABETIZAÇÃO - 2º ANO DO E...
PROVINHA BRASI:- GUIA DE APLICAÇÃO -  AVALIANDO A ALFABETIZAÇÃO - 2º ANO DO E...PROVINHA BRASI:- GUIA DE APLICAÇÃO -  AVALIANDO A ALFABETIZAÇÃO - 2º ANO DO E...
PROVINHA BRASI:- GUIA DE APLICAÇÃO - AVALIANDO A ALFABETIZAÇÃO - 2º ANO DO E...
 
Livanijoanaapresentacaopiteccorrigido
LivanijoanaapresentacaopiteccorrigidoLivanijoanaapresentacaopiteccorrigido
Livanijoanaapresentacaopiteccorrigido
 
Livanijoanapresentaçãopitecorrigido
LivanijoanapresentaçãopitecorrigidoLivanijoanapresentaçãopitecorrigido
Livanijoanapresentaçãopitecorrigido
 
Apresentaçãopiteccorrigidolivanijoana
ApresentaçãopiteccorrigidolivanijoanaApresentaçãopiteccorrigidolivanijoana
Apresentaçãopiteccorrigidolivanijoana
 
Edital eti
Edital etiEdital eti
Edital eti
 
Apresentação PITEC
Apresentação PITECApresentação PITEC
Apresentação PITEC
 
Apresentacaopiteccorrigido
ApresentacaopiteccorrigidoApresentacaopiteccorrigido
Apresentacaopiteccorrigido
 
Reunião coordenadores
Reunião coordenadoresReunião coordenadores
Reunião coordenadores
 

Último

Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasRicardo Diniz campos
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAlexandreFrana33
 
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfUFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfManuais Formação
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfEditoraEnovus
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASEdinardo Aguiar
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Centro Jacques Delors
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISVitor Vieira Vasconcelos
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOMarcosViniciusLemesL
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfangelicass1
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasCassio Meira Jr.
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfEyshilaKelly1
 
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOColégio Santa Teresinha
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoMary Alvarenga
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
 
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
 
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
 
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfUFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
 
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
 

Campeonato de Soletração estimula aprendizagem

  • 1. PREFEITURA MUNICIPAL DE VALENÇA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUBSISTEMA EDUCACIONAL OROBÓ ESCOLA MUNICIPAL MANOEL COSME ALVES AUTORIZAÇÃO: 395/2010 DE 12/02/2010 Inep: 29396506 Projeto 2017
  • 2. PREFEITURA MUNICIPAL DE VALENÇA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUBSISTEMA EDUCACIONAL OROBÓ ESCOLA MUNICIPAL MANOEL COSME ALVES AUTORIZAÇÃO: 395/2010 DE 12/02/2010 Inep: 29396506 1°Campeonato de Soletração  Identificação Escola Municipal Manoel Cosme Alves Endereço: Fazenda Paraná- Orobó Diretora: Tania Maria Araújo de J. Queiroz Coordenadora Pedagógica: Aridiane Santos da silva Vice-Diretor: Dailton F. Barnabé Junior "Assim como uma única isca não pode atrair qualquer tipo de peixe, uma metodologia única não é capaz de alcançar diferentes tipos de alunos." ( Monica Valéria )
  • 3. APRESENTAÇÃO A Escola Municipal Manoel Cosme Alves está priorizando, entre suas ações, a formação dos educandos porque acredita que a esperada requalificação da escola pública depende de alunos bem preparados intelectual, emocional e afetivamente. Nesse sentido, notamos que um eventual empecilho para esta real melhora educacional deve-se, em grande parte, à Deficiência Ortográfica dos alunos, principalmente agora que teremos que adequar ao Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. JUSTIFICATIVA A escrita faz parte da vida de todos nós seres humanos, desde que se lia, através de símbolos. As letras estão por toda parte, em livros, placas, outdoors, embalagens, e nós como cidadãos temos que estar atentos para ler, interpretar e escrever ortograficamente correto. A nossa língua Portuguesa é regida pela gramática, cheia de regras que muitas vezes nos confundem pela semelhança de letras, pela quantidade de acentos e outras peculiaridades desta língua. A escola precisa além de apresentar aos alunos todas estas regras, prepará-los para viver nesta sociedade tão diversificada, para isso é necessário atividades que estimulem o uso correto das palavras, através de leituras, de atividades lúdicas. Foi pensando nisto que preparou-se um Campeonato de Soletração de palavras, onde serão trabalhadas todas as regras, inclusive as novas regras ortográficas, de maneira divertida e competitiva o que é muito instigante para os alunos. OBJETIVO GERAL O objetivo deste é incentivar e motivar os educandos através de uma competição saudável, visando à ampliação do vocabulário, compreensão do significado das palavras e ortografia correta das palavras.
  • 4. OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Escrever de acordo com o nosso sistema ortográfico vigente (nova ortografia);  Respeitar as falas regionais;  Compreender o significado das palavras e sua morfologia;  Colaborar para que os alunos tenham mais facilidade na grafia correta das palavras;  Sanar dificuldades ortográficas;  Ampliar o vocabulário;  Despertar o interesse pela leitura e pela escrita correta;  Conhecer algumas palavras do novo acordo ortográfico;  Desenvolver o espírito competitivo. METODOLOGIA  Envolver todos os alunos na competição;  Comunicar aos pais sobre a importância dos mesmos em incentivar e ajudar seus filhos na memorização das palavras;  Escolher as palavras de acordo com o nível da série e se possível em conjunto elaborar a mesma listas para as respectivas séries.  Entregar a lista das palavras com antecedência aos alunos;  Incentivar os pais a assistirem a competição;  Expor o projeto soletrando onde os pais e comunidade em geral poderão ter acesso a ele (regulamento,objetivos, datas,etc.);  Entregar fichas para cada professor com nomes dos alunos para colocar a pontuação;  Trabalhar leitura, ditado e reescrita das palavras em sala de aula;  Realizar simulados da competição em sala de aula;
  • 5.  Juntar as palavras da 1ª e 2ª etapa para a etapa final;  Premiar 1º e 2° colocados de cada série;  Divulgar por escrito em mural os nomes dos alunos campeões;  Escolher em conjunto: professor, família e direção a premiação de cada turma, conscientizando que a premiação poderá variar de uma turma para outra. RECURSOS:  Dicionário;  Banco de palavras;  Máquina Fotográfica;  Som;  Microfone;·  Prêmios.  Data Show  Telão  Computador AVALIAÇÃO: Avaliar o envolvimento dos alunos na competição, verificando a aprendizagem proporcionada através de análise dos resultados obtidos, mediante reuniões e relatórios. Analisar o que deu certo ou errado e fazer alterações, aperfeiçoando o projeto para a 2ª edição do soletrando que será realizada no 2º semestre.
  • 6. REGULAMENTO  A Campeonato de Soletração será uma competição entre os estudantes do Ensino Fundamental (6.º ao 9.º ano) da Escola Municipal Manoel Cosme Alves  A 1ª fase será realizada dentro da sala de aula, onde os professores farão a disputa interna nas salas no período da manhã e, apenas 3 (três) alunos de cada sala passarão para a próxima fase.  Podem participar todos os alunos que estiverem matriculados na escola do 6.º ao 9.º anos.  A ordem de iniciar o soletrando será de acordo com a sequência da lista de chamada (diário);  Não será permitida ajuda ao aluno que estiver soletrando;  As palavras a serem soletradas serão sorteadas na caixinha e pronunciada pelo professor regente;  Caso o aluno não entenda a palavra a ser soletrada poderá pedir para repetir, mas antes de iniciar a soletração;  O educando deverá repetir a palavra, soletrá-la e ao terminar tornar a repeti-la, indicando que concluiu;  Se o aluno esquecer-se de pronunciar a palavra antes ou depois de soletrar não será prejudicado;  O participante não poderá repetir a letra já soletrada e nem silabar, caso aconteça a soletração será considerada errada;
  • 7.  A acentuação deverá ser pronunciada após a letra acentuada ser soletrada;  Se o aluno errar alguma letra, acento ou qualquer sinal gráfico (cedilha, hífen, til, acento agudo, circunflexo, etc.) a soletração será considerada errada  Na medida que o aluno for soletrando, a palavra será mostrada no telão ( dataShow)  Se ocorrer empate, os empatados continuarão a disputa em rodadas “extras” até encontrar os três (3) finalistas;  - A 2ª fase será realizada no pátio da escola no turno vespertino com os 3 (três) melhores de cada sala, sendo que, por eliminação, ficarão apenas 5 (cinco) alunos de cada período para a grande final.  A fase final será realizada no pátio da escola, no período vespertino.  A grande FINAL será realizada no pátio da escola com todos os alunos selecionados em cada série/ano escolar  Um dos julgadores anotará numa folha a palavra soletrada por cada aluno inclusive assinalando onde aconteceu o erro. A folha será anexada ao relatório do projeto;  Para que todos escutem com clareza a palavra a ser soletrada pelo educando, haverá microfone no pedestal para o aluno falar;