Relatório lyon

842 visualizações

Publicada em

Relatório de análise da equipa do Lyon

  • Seja o primeiro a comentar

Relatório lyon

  1. 1. Análise ao Olympique Lyonnais
  2. 2. Equipa Inicial Prevista Suplentes Habituais Umtiti  Anthony Lopes Lisandro Lopez  Clement Grénier Lovren Fofana  Y. Gourcuff Gonalons Gomis  Jordan Ferri Bisevac  Mvuemba Malbranque Lacazette  Ghezzal Dabo  BriandNotas: Grenier, Briand e Gorcouff costumam jogar comfrequencia.Grenier e Gorcuff jogam um pouco mais à frente que fofana ouMalbranque, ficando o meio campo em 3 linhas.
  3. 3. Organização Ofensiva 1ª Fase Construção Procuram jogar sempre a partir dos1 centrais, que abrem bastante permitindo a subida dos laterais. (1) Gonalons coloca-se em posição central, mas são raras as vezes em que a bola entra dos centrais nele. Centrais ou jogam curto nos laterais ou esticam (sob pressão) no Gomis (2). O2 próprio Guarda-redes procura várias vezes esta solução. Por vezes médios interiores baixam pedindo bola (Fofana e Malbranque).
  4. 4. Organização Ofensiva 2 2ª Fase ConstruçãoLaterais sempre muito subidos paracriar desequilíbrios. 3Lisandro Lopez vem na maior parte davezes para zonas interiores permitindoa entrada do lateral Umtiti pelaesquerda (1).Malbranque é o médio com maiorcapacidade de organização, sendo queo Gonalons não participa de formamuito efectiva, ficando a garantirequilibrio. 1Alguns movimentos de ruptura dosinteriores em troca posicional com osextremos, contudo não se verifica commuita frequência ao longo do jogo (2).Gomis serve de Pivot ofensivosegurando bem a bola de costa para abaliza (poderoso fisicamente) (3).
  5. 5. Organização Ofensiva 3ª Fase Construção Extremos por vezes procuram diagonaisAproveitamento dos corredores laterais para interiores, ficando de frente para a baliza.realização de cruzamentos (laterais ou Lisandro mais forte que Lacazette naextremos). finalização.Gomis sempre ao primeiro poste e com forte Não existe muita procura do remate dejogo aéreo. Extremo contrário ao segundo. longa distancia. Médios sem essa capacidade. “Apenas” Lisandro e Gomis oSe lateral cruzar, extremo entra na área. podem tentar. Umtiti tem remate perigoso nas segundas bolas. 1
  6. 6. Transição Defensiva Equipa bastante voluntariosa, com os três médios centro a desempenharem um papel bastante importante neste momento.  Malbranque e Fofana na pressão rápida.  Gonalons no equilíbrio e ocupação de espaço. Lizandro igualmente forte neste momento. Maiores debilidades de Lacazette.  Podem proporcionar algum espaço, para sair o primeiro passe, mas rapidamente aglomeram vários jogadores no portador da bola  Não hesitam em fazer falta
  7. 7. Organização Defensiva 1ª FaseNão é realizada pressão alta. A equipaposiciona-se recuada, deixando a bola circularpelos centrais adversários sem oposição. Os quatro defesas posicionam-se em linha, contudo, os laterais vão atrás da marcaçãoExtremos formam linha de 4 com os dois ao extremo contrário, quando esta seinteriores, ficando o Gonalons mais recuando, movimenta para dentro. Destra formareduzindo o espaço entre a defesa e a linha abrem espaço do seu lado.média.
  8. 8. Organização Defensiva 2ª Fase Difícil jogar entre linhas. Equipa apresenta- se muito compacta. Muito importante o posicionamento do Gonalons, que garante sempre grande equilíbrio. Equipa posicionada sobre corredor da bola e corredor central. Boa basculação do lateral e extremo contrários. Lateral direito (Dabo) com maiores dificuldades de posicionamento. Por vezes demasiado subido em relação á linha dos centrais. Permite bolas nas costas. (Um dos pontos mais explorados pelo Marselha).
  9. 9. Organização Defensiva 3ª Fase Defesas muito fortes no jogo aereo. Praticamente ganharam ao longo de todo o jogo todas as bolas de cruzamento. Espaço do segundo poste descurado. Espaço pode ser aproveitado, nas costas do lateral contrário.  Permitiram algum espaço para finalização de fora, após ganharem a primeira bola.  Centrais não saiem muito da área para dar cobertura ao lateral. Espaço a explorar para 2x1, ou incorporação de jogador.
  10. 10. Transição Ofensiva Por norma procuram uma transição rápida, procurando contra-atacar o adversário, aproveitando a sua desorganização. Desta forma normalmente é realizado ou um passe ou uma progressão no sentido da baliza adversária. Gomis é um jogador referencia nestas acções. O primeiro passe sai muitas vezes direccionado a ele, para que segure, o parta em velocidade. O Lyon consegue colocar vários elementos na transição.
  11. 11. Esquemas Tácticos Ofensivos Cantos Livres Executante: Malbranque (dt) e Grenier  Procura continua da zona do 2º poste. (após entrar)(dt)  Gonalons sempre como referência. Bola ao segundo poste (Gomis (incomoda GR) , Gonalons e Bisevac)
  12. 12. Esquemas Tácticos Defensivos Cantos (arco dentro) Cantos (arco fora) Marcação Individual  São defendidos da mesma forma. Dabo no 1º Poste e Fofana à frente. Este  Em ambos os cantos são deixados dois tenta ganhar bola e prepara contra-ataque jogadores na frente (Lacazette e saindo rápido. Lisandro)
  13. 13. Esquemas Tácticos Defensivos Livres  Marcação Individual  Colocação na linha da barreira e posterior acompanhamento nas marcações. Pontapés de Baliza  Facilidade em ganhar as bolas bombeadas pelo guarda-redes.  4 Defesas e Gonalons muito fortes no jogo aéreo.

×