O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.
Alemanha 2014 – Alemanha vs Estados Unidos
Análise completa da Alemanha, no âmbito do projeto Alemanha 2014.
www.teoriadof...
Pressionados, jogam para não perder a bola
A bola não fica parada na construção de situações de finalização
Organização na saída de jogo, distância para a baliza, vantagem numérica no meio-campo defensivo,
habitual na Alemanha
Um bloco, uma série de linhas de passe, uma série de opções, para dois, três, quatro, cinco passes
seguidos.
Menos correrias malucas, mais desmarcações e mais apoios ao portador da bola. Movimentação de Ozil
Inversão de flanco pelo ar. De Kroos para Boateng, previamente pronto para receber. Nada de correrias malucas
após inversã...
Esperavam cruzamento para a zona de finalização. Surge um passe para trás invés do cruzamento, e todos ocupam
posições mai...
Movimentações de apoio e ocupação de espaços. Não fica nenhum espaço por ocupar, talvez só pelo
adversário
Nos cruzamentos da linha de fundo. Muller entra de carrinho ao primeiro poste. Do lado contrário,
acontece o mesmo
Organização defensiva em lançamento lateral, com bloco próximo e do lado da bola.
Organização defensiva. Todos defendem, blocos dos defesas e médios juntos, atacantes próximos em largura,
equilibrando esp...
Flutuação como princípio da ocupação de espaços, mesmo com a bola longe das posições. Nada de correrias
malucas, evitando ...
Organização defensiva em 4-5-1. Bloco longe da baliza, espaço fechado, equilíbrio entre jogadores,
como habitual nesta sel...
Defesas centrais tem muito a bola no pé, em todos os jogos
Combinar para rematar em vez de fintar para perder a posse, numa zona bastante mais povoado pelo adversário
Em contra-ataque adversário, organizam-se para fechar espaço
Progressão quando com espaço. Todos os adversários baixam, aproximando a bola da baliza
Inversão de flanco com a bola controlada
É raro entrar na finta. Raramente alguém tenta colocar a bola na área sozinho
A amplitude no momento ofensivo
Fecham espaço no lado da bola, na saída de jogo adversária
Linhas de passe formadas no momento
Não inventam. Esperam que a equipa se organize com a bola na sua posse
Linhas de passe no momento
Organização defensiva. Bloco baixo, fora da área, jogadores próximos. Flancos são a única opção de
passe
A distância entre jogadores e a teia de linha de passes que formam durante a segunda fase ofensiva
Apenas criam situações de finalização quando tem espaço
Linhas de passe em mais um faz de construção de situações de finalização, a fase mais demorada desta
seleção
Atacam apenas quando tem espaço
Só atacam quando tem espaço. Quatro jogadores a entrar na área de finalização para o cruzamento
Só atacam quando tem espaço, uma vez mais. Não inventam para perder a bola, não assumem riscos
desnecessários.
Cantos contra: todos
defendem.
Só atacam quando tem espaço, não entram na finta para perder a bola.
Linhas de passe antes de inverter o flanco de jogo
Boateng é responsável pela amplitude no flanco direito. Busca cruzamentos. Ozil geralmente vem para
dentro
Equilíbrio nos espaços, nenhum espaço por ocupar.
Mais uma vez, não faltam linhas de passe na fase de construção
Recuperação da bola junto à linha do meio-campo, e movimentação rápida a explorar a desorganização adversária
Canto curto, apenas reagem após cruzamento
Progressão quando sem opositor, cobertura ofensiva, apoio ao portador em amplitude. Tudo torna a
decisão mais fácil
Linhas de passe quando a bola acaba de ser recuperada, fora as que não são visíveis
Atacam com espaço. Se tem mais espaço, atacam mais
Cantos contra: todos defendem
Não há um jogador que não faça um elo de ligação com um colega de equipa. Todos estão interligados entre
si
Sem deixar de referir, vantagem numérica na zona da bola
Acabam de recuperar a bola. Mesmo em desvantagem numérica, progridem porque tem
espaço.
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Alemanha vs Estados Unidos - Analise Completa da Alemanha

360 visualizações

Publicada em

Análise completa da Alemanha, no âmbito do projeto Alemanha 2014.
www.teoriadofutebol.com - Valter Correia

Publicada em: Esportes
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Alemanha vs Estados Unidos - Analise Completa da Alemanha

  1. 1. Alemanha 2014 – Alemanha vs Estados Unidos Análise completa da Alemanha, no âmbito do projeto Alemanha 2014. www.teoriadofutebol.com - Valter Correia
  2. 2. Pressionados, jogam para não perder a bola
  3. 3. A bola não fica parada na construção de situações de finalização
  4. 4. Organização na saída de jogo, distância para a baliza, vantagem numérica no meio-campo defensivo, habitual na Alemanha
  5. 5. Um bloco, uma série de linhas de passe, uma série de opções, para dois, três, quatro, cinco passes seguidos.
  6. 6. Menos correrias malucas, mais desmarcações e mais apoios ao portador da bola. Movimentação de Ozil
  7. 7. Inversão de flanco pelo ar. De Kroos para Boateng, previamente pronto para receber. Nada de correrias malucas após inversão de flanco
  8. 8. Esperavam cruzamento para a zona de finalização. Surge um passe para trás invés do cruzamento, e todos ocupam posições mais amplas
  9. 9. Movimentações de apoio e ocupação de espaços. Não fica nenhum espaço por ocupar, talvez só pelo adversário
  10. 10. Nos cruzamentos da linha de fundo. Muller entra de carrinho ao primeiro poste. Do lado contrário, acontece o mesmo
  11. 11. Organização defensiva em lançamento lateral, com bloco próximo e do lado da bola.
  12. 12. Organização defensiva. Todos defendem, blocos dos defesas e médios juntos, atacantes próximos em largura, equilibrando espaço e dificultando linhas de passe para a frente.
  13. 13. Flutuação como princípio da ocupação de espaços, mesmo com a bola longe das posições. Nada de correrias malucas, evitando grades gastos de energia
  14. 14. Organização defensiva em 4-5-1. Bloco longe da baliza, espaço fechado, equilíbrio entre jogadores, como habitual nesta seleção.
  15. 15. Defesas centrais tem muito a bola no pé, em todos os jogos
  16. 16. Combinar para rematar em vez de fintar para perder a posse, numa zona bastante mais povoado pelo adversário
  17. 17. Em contra-ataque adversário, organizam-se para fechar espaço
  18. 18. Progressão quando com espaço. Todos os adversários baixam, aproximando a bola da baliza
  19. 19. Inversão de flanco com a bola controlada
  20. 20. É raro entrar na finta. Raramente alguém tenta colocar a bola na área sozinho
  21. 21. A amplitude no momento ofensivo
  22. 22. Fecham espaço no lado da bola, na saída de jogo adversária
  23. 23. Linhas de passe formadas no momento
  24. 24. Não inventam. Esperam que a equipa se organize com a bola na sua posse
  25. 25. Linhas de passe no momento
  26. 26. Organização defensiva. Bloco baixo, fora da área, jogadores próximos. Flancos são a única opção de passe
  27. 27. A distância entre jogadores e a teia de linha de passes que formam durante a segunda fase ofensiva
  28. 28. Apenas criam situações de finalização quando tem espaço
  29. 29. Linhas de passe em mais um faz de construção de situações de finalização, a fase mais demorada desta seleção
  30. 30. Atacam apenas quando tem espaço
  31. 31. Só atacam quando tem espaço. Quatro jogadores a entrar na área de finalização para o cruzamento
  32. 32. Só atacam quando tem espaço, uma vez mais. Não inventam para perder a bola, não assumem riscos desnecessários.
  33. 33. Cantos contra: todos defendem.
  34. 34. Só atacam quando tem espaço, não entram na finta para perder a bola.
  35. 35. Linhas de passe antes de inverter o flanco de jogo
  36. 36. Boateng é responsável pela amplitude no flanco direito. Busca cruzamentos. Ozil geralmente vem para dentro
  37. 37. Equilíbrio nos espaços, nenhum espaço por ocupar.
  38. 38. Mais uma vez, não faltam linhas de passe na fase de construção
  39. 39. Recuperação da bola junto à linha do meio-campo, e movimentação rápida a explorar a desorganização adversária
  40. 40. Canto curto, apenas reagem após cruzamento
  41. 41. Progressão quando sem opositor, cobertura ofensiva, apoio ao portador em amplitude. Tudo torna a decisão mais fácil
  42. 42. Linhas de passe quando a bola acaba de ser recuperada, fora as que não são visíveis
  43. 43. Atacam com espaço. Se tem mais espaço, atacam mais
  44. 44. Cantos contra: todos defendem
  45. 45. Não há um jogador que não faça um elo de ligação com um colega de equipa. Todos estão interligados entre si
  46. 46. Sem deixar de referir, vantagem numérica na zona da bola
  47. 47. Acabam de recuperar a bola. Mesmo em desvantagem numérica, progridem porque tem espaço.

×