Módulo 1 - Introdução 2012

3.428 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.428
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.763
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
144
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Módulo 1 - Introdução 2012

  1. 1. INSTITUTO VOLUNTÁRIOS EM AÇÃO – IVA/SC Oficina para Elaboração de ProjetosManual para Organizações Sem Fins Lucrativos 2012 Módulo 1 Introdução WWW.VOLUNTARIOSONLINECURSOS.ORG.BR
  2. 2. MÓDULO 1 INTRODUÇÃO1. O Terceiro SetorO primeiro setor é o governo, que é responsável pelas questões sociais. O segundosetor é o privado, responsável pelas questões individuais. O terceiro setor éconstituído por Organizações sem fins lucrativos e não governamentais, que tem comoobjetivo gerar serviços de caráter público.1.1 Conceitos BásicosO terceiro setor nasce de uma aglutinação das Organizações da sociedade, conforme anatureza de seus objetivos. Assim, temos nossa sociedade dividida em 3 setores: Estado – Instituições governamentais, das esferas municipal, estadual e federal - Recursos públicos para fins públicos. Estado Iniciativa Privada – Organizações que visam lucro - Recursos privados para fins privados. Sociedade Iniciativa Civil Privada Sociedade Civil – Cidadãos reunidos em associações voluntárias - Recursos privados e públicos para fins públicos.
  3. 3. De acordo com Rubem César Fernandes, antropólogo e escritor brasileiro, o terceiro setor pode ser definido da seguinte forma: O Terceiro Setor é composto de Organizações sem fins lucrativos, criadas e mantidas pela ênfase na participação voluntária, num âmbito não governamental, dando continuidade às práticas tradicionais da caridade, da filantropia e do mecenato e expandindo o seu sentido para outros domínios, graças, sobretudo, à incorporação dos conceitos de solidariedade e cidadania. Rubem César Fernandes, 1995 Para entender melhor esse conceito destacamos o significado de 5 (cinco) palavras chaves: Caridade Filantropia Mecenato Solidariedade Cidadania• Sentimento • Amor à • Termo que • Sentimento e • Gozo dos ou ação humanidade indica o apoio à causas direitos civis e altruísta de ou amor ao incentivo e ou princípios políticos do ajudar o próximo, patrocínio de de outras cidadão bem próximo sem geralmente artistas e pessoas; como buscar expresso por literatos, e compreensão recompensa. donativos do mais dos deveres de Uma das rico ao pobre amplamente, cada um na virtudes ou às obras de atividades sociedade. teologais. que atendem artísticas e aos pobres; culturais
  4. 4. 1.2 Características das Organizações do Terceiro SetorExiste uma enorme variedade de temas e causas defendidas pelas Organizações doTerceiro Setor. Em meio a essa diversidade, algumas características são comuns,independentemente da área de atuação. São elas:  Não tem fins lucrativos;  São formadas por cidadãos que se organizam de maneira voluntária instituindo essas Organizações;  Além de funcionários, conta com voluntários como colaboradores;  O corpo técnico normalmente é composto de profissionais que se ligam à organização por razões filosóficas e tem um forte compromisso com o desenvolvimento social - identificação com a causa;  São Organizações orientadas para a ação; se auto-gerenciam, são flexíveis, inovadoras, rápidas e próximas às comunidades locais - princípio da aproximação vital.1.3 Importâncias das Organizações do Terceiro Setor Muitas vezes, as Organizações do Terceiro Setor atuam em áreas pouco atendidas pelo Setor Público, outras vezes fortalecem uma demanda da sociedade, defendem os direitos das minorias, dos animais e da natureza, etc. Seja qual for a área de atuação da Organização, a importância de suas ações podem ser medidas e avaliadas da seguinte forma:  Atendem parcelas significativas da população em suas necessidades básicas;  Geram oportunidades de emprego;
  5. 5.  Disseminam valores muito caros à sociedade: solidariedade, altruísmo, generosidade, espiritualidade, ética, justiça social, política, cidadania...1.4 Objetivos e Desafios do Terceiro SetorEstando a nossa sociedade como está, são muitos os objetivos das Organizações doTerceiro Setor, que trabalham visando a melhoria da qualidade de vida da populaçãoque atende. Dessa forma, os desafios enfrentados podem ser dos mais diversos.Confira os principais objetivos traçados e desafios encarados pelas Organizações doTerceiro Setor: Buscar novas formas Identidade comObjetivos de articulação da Desafios legitimidade Sociedade Civil; Influenciar as decisões Eficiência com e comportamento s do transparência 1º e 2º Setores; Lutar ativamente pela implantação de políticas Capacidade de públicas junto ao 1º estabelecer parcerias Setor; Ser um articulador dos 3 setores Sustentabilidade2. Definição de Projetos SociaisSegundo a definição da ONU, um projeto é um empreendimento planejado queconsiste num conjunto de atividades inter-relacionadas e coordenadas, com o fim dealcançar objetivos específicos dentro dos limites de tempo e de orçamentopreviamente dados.
  6. 6. Podemos definir um Projeto Social como um grupo de atividades previamenteplanejadas para mudar uma situação social num determinado período de tempo edentro do limite de um orçamento.Um Projeto Social geralmente nasce do desejo de mudar a realidade de umdeterminado grupo de pessoas. Para que seja um bom projeto é necessário pesquisarpreviamente sobre esse contexto, fazendo o levantamento dos dados necessários paraconstruir e justificar o projeto. Além disso, será fundamental o empoderamento daspessoas que o projeto pretende beneficiar, contando com sua participação eenvolvimento em todas as fases do projeto, como forma de garantir a suasustentabilidade.No desenvolvimento dos projetos sociais são fundamentais que sejam claros osobjetivos – gerais e específicos -, especificar os recursos, declarar parcerias e comoserão analisados os resultados.Um bom projeto tem de se mostrar capaz de comunicar todas as informaçõesnecessárias num documento escrito, e é por isso que existem elementos básicos quecompõem sua apresentação. Se seu projeto se transformar numa proposta definanciamento e esta for aprovada por algum financiador, significa que elecompreendeu o programa de trabalho que sua Organização pretende realizar,percebeu sua importância e as possibilidades de êxito. Em outras palavras, hácredibilidade quanto aos objetivos de sua instituição e há chances de sucesso.3. Planejar um Projeto SocialO Planejamento do projeto social é a primeira das quatro funções gerenciais, queorientam a sua Organização desde o início do Projeto até a sua conclusão.
  7. 7. Planejar é a ação de elaborar e determinar a finalidade e os objetivos do projeto eprever todas as suas atividades, os recursos e osmeios que permitirão atingi-los ao longo do tempodeterminado. PlanejarFaz parte do Planejamento: Estabelecer objetivos Controlar Organizar Pensar alternativas Ter idéias diferentesOrganizar é a ação de agrupar pessoas e recursos, Dirigirdefinir atribuições, responsabilidades e tarefas, demodo a atingir os objetivos planejados.Faz parte da Organização: Definir quem toma as decisões e sobre quais assuntos; Estabelecer quem deve realizar quais atividades; Apontar quem deve acompanhar e controlar cada atividade; Indicar as relações entre os responsáveis por todas as atividades levantadas.Dirigir é a ação de conduzir e motivar pessoas a exercerem suas tarefas a fim dealcançar os objetivos do projeto, pois o planejamento e a organização, por si só, nãogarantem que o projeto aconteça.Essa função implica transmitir às pessoas o que elas devem fazer e conseguir que elastrabalhem da melhor forma possível, com a melhor utilização dos recursos disponíveis.Exige, de quem a exerce, a capacidade de coordenar os trabalhos a serem realizados,fixando prioridades e exercendo a liderança junto aos subordinados de forma amotivá-los. O exercício dessa função exige do coordenador a capacidade de coordenar,liderar, motivar e tomar decisões.
  8. 8. Controlar é a ação de comparar os objetivos estabelecidos e os recursos previstos comos resultados atingidos, a fim de tomar medidas que possam corrigir ou mudar osrumos fixados. Nos módulos seguintes estudaremos diferentes formas de avaliaçãopara identificar possíveis falhas ocorridas, e possibilitar a introdução de medidascorretivas capazes de produzir nova situação de equilíbrio.3.1. Por que Planejar?O planejamento é o meio pelo qual se organizam as informações. Com tudo registradoe em formato acessível os problemas podem ser evitados e, uma vez que acontecem,as soluções são mais rápidas.O primeiro passo para o planejamento do projeto é estabelecer uma forte conexãoentre a missão da sua Organização e o Objetivo Geral do projeto. As propostas eprojetos devem ser estratégias da Organização, não adianta criar um projeto qualquer,só para solicitar e obter um recurso.Ao planejar o projeto, será fundamental levar em conta que as ações não podeminterferir com as atividades cotidianas da organização, nem de outros projetos oudepartamentos.4. O que é importante saber antes de elaborarmos um Projeto SocialLeia o EditalÉ importante adequar o seu projeto às exigências de cada edital, pois estãodiretamente alinhadas aos princípios da empresa ou órgão financiador, e por issovariam consideravelmente de um edital para outro.
  9. 9. Assim sendo, a Comissão Avaliadora de cada edital estará atenta na identificaçãodesses pontos previamente esclarecidos no texto do Edital. Portanto, seja estratégico eleia várias vezes o Edital, para evitar que o seu projeto seja desclassificado.Por exemplo, só poderão participar do Edital para Patrocínio 2011 da Eletrosul, osProjetos que tenham como finalidade atuar nos municípios onde a Eletrosul tenhainstalações, empreendimento ou prospecções de negócios. Portanto, antes decomeçar, confira a listagem disponível no link: Relação de Municípios – EletrosulLembre-se: o Edital de Patrocínio da Eletrosul para o próximo ano (2013) estarádisponível no site www.eletrosul.org.br a partir do dia 1º de julho de 2012. Vamos nospreparar para elaborar bons projetos e aumentar as chances de sucesso!Cuide a redaçãoSeja claro, direto, conciso. Em um projeto não há nada que não possa ser explicado empoucos parágrafos. Evite redundâncias, ou seja, dizer a mesma coisa de modosdiferentes várias vezes. Tome cuidado de não usar termos incompreensíveis, gírias oupalavras que nada dizem.Certifique que a sua proposta seja realista e sustentávelLembre-se que os recursos para a implementação do projeto são limitados (tempo,dinheiro, pessoal, etc.). Evite apresentar o que você gostaria de mudar e mantenha-sefiel ao que é possível ser mudado. Além disso, é fundamental que o projeto resulte emmudanças sustentáveis ao longo do tempo mesmo com a ausência do patrocínio.Assegure a participação da comunidadeEnvolver a comunidade no projeto significa dar voz às pessoas que trazem anecessidade que o projeto busca atender. Nesse sentido, ela confere legitimidade ao
  10. 10. projeto, ao mesmo tempo em que é uma forma de apoiar o desenvolvimento dessaspessoas.Considerações FinaisQue bom que você chegou até aqui! Isso significa que você completou o primeiroMódulo da Oficina para Elaboração de Projetos Sociais!Neste Módulo vimos o conceito do Terceiro Setor, com o objetivo de esclareceralgumas idéias para a melhor compreensão do contexto da sua organização e do seuprojeto.Também foram expostos brevemente os Objetivos e Desafios das Organizações doTerceiro Setor, assim como o conceito de Projeto Social, a maneira de planejar umProjeto e o que é importante saber antes de se iniciar esse planejamento.Ainda temos mais 4 (quatro) Módulos para estudar! Obrigada pela sua participação e nos vemos em breve!

×