102 mu

1.939 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.939
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
27
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

102 mu

  1. 1. vicenteventura2112@yahoo.com.br - Lista 102: MU - vicenteventura.blogspot.com 1 UNESP 2c) Uma bola desloca-se em UNESP 38c) Os gráficos na figura trajetória retilínea, com velocidade constante, representam as posições de dois veículos, A e B, sobre um plano horizontal transparente. Com o deslocando-se sobre uma estrada retilínea, em sol a pino, a sombra da bola é projetada função do tempo. verticalmente sobre um plano inclinado, como mostra a figura. Nessas condições, a sombra desloca-se sobre o plano inclinado em A partir desses gráficos, é possível (A) movimento retilíneo uniforme, com concluir que, no intervalo de 0 a t, velocidade de módulo igual ao da velocidade da a) a velocidade do veículo A é maior que a bola. do veículo B. (B) movimento retilíneo uniforme, com b) a aceleração do veículo A é maior que a velocidade de módulo menor que o da do veículo B. velocidade da bola. c) o veículo A está se deslocando à frente (C) movimento retilíneo uniforme, com do veículo B. velocidade de módulo maior que o da d) os veículos A e B estão se deslocando velocidade da bola. um ao lado do outro. (D) movimento retilíneo uniformemente e) a distância percorrida pelo veículo A é variado, com velocidade de módulo crescente. maior que a percorrida pelo veículo B. (E) movimento retilíneo uniformemente variado, com velocidade de módulo decrescente. UNESP 41a) Grande parte dos satélites de comunicação estão localizados em órbitas UNESP 37a) Nas provas dos 200m rasos, circulares que estão no mesmo plano do equador no atletismo, os atletas partem de marcas terrestre. Geralmente esses satélites são localizadas em posições diferentes na parte geoestacionários, isto é, possuem período orbital curva da pista e não podem sair de suas raias até igual ao período de rotação da Terra, 24 horas. a linha de chegada. Dessa forma, podemos Considerando-se que a órbita de um afirmar que, durante a prova, para todos os satélite geoestacionário possui raio orbital de 42 atletas, o 000 km, um satélite em órbita circular no plano a) espaço percorrido é o mesmo, mas o do equador terrestre, com raio orbital de 10 500 deslocamento e a velocidade vetorial média são km, tem período orbital de diferentes. a) 3 horas. b) espaço percorrido e o deslocamento são b) 4 horas. os mesmos, mas a velocidade vetorial média é c) 5 horas. diferente. d) 6 horas. c) deslocamento é o mesmo, mas o espaço e) 8 horas. percorrido e a velocidade vetorial média são diferentes. UNESP 11) O gráfico na figura descreve o d) deslocamento e a velocidade vetorial movimento de um caminhão de coleta de lixo média são iguais, mas o espaço percorrido é em uma rua reta e plana, durante 15s de diferente. trabalho. e) espaço percorrido, o deslocamento e a velocidade vetorial média são iguais.
  2. 2. vicenteventura2112@yahoo.com.br - Lista 102: MU - vicenteventura.blogspot.com 2 Considere que a ultrapassagem começa em a) Calcule a distância total percorrida neste intervalo de tempo. t = 0, quando a frente da carreta A esteja alinhada com a traseira de B, e termina quando a b) Calcule a velocidade média do veículo. traseira da carreta A esteja alinhada com a frente a) 60m de B. O instante em que A completa a b) 4m/s ultrapassagem sobre B é a) 2,0 s. UNESP 37d) Considere o gráfico de b) 4,0 s. velocidade em função do tempo de um objeto c) 6,0 s. que se move em trajetória retilínea. d) 8,0 s. e) 10,0 s. UNESP 17) A missão Deep Impact, concluída com sucesso em julho, consistiu em enviar uma sonda ao cometa Tempel, para investigar a composição do seu núcleo. Considere uma missão semelhante, na qual uma sonda espacial S, percorrendo uma trajetória retilínea, aproxima-se do núcleo de um cometa C, com velocidade V constante relativamente ao cometa. Quando se encontra à distância D do cometa, a sonda lança um projétil rumo ao seu No intervalo de 0 a 4 h, o objeto se núcleo, também em linha reta e com velocidade desloca, em relação ao ponto inicial, constante 3V/2, relativamente ao cometa. No (A) 0 km. instante em que o projétil atinge seu alvo, a (B) 1 km. sonda assume nova trajetória retilínea, com a (C) 2 km. mesma velocidade v, desviando-se do cometa. A (D) 4 km. aproximação máxima da sonda com o cometa (E) 8 km. ocorre quando a distância entre eles é D/5, como esquematizado na figura. UNESP 37d) Duas carretas, A e B, cada uma com 25 m de comprimento, transitam em uma rodovia, no mesmo sentido e com velocidades constantes. Estando a carreta A atrás de B, porém movendo-se com velocidade maior que a de B, A inicia uma ultrapassagem sobre B. O gráfico mostra o deslocamento de ambas as Desprezando efeitos gravitacionais do carretas em função do tempo. cometa sobre a sonda e o projétil, calcule a) a distância x da sonda em relação ao núcleo do cometa, no instante em que o projétil atinge o cometa. Apresente a sua resposta em
  3. 3. vicenteventura2112@yahoo.com.br - Lista 102: MU - vicenteventura.blogspot.com 3 função de D. velocidade, em cm/s, e escreva a função horária b) o instante, medido a partir do da posição da gota. lançamento do projétil, em que ocorre a máxima V = –15cm/s aproximação entre a sonda e o cometa. Dê a s = 120 – 15t resposta em função de D e v. t em segundos a) D/3 s em centímetros b) 14D/15v UNESP 79d) Nos últimos meses UNESP 38b) O atleta jamaicano Usain assistimos aos danos causados por terremotos. O Bolt foi um dos grandes protagonistas dos Jogos epicentro de um terremoto é fonte de ondas Olímpicos de Pequim. Ele bateu seu próprio mecânicas tridimensionais que se propagam sob recorde mundial dos 100 metros com o tempo de a superfície terrestre. Essas ondas são de dois 9,69 segundos e, na prova dos 200 metros rasos, tipos: longitudinais e transversais. As ondas ele registrou o tempo de 19,3 segundos. Se Bolt longitudinais viajam mais rápido que as corresse a prova de 200 metros rasos com a transversais e, por atingirem as estações mesma velocidade média com que correu a sismográficas primeiro, são também chamadas prova dos 100 metros, ele teria completado a de ondas primárias (ondas P); as transversais são prova em chamadas de ondas secundárias (ondas S). A (A) 15,4 segundos. distância entre a estação sismográfica e o (B) 19,4 segundos. epicentro do terremoto pode ser determinada (C) 25,5 segundos. pelo registro, no sismógrafo, do intervalo de (D) 29,3 segundos. tempo decorrido entre a chegada da onda P e a (E) 30,4 segundos. chegada da onda S. Considere uma situação hipotética, extremamente simplificada, na qual, UNESP 17) Um estudante realizou uma do epicentro de um terremoto na Terra são experiência de cinemática utilizando um tubo enviadas duas ondas, uma transversal que viaja comprido, transparente e cheio de óleo, dentro com uma velocidade de, aproximadamente 4,0 do qual uma gota de água descia verticalmente, km/s, e outra longitudinal, que viaja a uma como indica a figura. velocidade de, aproximadamente 6,0 km/s. Supondo que a estação sismográfica mais próxima do epicentro esteja situada a 1 200 km deste, qual a diferença de tempo transcorrido entre a chegada das duas ondas no sismógrafo? (A) 600 s. (B) 400 s. (C) 300 s. (D) 100 s. (E) 50 s. Unicamp 7) O texto 2 da coletânea se A tabela relaciona os dados de posição em refere ao combate ao mosquito vetor da dengue. função do tempo, obtidos quando a gota passou Um parâmetro importante usado no a descrever um movimento retilíneo uniforme. acompanhamento da proliferação da dengue nas grandes cidades é o raio de vôo do mosquito, que consiste na distância máxima dentro da qual ele pode ser encontrado a partir do seu local de origem. Esse raio, que em geral varia de algumas centenas de metros a poucos quilômetros, é na verdade muito menor que a A partir desses dados, determine a capacidade de deslocamento do mosquito.
  4. 4. vicenteventura2112@yahoo.com.br - Lista 102: MU - vicenteventura.blogspot.com 4 a) Considere que o mosquito permanece quadriculado representa o espaço em duas em vôo cerca de 2 horas por dia, com uma dimensões em que se dá o deslocamento do velocidade média de 0,50m/s. Sendo o seu pombo. Partindo do ponto O, o pombo voa em tempo de vida igual a 30 dias, calcule a distância linha reta na direção e no sentido do campo percorrida (comprimento total da trajetória) pelomagnético total e atinge um dos pontos da figura mosquito durante a sua vida. marcados por círculos cheios. Desenhe o vetor b) Assumindo que a pressão necessária deslocamento total do pombo na figura e calcule para perfurar a pele humana seja o seu módulo. P=2,0x107N/m2, calcule a força mínima que b) Quando em vôo, o pombo sofre a ação deve ser exercida pelo mosquito na sua picada. da força de resistência do ar. O módulo da força A área do seu aparelho bucal picador em contato de resistência do ar depende da velocidade v do com a pele é A=2,5x10–11m2. pombo segundo a expressão Fres=bv2, onde a) 108km b=5,0x10–3kg/m. Sabendo que o pombo voa b) 5,0x10–4N horizontalmente com velo cidade constante quando o módulo da componente horizontal da Unicamp 1) Uma possível solução para a força exercida por suas asas é asas F asas=0,72N, crise do tráfego aéreo no Brasil envolve o calcule a velocidade do pombo. emprego de um sistema de trens de alta velocidade conectando grandes cidades. Há um projeto de uma ferrovia de 400km de extensão que interligará as cidades de São Paulo e Rio de Janeiro por trens que podem atingir até 300km/h. a) Para ser competitiva com o transporte aéreo, estima-se que a viagem de trem entre essas duas cidades deve durar, no máximo, 1hora e 40 minutos. Qual é a velocidade média de um trem que faz o percurso de 400km nesse tempo? a) 10,0m b) Considere um trem viajando em linha b) 12,0m/s reta com velocidade constante. A uma distância de 30km do final do percurso, o trem inicia uma Unicamp 12) As medidas astronômicas desaceleração uniforme de 0,06m/s², para chegar desempenharam papel vital para o avanço do com velocidade nula a seu destino. Calcule a conhecimento sobre o Universo. O astrônomo velocidade do trem no início da desaceleração. grego Aristarco de Samos (310–230 a.C.) a) 240km/h determinou a distância Terra-Sol e o diâmetro do b) 60m/s ou 216km/h Sol. Ele verificou que o diâmetro do Sol é maior que o da Terra e propôs que a Terra gira em Unicamp 6) Os pombos-correio foram torno do Sol. usados como mensageiros pelo homem no passado remoto e até mesmo mais recentemente, durante a Segunda Guerra Mundial. Experimentos mostraram que seu mecanismo de orientação envolve vários fatores, entre eles a orientação pelo campo magnético da Terra. a) Num experimento, um ímã fixo na cabeça de um pombo foi usado para criar um a) Para determinar a distância Terra-Sol dS, campo magnético adicional ao da Terra. A figura Aristarco mediu o ângulo α formado entre o Sol abaixo mostra a direção dos vetores dos campos magnéticos do ímã BI e da Terra BT. O diagrama e a Lua na situação mostrada na figura a seguir.
  5. 5. vicenteventura2112@yahoo.com.br - Lista 102: MU - vicenteventura.blogspot.com 5 Sabendo-se que a luz leva 1,3s para percorrer a Considere que somente os jogadores G e Z distância Terra-Lua dL, e que medidas atuais estejam à frente de A e que somente A e Z se fornecem um valor de α=89,85°, calcule dS. deslocam nas situações descritas a seguir. b) O telescópio Hubble, lançado em 1990, a) Suponha que a distância entre A e Z seja representou um enorme avanço para os estudos de 12m. Se A parte do repouso em direção ao astronômicos. Por estar orbitando a Terra a gol com aceleração de 3,0m/s2 e Z também parte 600km de altura, suas imagens não estão sujeitas do repouso com a mesma aceleração no sentido aos efeitos da atmosfera. A figura abaixo mostra oposto, quanto tempo o jogador L tem para um desenho esquemático do espelho esférico lançar a bola depois da partida de A antes que A primário do Hubble, juntamente com dois raios encontre Z? notáveis de luz. Se F é o foco do espelho, b) O árbitro demora 0,1s entre o momento desenhe na figura a continuação dos dois raios em que vê o lançamento de L e o momento em após a reflexão no espelho. que determina as posições dos jogadores A e Z. Considere agora que A e Z movem-se a velocidades constantes de 6,0m/s, como indica a figura. Qual é a distância mínima entre A e Z no momento do lançamento para que o árbitro decida de forma inequívoca que A não está impedido? a) 2,0s b) 1,2m dS=1,5x1011m UNIFESP 47c. A velocidade em função do b) O raio incidente a tem direção paralela tempo de um ponto material em movimento ao eixo principal do espelho. O raio refletido a’ retilíneo uniformemente variado, expressa em tem direção passando pelo foco principal do unidades do SI, é v = 50 – 10t. Pode-se afirmar espelho. O raio incidente b tem direção que, no instante t = 5,0 s, esse ponto material passando pelo foco principal do espelho, então, tem o raio refletido b’ tem direção paralela ao eixo (A) velocidade e aceleração nulas. principal do espelho. (B) velocidade nula e daí em diante não se movimenta mais. Unicamp 2) A Copa do Mundo é o (C) velocidade nula e aceleração a = – 10 segundo maior evento desportivo do mundo, m/s2. ficando atrás apenas dos Jogos Olímpicos. Uma (D) velocidade nula e a sua aceleração das regras do futebol que gera polêmica com muda de sentido. certa frequência é a do impedimento. Para que o (E) aceleração nula e a sua velocidade muda atacante A não esteja em impedimento, deve de sentido. haver ao menos dois jogadores adversários a sua UNIFESP 14. A foto, tirada da Terra, frente, G e Z, no exato instante em que o mostra uma seqüência de 12 instantâneos do jogador L lança a bola para A (ver figura). trânsito de Vênus em frente ao Sol, ocorrido no dia 8 de junho de 2004. O intervalo entre esses instantâneos foi, aproximadamente, de 34 min.
  6. 6. vicenteventura2112@yahoo.com.br - Lista 102: MU - vicenteventura.blogspot.com 6 a) Qual a distância percorrida por Vênus, em sua órbita, durante todo o transcorrer desse fenômeno? Dados: velocidade orbital média de Vênus: 35 km/s; distância de Vênus à Terra durante o fenômeno: 4,2 × 1010 m; distância média do Sol à Terra: 1,5×1011m. b) Sabe-se que o diâmetro do Sol é cerca a) 2s de 110 vezes maior do que o diâmetro de Vênus. b) 3s No entanto, em fotos como essa, que mostram a c) 4s silhueta de Vênus diante do Sol, o diâmetro do d) 5s Sol parece ser aproximadamente 30 vezes maior. e) 6s Justifique, baseado em princípios e conceitos da óptica geométrica, o porquê dessa discrepância. Fuvest 57c) Um automóvel e um ônibus a) 7,9 . 105 km trafegam em uma estrada plana, mantendo b) A discrepância ocorre em virtude das velocidades constantes em torno de 100km/h e distâncias entre a Terra e o Sol e entre a Terra e 75km/h, respectivamente. Os dois veículos Vênus serem diferentes. A razão entre os passam lado a lado em um posto de pedágio. diâmetros aparentes é a razão entre os ângulos Quarenta minutos (2/3 de hora) depois, nessa α e β, dado por α/β ≅ 30,8. mesma estrada, o motorista do ônibus vê o automóvel ultrapassá-lo. Ele supõe, então, que o UNIFESP 46D. A função da velocidade automóvel deve ter realizado, nesse período, em relação ao tempo de um ponto material em uma parada com duração aproximada de trajetória retilínea, no SI, é v = 5,0 – 2,0t. Por a) 4 minutos meio dela pode-se afirmar que, no instante t = b) 7 minutos 4,0 s, a velocidade desse ponto material tem c) 10 minutos módulo d) 15 minutos (A) 13 m/s e o mesmo sentido da e) 25 minutos velocidade inicial. (B) 3,0 m/s e o mesmo sentido da Fuvest 68d) A Estação Espacial velocidade inicial. Internacional mantém atualmente uma órbita (C) zero, pois o ponto material já parou e circular em torno da Terra, de tal forma que não se movimenta mais. permanece sempre em um plano, normal a uma (D) 3,0 m/s e sentido oposto ao da direção fixa no espaço. Esse plano contém o velocidade inicial. centro da Terra e faz um ângulo de 40˚ com o (E) 13 m/s e sentido oposto ao da velocidade eixo de rotação da Terra. Em um certo momento, inicial. a Estação passa sobre Macapá, que se encontra na linha do Equador. Depois de uma volta Fuvest 66a) Uma jovem está parada em A, completa em sua órbita, a Estação passará diante de uma vitrine, cujo vidro, de 3m de novamente sobre o Equador em um ponto que largura, age como uma superfície refletora plana está a uma distância de Macapá de, vertical. Ela observa a vitrine e não repara que aproximadamente, um amigo, que no instante t0 está em B, se a) zerokm aproxima, com velocidade constante de 1m/s, b) 500km como indicado na figura, vista de cima. Se c) 1000km continuar observando a vitrine, a jovem poderá d) 2500km começar a ver a imagem do amigo, refletida no e) 5000km vidro, após um intervalo de tempo, aproximadamente, de
  7. 7. vicenteventura2112@yahoo.com.br - Lista 102: MU - vicenteventura.blogspot.com 7 inicial, em a) 5 minutos. b) 7,5 minutos. c) 10 minutos. d) 15 minutos. e) 30 minutos. Uma regra prática para orientação no hemisfério Sul, em uma noite estrelada, consiste em identificar a constelação do Cruzeiro do Sul e prolongar três vezes e meia o braço maior da cruz, obtendo-se assim o chamado Pólo Sul Celeste, que indica a direção Sul.Suponha que, em determinada hora da noite, a constelação seja observada na Posição I. Nessa mesma noite, a constelação foi/será observada na Posição II, Fuvest 10d) Um passageiro, viajando de cerca de metrô, fez o registro de tempo entre duas estações e obteve os valores indicados na tabela. Supondo que a velocidade média entre duas estações consecutivas seja sempre a mesma e que o trem pare o mesmo tempo em qualquer estação da linha, de 15km de extensão, é possível estimar que um trem, desde a partida da Estação Bosque até a chegada à Estação Terminal, leva aproximadamente a) duas horas antes. b) duas horas depois. c) quatro horas antes. d) quatro horas depois. e) seis horas depois. Fuvest 81d) Marta e Pedro combinaram a) 20 min. encontrar-se em um certo ponto de uma auto- b) 25 min. estrada plana, para seguirem viagem juntos. c) 30 min. Marta, ao passar pelo marco zero da estrada, d) 35 min. constatou que, mantendo uma velocidade média e) 40 min. de 80 km/h, chegaria na hora certa ao ponto de encontro combinado. No entanto, quando ela já Fuvest 10a) Dirigindo-se a uma cidade estava no marco do quilômetro 10, ficou próxima, por uma auto-estrada plana, um sabendo que Pedro tinha se atrasado e, só então, motorista estima seu tempo de viagem, estava passando pelo marco zero, pretendendo considerando que consiga manter uma continuar sua viagem a uma velocidade média velocidade média de 90km/h. Ao ser de 100km/h. Mantendo essas velocidades, seria surpreendido pela chuva, decide reduzir sua previsível que os dois amigos se encontrassem velocidade média para 60km/h, permanecendo próximos a um marco da estrada com indicação assim até a chuva parar, quinze minutos mais de tarde, quando retoma sua velocidade média a) 20km inicial. Essa redução temporária aumenta seu b) 30km tempo de viagem, com relação à estimativa c) 40km
  8. 8. vicenteventura2112@yahoo.com.br - Lista 102: MU - vicenteventura.blogspot.com 8 d) 50km barco leva para descer esse trecho com os e) 60km motores desligados? a) 14 horas e 30 minutos Fuvest 81e) Astrônomos observaram que b) 13 horas e 20 minutos a nossa galáxia, a Via Láctea, está a 2,5x106 c) 7 horas e 20 minutos anos-luz de Andrômeda, a galáxia mais próxima d) 10 horas da nossa. Com base nessa informação, e) Não é possível resolver porque não foi estudantes em uma sala de aula afirmaram o dada a distância percorrida pelo barco. seguinte: I. A distância entre a Via Láctea e ITA 4A) Na figura, um ciclista percorre o Andrômeda é de 2,5 milhões de km. trecho AB com velocidade escalar média de II. A distância entre a Via Láctea e 22,5km/h e, em seguida, o trecho BC de 3,00km Andrômeda é maior que 2x1019km. de extensão. No retorno, ao passar em B, III. A luz proveniente de Andrômeda leva verifica ser de 20,0km/h sua velocidade escalar 2,5 milhões de anos para chegar à Via Láctea. média no percurso então percorrido, ABCB. Está correto apenas o que se afirma em (1 Finalmente, ele chega em A perfazendo todo o ano tem aproximadamente 3x107s) percurso de ida e volta em 1,00 h, com a) I. velocidade escalar média de 24,0km/h. Assinale b) II. o módulo v do vetor velocidade média referente c) III. ao percurso ABCB. d) I e III. e) II e III. Ita 4A) A Considere que num tiro de revólver, a bala percorre trajetória retilínea com velocidade V constante, desde o ponto inicial P até o alvo Q. Mostrados na figura, o aparelho a) v= 12,0km/h M1 registra simultaneamente o sinal sonoro do b) v=12,00km/h disparo e o do impacto da bala no alvo, o mesmo c) v=20,0km/h ocorrendo com o aparelho M2. Sendo VS a d) v=20, 00km/h velocidade do som no ar, então a razão entre as e) v=36, 0km/h respectivas distâncias dos aparelhos M1 e M2 em relação ao alvo Q é Unicamp 7) O texto 2 da coletânea se a) VS(V–VS)/(V2–Vs2) refere ao combate ao mosquito vetor da dengue. b) VS(VS–V)/(V2–Vs2) Um parâmetro importante usado no c) V(V–VS)/(Vs2–V2) acompanhamento da proliferação da dengue nas d) VS(V+VS)/(V2–Vs2) grandes cidades é o raio de vôo do mosquito, e) VS(V–VS)/(V2+Vs2) que consiste na distância máxima dentro da qual ele pode ser encontrado a partir do seu local de origem. Esse raio, que em geral varia de algumas centenas de metros a poucos quilômetros, é na verdade muito menor que a capacidade de deslocamento do mosquito. a) Considere que o mosquito permanece em vôo cerca de 2 horas por dia, com uma velocidade média de 0,50m/s. Sendo o seu ITA 3b) Um barco leva 10 horas para subir tempo de vida igual a 30 dias, calcule a distância e 4 horas para descer um mesmo trecho do rio percorrida (comprimento total da trajetória) pelo Amazonas, mantendo constante o módulo de sua mosquito durante a sua vida. velocidade em relação à água. Quanto tempo o b) Assumindo que a pressão necessária
  9. 9. vicenteventura2112@yahoo.com.br - Lista 102: MU - vicenteventura.blogspot.com 9 para perfurar a pele humana seja como na dinamização de processos produtivos P=2,0x10 N/m , calcule a força mínima que 7 2 ligados a setores civis, destacando-se o setor deve ser exercida pelo mosquito na sua picada. energético e o desenvolvimento de novos A área do seu aparelho bucal picador em contato produtos, materiais e processos que podem com a pele é A=2,5x10–11m2. permitir uma provável redução de custos na a) 108km produção. b) 5,0x10–4N Fuvest 16) Um transportador havia Fuvest 15) Um consórcio internacional, entregado uma encomenda na cidade A, que reúne dezenas de países, milhares de localizada a 85 km a noroeste da cidade B, e cientistas e emprega bilhões de dólares, é voltaria com seu veículo vazio pela rota AB em responsável pelo Large Hadrons Colider (LHC), linha reta. No entanto, recebeu uma solicitação um túnel circular subterrâneo, de alto vácuo, de entrega na cidade C, situada no cruzamento com 27 km de extensão, no qual eletromagnetos das rodovias que ligam A a C (sentido sul) e C a aceleram partículas, como prótons e antiprótons, B (sentido leste), trechos de mesma extensão. até que alcancem 11.000 voltas por segundo Com base em sua experiência, o transportador para, então, colidirem entre si. As experiências percebeu que esse desvio de rota, antes de voltar realizadas no LHC investigam componentes à cidade B, só valeria a pena se ele cobrasse o elementares da matéria e reproduzem condições combustível gasto a mais e também R$ 200,00 de energia que teriam existido por ocasião do por hora adicional de viagem. Big Bang. a) Indique a localização das cidades A, B e a) Calcule a velocidade do próton, em C no esquema apresentado na folha de respostas. km/s, relativamente ao solo, no instante da b) Calcule a distância em cada um dos colisão. trechos perpendiculares do caminho. (Considere b) Calcule o percentual dessa velocidade a aproximação  2=1,4 em relação à velocidade da luz, considerada, c) Calcule a diferença de percurso do novo para esse cálculo, igual a 300.000 km/s. trajeto relativamente ao retorno em linha reta. c) Além do desenvolvimento científico, d) Considerando o preço do óleo diesel a cite outros dois interesses que as nações R$ 2,00 o litro, a velocidade média do veículo envolvidas nesse consórcio teriam nas de 70km/h e seu rendimento médio de 7km por experiências realizadas no LHC. litro, estabeleça o preço mínimo para o a) VP=2,97x105km/s transportador aceitar o b) r=99% trabalho. c) Além dos interesses científicos, os a) ver desenho países envolvidos no projeto LHC possuem b) 59,5 km interesses geoestratégicos. Tais pesquisas c) 34 km poderão servir à indústria bélica, por exemplo, d) R$ 106,86 no desenvolvimento de novas armas. Não se pode descartar ainda os interesses econômicos,

×