A CONTRIBUIÇÃO DO GERENTE        DE PROJETOS DE T.I.  NAS ÁREAS DE NEGÓCIO DE       GRANDES EMPRESAS             ROD RIG O...
AGENDAContexto• Visão Geral• Estrutura das Áreas - T.I. x Negócios• Controle de MetasContribuições• Gestão de Portfólio• I...
CONTEXTO
VISÃO GERAL•Plano 1 e 3 anos                              •Sistemas•Roadmap                                       •Sinergi...
ESTRUTURA DAS ÁREAS – T.I.                                                               Estrutura varia de               ...
ESTRUTURA DAS ÁREAS – T.I. + NEGÓCIOS          Visão da área de T.I. como             parceira, e não como                ...
CONTROLE DE METAS                                Milestones do     Resultados de    KPIs de Projeto                       ...
METAS CRUZADAS                             Iniciativas relevantes têm meta                             de alguém da área d...
CONTRIBUIÇÕES
GESTÃO DE PORTFÓLIO     Planejamento                                       Porque      Estratégico                        ...
GESTÃO DE PORTFÓLIO     Planejamento      Estratégico                      Aspectos que influenciam a                     ...
GESTÃO DE PORTFÓLIO     Planejamento                       Planejamento de 1 ano      Estratégico                         ...
INTEGRAÇÃO DE SOLUÇÕES            Demanda 2Demanda 1                     Demanda 3               Sinergias            Visã...
INTEGRAÇÃO DE SOLUÇÕESPapel dos sistemas   •Garante a melhor solução, considerando o papel de cada sistema da             ...
ACOMPANHAMENTO DE PROJETOS                 Reuniões periódicas de                                             Comprometime...
ACOMPANHAMENTO DE PROJETOS    Gerente de Projetos de T.I.                           Negócios•Garantir melhor desenho das  ...
EXPERTISE EM GESTÃO    Gestão do Prazo,                    Gestão do  considerando diversas           Budget, considerando...
Dúvidas?Rodrigo Machado Oliveirarodrigo.machado@ambev.com.brrmoliveirabr@gmail.com
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A contribuição do Gerente de Projetos de T.I.

1.467 visualizações

Publicada em

Apresentação no 50o SPIN Campinas (Tema: Gestão de Projetos) - http://www.cpqd.com.br/spin-cps/

Título: A contribuição do Gerente de Projetos de T.I. nas áreas de negócio de grandes empresas

Palestrante: Rodrigo Machado Oliveira

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.467
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
25
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A contribuição do Gerente de Projetos de T.I.

  1. 1. A CONTRIBUIÇÃO DO GERENTE DE PROJETOS DE T.I. NAS ÁREAS DE NEGÓCIO DE GRANDES EMPRESAS ROD RIG O M ACH AD O OLIV E IRA ( RM OLIV EIRAB R@G M AIL. COM ) J UN H O 2 01 2
  2. 2. AGENDAContexto• Visão Geral• Estrutura das Áreas - T.I. x Negócios• Controle de MetasContribuições• Gestão de Portfólio• Integração de Soluções• Acompanhamento de Projetos• Expertise em Gestão
  3. 3. CONTEXTO
  4. 4. VISÃO GERAL•Plano 1 e 3 anos •Sistemas•Roadmap •Sinergias•Planej. Projetos •Visão Sistêmica •Funding Gestão de Integração Portfolio de Soluções Acompanha Expertise mento de em Gestão Projetos•Gestão de Verbas •Status Report•Gestão de Escopo •Repriorização•Gestão de Prazos •Participação •Gerenciamento
  5. 5. ESTRUTURA DAS ÁREAS – T.I. Estrutura varia de empresa para empresa Diretoria de T.I. Novos Infra e Projetos Operações Área de Área de Área de Cluster de Cluster de Cluster deNegócios 1 Negócios 2 Negócios 3 Sistemas 1 Sistemas 2 Sistemas 3 Cenários de equipes internas ou terceirizadas
  6. 6. ESTRUTURA DAS ÁREAS – T.I. + NEGÓCIOS Visão da área de T.I. como parceira, e não como fornecedora. Diretoria de T.I. Diretorias Novos de Negócios Projetos Vendas Supply Outros Outros Supply Vendas
  7. 7. CONTROLE DE METAS Milestones do Resultados de KPIs de Projeto Projeto Negócio • Escopo • Requisitos • Aderência do • Prazo • Fase 1 campo em X% • Custo • Fase 2 • Aumento de • Qualidade • Treinamento share em Y% • TransiçãoModelos de Medição de Metasvariam de acordo comorganização
  8. 8. METAS CRUZADAS Iniciativas relevantes têm meta de alguém da área de negócios Diretoria e alguém de T.I. (demandas) de T.I. Diretorias Novos de Negócios ProjetosVendas Supply Outros Outros Supply Vendas • Entregar resultado X • Entregar projeto A • Entregar aumento de Y% • Entregar projeto B • Entregar redução de R$Z • Entregar projeto C
  9. 9. CONTRIBUIÇÕES
  10. 10. GESTÃO DE PORTFÓLIO Planejamento Porque Estratégico devemos fazer esse projeto? Quais Demanda 1 benefícios esse Demanda 2 projeto traz? Demanda Temos sinergia 3 com outras inciativas? Esse projeto precisaProjetos Selecionados ser feito agora, ou é menos importante que os outros?
  11. 11. GESTÃO DE PORTFÓLIO Planejamento Estratégico Aspectos que influenciam a escolha dos projetos. Demanda 1 Aumento de Demanda Aumento de Redução de 2 Participação Vendas Custos no Mercado Demanda 3 Melhor Aumento de Melhoria de Tomada de Eficiência Qualidade DecisõesProjetos Selecionados Lançamento de Novos … POLÍTICO!! Produtos
  12. 12. GESTÃO DE PORTFÓLIO Planejamento Planejamento de 1 ano Estratégico Ex Projeto: Indicadores de Demandas urgentes desempenho de Supply Demanda Planejamento de 3 anos 1 Demanda Demandas menos urgentes, ou Ex Projeto: Datawarehouse de 2 com dependências Supply Demanda 3 Roadmap Ex Projeto: Ferramenta de Onde queremos chegar… Análise e Previsão para SupplyProjetos Selecionados Planejamento deve ser feito por área / subárea da empresa
  13. 13. INTEGRAÇÃO DE SOLUÇÕES Demanda 2Demanda 1 Demanda 3 Sinergias Visão Sistêmica Funding
  14. 14. INTEGRAÇÃO DE SOLUÇÕESPapel dos sistemas •Garante a melhor solução, considerando o papel de cada sistema da empresa RFPs •Suporte a processos de compra de produtos e soluções de tecnologia, ajudando com validação de soluções, e definição de requisitos Build or Buy? •Ajuda nas decisões de construções de soluções proprietárias (tailor made), ou na compra e customização de produtos prontos •Suporte na decisão de construção de um novo sistema, com decisões Novo sistema como gestão de chamados, suporte, papel do sistema, integração com outros sistemas, etc.Descontinuação de •Suporte na decisão de descontinuação de um sistema, ou porque não é sistemas mais necessário, ou porque será substituído por outro(s) sistema(s)
  15. 15. ACOMPANHAMENTO DE PROJETOS Reuniões periódicas de Comprometimento da área de Status Report negócios com o projeto (trabalho e gerencial) Rotina de Acompanhamento Alinhamento entre T.I. e Garantir priorização, de acordo negócios sobre principais com necessidades da empresa projetosStakeholders = reunião detrabalho comespecialista, reunião gerencialcom gerentes e diretores
  16. 16. ACOMPANHAMENTO DE PROJETOS Gerente de Projetos de T.I. Negócios•Garantir melhor desenho das •Priorização de iniciativas soluções •Revisão da especificações•Expertise em gestão de projetos: funcionais •Custo •Homologação das soluções •Atividades •Comunicação / alinhamento com •Riscos usuários •Plano de comunicação •Alinhamento com demais áreas •Acompanhamento de KPIs de negócio Gestor Projeto Papéis do Gerente de Projetos de Gerente de T.I. de de T.I. e do responsável na área de Negócio Sucesso negócios são complementares.
  17. 17. EXPERTISE EM GESTÃO Gestão do Prazo, Gestão do considerando diversas Budget, considerando demandas e recursos variações de escopo e compartilhados repriorizações Gestão de Projetos Gestão da Gestão de Escopo, Qualidade, controlando os gerenciando mudanças e indicadores que devem serimpactos em prazo e custo medidos Metodologia de Projetos: - Customizada, normalmente baseadas no PMI - Metodologias para Gestão de Projetos e para Desenvolvimento de Software
  18. 18. Dúvidas?Rodrigo Machado Oliveirarodrigo.machado@ambev.com.brrmoliveirabr@gmail.com

×