Projeto Green Hungry Sugarcane                                 André Villela                                 João Lucca   ...
Dados do Trabalho   O seguinte trabalho faz parte da disciplina de gestão    de projetos e objetiva através de um exemplo...
A empresa       A JAL® Máquinas Agrícolas é uma tradicional empresado ramo de equipamentos de mecanização agrícola fundada...
Comunicação Visual   Logo da Empresa     O logo da empresa identifica um alinhamento com a agricultura      através as 3...
Diretoria Leonardo Fonseca Alves – CEO André Villela – Diretor de Marketing Raquel Diniz – Diretora de Recursos Humanos...
O projeto   O projeto desenvolvido pela empresa visa    desenvolver uma máquina automotriz colhedora    de cana para aten...
Justificativas do projeto   Avanço na mecanização (eliminação de    queimadas e questões trabalhistas);   Aumento de pla...
Objetivo   Aumentar a participação de mercado de    colhedoras de cana de 15% para 25%    através    do    desenvolviment...
Objetivo SMART   Specific     No mercado de colhedoras de cana   Measurement     Participação ( Market Share )   Atta...
Designação   O fundador e CEO Leonardo Alves fica    designado como Gerente do Projeto,    designando poderes limitados a...
Milestones   Jul 2012 – Inicio do Projeto   Ago 2012 – Definição da Equipe de projeto   Dez 2012 – Plano de Marketing (...
Orçamento   O orçamento para o desenvolvimento    deste projeto, considerando apenas um    pacote e uma lista de riscos r...
Riscos   O registro de riscos é posteriormente    apresentado neste documento, mas foi    focado como principais riscos: ...
Identificação de     Stakeholders              ISH - Identificação de Stakeholder                                         ...
Escopo do Produto        O produto do projeto Green Hungry Sugarcane, a JAL    DR, será uma colhedora de cana de açúcar co...
Escopo do Projeto   O Projeto deverá ser gerenciado conforme as boas práticas    do PMI.   A equipe será constituída por...
Premissas   O GP e a diretora de RH, terão autonomia para formar    equipe com profissionais capacitados   A JAL® terá c...
Restrições   Capacidade de armazenagem de combustível 568 litros   14 horas de funcionamento ininterruptos   Custo máxi...
Work Breakdown Structure(WBS)                                               Green Hungry                                  ...
C.C.                                          Descomposição1.1                                             Concepção      ...
D-WBSD-WBS Dicionário WBS                     Fase: Desenvolvimento           Entrega: Protótipo  C.C.                   P...
Verificação da qualidadeD-WBS Dicionário WBS                     Fase: Desenvolvimento           Entrega: Protótipo  C.C. ...
Lista de Atividades do        Pacote              LAtv - Lista de Atividades                                   Fase: Desen...
Orçamento Prévio   O orçamento inclui apenas o pacote Plano de    Marketing da fase Desenvolvimento.                Orç -...
Registro de Riscos                               RR - Registro de Riscos                                                  ...
Orçamento Final   O orçamento inclui o orçamento prévio somado a    verba de contingência calculada a partir do    regist...
Solicitação de mudança     Durante a implantação da linha de      produção, foi detectada uma      insuficiência de equip...
Solicitação de mudança                      SM- Solicitação de Mudança 2                                      Parecer do G...
Solicitação de mudança                        SM- Solicitação de Mudança 3                                       Parecer d...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Green Hungry Sugarcane

709 visualizações

Publicada em

Titulo: Green Hungry Sugarcane
Alunos:André Castro Souza Villela,raquel,Joao Lucca,Leonardo Fonseca Alves,
Cidade: Piracicaba
Disciplina: Gestão de Projetos
Turma: GE08
Data:10-08-2012
Hora:16:22
Comentarios:
Publico até ápos a correção

1 comentário
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Comentários
    Introdução: ok;
    Objetivo: item não contemplado claramente no trabalho;
    TAP: ok;
    ISH: ok;
    DE: ok;
    WBS: ok;
    D-WBS: ok;
    LVQ: ok;
    LAtv: ok;
    Orç: sugere-se que seja identificado todas as fases e pacotes de trabalho no Orç, mesmo que não seja especificado os valores;
    RR: ok;
    SM: ok.
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
709
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
150
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
1
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Green Hungry Sugarcane

  1. 1. Projeto Green Hungry Sugarcane André Villela João Lucca Leonardo Alves Raquel Diniz
  2. 2. Dados do Trabalho O seguinte trabalho faz parte da disciplina de gestão de projetos e objetiva através de um exemplo prático, passar os processos de desenvolvimento de um projeto composto por iniciação, planejamento, execução, controle e encerramento. Dados da turma  FGV - Fundação Getúlio Vargas  Conveniada: IBE – Institute of Business Education  Cidade: Piracicaba  Curso: Gestão Executiva  Turma: GE08  Disciplina: Gestão de Projetos  Grupo: JAL Máquinas Agrícolas
  3. 3. A empresa A JAL® Máquinas Agrícolas é uma tradicional empresado ramo de equipamentos de mecanização agrícola fundadaem Piracicaba e que tem como objetivo de desenvolversoluções de alto nível atendendo aos mais exigentes clientes. Ela desenvolve, manufatura e vende maquinárioagrícola com foco no mercado de cana-de-açucar, tendo emseu portfólio de produtos uma bem reconhecida colhedora decana (de uma linha) e alguns modelos de transbordo. No presente momento a empresa está focada nodesenvolvimento de uma colhedora de duas linhas, conformeserá apresentado. Em um futuro próximo existem planos paraentrar no mercado de plantadeiras de mudas.
  4. 4. Comunicação Visual Logo da Empresa  O logo da empresa identifica um alinhamento com a agricultura através as 3 folhas e tons de verde. O estilo genérico foi escolhido por permitir em um futuro uma expansão dentro da área da agricultura sem ficar diretamente ligado a maquinário agrícola.  O nome da empresa vem da junção das iniciais dos 4 sócios fundadores, utilizando o R de Raquel como identificação de marca Registrada. Logo do Projeto  O projeto Green Hungry Sugarcane não possui uma marca própria, sendo utilizada apenas um logotipo em verde devido ao nome.  Salienta-se que a identificação do projeto não é a do produto, fazendo parte do desenvolvimento deste projeto, dentro do pacote Plano de Marketing Final, o desenvolvimento de um logo ou identificação própria para a máquina.
  5. 5. Diretoria Leonardo Fonseca Alves – CEO André Villela – Diretor de Marketing Raquel Diniz – Diretora de Recursos Humanos João Augusto Marcolin Lucca – Diretor Operacional
  6. 6. O projeto O projeto desenvolvido pela empresa visa desenvolver uma máquina automotriz colhedora de cana para atendimento do mercado interno e externo de colheita com espaçamento alternado. O projeto, traçando um paralelo com a imagem da colhedora “comendo” a cana, foi batizado de O produto deste projeto é a Colhedora JAL DR.
  7. 7. Justificativas do projeto Avanço na mecanização (eliminação de queimadas e questões trabalhistas); Aumento de plantio em espaçamento alternado; Crescimento do mercado de etanol e açucar; Mercado com necessidade de tecnologias que aumentem a produtividade e reduzam os custos da operação.
  8. 8. Objetivo Aumentar a participação de mercado de colhedoras de cana de 15% para 25% através do desenvolvimento de colhedora de cana de 2 linhas com espaçamento alternado, com custo competitivo com concorrentes e lançamento no ano de 2015;
  9. 9. Objetivo SMART Specific  No mercado de colhedoras de cana Measurement  Participação ( Market Share ) Attainable  Passar de 10% para 15% Realistic  Mantendo custo competitivo aos concorrentes Timely  Lançamento em 2015
  10. 10. Designação O fundador e CEO Leonardo Alves fica designado como Gerente do Projeto, designando poderes limitados a seu corpo diretor para atuar nas devidas áreas e gerir seus respectivos grupos de trabalho de forma a atender as expectativas apresentadas neste documento. Data de assinatura do TAP: 14 de Julho de 2012
  11. 11. Milestones Jul 2012 – Inicio do Projeto Ago 2012 – Definição da Equipe de projeto Dez 2012 – Plano de Marketing (prévio) Dez 2012 – Protótipo Jan - Mai 2013 –1ª fase de testes Jul 2013 – Protótipo 2 (otimizado) Jul - Dez 2013 –2ª fase de testes Jan 2013 – Liberação da engenharia Jan - Jun 2013 – Desenvolvimento de fornecedores e logística Jun - Nov 2013 – Adeqüação de layout, logística e treinamentos Mai - Jun 2014 – Lote piloto para testes de clientes selecionados Out 2014 – Evento de Lançamento Jan 2015 – Início da Produção (operação)
  12. 12. Orçamento O orçamento para o desenvolvimento deste projeto, considerando apenas um pacote e uma lista de riscos reduzida, foi de R$ 133.875,00. A lista de atividades com os devidos custos e o registro de riscos se encontram apresentados mais a frente neste trabalho.
  13. 13. Riscos O registro de riscos é posteriormente apresentado neste documento, mas foi focado como principais riscos:  Lei de Patentes  Alteração da Taxa de Financiamento  Alteração do Mercado Consumidor  Falta de mão de obra especializada  Falta de know how especializado  Problemas legais, jurídicos e tributários
  14. 14. Identificação de Stakeholders ISH - Identificação de Stakeholder ISH - Identificação de Stakeholder Cadastro Qualificação Requisitos superficiais Plano de Ação do G.P. Influência Interesse Telefone e-mail Poder DDD Papel no OutrasStakeholder Posição Classificação Expectativa, Necessidade, Anseio Estratégia (o que fazer) Quando projeto características Identificou junto Informar sobre o andamento Conforme Positiva Diretor de Gestão com aos clientes as Desenvolver projeto dentro do prazo e custo 15 % do projeto e todas as cronograma Alto Alta Leonardo desenvolvimento Sponsor atenção potencialidades menor do que o orçamento inicial previsto necessidades/dificuldades que /plano de de negócio do projeto ocorrem trabalho Cliente Verificador Positiva importante que Alto rendimento (tonelada/hora) e baixo consumo Manter informado sobre o Conforme Baixo de escopo Manter Alta RAIZEN Diretor CCT se interessa das operações de colheita (combustível e projeto e buscar "feedback" de plano de pelo laudo informado pelo produto manutenção) interesse marketing do cliente resultante Desenvolvim Fornecedor de Manter informado sobre o Datas ento e Positiva peças críticas andamento do projeto e a limites de Gerente de fornecimento Gestão com Fornecimento a longo prazo de itens com alto valor Alto Alta MAHLE para o aprovação dos componentes desenvolvi vendas de atenção agregado funcionamento fornecidos/consultar mento componente da máquina disponibilidade de pedidos PPAP s Grande Positiva Experimento parceiro para Capacidade de se adaptar a diferentes situações de Manter informado quanto aos Baixo Gerente de Manter Entrega de Alta CTC e avaliação testes em espaçamento e declives em que a mecanização é testes desejados e progresso relacionamento informado protótipo do projeto diferentes mais complexa do projeto condições Concorrente Negativa que busca Durante a Baixo Baixa Mínimo Tecnologia desenvolvida no projeto é supérfula e Se informar sobre o que está CASE Mercado Concorrente soluções concepção esforço ultrapassada sendo feito em paralelo abordadas no do projeto projeto
  15. 15. Escopo do Produto O produto do projeto Green Hungry Sugarcane, a JAL DR, será uma colhedora de cana de açúcar com as seguintes características principais: Estrutura de chassi e divisor reforçado para operar em 2 linhas simultaneamente, Proporcionar altura de corte independente entre as linhas Flexibilidade para trabalhar com distanciamento entre linhas de 0,9m a 1,6m Tecnologia otimizada de redução de palha na descarga
  16. 16. Escopo do Projeto O Projeto deverá ser gerenciado conforme as boas práticas do PMI. A equipe será constituída por profissionais capacitados em engenharia mecânica, elétrica e agrícola. A comunicação entre as equipes será feita por correio eletrônico interno e por rádio frequência. As despesas com materiais de testes e transporte das máquinas deverão ser autorizadas pelo sponsor Qualquer tipo de alteração ou substituição de pessoal deverá ser requisitada diretamente à diretora de RH.
  17. 17. Premissas O GP e a diretora de RH, terão autonomia para formar equipe com profissionais capacitados A JAL® terá conhecimento de toda tecnologia utilizada pelos seus concorrentes em seu segmento Produto deverá estar apto a homologação nos principais mercados consumidores Terá junto aos fornecedores fidelização e parceria para elaboração de cortadores diferenciados e adequados O cronograma de orçamento será planejado pelo CEO, considerando que qualquer alteração poderá interferir no controle do orçamento.
  18. 18. Restrições Capacidade de armazenagem de combustível 568 litros 14 horas de funcionamento ininterruptos Custo máximo de R$ 500.000,00 Manutenção de longa parada (>1dia) a cada 12 meses Consumo máximo de 40 l/h
  19. 19. Work Breakdown Structure(WBS) Green Hungry Sugarcane Colhedora JAL DR Concepção Desenvolvimento Otimização Verificação Implementação Comercialização Estratégia de Desenvolvimento Desenvolvimento Revisão de Estratégia de Conceito Marketing de Componentes de fornecedores processos vendas Definição de Sistemas Especificações Desenvolvimento Revisão de Plano de custo hidráulicos Técnicas de dispositivos qualidade Marketing Final Definição de Sistemas Avaliação de Treinamento de Revisão de Suporte ao tempo mecânicos segurança operadores montadores cliente Definição de Sistemas Run-at-rate After Market materiais elétricos Automação Análise Computacional
  20. 20. C.C. Descomposição1.1 Concepção 1.1.1 Conceito 1.1.2 Definição de custos 1.1.3 Definição de tempo 1.1.4 Definição de materiais1.2 Desenvolvimento 1.2.1 Estratégia de marketing 1.2.2 Sistemas hidráulicos 1.2.3 Sistemas mecânicos 1.2.4 Sistemas elétricos 1.2.5 Automação 1.2.6 Análise computacional1.3 Otimização 1.3.1 Desenvolvimento de componentes 1.3.2 Especificações Técnicas 1.3.3 Avaliação de segurança1.4 Verificação 1.4.1 Desenvolvimento de dispositivos 1.4.2 Desenvolvimento de fornecedores 1.4.3 Treinamento de operadores 1.4.4 Run-at-rate1.5 Implementação 1.5.1 Revisão do processo 1.5.2 Revisão de qualidade 1.5.3 Revisão de montadoras1.6 Comercialização 1.6.1 Estratégia de vendas 1.6.2 Plano de marketing final 1.6.3 Suporte ao cliente 1.6.4 After market (vendas)
  21. 21. D-WBSD-WBS Dicionário WBS Fase: Desenvolvimento Entrega: Protótipo C.C. PT Descrição Entrega do PT Critério de Aceitação OK Desenvolvimento da estratégia de custo, Aprovação do 3.1 Estratégia de Marketing comunicação, canal de acesso e Plano de Marketing Gerente de Marketing apresentação do produto Desenhos detalhados de componentes e Sistemas Aprovação do 3.2 especificações de montagem de sistemas Projeto Hidráulico Hidráulicos Gerente de Engenharia hidráulicos Desenhos detalhados de componentes e Sistemas Aprovação do 3.3 especificações de montagem de sistemas Projeto Mecânico Mecânicos Gerente de Engenharia mecânicos Desenhos detalhados de componentes e Sistemas Aprovação do 3.4 especificações de montagem de sistemas Projeto Elétrico Elétricos Gerente de Engenharia elétricos Desenvolvimento da lógica de controle, Aprovação do 3.5 Automação Escopo de automação I/Os, respostas e software de controle Gerente de Engenharia Análise matemática através de elementos Análise Análise estrutural, térmica e Aprovação do 3.6 finitos dos diferentes sistemas da máquina Computacional dinâmica Gerente de Engenharia sobre solicitações previstas
  22. 22. Verificação da qualidadeD-WBS Dicionário WBS Fase: Desenvolvimento Entrega: Protótipo C.C. PT Descrição Entrega do PT Critério de Validação OK Desenvolvimento da estratégia de custo, Modelo interno de Plano de Marketing 3.1 Estratégia de Marketing comunicação, canal de acesso e Plano de Marketing Norma Padrão CENP apresentação do produto Código de Auto-regulamentação CONAR Desenhos detalhados de componentes e Normas ABNT e ISO Sistemas 3.2 especificações de montagem de sistemas Projeto Hidráulico Normas de Segurança Hidráulicos hidráulicos Normas internas da Engenharia Normas ABNT e ISO Desenhos detalhados de componentes e Sistemas Normas de Segurança 3.3 especificações de montagem de sistemas Projeto Mecânico Mecânicos Normas internas da Engenharia mecânicos Normas ABNT e ISO Desenhos detalhados de componentes e Sistemas Normas de Segurança 3.4 especificações de montagem de sistemas Projeto Elétrico Elétricos Normas internas da Engenharia elétricos Normas ABNT e ISO Desenvolvimento da lógica de controle, Normas de Segurança 3.5 Automação Escopo de automação I/Os, respostas e software de controle Normas internas da Engenharia Normas ABNT e ISO Análise matemática através de elementos Análise Análise estrutural, térmica e Normas de Segurança 3.6 finitos dos diferentes sistemas da máquina Computacional dinâmica Normas internas da Engenharia sobre solicitações previstas
  23. 23. Lista de Atividades do Pacote LAtv - Lista de Atividades Fase: Desenvolvimento PT: Estratégia de marketing Paulo Josicléia Karen André Vilella Analista Jr. Analista Sr. Ger. Vendas Diretor Marketing Custo da Atividade Custo atividade [R$] Duração [h] Custo [R$/h] Duração [T] Custo [R$/h] Duração [T] Custo [R$/h] Duração [T] [R$/h]Pesquisar clientes 100 25,00 20 45,00 10 100,00 - 150,00 4.400,00Pesquisar concorrentes 100 25,00 20 45,00 10 100,00 - 150,00 4.400,00Definir estratégia de preço 10 25,00 40 45,00 40 100,00 20 150,00 9.050,00Pesquisar pontos de venda 100 25,00 20 45,00 10 100,00 - 150,00 4.400,00(concessionárias)Definir concessionárias proritárias e 20 25,00 50 45,00 20 100,00 2 150,00 5.050,00secundáriasNegociar ponto na concessionária - 25,00 20 45,00 100 100,00 20 150,00 13.900,00Pesquisar custo de jornais, revistas, TV, 150 25,00 20 45,00 10 100,00 - 150,00 5.650,00feiras, etcDefinir plano de comunicação 5 25,00 40 45,00 40 100,00 2 150,00 6.225,00Negociar espaços nos veículos - 25,00 50 45,00 20 100,00 20 150,00 7.250,00determinadosDocumentar Plano de Marketing 100 25,00 20 45,00 2 100,00 - 150,00 3.600,00Alinhar departamentos ao plano de - 25,00 10 45,00 20 100,00 50 150,00 9.950,00Marketing Custo do Pacote de Trabalho 73.875,00
  24. 24. Orçamento Prévio O orçamento inclui apenas o pacote Plano de Marketing da fase Desenvolvimento. Orç - Orçamento do Projeto C.C. WBS PV - Planned Value 1.2 Desenvolvimento 73.875,00 1.2.1 Plano de Marketing 73.875,00 TOTAL DAS FASES 73.875,00 VERBA DE CONTINGÊNCIA To Be Defined TOTAL DO ORÇAMENTO To Be Defined
  25. 25. Registro de Riscos RR - Registro de Riscos RR - Registro de Riscos V.M.E. V.M.E. Data de Qualitativo Qualitativo Categoria antes da depois da Sinal de Id Risco Identificado Tipo Registr Probabilida P de I Semáforo Id Resposta Proprietário Ação a tomar na RBS resposta resposta alerta o de Impacto [R$] [R$] Perder uma patente chave DesenvolverW-Riscos Desenvolvi para a concorrência 28/jul/1 Muito uma nova Analisar patentes, buscarlegais-Lei de 1 Am Média 0,4 1 300.000 250.000 mento João Luccapatentes (impedimento de uso de 2 0,5 grande 0,80 solução nova solução Produto tecnologia) (mitigar) Ganhar uma patente chaveW-Riscos Desenvolvi para a concorrência 28/jul/1 Patentear nova tecnologia,legais-Lei de 2 Op Média Grande 0,2 2 150.000 Aceitar 150.000 mento João Luccapatentes (exclusividade de uso de 2 0,5 0,40 acionar dep. Jurídico Produto tecnologia)W-Externosprevisíveis- Aumento da taxa 28/jul/1Taxas de 3 Am Improvável Grande 0,12 3 de financiamento 2 0,3 0,40câmbioW-Externosprevisíveis- Queda da taxa 28/jul/1 Dep. LeonardoTaxas de 4 Op Provável Grande 0,28 4 40.000 Aceitar 40.000 - de financiamento 2 0,7 0,40 Financeiro MarquescâmbioW-Externosprevisíveis- Desaceleração da 28/jul/1Riscos de 5 Am Rara Grande 0,04 5 mecanização na cana 2 0,1 0,40mercadoK-Riscos deexecução- Falta de mão-de-obra para 28/jul/1Incerteza do 6 Am Provável Médio 0,14 6 montagem especializada 2 0,7 0,20trabalhoK-Riscoscontratuais- Problemas aduaneiros para 28/jul/1Atrasos por 7 Am Provável Médio 0,14 7 exportação de máquinas. 2 0,7 0,20conflitosW-Riscos Fornecedor sem capacidade de 28/jul/1técnicos- 8 entrega para componentes Am Improvável Pequeno 0,03 8Protótipo 2 0,3 0,10 críticos.
  26. 26. Orçamento Final O orçamento inclui o orçamento prévio somado a verba de contingência calculada a partir do registro de riscos. Orç - Orçamento do Projeto C.C. WBS PV - Planned Value 1.2 Desenvolvimento 73.875,00 1.2.1 Plano de Marketing 73.875,00 TOTAL DAS FASES 73.875,00 VERBA DE CONTINGÊNCIA 60.000,00 TOTAL DO ORÇAMENTO 133.875,00
  27. 27. Solicitação de mudança  Durante a implantação da linha de produção, foi detectada uma insuficiência de equipamentos necessários, colocados a seguir: SM- Solicitação de Mudança 1 N.° Data Solicitante 013 28/11/2012 Dep. de Engenharia Industrial Descrição da MudançaInstalação de uma nova ponte elevada para manuseio de peças pesadas (modificação do layout). Justificativa da solicitaçãoCompomente frontal da colhedeira não pode ser manuseado com o equipamento atual devido a seu peso edimensões.
  28. 28. Solicitação de mudança SM- Solicitação de Mudança 2 Parecer do GP 1 Impactos identificados – Escopo do projetoAdequação do layout para montagem. Impactos identificados – Tempo do projeto3 Semanas para recebimento de novo equipamento + 5 semanas para instalação e liberação do mesmo Impactos identificados – Custo do projetoR$ 400.000,00 Impactos identificados – Qualidade do projetoNão há modificações na questão de qualidade do projeto Impactos identificados – Recursos Humanos do projetoO novo equipamento requisita que os operadores passem por treinamento para utilizá-lo
  29. 29. Solicitação de mudança SM- Solicitação de Mudança 3 Parecer do GP 2 Impactos identificados – Comunicação do ProjetoNão há modificações quanto à comunicação do projeto Impactos identificados – Riscos do projetoNão foi identificado risco associado Impactos identificados – Aquisições do projetoSerá realizada a aquisição de uma nova ponte elevada, suportes e sistema de alimentação elétrico próprio. Impactos identificados – Outros projetos correntesA antiga ponte pode ser utilizada em outras linhas de montagem. Parecer do Sponsor ou CCBMudança aceita com ressalva. Tempo limite para instalação de 4 semanas.

×