Candeia         Boletim Informativo do Grupo de                    Estudos      Espírita “Leon Denis”                     ...
2 Boletim      Informativo        do      Grupo de Estudos Espírita “Leon Denis”                                  Página 2...
3          Boletim     Informativo do Grupo de             Estudos    Espírita    “ Leon Denis”                  Página 3 ...
4 Boletim Informativo do Grupo de Estudos Espírita “Leon Denis”                                                   Página 4...
5    Boletim       Informativo do Grupo de Estudos                  Espírita      “Leon Denis”                     Página ...
6    Boletim Informativo do                      Grupo de            Estudos        Espírita “Leon                  Página...
7Boletim         Informativo do Grupo de Estudos                     Espírita ‘Leon Denis”                    Página 7    ...
8 Boletim         Informativo do Grupo de Estudos                      Espírita “Leon Denis”                        Página...
9   Boletim       Informativo do Grupo de Estudos Espírita “Leon Denis”                                          Página 9 ...
10    Boletim Informativo do Grupo de Estudos Espírita “Leon Denis”                                     Página 10        A...
11    Boletim Informativo do Grupo de Estudos Espírita “Leon Denis”                                Página 11              ...
12                                                                                                     Página 12  Boletim ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Candeia 18 julho e agosto de 20112

431 visualizações

Publicada em

boletim informativo do Grupo de Estudos Espírita Leon Denis

Publicada em: Espiritual
1 comentário
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • 15-Título = Jogando.net/mu Venha se divertir de verdade !!!
    [b]Ola,sou o Pr1nceMG,Divulgador oficial do Servidor de Mu online Season 6 do Brasil
    ESTÁ ON HÁ MAIS DE 5 ANOS,Produzindo sua Diversão com qualidade.
    TODOS OS SERVERS ficam ON 24 horas por dia, Sempre Buscamos o Melhor para os Gamers.
    São varios Server esperando por você :
    * MuWar' 1000x/1500x
    * Super - 10.000x ** Pvp 15.000x
    * Very Easy - 5.000x
    * Hard 100 x
    * Extreme 10x
    * Novo servidor Phoenix: Free 3000x | Vip: 4000x Phoenix
    SÓ NO http://www.jogando.net/mu VOCÊ ENCONTRA
    Os Melhores itens e kits mais tops de um server De MU Online:
    * Novas asas level 4
    * Novos Kits DEVASTADOR
    * Novos Kits DIAMOND v2 + Kit Mystical (a combinação da super força)
    * Novos Sets especiais de TIME.
    *CASTLE SIEGE AOS SÁBADOS e DOMINGOS.
    Site http://www.jogando.net/mu/
    Esperamos pela sua visita.Sejam todos muito benvindos ao nosso Servidor.
    *Um mês de grandes eventos e Promoções do dia das Crianças e Sorteio de 1 iPad e 2.000.000 de Golds!
    E obrigado pela atençao de todos voces !!!
    Conheça também animes cloud http://animescloud.com/ São mais de 20.000 mil videos online.
    By:Pr1nceMG divulgador oficial do jogando.net/mu
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
431
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
1
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Candeia 18 julho e agosto de 20112

  1. 1. Candeia Boletim Informativo do Grupo de Estudos Espírita “Leon Denis” ANO III n° 18 JULHO E AGOSTO de 2012 A FÉ RELIGIOSA As primeiras já creram e compreenderam; tra- zem, ao renascerem, a intuição do que souberam: estão com a educação feita; as segundas tudo têm que aprender: estão com a educação por fazer. Ela, entretanto, se fará e, se não ficar concluída nesta existência, ficará em outra. Continua Kardec: A resistência do incrédulo, devemos ouvir, muitas vezes provém menos dele, do que de manei- ra por que lhe apresentam as coisas. A fé necessita de uma base, base que é a inteligência perfeita daqui- lo em que se deve crer. E, para crer, não basta ver, é preciso, sobretudo, compreender. A fé cega já não é deste século, tanto assim que precisamente o dog- ma da fé cega é que produz hoje o maior número deD incrédulos, porque ela pretende impor-se, exigindo o ponto de vista religioso, a fé consiste na cren- a abdicação de uma das mais preciosas prerrogativas ça em dogmas especiais (pontos fundamentais de do homem: o raciocínio e o livre arbítrio. É princi- doutrina), que constituem as diferentes religiões. palmente contra essa fé que se levanta o incrédulo e Todas elas tem seus artigos de fé. Sob este as- dela é que se pode com verdade dizer que não sepecto, pode a fé ser raciocinada ou cega. Nada examinan- prescreve. Não admitindo provas, ela deixa no espí-do, a fé cega aceita, sem verificação, assim o verdadeiro rito alguma coisa de vago, que dá nascimento à dúvi-como o falso, e a cada passo se choca com a evidência e a da. A fé raciocinada, por se apoiar nos fatos e narazão. Levada ao excesso, produz o fanatismo. Em assen- lógica, nenhuma obscuridade deixa. A criatura entãotando no erro, cedo ou tarde desmorona; somente a fé crê porque tem certeza senão porque compreen-que se baseia na verdade garante o futuro, porque nada deu. Eis porque se dobra. Fé inabalável só é a quetem a temer do progresso das luzes, dado que o que é ver- pode encarar de frente a razão, em todas as épocasdadeiro, também o é a luz meridiana. Cada religião preten- da Humanidade.de ter a posse exclusiva da verdade: preconizar alguém a fé A esse resultado conduz o Espiritismo, pelocega sobre um ponto de crença é confessar-se impotente que triunfa da incredulidade, sempre que não encon-para demonstrar que está com a razão. tra oposição sistemática e interessada. Estas palavras são de Kardec e encontram-se no Equivocados, alguns intelectuais europeusitem 6 do capítulo XIX de “O Evangelho Segundo o Espiri- buscam combater a fé religiosa. Christopher Hit-tismo”. chens, com seu livro “Deus não é grande”, e Richard Prossegue o Codificador: Dawkins, com seu DVD “Raiz de todo Mal?” e seu Diz-se vulgarmente que a fé não se prescreve, donde livro “Deus – um delírio”, com mais de um milhãoresulta muita gente alegar que não lhe cabe a culpa de não de cópias vendidas, são os principais, atualmente. Oter fé. Sem dúvida, a fé não se prescreve, nem, o que ainda filósofo Antony Crayling lhe faz companhia nessaé mais certo, se impõe. Ela se adquire e ninguém há que cruzada contra a religião.esteja impedido de possuí-la, mesmo entre os mais refratá- A missão do homem inteligente na Terrarios. Falamos das verdades espirituais básicas e não de tal (ESSE, VII-13) é desenvolver sua inteligência para oou qual crença particular. Não é a fé que compete procurá- bem de todos, conduzindo a Deus as inteligênciaslos; a eles é que cumpre ir-lhe ao encontro e, se buscarem retardatárias.sinceramente, não deixarão de achá-la. A inteligência é rica de méritos para o futuro, Em certas pessoas, a fé parece de algum modo inata; mas sob condição de ser bem empregada.uma centelha basta para desenvolvê-la. Essa facilidade de Reflitamos a respeitoassimilar as verdades espirituais é sinal evidente de nature-zas retardatárias. REVISTA INTERNACIONAL DE ESPIRITISMO – JAN 2008
  2. 2. 2 Boletim Informativo do Grupo de Estudos Espírita “Leon Denis” Página 2 ANO III n° 18 JULHO E AGOSTO de 2012 VERDADEIRA PUREZA - MÃOS NÃO LAVADAS “Enquanto Jesus falava, um fariseu o convidou pa- Assim também aconteceu com a doutrina mo-ra comer em sua casa; e Jesus tendo ido sentou-se à ral do Cristo, que acabou por ser colocada em ummesa. O fariseu então falou: segundo plano, fazendo muitos cristãos, a exemplo - Por que Ele não lavou as mãos antes de comer? dos antigos Judeus, crerem que sua salvação está nasMas o Senhor disse: práticas exteriores do que pela da moral. É a essas - Vós, fariseus, tendes grande cuidado em limpar adições feitas pelos homens à lei de Deus que Jesusexternamente o corpo e o prato, mas o interior de vos- alude quando diz: Toda planta que meu Paisos corações está cheio de rapina e iniquidade. Insen- celestial não plantou será arrancada.satos que sois vós! Aquele que fez o exterior não faz O objetivo da religião é conduzir o homem atambém o interior? ( LUCAS , 11 : 37 – 40) Deus. Ora, o homem não chega a Deus senão quan- do é perfeito, portanto, toda religião que não torna o homem melhor não atinge este objetivo. Aquela sobre a qual se crê em poder se apoiar para fazer o mal é, ou falsa, ou falseada em seus princípios. Tal é o resultado de todas as religiões em que se privilegia a forma de detrimento dos ensinamentos básicos. A crença na eficiência dos sinais exteriores é nula se ela não impede os assassinatos, os adultérios, as espolia- ções, as calúnias e o prejuízo de seu próximo no que quer que seja. Ela produz pessoas supersticiosas, hi- pócritas ou fanáticos, mas não faz homens de bem. Não basta que se tenha somente a aparência da pureza; acima de tudo é necessário ter a pureza do coração.O s Judeus desprezavam os verdadeiros mandamen-tos de Deus, para se fixarem na prática de regulamentosestabelecidos pelos homens e cujas regras eram seguidas O Espiritismo, doutrina que vem restabe- lecer o Cristianismo em sua pureza, tem nes- sas palavras de Jesus o seu esteio. Estabeleceu -se um religiosismo falso e com ele uma espé- cie de maquiagem do Cristianismo, que impe-rigidamente, segundo a consciência de cada um. O funda- de ao fiel o pleno conhecimento desta doutri-mento, muito simples, acabou por desaparecer sob a com- na salvadora. Jesus já alertava, em seu tempo,plicação da forma. Como era mais fácil praticar atos exteri- quanto a este perigo farisaico, convocando osores do que se reformar moralmente, lavar-se as mãos do homens a não somente lavar o exterior masque limpar o coração, os homens iludiam-se a si mesmos, também o interior; signo de uma moral queacreditando-se quites com Deus, por se amoldarem com significa avanço planetário. A alma já podiaaquelas práticas, permanecendo como sempre foram, pois compreender das coisas da alma.lhe ensinaram que Deus não pedia mais do que isso. Daí o “Pelo que o Senhor me recompensou confor-haver dito o profeta: É em vão que este povo me honra me a minha justiça, conforme a pureza de mi-com os lábios, ensinando doutrina e mandamentos que vem nhas mãos perante os seus olhos”.dos homens. (SL 18:24) ALLAN KARDEC OT I M I S M OP ara termos otimismo, precisamos ter fé.”[...]Sem fé Ao analisarmos as aflições humanas, Kardec adverte ninguém pode ser feliz. Sem fé e sem amor não há -nos quanto à origem dos males terrestres, reconhe- felicidade”. cendo que o homem, na maioria dos casos, “é o cau- A felicidade, assim, depende das qualidades con- sador de seus próprios infortúnios; mas, em vez dequistadas e não do meio material no qual os seres humanos reconhecê-lo, acha mais simples, menos humilhantese encontram. Esse alcance, entretanto, exigirá grande es- para a sua vaidade acusar a sorte, a Providência, a máforço de nossa parte; sendo ela conseqüência de muitas fortuna, a má estrela, ao passo que [...] é apenas avitórias de ordem moral, é obra de autoeducação e intensa sua falta de cuidados ou negligência ou de iniciativa”.luta travada para granjear a reforma íntima que ansiamos. REFORMADOR - 2011
  3. 3. 3 Boletim Informativo do Grupo de Estudos Espírita “ Leon Denis” Página 3 3 Página ANO III n° 18 JULHO E AGOSTO de 2012 O AMOR EM AÇÃO no livro Pensamento e Vida, fala-nos do amor e do que ele representa na criação. Destacamos alguns tó- picos devido a sua elevada significação. Disse Emmanuel: - AMOR PURO: - “é o reflexo do Criador em todas as criaturas”; brilha em tudo e em tudo palpita na mesma vibração de sabedoria e beleza”; “é o funda- mento da vida e a justiça de toda a lei”. “A medida do amor é amar sem medida” Santo Agostinho - EQUILÍBRIO DOS MUNDOS: - “o amor surge,O sublime, no equilíbrio dos mundos, erguidos à gloria amor é um tema ainda em aberto para os da imensidão, quanto nas flores anônimas esquecidas estudiosos de todas as áreas do conhecimen- no campo”. to. Ele já foi discutido e analisado por filóso- - RELIGIÕES: -”no amor fulgura, generosa, a alma fos e religiosos de todos os tempos. Os cien- de todas as grandes religiões que aparecem, no cursotistas evitam o assunto, porque tem pouco a oferecer so- das civilizações. Nele se enraíza o impulso de solidari-bre esse tema. O sociólogo Ptirin Sorokin, da Universida- edade entre os homens”.de de Harvard, explica que os cientistas desacreditam do - PLASMA DIVINO: - “o amor é o plasma divinopoder do amor, porque ele não pode ser colocado numa com que Deus envolve tudo que é criado”; o amor ébalança para pesá-lo ou num microscópio para observá-lo. o hálito de Deus penetrando o universo”.No entanto, a palavra “amor” é um dos vocábulos mais - EVOLUÇÃO; - “o amor é silenciosa esperançautilizados em todas as épocas da história, tanto é verdade do céu, aguardando a evolução de todos os princípiosque ela já foi pronunciada por reis, filósofos, milionários, e respeitando a decisão de todas as consciência”; cadapobres, religiosos, professores e por todos em geral. Des- ser é acalentado no degrau da vida em que se encon-de as mais remotas épocas da história da humanidade, tra”.essa palavra possui o poder mágico de produzir uma dor - VERME E ANJO: - “o verme é amado pelo Se-em nossa consciência. nhor que lhe concede milhares de séculos para levan- Como achamos que o amor é, por si só, a essên- tar-se da viscosidade do abismo, tanto quanto o anjocia transcendente da evolução, reproduzimos aqui que o representa junto ao verme.o que Emmanuel, através da psicografia de Chico Xavier, QUAL O MEIO DE SE DESTRUIR O EGOISMO? D e todas as imperfeições É o choque que o homem experimenta do ego- humanas, a mais difícil de ísmo dos outros que o torna, fequentemente, egoís- ser desenraizar-se é o ego- ta, porque sente a necessidade de se colocar na de- ísmo, porque ele se prende fensiva. Vendo que os outros pensam em si mesmos à influência da matéria, da qual o ho- e não nele, é conduzido a se ocupar de si mesmo, mem, ainda muito próximo de sua ori- mais que os outros. Que o princípio da caridade e gem, não pode se libertar, e essa influ- da fraternidade seja a base das instituições sociais, ência concorre para o sustentar; suas das relações legais de povo a povo, e de homem a leis, sua organização social, sua educa- homem, e o homem pensará menos em sua pessoação. O egoísmo se enfraquecerá com a predominância da quando verificar que os outros nele pensam. Ele so-vida moral sobre a vida material e, sobretudo, com a inte- frerá a influência moralizadora do exemplo e do con-ligência que o Espiritismo vos dá de vosso estado futuro tato. Em presença desse transbordamento do egoís-real e não desnaturado pelas ficções alegóricas. mo, é preciso uma verdadeira virtude para esquecer- O Espiritismo bem compreendido, quando estiver se em benéfico dos outros que frequentemente, não sãoidentificado com os costumes e as crenças, transformará agradecidos. É sobretudo, àqueles que possuem estaos hábitos, os usos e as relações sociais. O egoísmo se virtude que o reino dos céus está aberto; àqueles,funda sobre a importância da personalidade; ora , o Espiri- sobretudo, está reservada a felicidade dos eleitos,tismo bem compreendido, eu repito, faz ver as coisas de porque eu vos digo em verdade, que no dia da justi-tão alto, que o sentimento da personalidade desaparece, e ça, quem não pensou senão em si mesmo, será colo-de alguma forma, diante da imensidade. Destruindo essa cado de lado e sofrerá no seu abandono. “importância ou tudo ou pelo menos fazendo vê-la comoela é, combate necessariamente o egoísmo. FÉNELON – O LIVRO DOS ESPÍRITOS –QUESTÃO 917
  4. 4. 4 Boletim Informativo do Grupo de Estudos Espírita “Leon Denis” Página 4 ANO III n° 18 JULHO E AGOSTO de 2012 JORGE A O Chico conversava com ele, cinco, dez, vinte o longo desses minutos. Nas primeiras vezes, pensava: Meu Deus, co- anos em que mo é que o Chico pode perder tanto tempo com ele, tenho ido a quando tantas pessoas viajaram milhares de quilômetros Uberaba, co- e mal pegaram em sua mão? Por que será que ele não nheci muita gente. Gente diminui o tempo do Jorge para dar mais atenção aos boa, gente meio boa e outros? gente menos boa. Algu- Somente mais tarde fui entender que a única pes- mas o tempo vai apagan- soa capaz de parar para ouvir o Jorge era o Chico. do lentamente, mas ja- Em casa, ele não tinha com quem conversar; na mais terá força suficiente rua, ninguém lhe dava atenção.para apagar de minhas lembranças a figura encantadora Quase todas sãs vezes em que lá estive, lá estavaque vocês vão passar a conhecer. ele também. Numa daquelas madrugadas, quando as sessões Assim, por alguns anos habituei-me a ver aqueledo Chico se estendiam até ao amanhecer, vi-o pela pri- estranho personagem, que aos poucos foi-me cativando.meira vez. Naquelas filas quase intermináveis que se for- Hoje, passados tantos anos, ao escrever estas linhas,mavam para a despedida ou uma última palavrinha ainda ainda choro. “A gente corre o risco de chorar um pou-que rápida com o Chico, ele chamou-me a atenção pela co, quando se deixou cativar”, não é mesmo?alegria com que esperava sua vez. Nunca ouvimos de sua boca qualquer palavra de Vinha com passos cansados, o andar trôpego, a queixa ou revolta.fisionomia abatida, mas seus olhos brilhavam à medida Seu diálogo com o Chico era comovente e enter-que se aproximava do Chico. Não raro, seu comporta- necedor.mento se traduzia em lágrimas serenas, mas copiosas. - Jorge, como vai a vida? Trajes pobres, descalços, pés rachados indicando - Ah! Tio Chico, eu acho a vida uma beleza!que raramente teriam conhecido um par de sapatos. - E a viagem foi boa?Calça azul, camisa verde, com muitos remendos; um - Muito boa, Tio Chico. Eu vim olhando as florespaletó de casimira apertava-lhe o corpo franzino. que Deus plantou no caminho para nos alegrar. Pele escura, cabelos enrolados, nos lábios uma - O que você mais gosta de olhar Jorge?ferida. Chamava-se Jorge. - O azul do céu, Tio Chico. Às vezes penso que o Creio que deve ter tomado poucos banhos du- Sinhô Jesus ta me espiando.rante toda sua vida. Quando se aproximava, seu corpo - Depois, Jorge falava da briga dos gatos, da gotei-magro, sofrido e mal alimentado exalava um odor desa- ra que molhou a cama, do passarinho que estava fazen-gradável. do ninho em seu telhado. Em sua boca, alguns raros tocos de dentes, total- Quando pensava que tudo havia terminado, omente apodrecidos. Quando falava, seu hálito era quase Chico ainda dizia:insuportável. Ainda que não quisesse, tinha-se um movi- - Agora, o nosso Jorge vai declamar alguns ver-mento instintivo de recuo. Quando se aproximava, tí- sos. Eu chegava até me virar na cadeira, perguntando anhamos pressa em dar-lhe algum trocado para que ele mim mesmo: onde é que o Chico arruma tanta paciên-fosse comprar pipoca, doce ou um refrigerante, a fim de cia.que saísse logo de perto da gente. Jorge declamava um, dois, quatro versos. Jorge morava com o irmão e a cunhada num bair- - Bem, Jorge, agora para nossa despedida, decla-ro muito pobre. Uma favela, quase um cortiço. me o verso de que mais gosto. Seu quarto era um pequeno cômodo anexado ao - Qual, Tio Chico?barraco do irmão. - Aquele da moça, Jorge. Algumas telhas, pedaços de tábuas, de plásticos, - Ah! Tio Chico, já me lembrei, já me lembrei.folhas de latas, emolduravam o seu pequeno espaço. Naquelas horas, o Centro continuava lotado. As O irmão e a cunhada eram bóias frias. Jorge fica- pessoas se acotovelavam, formando um grande círculova com as crianças. Fazia-lhes o mingau, trocava-lhes os em torno da mesa.panos, assistia-os. Alma assim caridosa, acredito que Jorge colocava, então, o colarinho da camisa parasofresse maus tratos. Muitas vezes o vi com marcas no fora, abotoava o único botão de seu surrado paletó,rosto e ainda hoje fico pensando se aquela ferida perma- colocava as mãos para trás à semelhança de uma criançanente em seu lábio inferior não seria resultante de cons- quando vai declamar na escola ou perante uma autorida-tantes pancadas. de, olhava para ver se o estavam observando e sapecava,
  5. 5. 5 Boletim Informativo do Grupo de Estudos Espírita “Leon Denis” Página 5 ANO III n° 18 JULHO E AGOSTO de 2012 ... JORGE COMPREENDENDO A HORAinflado de orgulho: No plano espiritual, Aurélio, o velho lidador “Menina, penteia o cabelo, do evangelho do Cristo, destacada figura da cris- Joga as tranças prá cacunda. tandade ancestral, sem cerimônia, pronunciou-se: Queira Deus que não te leve, De domingo pra segunda.” “Queridos irmãos de lutas, chegou a hora da trans- C Quando Jorge terminava, o riso era geral. Ele formação decisiva.também sorria. Um sorriso solto e alegre, mas ainda omo herdeirosassim doído, pois a parte inferior de seus grossos lá- de nós mesmos,bios se dilatava, fazendo sangrar a ferida. não poderemos Aí ele se aproximava do Chico, que lhe dava fugir ao desafiouma pequena ajuda em dinheiro. Em todos aqueles a- final sem prejuízos para nos-nos, nunca consegui ver quanto era. Depois, colocava so amanhã. Tanto quantoo dinheiro dentro de uma capanga, onde já havia guar- nossos irmãos que se ves-dado as pipocas, os doces, dando um nó na alça de tem de poeira do mundopano. carnal, nós também estare- Para se despedir, ele não se abraçava ao Chico, mos no meio dos que de-ele se jogava todo por inteiro em cima do Chico. Fala- vem superar o abismo negro de nosso passado, onde ava quase dentro do nariz do Chico e eu nunca o vi ter nossa fraqueza deixou marcas como manchas que sujamaquele recuo instintivo como eu tivera outras vezes. nossa roupa. Este é o momento de lavarmos nossa veste Beijava a mão do Chico, que beijava a mão e a verdadeira porquanto não serão selecionados apenas eface dele, ao que ele retribuía, beijando os dois lados tão somente os integrantes encarnados da mãe-Terra.da face do Chico, onde ficava manchas de sangue dei- Todos estaremos submetidos ao juízo. Por lá, agitamxadas pela ferida aberta em seus lábios. Nunca vi o -se as multidões visíveis e invisíveis em descalabros mo-Chico se limpar na presença dele, nem depois que ele rais, tentações de todas as ordens, lutas de poder, tor-tivesse ido. Eu, que muitas vezes, ao chegar à casa dele, nando-se quase cruel o existir. Injustiças sugerem a re-molhava um pano e limpava o que passamos a chamar volta. Corrupção inspirando a desonestidade social. Dis-carinhosamente de “o beijo do Jorge”. crepâncias materiais afastando irmãos uns dos outros em Não saberia dizer quantas vezes pensei em levar castas de privilegiados e magotes de famintos.um presente ao Jorge. Uma camisa...um par de sapa- Espíritos cristalizados no ódio e na satisfação anima-tos... uma blusa. Infelizmente, fui adiando e o tempo lesca ao lado de encarnados que se lhes associam, tor-passando. Acabei por não levar nada. nando-se armas de agressão buscando o gozo ilimitado. Lembro-me disso com tristeza e as palavras do Dentre todos, dois caminhos esperam pelos ir-Apóstolo Paulo se fazem mais fortes nos recessos de mãos de humanidade: o de luz e o de escuridão.minha alma: “Façamos o bem, enquanto temos tempo.” Este chamamento próprio das religiões da Terra, Enquanto temos tempo. De repente, fica tarde cuja função mais profunda é restabelecer o contato comdemais. O Jorge desencarnou. Desencarnou numa ma- a origem divina de toda criatura religando-a ao Criador,drugada fria. Completamente só em seu quarto. Esque- está sob o cerrado ataque das maltas inferiores que secido do mundo, esquecido de todos, mas não de Deus. pretendem proprietárias indefinidas da casa terrena. Contou-me o Chico que foi este nosso irmão Única arma poderosa o suficiente para ajustar osde pele escura, cabelos enrolados, ferida nos lábios, desajustados, esclarecer os ignorantes, reconduzir os quepés rachados, mau cheiro e mau hálito que, ao desen- se perderam, levantar os caídos é a VERDADE ESPIRITU-carnar, Nosso Senhor Jesus Cristo veio pessoalmente AL e que as crenças representam para homens é o gran-buscar. Entrou naquele quarto de terra batida, retirou de adversário das hordas maléficas e, assim, consideram-o Jorge do corpo magro e sofrido, envolto em trapos na principal inimiga, a verdadeira adversária, única capazimundos, aconchegou-o de encontro ao peito e voou de ameaçar-lhes o triunfo.com ele para o espaço, como se carregasse o mais Infelizmente, apesar de terem noções claras dasquerido dos seus filhos. leis espirituais, muitos representantes dos diversos cami- “Eis que estarei convosco até o fim dos sécu- nhos religiosos do mundo se acumpliciaram na busca in-los.” sana dos prazeres, através das emoções desajustadas, do “Não vos deixarei órfãos.” caráter tíbio, da fraqueza sem disciplina, perdendo-se no Ele não faria uma promessa que não pudesse confuso cipoal dos compromissos inferiores.cumprir. NO FINAL DA ÚLTIMA HORA – ANDRÉ LUIZ RUIZ ADELINO DA SILVEIRA – KARDEC PROSSEGUE ESPÍRITO LUCIUS. Parte do cap 3 - VISITE NOSSO SITE: www.geeld.blogspot.com FALE CONOSCO:- geeld@yahoo.com.br
  6. 6. 6 Boletim Informativo do Grupo de Estudos Espírita “Leon Página 6 ANO III n° 18 JULHO E AGOSTO de 2012 ESTUDO DA MEDIUNIDADE PSICOMETRIA ceitua com clareza a psicometria, exprimindo-se nesses termos: psicometria é “uma faculdade psíquica de cer- tas pessoas que as possibilita adivinhar [perceber] a história ou eventos ligados ao objeto material com o qual se ponham em contato direto.” Alguns médiuns necessitam sentir o objeto pelo tato, a fim de fazer a leitura psicométrica. Há sensitivos, porém, que podem “a simples presença do objeto, ou mesmo de um fragmento mineral, vegetal ou animal, apreender psiquicamente a história da própria peça em si, como matéria, ou a história do seu possuidor ou deE pessoas que estiveram relacionadas com esse objeto, reconstituindo os respctivos ambientes, os fatos, pensa- mentos e sensações por elas vivenciadas no passado e m psicologia experimental, psicometria significa no presente e, muitas vezes, prenunciando aconteci-registro, apreciação da atividade intelectual, entretanto, mentos futuros que lhes dizem respeito.”nos trabalhos mediúnicos, essa palavra designa a faculda- A psicometria é uma faculdade psíquica rara,de de ler impressões e recordações ao contacto de ob- “uma vez que só a possuem pessoas dotadas de aguça-jetos comuns. da sensibilidade psíquica.” A palavra psicometria, em termos etimológicos, É importante esclarecer que estamos tratando atraz a idéia de medir a alma, o que não faz sentido algum. psicometria como faculdade mediúnica. Esse conceito O médium psicômetra possui a faculdade de, em está apoiado nas interpretações que o Espírito Andrétocando determinados objetos, entrar em relação com Luiz nos transmite, especialmente nos livros Nos Do-pessoas e fatos ligados aos mesmos. mínios da Mediunidade e Mecanismos da Mediunidade. “Essa percepção se verifica em vista de tais objetosse acharem impregnados da influência pessoal do seu pos- O Livro dos Médiunssuidor.” parte do cap Objetivos Específicos A respeitada médium inglesa Hester Dowden con-
  7. 7. 7Boletim Informativo do Grupo de Estudos Espírita ‘Leon Denis” Página 7 ANO III n° 18 JULHO E AGOSTO de 2012 O PROCESSO DE ZOANTROPIA para que sua vítima adquirisse a feição de uma loba: “E incidindo toda a força magnética que lhe era pecu- liar, através das mãos, sobre uma pobre mulher que o fixava, estarrecida, ordenou-lhe com voz soturna: -Venha! Venha! Com expressão de sonâmbula, a infeliz obedeceu à ordem, destacando-se da multidão e colocando-se, em baixo, sob os raios positivos da atenção dele. -Confesse! Confesse! – determinou o desapiedado julgador, conhecendo a organização frágil e passiva a que se dirigia. E como se estivesse sob a ação de droga misteriosaT que a obrigasse a desnudar o íntimo, diante de nós, fa- rata-se de um processo obsessivo utilizado lou, em voz alta e pausada: por obsessores que dominam a técnica da -Matei quatro filinhos inocentes e tenros...e combinei hipnose e da sugestão mental. São magnetiza- o assassínio do meu intolerável esposo... O crime, po- dores poderosos que conseguem insinuar na rém, é um monstro vivo. Perseguiu-me, enquanto memente dos obsidiados idéias e imagens terríveis, capa- demorei no corpo...Tentei fugir-lhe através de todos oszes de modificar-lhes a forma perispirítica. recursos, em vão... e por mais buscasse afogar o infor- Zoantropia é, pois, o fenômeno pelo qual obsessores túnio em “bebidas de prazer”, mais me chafurdei...noagem sobre os obsidiados por meio da sugestão hipnó- charco de mim mesma.tica, induzindo-os a adquirirem forma perispiritual se- Em vigorosa demonstração de poder, afirmou, triun-melhante a de um animal. fante, o magistrado: Um termo correlato à zoantropia é a licantropia, que -Como libertar semelhante fera humana ao preço detem o significado de forma perispiritual semelhante a rogativas e lágrimas?lobo. Em seguida, fixando sobre ela as irradiações que lhe “Muitos Espíritos, pervertido no crime, abusam dos emanavam do temível olhar, asseverou peremptório:poderes da inteligência, fazendo pesar tigrina crueldade -A sentença foi lavrada por si mesma! Não passa desobre quantos ainda sintonizam com eles pelos débitos uma loba, de uma loba, de uma loba...”do passado. A semelhantes vampiros devemos muitos À medida que repetia a afirmação, qual se procurassequadros dolorosos da patologia mental nos manicô- persuadi-la a sentir-se na condição do irracional men-mios, em que numerosos pacientes, sob intensiva ação cionado, notei que a mulher, profundamente influenciá-hipnótica, imitam costumes, posições e atitudes de ani- vel, modificava a expressão fisionômica. Entortou-se-lhemais diversos.” a boca, a cerviz curvou-se, espontânea, para a frente, os No livro Libertação, o Espírito André Luiz nos traz olhos alteraram-se, dentro das órbitas. Simiesca expres-referências sobre a ação perniciosa da hipnose sobre o são revestia-lhe o rosto.perispírito de uma mulher desencarnada, presa de re- Via-se, patente, naquela exibição de poder, o efeitomorsos pelos abortos provocados. do hipnotismo sobre o corpo perispirítico. Prestemos atenção à forma como o magnetizador das Parte do Item 4 – Programa II – Febtrevas, ali denominado julgador da justiça, procedeu METEMPSICOSE611. A comunhão de origem dos seres vivos no princípio inteligente não é a consagração da doutrina da metemp-sicose? - Duas coisas podem ter a mesma origem e não se assemelharem em nada mais tarde. Quem reconheceria a ár-vore, suas folhas, suas flores e seus frutos no germe informe que se contém na semente de onde saíram? No momen-to em que o princípio inteligente atinge o grau necessário para ser Espírito e entrar no período de humanidade, nãotem mais relação com o seu estado primitivo e não é mais a alma dos animais, como a árvore não é a semente. Nohomem, somente existe do animal o corpo, as paixões que nascem da influencia do corpo e os instintos de conserva-ção inerente à matéria Não se pode dizer, portanto, que tal homem, é a encarnação do Espírito de tal animal, e. porconseguinte a metempsicose, tal como a entendem, não é exata.612. O Espírito que animou o corpo de um homem poderia encarnar-se num animal? - Isso seria retrogradar, e o Espírito não retrograda. O rio não remonta à nascente. O LIVRO DOS ESPÍRITOS – CAP 11 – OS TRÊS REINOS – ALLAN KARDEC
  8. 8. 8 Boletim Informativo do Grupo de Estudos Espírita “Leon Denis” Página 8 ANO III n° 18 JULHO E AGOSTO de 2012 DESVENDANDO A CRIAÇÃO Simultaneamente, James, Richet e Lodge desenvolve- ram o interesse comum pelas pesquisas psíquicas e uma longa amizade. Nestas pesquisas, Zollner elabora a teoria da 4ª dimensão. Interligados pelos estudos sobre hipnotismo com Charcot, surgiram trabalhos específicos de Richet e de Freud. A este último se deve o esforço para a caracteri- zação psicológica dos distúrbios mentais e a descoberta do inconsciente. Todavia, Jung penetra de forma mais abrangente nos segredos da alma humana, recorrendo a seus antecedentes históricos. A dimensão espiritual ou extrafísica é, pois, procura-O da pelas pesquisas em torno de medianeiros entre os mundos espiritual e corporal e, ao mesmo tempo, pelas análises das manifestações e reações do próprio ser en- s homens arrolados nesta obra, como idealis- carnado, via psicanálise e as várias expressões da psicolo-tas, pensadores e pesquisadores, genericamente se ca- gia.racterizam como desbravadores das relações entre ma- Nas exteriorizações do homem encarnado, do sertéria e espírito. Dedicando-se as áreas físicas ou às rela- desencarnado e na espiral evolutiva, depreende-se a exis-ções bio-psico-sociais, contribuíram tência de uma Força Superi-para o melhor conhecimento da “Nas exteriorizações do or. O “arqueu” de Paracelso,Natureza e do Homem. homem encarnado, do ser o fator espiritual Wallace, o na evolução Vidas, fatos e obras não são fenô- defendido pormenos isolados. desencarnado e na espiral continuum de consciência Intuitiva e misticamente pressen- evolutiva, depreende-se a cósmica de William James, atida por Bacon e por Paracelso, a existência de uma Força “noosfera” de Chardin e orelação fluídica entre as dimensões arquétipo de Jung, no fundo,corporais e espirituais começou a Superior.” procuram refletir um elo en-ser “vista” por Swedenborg e tatea- tre matéria e espírito que,da por Mesmer. mais centrado neste último, organiza e direciona o pri- Mesmer ensejou que o magnetismo facilitasse a aten- meiro. A evolução material não ocorre ao acaso. A Dire-ção de Kardec para o estudo dos fenômenos mediúni- triz Divina, o plano espiritual e o perispírito – com oscos. Por outro lado, suscitou investigações nas inter- registros das experiências – possibilitam a sequência lógi-relações fisiológicas e mentais. ca dos eventos materiais e espirituais. O corpo, como Lombroso busca explicações antropológicas e neuro- escreveu Beenjamin Franklin, “reaparecerá numa nova elógicas para decifrar a delinqüência. Nas incursões pela mais elegante edição, revista e corrigida pelo Autor”.psicologia, William James procurou fundamentos fisioló- Grandes físicos e/ou astrônomos – Newton, Kepler,gicos e evolucionários para balizar a psicologia experi- Crookes, Flammarion, Lodge e Eisten – ao penetraremmental. nos detalhes do micro e do macrocosmos, se extasiam Um congresso sobre Hipnotismo reúne, Lombroso, ante a grandiosidade e a perfeição do Universo, e exal-James, Richet e Freud, com Charcot. tam o Criador! DÁDIVAS DIÁRIASQ uando os Espíritos nos falam que devemos mais elevadas, e que precisam dos elementos mais sutis. intelectualizar a matéria, estão abrindo por- Assim com os alimentos, com as vestes, com a própria tas outros horizontes da vida, para que pos- luz. samos nos servir de tudo no grande trans- O Espírito leva vantagens valiosas em tudo aquiloformismo, por ser lei operante no cinetismo universal. que utiliza, nos dois aspectos: ser servido e servir de Compreendemos, pois, na atualidade, que a água instrumentos de Deus para a purificação das coisas. Tu-sorvida todos os dias não somente serve para saciar a do vem do Criador, portanto, a irmandade está em tudosede, mas esse ato tem outros objetivos, como seja que avança e atinge a luz da razão, partindo daí para se-purificar a própria água pela força do progresso, para quências sem fim.
  9. 9. 9 Boletim Informativo do Grupo de Estudos Espírita “Leon Denis” Página 9 ANO III n° 18 JULHO E AGOSTO de 2012 VOCE FUMA? FIQUE ATENTO AO QUE O SEU “PSICÓLOGO DE DEDO” TE CAUSA As principais doenças associadas ao tabagismo são: Cân- cer(pulmão, rins,laringe, cabeça, pescoço, mamas, bexiga, esôfago, pâncreas e estômago), leucemia, cân- cer de pele, fígado, colo uterino, intestinos, vesícula biliar e adrenal também aumentam consideravelmente, além de correlação com tumores infantis. Outras doenças relacionadas ao cigarro são as cardiovas- culares, acidentes vasculares cerebrais, doenças vascular periférica, distúrbios respiratórios (como bronquite, doença pulmonar obstrutiva crônica e enfisema), tromboangeite obliterante ( que podem levar a ampu- tação de membros), impotência sexual, catarata, redu- ção da memória e dificuldade de aprendizado. INGREDIENTES MORTAIS: O cigarro contém mais PULMÃO DE UM FUMANTE de 4700 substâncias tóxicas, sendo que pelo menos 60D delas são cancerígenas. Alguns dos ingredientes da sua formulação você conhece bem: acetona (também usada para tirar esmalte de unha), arsênico (veneno), buta- e acordo com a Organização Mundial de Saúde no (combustível do isqueiro), formol (conservante),(OMS), 16% da população brasileira é fumante. metanol (combustível), amônia (usado em produtos de Estima-se que em países desenvolvidos, 26% das mortes limpeza), fósforo, naftalina, alcatrão, dentre outros.masculinas e 9% das mortes femini- LEI ANTI-FUMO: Desde o dia 7nas podem ser atribuídas ao taba- de agosto de 2009, em todo o Esta-gismo. Sendo assim, o tabagismo é do de São Paulo é proibido fumaruma importante causa de morte em ambientes fechados de uso cole-em todo o mundo. tivo. A nova legislação foi um im- Mesmo o Estando tendo arreca- portante passo em defesa da saúdedação de quase 80% do valor que pública, principalmente se tratandoos fumadores pagaram por causa dos fumantes passivos, que é a ter-do maço de cigarros que conso- ceira maior causa de mortes evitá-mem, o custo social é muito maior. veis no mundo, segundo a OMS.Os usuários pagam caro por um A medida de restrição, que já ti-produto que os levam a arcar com nha sido adotada em cidades comotratamentos de saúde resultantes Nova York, Londres, Paris e Bue-do seu uso, que muitas vezes não nos Aires, estimula uma mudançasão cobertos por planos de saúde. INGREDIENTES MORTAIS DO CIGARRO de comportamento com reflexos Seus efeitos nocivos à saúde são diretos na saúde, mediante campa-diversos e afetam tanto a quem fuma (fumante ativo) nhas educativas e fiscalização pelo poder público, com aquanto a quem apenas inala a fumaça (fumante passivo). colaboração da popula- OS EFEITOS DO CIGARRO: Muitos são os danos do ção.cigarro ao corpo humano. Dentre os órgãos mais afetados REVISTA OBJETIVAestá o pulmão, que é composto de pequenas estruturas ITANHAÉM-SPchamadas alvéolos pulmonares, que são responsáveis pelastrocas gasosas do sangue. O fluxo de sangue e a irrigaçãosanguínea entre o coração e o pulmão são muito intensose a fumaça prejudica diretamente seu funcionamento.Com o passar do tempo, os alvéolos pulmonares vão sen-do cimentados pelos componentes da fumaça do cigarro,deixando de fazer sua função. Por esse motivo os fuman-tes sentem-se tão cansados e sem ar.
  10. 10. 10 Boletim Informativo do Grupo de Estudos Espírita “Leon Denis” Página 10 ANO III n° 18 JULHO E AGOSTO de 2012 CONFIA SEMPRE Candeia Av Emb.PEDRO DE TOLEDO,382 Jd. AGUAPEÚ 11730-000 MONGAGUÁ -SP Meimei N ão perca a tua fé entre as sombras do mundo. Tel: (013) 3448- 3218 (013) 9629-9317 Ainda que teus pés estejam sangrando, segue para www.geeld.blosgspot.com frente, erguendo-a por luz celeste, acima de ti mes- geeld@yahoo.com.br mo. Crê e trabalha. Esforça-te no bem e espera com paciência. GRUPO DE ESTUDOS Tudo passa e tudo se renova na Terra, mas o que vem do Céu permanecerá. ESPÍRITA De todos os infelizes, os mais ditosos são os que perderam “LÉON DENIS” a confiança em Deus e em si mesmos, porque o maior infortú- nio é sofrer a privação da fé e prosseguir vivendo. CONHEÇA O ESPIRITISMO, ESTUDE O Eleva, pois, o teu olhar e caminha. ESPIRITISMO, COMPREENDA O Luta e serve. Aprende e adianta-te. ESPIRITISMO, VIVENCIE O Brilha a alvorada, além da noite. ESPIRITISMO Hoje é possível que a tempestade te amarfanhe o coração e te atormente o ideal, aguilhoando-te com a aflição ou ameaçan- do-te com a morte... DIRETORIA Não te esqueças, porém, de que amanhã será outro dia. Presidente VERA LÚCIA S.N PEREIRA Vice Presidente DIONÍCIA MENDEZ RIVERA FEIRA DO LIVRO ESPÍRITA A 1º Secretário PARAGUASSU NUNES PEREIRA 2º Secretário Livraria “Léon Denis” , do Grupo de Estudos Espírita MARCIA SINIGAGLIA N. PEREIRA “Léon Denis, realiza todos as sextas, sábados e domingos, 1º Tesoureiro JOSÉ ALVAREZ RIVERA a Feira do Livro Espírita, no Espaço Praia, Balneário Flori- 2º Tesoureiro da , na Praia Grande. DURVALINO BARRETO O Espaço Praia que pertence a Colônia de Férias dos Eletricitá- Conselho FiscalMARIA ISABEL MACEDO, ADIRSON PEREIRA rios do Estado de São Paulo, e está localizado na Avenida CasteloGOMES e RAMATHIS MACEDO DA ROCHA Branco, 16676. oferece diariamente almoço e jantar, com uma gran- —-oooOOOooo—- Responsáveis pelo CANDEIA de variedade de pratos , com auto-atendimento , e com o melhorPARAGUASSU N PEREIRA e VERA LÚCIA S.N preço da região. PEREIRA De uma chegada lá , faça sua refeição e verifique os novos RevisãoJOSÉ A.RIVERA, PARAGUASSU N. PEREIRA e lançamentos de livros espíritas, podendo também adquirir eletro VERA LÚCIA S.N. PEREIRA eletrônicos a preços conveniente, oferecidos belo Bazar do GEELD. Diagramação Vale a pena conferir. Esperamos por voce. PARAGUASSU NUNES PEREIRA Impressão GRÁFICA ITANHAÉM (013) 34222-2077 - ITANHAÉM-SP “Os pensamentos sãovibrações que percorrem o uni-verso com o estímulo que os sen-timentos derem a eles.” MIRAMEZ –JOÃO NUNES MAIA
  11. 11. 11 Boletim Informativo do Grupo de Estudos Espírita “Leon Denis” Página 11 ANO III n° 18 JULHO E AGOSTO de 2012 QUANDO NADA MAIS RESTA ORAÇÃO PARA NÃO A PEDIR... FICAR RABUJENTOQ uando nada mais resta a pedirSolicito a DeusQue eu possa a Deus todos servir Ó Senhor, tu sabes melhor do que eu que es- tou envelhecendo a cada dia. Sendo assim, Senhor, livra-me da tolice de achar que devo dizer algo, em toda e qualquer ocasião. Livra-me, também, Senhor, deste desejo enorme que tenho de querer pôr em ordem a vida dos outros.Trazendo a Divina Palavra Ensina-me a pensar nos outros e a ajudá-los, semPara o amanhã belo despontar jamais me impor sobre eles, mesmo considerando com modéstia a sabedoria que acumulei e que penso ser Já que tudo a mim foi dito uma lástima não passar adiante. E que minha fé Tu sabes, Senhor, que desejo preservar alguns Baseada no Criador está amigos e uma boa relação com os filhos, e que só se Peço pela saúde do meu irmão preserva os amigos e os filhos quando não há intromis- Pela sua iluminação são na vida deles. E pelo nobre reconhecimento Livra-me, também, Senhor, da tolice de querer Da simples Verdade! contar tudo com detalhes e minúcias e dá asas à minha imaginação para voar diretamente ao ponto que inte- ressa.Pois o amor está em todo lugar: Não me permita falar mal de alguém.Na estrela que estou a olhar Ensina-me a fazer silêncio sobre minhas dores eE no imponente mar doenças ...Na criança a chorar Elas estão aumentando e, com isso, a vontade deE no pássaro a voar. descrevê-las vai crescendo a cada ano que passa. Não ouso pedir o dom de ouvir com alegria a Como a vida é também movimento descrição das doenças alheias; seria pedir muito. Espero a vós alegrar Mas, ensina-me, Senhor, a suportar ouvi-las com Ventura transmitir paciência. Em Deus criar.(...) Ensina-me a maravilhosa sabedoria de saber que posso estar errado(a) em algumas ocasiões. Já descobri que pessoas que acertam sempre são ma-Mesmo há eternidades carrego sublime fardo çantes e desagradáveis.Em que vossos corações almejo Mas, sobretudo, Senhor, nesta oração de enve-Qual suave dardo lhecimento, peço: mantenha-me o mais amável possí-Renovar com plenitude vel.E nobreza de atitude... Livrai-me de ser santo(a). É difícil conviver com santos ! Sim, há muito carrego suave cruz: Mas um(a) velho(a) rabugento(a), Senhor, é obra Sou vosso irmão Grande Amigo, prima do mal! Poupe-me, por misericórdia. O sempre Companheiro, E proteja-me contra os mal intencionados ... JESUS Assim seja !
  12. 12. 12 Página 12 Boletim Informativo do Grupo de Estudos Espírita “Leon Denis” ANO III n° 18 JULHO E AGOSTO de 2012Livraria Espírita “Léon Denis” LANÇAMENTOS ACEITAMOS ENCOMENDAS DE TÍTULOS QUE NÃO ESTEJAM DISPONÍVEIS EM NOSSO ESTOQUE. ATENDEMOS EM NO MÁXIMO 15 DIAS. LIGUE- (013) 3448-3218 REUNIÃO RESERVATIVA ESTUDO E PRÁTICA DA MEDIUNIDADE MAIORES INFORMAÇÕES Email: geeld@yahoo.com ou pelos fones do GEELD (013) 3448-3218— 9629-9317 ANIVERSÁRIO DO GRUPO DE ESTUDOS ESPÍRITAEmail: gráficaitanhaem@uol.com.br “LÈON DENIS” - GEELD Av Presidente Kennedy, 293 O CANDEIA parabeniza o Grupo de Estudos Espírita “Léon Denis” -GEELD, pelo seu 5º Aniversário. Praia do Sonho Que seus propósitos elevados sejam uma constante a todos os que ITANHAÉM –SP chegam.

×