Bio 12 genética - epistasia

944 visualizações

Publicada em

epistasia

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
944
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
44
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Bio 12 genética - epistasia

  1. 1. Biologia 12 Epistasia
  2. 2. NunoCorreia2015 2 A epistasia ocorre quando a presença de um alelo inibe a ação de outro. O alelo com efeito inibidor é chamado de epistático, e o alelo inibido é chamado de hipostático. Existem dois tipos de epistasia:  Epistasia dominante: quando o alelo epistático é dominante. Pode estar em dose dupla (AA) ou simples (Aa).  Epistasia recessiva: quando o alelo epistático é recessivo. Para ter efeito é necessário estar em dose dupla (aa).
  3. 3. NunoCorreia2015 3
  4. 4. Precursor 1 Precursor 1 Precursor 2 Precursor 2 Gene 1 Alelo A_ Enzima 1 Activa Gene 2 Alelo B _ Enzima 2 Activa Gene 1 Alelo A_ Enzima 1 Activa Gene 2 Alelo bb Enzima 2 Inactiva NunoCorreia2015 4
  5. 5. AB Ab aB Ab AB AABB AABb AaBb AaBb Ab AABb AAbb AaBb Aabb aB AaBB AaBb aaBB aaBb ab AaBb Aabb aaBb aabb 9/16 - milho-rei; 7/16 – milho-branco AA bb  branco (forma-se uma enzima) aaBB  branco (forma-se uma enzima) Para surgir vermelho, são necessárias as duas enzimas. NunoCorreia2015 5
  6. 6. NunoCorreia2015 6
  7. 7. NunoCorreia2015 7
  8. 8. NunoCorreia2015 8
  9. 9. NunoCorreia2015 9
  10. 10. NunoCorreia2015 10
  11. 11. NunoCorreia2015 11

×