Segundo reza a História… O Universo terá começado assim…
 
Mas como? <ul><li>A história do Universo não pode, nem deve ser encarada como uma verdade absoluta! </li></ul><ul><li>A fí...
Mas algumas questões podem ser imediatamente colocadas… <ul><li>Se não existia nada antes da explosão, o que terá explodid...
Mas como teoria, o Big Bang é interessante! Vamos analisar esta teoria com cuidado!
Como terá surgido a data para a  explosão? <ul><li>Após qualquer explosão existe um fase de expansão, que provoca o afasta...
 
<ul><li>Rebobinando o grande filme cósmico, imagem por imagem, acabaremos por descobrir momento preciso em que todo o Univ...
No entanto a grande preocupação dos astrofísicos não passa pela explosão em si, mas no que aconteceu depois!!!! <ul><li>Os...
<ul><li>Vamos, assim, posicionar-nos 10 -43  segundos após a explosão original! Nesta idade fantasticamente pequena, todo ...
 
<ul><li>A densidade e a temperatura desse universo original, atingem grandezas que o espírito humano e a Ciência não podem...
<ul><li>Após esta fase, o Universo entra numa época onde os acontecimentos se precipitam a um ritmo alucinante! É a fase d...
 
<ul><li>Nessa altura apenas existe uma partícula a que foi dado o nome de partícula X. Após 10 -31  segundos da explosão a...
Um balanço …
<ul><li>Aos 10 -11  segundos, começa a diferenciação entre os fotões e os quarks e a força electrofraca divide-se na inter...
 
 
<ul><li>A formação dos primeiros átomos, surge devido ao arrefecimento, e 3min e 45 s após a explosão, surgem os primeiros...
<ul><li>No entanto, sem gravidade, torna-se impossível a agregação dos átomos e moléculas. São precisos milhões de anos pa...
 
Milhões de biliões de anos depois… <ul><li>As estrelas expandem formando- -se as gigantes vermelhas! </li></ul><ul><li>Alg...
As estrelas têm um ciclo de vida natural…
As gigantes vermelhas que entretanto se formaram desenvolvem-se e morrem, dando origem a …   <ul><li>Supernovas, originada...
Ou a Nebulosas planetárias e a anãs brancas, para estrelas de massa pequena … <ul><li>Nebulosa   Anã Branca </li></ul>
<ul><li>O processo de nascimento e morte das estrelas é cíclico, pelo que após o seu desaparecimento, elas voltam a “nasce...
 
 
Mas e o Big Bang?  Como Ficamos? <ul><li>Poderemos considerar como legítima a teoria do Big Bang? </li></ul><ul><li>Terá, ...
Existem alguns indícios que nos podem levar a pensar que sim… <ul><li>O primeiro é a idade das estrelas: as medidas que in...
<ul><li>O segundo argumento assenta na análise da luz emitida pelas galáxias: esta indica sem ambiguidade que os objectos ...
Mas uma coisa é certa… <ul><li>Com o Big Bang dá-se uma explicação para o início do espaço e do tempo ! </li></ul><ul><li>...
Mas a teoria tem falhas? <ul><li>Claro que sim! </li></ul><ul><li>Não está cientificamente comprovado que tenha existido u...
E para além do Big Bang? Como será o Universo? <ul><li>Finito? </li></ul><ul><li>Infinito? </li></ul><ul><li>Redondo? </li...
<ul><li>Como já foi visto, a velocidade a que as galáxias de afastam é uma consequência da atracção gravitacional entre el...
Assim sendo… <ul><li>Se a densidade média do Universo for inferior a um certo valor, conhecido como densidade crítica, ent...
 
Por outro lado… <ul><li>Se a densidade do Universo for exactamente igual à densidade crítica, então a expansão do Universo...
 
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Big bang

1.477 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.477
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
44
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Big bang

  1. 1. Segundo reza a História… O Universo terá começado assim…
  2. 3. Mas como? <ul><li>A história do Universo não pode, nem deve ser encarada como uma verdade absoluta! </li></ul><ul><li>A física moderna diz- nos que o Universo nasceu de uma gigantesca explosão que provocou a expansão da matéria ainda observável actualmente! </li></ul><ul><li>Mas toda esta teoria se baseia em suposições!!! </li></ul><ul><li>Pode e deve ser encarada como uma teoria válida, mas nunca como a verdade absoluta, pois a sua comprovação científica é impossível! </li></ul>
  3. 4. Mas algumas questões podem ser imediatamente colocadas… <ul><li>Se não existia nada antes da explosão, o que terá explodido? </li></ul><ul><li>Terá sido a explosão tão violenta que ainda Hoje, quinze mil milhões de anos depois, ainda provoque a expansão do Universo? </li></ul><ul><li>Como pode a Física analisar a matéria em condições de temperatura e densidade tão elevadas? </li></ul>
  4. 5. Mas como teoria, o Big Bang é interessante! Vamos analisar esta teoria com cuidado!
  5. 6. Como terá surgido a data para a explosão? <ul><li>Após qualquer explosão existe um fase de expansão, que provoca o afastamento da matéria. Assim, basta medir a velocidade de afastamento das galáxias para determinar o momento primordial em que elas se encontravam concentradas num determinado ponto, um pouco como se víssemos um filme ao contrário! </li></ul>
  6. 8. <ul><li>Rebobinando o grande filme cósmico, imagem por imagem, acabaremos por descobrir momento preciso em que todo o Universo tinha o tamanho de uma cabeça de alfinete. É nesse instante que teremos de situar o princípio da sua história! </li></ul><ul><li>A história do universo começa, assim, à 15 mil milhões de anos!!!! </li></ul>
  7. 9. No entanto a grande preocupação dos astrofísicos não passa pela explosão em si, mas no que aconteceu depois!!!! <ul><li>Os astrofísicos tomam como ponto de partida os primeiros milésimos de milionésimos de segundo que se seguiram à criação. </li></ul>
  8. 10. <ul><li>Vamos, assim, posicionar-nos 10 -43 segundos após a explosão original! Nesta idade fantasticamente pequena, todo o Universo, com tudo o que conterá depois, as galáxias, os planetas, a Terra, as suas árvores, as suas flores…, tudo isso está contido numa esfera de uma pequenez inimaginável: 10 -33 centímetros, ou seja milhares de milhões de milhares de milhões de milhares de milhões de vezes mais pequena que um núcleo de um átomo! </li></ul>
  9. 12. <ul><li>A densidade e a temperatura desse universo original, atingem grandezas que o espírito humano e a Ciência não podem entender: uma temperatura louca de 10 32 graus! A esta temperatura a nossa Física desmorona-se! A “matéria” ( se é que se pode utilizar aqui este termo) é constituída por uma “sopa” de partículas primitivas, que interagem entre si indiferenciadamente! Neste estado as quatro interacções fundamentais, encontram-se indiferenciadas, confundidas numa única força universal. </li></ul>
  10. 13. <ul><li>Após esta fase, o Universo entra numa época onde os acontecimentos se precipitam a um ritmo alucinante! É a fase de maior “ desenvolvimento” da história do Universo. É a chamada “ Era Inflacionária”, onde num período de 10 -35 s a 10 -32 s, o Universo aumenta num factor de 10 50 . A sua extensão irá passar do tamanho de um núcleo de um átomo ao de uma maçã de 10 cm de diâmetro. </li></ul>
  11. 15. <ul><li>Nessa altura apenas existe uma partícula a que foi dado o nome de partícula X. Após 10 -31 segundos da explosão aparecem as primeiras partículas da matéria: os quarks, os electrões, os fotões, os neutrinos e as suas antipartículas. O Universo atinge o tamanho de um grande balão. </li></ul><ul><li>Após 10 -32 segundos, surge a primeira transição de fase: a força forte ( que assegura a coesão do núcleo da fusão entre a interacção electromagnética e a força de interacção radioactiva). O universo já mede trezentos metros de uma ponta à outra. </li></ul>
  12. 16. Um balanço …
  13. 17. <ul><li>Aos 10 -11 segundos, começa a diferenciação entre os fotões e os quarks e a força electrofraca divide-se na interacção electromagnética e a força fraca. As quatro forças fundamentais acabam de nascer. </li></ul><ul><li>Entre os 10 -11 e os 10 -15 segundos, a diferenciação continua, com os quarks a associarem-se em protões e neutrões. </li></ul><ul><li>Note-se que o aparecimento destas partículas surge com o arrefecimento do Universo. </li></ul>
  14. 20. <ul><li>A formação dos primeiros átomos, surge devido ao arrefecimento, e 3min e 45 s após a explosão, surgem os primeiros átomos de deutério e 34min depois os átomos de trítio e de hélio. Foram precisos 100000 anos para que a Química nascesse e pudessem aparecer mais átomos e moléculas. Os electrões começam a combinar-se com as restantes partículas e formam-se os átomos e as moléculas de hidrogénio e os átomos de hélio, tal como os conhecemos hoje. </li></ul>
  15. 21. <ul><li>No entanto, sem gravidade, torna-se impossível a agregação dos átomos e moléculas. São precisos milhões de anos para se sentir o efeito da gravidade! Com o seu aparecimento surgem as primeiras estrelas e surge o átomo de hélio por fusão de dois átomos de hidrogénio. </li></ul>
  16. 23. Milhões de biliões de anos depois… <ul><li>As estrelas expandem formando- -se as gigantes vermelhas! </li></ul><ul><li>Alguns átomos mais complexos são formados por fusão nuclear. </li></ul>
  17. 24. As estrelas têm um ciclo de vida natural…
  18. 25. As gigantes vermelhas que entretanto se formaram desenvolvem-se e morrem, dando origem a … <ul><li>Supernovas, originadas por estrelas de grande massa. </li></ul><ul><li>Da explosão surgem novos elementos, mais complexos, como o Co, Zn, Ni, etc., até ao urânio. </li></ul>
  19. 26. Ou a Nebulosas planetárias e a anãs brancas, para estrelas de massa pequena … <ul><li>Nebulosa Anã Branca </li></ul>
  20. 27. <ul><li>O processo de nascimento e morte das estrelas é cíclico, pelo que após o seu desaparecimento, elas voltam a “nascer”! </li></ul><ul><li>A partir deste momento, todos sabemos o que acontece… </li></ul>
  21. 30. Mas e o Big Bang? Como Ficamos? <ul><li>Poderemos considerar como legítima a teoria do Big Bang? </li></ul><ul><li>Terá, efectivamente, o Big Bang ocorrido? </li></ul><ul><li>Existem provas científicas de as coisas se desenrolaram realmente assim? </li></ul>
  22. 31. Existem alguns indícios que nos podem levar a pensar que sim… <ul><li>O primeiro é a idade das estrelas: as medidas que incidem sobre as mais antigas de entre elas indicam uma idade de doze a quinze mil milhões de anos, o que é coerente com a duração do Universo desde o seu suposto arrefecimento. </li></ul>
  23. 32. <ul><li>O segundo argumento assenta na análise da luz emitida pelas galáxias: esta indica sem ambiguidade que os objectos galácticos se afastam uns dos outros a uma velocidade tanto mais elevada quanto mais afastados se encontram; isto sugere que as galáxias estavam, outrora, concentradas numa única região do espaço, no seio de uma nuvem primordial velha de 15 mil milhões de anos. </li></ul>
  24. 33. Mas uma coisa é certa… <ul><li>Com o Big Bang dá-se uma explicação para o início do espaço e do tempo ! </li></ul><ul><li>Com o Big Bang surge o TEMPO e o ESPAÇO! </li></ul>
  25. 34. Mas a teoria tem falhas? <ul><li>Claro que sim! </li></ul><ul><li>Não está cientificamente comprovado que tenha existido uma explosão; </li></ul><ul><li>Não se explica o que aconteceu imediatamente depois; </li></ul><ul><li>Todas as explicações são baseadas em pressupostos. </li></ul><ul><li>Mas apesar de tudo é uma teoria que deve ser tida em conta para explicar a formação do Universo. </li></ul>
  26. 35. E para além do Big Bang? Como será o Universo? <ul><li>Finito? </li></ul><ul><li>Infinito? </li></ul><ul><li>Redondo? </li></ul><ul><li>Plano? </li></ul><ul><li>Aberto? </li></ul><ul><li>Fechado? </li></ul><ul><li>Como será? </li></ul>
  27. 36. <ul><li>Como já foi visto, a velocidade a que as galáxias de afastam é uma consequência da atracção gravitacional entre elas, pelo que o, provavelmente, acontecerá no futuro, dependerá da comparação entre a atracção gravitacional e a velocidade a que o Universo se expande: a determinação da magnitude desta atracção está relacionada com a densidade média da matéria no Universo. </li></ul>
  28. 37. Assim sendo… <ul><li>Se a densidade média do Universo for inferior a um certo valor, conhecido como densidade crítica, então a atracção gravitacional que lhe está associada deverá ser demasiado pequena para impedir a continuação da expansão do Universo. Diz-se que o Universo é aberto ou ilimitado . </li></ul><ul><li>Mas se a densidade média do Universo for superior à densidade crítica, ele, provavelmente, deixará de se expandir e entrará em contracção, produzindo o Big Crunch. O Universo será fechado ou limitado . </li></ul>
  29. 39. Por outro lado… <ul><li>Se a densidade do Universo for exactamente igual à densidade crítica, então a expansão do Universo não irá parar e aproximar-se-á cada vez mais de um limite definido. O Universo será plano . </li></ul><ul><li>Para decidir qual dos três hipotéticos futuros irá acontecer, os cosmólogos precisam de conhecer a relação exacta entre a densidade média do Universo e a densidade crítica, mas, infelizmente, nenhuma das densidades é rigorosamente conhecida. </li></ul>

×