Big-Bang Logo após o big-bang, todo o Universo era energia pura. Começava aqui a jornada pela vida na terra. fonte: revist...
Um mar de explosões <ul><li>“ Por que o Big-Bang aconteceu é o maior mistério que se conhece. Mas o fato de ter acontecido...
<ul><li>Quando toda essa energia esfriou um pouco, surgiram as primeiras partículas de matéria  - os chamados quarks . No ...
As primeiras estrelinhas <ul><li>Em seguida, nuvens de hidrogênio começaram a se aglutinar. Nasciam as estrelas, ou melhor...
<ul><li>Até este momento passaram-se apenas 1 bilhão de anos após o big-bang. As galáxias já existem, as primeiras estrela...
As grandes bolotinhas <ul><li>Ao redor do sol havia um disco composto de poeira cósmica e átomos pesados(pedras feitas de ...
Terra: Planeta água <ul><li>A Terra foi um planeta que deu sorte, pois nasceu no lugar  mais favorável do espaço: nem muit...
A vida em 5 passos Obs.: os números em bilhões de anos podem não corresponder aos textos anteriores pois são suposições, p...
Páginas da vida <ul><li>Por 2 bilhões de anos, tudo que vimos na Terra foi uma seqüência de criaturas unicelulares, com su...
O bicho vai pegar <ul><li>A partir de 540 milhões de anos atrás a vida tomou conta do planeta, se multiplicando como nunca...
O bicho pegou! <ul><li>O oxigênio produz bastante energia. Quanto mais O2 tivesse na atmosfera, então, mais as portas esta...
Tudo termina em futebol Imagine que a história do Universo até hoje seja uma partida de futebol, com seus dois tempos de 4...
FIM! Por Marina Wekid  Castello Branco
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Big Bang - A Origem De Tudo

33.515 visualizações

Publicada em

Trabalho de Biologia apara a professora Patrícia - Pró Uni - 2007

Publicada em: Tecnologia, Educação
  • Muito bom, foi útil para meu melhor desempenho no colégio!!!
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • O pensamento exposto nos slides são realmente interessantes. Principalmente citações de Carl Sagan, grande pesquisador e pensador do século passado. No entanto, ainda aí há uma lacuna que a tempos persiste nos que expõem a teoria do Big Bang, seja como verdade científica, seja como propabilidade. Refiro-me à(s) causa(s) de o Universo Primordial está concentrado num ponto 'absurdamente denso'. Sei que por vezes é inacessível (até certo ponto) conhecer-se a causa de algumas coisas ou seres, no entanto, a falta de uma explicação mínima sobre o 'antes' do evento 'Big Bang' e mesmo uma hipótese plausível do que o gerou, demosntra uma aceitação da teoria sem um fundo de uma lógica razoável. Vejamos bem o seguinte: digamos que fosse realmente verdade o evento do Big Bang, a radiação de fundo seria uma prova consistente disso; entretanto, podemos chamá-lo de a origem de tudo? E o antes dele, em que seria enquadrado? Se o próprio Big Bang possui uma origem, como este poderia ser a própria Origem? E o que havia ao redor do 'ponto absurdamente denso', sustentando-o no tempo e no espaço? Sei que muitos pensam que não havia nada, pois que não havia sequer tempo e espaço. Tudo bem, que se pense assim. Mas como conceber algo (como o próprio nome já o diz, é um 'algo' diferente de um 'nada') estava em um nada? Como todo um Universo, assim como nós atualmente o concebemos e o visualizamos através de poderosos telescópios, pode ter simplesmente surgido de 'algo' que estava no 'nada' sem nenhuma perspectiva de formação. Há quem diga que a lógica de uma semente pode se aplicar, pelo menos comparativamente, neste caso, pois que ela guarda o gérmen de uma planta, embora não possua em seu interior nenhuma semelhança com uma árvore adulta. Bem, este pensamento pelo menos tem algo de lógico, contudo, empregá-lo com fins de analogia com o Universo e a explicação de sua origem acredito ser um tanto vago, pode até ser possível com ajustes essenciais na teoria do Big Bang, mas no momento é vago. Para concluir, digo de minha preocupação em se passar teorias como a do Big Bang, particularmente para mentes jovens sem questionamentos e sem reflexões epistemológicas sobre o assunto. Muitas vezes, pela forma de se passar certo conhecimento, mesmo que não seja da maneira pensada pelo educador ou palestrante, ou mesmo simples expositor, o conteúdo é entendido pelos assistentes como uma verdade fechada em si mesma e as chamadas provas como sendo definitivas.
    Agradeço a oportunidade de comentário e discussão aberta neste espaço. Grande abraço!
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui

Big Bang - A Origem De Tudo

  1. 1. Big-Bang Logo após o big-bang, todo o Universo era energia pura. Começava aqui a jornada pela vida na terra. fonte: revista Superinteressante
  2. 2. Um mar de explosões <ul><li>“ Por que o Big-Bang aconteceu é o maior mistério que se conhece. Mas o fato de ter acontecido é razoavelmente claro. “ (astrofísico americano Carl Sagans) Afinal, sem isto nós nunca estaríamos aqui, nem mesmo seu cachorrinho poodle ou a alface que você comeu no almoço. Tudo o que existe hoje é resultado de uma única molécula de DNA que surgiu há 4 bilhões de anos atrás, ou seja, há alguns bilhões de anos depois da origem de tudo pelo Big-bang. Mas quando tudo isso começou? É o que veremos. </li></ul><ul><li>Há cerca de 13,7 bilhões de anos atrás, tudo estava concentrado num amontoado absurdamente denso de energia, que ocupava um espaço bilhões de vezes menor que uma cabeça de alfinete. Este foi o instante imediato após o big-bang. A partir daí, aquela microcabeça começou a se expandir e tudo se embaralhou num mar de energia explosiva, que se espalhou por todo o espaço. </li></ul>
  3. 3. <ul><li>Quando toda essa energia esfriou um pouco, surgiram as primeiras partículas de matéria - os chamados quarks . No Universo atual, elas não existem soltas - ficam constantemente grudadas à outras partículas chamadas glúons. Porém, como universo fervia de uma maneira incalculável, todos os quarks e glúons se agitavam como pipoca na panela, sem se unir. Viviam separados num estado chamado de plasma de quark- glúon. </li></ul><ul><li>Conforme o Universo foi se resfriando, os quarks e os glúons começaram a se reunir, em trios, para formar os prótons e nêutrons. E, no meio disso tudo, surgem os elétrons, o que possibilitou o agrupamento destes na forma de átomos simples, como o de hidrogênio. </li></ul><ul><li>Tudo isso aconteceu em mais ou menos 10 milésimos de 1 milésimo de segundo após a origem do tempo. 300 segundos após o big-bang, o Cosmos tinha 75% de hidrogênio, 25% de hélio e um pouco de lítio. E Isto já é um bom passo para onde queremos chegar. </li></ul>
  4. 4. As primeiras estrelinhas <ul><li>Em seguida, nuvens de hidrogênio começaram a se aglutinar. Nasciam as estrelas, ou melhor, pequenas fábricas de novos elementos, que fundem átomos uns nos outros. Foi assim que surgiram os átomos grandes, como o oxigênio e o carbono. Lembre que o oxigênio, com o hidrogênio, forma a água, e o carbono, por sua vez, é a base para todas as moléculas ligadas ao metabolismo biológico . </li></ul><ul><li>Átomos que nasceram da fusão do hidrogênio nas estrelas (como o de carbono e o de oxigênio) começam a se espalhar por conta das supernovas: estrelas que não agüentam o próprio peso e implodem. Depois explodem, soltando átomos novinhos ao espaço. </li></ul>
  5. 5. <ul><li>Até este momento passaram-se apenas 1 bilhão de anos após o big-bang. As galáxias já existem, as primeiras estrelas já explodiram em supernovas, e o Cosmos está ficando cada vez mais rico em átomos complexos. Formou-se uma única galáxia espiral, que hoje chamamos de Via Láctea. </li></ul><ul><li>Avançando mais 8 bilhões de anos, vamos descobrir que, em torno dessa estrutura, uma nova estrela está se formando a partir de uma nuvem de gás . </li></ul><ul><li>Da nuvem, nasce o Sol. </li></ul>O calor infernal
  6. 6. As grandes bolotinhas <ul><li>Ao redor do sol havia um disco composto de poeira cósmica e átomos pesados(pedras feitas de oxigênio, cálcio e outros elementos), que acabou produzindo os 8 primeiros planetas. </li></ul><ul><li>O calor do astro expulsa os elementos mais leves, como o hidrogênio e a água, para longe. O gás e a água se juntam na forma de planetas gigantes, como Júpiter. As pedras formam os planetas rochosos, como a Terra. </li></ul>
  7. 7. Terra: Planeta água <ul><li>A Terra foi um planeta que deu sorte, pois nasceu no lugar mais favorável do espaço: nem muito frio nem muito quente. Isso possibilitou a existência da água no estado líquido. </li></ul><ul><li>A água do sistema solar chegou à Terra por meio de cometas. Os oceanos se encheram. E a vida surgiu neles. Depois de 4 bilhões de anos de evolução, vem o homo sapiens. </li></ul>
  8. 8. A vida em 5 passos Obs.: os números em bilhões de anos podem não corresponder aos textos anteriores pois são suposições, portanto, depende de cada autor.
  9. 9. Páginas da vida <ul><li>Por 2 bilhões de anos, tudo que vimos na Terra foi uma seqüência de criaturas unicelulares, com suas mutações genéticas e disputando a sobrevivência. </li></ul><ul><li>Então, algo revolucionário aconteceu. Algumas dessas células individuais começaram a se juntar. De início, formaram apenas colônias de células, mas logo a evolução tornou esse vínculo mais permanente, dando funções especializadas a cada uma das células. O próprio corpo humano é uma cooperativa formada por aproximadamente 10 trilhões delas. </li></ul><ul><li>No entanto, a mais violenta explosão da vida teria de esperar mais uns 600 milhões de anos para acontecer. </li></ul>
  10. 10. O bicho vai pegar <ul><li>A partir de 540 milhões de anos atrás a vida tomou conta do planeta, se multiplicando como nunca pelos oceanos. </li></ul><ul><li>Nada disso teria acontecido se, ao longo dos bilhões de anos anteriores, algumas criaturas não tivessem desenvolvido uma tecnologia crucial para o surgimento da vida: a fotossíntese. </li></ul><ul><li>Ao converter luz do Sol e gás carbônico em alimento, as criaturas que fazem fotossíntese desenvolveram uma maneira sustentável de viver (luz solar não ia faltar por aqui). Só que o mais importante era isso: a fotossíntese gera moléculas de oxigênio (o O2). </li></ul>
  11. 11. O bicho pegou! <ul><li>O oxigênio produz bastante energia. Quanto mais O2 tivesse na atmosfera, então, mais as portas estariam abertas para animais de grande porte.Usando o oxigênio como combustível, a vida cresceu. </li></ul><ul><li>E há 230 milhões de anos essa mania de tornar as coisas grandes fez surgir os dinossauros criaturas a meio caminho entre os répteis e as aves, que dominaram a Terra até um asteróide gigante se chocar com o planeta, há 65 milhões de anos, e acabar com a festa deles. </li></ul>
  12. 12. Tudo termina em futebol Imagine que a história do Universo até hoje seja uma partida de futebol, com seus dois tempos de 45 minutos. O surgimento do Sol e da Terra só se daria aos 14 minutos do segundo tempo. O surgimento da vida ocorreria aos 20 do segundo tempo, e a vida complexa quase aos 37. A explosão do Cambriano viria aos 40. Os dinossauros surgiriam aos 43 e meio, e morreriam um minuto depois. O Homo habilis surgiria faltando 8 décimos de segundo para o apito final, e o Homo sapiens entrou em campo com apenas 8 centésimos de segundo de bola ainda por rolar. Quase nada, mas o suficiente para que a nossa espécie descobrisse de onde ela e todo o resto vieram.
  13. 13. FIM! Por Marina Wekid Castello Branco

×