Bigbang

975 visualizações

Publicada em

o aparecimento da vida as religiões

Publicada em: Ciências
  • Seja o primeiro a comentar

Bigbang

  1. 1.  O Universo é constituído de tudo o que existe fisicamente, a totalidade do espaço e tempos todas as formas de matéria e energia. O termo Universo pode ser usado em sentidos contextuais ligeiramente diferentes, denotando conceitos como o cosmo, o mundo ou natureza
  2. 2. Os seres humanos têm sempre procurado conhecer a origem do Universo, pelo que muitas teorias foram apresentadas através dos séculos. Hoje os cosmólogos (cientistas que estudam o Universo) estão geralmente de acordo que o Universo foi formado a partir de uma grande explosão o Big Bang.Assim, há cerca de 14 biliões de anos, um aglomerado de matéria muito densa explodiu, ponderando-se a hipótese de, numa fase anterior, toda a matéria ter estado concentrada num único ponto. Todos os constituintes microscópicos, ou partículas, que são a base da matéria foram formados num tempo ínfimo, quando as temperaturas tinham valores muito superiores aos actuais. Esse período é designado de Planck. As temperaturas elevadíssimas foram diminuindo á medida que se formaram os vários corpos componentes do Universo.
  3. 3. Platão, descrita no diálogo Timeu, onde ele nos conta sua própria história de como o nosso Universo foi formado a partir do nada, os elementos que foram constituindo os seres, e de como estes evoluíram tornando-o -se o que é observado na natureza. Ele une na construção da realidade suas mais preciosas paixões: o mundo, a matemática (com forte influência pitagoreana) e a música. No entanto não abre mão de uma parte mítica, legada ao inexplicável, ao incognoscível. Cada ser, segundo ele, é composto de forma a harmonizar e complementar o todo, e relata, como em uma fábula, a gradual transformação daquilo que não é, ao vir a ser, e finalmente, ao ser.
  4. 4.  O Big Bang, ou a Grande Explosão , é a teoria cosmológica dominante do desenvolvimento inicial do universo (Ver também: Big Bang Frio). Os cosmólogos usam o termo "Big Bang" para se referir à ideia de que o universo estava originalmente muito quente e denso em algum tempo finito no passado e, desde então tem se resfriado pela expansão ao estado diluído actual e continua em expansão actualmente. A teoria é sustentada por explicações mais completas e precisas a partir de evidências científicas http://www.youtube.com/watch?v=GBzUalF1Ir0
  5. 5. Georges Lemaître propôs o que ficou conhecido como a teoria Big Bang da origem do Universo, embora ele tenha chamado como "hipótese do átomo primordial". O quadro para o modelo se baseia na teoria da relatividade de Albert Einstein e hipóteses simplificadoras (como homogeneidade e isotropia do espaço). As equações principais foram formuladas por Alexandre Friedmann. Depois Edwin Hubble descobriu em 1929 que as distâncias de galáxias distantes eram geralmente proporcionais aos seus desvios para o vermelho, como sugerido por Lemaître em 1927.
  6. 6. “Seus teólogos ensinavam que na origem dos tempos existia um oceano tenebroso, espécie de caos, massa liquida inerte chamada Num; em virtude de seu próprio poder, o sol (Atum) saiu do caos primordial dando origem aos dois primeiros deuses que personificam o ar e a humidade. Esses geram o céu e a terra que, por sua vez, produzem Osíris e Ísis, Seth e Neftis”. Os antigos egípcios, cuja civilização durou mais de dois milénios, criaram mitos bem complicados. Eles acreditavam que o Universo começou quando o deus Atum surgiu simplesmente chamado seu próprio nome. Em seguida, Atum vomitou seu irmão e sua irmã, Shu e Tefnut, que, por sua vez, geram o deus Geb (que simboliza a Terra) e a deusa Nut (o céu). Todos os egípcios nasceram dos filhos de Nut e Geb. Todo o ato da criação foi presenciado pelo Olho que tudo vê, sem interferências.
  7. 7. Sete dias de Criação: para os cristãos , “ No início, Deus criou o Céu e a Terra”. Nos seis dias seguintes, Deus trabalhou muito: por volta do terceiro dia, criou o dia e a noite, os mares, a terra e as plantas; por volta do quinto dia, as estrelas, o Sol e a lua, as criaturas do mar e os pássaros. No sexto dia, ele fez os animais e o ponto alto de sua criação: os seres humanos. Deixou o sétimo dia para descansar por isso, os domingos são sagrados para os cristãos
  8. 8. Segundo os Vedas, 3 divindades são responsáveis pelos ciclos de criação e destruição do Universo: Brahma cria, Vishnu preserva e Shiva o destrói para que o ciclo recomece. Para criar o mundo e os humanos, Brahma fez dois deuses de si: Gayatri e Purusha, o homem cósmico de onde foram feitas todas as coisas. Mas, enquanto alguns homens nasceram da boca de Purusha, e se tornaram sacerdotes, outros nasceram dos pés, e se tornaram os escravos da sociedade indiana. Muitos dos mitos de origem da cultura hindu têm como protagonistas deuses que surgem ao preferirem seus nomes. Outros descrevem grandes oceanos e alguns envolvem ovos cósmicos. De acordo com uma dessas lendas, um oceano gerou um ovo de ouro. Após um ano, Prajapati surgiu do ovo. Ele descansou em sua casa durante mais um ano, antes de tentar falar. O primeiro som que ele emitiu tornou-se a Terra; o segundo, o céu; e o terceiro, as estações.
  9. 9. Para a tradição religiosa chinesa, o caos inicial era como um ovo no qual entraram em equilíbrio os princípios opostos, yin e yang. Desse equilíbrio nasceu Pangu, gigante de cujo corpo se formou a água, a terra e o Sol. Para os antigos chineses, o Universo surgiu de um imenso ovo cósmico contendo o yin-yang. Ali existiam todas as coisas e seu exacto oposto. Dentro do yin-yang, estava o deus P’an-Ku: seus olhos transformaram-se no Sol e na Lua: sua respiração, no vento; seus cabelos, nas árvores e plantas; sua carne, na Terra; seu suor, em chuva; e por fim os vermes que corroeram seu corpo transformaram-se em seres humanos. Em outra versão do mito chinês da criação, Pan-Kou-Che, o Criador, esculpia sua grande obra em meio no redemoinho de nuvens.
  10. 10. No quinto sol, tudo era negro e morto. Os deuses se reuniram em Teotihuacán para discutir a quem caberia a missão de criar o mundo, tarefa que exigia que um deles teria que se jogar dentro de uma fogueira. O seleccionado para esse sacrifício foi Tecuciztecatl. No momento fatídico, Tecuciztecatl retrocede ante o fogo; mas o segundo, um pequeno Deus, humilde e pobre (usado como metáfora do povo asteca sobre suas origens), Nanahuatzin, se lança sem vacilar à fogueira, convertendo-se no Sol. Ao ver isto, o primeiro Deus, sentindo coragem, decide jogar-se transformando-se na Lua. Ainda assim, os dois astros continuam inertes e é indispensável alimentá-los para que se movam. Então outros deuses decidiram sacrificar-se e dar a "água preciosa", necessária para criar o sangue. Por isso se os homens são obrigados a recriar eternamente o sacrifício divino original.
  11. 11. http://astropt.org/blog/wp-content/uploads/2013/11/universo- 3d_2824_1600x1200.jpg http://pt.wikipedia.org/wiki/Universo http://universo-12b.webnode.pt/como-se-formou-o-universo-/ http://origemdapalavra.com.br/palavras/universo-2/ http://img.docstoccdn.com/thumb/orig/107801796.png http://www.youtube.com/watch?v=GBzUalF1Ir0 http://creationwiki.org/pool/images/thumb/b/bc/Cosmos.jpg/450px-Cosmos.jpg http://filosofia.uol.com.br/filosofia/ideologia-sabedoria/36/artigo257141-1.asp http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/0/08/Evoluci%C3%B3n_Universo _WMAP.jpg http://pt.wikipedia.org/wiki/Mitologia_grega http://pt.wikipedia.org/wiki/Mitologia_asteca http://agrandeexplosao.blogspot.com/2007/08/mitos-da-criao-quando-o-universo. html http://super.abril.com.br/religiao/criacao-mundo-447670.shtml http://super.abril.com.br/religiao/criacao-mundo-447670.shtml
  12. 12. STC7 STC7 FORMANDOS:

×