Olá, nós somosPA U L O F L O R I A N OE D AV I L I M Aneue.st
O título desta apresentação éPENSANDOA EXPERIÊNCIA DO USUÁRIOE M P R OJ E T O S P LO N E
O título desta apresentação não éC O M O FA Z E R W E B S I T E SE I N T R A N E T S P LO N EMAIS BONITOS
Ta m b é m n ã o éPOR QUE VOCÊ DEVERIACONTRATAR UM ESPECIALISTAEM EXPERIÊNCIA DO USUÁRIO
E nemCOMO A EXPERIÊNCIAD O U S U Á R I O VA I R E S O LV E RTODOS OS SEUS PROBLEMAS
O nosso objetivo aqui é mostrarCOMO O JEITO DE PENSARD E U X P O D E A J U DA RA R E D U Z I R A C O M P L E X I DA D ED O...
Pra isso, você não pr ecisa, necessariamente,SER UM PROFISSIONAL DE UXOU TER UM PROFISSIONALDE UX EM SEU TIME
O mais importante aquiNÃO É O CONJUNTOD E H A B I L I DA D E S ,MAS O JEITO DE PENSAR.
Qual o jeito de pensar de UX?  E N T E N D E R A F U N D O A S N E C E S S I DA D E S   DOS USUÁRIOS ANTES DE DESENHAR   ...
UX não é uma área, título profissionalo u e t a p a d e u m p r o j e t o.T O D O S S Ã O R E S P O N S ÁV E I SPELA EXPER...
To d o s s ã o r e s p o n s á v e i s p e l a U X :  S E M P R E Q U E U M D E S E N V O LV E D O R   ESCREVE UMA LINHA ...
USUÁRIOS         NEGÓCIO              UXCONTEÚDO                INTERFACE           TECNOLOGIA
Pa r a q u e a U X p o s s a a j u d a r ,É PRECISO QUEBRARALGUNS MITOS
  U X C U S T A C A R O  U X C O N S O M E M U I T O T E M P O  L AY O U T / I N T E R F A C E N Ã O S Ã O P R I O R I ...
  U X C U S T A C A R O   Ta m b é m p o d e c u s t a r p o u c o  U X C O N S O M E M U I T O T E M P O  L AY O U T /...
  U X C U S T A C A R O   Ta m b é m p o d e c u s t a r p o u c o  U X C O N S O M E M U I T O T E M P O   Pode diminui...
  U X C U S T A C A R O   Ta m b é m p o d e c u s t a r p o u c o  U X C O N S O M E M U I T O T E M P O   Pode diminui...
  U X C U S T A C A R O   Ta m b é m p o d e c u s t a r p o u c o  U X C O N S O M E M U I T O T E M P O   Pode diminui...
  U X C U S T A C A R O   Ta m b é m p o d e c u s t a r p o u c o  U X C O N S O M E M U I T O T E M P O   Pode diminui...
Quick and DirtyMAIS IMPORTANTEQUE O PROCESSO,S Ã O O S R E S U LT A D O S
Na práticaC O M O A U X P O D E A J U DA R ?
Je i t o 1 / 7AJUDANDO A ENTENDERP R A VA L E R AS N E C E SS I DA D E SDOS USUÁRIOSE ALINHANDO- AS AOSOBJE TIVOS DE NEGÓCIO
EM INTRANE TSAPROVE IT E QUE OS USUÁRIOS DO SEU PROD UTOSENTAM A A LGUNS M E TROS DE VOCÊ.
ENTREVISTAS COM USUÁRIOSPARA L EVAN TAR HIPÓ TESES E ENTENDER PR OBL EMAS,FLUXOS D E USO E COMPORTAMENTO ENTREVISTAS DE 30...
GRUPOS DE FOCOPARA VAL IDAR HIPÓTESES E ENTENDER IN TER AÇÕESENT RE PE SSO AS E PARTES DO MESMO FLUXO ENTREVISTAS DE 30-45...
OBSERVAÇÃO E TNOGRÁFICAPARA MA PEAR A EXPE RIÊNCIA DAS PESSOAS EM UMAMBIENTE R EAL DE UTILIZAÇÃO , LEVANTANDOPROBLE MAS, M...
ENTREVISTAS COM STAKEHOLDERSPARA L EVAN TAR EXPE C TATIVAS, OBJE TIVOSORGANIZACIONAIS, PRIORIDADES E ENTENDER LIMITAÇÕ ES
TESTES DE USABILIDADEPARA LE VA NTAR PRO BLEMAS E PER CEPÇÃO DE USO ENTREVISTAS DE 30-45 MINUTOS COM USUÁRIOS ATUAIS OU PO...
INVENTÁRIO DE CONTEÚDOPARA LE VA NTAR PAD RÕ ES E INS IGHTS DE VOCABULÁRIO EORGANI ZAÇÃO DAS INFO RM AÇÕ ES
ANÁLISE DE MÉ TRICASPARA MA PEAR COMPORTA MENT OS DE US O,CON TEÚ DO S MAIS E MENO S ACESSA DOS
CONSOLIDE OS RESULTADOSPARA IDENTIFICAR PAD RÕ ES E PR IOR IDADES
PERSONAS
HISTÓRIASCRIAM EMPATIA E A JUDAM A VENDER O CONCEIT OINTERNA MENTE          “O conteúdo sobre o produto X na          intr...
Necessidade / issue      FeatureVisualizar informações                         Página do produtodo produtoComparar preços ...
Je i t o 2 / 7AJUDANDO A PRIORIZARNECESSIDADES E FEATURES
WORKSHOP DE PRIORIZAÇÃODE NECESSI DADES, FE ATUR ES OU PR OPO STAS DE VALOR
Maturidade       Facilidade de   Relevância                                         organizacional   implementação   estra...
MOSTRANDO QUICK WINS E EVOLUÇÃODO PROJE TO                                     Carrinho   Página do produto               ...
Je i t o 3 / 7AJUDANDO A ESCOLHEROS PRODUTOS MAISADEQUADOS
ImplementaçãoTreinamento                   Manutenção/                              governança
Je i t o 4 / 7A J U DA N D O A O R GA N I Z A RAS COISAS
UMA COISA, MUITOS NOMES?
U M N O M E , VÁ R I A S C O I S AS
AVALIE VOCABULÁRIOS COMUNSPARA EN CONTRAR PAD RÕES E INSIGHT SDE CLASSI FICAÇÃO
TESTE A PROPOSTACARD SO RT INGS REM OT OS O U WO RKS HOPS ,PARA VA LI DAR OU LE VA NTA R EST RU TU RASDE ORGA NIZAÇÃO E C ...
PALAVRAS-CHAVEPODEM A POIAR O RELACIONA MENT O ENTR E CONTEÚDOS
RESTRIÇÕES DE CONTEÚDOMINIMIZAM CONTEÚDOS NO LOCAL ERRADO
REGRAS DE CONTEÚDOINFORMAM REGRAS DE NEGÓCIO AO SISTEMA
Je i t o 5 / 7A J U DA N D O A P R OJ E TA R AE X P E R I Ê N C I A D E N AV E GAÇ Ã O
PROTOTIPEPARA MAT ERIALIZAR CO NCEITO SE PENSAR COM MAIS D E TA LHE NAS INTER AÇÕES
PODE SER DE ALTA FIDELIDADE
PODE TER UMA APRESENTAÇÃOMAIS DESCONTRAÍDA
MAS NA MAIORIA DAS VEZES UMRABISCOFRAME FUNCIONA MUITO BEM
GERADOR DE PROTÓTIPOS COM CONTEÚDOCOLLEC TI VE .LO R EMI PSUM
ESTES MÉTODOS SÃO MEIOSPA R A C O M U N I C A R C O N C E I T O S
POR QUE NÃO UMA COLAGEM ILUSTRANDOOS COMPONENTES?
O I M P O RTA N T E É I D E N T I F I C A RO QUE FUNCIONA DENTROD O C O N T E X T O D O P R OJ E T OE DA E Q U I P E
DicaS E VO C Ê I R Á VA L I DA R E S TA E TA PAC O M E X E C U T I VO S , U M W I R E F R A M ED E A LTA F I D E L I DA D ...
U S E AC E L E R A D O R E S(SEM MEDO)
NAVEGAÇÃO MULTIFACE TADAEEA .FACE TEDNAVIGATION
LISTAGEM COM FILTROSCOLLEC TI VE .FLEXITOPIC
GLOSSÁRIOPLONE.G LOSS ARY
MEGA MENUCOLLEC TI VE .COLLAGE .MEGAM ENU
PREVISÃO DO TEMPOCOLLEC TI VE .WEATHE R
Je i t o 6 / 7A J U DA N D O A O BT E R F E E D B AC KAO LONGO DO PROCESSO
TESTES COM PROTÓTIPO EM PAPELPARA OBTE R FEEDB AC K RÁ PIDA E CO NTINU AM ENTESOBRE A EVOLUÇÃO D O PROJE TO
TESTES A/B
TESTES REMOTOS
CLICKMAPZE T TWE RK.CLICKM AP
Te s t e , i n d e p e n d e n t e m e n t e d o m é t o d oTESTAR COM 1 USUÁRIOÉ 10 0 % M E L H O RDO QUE TESTAR COM NENHUM
TESTANDO COM 5 USUÁRIOSVOCÊ CONSEGUE LE VA NTA R 85% DO S PROBLEMAS             Fonte: http://www.useit.com/alertbox/20000...
Je i t o 7 / 7AJUDANDO O PRODUTOA EVOLUIR
Por que não r edesenhar?  R E D E S E N H O S S E T O R N A M P R OJ E T O S G R A N D E S ,   C H E I O S D E Q U E S T ...
Ao invés de r edesenhar, r efinar  P R I O R I Z A R P R O B L E M A S E Q U E S T Õ E S   Q U E T E N H A M M A I O R I ...
Crie   Teste   Aprenda   Adapte
E OS VIZINHOS, O QUE ESTÃO FAZENDO?O QUE P ODEMOS PENSA R/ FA ZER NESS E S ENTIDO?
Esta apresentação encontra-se em slideshare.net/neuestudioDúvidas?PA U LO F LO R I A N O paulo@neuestudio.com.br@prflorian...
Pensando a Experiência do Usuário em Projetos Plone - Plone Symposium South America
Pensando a Experiência do Usuário em Projetos Plone - Plone Symposium South America
Pensando a Experiência do Usuário em Projetos Plone - Plone Symposium South America
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Pensando a Experiência do Usuário em Projetos Plone - Plone Symposium South America

1.110 visualizações

Publicada em

Como o jeito de pensar de um Designer UX pode ajudar a reduzir a complexidade dos projetos e atingir melhores resultados? Paulo Floriano, co-founder da Neue labs, explica nessa palestra realizada no Plone Symposium South America 2012, sobre experiência do usuário (UX) em projetos Plone.

Publicada em: Design
1 comentário
6 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.110
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
12
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
1
Gostaram
6
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Pensando a Experiência do Usuário em Projetos Plone - Plone Symposium South America

  1. 1. Olá, nós somosPA U L O F L O R I A N OE D AV I L I M Aneue.st
  2. 2. O título desta apresentação éPENSANDOA EXPERIÊNCIA DO USUÁRIOE M P R OJ E T O S P LO N E
  3. 3. O título desta apresentação não éC O M O FA Z E R W E B S I T E SE I N T R A N E T S P LO N EMAIS BONITOS
  4. 4. Ta m b é m n ã o éPOR QUE VOCÊ DEVERIACONTRATAR UM ESPECIALISTAEM EXPERIÊNCIA DO USUÁRIO
  5. 5. E nemCOMO A EXPERIÊNCIAD O U S U Á R I O VA I R E S O LV E RTODOS OS SEUS PROBLEMAS
  6. 6. O nosso objetivo aqui é mostrarCOMO O JEITO DE PENSARD E U X P O D E A J U DA RA R E D U Z I R A C O M P L E X I DA D ED O S P R OJ E T O S E AT I N G I RM E L H O R E S R E S U LT A D O S
  7. 7. Pra isso, você não pr ecisa, necessariamente,SER UM PROFISSIONAL DE UXOU TER UM PROFISSIONALDE UX EM SEU TIME
  8. 8. O mais importante aquiNÃO É O CONJUNTOD E H A B I L I DA D E S ,MAS O JEITO DE PENSAR.
  9. 9. Qual o jeito de pensar de UX?  E N T E N D E R A F U N D O A S N E C E S S I DA D E S DOS USUÁRIOS ANTES DE DESENHAR Q U A LQ U E R C O I S A  R E S O LV E R P R O B L E M A S R E A I S  T O M A R D E C I S Õ E S D E I M P L E M E N T A Ç Ã O L E VA N D O E M C O N T A O I M PA C T O NA EXPERIÊNCIA, E NÃO SÓ O CUSTO  P R I O R I Z A R O P R O D U T O , N Ã O O P R O C E S S O
  10. 10. UX não é uma área, título profissionalo u e t a p a d e u m p r o j e t o.T O D O S S Ã O R E S P O N S ÁV E I SPELA EXPERIÊNCIA DE USODO PRODUTO
  11. 11. To d o s s ã o r e s p o n s á v e i s p e l a U X :  S E M P R E Q U E U M D E S E N V O LV E D O R ESCREVE UMA LINHA DE CÓDIGO  S E M P R E Q U E U M D E S I G N E R C R I A O U P E R S O N A L I Z A U M E L E M E N T O D E I N T E R FA C E  S E M P R E Q U E U M E D I T O R P U B L I C A U M A PÁ G I N A OU UM DOCUMENTO  S E M P R E Q U E U M G E S T O R D E F I N E O U A LT E R A UMA REGRA DE NEGÓCIO  S E M P R E Q U E A C O N T E C E A L G O N O A M B I E N T E Q U E M U DA A S R E G R A S D O J O G O
  12. 12. USUÁRIOS NEGÓCIO UXCONTEÚDO INTERFACE TECNOLOGIA
  13. 13. Pa r a q u e a U X p o s s a a j u d a r ,É PRECISO QUEBRARALGUNS MITOS
  14. 14.   U X C U S T A C A R O  U X C O N S O M E M U I T O T E M P O  L AY O U T / I N T E R F A C E N Ã O S Ã O P R I O R I D A D E  O S U S U Á R I O S N Ã O S A B E M D O Q U E PRECISAM  C O N H E C E M O S O S U S U Á R I O S O S U F I C I E N T E
  15. 15.   U X C U S T A C A R O Ta m b é m p o d e c u s t a r p o u c o  U X C O N S O M E M U I T O T E M P O  L AY O U T / I N T E R F A C E N Ã O S Ã O P R I O R I D A D E  O S U S U Á R I O S N Ã O S A B E M D O Q U E PRECISAM  C O N H E C E M O S O S U S U Á R I O S O S U F I C I E N T E
  16. 16.   U X C U S T A C A R O Ta m b é m p o d e c u s t a r p o u c o  U X C O N S O M E M U I T O T E M P O Pode diminuir substancialmente o tempo dos projetos  L AY O U T / I N T E R F A C E N Ã O S Ã O P R I O R I D A D E  O S U S U Á R I O S N Ã O S A B E M D O Q U E PRECISAM  C O N H E C E M O S O S U S U Á R I O S O S U F I C I E N T E
  17. 17.   U X C U S T A C A R O Ta m b é m p o d e c u s t a r p o u c o  U X C O N S O M E M U I T O T E M P O Pode diminuir substancialmente o tempo dos projetos  L AY O U T / I N T E R F A C E N Ã O S Ã O P R I O R I D A D E Fa z e r U X n ã o s i g n i f i c a e n t r e g a r c o i s a s b o n i t a s  O S U S U Á R I O S N Ã O S A B E M D O Q U E PRECISAM  C O N H E C E M O S O S U S U Á R I O S O S U F I C I E N T E
  18. 18.   U X C U S T A C A R O Ta m b é m p o d e c u s t a r p o u c o  U X C O N S O M E M U I T O T E M P O Pode diminuir substancialmente o tempo dos projetos  L AY O U T / I N T E R F A C E N Ã O S Ã O P R I O R I D A D E Fa z e r U X n ã o s i g n i f i c a e n t r e g a r c o i s a s b o n i t a s  O S U S U Á R I O S N Ã O S A B E M D O Q U E PRECISAM A UX não leva em conta apenas os usuários  C O N H E C E M O S O S U S U Á R I O S O S U F I C I E N T E
  19. 19.   U X C U S T A C A R O Ta m b é m p o d e c u s t a r p o u c o  U X C O N S O M E M U I T O T E M P O Pode diminuir substancialmente o tempo dos projetos  L AY O U T / I N T E R F A C E N Ã O S Ã O P R I O R I D A D E Fa z e r U X n ã o s i g n i f i c a e n t r e g a r c o i s a s b o n i t a s  O S U S U Á R I O S N Ã O S A B E M D O Q U E PRECISAM A UX não leva em conta apenas os usuários  C O N H E C E M O S O S U S U Á R I O S O S U F I C I E N T E Provavelmente você apenas acha que conhece
  20. 20. Quick and DirtyMAIS IMPORTANTEQUE O PROCESSO,S Ã O O S R E S U LT A D O S
  21. 21. Na práticaC O M O A U X P O D E A J U DA R ?
  22. 22. Je i t o 1 / 7AJUDANDO A ENTENDERP R A VA L E R AS N E C E SS I DA D E SDOS USUÁRIOSE ALINHANDO- AS AOSOBJE TIVOS DE NEGÓCIO
  23. 23. EM INTRANE TSAPROVE IT E QUE OS USUÁRIOS DO SEU PROD UTOSENTAM A A LGUNS M E TROS DE VOCÊ.
  24. 24. ENTREVISTAS COM USUÁRIOSPARA L EVAN TAR HIPÓ TESES E ENTENDER PR OBL EMAS,FLUXOS D E USO E COMPORTAMENTO ENTREVISTAS DE 30-45 MINUTOS COM USUÁRIOS ATUAIS OU POTENCIAIS
  25. 25. GRUPOS DE FOCOPARA VAL IDAR HIPÓTESES E ENTENDER IN TER AÇÕESENT RE PE SSO AS E PARTES DO MESMO FLUXO ENTREVISTAS DE 30-45 MINUTOS COM USUÁRIOS ATUAIS OU POTENCIAIS
  26. 26. OBSERVAÇÃO E TNOGRÁFICAPARA MA PEAR A EXPE RIÊNCIA DAS PESSOAS EM UMAMBIENTE R EAL DE UTILIZAÇÃO , LEVANTANDOPROBLE MAS, MOT IVAÇÕ ES, F RU ST RAÇÕES , E TC.
  27. 27. ENTREVISTAS COM STAKEHOLDERSPARA L EVAN TAR EXPE C TATIVAS, OBJE TIVOSORGANIZACIONAIS, PRIORIDADES E ENTENDER LIMITAÇÕ ES
  28. 28. TESTES DE USABILIDADEPARA LE VA NTAR PRO BLEMAS E PER CEPÇÃO DE USO ENTREVISTAS DE 30-45 MINUTOS COM USUÁRIOS ATUAIS OU POTENCIAIS
  29. 29. INVENTÁRIO DE CONTEÚDOPARA LE VA NTAR PAD RÕ ES E INS IGHTS DE VOCABULÁRIO EORGANI ZAÇÃO DAS INFO RM AÇÕ ES
  30. 30. ANÁLISE DE MÉ TRICASPARA MA PEAR COMPORTA MENT OS DE US O,CON TEÚ DO S MAIS E MENO S ACESSA DOS
  31. 31. CONSOLIDE OS RESULTADOSPARA IDENTIFICAR PAD RÕ ES E PR IOR IDADES
  32. 32. PERSONAS
  33. 33. HISTÓRIASCRIAM EMPATIA E A JUDAM A VENDER O CONCEIT OINTERNA MENTE “O conteúdo sobre o produto X na intranet está desatualizado. Se der informações erradas ao cliente, levo bronca do chefe. Se ligar para o suporte sou penalizado. Simplesmente digo que nãoqoferecemos o ortal  Corpora0vo?   O   ue  é  um  P produto.” Depoimento de usuário em projeto de intranet
  34. 34. Necessidade / issue FeatureVisualizar informações Página do produtodo produtoComparar preços Comparador de preçosTer apoio na decisão Reviews, ratings, tourde compra do produtoComprar produto Carrinho de compras
  35. 35. Je i t o 2 / 7AJUDANDO A PRIORIZARNECESSIDADES E FEATURES
  36. 36. WORKSHOP DE PRIORIZAÇÃODE NECESSI DADES, FE ATUR ES OU PR OPO STAS DE VALOR
  37. 37. Maturidade Facilidade de Relevância   organizacional implementação estratégicaServiços onlineBrochura online produtosPáginas amarelasInstant Messaging  
  38. 38. MOSTRANDO QUICK WINS E EVOLUÇÃODO PROJE TO Carrinho Página do produto 2 Comparador 1Relevância Reviews 3 Tour virtual 4 Rating Facilidade
  39. 39. Je i t o 3 / 7AJUDANDO A ESCOLHEROS PRODUTOS MAISADEQUADOS
  40. 40. ImplementaçãoTreinamento Manutenção/ governança
  41. 41. Je i t o 4 / 7A J U DA N D O A O R GA N I Z A RAS COISAS
  42. 42. UMA COISA, MUITOS NOMES?
  43. 43. U M N O M E , VÁ R I A S C O I S AS
  44. 44. AVALIE VOCABULÁRIOS COMUNSPARA EN CONTRAR PAD RÕES E INSIGHT SDE CLASSI FICAÇÃO
  45. 45. TESTE A PROPOSTACARD SO RT INGS REM OT OS O U WO RKS HOPS ,PARA VA LI DAR OU LE VA NTA R EST RU TU RASDE ORGA NIZAÇÃO E C LASS IFICAÇÃOCARD SORTING
  46. 46. PALAVRAS-CHAVEPODEM A POIAR O RELACIONA MENT O ENTR E CONTEÚDOS
  47. 47. RESTRIÇÕES DE CONTEÚDOMINIMIZAM CONTEÚDOS NO LOCAL ERRADO
  48. 48. REGRAS DE CONTEÚDOINFORMAM REGRAS DE NEGÓCIO AO SISTEMA
  49. 49. Je i t o 5 / 7A J U DA N D O A P R OJ E TA R AE X P E R I Ê N C I A D E N AV E GAÇ Ã O
  50. 50. PROTOTIPEPARA MAT ERIALIZAR CO NCEITO SE PENSAR COM MAIS D E TA LHE NAS INTER AÇÕES
  51. 51. PODE SER DE ALTA FIDELIDADE
  52. 52. PODE TER UMA APRESENTAÇÃOMAIS DESCONTRAÍDA
  53. 53. MAS NA MAIORIA DAS VEZES UMRABISCOFRAME FUNCIONA MUITO BEM
  54. 54. GERADOR DE PROTÓTIPOS COM CONTEÚDOCOLLEC TI VE .LO R EMI PSUM
  55. 55. ESTES MÉTODOS SÃO MEIOSPA R A C O M U N I C A R C O N C E I T O S
  56. 56. POR QUE NÃO UMA COLAGEM ILUSTRANDOOS COMPONENTES?
  57. 57. O I M P O RTA N T E É I D E N T I F I C A RO QUE FUNCIONA DENTROD O C O N T E X T O D O P R OJ E T OE DA E Q U I P E
  58. 58. DicaS E VO C Ê I R Á VA L I DA R E S TA E TA PAC O M E X E C U T I VO S , U M W I R E F R A M ED E A LTA F I D E L I DA D E É O Q U E VA IFUNCIONAR
  59. 59. U S E AC E L E R A D O R E S(SEM MEDO)
  60. 60. NAVEGAÇÃO MULTIFACE TADAEEA .FACE TEDNAVIGATION
  61. 61. LISTAGEM COM FILTROSCOLLEC TI VE .FLEXITOPIC
  62. 62. GLOSSÁRIOPLONE.G LOSS ARY
  63. 63. MEGA MENUCOLLEC TI VE .COLLAGE .MEGAM ENU
  64. 64. PREVISÃO DO TEMPOCOLLEC TI VE .WEATHE R
  65. 65. Je i t o 6 / 7A J U DA N D O A O BT E R F E E D B AC KAO LONGO DO PROCESSO
  66. 66. TESTES COM PROTÓTIPO EM PAPELPARA OBTE R FEEDB AC K RÁ PIDA E CO NTINU AM ENTESOBRE A EVOLUÇÃO D O PROJE TO
  67. 67. TESTES A/B
  68. 68. TESTES REMOTOS
  69. 69. CLICKMAPZE T TWE RK.CLICKM AP
  70. 70. Te s t e , i n d e p e n d e n t e m e n t e d o m é t o d oTESTAR COM 1 USUÁRIOÉ 10 0 % M E L H O RDO QUE TESTAR COM NENHUM
  71. 71. TESTANDO COM 5 USUÁRIOSVOCÊ CONSEGUE LE VA NTA R 85% DO S PROBLEMAS Fonte: http://www.useit.com/alertbox/20000319.html
  72. 72. Je i t o 7 / 7AJUDANDO O PRODUTOA EVOLUIR
  73. 73. Por que não r edesenhar?  R E D E S E N H O S S E T O R N A M P R OJ E T O S G R A N D E S , C H E I O S D E Q U E S T Õ E S P O L Í T I C A S E D E VA I DA D E  R E D E S E N H O S S E T O R N A M P R OJ E T O S C O M P L E XO S C O M D E C I S Õ E S T O M A DA S D E M A N E I R A D E S C E N T R A L I Z A DA , D I F Í C E I S D E A C O M PA N H A R  GA S T A - S E M U I T O E E S P E R A - S E A P E R F E I Ç Ã O , O QUE É IMPOSSÍVEL DE ATINGIR  É I M P O S S Í V E L “ C O N G E L A R ” U M P R O D U T O DIGITAL http://www.slideshare.net/lrosenfeld/redesign-must-die
  74. 74. Ao invés de r edesenhar, r efinar  P R I O R I Z A R P R O B L E M A S E Q U E S T Õ E S Q U E T E N H A M M A I O R I M PA C T O  A P R O V E I T A R Q U I C K - W I N S O U P R O B L E M A S FÁ C E I S D E R E S O LV E R  L A N Ç A R P E Q U E N A S M E L H O R I A S , T E S T Á - L A S E A DA P T Á - L A S http://www.slideshare.net/lrosenfeld/redesign-must-die
  75. 75. Crie Teste Aprenda Adapte
  76. 76. E OS VIZINHOS, O QUE ESTÃO FAZENDO?O QUE P ODEMOS PENSA R/ FA ZER NESS E S ENTIDO?
  77. 77. Esta apresentação encontra-se em slideshare.net/neuestudioDúvidas?PA U LO F LO R I A N O paulo@neuestudio.com.br@prflorianoDAVI LIMAda vi@neuestudio.com.br / da vi@simplesconsultoria.com.br@davilima6neue.st

×